Esg
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Esg

on

  • 9,527 views

Escola Superior de Guerra: os padrinhos do Brasil

Escola Superior de Guerra: os padrinhos do Brasil
Estudo sobre as origens da ESG e sua importância no processo político brasileiro nas últimas cinco décadas.

Statistics

Views

Total Views
9,527
Views on SlideShare
1,148
Embed Views
8,379

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

15 Embeds 8,379

http://montedo.blogspot.com.br 7852
http://www.montedo.blogspot.com.br 400
http://montedo.blogspot.com 88
http://webcache.googleusercontent.com 8
http://montedo.blogspot.com.es 7
http://www.montedo.blogspot.com 5
http://www.google.com.br 5
http://montedo.blogspot.be 4
http://montedo.blogspot.it 2
http://montedo.blogspot.com.ar 2
http://nuevospowerpoints.blogspot.mx 2
http://nuevospowerpoints.blogspot.com 1
http://nuevospowerpoints.blogspot.com.ar 1
http://nuevospowerpoints.blogspot.com.es 1
http://montedo.blogspot.pt 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Esg Esg Presentation Transcript

  • história Os padrinhos do Brasil Pela Escola Superior de Guerra passou um grupo de militares e civis que tanto conspirou pelo golpe de 1964 quanto reconduziu o país à democracia. Estudo analisa as ideias desses líderes e o pensamento conservador brasileiro Pablo Nogueira pablodiogo@reitoria.unesp.br “E sse negócio de golpe de Estado é muito difícil. Vi sete, posso falar.” Essa observação do general e ex- Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Unesp em Franca, o historiador Douglas Biagio Puglia analisou uma das mais pere- presidente Ernesto Geisel (1907-1996), feita nes instituições criadas por essa geração: a certa vez a um grupo de pesquisadores, dá Escola Superior de Guerra (ESG). uma ideia da complexa teia de relações que Sediada na cidade do Rio de Janeiro desde se estabeleceu entre as Forças Armadas e 1949, a ESG nasceu como uma mistura de o Estado brasileiro ao longo do século 20. centro de estudos e instituição de ensino. Seu comentário, entretanto, ultrapassa a Seu objetivo é contribuir para a formação mera rememoração de vivências pessoais. dos gestores do país, oferecendo cursos Os golpes que Geisel testemunhou foram em que são lecionados temas como defesa, Castelo Branco em revista a tropa no na verdade diferentes rajadas de um único política, estratégia e geopolítica. Concebida Rio, 1965. Primeiro grande furacão, que varreu a vida política como uma instituição para a elite, tinha (e presidente pós-golpe nacional entre as décadas de 1920 e 1960. ainda tem) seus alunos recrutados entre de 1964, pretendia Bem no olho desta tormenta estava uma os oficiais superiores das Forças Armadas que a intervenção aguerrida geração de oficiais do Exército e e civis de classes sociais mais abastadas. Foto do acervo UH/Folhapress militar fosse curta e da Aeronáutica que, para mudar o Brasil, Por ela passaram 45 ministros de Estado, “cirúrgica”, conforme não hesitou em se envolver em toda sorte mais de uma centena de deputados e três o que havia aprendido de conspirações, rebeliões e revoluções. presidentes da República, como o próprio como aluno da ESG Algumas foram bem-sucedidas. Outras, Geisel, o marechal Castelo Branco (1897- sufocadas pelas próprias Forças Armadas. 1967), que foi professor da instituição, e Em seu doutorado, defendido este ano na Tancredo Neves (1910-1985).30 unespciência .:. agosto de 2012 agosto de 2012 .:. unespciência
  • história Fotos de acervo/Biblioteca – ESG juventude em armas FRANCISCO DE oLIVEIRA vIANNA na fronteira entre a guerra e a política Em 1922, o levante do Forte de Copacabana, conhecido como “Os 18 do Forte”, iniciou Um dos ideólogos do Estado Novo, A Escola Superior de Guerra surgiu no contexto da Guerra Fria, inspirada em instituições militares americanas. Mas, mais o ciclo das rebeliões protagonizadas por jovens militares que atravessou a década defendia o poder centralizado que uma simples cópia de modelos estrangeiros, tinha como foco a criação de um projeto político de longo prazo para o país As bases para a criação da ESG surgiram National War College e a influência da Guer- Participou da vitoriosa Revolução de “O alto número de golpes e tentativas a política, abandonou a vida pública na Editora Nacional. É um dos imortais da durante a Segunda Guerra. A formação da ra Fria. Puglia sustenta que outros fatores 1930 e ocupou diversos cargos no governo golpistas que ocorreram neste período década de 1910 para se dedicar a escrever Academia Brasileira de Letras e a casa em Força Expedicionária Brasileira, que foi foram igualmente importantes. Um deles de Vargas. Mas isso não o impediu de se era sinal de um desarranjo político. Os e refletir sobre a realidade social brasileira. que viveu, em Niterói, hoje é um museu. treinada pelo Estados Unidos, criou uma é a cultura política da geração de militares juntar à articulação que derrubou Getúlio. militares não encontravam um meio de Suas ideias lhe granjearam discípulos, dos No meio acadêmico, Vianna é consi- relação de parceria entre os militares dos de que Geisel fez parte. “O nascimento da Foi ainda ministro do Exército de Jânio participar da vida política que fosse mais quais Oliveira Vianna foi o mais conhecido. derado um clássico. Numa antologia de dois países. Lá os brasileiros puderam co- República, em 1889, aconteceu sob a tu- Quadros e, após a renúncia deste, tentou efetivo do que a ação direta”, diz. “Através As obras de Oliveira Vianna o tornaram grandes intérpretes da sociedade brasi- nhecer o National War College, fundado tela militar. Isso trouxe a sensação de que impedir a posse de João Goulart. Candidato da ESG, eles podiam pensar o Brasil e ten- rapidamente prestigiado nos anos 1920. leira publicada em 2009 pela antropóloga em 1946 com a ambição de formular uma os militares seriam sempre os fiadores do à presidência pela UDN, foi derrotado por tar cooptar as elites para apoiarem suas Professor de direito e intelectual consa- Lilia Moritz Schwarcz, ele é citado – ao nova doutrina política e militar. Com essa novo regime, e eles também sentiam essa Juscelino. Conspirou também pelo golpe convicções. Ela permitiu institucionalizar grado, foi assessor jurídico no Ministério lado de Gilberto Freyre e Sérgio Buarque nova abordagem os americanos acreditavam responsabilidade”, explica o pesquisador. de 1964 e chefiou o Ministério dos Trans- a participação dos militares na política.” do Trabalho durante o Estado Novo (1937- de Hollanda – como um dos autores que poder superar o desafio da Guerra Fria. portes no primeiro governo da ditadura, Para formular as ideias com as quais pre- -1945), tendo papel estratégico no controle “têm saído das estantes das bibliotecas dos Os americanos não eram os únicos a A ferro e fogo presidido por Castelo Branco. tendiam doutrinar as elites brasileiras, os do proletariado. Ele foi um dos ideólogos especialistas e entrado cada vez mais nos pensar assim. No pós-guerra, ingleses e Para caracterizar essa postura do indivíduo Cordeiro de Farias comandou a ESG padrinhos buscaram inspiração em pensa- oficiais da ditadura de Vargas. Seus livros discursos dos políticos, nas páginas dos franceses se depararam com o ocaso de seus que zela pelo “bom comportamento” de de 1949 a 1952. Passou o bastão a Juarez dores e cientistas sociais. Dentre os nomes saíam por editoras importantes, como jornais diários e em matérias de televisão”. impérios coloniais na África e no Oriente sua criação e não se acanha em interferir Távora (1898-1975), outro integrante do que maior influência exerceram sobre os a José Olympio Editora e a Companhia Para a cientista política e pesquisado- Médio. Por isso, também começaram a sempre que julgar necessário recolocar grupo dos padrinhos do Brasil, também militares da ESG destacam-se os de dois ra da Unifesp Gabriela Ferreira, Oliveira desenvolver suas próprias inovações na as coisas nos trilhos, o historiador criou o personagem de uma trajetória pródiga em fluminenses: Alberto Torres (1865-1917) e Vianna e Alberto Torres são herdeiros e área do pensamento estratégico e militar. termo “padrinhos do Brasil”. Eles formam golpes, conspirações e combates. Durante Francisco de Oliveira Vianna (1883-1951). continuadores de uma linhagem de pensa- A fim de buscar para o Brasil um novo um grupo de 24 militares, do Exército e da a cerimônia de transição, Farias elogiou O próprio Geisel reconheceu em suas mento que é preexistente à obra de ambos: caminho no complexo contexto da Guer- Aeronáutica, cujas biografias foram grava- Távora como “o companheiro dos mesmos memórias a admiração pelos dois autores: a do pensamento conservador brasileiro. ra Fria, as autoridades brasileiras decidi- das a ferro e fogo na história deste país. É sonhos de 1922, 1924 e 1930”. Transferir- “Li, e muito, Oliveira Vianna, e alguma Para os militares que haviam Organizadora do livro Revisão do pen- ram pela implantação da ESG. Iniciativas o caso de Cordeiro de Farias (1901-1981), -lhe o comando da ESG era “antes de tu- coisa de Alberto Torres. Foram grandes se envolvido em tantas samento conservador: ideias e política no similares pipocaram no continente. Por o primeiro comandante da ESG. do enobrecê-la, honrá-la e torná-la mais homens. Posso não concordar com tudo conspirações e rebeliões, Brasil (Hucitec, 2011), ela explica que as a criação da ESG trouxe a essa mesma época, o Chile abriu a sua Cordeiro de Farias participou de levan- capaz de atingir os nobres objetivos para o que pensavam, mas, na essência, estão origens do pensamento conservador no possibilidade de encontrar Academia de Guerra; o Paraguai, a Escola tes militares contra governos da República os quais foi criada”. certos”, escreveu ele. Brasil remontam ao Segundo Império (1840- um canal institucional para Nacional de Guerra; a Bolívia, a Escola de Velha em 1922, 1924 e 1926. Expulso pelo Puglia vê aí uma pista para entender Alberto Torres foi um político dos pri- divulgar suas ideias, inclusive -1889). E que, por conta das diferenças Altos Estudos Militares, etc. Exército, exilou-se na Bolívia. De volta ao quais foram esses objetivos. Ele acredita mórdios da Primeira República (1889- entre civis, e influenciar entre Brasil e Europa, os conservadores Até agora, a maior parte dos estudos país, foi preso e mais tarde libertado, sem que os militares estavam buscando novas 1930). Chegou a ser ministro de Estado e a vida politica brasileira daqui e de lá apresentam diferenças em sobre a ESG enfatiza sua relação com o nunca deixar de conspirar. formas de interferir nos destinos do país. presidente de província. Desiludido com de forma não violenta suas concepções sobre sociedade e política.32 unespciência .:. agosto de 2012 agosto de 2012 .:. unespciência
  • história general ernesto “Na Europa, o pensamento conservador pelo menos até certo ponto, durante o Es- que outros colegas do Exército. “O gover- geisel apareceu como uma reação à Revolução tado Novo. A redemocratização em 1946, no Castelo Branco tinha a perspectiva de Foi talvez o mais poderoso Francesa”, afirma Gabriela. “Era uma vi- porém, instaurou um novo modelo de re- intervenção ‘cirúrgica’ no poder, em que representante são idealizada do passado, que contestava gime, o chamado período dos governos os militares o ocupariam por um período do grupo da inovações como a igualdade dos cidadãos populistas, que perdurou até 1964. curto e determinado”, explica Samuel Al- ESG durante o perante a lei, a limitação do poder da Igre- Estudioso desse período, o historiador ves Soares, orientador da tese de Puglia regime militar. ja e a instalação de um estado centrali- Renato Lemos, do Instituto de História da em Franca e presidente da Associação Sua presidência zado.” Já no Brasil, o passado não servia UFRJ, explica a mudança. “Nos regimes Brasileira de Estudos de Defesa. foi marcada como parâmetro de tempos felizes, pois populistas havia uma organização grande Tensões e disputas com outras alas do pelo embate coincidia com a dominação colonial. E a dos trabalhadores. Principalmente dos que Exército, bem como o enfrentamento com vitorioso centralização do Estado, longe de ser um viviam nas regiões urbanas, que haviam se a esquerda após o AI-5, levaram ao endu- contra a linha problema, era vista como solução. sindicalizado no governo Vargas. A partir recimento do regime. Nessa época, os seto- dura, grupo dos anos 1960 isso chegou ao campo, com res da ditadura encarregados de espionar de militares que se opunha País sem povo a criação das Ligas Camponesas. Havia um e reprimir os “subversivos” adotaram outra ao retorno do Preocupado com os problemas que varavam clima de mobilização popular muito forte.” contribuição da ESG: sua metodologia de poder político a sociedade brasileira do início do século Os setores civis e militares alinhados análise de informações. “O SNI e os servi- aos civis 20 – pobreza, analfabetismo, exploração com a ESG, por sua vez, sustentavam a ços de informações das Forças Armadas econômica, elites políticas cronicamente ideia de um Estado forte e centralizado. passaram a usá-la”, explica Soares. Aliás, corruptas etc. –, Oliveira Vianna encon- Isso não significava, necessariamente, uma o próprio SNI foi criado pelo nome mais trou as origens deles na estrutura da so- ditadura eterna, nos moldes do nazifascis- famoso a passar pelos quadros da ESG: ciedade colonial. A população dividia-se mo. Com o golpe de 1964, esse grupo teve o general Golbery do Couto e Silva, que em comunidades rurais autossuficientes e a oportunidade de implantar suas ideias. começou a se debruçar sobre a criação do isoladas, organizadas em torno de grandes “Entre os anos de 1946 e 1964 tivemos órgão quando ainda lecionava na escola. latifúndios. Esta dispersão teria impedido uma disputa entre dois modelos de de- E foi o próprio Golbery, juntamente com a formação de um verdadeiro sentimen- mocracia”, diz Lemos. “Um modelo era a Geisel, quem conseguiu guiar a nau do regi- Perto do poder to de solidariedade nacional. Para ele, o democracia baseada na mobilização po- me rumo à redemocratização. “Eles perce- No auge de seu prestígio, a Escola Superior de Guerra reuniu em seus quadros de professores, alunos e Brasil era um país ainda sem um povo. pular, chamada de populista. A outra, um beram a necessidade da abertura política, comandantes alguns dos nomes mais influentes da política brasileira ao longo do século 20. Conheça alguns deles. Desta falta de interesse pelo bem comum modelo antiliberal, fechado, dotado de e estipularam o formato da transição, o viria a prática das oligarquias de concen- um Estado forte e onde o povo se limi- prazo, os mecanismos, tudo”, diz Soares. maRECHAL cORDEIRO DE fARIAS maRECHAL jUAREZ tÁVORA trar o poder e explorar a máquina pública tava apenas a votar a cada quatro anos A ESG viveu o apogeu de seu prestígio Veterano das rebeliões militares Outro importante líder das em proveito próprio. Uma realidade bem para escolher aqueles que o dirigiriam.” no regime militar, quando recebeu a maior da década de 1920, foi herói rebeliões da década de 1920. diferente dos Estados europeus onde a Tal disputa cessou com o golpe de 1964. parte dos alunos que se tornaram minis- da FEB na Itália, tendo seu Após a Revolução de 1930, democracia nasceu e se afirmou como re- Como a ESG era uma referência na for- tros. Em parte, isso se deveu à associação nome cogitado para se lançar tornou-se uma figura de gime político. Por isso, ainda no período mulação do pensamento militar e estraté- entre o nome da instituição e a figura de à presidência como sucessor destaque, tendo ganhado imperial, já havia pensadores brasileiros gico, é compreensível que muitos de seus Golbery, tido por muitos como o ideólogo de Vargas após o Estado Novo. o apelido de “vice-rei do que afirmavam que nossa realidade não professores e alunos tenham desempenha- do regime. Com a redemocratização, seu Ocupou a chefia do Estado-Maior Nordeste’’ devido à sua das Forças Armadas durante o influência na região. Candidato comportava experiências europeias como do papéis relevantes durante o ciclo do status foi lentamente decaindo, embora governo Jânio e foi ministro do derrotado à presidência pela a democracia e as instituições liberais. regime militar. Mas, no final das contas, suas atividades nunca tenham cessado. governo Castelo Branco. Foi o UDN em 1955, foi o segundo “Vianna recuperou estes temas e os re- eles se revelaram bem menos autoritários Este ano, o governo federal deu início Fotos de acervo/Biblioteca – ESG/ Lewy Moraes – Folhapress primeiro comandante da ESG. comandante da ESG. colocou em outro momento histórico, mas à instalação do Instituto Pandiá Calóge- é a mesma defesa da centralização. É a ras, cuja missão é produzir pesquisas so- GAL. GOLBERY DO COUTO E SILVA TANCREDO NEVES crença de que somente um Estado forte bre a área de defesa. Pandiá Calógeras Reputado como o principal Frequentou a ESG como aluno e centralizado podia combater inimigos (1870-1934) foi o primeiro civil a exercer ideólogo do regime militar, foi em 1957, após ter participado do como a corrupção e o interesse privado. A a função de ministro da Defesa, ainda no professor da ESG. Escritos seus segundo governo Vargas como visão de um Estado esvaziado de sentido Após o Estado Novo, dois período da República Velha (1889-1930). tornaram-se obras de referência ministro da Justiça. Entre 1961 e político, um grande órgão técnico, gerido diferentes modelos de O recado é claro: o debate sobre defesa da instituição. Criador do Serviço 1963 foi primeiro-ministro. Líder apenas por pessoas capacitadas, capaz democracia disputaram no Brasil deve gradualmente abrir-se pa- Nacional de Informações, o qual da oposição durante o regime espaço. Um era mais aberto de impor a ordem e construir a nação de ra a sociedade civil, como acontece com seguia a metodologia de análise militar, manteve uma atitude às reivindicações sindicais. cima para baixo”, diz Gabriela. qualquer política pública contemporânea. de dados desenvolvida pela de diálogo com os ditadores. Outro favorecia um Estado escola. Junto com Geisel, foi um Foi eleito presidente do Brasil Em Oliveira Vianna, essa visão do Estado centralizado. O golpe A geração dos padrinhos já passou. Agora, dos principais responsáveis pela por voto indireto em 1985, mas foi chamada “autoritarismo instrumental”, de 1964 quis implantar o no regime democrático, o compromisso abertura política no fim dos 1970. morreu antes de tomar posse. ganhou popularidade entre muitos dos segundo, mas resultou num com a melhoria do país deve ser compar- padrinhos do Brasil e foi implementada, longo período de exceção tilhado por toda a sociedade.34 unespciência .:. agosto de 2012 agosto de 2012 .:. unespciência 35