Release 4T08 - Divulgação de Resultados
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Release 4T08 - Divulgação de Resultados

on

  • 732 views

 

Statistics

Views

Total Views
732
Views on SlideShare
732
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Release 4T08 - Divulgação de Resultados Release 4T08 - Divulgação de Resultados Document Transcript

  • Tempo anuncia crescimento YoY de 28% em Receita Líquida e 20% em EBITDA Receita Líquida (em R$Milhões) EBITDA (em R$Milhões) 19,7% 27,8% 65,9 55,0 731,9 572,8 FY07 FY08 FY07 FY08 São Paulo, 6 de Abril de 2009 – A Tempo Participações S.A. (Bovespa: TEMP3; Reuters: TEMP3.SA; Bloomberg: TEMP3 BZ), empresa líder na administração de planos de saúde, operação de planos odontológicos e serviços de assistência especializada, anuncia hoje seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2008. Todas as informações operacionais e financeiras a seguir, exceto quando indicado de outra forma, são apresentadas em Reais, com base em números consolidados e de acordo com as regras contábeis geralmente aceitas e com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Capital Social (31/12/09) Destaques 162.576.788 ON 46,1% em Free Float » Mudança de CEO: A partir do dia 01/04/2009, Carlos Formigari será o novo Diretor-Presidente Caixa Líquido (31/12/2008) da Tempo Participações. José Bonchristiano passará a exercer exclusivamente as funções de Co- R$237MM Presidente do Conselho de Administração da Companhia em conjunto com o Sr. Dimas de Conference Call 4Q08 Camargo Maia. Sr. Carlos Formigari esteve com o Unibanco por 10 anos, passando por diversas Português áreas e diretor geral durante os últimos 5 anos da Unicard, companhia de cartões de crédito do Data: 07/04/2009 Unibanco; Horário: 09h00 (08h00 NY) Tel: +55 (11) 4688-8114 » Programa de Recompra: A Tempo concluiu o seu primeiro Programa de Recompra durante o Inglês 4T08. Durante o programa, foram compradas 8.168.500 ações totalizando um investimento de Data: 07/04/2009 Horário: 10:30 (09h30 NY) R$22,2MM. Após término do programa no dia 27/11/2008, deu-se o inicio ao segundo Tel: +1 (571) 527-1024 programa de recompra, com direito a compra de 10% do novo Free Float durante 365 dias. Até o dia 31/03/2009, a Tempo havia comprado 2,2MM de ações; Contatos RI Tel: +55 (11) 4208-8025 ri@tempopar.com.br » SAP: No final de 2008, a Tempo decidiu implementar SAP como o ERP da companhia, com a função de integrar todo back-office da companhia. A implementação teve seu inicio em janeiro de 2009 e deverá concluir no 3T09. Nota: Em 2007, devido ao IPO, o quarto trimestre apresentou resultados superiores ao histórico, que distorce a comparação 4T07x4T08. Para uma melhor analise do negócio, a comparação FY07xFY08 deverá ser considerada. 4T07 4T08 Var.% FY07 FY08 Var.% R$Milhões Receita Líquida 168,3 213,0 26,6% 572,8 731,9 27,8% EBITDA Ajustado 23,3 15,1 -35,2% 55,0 65,9 19,7% Margem EBITDA Ajustado 13,9% 7,1% -6,8 p.p. 9,6% 9,0% -0,6 p.p. Nota 1: O EBITDA mencionado nesse relatório exclui o efeito de despesas não recorrentes. exclui o efeito de despesas não recorrentes. Nota 2: O Lucro Líquido mencionado nesse relatório exclui despesas não recorrentes e amortização de ágio, eliminando-se o efeito fiscal. Nota 3: Os números dessa tabela não incluem nenhum tipo de ajuste pró-forma. 1
  • Sobre a Tempo » A Tempo é uma prestadora de serviços líder na administração de planos de saúde, operação de planos odontológicos e assistência especializada. Cada um de seus negócios administra redes de prestadores pulverizadas e de abrangência nacional, com mais de 60.000 prestadores de serviços especializados. A Companhia é capaz de alavancar oportunidades de cross selling em sua base de clientes, composta por grandes seguradoras, medicinas de grupo (HMO’s), entidades governamentais e empresas privadas. A Tempo beneficia-se de economias de escala por operar sob uma única plataforma operacional e por administrar seus serviços de call center, processamento / auditoria de contas e gerenciamento de rede de prestadores por meio de sistemas proprietários de TI, conforme ilustrado na figura abaixo: » Destacam-se no modelo de negócios da Tempo receitas previsíveis e recorrentes, modelo de baixo risco (risco de freqüência apenas), forte alavancagem operacional, grandes barreiras de entrada e baixo nível de ativos fixos com alta geração de caixa (Asset Light). 2
  • COMENTÁRIOS DA DIRETORIA EXECUTIVA 2008 foi o primeiro ano da Tempo como uma empresa de capital aberto que atua na administração de saúde, planos odontológicos e assistência especializada. Este foi um ano de várias conquistas e desafios, que reforçou nosso empenho na busca por excelência e liderança de mercado em cada um dos nossos segmentos de negócio. Em 2008, a Tempo continuou a perseguir oportunidades de M&A e se aproveitar de um forte crescimento orgânico. Cinco aquisições e uma joint-venture colocaram o segmento Odonto da Tempo dentre os líderes do mercado. A base de clientes deste segmento cresceu de 120 mil vidas em janeiro de 2007 para 833 mil vidas em dezembro de 2008, posicionando a Tempo como a empresa de maior crescimento da indústria. Este enorme crescimento trouxe novos desafios e oportunidades para a empresa: integração das aquisições, unificação de processos e otimização da rede de provedores. No segundo semestre de 2008, os impactos da crise econômica global levaram a Tempo a ajustar sua estratégia. A empresa manteve seu crescimento orgânico e dedicou-se mais em ganhos de eficiência na operação do que na consolidação do mercado. Para unificar os processos internos e ganhar eficiência, a Companhia decidiu implementar o SAP como seu ERP em dezembro de 2008. O software será implementado em todas as unidades de negócio e no back-office, o núcleo da operação da Tempo. Em outubro de 2008, o Conselho de Administração aprovou o primeiro programa de recompra de ações, uma forma atrativa de criar valor para nossos acionistas. Após a conclusão bem-sucedida do primeiro programa, a Tempo cancelou as ações adquiridas e lançou um segundo programa de recompra. Devido às aquisições de 2008 e as mudanças nas leis brasileiras conseqüente das novas regras de contabilidade (lei 6.404/76, alterada pela lei 11.638/07 e decreto 449/08), a Tempo tomou medidas para melhorar seu processo de contabilidade e cumprir com os novos requerimentos. Nossas demonstrações financeiras estão de acordo com as regras contábeis geralmente aceitas e com as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Como explicado ao longo desta divulgação, as mudanças no reporte são eventos não recorrentes que não refletem perdas em vendas e/ou produtividade durante o 4T08. Barueri, 6 de Abril de 2009 Relações com Investidores 3 View slide
  • Desempenho Operacional Sumário por Segmento da Tempo 4T07 4T08 Var.% R$Milhões Tempo Saúde Odonto Assistência Tempo Saúde Odonto Assistência Tempo 26,6% 102,8 5,6 59,9 168,3 122,6 24,7 65,7 213,0 Receita Líquida 25,2% 82,2 3,1 34,0 119,3 94,9 12,2 42,1 149,3 Custos de Serviços Prestados -35,2% 13,7 3,6 6,1 23,3 6,2 3,9 5,0 15,1 EBITDA Ajustado -6,8 p.p. 13,3% 64,7% 10,1% 13,9% 5,1% 15,6% 7,7% 7,1% Margem EBITDA Ajustado 40,6% 16,3% 43,1% FY/07 FY/08 R$Milhões Var.% Tempo Saúde Odonto Assistência Tempo Saúde Odonto Assistência Tempo 321,3 21,6 229,9 572,8 429,5 56,7 245,8 731,9 27,8% Receita Líquida 257,9 11,4 124,4 393,7 334,9 27,6 146,4 508,8 29,3% Custos de Serviços Prestados 22,5 5,7 26,8 55,0 26,8 10,7 28,4 65,9 19,7% EBITDA Ajustado 7,0% 26,4% 11,7% 9,6% 6,2% 18,9% 11,6% 9,0% -0,6 p.p. Margem EBITDA Ajustado Segmento Saúde -54,4% 4T07 4T08 FY07 FY08 R$Milhões Var.% Var.% Beneficiários (em Milhões) 1,30 1,38 6,2% 1,30 1,38 6,2% Receita Líquida 102,8 122,6 321,3 429,5 19,3% 33,7% Custos de Serviços Prestados 82,2 94,9 15,5% 257,9 334,9 29,9% Despesas Gerais e Administrativas 6,9 21,4 208,5% 41,0 67,8 65,5% EBITDA Ajustado 13,7 6,2 22,5 26,8 -54,4% 19,1% Margem EBITDA Ajustado 13,3% 5,1% - 8,2 p.p. 7,0% 6,2% - 0,8 p.p. Nota: Os custos de serviços prestados não podem ser encarados como sinistralidade, uma vez que esses custos são integralmente repassados aos clientes da Tempo e não possuem relação direta com o fee recebido pela Companhia. Nota: Em 2007, devido ao IPO, o quarto trimestre apresentou resultados superiores ao histórico, que distorce a comparação 4T07x4T08. Para uma melhor analise do negócio, a comparação FY07xFY08 deverá ser considerada. Destaques » Novos Clientes & Renovação: A Gama Saúde continua sendo o líder em serviços TPA prestados para o governo. Em 2008, houve 2 novos contratos: Tribunal Superior do Trabalho e Infraero, e uma renovação com a SABESP por quatro anos; » Beneficiários: Crescimento de 5,6% YoY; » Receita Líquida: Crescimento de 29,7% YoY. 4 View slide
  • Desempenho Operacional (Em Milhões) Beneficiários - Vidas » Em 2008 o número de beneficiários cresceu 6,2% em relação a 2007, devido a novos clientes e crescimento dos clientes existentes. 6,2% » Esses números não incorporam os pacientes da Efectiva. 33,8% CAGR 1,38 2004 2005 2006 2007 2008 1,30 0,43 0,73 1,06 1,30 1,38 33,8% 1,38 1,30 4T07 4T08 1,06 0,73 0,43 2004 2005 2006 2007 2008 Receita Líquida (Em R$Milhões) » No Segmento Sáude, a receita líquida é calculada da seguinte forma: 1.) Fee 19,3% para serviços TPA; 2.) Repasse; 3.) Receita dos seus serviços de HomeCare. » Receita Líquida em 2008 cresceu 33.7% sobre 2007 e 19,3% 4T08x4T07. A Gama Saúde demonstrou uma retenção alta de seus clientes e um crescimento 122,6 conservador em sua base existente. 102,8 29,2% 4T07 4T08 CAGR 33,7% 429,5 429,5 321,3 321,3 262,8 214,5 2005 2004 2006 2007 2008 154,2 154,2 214,5 262,8 321,3 429,5 29,2% FY07 FY08 2004 2005 2006 2007 2008 Ajustes da Receita Líquida (R$MM) 4T08 FY/08 Receita Líquida Reportada 117,0 423,9 Ajustes AVP* 3,0 3,0 Ajustes de Impostos Retroativos 2,6 2,6 Receita Líquida Ajustada 122,6 429,5 * Ajuste a valor presente - Lei 11.638/07. 5
  • Desempenho Operacional (Em R$Milhões) Custos de Serviços Prestados » O custo incorrido na rede de prestadores da Gama Saúde não pode ser encarado como sinistro (MLR), visto que esse negócio não assume risco assistencial independendo das flutuações de custo em sua rede credenciada, que é integralmente repassado para os clientes. » Na análise FY07xFY08, pode-se observar um aumento de 29,9% no custos de serviços prestados. O negócio de HomeCare foi adquirido apenas em Outubro de 2007 e por essa razão, há uma diferença significativa nessa analise. 15,5% 29,9% 94,9 334,9 82,2 257,9 4T07 4T08 FY07 FY08 Ajustes - Custos de Serviços Prestados (R$MM) 4T08 FY/08 Custos de Serviços Prestados Reportado 92,7 332,7 Ajustes APV* 2,3 2,3 Custos de Serviços Prestados Ajustado 94,9 334,9 * Ajuste a valor presente - Lei 11.638/07. Despesas Gerais e Administrativas - DG&A (Em R$Milhões) » DG&A em 2008 acumulou R$67,8MM. Grande parte desses custos podem ser atribuídos a integração da MedLar e Staff Builders. 17,5% 9,0% 9,0% 17,5% Ajustes do DG&A (R$MM) 4T08 FY/08 DG&A Reportado 25,1 69,2 21,4 Custos de integração e oferta global - (0,9) 6,9 Estrutura Compartilhada 5,0 8,1 Outros Resultados Não Operacionais (8,7) (8,6) 4T07 4T08 DG&A Ajustado 21,4 67,8 15,8% 12,8% 2004 2005 2006 2007 2008 12,8% 18,5% 80 20,0% 17,2% 16,9% 15,8% 15,8% 154 215 268 321 429 124 173 211 258 335 60 15,0% 12,8% 67,8 30 41 57 63 95 41,0 36,8 45,2 41,0 67,8 40 10,0% 28,5 67,8 18,5% 17,2% 16,9% 12,8% 15,8% 45,2 41,0 20 5,0% 36,8 28,5 FY07 FY08 0 0,0% Margem (%) 2004 2005 2006 2007 2008 SG&A Margem (%) 6
  • Desempenho Operacional (Em R$Milhões) EBITDA » No final de 2008, o EBITDA Ajustado do Gama Saúde atingiu R$26,8MM 13,3% representado um crescimento de 19,1% sobre 2007. O negócio de HomeCare 5,1% (Efectiva e Staff) teve impacto positivo no bottom-line apesar de ter também influenciado uma redução de margem. -54,4% » Novos clientes em 2008 também tiveram um impacto positivo no bottom- line YoY do segmento saúde. 13,7 6,2 4T07 4T08 Margem EBITDA Ajustado 52,1% CAGR 7,0% 6,2% 19,1% 26,8 22,5 26,8 22,5 8,9 7,3 5,0 FY07 FY08 20042004 2005 2005 2006 20072007 20082008 2006 Margem EBITDA Ajustado 5,0 7,3 8,9 22,5 26,8 52,1% 7
  • Desempenho Operacional Reconciliação entre Lucro Líquido e EBITDA » Abaixo apresentamos a conciliação entre o lucro líquido reportado e o EBITDA: SEGMENTO SAÚDE 1T08 2T08 3T08 4T08 2008 Receita Bruta 98,6 101,8 114,9 122,7 437,9 Impostos (2,7) (2,8) (2,9) (5,6) (14,0) Receita Líquida 95,9 99,0 112,0 117,0 423,9 Custos de Serviços Prestados (73,5) (77,3) (89,2) (92,7) (332,7) Lucro Bruto 22,4 21,7 22,8 24,3 91,3 DG&A (13,9) (14,1) (16,1) (25,1) (69,2) Depreciação e Amortização (1,6) (1,8) (0,6) 1,1 (3,0) Resultado Financeiro (0,4) (0,2) (0,1) 0,2 (0,5) Outros Resultados Financeiros 0,0 (0,0) 0,1 (8,7) (8,6) (17,5) Imposto de Renda e Contribuição Social (2,8) (2,1) (3,7) (8,8) (30,0) Baixa de Impairment - - - (30,0) Lucro Líquido (Preuízo) 3,7 3,5 2,4 (47,1) (37,5) Equivalência Patrimonial - - 1,4 4,3 5,7 Lucro Líquido (Preuízo) c/ Equivalência Patrimonial 3,7 3,5 3,8 (42,8) (31,8) EBITDA Lucro Líquido (Preuízo) c/ Equivalência Patrimonial 3,7 3,5 3,8 (42,8) (31,8) Imposto de Renda e Contribuição Social 2,8 2,1 3,7 8,8 17,5 Outros Resultados Financeiros (0,0) 0,0 (0,1) 8,7 8,6 Resultado Financeiro 0,4 0,2 0,1 (0,2) 0,5 Depreciação e Amortização 1,6 1,8 0,6 (1,1) 3,0 Equivalência Patrimonial - - (1,4) (4,3) (5,7) - - - 30,0 Baixa de Impairment 30,0 EBITDA 8,5 7,6 6,7 (0,8) 22,1 - - - - - Não Recorrentes (1,9) 0,3 (0,7) 7,0 4,7 Custos de integração e oferta global 0,2 0,3 0,4 - 0,9 Custos de Aquisições (2,1) - (1,0) (5,0) (8,1) Ajustes AVP na Receita Bruta - - - 3,0 3,0 Ajustes AVP no Custo de Serviços Prestados - - - (2,3) (2,3) (0,0) 0,0 (0,1) 8,7 8,6 Outros Resultados Não Operacionais Ajustes em Impostos - - - 2,6 2,6 EBITDA Ajustado 6,6 8,0 6,0 6,2 26,8 8
  • Desempenho Operacional NOTA: Com o objetivo de demonstrar de forma mais precisa a atual operação no mercado de planos odontológicos conduzida pela Tempo, todos os números dessa seção consideram as aquisições ainda não consolidadas nos resultados da companhia. A tabela abaixo demonstra a reconciliação entre a operação da Gama Odonto e a operação pro-forma do segmento de planos odontológicos depois das aquisições em 2008: 1. Fleming: 5 meses Pro Forma em 2008 (Adquirida em 05/2008 e aprovada pela ANS em 10/2008); 2. Prevdonto: 3 meses Pro Forma em 2008 (Adquirida em 06/2008 e aprovada pela ANS em 10/2008); 3. OralTech: 4 meses Pro Forma em 2008 (Adquirida em 11/2008 e aprovada pela ANS em 10/2008); 4. Odonto Empresa: 4 meses Pro Forma em 2008 (Adquirida em 11/2008 e aprovada pela ANS em 10/2008); 5. Presdental: 3 meses Pro Forma em 2008 (Adquirida em 09/2008 e pendente a aprovação da ANS). Odonto Pro-Forma Numeros Reportados Ajustes FY08 FY07 VAR (%) (R$MM) em 2008 Pro Forma Pro Forma 284,9% Receita Líquida 83,1 21,6 56,7 26,4 242,8% 39,1 11,4 Custos de Serviços Prestados 27,6 11,5 -7,1 p.p. 44,2% 51,3% Sinistralidade (MLR%) 46,4% 41,7% 531,3% 28,4 4,5 Despesas Gerais e Administrativas 18,4 10,0 174,4% EBITDA 15,6 5,7 10,7 4,9 18,8% 26,4% -7,6 p.p. Margem EBITDA 18,9% 18,7% Nota: Em 2007, devido ao IPO, o quarto trimestre apresentou resultados superiores ao histórico, que distorce a comparação 4T07x4T08. Para uma melhor analise do negócio, a comparação FY07xFY08 deverá ser considerada. Beneficiários (Em Milhões) » Em 2008, o segmento de Odonto teve um crescimento de 75,5% contra 2007 atingindo 833 mil beneficiários. Os canais Affinity contribuíram 75,4% positivamente para esse crescimento. Diante um ano de muitas aquisições dentro do segmento, a Odonto Empresa atingiu um crescimento orgânico forte de 32%. 0,83 0,48 4T07 4T08 - Pro Forma Tipo de Crescimento - Segmento Odonto Quebra do Crescimento - Segmento Odonto 58% 42% 43% 32% Crescimento através Crescimento Orgânico Aquisições Aquisições em 2008 Crescimento Orgânico 9
  • Desempenho Operacional 4T08 - Pro FY08 - Pro 4T07 Var.% FY07 Var.% R$Milhões Forma Forma Beneficiários (em Milhões) 0,48 0,83 75,4% 0,48 0,83 75,4% Receita Líquida Ajustado 5,6 25,8 362,7% 21,6 83,1 284,9% Custos de Serviços Prestados Ajustado 3,1 13,8 348,8% 11,4 39,1 242,8% Sinistralidade (MLR %) 53,3% 51,2% -2,1p.p. 51,3% 44,2% -7,1p.p. Despesas Gerais e Administrativas 0,7 8,6 1146,7% 4,5 28,4 531,3% 1,8 3,4 85,7% 5,7 15,6 174,4% EBITDA Ajustado Margem EBITDA Ajustado 32,4% 13,0% -19,4 p.p. 26,4% 18,8% -7,6 p.p. 12,4% 33,5% 20,8% 34,2% Receita Líquida (Em R$Milhões) » O Segmento de Odonto fechou o 4T08 com receita líquida de R$25,8MM que representa um crescimento de 362,7% sobre o mesmo período de 2007. No ano 362,7% de 2008 atingiu R$83,1MM devido a forte crescimento orgânico e aquisições. 25,8 5,6 ### 2005 2006 53,2% 2008 Pro Forma 2007 4T07 4T08 - Pro Forma CAGR 15 18,1 20,5 21,4 83,1 ### 284,9% 83,1 83,1 21,4 20,5 18,1 21,6 15,1 2004 2005 2006 2007 2008 Pro FY07 FY08 - Pro Forma Forma Ajustes da Receita Líquida (R$MM) 4T08 FY/08 Receita Líquida Reportada 21,9 53,9 Ajustes AVP* 0,8 0,8 Ajustes de Impostos Retroativos 2,0 2,0 Ajustes Pro Forma 1,0 26,4 Receita Líquida Ajustada 25,8 83,1 * Ajuste a valor presente - Lei 11.638/07. 10
  • Desempenho Operacional (Em R$Milhões) Custos de Serviços Prestados » No ano de 2008 foi acumulado um gasto total com despesas gerais e administrativas de R$38,6MM - sinistralidade de 44,2% devido a novas aquisições durante o ano. Apesar do crescimento acumulado em sinistralidade, os canais Affinity, dos quais a Tempo vem observando um forte crescimento vem contridbuindo com a redução da mesma. 51,3% 53,3% 51,2% 44,2% 13,8 39,1 Loss Ratio (%) 11,4 3,1 4T07 4T08 FY07 FY08 53,3% 51,2% 51,3% 44,2% FY07 FY08 - Pro 4T07 4T08 - Pro Forma Forma Loss Ratio (%) Loss Ratio (%) Ajustes - Custos de Serviços Prestados (R$MM) 4T08 FY/08 Custos de Serviços Prestados Reportado 12,2 27,6 Ajustes APV* 0,0 0,0 Ajustes Pro Forma 1,6 11,5 Custos de Serviços Prestados Ajustado 13,8 39,1 * Ajuste a valor presente - Lei 11.638/07. Despesas Gerais e Administrativas (Em R$Milhões) » No quatro trimestre de 2008, o segmento de Odonto acumulou um total de R$8,6MM em despesas gerais e administrativas devido as aquisições feitas durante o ano. 33,5% 34,2% 20,8% 12,4% 8,6 28,4 4,5 0,7 4T07 4T08 - Pro Forma FY07 FY08 - Pro Forma Margem (%) Margem (%) Ajustes no DG&A (R$ Milhões) 4T08 FY/08 DG&A Reportado 10,0 19,7 Resultados Não Operacionais 0,4 0,4 Estrutura Compartilhada (1,7) (1,7) Ajustes Pro Forma 0,0 10,0 DG&A Ajustado 8,6 28,4 11
  • (Em R$Milhões) EBITDA Ajustado » EBITDA demonstrou um forte crescimento em 2008 e 4T08x4T07 de 32,4% 13,0% 174,4% e 85,7% respectivamente. O EBITDA de R$15,6 pode-se atribuir as aquisições durante o ano e ao forte crescimento orgânico de 85,7% beneficiários. » Eventos que impactaram o bottom-line positivamente foram os 3,4 canais Affinity e companhias adquiridas, como a Prevdonto e Fleming, 1,8 que trouxeram boas carteiras. 4T07 4T08 - Pro Forma Margem EBITDA Ajustado 2004 2005 2006 2007 2008 Pro Forma 26,4% 2,4 3,7 4,760% 5,7 15,6 18,8% 60% CAGR 174,4% 15,6 15,6 5,7 5,7 4,7 3,7 2,4 FY07 FY08 - Pro Forma 2004 2005 2006 2007 2008 Pro Margem EBITDA Ajustado Forma 12
  • Desempenho Operacional Reconciliação entre Lucro Líquido e EBITDA » Abaixo apresentamos a conciliação entre o lucro líquido reportado e o EBITDA: SEGMENTO ODONTO 1T08 2T08 3T08 4T08 2008 Receita Bruta 5,6 11,7 16,2 25,1 58,5 Impostos (0,2) (0,5) (0,8) (3,2) (4,7) Receita Líquida 5,4 11,2 15,4 21,9 53,9 Custos de Serviços Prestados (2,6) (5,8) (6,9) (12,2) (27,5) Lucro Bruto 2,7 5,4 8,5 9,7 26,3 DG&A (1,7) (3,4) (6,3) (10,0) (21,4) Depreciação e Amortização (1,7) (3,3) (4,6) 0,3 (9,3) Resultado Financeiro 0,1 0,9 1,2 0,7 2,8 0,4 Resultados Não Operacionais (0,1) (0,0) 0,1 0,4 (8,9) Imposto de Renda e Contribuição Social (0,2) (0,5) (2,0) (6,2) (92,0) Baixa de Impairment - - - (92,0) Lucro Líquido (Preuízo) (0,9) (0,9) (3,1) (97,1) (102,0) Equivalência Patrimonial (0,4) (0,1) 1,0 (3,0) (2,5) Lucro Líquido (Preuízo) c/ Equivalência Patrimonial (1,2) (1,0) (2,1) (100,1) (104,5) EBITDA Lucro Líquido (Preuízo) c/ Equivalência Patrimonial (1,2) (1,0) (2,1) (100,1) (104,5) Imposto de Renda e Contribuição Social 0,2 0,5 2,0 6,2 8,9 Resultados Não Operacionais 0,1 0,0 (0,1) (0,4) (0,4) Resultado Financeiro (0,1) (0,9) (1,2) (0,7) (2,8) Depreciação e Amortização 1,7 3,3 4,6 (0,3) 9,3 Equivalência Patrimonial 0,4 0,1 (1,0) 3,0 2,5 Baixa de Impairment - - - 92,0 92,0 EBITDA 1,0 2,0 2,2 (0,3) 5,0 Não Recorrentes 0,3 0,5 0,9 4,1 5,7 Custos de integração e oferta global 0,1 - - - 0,1 Custos de Aquisições 0,1 - - - 0,1 - - - 0,8 0,8 Ajustes AVP na Receita Bruta - - - (0,0) (0,0) Ajustes AVP no Custo de Serviços Prestados Provisões Técnicas (0,2) 0,5 0,7 - 1,0 Estrutura Compartilhada 0,2 - 0,3 1,7 2,2 Ajustes de Impostos - - - 2,0 2,0 Resultados Não Operacionais 0,1 0,0 (0,1) (0,4) (0,4) EBITDA Ajustado 1,3 2,6 3,0 3,9 10,7 13
  • Desempenho Operacional 4T07 4T08 Var.% FY07 FY08 Var.% R$Milhões 20,9 20,9 Itens (em Milhões) 17,3 20,9% 17,3 20,9% Receita Líquida Ajustada 59,9 65,7 9,6% 229,9 245,8 6,9% Custos de Serviços Prestados Ajustado 34,0 42,1 23,8% 124,4 146,4 17,6% Sinistralidade (%) 50,4% 58,2% 7,8 p.p. 48,4% 53,5% 5,1 p.p. Despesas Gerais e Administrativas Ajustado 23,2 18,5 -20,0% 90,6 71,0 -21,6% 6,1 5,0 -17,0% 26,8 28,4 5,8% EBITDA Ajustado Margem EBITDA Ajustado 10,1% 7,7% -2,5 p.p. 11,7% 11,6% -0,1 p.p. 38,7% 28,2% 39,4% 28,9% Destaques » Novos Clientes e Renovação: A Tokio Marine renovou seu contrato com a USS por mais 7 anos. Houve um crescimento na base de clientes com a entrada da Marítima e Confiança. » Itens: Número de itens cresceu 20,9% YoY atingindo 20,9 Milhões; » Receita Líquida Ajustado: Crescimento de 9,6% no 4T08 e 6,9% YoY atingindo R$245,8 Itens (Em Milhões) » No final de 2008, o número de itens segurados pelo segmento Assistência atingiu 20,9 milhões, representando um crescimento de 20,9% 20,9% sobre 2007. 20,9 9,6% CAGR 17,3 4T07 4T08 20,9 2004 2005 2006 2007 2008 17,3 16,8 16,0 14,5 16,8 16,0 17,3 20,9 14,5 9,6% 2004 2005 2006 2007 2008 14
  • Desempenho Operacional Receita Líquida (Em R$Milhões) 9,6% » O segmento Assistência acumulou R$245,8 Milhões em 2008, representando um crescimento de 6,9% sobre 2007. O 4T08 mostrou um moderado de 9,6% sobre 4T07. Parte do crescimento pode-se 65,7 atribuir aos novos clientes, Marítima e Confiança. 59,9 13,0% CAGR 4T07 4T08 2004 2005 2006 2007 2008 151,0 178,7 206,8 229,9 245,8 6,9% 13,0% 245,8 229,9 206,8 178,7 245,8 151,0 229,9 FY07 FY08 2004 2005 2006 2007 2008 Ajustes na Receita Líquida (R$Milhões) 4T08 FY/08 Receita Líquida Reportada 58,1 238,2 Ajustes AVP* 1,8 1,8 Ajustes CDN** 6,5 6,5 Ajustes de Impostos Retroativos (0,7) (0,7) Receita Líquida Ajustada 65,7 245,8 * Ajuste a valor presente - Lei 11.638/07. ** Serviços prestados Consórcio Dia e Noite (Bradesco) que são eliminados nos resultados consolidados tanto em receita como em despesas, tendo impacto zero no resultado da companhia. Custos de Serviços Prestados (Em R$Milhões) » Em 2008, o Custo de Serviços Prestados acumulou R$146,4 MM, um crescimento de 17,6% sobre 2007. Parte do crescimento nos custos em 2008 é oriundo de serviços de maior complexidade ainda não prestados em 2007. 23,8% 17,6% 42,1 146,4 34,0 124,4 4T07 4T08 FY07 FY08 15
  • Desempenho Operacional Ajustes no Custo de Serviços Prestados (R$ Milhões) 4T08 FY/08 Custos de Serviços Prestados Reportado 43,9 148,2 Ajuste AVP* 1,6 1,6 Provisão da Finalização do Contrato Bradesco (3,4) (3,4) Custos de Serviços Prestados Ajustado 42,1 146,4 * Ajuste a valor presente - Lei 11.638/07. Sinistralidade (%) - Segmento Assistência 58,2% 53,5% 52,1% 49,7% 1Q07 2Q07 3Q07 4Q07 1° Tri 2° Tri 3° Tri 4° Tri 50,4% 47,1% 45,9% 50,4% 52,1% 49,7% 53,5% 58,2% 50,4% 50,4% 47,1% 45,9% 1° Tri 2° Tri 3° Tri 4° Tri 2007 2008 Despesas Gerais e Administrativas (Em R$Milhões) » No final de 2008, o segmento Assistência demonstrou uma queda de 21,6% e de 20% no 4T08. A eficiência em DG&A beneficiou ligeiramente a margem EBITDA compensando o aumento da sinistralidade em 2008. 38,7% 39,4% 28,9% 28,2% -20,0% -21,6% 23,2 90,6 71,0 18,5 4T07 4T08 FY07 FY08 Margin (%) Margin (%) Ajustes no DG&A (R$ Milhões) 4T08 FY/08 DG&A Reportado 13,5 69,3 Outros Resultados Operacionais 1,8 1,8 Estrutura Compartilhada (3,3) (6,6) Ajustes CDN* 6,5 6,5 DG&A Ajustado 18,5 71,0 * Serviços prestados ao Consórcio Dia e Noite (Bradesco) que são eliminados nos resultados consolidados tanto em receita quanto em despesas, gerando impacto nulo no resultado da companhia. nulo no resultado da companhia. 16
  • (Em R$Milhões) EBITDA » EBITDA Ajustado no Segmento Assistência teve um crescimento de 10,1% 7,7% 5,8% em 2008x2007. -17,0% » Mesmo com um crescimento conservador, o Segmento Assistência manteve um CAGR elevado de 45,3%. 6,1 5,0 4T07 4T08 2004 2005 2006 2007 2008 Margem EBITDA Ajustado 6,6 19,2 24,0 26,8 28,4 44,0% 44,0% 11,7% CAGR 11,6% 5,8% 28,4 26,8 24,0 28,4 26,8 19,2 6,6 FY07 FY08 2004 2005 2006 2007 2008 Margem EBITDA Ajustado 17
  • Desempenho Operacional Reconciliação entre Lucro Líquido e EBITDA » Abaixo apresentamos a conciliação entre o Lucro Líquido reportado e o EBITDA: SEGMENTO ASSISTÊNCIA 1T08 2T08 3T08 4T08 2008 Receita Bruta 66,3 65,5 69,4 64,1 265,2 Receita Bruta c/ Ajustes CDN 66,3 65,5 69,4 70,7 271,8 Impostos (7,4) (6,6) (7,0) (6,0) (27,0) Receita Líquida 58,8 58,8 62,4 58,1 238,2 Receit Líquida c/ Ajustes CDN 58,8 58,8 62,4 64,7 244,7 Custos de Serviços Prestados (34,5) (32,6) (37,1) (43,9) (148,2) Lucro Bruto 24,3 26,3 25,3 14,2 90,0 DG&A (21,0) (17,8) (16,9) (13,5) (69,3) DG&A c/ Ajustes CDN (21,0) (17,8) (16,9) (20,1) (75,8) Outros Resultados Operacionais - - 0,0 1,8 1,8 Depreciação e Amortização (0,5) (0,5) (1,1) (1,8) (3,9) Resultado Financeiro 0,1 0,4 0,0 1,2 1,7 Imposto de Renda e Contribuição Social (1,0) (2,2) (3,0) (1,4) (7,6) Baixa de Impairment - - - - - Lucro Líquido (Preuízo) 1,9 6,1 4,4 0,5 12,9 Equivalência Patrimonial - - - (0,0) (0,0) Lucro Líquido (Preuízo) c/ Equivalência Patrimonial 1,9 6,1 4,4 0,5 12,9 EBITDA Lucro Líquido (Preuízo) c/ Equivalência Patrimonial 1,9 6,1 4,4 0,5 12,9 Imposto de Renda e Contribuição Social 1,0 2,2 3,0 1,4 7,6 Resultado Financeiro (0,1) (0,4) (0,0) (1,2) (1,7) Depreciação e Amortização 0,5 0,5 1,1 1,8 3,9 Equivalência Patrimonial - - - 0,0 0,0 Outros Resultados Operacionais - - (0,0) (1,8) (1,8) EBITDA 3,3 8,4 8,4 0,6 20,8 - - - - - Não Recorrentes 2,3 0,1 0,9 4,4 7,6 Custos de integração e oferta global 0,2 0,1 0,1 - 0,3 Custos de Aquisições 0,4 0,0 - - 0,4 Ajustes AVP na Receita Bruta - - - 1,8 1,8 Ajustes AVP no Custo de Serviços Prestados - - - (1,6) (1,6) Provisão para Termino do Contrato Bradesco - - - 3,4 3,4 Estrutura Compartilhada 1,7 - 0,8 3,3 5,9 Outros Resultados Operacionais - - (0,0) (1,8) (1,8) Ajustes em Impostos - - - (0,7) (0,7) EBITDA Ajustado 5,5 8,5 9,4 5,0 28,4 ** Serviços prestados ao Consórcio Dia e Noite (Bradesco) que são eliminados nos resultados consolidados tanto em receita quanto em despesas, gerando impacto nulo no resultado da companhia. 18
  • Desempenho Operacional CAPEX - Investimentos » Até o terceiro trimestre de 2008, a Tempo investiu R$ 7,2 milhões, seguindo o perfil de investimentos destinados principalmente para expansão e desenvolvimento da plataforma de tecnologia da informação. Capex (R$ Milhões) FY/08 3,2 Software 2,4 IT Equipment 0,1 Buildings 0,2 Furniture & Equipment 1,9 Others Total 7,9 » The graph below demonstrates CAPEX x EBITDA relationship at Tempo´s asset light model: 90 14,0% 12,0% 80 12,0% 10,6% 70 2005 2006 2007 9,3% 2008 10,0% 60EBITDA 8,3% 30,2 37,6 55,0 65,9 8,0% EBITDA 50CAPEX 2,5 4,0 5,1 7,9 40% of EBITDA 8,3% 10,6% 9,3% 12,0% 6,0% CAPEX 65,9 30 4,0% % of EBITDA 55,0 20 37,6 30,2 7,9 2,0% 5,1 4,0 10 2,5 0 0,0% 2005 2006 2007 2008 Caixa Líquido & Dívidas » The company ended 4T08 with a cash position at R$ 237 Milhões. During 4T08, Tempo had its first Stock Buyback Program that started on October 20th, 2008, and ended on November 27th, 2008. The buyback was for up to 10% of the Free Float at that time. During this period, Tempo invested R$ 22.2MM, purchasing 8.168.500 TEMP3 shares, which were cancelled following the termination of the program. 19
  • Desempenho Operacional ANEXO II – DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO – Saúde (em R$ Mil) R$ Mil Segmento Saúde Receita bruta/contraprestações efetivas 70.088 Receita com administração de planos de saúde 279.428 Reembolso decorrente da gestão de planos de assistência médica 88.409 Receita com serviços de atendimento domiciliar e crônicos 437.925 (13.996) Deduções da receita bruta/contraprestações efetivas 423.929 Receita líquida dos serviços (278.106) Repasse de Gestão dos planos de assistência (54.558) Custo dos serviços com atendimento domiciliar e crônicos 91.265 Lucro bruto/resultado operacional básico (69.208) Despesas com vendas, gerais e administrativas (2.978) Depreciações e amortizações (3.275) Amortização de Ágio 5.717 Equivlência Patrimonial (488) Resultado financeiro (8.602) Resultado não operacional (30.034) Impairment (14.189) IR e CSLL (31.792) Lucro líquido (prejuízo) 20
  • Desempenho Operacional ANEXO III – DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO – Odonto (em R$ Mil) R$ Mil Segmento Odonto Receita bruta/contraprestações efetivas 58.539 Contraprestações líquidas com gestão de planos de assistência odontológica (109) Variação da provisão de risco com planos de assistência odontológica 58.430 (4.682) Deduções da receita bruta/contraprestações efetivas 53.747 Receita líquida dos serviços (26.614) Eventos indenizáveis com planos de assistência odontológica PEONA (807) 26.326 Lucro bruto/resultado operacional básico (21.367) Despesas com vendas, gerais e administrativas (828) Depreciações e amortizações (8.476) Amortização com Ágio 2.836 Resultado financeiro (2.521) Resultado da Equivalência Patrimonial 432 Resultado não operacional (8.902) IR e CSLL (92.002) Imparment (104.500) Lucro líquido (prejuízo) 21
  • Desempenho Operacional ANEXO IV – DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO – Assistência (em R$ Mil) Segmento Assistência R$ Mil Receita bruta/contraprestações efetivas Contraprestações líquidas com gestão de planos de assistência odontológica 259.009 Variação da provisão de risco com planos de assistência odontológica 6.233 265.242 Deduções da receita bruta/contraprestações efetivas (27.034) Receita líquida dos serviços 238.208 Variação da provisão para eventos ocorridos e não avisados (148.173) 90.034 Lucro bruto/resultado operacional básico Despesas com vendas, gerais e administrativas (69.276) Depreciações e amortizações (3.881) Amortização com Ágio 1.830 Resultado financeiro 1.735 Resultado da Equivalência Patrimonial - Resultado não operacional (8.706) IR e CSLL 1.138 12.875 Lucro líquido (prejuízo) 22