República ppt net

2,799
-1

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,799
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
139
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

República ppt net

  1. 1. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3.4 Conflitos sociais: • Movimentos Messiânicos: – Líderes religiosos. – Guerra de Canudos (BA 1896 – 1897): Antônio Conselheiro (líder). Causas: miséria crônica da população nordestina, má distribuição de terras, descaso com o trabalhador rural, seca, aumento de impostos, separação entre religião e Estado decorrente da proclamação da República. Camponeses seguem Antônio Conselheiro, formando o Arraial de Canudos (ou Arraial do Belo Monte), no interior da BA. iair@pop.com.br Prof. Iair
  2. 2. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Comunidade forma um Estado paralelo a República, abandonando as fazendas, deixando de pagar o dízimo e os impostos republicanos. Governo republicano + Coronéis + Igreja unem-se contra Canudos. Campanha de difamação contra Canudos atinge os principais jornais da capital, associando Canudos ao retorno da monarquia. Após 4 expedições militares, Canudos é massacrada. Fonte bibliográfica freqüentemente citada: “Os Sertões” – Euclides da Cunha. iair@pop.com.br Prof. Iair
  3. 3. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A GUERRA DE CANUDOS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  4. 4. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  5. 5. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  6. 6. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Revolta de Juazeiro (CE – 1913): Líder: Padre Cícero. Causa: Intervenção do governo central no Ceará, retirando do poder a tradicional família Accioly (Política das Salvações). Padre Cícero lidera um exército formado por fiéis que recuperam o poder para a tradicional família. Prestígio político do Padre Cícero aumenta consideravelmente, e a família Accioly retoma o controle do Estado do Ceará. iair@pop.com.br Prof. Iair
  7. 7. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Guerra do Contestado (SC/PR 1912 – 1916): José Maria (líder). Causas: exploração de camponeses, concessão de terras e benefícios para empresas inglesas e americanas que provocaram a expulsão e marginalização de pequenos camponeses. Origem do nome: região contestada entre os estados de Santa Catarina e Paraná. Assim como Canudos, os participantes foram violentamente massacrados. iair@pop.com.br Prof. Iair
  8. 8. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A GUERRA DO CONTESTADO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  9. 9. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  10. 10. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Banditismo Social ou Cangaço (NE 1890 – 1940): – Bandos armados que percorriam o interior nordestino sobrevivendo de delitos. – Principais bandos: Lampião e Curisco. – Causas: miséria crônica da população nordestina, seca, má distribuição de terras, descaso do Estado e dos coronéis para com os mais pobres, violência. – Mito do “Robin Hood”. iair@pop.com.br Prof. Iair
  11. 11. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Os cangaceiros foram perseguidos pela polícia volante e exterminados um a um. Eram os únicos que despertavam medo nos coronéis, justamente por não terem perspectiva de melhorar sua condição e portanto não precisar temer o desrespeito das leis vigentes LAMPIÃO iair@pop.com.br Prof. Iair
  12. 12. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) MOVIMENTOS SOCIAIS NORDESTINOS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  13. 13. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Revolta da Vacina (RJ – 1904): – Projeto de modernização do RJ (Presidente Rodrigues Alves). – Destruição de cortiços e favelas, ampliação das avenidas, construção de novos prédios inspirando-se em Paris. – Expulsão de comunidades pobres das regiões centrais, inflação, alta do custo de vida. – Vacinação obrigatória contra a varíola (Oswaldo Cruz) desencadeia conflito. – Durante o conflito, um grupo de partidários radicais do Mal. Floriano Peixoto, denominados “jacobinos florianistas” tenta tomar o poder, não obtendo resultados satisfatórios. iair@pop.com.br Prof. Iair
  14. 14. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Repressão do governo. Sem maiores conseqüências. iair@pop.com.br Prof. Iair
  15. 15. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) REVOLTA DA VACINA: OSWALDO CRUZ iair@pop.com.br Prof. Iair
  16. 16. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Revolta dos Marinheiros ou Revolta da Chibata (RJ 1910): – João Cândido (líder), posteriormente apelidado de “Almirante Negro”. – Causas: maus tratos, baixos soldos, péssima alimentação e castigos corporais (como a chibata, por exemplo) dentro da marinha. iair@pop.com.br Prof. Iair
  17. 17. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Marinheiros tomam 2 navios e ameaçam bombardear o Rio caso continuassem os castigos na marinha. – Governo promete atender as reivindicações e solicita que marinheiros se entregassem. – Envolvidos foram presos e mortos. João Cândido sobrevive mas é expulso da marinha . – Castigos corporais na marinha são abolidos. • Movimento operário: – Causas: ampla exploração dos trabalhadores urbanos das fábricas e ausência de legislação trabalhista que amparasse os trabalhadores. iair@pop.com.br Prof. Iair
  18. 18. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Até a década de 20 predomínio de imigrantes italianos de ideologia anarquista. – Principais formas de luta: formação de sindicatos e organização de greves. – A partir de 1922 o principal instrumento de luta operária foi o PCB, que tenta organizar os operários. – Postura do governo em relação ao movimento operário: repressão (“caso de polícia”). iair@pop.com.br Prof. Iair
  19. 19. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • A Semana de Arte Moderna (SP – fev/1922): – Crítica aos padrões artísticos e literários formais (métrica, rima, saudosismo, sentimentalismo). – Criação de uma nova estética sem fórmulas fixas e limitadoras da criatividade. – “Paulicéia Desvairada” – OSWALD DE ANDRADE: primeira obra modernista. – Principais representantes: Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Menotti del Picchia (literatura), Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti (pintura), Villa-Lobos (música), Vitor Brecheret (escultura). iair@pop.com.br Prof. Iair
  20. 20. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • O Tenentismo: – Movimento da baixa oficialidade do exército (tenentes e capitães). – Classe média urbana e letrada. – Contra o poder central das oligarquias. – Objetivos: moralização política (voto secreto, fim das fraudes, afastamento do controle oligárquico), ensino obrigatório, centralização positivista. – Programa elitista – para o povo, mas sem o povo. – Consideravam-se a “salvação nacional”. iair@pop.com.br Prof. Iair
  21. 21. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Revolta do Forte de Copacabana ou os 18 do Forte (RJ 1922): Contra a posse do presidente Arthur Bernardes (1922). Episódio das “Cartas Falsas”. Movimento fracassou, mas 18 integrantes (sendo um civil) marcharam em Copacabana contra uma tropa do governo de mais de 3 mil homens. Sobreviveram ao gesto suicida dois tenentes: Siqueira Campos e Eduardo Gomes. iair@pop.com.br Prof. Iair
  22. 22. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Rebelião Paulista (1924): Tenentes tomam o poder de São Paulo, liderados por Isidoro Dias Lopes, por 22 dias, até a reorganização das tropas federais. Fogem para o Paraná onde se encontram com outro grupo de tenentes vindos do RS, liderados por Luís Carlos Prestes. iair@pop.com.br Prof. Iair
  23. 23. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Coluna Prestes (1924 – 1926): Líder: Luís Carlos Prestes (“o Cavaleiro da Esperança”). Marcha pelo interior do Brasil tentando debilitar o governo de Arthur Bernardes e conseguindo mais adeptos para a causa tenentista. Caráter social mais amplo: alguns mencionavam o desejo pelo voto feminino e pela reforma agrária. Fracassou. Seus integrantes se exilaram na Bolívia. Alguns retornaram ao Brasil posteriormente. iair@pop.com.br Prof. Iair
  24. 24. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A COLUNA PRESTES: iair@pop.com.br Prof. Iair
  25. 25. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 4. O fim da República Velha: • Manifestações de diversos setores abalam o poder do governo. – Movimento operário. – Movimento tenentista. • A Revolução de 30: – Crise de 29 abala poder econômico dos cafeicultores. – Governo não tem como valorizar artificialmente o café. – Rompimento do pacto do café-com-leite: era a vez de MG indicar o candidato, porém, SP indica o paulista Júlio Prestes para a sucessão do presidente Washington Luís. iair@pop.com.br Prof. Iair
  26. 26. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – MG + RS + PB formam a ALIANÇA LIBERAL com os candidatos Getúlio Vargas (RS) e João Pessoa (PB) para presidente e vice, respectivamente. – Aliança liberal recebe apoio de alguns tenentes e classe média urbana, além de várias outras oligarquias dissidentes. – Júlio Prestes vence eleição fraudulenta. – Protestos contra o resultado das urnas tomam conta do país. iair@pop.com.br Prof. Iair
  27. 27. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – João Pessoa é assassinado na PB. – Agitação popular aumenta. – Exército resolve depor o então presidente Washington Luís antes mesmo da posse de Júlio Prestes e entregar a presidência ao comandante em chefe da revolta, Getúlio Vargas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  28. 28. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  29. 29. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 1 - O PERÍODO PROVISÓRIO (1930 – 1934): • Decretos-lei. • Nomeação de interventores. • Atrelamento de sindicatos ao governo. • Criação do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio (a cargo de Lindolfo Collor). • Criação de leis trabalhistas: 8hs diárias, salário mínimo, aposentadoria, férias, estabilidade... • Revolução Constitucionalista (SP – 1932): – Oligarquia paulista insatisfeita com exclusão do poder. – Classe média urbana insatisfeita com autoritarismo varguista. iair@pop.com.br Prof. Iair
  30. 30. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Símbolo da luta: MMDC (sigla retirada de estudantes mortos em manifestações, cujos sobrenomes eram Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo). • Objetivo: constituição. • Resultado: vitória militar de Vargas e convocação de eleições para a Assembléia nacional constituinte em 1933. iair@pop.com.br Prof. Iair
  31. 31. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 2 - O PERÍODO CONSTITUCIONAL (1934 – 1937): • A constituição de 1934: – Voto secreto, obrigatório, direto. – Voto feminino (excluindo-se analfabetos). – Justiça eleitoral. – Corporativismo. – Confirmação de leis trabalhistas. – Mandato presidencial de 4 anos. – 1º presidente eleito indiretamente: Getúlio Vargas. – Intervenção do Estado na exploração de minérios. iair@pop.com.br Prof. Iair
  32. 32. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Formação de 2 correntes políticas antagônicas influenciadas pela conjuntura internacional. • AIB (Ação Integralista Brasileira): – Grupo fascista. – Plínio Salgado (líder). – Condenavam o capitalismo financeiro internacional (associado aos judeus) mas não a propriedade privada. – Totalitarismo, unipartidarismo e Estado centralizado forte. – Lema: “Deus, Pátria e Família”. – Saudação: ANAUÊ iair@pop.com.br Prof. Iair
  33. 33. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Apoiados por setores da Igreja (combate ao “comunismo ateu”), classe média alta, empresários capitalistas e imigrantes ou descendentes de imigrantes ítalo-germânicos radicados especialmente no RS e SC. iair@pop.com.br Prof. Iair
  34. 34. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • ANL (Aliança Nacional Libertadora): – Aliança de esquerda reunindo comunistas, socialistas, democratas e simpatizantes de esquerda em geral. – Luís Carlos Prestes (líder). – Defendiam o não pagamento da dívida externa, reforma agrária e respeito às liberdades individuais (direito de greve, imprensa livre...), nacionalização de empresas estrangeiras e governo popular; • Getúlio coloca a ANL na ilegalidade (Jul/1935). iair@pop.com.br Prof. Iair
  35. 35. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Nov/1935 - Intentona Comunista: tentativa de golpe por membros da ANL. Mal organizada, fracassou rapidamente. Seus líderes (incluindo Prestes) foram presos. OLGA BENÁRIO iair@pop.com.br Prof. Iair
  36. 36. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 1937: Divulgação do “Plano Cohen” (suposto plano comunista para tomar o poder). • Congresso é fechado e eleições suspensas. 3 - O ESTADO NOVO (1937 – 1945): • Nova constituição (1937): POLACA (constituição fascista). • Estado de Emergência permanente – plenos poderes ao presidente e a polícia. • Congresso fechado – decretos-lei. • Proibição de greves. iair@pop.com.br Prof. Iair
  37. 37. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Censura permanente (DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda). • Prisão de qualquer opositor. • Apoio das forças armadas. • Simpatia ao fascismo. • Ausência de qualquer partido (até a AIB foi fechada). • 1938 - Intentona Integralista: – Golpe fracassado da AIB. – Líderes presos. – Plínio Salgado exila-se em Portugal. iair@pop.com.br Prof. Iair
  38. 38. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Política internacional pragmática: – Exploração de rivalidades para obter vantagens para o Brasil. – Projeto de industrialização. • 1942: Navios brasileiros são afundados por submarinos alemães. FAB • Brasil declara guerra ao Eixo (ALE + ITA + JAP). • 1943: Edição da CLT (controle dos trabalhadores). • 1944: FEB (Força Expedicionária Brasileira) desembarca na Itália com aproximadamente 25 mil homens. iair@pop.com.br FEB Prof. Iair
  39. 39. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Luta contra o nazifascismo estabelece contradição interna: ditadura lutando ao lado das “forças pró-democracia”. • Diversos setores sociais começam a pedir democracia interna (entre eles a UNE, criada em 1937, os meios de comunicação, apesar da censura...). • Vargas convoca eleições para 1945, acaba com a censura e anistia presos políticos. • Vargas cria 2 partidos políticos, o PTB e o PSD, para agradar aos trabalhadores e a elite, respectivamente, além de permitir a formação de partidos oposicionistas. • Surge o “Queremismo”, apoiado discretamente por Vargas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  40. 40. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Vargas aproxima-se até dos comunistas para permanecer no poder. • Propõe uma “Lei Anti-Truste” que desagrada os EUA. • Em 1945, é afastado do poder pelo exército (influenciado pelos EUA), que temia uma nova tentativa golpista do presidente. Vargas retorna para São Borja e é eleito posteriormente senador por dois estados ao mesmo tempo (RS e SP). • José Linhares (presidente do STF) assume o poder até que as eleições tivessem transcorrido e o novo presidente assumisse. iair@pop.com.br JOSÉ LINHARES Prof. Iair
  41. 41. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3 - CARACTERÍSTICAS GERAIS DO GOVERNO VARGAS: • POPULISMO – tipo de governo que possui as seguintes características: autoritarismo, estatismo, corporativismo, culto ao líder combinado com concessões parciais a camada mais pobre da população visando obter seu apoio. Ocorreu na América Latina entre os anos 30 e 50, e tem em Getúlio Vargas, no Brasil, Juan Domingo Perón, na Argentina e Lázaro Cardenas, no México seus mais notórios representantes. • O Estado era o “mediador” dos conflitos sociais. • Nacionalismo econômico, com criação de empresas estatais e obras públicas. • Intervenção do Estado na economia, inspirado no modelo do “New Deal” norte-americano. iair@pop.com.br Prof. Iair
  42. 42. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Controle dos trabalhadores com criação de leis (a CLT, é um exemplo disso) e atrelamento dos sindicatos. • Utilização intensa de propaganda governamental e censura, com a criação da DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda), que cuidadosamente “fabrica” a imagem do “pai do trabalhador”. • Descaso com o trabalhador rural (as leis trabalhistas não chegavam no campo). • Aproximação com camadas populares urbanas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  43. 43. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Incentivo ao mercado interno. • Recuperação do preço do café (queima de estoque). • Incentivos a indústria nacional (especialmente a de base durante a II Guerra Mundial), com a criação da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e a nacionalização de refinarias de petróleo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  44. 44. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3 - EURICO GASPAR DUTRA (1946 – 1951): • PSD + PTB. • Proibição de cassinos e jogos de azar. • 1946 – nova constituição: – Liberalismo + conservadorismo. – República Federativa Presidencialista. – Voto secreto e universal (excluindo-se analfabetos, soldados e cabos). – Sindicatos atrelados – restrições a greves. – Mandato presidencial de 5 anos. – Liberdade partidária (?) iair@pop.com.br Prof. Iair
  45. 45. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Alinhamento internacional com os EUA (Guerra Fria): – Rompimento de relações com URSS. – 1947 – cancelamento do PCB. • Liberalismo econômico – facilidades para importações. – Esgotamento de reservas financeiras. – Retração da indústria nacional. – Endividamento. – Arrocho salarial. – Descontentamento de trabalhadores. • 1947 – Intervencionismo estatal. • 1948 – Plano SALTE (fracasso). iair@pop.com.br Prof. Iair
  46. 46. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) INFLAÇÃO E DESGASTE DE SALÁRIOS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  47. 47. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 4 - GETÚLIO VARGAS (1951 – 1954): • PTB + PSP • Crise econômica – inflação e falta de recursos. • Crise política – greves e pressões de oposicionistas. • Criação do BNDE - investimentos industriais nacionais. • NACIONALISMO X LIBERALISMO (“Entreguismo”) Estudantes, sindicalistas, PTB, comunistas. Campanha “O Petróleo é nosso!” iair@pop.com.br UDN, empresários ligados aos EUA, setores das forças armadas (ESG) e dos meios de comunicação. Prof. Iair
  48. 48. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) CAMPANHA “O PETRÓLEO É NOSSO” iair@pop.com.br Prof. Iair
  49. 49. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Criação da Petrobrás (1953). • Criação da Eletrobrás. • Aumento de 100% para o salário mínimo (MAI/1954). – Jango. • Críticas generalizadas da oposição. • “Manifesto dos Coronéis” • Atentado da Rua Toneleiros (AGO/54). – “República do Galeão”. – Pressões para renúncia. • Suicídio (24/08/1954). iair@pop.com.br Prof. Iair
  50. 50. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A MORTE DE VARGAS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  51. 51. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  52. 52. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 5 - O FINAL DO MANDATO DE VARGAS (1954 – 1956): • Café Filho (PSD – vice): – aproximação com UDN. – SUMOC 113 – facilidades de importações para empresas estrangeiras. – Afastamento por doença. • Carlos Luz (PSD - Presidente do Congresso Nacional) assume: – Tentativa de golpe. – Impedido pelo Marechal Henrique T. Lott. CAFÉ FILHO CARLOS LUZ iair@pop.com.br Prof. Iair
  53. 53. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Nereu Ramos (Presidente do Senado) completa o mandato. 6 - JUSCELINO KUBITSCHEK (1956 – 1961): • PSD + PTB. • Democrata, hábil politicamente. – “Presidente Bossa Nova”. • Desenvolvimentismo. – “50 anos em 5” – Plano de Metas – ênfase na indústria. iair@pop.com.br Prof. Iair
  54. 54. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Facilidades para multinacionais – setor automotivo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  55. 55. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Construção de estradas (Belém-Brasília) e usinas (Furnas, Três Marias). • Construção de Brasília (1960). • Empréstimos – endividamento externo. • Urbanização intensa e desordenada. • SUDENE (fracasso). • Inflação e concentração de renda. • 1960 – Rompimento com FMI. – Emissão monetária. FURNAS iair@pop.com.br Prof. Iair
  56. 56. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) UMA NOVA CAPITAL SURGE DO NADA iair@pop.com.br Prof. Iair
  57. 57. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 7 - JÂNIO QUADROS (1961): • Sem base partidária: – PTN (Partido Trabalhista Nacional), de representação inexpressiva. • Teatral, contraditório, apresentavase como a renovação política. – Vassoura – símbolo de campanha (“varrer a corrupção”). • Apoio da UDN – “UDN de porre” iair@pop.com.br Prof. Iair
  58. 58. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Política interna: conservadorismo econômico – Congelamento de salários. – Corte de subsídios para o trigo e o petróleo. – Inflação. • Política externa “independente” – não alinhamento. – Reatou relações diplomáticas com URSS, CHINA e CUBA. – Condecorou Ernesto “Chê” Guevara. iair@pop.com.br Prof. Iair
  59. 59. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Moralismo: – Proibição de brigas de galo. – Proibição de corridas de cavalo em dias úteis. – Proibição do uso do biquíni. • Descontentamento geral. • Renúncia. iair@pop.com.br Prof. Iair
  60. 60. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 8 - JOÃO GOULART (1961 – 1964): • PTB • Crise para a posse – medo do comunismo: – 1961: Movimento da Legalidade (Leonel Brizola – RS). – Solução negociada – instituição do parlamentarismo (Tancredo Neves). • 1963: Retomada de poderes (volta do presidencialismo – plebiscito). JANGO LEONEL BRIZOLA iair@pop.com.br Prof. Iair
  61. 61. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Lei de Remessa de Lucros: – Descontentamento dos EUA e da oposição ligada a UDN. • Plano Trienal de Desenvolvimento. • Reformas de Base (agrária, urbana, política e educacional). • Atuação intensa das Ligas Camponesas (Francisco Julião). FRANCISCO JULIÃO iair@pop.com.br Prof. Iair
  62. 62. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Greves generalizadas. OBS: Dados em milhares de trabalhadores. iair@pop.com.br Prof. Iair
  63. 63. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Acirramento de atritos entre defensores e opositores do governo: MARCHA DA FAMÍLIA COMÍCIO DA COM DEUS PELA CENTRAL DO BRASIL LIBERDADE (SP) – (RJ) - Manifestação de Manifestação contrária ao apoio ao presidente. presidente. X iair@pop.com.br Prof. Iair
  64. 64. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 31/3/1964: Golpe militar derruba o presidente e institui a ditadura no país. iair@pop.com.br Prof. Iair
  65. 65. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 1 - Antecedentes: • Esgotamento do populismo: manifestações de massa, greves, agravamento de tensões sociais. • Temor dos EUA com a possibilidade de “novas revoluções cubanas” na América Latina. • Apoio de setores civis conservadores ao golpe militar. • Doutrina de Segurança Nacional é assimilada pelo exército: – Guerra total contra o comunismo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  66. 66. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) MUITOS APOIARAM O GOLPE MILITAR... iair@pop.com.br Prof. Iair
  67. 67. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 2 - O Brasil após o golpe: • Ranieri Mazzili (presidente da Câmara) assume interinamente. • Poder de fato = Comando Supremo Revolucionário (exército). • 09/04/1964: Ato Institucional nº 1 (AI – 1): – Demissão de funcionários públicos (civis ou militares) leais ao antigo governo. – Cassações de mandatos de opositores do golpe. – Prisões de opositores. – Eleições indiretas para presidente. iair@pop.com.br Prof. Iair
  68. 68. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Divisões entre os militares: – SORBONNE: oriundos da ESG (Escola Superior de Guerra – 1948), intelectuais, veteranos da 2ª Guerra, próximos da UDN, alinhados ideologicamente com os EUA, anticomunistas, partidários de um poder executivo forte e soluções econômicas técnicas. – LINHA DURA: também anticomunistas, sem ligações diretas com os EUA, nacionalistas, avessos a políticos e a qualquer tipo de democracia. iair@pop.com.br Prof. Iair
  69. 69. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) OS PRESIDENTES MILITARES: MÉDICI COSTA E SILVA GEISEL FIGUEIREDO CASTELLO BRANCO iair@pop.com.br Prof. Iair
  70. 70. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3 - O governo CASTELLO BRANCO (Sorbonne 1964 – 1967): • PAEG (Plano de Ação Econômica do Governo): – Corte de gastos. – Aumento de tarifas e impostos. – Fim da Lei da Estabilidade. – Criação do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). – Aumento salarial (1X ao ano) abaixo da inflação. – Restrição de crédito. – Arrocho salarial, recessão e desemprego. iair@pop.com.br Prof. Iair
  71. 71. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Fim da Lei de Remessa de Lucros (1962). • Desvalorização monetária (cruzeiro novo). – Compra de empresas nacionais por estrangeiras. • Renegociação da dívida externa. • Novos empréstimos. • Aproximação cada vez maior com EUA. – “O que é bom para os EUA é bom para o Brasil” (Juracy Magalhães – Ministro das Relações Exteriores) iair@pop.com.br Prof. Iair
  72. 72. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) EFEITOS DO PLANO ECONÔMICO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  73. 73. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Jul/64 – prorrogação do mandato presidencial até mar/67. • Impopularidade do governo. • 1965: eleições em 11 Estados. – Candidatos governistas perdem em vários. • Out/65 – AI – 2: Bipartidarismo – Extinção dos antigos partidos. – ARENA (Aliança Renovadora Nacional) – partido do governo. – MDB (Movimento Democrático Brasileiro) – oposição ao governo. – Autorização para fechar órgãos legislativos. iair@pop.com.br Prof. Iair
  74. 74. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) O BIPARTIDARISMO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  75. 75. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Fev/66 – AI-3: Eleições indiretas para governadores e indicação de prefeitos de capitais e cidades estratégicas. • Tentativa frustrada de formação de uma frente oposicionista composta por antigos rivais: Carlos Lacerda, Juscelino Kubitschek e João Goulart – FRENTE AMPLA. iair@pop.com.br Prof. Iair
  76. 76. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Constituição de 1967: – Fortalecimento do Executivo. – Emendas constitucionais a cargo exclusivo do presidente. – Incorporação de Atos Institucionais. • LSN (Lei de Segurança Nacional) – defesa da pátria contra o “perigo comunista” (repressão consentida). iair@pop.com.br Prof. Iair
  77. 77. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 4 - O governo COSTA E SILVA (Linha Dura 1967 – 1969): • Manifestações estudantis contra o governo (68). – Oposição ao acordo MEC-USAID. – Melhor qualidade e preço nos RU’s. – Assassinato do estudante Édson Luís (RJ mar/68) em confronto com a polícia. • Passeata dos 100 mil (RJ jul/68). • Greves em Osasco (SP), Contagem e Belo Horizonte (MG). • Ampla repressão do governo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  78. 78. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) MANIFESTAÇÕES CONTRA O GOVERNO: Estudante Édson Luís iair@pop.com.br Missa de 7º dia de Édson Luís Prof. Iair
  79. 79. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Greve em Contagem - MG Passeata dos 100 mil Manifestação estudantil iair@pop.com.br Prof. Iair
  80. 80. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) CCC = Comando de Caça aos Comunistas Atritos entre estudantes da USP (oposição aos militares) e MACKENZIE (conservadores e anticomunistas) iair@pop.com.br Prof. Iair
  81. 81. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A REPRESSÃO DO GOVERNO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  82. 82. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Dez/68: AI – 5: – Maior instrumento de repressão da ditadura militar. – Pretexto: discurso do deputado Márcio Moreira Alves (MDB). – Fechamento do Poder Legislativo (presidente assume sua função). – Suspensão dos direitos políticos e individuais (HÁBEAS CORPUS). – Intervenção em Estados e municípios. – Permissão para cassar mandatos, demitir, prender, editar leis. – Prazo de validade indeterminado. iair@pop.com.br Prof. Iair
  83. 83. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) O AI – 5: Deputado Márcio Moreira Alves iair@pop.com.br Prof. Iair
  84. 84. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Início da ação armada contra o governo: – ALN, AP, MR-8, VPR, VAR-PALMARES, PCBR. – Guerrilha urbana (seqüestros de embaixadores e diplomatas estrangeiros, assaltos a banco). Capitão Carlos Lamarca – Guerrilha rural (Araguaia – PA) VAR - PALMARES Marighella - ALN iair@pop.com.br Assista!!! Prof. Iair
  85. 85. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A GUERRILHA DE ESQUERDA: C. B. Elbrick – embaixador dos EUA seqüestrado pelo MR-8 e ALN em troca da soltura de presos políticos. Assista!!! iair@pop.com.br Prisioneiros libertados em troca do embaixador alemão. Prof. Iair
  86. 86. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  87. 87. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Ago/69: Costa e Silva adoece e é afastado. • Vice Pedro Aleixo é impedido de assumir. • Ago-out/1969 – Junta militar assume o poder e escolhe novo presidente. JUNTA MILITAR iair@pop.com.br BOLETIM MÉDICO DE COSTA E SILVA Prof. Iair
  88. 88. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 5 - O governo E. G. MÉDICI (Linha Dura 1969 – 1974): • Auge da ditadura. • Binômio SEGURANÇA Exército iair@pop.com.br X DESENVOLVIMENTO Tecnocratas Prof. Iair
  89. 89. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Pau de arara • Prisões, torturas, assassinatos (“desaparecidos”). • Repressão intensa e eliminação da guerrilha de esquerda (SNI, DOI-CODI, OBAN, DOPS...) Assassinato de Marighella iair@pop.com.br Prof. Iair
  90. 90. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  91. 91. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Repressão a qualquer manifestação anti-governista Carlos Lamarca assassinado iair@pop.com.br Prof. Iair
  92. 92. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Popularidade: censura e propaganda. • Slogans ufanistas e otimistas: iair@pop.com.br Prof. Iair
  93. 93. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A IMPRENSA VIGIADA: iair@pop.com.br Prof. Iair
  94. 94. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Valorização de conquistas esportivas: futebol e automobilismo (associação de vitórias com o sucesso do governo). SELEÇÃO TRICAMPEÃ MUNDIAL (1970) Carlos Alberto, Presidente Médici e Zagallo Assista!!! iair@pop.com.br Prof. Iair
  95. 95. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Tentativa fracassada de ocupação da região Norte (Amazonas): – objetivo – evitar inchaço das cidades do centro-sul, atrair investimentos. – conseqüências – dizimação de indígenas, lutas pela posse da Presidente Médici e João B. terra, desmatamento, Figueiredo vistoriando construção assassinato de seringueiros, da rodovia transamazônica. instalação do tráfico de drogas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  96. 96. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Milagre Econômico (1969 – 1974): – Delfim Netto (Ministro da economia). – Crescimento de 10% ao ano. – Facilidades de crédito (bens de consumo duráveis). – Arrocho salarial. – Investimentos externos (favorecimento do governo). – Grandes empréstimos. iair@pop.com.br Prof. Iair
  97. 97. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  98. 98. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) CONSEQÜÊNCIAS DO “MILAGRE”: DÍVIDA EXTERNA iair@pop.com.br DESVALORIZAÇÃO SALARIAL Prof. Iair
  99. 99. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  100. 100. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  101. 101. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Obras faraônicas: – Rodovia Transamazônica (jamais concluída). – Rodovia RioSantos. – Ponte Rio-Niterói. – Ponte ColomboSalles (SC). – Hidrelétricas de Solteira (SP) e Passo Fundo(RS). Rio-Niterói Colombo-Salles Transamazônica iair@pop.com.br Prof. Iair
  102. 102. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Ampliação do mar territorial brasileiro de 12 para 200 milhas marítimas (aproximadamente 350 Km). • Crise do petróleo (73 – 74) abala crescimento do “Milagre”. iair@pop.com.br Prof. Iair
  103. 103. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 6 - O governo ERNESTO GEISEL (Sorbonne 1974 – 1979): • Abertura “lenta, gradual e segura”. • Crise econômica. • Programa PROÁLCOOL. • 2º PND (Plano Nacional de Desenvolvimento): – Manutenção de modelo anterior. – Novos empréstimos – Mais importações. – Busca de novos mercados para exportação. – Tentativa de substituir importações. iair@pop.com.br Prof. Iair
  104. 104. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Mais obras faraônicas ou projetos de utilidade questionável: – Usinas siderúrgicas de Tubarão (ES) e Açominas (MG). – Ferrovia do Aço (MG) – interrompida em 1979. – Usinas hidrelétricas de Itaipu (PR), Tucuruí (PA), e Sobradinho (BA). – Acordo nuclear com ALE para construção de 8 usinas nucleares (apenas uma realmente começou a funcionar – ANGRA I). iair@pop.com.br Prof. Iair
  105. 105. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Eleições parlamentares (1974): vitória do MDB. • Fim da censura prévia aos meios de comunicação (1975). • OUT/1975: assassinato do jornalista Wladimir Herzog sob tortura. • JAN/1976: assassinato do operário Manoel Fiel Filho, também torturado. – Demissão de Ednardo D’Ávila Filho (comandante do 2º Exército). • Lei Falcão (1976): limitação da propaganda política. Wladimir Herzog iair@pop.com.br Prof. Iair
  106. 106. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Assista!!! • ABR/77: Pacote de Abril: – Fechamento do Congresso. – Mandato presidencial de 6 anos. – Criação dos “senadores biônicos”. • OUT/78: Fim do AI – 5. • Início das greves dos sindicatos do ABC paulista (Lula). iair@pop.com.br Prof. Iair
  107. 107. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 6 - O governo JOÃO BAPTISTA FIGUEIREDO (1979 – 1985): • Conclusão do processo de abertura política. • Crise econômica permanente (inflação, desemprego, empréstimos com altos juros). – Desgaste do governo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  108. 108. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • AGO/1979: Lei da Anistia. – Exceto para envolvidos com luta armada e atos terroristas. – Retorno de exilados políticos : Brizola, Prestes, Miguel Arraes... Retorno de Brizola iair@pop.com.br Prof. Iair
  109. 109. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • NOV/1979: Pluripartidarismo ARENA PDS (Partido Democrático Social) 1984 PFL (Partido da Frente Liberal) PP (Partido Popular) – Tancredo Neves 1982 MDB PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) – Ulysses Guimarães PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) – Ivete Vargas PDT (Partido Democrático Trabalhista) – Leonel Brizola 1980: PT (Partido dos Trabalhadores) – sindicatos paulistas iair@pop.com.br Prof. Iair
  110. 110. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A DIVISÃO DA OPOSIÇÃO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  111. 111. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Reação da “Linha Dura” do exército à abertura política: – Atentados terroristas em bancas de revistas, contra a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). – Atentado do Riocentro (30/04/1981). – Desmoralização da “Linha Dura” iair@pop.com.br Prof. Iair
  112. 112. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 1982: Eleições diretas para governador (vitória de candidatos oposicionistas em 10 estados, incluindo SP, RJ e MG). • MAR/84: Emenda Dante de Oliveira (PMDB – MT): – Eleições diretas para Presidente da República. – Mobilização nacional – campanha das “Diretas Já” – Vetada pelo congresso por 22 votos de diferença. iair@pop.com.br Prof. Iair
  113. 113. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • JAN/85: Eleições indiretas para presidente: PDS Paulo Maluf – presidente Mário Andreazza - vice Paulo Maluf iair@pop.com.br X ALIANÇA DEMOCRÁTICA* (PMDB + PFL) Tancredo Neves – presidente José Sarney - vice Tancredo Neves Prof. Iair
  114. 114. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 21/04/1985: Tancredo Neves morre. – José Sarney (vice), assume definitivamente a presidência. Funeral de Tancredo Neves José Sarney iair@pop.com.br Prof. Iair
  115. 115. Sarney • • • • BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Plano Cruzado: Fiscais do Sarney e queda da inflação (de 14,4% para – 0,1%) Eleições 86 e Plano Cruzado II que anistia sonegadores; libera aumentos (aluguel, luz e água); Nova Constituição Eleições 89 (Sequestro de Abílio Diniz explorado pela Globo, exnamorada na TV e a repercussão dos debates). iair@pop.com.br Prof. Iair
  116. 116. Collor (1990-92) REPÚBLICA (1889 – ) BRASIL REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Plano Brasil Novo X inflação de 84,3% ao mês; • 16/03 – Pacote de Zélia Cardoso de Mello; • Confisco; • Escândalo da LBA; • Denúncia de Pedro Collor; • “Cara-pintada” iair@pop.com.br Prof. Iair
  117. 117. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair

×