Your SlideShare is downloading. ×

Second Language for Erasmus Students - VWBPE 10

1,169

Published on

Presentation to deliver in-world on March 12-13 - Proposal by Paulo Frias, Ricardo Cruz e Ricardo N. Fernandes. …

Presentation to deliver in-world on March 12-13 - Proposal by Paulo Frias, Ricardo Cruz e Ricardo N. Fernandes.

Virtual Worlds - Best Practices in Education 2010.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,169
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Transcript

    • 1. 2010
    • 2. Paulo Frias Ricardo Cruz Ricardo Fernandes a.k.a a.k.a a.k.a PalUP Ling Ricardo Pessoa Ric Freidman
    • 3. Second LifeEnsino em Mundos Virtuais ®- - O Estudo de Caso dos Estudantes Universitários no Programa Erasmus Paulo Frias, Ricardo Cruz, Ricardo N. Fernandes
    • 4. Proposta de Estudo em SL® Os mundos virtuais são um meio de promover um novo nível de experiências de ensino e de aprendizagem (Vernon et al., 2009); O grau de imersão e de ligação dos estudantes é superior a qualquer outra ferramenta de e-learning (Leonard et al., 2009).
    • 5. Proposta de Estudo em SL® • O nosso grupo-alvo são alunos de Eramus que vêm estudar para Portugal; • A motivação para aprender português resulta de uma necessidade real (Fuller et al., 2005). • O objectivo desta proposta é compreender Esta plataforma indicia uma reformulação os processos comunicacionais e os efeitos do paradigma de ensino. do uso do SL®, num contexto de aquisição de uma língua estrangeira por parte do grupo alvo.
    • 6. Mobilidade Erasmus na Universidade do Porto • O programa Erasmus – um subprograma do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida da União Europeia – tem como objectivo central apoiar a criação de um Espaço Europeu de Ensino e reforçar o contributo do ensino superior e profissional avançado, no progresso de inovação a nível europeu. • A Universidade do Porto (UP) é, segundo os dados mais recentes da Comissão Europeia, a 36.ª universidade europeia com maior contigente de alunos estrangeiros inscritos, ao abrigo do Programa Erasmus.
    • 7. Mobilidade Erasmus – Cursos Intensivos de Línguas • Como resultado das directrizes europeias para os programas de mobilidade, foram criados os Cursos Intensivos de Línguas para Erasmus; • Estes contemplam programas das línguas menos usadas e menos faladas, auxiliando o estudo dos alunos Erasmus; • Ainda citando os dados publicados referentes a 2007/2008, a Comissão Europeia constatou que os países mais procurados foram a Itália, Portugal e a Bélgica (a comunidade flamenga).
    • 8. Evolução da mobilidade “in” de estudantes Erasmus, na UP Fonte: Relatório Evolutivo da Mobilidade Erasmus, Novembro 2009.
    • 9. Sociologia e os Mundos Virtuais Qual é o valor do uso dos mundos virtuais – como o SL – para a investigação sociológica? Onde de quer que estejam pessoas, há Sociologia (dos mundos virtuais).
    • 10. Sociologia dos Mundos Virtuais Nos mundos virtuais, os avatares são os novos agentes sociais O Second Life® inaugurou uma nova era de “interacção face-a-face” (Thompson, 1995) pois nos mundos virtuais as pessoas podem interagir directamente, constituindo uma nova galáxia de estudo das interacções sociais.
    • 11. Um empowerment no ensino • Aulas magistrais. • Apresentação facilitada de conhecimento, teorias e ideias. • Relações de poder entre o aluno e o professor – hierarquia. • Discussões interactivas. • Inculcação de experiências, • Legitimação do discurso da competências, conhecimento aos disciplina do conhecimento e da alunos, pela experiência livre do informação. ambiente virtual. • Informação unidireccional e linear. • Aluno com papel activo. • Desencorajadora das interacções • Aprendizagem e conhecimento dentro e for a do contexto de sala de aluno/professor. aula. Motivação Retenção Colaboração Identificação
    • 12. Second Life® Exemplo de Actividades para Os Alunos de Erasmus
    • 13. SLES - Second Language for Erasmus Students 1.ª aula 2010 Fig. 13 Página de inscrição: http://virtualability.org/signup.aspx
    • 14. Fig. 14 Página de inscrição: http://virtualability.org/signup.aspx
    • 15. Entrada no Second Life® (SL®). Fig. 15
    • 16. Fig. 16 Entrada no Second Life®
    • 17. Os alunos dão os primeiros passos no SL® e aprendem a usar o interface. Fig. 17
    • 18. Os alunos recebem um convite de teleport e de grupo. Depois, defininem o sim UP-EaD como a sua home. Fig. 18
    • 19. Fig. 19 A mudar a aparência do avatar.
    • 20. Fig. 20 Imagens usadas na aula, com diferentes traços físicos do avatar.
    • 21. Fig. 21 Imagens usadas na aula, com diferentes traços físicos do avatar.
    • 22. Fig. 22 Imagens usadas na aula, com diferentes traços físicos do avatar.
    • 23. Fig. 23 Imagens usadas na aula, com diferentes traços físicos do avatar.
    • 24. Fig. 24 Materiais de aula dados aos alunos, através de um note card.
    • 25. Fig. 25 Materiais de aula dados aos alunos, através de um note card.
    • 26. Fig. 26 Descrição das roupas por parte do professor e dos alunos.
    • 27. SLES - Second Language for Erasmus Students 2.ª aula 2010 Fig. 27 Os alunos comentam uma imagem de uma paisagem da cidade do Porto.
    • 28. Fig. 28 Os alunos lêem um texto sobre a vida no Porto.
    • 29. Fig. 29 Os alunos vêem um livro com materiais da aula.
    • 30. Os alunos observam algumas habitações e o professor descreve os seus elementos para Fig. 30 proporcionar vocabulário em contexto.
    • 31. Fig. 31 Dentro da habitação, os vários espaços são descritos, para proporcionar vocabulário.
    • 32. Enquanto se visitam as casas, os alunos observam imagens com áreas diferentes. Fig. 32
    • 33. Enquanto se visitam as casas, os alunos observam imagens com áreas diferentes. Fig. 33
    • 34. Fig. 34 Também se utiliza vocabulário adquirido em actividades anteriores.
    • 35. SLES - Second Language for Erasmus Students 3.ª aula 2010 Fig. 35 Os alunos visitam uma esfera rotativa com uma foto do Porto, no sim da UP.
    • 36. Fig. 36 Os alunos visitam uma esfera rotativa com uma foto do Porto, no sim da UP.
    • 37. Fig. 37 O professor comenta a foto com uma paisagem do Porto.
    • 38. Fig. 38 Os estudantes entram no holodeck.
    • 39. Fig. 39 Os estudantes entram no holodeck.
    • 40. Fig. 40 O professor descreve a área e fornece vocabulário. Depois, muda para outro holograma.
    • 41. Fig. 41 O professor descreve a área e fornece vocabulário. Depois, muda para outro holograma.
    • 42. O holograma final. Fig. 42
    • 43. O role play: na recepção do hotel (the check-in). Fig. 43
    • 44. O role play: na recepção do hotel (the check-in). Fig. 44
    • 45. Conclusões • A vertente educacional e de ensino no SL® é… – Desafiante; – Implica um plano contínuo de desenvolvimento; – Tem como pré-requisito uma atitude flexível acerca do ensino; – É necessário entregar o controlo ao aprendente; – Entusiasmo e crença na plataforma como uma ferramenta e não como um jogo; – Uma acção reflexiva e orientada sobre os métodos de aprendizagem; – Muito, muito e muito tempo para assegurar que a ferramenta tem valor para os estudantes.
    • 46. Referências Bibliográficas • Andersen, T.F., 2002. Signs of learning in computer cultures - Proposal for a cultural approach to the study of learning and information technology. Impact. • Campbell, C., 2009. Learning in a different life: Pre-service education students using an online virtual world. Journal of Virtual Worlds Research, 2, 3-17. • Castronova, E., 2005. Synthetic Worlds: The Business and Culture of Online Games: University of Chicago Press. • Fuller, U., Amillo, J., Laxer, C., Mccracken, W.M. & Mertz, J., 2005. Facilitating student learning through study abroad and international projects. SIGCSE Bull., 37, 139-151. • Garcia, A.L., 1994. Educación a Distancia hoy Madrid/ES: UNED. • Schroeder, R., 2008. “Virtual Worlds Research: Past, Present & Future”. Journal of Virtual World Research, 1, 1-3. • Second Life Wiki. Available at http://wiki.secondlife.com/wiki/History_of_Second_Life, accessed January 2009. • Thompson, J., 1995. The Media and Modernity: A Social Theory of the Media, Cambridge: Polity.
    • 47. Paulo Frias Ricardo Cruz Ricardo Fernandes a.k.a a.k.a a.k.a PalUP Ling Ricardo Pessoa Ric Freidman

    ×