Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Anhumas, Campinas/SP.

2,128 views

Published on

Apresentado durante o I Forum de Integração e (Com) Ciência: Moradia, Unicamp e Comunidade de Integração e (Com) Ciência: Moradia, Unicamp e Comunidade

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,128
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
74
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Anhumas, Campinas/SP.

  1. 1. Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Anhumas Campinas, SP Ricardo de Sampaio Dagnino Mestrando em Geografia, [email_address] Grupo de Discussão Geografia e Ecologia: alternativas ambientais Campinas/SP 30 de Setembro 2006 Salvador Carpi Junior Prof. do PPG/Geografia [email_address]
  2. 2. Localização da área mapeada A Bacia do Ribeirão das Anhumas drena as águas que escoam desde os morros da área central e dos bairros de classe alta de Campinas já começando a feder lá nas ‘valetas’ das avenidas Orosimbo Maia e Princesa d'Oeste. Está sistemicamente incluída na grande Bacia do Rio Piracicaba através de seu afluente, o Rio Atibaia - cada vez mais poluído por receber as águas do Anhumas.
  3. 3. Definição de Riscos Ambientais e “Reciclagem Metodológica” Na etapa de preparação e durante a reunião de mapeamento as sugestões e opiniões dos participantes quanto à definição de riscos e quanto ao tipo ou natureza desses são entendidas como etapa importante do método. A forma como é definido o risco e igualmente a maneira como ele será representado deverá ser a mais aberta possível para que todos possam ter suas noções contempladas na definição final de cada risco.
  4. 4. Preparação e Convocação das Reuniões Públicas de Mapeamento é feito contato com convidados e participantes (associações de bairros, lideranças comunitárias, profissionais e habitantes na área) escolha das estratégias de divulgação (cartazes e folders) e elaboração das bases cartográficas e impressão.
  5. 5. Etapas da Reunião de Mapeamento: Alfabetização geográfica/cartográfica: é fomentada a capacidade de leitura e abstração dos fatos geográficos presentes no mapa base; familiarização dos participantes com o ambiente no qual estão inseridos. É pedido que desenhem alguns pontos de referência e áreas mais conhecidas com o intuito de contribuir neste processo de alfabetização. Mapeamento de riscos propriamente dito : valoriza experiências vivenciadas, percepção ambiental, memória coletiva. Cada tipo de risco (solo, ar, resíduos,...) é associado à um ícone com uma cor própria, com canetas hidrocor os participantes vão pintando o mapa base. O resultado será tanto mais positivo quanto o mapa estiver mais colorido.
  6. 6. Reunião de Apresentação de resultados Após a reunião de mapeamento participativo a equipe se reúne e inicia o processo de digitalização e tabulação dos resultados. Apresentação pública dos dados, preferencialmente, no mesmo local da reunião de mapeamento. Nesta etapa poderão ser convocados gestores públicos relacionados à área de estudo ou aos assuntos tratados.
  7. 7. Mapa Base: Arruamento, rede viária, hidrografia, limite da bacia
  8. 8. Área de estudo 1 - Vunerabilidade Social
  9. 9. 1 - Ar
  10. 10. 2 - Resíduos Sólidos e contaminação
  11. 11. 3 - Solos, Agricultura e Mineração
  12. 12. 4 - Vegetação e Animais
  13. 13. 5 - Água
  14. 14. Principais Riscos Identificados Ar e poluição atmosférica (21 ocorrências) riscos de abrangência regional como emanações de poluentes da Rhodia/Pólo Petroquímico/REPLAN, Betel e Ashland/Ceralit/Adere Resíduos Sólidos (29 ocorrências) depósitos de lixo, entulhos, sucatas; Efluentes químicos de indústrias; Agrotóxicos e suinocultura; Unicamp Solo, Agricultura e Mineração (21 ocorrências) extração de areia e argila; utilização de agrotóxicos; problemas com fossas sépticas
  15. 15. Vulnerabilidade Social (33 ocorrências) sub-habitação, aglomerações; segurança do trabalhador e saúde ocupacional; sistema viário, acidentes e atropelamentos Vegetação e Animais (27 ocorrências) animais e saúde pública (mosquitos, carrapatos, morcegos, cães, cavalos...); Intervenções em APP’s, desmatamento Água (39 ocorrências) açude da Unicamp (Parque Ecológico); Anhumas; lançamento de esgotos; fossas sépticas
  16. 16. [email_address] Obrigado pela atenção

×