Your SlideShare is downloading. ×
Guia de Instalação Máquina Virtual
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Guia de Instalação Máquina Virtual

2,201

Published on

Um pequeno tutorial de instalação do Virtual Box.

Um pequeno tutorial de instalação do Virtual Box.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,201
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
86
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Virtual Box Guia De Instalação E Utilização Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 1
  • 2. Sumário Instalação do Linux – Ubuntu através de um gerenciador de Máquinas Virtuais 1.1 Introdução, 3 1.2 Instalação do Virtual Box, 3 1.3 Configuração do Virtual Box, 10 1.3.1 Criação da Máquina Virtual, 13 1.4 Inicializando o Ubuntu pelo Live CD, 23 1.5 Instalando o Ubuntu, 27 1.6 Inicializando o Ubuntu a partir da Instalação no HD, 35 1.7 Conclusão, 30 Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 2
  • 3. Introdução Este manual tem por objetivo clarificar os processos de instalação do gerenciador de máquinas virtuais, Virtual Box, que por sinal e um gerenciador que ocupa pouco espaço em disco e é tão eficiente quanto outros gerenciadores e, também, explicar o processo de instalação do sistema operacional Linux – distribuição Ubuntu. Este manual é voltado pra todo tipo de usuário, desde o iniciante até aquele que possui um nível mais elevado de conhecimento em informática. Instalação do Virtual Box Baixe o arquivo de instalação do Virtual Box de qualquer site de downloads (baixaki, superdownloads ou virtualbox.org), após o descarregamento do arquivo, localize-o no computador e clique duas vezes sobre o arquivo de instalação. Abrirá a respectiva janela com a apresentação do programa. Para prosseguir com a instalação clique em Next. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 3
  • 4. Logo após, aparecerá uma janela apresentando a licença de uso, como se pode ver na figura abaixo. Após a leitura do contrato mude a caixa de seleção para: I accept the terms in the License Agreement, avance clicando em Next. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 4
  • 5. A próxima tela apresentará as opções de instalação. Nela você poderá selecionar se desejar instalar o suporte a dispositivos usb e de rede para as máquinas virtuais. Clique com o botão esquerdo em cima da primeira opção e selecione Entire feature will be installed on local hard drive, ao selecionar essa opção, você estará informando ao programa de instalação que deseja instalar no computador todos os itens daquela categoria. Assim como no primeiro item o mesmo procedimento deve ser repetido para o segundo item. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 5
  • 6. Caso deseje instalar o programa em outra pasta ou partição do disco é só clicar no botão Browse e selecionar a pasta de destino para a instalação Observação: no exemplo demonstrado, a pasta de destino se refere à unidade D:, pois, no computador que o programa foi instalado haviam dois HDs e por isso foi instalado em outro local. Se você não desejar instalar em outra pasta clique em avançar. Clicando em Next o programa será instalado em uma pasta padrão localizada no diretório C: . Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 6
  • 7. A próxima tela que aparecerá é somente para indicar que os procedimentos pré- instalação estão concluídos e prontos para serem instalado. Para prosseguir clique em Next. Será mostrado o progresso da instalação. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 7
  • 8. Progresso da instalação. No final do progresso será perguntado por duas vezes, se deseja continuar com a instalação. Essas perguntas são referentes aos drivers de rede e usb para a máquina virtual. Selecione: Continuar assim mesmo. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 8
  • 9. Após todos os processos concluídos com sucesso será mostrado a tela de conclusão da instalação. Clicando em Finish será concluída a instalação e você já poderá utilizar o programa. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 9
  • 10. Configuração do Virtual Box Utilizar o Virtual Box é bem fácil e intuitivo. Será mostrado os passos para a criação de uma maquina virtual ao qual instalaremos o Ubuntu, que é uma distribuição do sistema operacional Linux. Localize o atalho do Virtual Box, que se encontra no menu iniciar. Após, abrir o programa será apresentado a seguinte tela. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 10
  • 11. Para facilitar o uso do Virtual Box, mudaremos o idioma do programa para português, para isso, basta ir ao menu File e depois clique em Preferences. Será aberta uma janela de configuração, nessa janela do lado esquerdo você encontrará a opção Language. Como você pode ver na figura abaixo. Selecione a opção Português (Brasil) e clique em OK. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 11
  • 12. Essa será a tela apresentada após a mudança. O próximo passo será a criação da máquina virtual. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 12
  • 13. Criando a Máquina Virtual Para criar uma máquina virtual, basta clicar no botão Novo e seguir os passos descritos abaixo. Será apresentado a tela abaixo, clique em Próximo. Na próxima tela, você dará nome a sua máquina virtual e o tipo do sistema operacional que irá rodar nessa máquina. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 13
  • 14. Nessa tela você precisa informar o nome da máquina virtual que irá criar e o tipo de sistema operacional que irá rodar nessa máquina. No nosso exemplo será instalada uma distribuição do Linux (Ubuntu). Na caixa Tipo de Sistema você encontrará algumas opções para Linux, como, Linux 2.2, Linux 2.4, Linux 2.6. Essas versões se referem ao Kernel ao qual o linux foi baseado, caso você não saiba essa informação não tem problema, basta selecionar a primeira opção Other/Unknown. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 14
  • 15. Após nomear e escolher o tipo de sistema que irá rodar a próxima tela a ser apresentada será para selecionar o quanto de memória RAM será usado pela máquina durante a execução da mesma. Observação: quando você terminar de usar a máquina virtual e fechar o programa estará liberando também a memória RAM. Selecione uma quantidade de memória que seja inferior ao total do sistema. Por exemplo: se seu computador tiver 512MB de memória RAM, quando você for criar a máquina virtual selecione pelo menos uns 256MB para que não ocorram instabilidades no sistema. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 15
  • 16. O próximo passo será criar e informar o quanto de espaço a sua máquina virtual ocupará no seu HD. Na tela que será apresentada clique em Novo. Na tela que segue clique em Próximo. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 16
  • 17. Na tela acima selecione a opção Imagem de tamanho fixo. Selecionando essa opção você indicará o tamanho do arquivo a ser criado e este arquivo será interpretado pela máquina virtual como um HD, mas isso será mostrado mais a frente. Caso queira, poderá, também, selecionar Imagem Dinamicamente expansível, selecionando essa opção você estará marcando o limite que o arquivo da Maquina Virtual poderá ocupar, ou seja, à medida que você for instalando programas e salvando arquivos na sua máquina virtual esse tamanho será atribuído ao tamanho do arquivo gerado pelo Virtual Box em seu HD. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 17
  • 18. Selecione uma quantidade de espaço para atribuir ao arquivo que será gerado. Na caixa Nome do Arquivo da Imagem, digite o nome do arquivo de imagem que será criado, caso queira modificar o local do arquivo basta clicar na pasta ao lado do nome do arquivo e selecionar o destino. Após esses passos, clique em Próximo. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 18
  • 19. Será apresentado um resumo da criação do HD virtual. Clique em Finalizar. E na tela seguinte clique em Próximo. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 19
  • 20. Será apresentado um novo sumário. Basta clicar em Finalizar que a criação da máquina virtual estará concluída. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 20
  • 21. Agora que a máquina virtual está criada precisamos dizer por qual dispositivo ela iniciará. A princípio, você terá duas opções de inicialização, uma será inicializar por uma imagem de um sistema operacional que você pode baixar da internet no HD ou por um live CD ou CD de instalação. No caso de uma imagem de um sistema operacional no HD, siga as instruções abaixo. Clique em Configurações, depois selecione CD/DVD-ROM, clique em montar drive de CD/DVD, em seguida será habilitado as outras caixas. Marque Arquivo de Imagem ISO e clique na pasta ao lado da caixa para localizar a imagem no HD. Caso esteja utilizando um live CD ou CD instalação selecione a opção Drive de CD/DVD do Hospedeiro. Quando você localizar no HD o arquivo de imagem abrirá a tela abaixo para que você possa adicionar a imagem. Para isso, basta clicar em Acrescentar e localizar a imagem no HD. Feito isso a imagem aparecerá na caixa basta selecionar a imagem e clicar no botão Selecionar. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 21
  • 22. Feito esses procedimentos, sua máquina virtual estará pronta para ser usada. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 22
  • 23. Inicializando o Ubuntu Na primeira vez que você clicar em Iniciar. Será mostrado um assistente, mas como já configuramos a forma de inicializacão da máquina, não será necessário à ajuda do mesmo, podendo clicar em cancelar. Após cancelar aparecerá a seguinte tela. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 23
  • 24. Agora basta aguardar que a máquina inicie. Espere aparecer a tela de opções de boot do sistema operacional que deseja carregar e escolha a opção de inicializacão. O exemplo deste manual será uma distribuição do Linux chamada Ubuntu. Nesta tela, tecle F2 no seu teclado e aparecerá o menu de opções de linguagem. Selecione Português (Brasil) Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 24
  • 25. Clique em Iniciar o Ubuntu. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 25
  • 26. O Ubuntu já está pronto para ser utilizado a partir do Live CD. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 26
  • 27. Instalando o Ubuntu A instalação do Ubuntu é bem simples e intuitiva. Serão explicados todos os passos da instalação. Primeiro clique em Instalar o sistema no computador. A primeira tela a ser apresentada é para escolha do idioma do sistema operacional. Selecione Português do Brasil. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 27
  • 28. Escolha a localidade para ajustar o horário do sistema. Por padrão já vem selecionado São Paulo. Basta clicar em avançar para prosseguir com a instalação. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 28
  • 29. O próximo será selecionar o layout do teclado. Por padrão da instalação já vem marcado como Brazil. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 29
  • 30. Em seguida, será a preparação do disco, como na criação da máquina virtual já foi selecionado um espaço para o HD virtual, podemos deixar que o programa de instalação faça as configurações automáticas. Repare que na tela que se segue é apresentada a partição disponível para a instalação, basta selecionar Avançar. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 30
  • 31. Nesta tela o programa de instalação oferece a possibilidade de migrar configurações de sistemas operacionais já instalados, caso esteja instalando por cima de outro Linux, como não é o nosso caso. Por não ter nenhum sistema operacional instalado não aparecerá nenhuma conta. Basta clicar em Avançar. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 31
  • 32. O próximo passo será criar uma conta de usuário, basta digitar o nome e uma senha. Essas informações serão solicitadas a cada logon. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 32
  • 33. Será apresentada uma tela com resumo, para poder revisar os parâmetros da instalação. Clique em Instalar e é só aguardar o término da instalação. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 33
  • 34. Quando terminar a instalação será perguntado se você deseja continuar a utilizar o Ubuntu a partir do live CD ou reiniciar o computador e começar a usar o Ubuntu a partir do HD. Escolha reiniciar para concluir a instalação. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 34
  • 35. Inicializando o Ubuntu a partir da Instalação no HD Após a escolha de reiniciar a maquina virtual, retire o CD da unidade ou se você estiver instalando a partir de um arquivo de imagem no HD, siga os passos abaixo: 1 – Feche a janela da maquina virtual do Ubuntu. 2 – Selecione a máquina Ubuntu, em seguida, clique em Configurações. 3 – Na janela que se abrirá selecione no menu do lado esquerdo clique em CD/DVD-ROM. 4 – Marque a opção Drive de CD/DVD do Hospedeiro, marcando essa opção automaticamente desmarcará a opção de inicializar por um arquivo de imagem. 5 – Clique em OK e inicialize a máquina, ela já está pronta para utilização. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 35
  • 36. Os passos de criação e instalação servem como exemplo para a criação de outras máquinas virtuais, como no exemplo da figura abaixo, temos rodando simultaneamente o Ubuntu e o Windows Server 2003. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 36
  • 37. Conclusão O software de máquina virtual (no nosso caso o Virtual Box) tem a finalidade de fornecer uma cópia do seu hardware para a máquina que você criar. Qual seria a vantagem? Um das vantagens seria a possibilidade de ter vários sistemas operacionais rodando ao mesmo tempo no mesmo computador, podendo, dessa forma, utilizar os sistemas operacionais diferentes, disponibilizando serviços diferentes, para uma rede, por exemplo, dessa forma o custo para a implantação reduziria significativamente. Uma outra vantagem seria para o aprendizado, em que não é necessário estar em um laboratório de informática, podendo simular um laboratório para testes com quantos computadores você quiser criar, uma única máquina real interligando os computadores virtuais. Enfim, a utilização de um gerenciador de máquinas virtuais é útil tanto para fins comerciais quanto para fins educativos. Você pode usar o gerenciador para testar sistemas operacionais diferentes do que você costuma usar no seu computador. Para não ter todo o trabalho de instalar o sistema operacional de fato no HD, passando por todo o processo de particionamento, boot etc. Deixando mais flexível a escolha e a utilização de sistemas operacionais diferentes. Criado por Wancleber Vieira – wancleber.vieira@ibest.com.br 37

×