Historia de israel aula 16 e 17 profetas e retorno do exílio

11,018 views

Published on

Curso "História de Israel, de Abraão aos Dias Atuais" 2012, do Ministério Projeto Aliyah.

Published in: Spiritual, News & Politics
1 Comment
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
11,018
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
886
Comments
1
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Historia de israel aula 16 e 17 profetas e retorno do exílio

  1. 1. Módulo IIHistória de Israel Aula 16
  2. 2. lkhd
  3. 3. lkhdSumário: O Ministério Profético em Israel Os Principais Profetas de Israel Os Principais Profetas de Judá
  4. 4. lkhdO Ministério Profético em Israel A palavra hebraica navi, ou nabi tem o navi, significado de “orador” ou “relator”; Os neviim aparecem em diversos relatos do Antigo Testamento (1Sm 10:5): Vida em comunidades de profetas; Deslocavam- Deslocavam-se pelo país; Tocavam e dançavam arrebatadamente; Previam o futuro; Eram vistos com um sentimento misto de temor, respeito e desdém;
  5. 5. lkhdUniformidade e singularidade da profecia Houve uma extraordinária unidade da pregação dos profetas em 180 anos; A mensagem profética foi influenciada pelas características individuais de cada profeta;
  6. 6. lkhdOs Profetas Orais: Profetizavam em meio a manifestações místicas; Profetizaram prioritariamente no Reino do Norte; Principais características (1Rs 17:42-46): 17:42- Viviam em grupo; Vestiam- Vestiam-se com peles de animais; Eram itinerantes; Seus maiores expoentes foram Elias e Eliseu; Outros profetas: Natã (1Rs 1:22); Aías (1Rs 11:30); Ido (2Cr 13:22); Hananias (Jr 28:10);
  7. 7. lkhdOs Profetas Literários: Maior manifestação no Reino do Sul; Principais ênfases: Justiça social (Is 1:16-17); 1:16- Superioridade da Lei moral sobre o ritual (Os 6:6); Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos. Interesse e amor por Israel (Am 7:14-15); (Am 7:14- Envolvimento na esfera política; Se expressaram, muitas vezes, em forma poética (Is 14:4-23); 14:4- Seus maiores expoentes foram Isaías, Jeremias, Ezequiel, Oséias e Daniel;
  8. 8. lkhdOs Principais Profetas de Israel Elias Era tesbita, da região de Gileade; tesbita, Gileade; Profetizou durante os reinados de Acabe, Acazias e Jorão, Jorão, no século IX a.C.; Confrontou e matou os profetas de Baal; Baal; Foi perseguido por Jezebel, esposa de Acabe; Jezebel, Confrontou Acabe e profetizou sobre o fim de sua descendência; Subiu aos céus em um carro de fogo, sem passar pela morte; Passou seu manto para seu discípulo Eliseu;
  9. 9. lkhdEliseu Era um lavrador de Abel-Meolá; Abel-Meolá; Foi um discípulo fiel de Elias, acompanhando-o até acompanhando- o momento de sua subida aos céus; Pediu e recebeu a unção de Elias em dobro; Profetizou nos reinados de Jeorão, Jeú, Jeoacaz e Jeorão, Jeú, Jeoás (final do sec. IX e início do sec. VIII a.C.); Dirigiu uma Escola de Profetas em Gilgal; Gilgal; Realizou mais milagres registrados que qualquer pessoa na Bíblia, exceto Jesus Cristo; Mesmo após sua morte, o toque em seus ossos fez um morto ressuscitar;
  10. 10. lkhdAmós Boiadeiro e cultivador de sicômeros; sicômeros; Era da região de Tekoa, no deserto de Judá; Tekoa, Recebeu o chamado de Deus para abandonar sua vida simples e profetizar para Israel (7:15); Viveu no século VIII a.C., durante o reinado de Jeroboão II e Zacarias; Sua mensagem: Foi o “profeta da ira” e profetizou o Dia do Juízo; Israel, como povo eleito, não tinha superioridade racial mas dupla responsabilidade (5:21-24); (5:21- Previu que a queda de Israel seria definitiva (5:2);
  11. 11. lkhdOséias Natural do território de Benjamim; Viveu e profetizou nos últimos anos do Reino do Norte; Era um homem culto e de temperamento melancólico; Sua mensagem: Usou sua relação com uma mulher infiel para ilustrar a infidelidade de Israel com Deus; Em sua mensagem, há mais dor do que ira (11:8); Foi repelido pelo povo em razão de seus ataques aos costumes religiosos;
  12. 12. lkhdOs Principais Profetas de Judá Isaías Procedia de uma influente família de Jerusalém: Se dirigia aos reis como a um igual; Seu ministério teve início em 735 a.C. e durou 40 anos; Profetizou durante os reinados de Acaz e Ezequias; Ezequias; Sua profecia influenciou os destinos de Judá; Interveio em questões políticas do Reino; É, por muitos, considerado o maior profeta de Israel
  13. 13. lkhdIsaías Sua mensagem Soberania de Deus: as nações são apenas instrumentos do “Deus dos céus e da Terra”; Foi chamado de “profeta messiânico”, devido às suas maravilhosas profecias sobre o Messias;Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e asnossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito,ferido de Deus e oprimido.Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões, e moídopelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estavasobre ele, e pelas usas pisaduras fomos sarados (Is 53:4-5) Segundo a tradição, foi morto pelo rei Manassés; Manassés;
  14. 14. lkhdJeremias Era de uma família sacerdotal da cidade de Anatot, Anatot, ao norte de Jerusalém; Seu ministério teve início no reinado de Josias (por volta de 626 a.C.); Sua mensagem Sua profecia em forma poética marcou a literatura da humanidade; Devido às suas constantes lamentações pelo juízo vindouro sobre Judá, foi chamado de “profeta chorão”; Criticou a centralidade do Templo na religião de Israel; Foi um dos precursores do universalismo na fé judaica; Confrontou o clero de Jerusalém Foi proibido de pregar no interior do Templo;
  15. 15. lkhd Jeremias Tinha confiança na redenção futura de Israel; Comprou um terreno de seu tio pouco antes da invasão de Judá pela Babilônia; Profetizou sobre a nova aliança que Deus faria com Israel (Jr 31:31-33) 31:31-31 Eis aí vem dias, diz o Senhor, e firmarei nova aliança coma casa de Israel e com a casa de Judá.33 Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel,depois daqueles dias, diz o Senhor. Na mente lhes imprimireias minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu sereio seu Deus e eles serão o meu povo.
  16. 16. lkhdEzequiel Era um sacerdote, da linhagem de Zadoque; Zadoque; Foi um dos três profetas, junto com Jeremias e Daniel, da época do exílio na Babilônia; Foi deportado para a Babilônia junto com o rei Joaquim, após o cerco a Jerusalém; Sua mensagem foi baseada em visões e êxtases sobrenaturais; Foi um dos fundadores da literatura apocalíptica; Profetizou a redenção de Israel em sua célebre visão dos ossos secos (Ez 37); (Ez Foi um consolador do povo durante o cativeiro;
  17. 17. lkhdDaniel Era de linhagem nobre e real; Foi levado prisioneiro para a Babilônia em 605 a.C.; Assumiu uma posição de governo na Babilônia; Nunca hesitou em sua lealdade a Deus: Rejeitou as iguarias do rei; Foi lançado na cova dos leões; Prosperou também durante o reinado persa; Seu livro é considerado o “Apocalipse do AT”; Viveu até o 3º ano do reinado de Ciro (536 a.C.);
  18. 18. lkhdIntervalo ????????
  19. 19. Módulo IIHistória de Israel Aula 17
  20. 20. Sumário: O Império Persa A Queda da Babilônia O 1º Retorno: Zorobabel O 2º Retorno: Esdras O 3º Retorno: Neemias
  21. 21. lkhdA Queda da Babilônia Crise política e religiosa na Babilônia Disputa entre os adoradores da Lua e os sacerdotes de Marduque; Marduque; A invasão da cidade Ciro, rei persa, entrou em Babilônia, em 539 a.C.; Não houve cerco nem grandes combates; Enquanto os babilônios festejavam, Ciro desviou as águas do Eufrates para um lago artificial; Atravessaram o rio e entraram sem lutar, pois os portões estavam abertos;
  22. 22. lkhdA Queda da Babilônia segundo a Bíblia (Dn 5) (Dn Belsazar era filho do rei Nabonido, último rei da Nabonido, Babilônia: O banquete de Belsazar: Belsazar: Foram utilizados os utensílios do Templo de Jerusalém; A inscrição na parede MENE MENE TEQUEL PARSIM Interpretação de Daniel Contou Deus o seu reino e deu cabo dele. Pesado foste na balança e achado em falta. Dividido foi o teu reino e dado aos medos e aos persas.
  23. 23. lkhdO Império Persa Origem Aquêmenes, Aquêmenes, avô de Ciro I, foi o fundador da dinastia persa; Sua pátria era chamada Parsa ou Ayriana; Ayriana; Falavam uma língua de origem indo-européia; indo- Eram vassalos da Média, seu vizinho do norte; Ciro, o Grande, uniu as tribos persas e derrotou os medos em 550 a.C.; O Império Persa suplantou os Impérios Assírio e Babilônico em poderio e extensão territorial;
  24. 24. lkhdLocalização O país localizava-se a leste do Elão, entre o Golfo localizava- Elão, Pérsico e o Grande Deserto de Sal: Ocupou esta região no início do 1º milênio a.C.; Atual Irã;
  25. 25. lkhdReligião Adotavam como religião o zoroastrismo; Fundada por Zaratustra, profeta persa do sec. VII a.C.; Ensinava que o mundo era dividido entre 2 divindades: Ahura Mazda: Criador do céu e da terra; encarnava o Mazda: espírito da bondade, da verdade e da lei; e Ahriman: Ahriman: Espírito do mal, cuja essência era a falsidade e a morte;
  26. 26. lkhdA administração persa O Palácio tinha predominância sobre o Templo; Dificuldade de se administrar um grande império; Política de respeito às outras religiões;A rainha Ester Foi esposa do rei Assuero (Xerxes I) A história ocorre entre 483 e 473 a.C.; Ester salva os judeus do extermínio; CILINDRO DE CIRO
  27. 27. lkhdO 1º Retorno Zorobabel Era príncipe de Israel e neto do rei Joaquim; Foi designado governador de Jerusalém; O Edito de Ciro Ocorreu no 1º ano de seu reinado (538 a.C.); Autorizou o retorno dos judeus a Jerusalém e reconstrução do Templo; Devolução dos utensílios do Templo tomados por Nabucodonosor;
  28. 28. lkhdO retorno: O número dos que voltaram foi de 42.360 Dificuldade de se estabelecer a linhagem de algumas famílias: imundos para o sacerdócio;A reconstrução do Templo: Edificação do altar para o sacrifício, no 1º dia do 7º mês: Festa das Trombetas; Celebração da Festa dos Tabernáculos; Tabernáculos; Celebração da Páscoa: exilados e judeus da terra; Início da construção no 2º mês do 2º ano; Os judeus mais antigos choraram ao ver os alicerces do novo Templo;
  29. 29. lkhd Oposição dos samaritanos Tentativa de auxílio recusada pelos judeus; Carta acusatória e paralisação da obra; Reinício da obra somente em 520 a.C.; Nova carta e autorização do rei Dario; Conclusão do Templo em 516 a.C. 70 anos entre a destruição do 1º Templo e a conclusão do 2º Templo (586 a 516 a.C.) Cumprimento da profecia de Jr 29:10Porque assim diz o SENHOR: Certamente que passadossetenta anos em Babilônia, vos visitarei, e cumprirei sobre vósa minha boa palavra, tornando a trazer-vos a este lugar.
  30. 30. lkhdO 2º Retorno Esdras Era escriba e sacerdote; Descendente de Zadoque e Finéias; Finéias; Autorização do rei Artaxerxes 58 anos após a dedicação do Templo (458 a.C.); Verificar as condições de vida dos judeus e instituir medidas corretivas; Levar utensílios para a ornamentação do Templo; O restabelecimento espiritual A situação dos casamentos mistos; O arrependimento da nação;
  31. 31. lkhdO 3º Retorno Neemias Era copeiro do rei Artaxerxes: Artaxerxes: posição de extrema confiança; Pediu autorização ao rei para ir a Jerusalém quando soube da miséria da cidade; Foi designado governador de Jerusalém; Chegou a Jerusalém em 444 a.C.; Estava investido da autoridade real; Recebeu recursos reais para a reconstrução dos muros de Jerusalém; Corrigiu abusos e estabeleceu a lei e a ordem;
  32. 32. lkhd A reconstrução dos muros Exame secreto das ruínas dos muros; Reunião dos judeus num grande mutirão; Divisão em equipes de trabalho por famílias; “com uma das mãos fazia a obra, com a outra segurava a arma”; Houve forte oposição dos líderes locais: Insultos e zombaria; Ameaças de ataques armados; Calúnias e traições; A obra foi concluída em 52 dias; Neemias retornou a Babilônia depois de 12anos de governo em Jerusalém;
  33. 33. lkhdBibliografia da Unidade IHistória dos Judeus, História de Israel, de Paul Johnson de J. Bright Dicionário Bíblico Wicliffe
  34. 34. lkhdBibliografia da Unidade I História dos Hebreus, de Flávio Josefo Atlas Histórico e Geográfico daEnciclopédia Judaica, Bíblia diversos autores
  35. 35. lkhdAté a Próxima Terça-feira!!!!!

×