Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Apresentacao apimec 2010(sp)site

on

  • 979 views

 

Statistics

Views

Total Views
979
Views on SlideShare
911
Embed Views
68

Actions

Likes
0
Downloads
11
Comments
0

1 Embed 68

http://marcopolo.riweb.com.br 68

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentacao apimec 2010(sp)site Apresentacao apimec 2010(sp)site Presentation Transcript

  • REUNIÃO PÚBLICA COM INVESTIDORES - Resultados do 2T10 - Apresentação: Sr. José Rubens de la Rosa - CEO Sr. Carlos Zignani - Diretor de Relações com Investidores Sr. José A. Valiati - Diretor de Controladoria e Finanças Sr. Thiago A. Deiro - Gerente de Relações com Investidores São Paulo, 11 de agosto de 2010.
  • AGENDA Visão do mercado de ônibus Visão do mercado de ônibus A Marcopolo como participante do mercado A Marcopolo como participante do mercado Dados Econômico/Financeiros Dados Econômico/Financeiros Governança Corporativa Governança Corporativa Sustentabilidade Sustentabilidade
  • PRODUÇÃO BRASILEIRA (unidades físicas) +24,8% 35.410 32.027 32.000 27.952 26.983 25.280 25.645 21.680 21.787 21.381 46,9% 18.099 35,4% 34,1% 1S10 32,8% 15.357 29,8% 31,6% 27,3% 28,9% 26,7% 21,9% 17,7% 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 E Produção Brasileira Mercado Externo 3
  • MARKET SHARE NA PRODUÇÃO BRASILEIRA (%) 50,0% 49,8% 46,0% 47,0% 46,5% 45,9% 44,7% 45,2% 40,0% 43,0% 42,8% 41,7% MP/Ciferal 39,2% Busscar 30,0% Caio/Induscar Comil 20,0% Neobus Mascarello 10,0% Outros (*) (*) Irizar, Metalbus. 0,0% 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 1S10 FONTE: Fabus/Simefre. Fabus/ Simefre. 4
  • PRODUÇÃO MUNDIAL DE ÔNIBUS OUTROS ÁSIA 2009 = 3.000 2019 = 5.000 AMÉRICA DO NORTE - NAFTA 2009 = 12.000 2019 = 15.000 CORÉIA DO SUL 2009 = 12.000 LESTE 2019 = 15.000 EUROPEU 2009: 16.000 EUROPA 2019: 30.000 JAPÃO 2009: 35.000 2009 = 9.000 2019: 40.000 ÁSIA & 2019 = 10.000 SUDESTE ASIÁTICO ORIENTE MÉDIO 2009: 196.000 & TURQUIA 2019: 260.000 EGITO 2009: 11.000 2009 = 3.000 2019: 14.000 2019 = 6.000 CHINA 2009 = 130.000 2019 = 150.000 AMÉRICAS 2009: 48.000 2019: 66.000 ÁFRICA 2009: 5.000 ÍNDIA 2019: 9.000 2009 = 42.000 2019 = 80.000 BRASIL 2009 = 30.000 2019 = 42.000 OUTROS AMÉRICA DO SUL ÁFRICA DO SUL 2009 = 6.000 2009 = 2.000 2019 = 9.000 2019 = 3.000 PRODUÇÃO TOTAL 2009 = 311.000 2019 = 419.000 FONTE: OICA e estimativas da Marcopolo para a produção de ônibus com mais de 7ton, exceto Índia e China. Obs.: Não estão computados os School Buses nos Estados Unidos e Canadá. CAGR = 3,0% 5
  • FROTA BRASILEIRA DE ÔNIBUS Frota Circulante e Idade Média 457.873 16,3 15,2 13,9 13,5 14,1 12,1 235.161 76.823 82.880 38.088 24.921 Centro-Oeste Nordeste Norte Sudeste Sul BRASIL Frota por Região (unid.) Idade Média da Frota por Região (anos) FONTE: Fenabrave e Denatran. Denatran. 6
  • PERSPECTIVAS • Eventos no país 2010 – Eleições federais e estaduais 2011 – Renovação das concessões interestaduais/internacionais 2012 – Eleições municipais 2013 – Copa das confederações 2014 – Copa do mundo e eleições federais e estaduais 2016 – Jogos olímpicos e paraolímpicos; eleições municipais • Drivers de crescimento/oportunidades – Crescimento do PIB BRTs: Aprox. R$ 10,0 MM / Km – Investimentos em BRTs e sistemas de transporte Metrô: Aprox. R$ 200,0 MM / Km – Crescimento do ônibus escolar para área rural – Financiamento de longo prazo para ônibus – Sucesso da Geração 7 – Presença global – Global sourcing – Novas concessões - reposição da frota – Necessidade de melhorias na mobilidade da população 7
  • PERSPECTIVAS • Novos Projetos/Tendências – Projeto “ônibus escolar” para as cidades – Programa “Caminhos da Saúde” – Possibilidade do BNDES financiar ônibus para o mercado externo – Proibição de circulação de veículos particulares em áreas centrais • Targets/Objetivos – Ser a número 1 ou 2 em todas as regiões onde opera – Praticar preços “premium” – Ter o menor custo de produção • Ameaças – Apreciação cambial excessiva – Aviação regional – Trens/metrôs – Carro popular/Motos 8
  • NOVOS PROJETOS NO BRASIL Belo Horizonte Porto Alegre 6 projetos de BRT São Paulo 2 projetos de BRT 1 projeto de monitoramento 3 projetos de corredor 1 projeto de monorail 1 projeto viário 1 projeto de monitoramento Total: R$ 1.082,0 MM Rio de Janeiro Total: R$ 1.023,3 MM Total: R$ 368,6 MM 1 projeto de BRT Total: R$ 1.190,0 MM Recife 2 projetos de BRT Salvador 2 projetos de corredor 1 projeto de BRT 1 projeto de terminal PAC da Mobilidade Urbana: Total: R$ 648,0 MM Total: R$ 541,8 MM Investimentos de R$ 11,5 bilhões 39 projetos para o transporte coletivo, Brasília Manaus dos quais: 1 projeto viário 1 projeto de BRT • 20 sistemas de BRTs 1 projeto de VLT 1 projeto de monotrilho Total: R$ 361,0 MM Total: R$ 648,0 MM Curitiba Fortaleza 1 projetos de BRT 3 projetos de BRT 1 projeto de monitoramento 1 projeto de VLT Cuiabá Natal 2 projetos viários 1 projeto de corredor 3 projetos de corredor 2 projetos de BRT 2 projetos viários 1 projeto de requalificação 1 projeto de metrô 1 projeto de corredor 1 projeto de corredor 1 projeto de terminal Total: R$ 414,4 MM Total: R$ 454,7 MM Total: R$ 361,0 MM Total: R$ 440,6 MM FONTE: NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos). Urbanos). 9
  • AGENDA Visão do mercado de ônibus Visão do mercado de ônibus A Marcopolo como participante do mercado A Marcopolo como participante do mercado Dados Econômico/Financeiros Dados Econômico/Financeiros Governança Corporativa Governança Corporativa Sustentabilidade Sustentabilidade
  • PRESENÇA GLOBAL 11
  • POSICIONAMENTO ESTRATÉGICO UNIDADES PRODUTIVAS (Componentes) 2009 = 1.510 2010e = 1.200 2009 = 207 2010e = 500 2009 = 638 2010e = 700 2009 = 2.517 2010e = 6.000 2009 = 13.672 2009 = 308 2010e = 17.000 2010e = 500 2009 = 470 2010e = 600 PRODUÇÃO MARCOPOLO 2009 = 19.384* 2010e = 26.500 Variação = + 36,7% * Inclui 54 unidades produzidas em Portugal e 8 unidades na Rússia. Rússia. 12
  • O QUE É A MARCOPOLO Fundada em agosto de 1949 Capacidade de Produção Brasil 95 un/dia (sem GB Polo) Brasil e Exterior 170 un/dia Nº de Colaboradores 2T10 Brasil 10.645 Brasil e Exterior 14.315 Número de Fábricas Brasil 4 Exterior 7 Dividendos 2009 R$ milhões 71,8 (52,6% LL) 13
  • DESTAQUES • Uma das maiores fabricantes de carrocerias do mundo; • Líder no mercado brasileiro em participação de mercado; • Mundialmente uma das marcas mais reconhecidas do setor; • Tecnologia de fabricação de ponta; • Produção integrada de quase todas as peças; • Completa linha de produtos: rodoviários, urbanos, midi, micro e miniônibus. 14
  • ENTENDENDO O PRODUTO MARCOPOLO CHASSI (montadoras) 15
  • ENTENDENDO O PRODUTO MARCOPOLO CARROCERIA 16
  • OPERAÇÕES INTEGRADAS VANTAGENS COMPETITIVAS Componentes Produção do Ônibus Pós-venda e Assistência ► Poltronas ► 11 fábricas: 4 no Brasil e ► Representantes comerciais 7 no exterior em todas as regiões onde ► Espumas ► Presença em mais de 100 atua ► Janelas países ► Assistência técnica e ► Tecnologia de ponta e garantia ► Portas/Portinholas independente ► Ampla rede de distribuição ► Blocos Hidrossanitários ► Estrutura de baixo custo no Brasil Porta Pacotes ► Plantas eficientes e ► ► Possibilidade de especializadas financiamento pelo ► Componentes Plásticos ► Mão de obra qualificada Banco Moneo ► Sistemas de Refrigeração ► Customização ► Qualidade mundialmente ► Sistema de Áudio & Vídeo reconhecida 17
  • AGENDA Visão do mercado de ônibus Visão do mercado de ônibus A Marcopolo como participante do mercado A Marcopolo como participante do mercado Dados Econômico/Financeiros Dados Econômico/Financeiros Governança Corporativa Governança Corporativa Sustentabilidade Sustentabilidade
  • PRODUÇÃO TOTAL (unidades físicas) e MARKET SHARE (%) Produção Total da Marcopolo +36,7% 26.500 21.811 19.384 17.807 +43,8% 16.456 14.824 13.007 +34,8% 9.044 ME 6.886 5.109 MI 2005 2006 2007 2008 2009 2010 E 2T09 2T10 1S09 1S10 Market Share da MP na Produção Brasileira (por produto) 67,1% 52,7% Rodoviários Urbanos 36,9% 37,3% Micros Minis 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 1S10 19
  • DESTAQUES FINANCEIROS (R$ Milhões) Receita Líquida Total +36,1% 2.800,0 2.532,2 2.101,1 2.057,7 +49,8% 1.709,1 1.750,3 1.407,0 +53,0% 939,0 ME 727,7 475,6 MI 2005 2006 2007 2008 2009 2010 E 2T09 2T10 1S09 1S10 Lucro Bruto e Margem -16,5% 474,1 395,8 +77,4% 329,7 342,6 317,1 257,2 +94,3% 178,7 153,3 78,9 15,1% 18,8% 16,3% 18,7% 19,2% 16,6% 21,1% 19,0% 22,5% 2005 2006 2007 2008 2009 2T09 2T10 1S09 1S10 20
  • DESTAQUES FINANCEIROS (R$ Milhões) EBITDA e Margem -32,5% 273,5 +126,8% 210,7 184,7 168,2 168,5 +109,8% 120,4 100,1 92,9 47,7 13,8% 15,0% 7,0% 9,6% 8,0% 10,8% 9,0% 10,0% 9,9% 2005 2006 2007 2008 2009 2T09 2T10 1S09 1S10 EBITDA ajustado e Margem -2,7% +110,4% 206,3 216,4 214,2 208,4 212,3 150,9 +86,7% 99,3 100,9 53,2 13,7% 15,1% 8,8% 11,8% 10,3% 8,5% 10,1% 11,2% 10,7% 2005 2006 2007 2008 2009 2T09 2T10 1S09 1S10 21
  • DESTAQUES FINANCEIROS (R$ Milhões) Lucro Líquido e Margem +1,6% +168,8% 146,5 148,1 134,4 136,5 120,8 +134,7% 82,4 79,1 55,1 33,7 10,9% 10,5% 4,8% 6,9% 7,0% 5,3% 6,6% 7,1% 5,9% 2005 2006 2007 2008 2009 2T09 2T10 1S09 1S10 Patrimônio Líquido e ROE +20,7% +5,9% 864,8 724,0 716,6 683,5 590,4 536,0 464,1 26,0% 24,8% 26,5% 19,3% 19,7% 18,9% 17,8% 2005 2006 2007 2008 2009 1S09 1S10 22
  • DESTAQUES FINANCEIROS (R$ Milhões) Investimentos 132,2 -42,3% 110,6 104,0 -39,9% 60,0 64,6 -44,7% 40,4 38,8 24,8 26,6 14,7 2005 2006 2007 2008 2009 2010 E 2T09 2T10 1S09 1S10 Endividamento Financeiro Líquido -4,8% 745,7 709,6 573,3 323,9 115,4 86,6 Passivo Financeiro Líquido 0,8x 0,6x 1,7x 1,1x 0,3x (Segmento Industrial)/EBITDA 0,4x dos últimos 12 meses. 2005 2006 2007 2008 2009 1S10 = Segmento Financeiro = Segmento Industrial 23
  • AGENDA Visão do mercado de ônibus Visão do mercado de ônibus A Marcopolo como participante do mercado A Marcopolo como participante do mercado Dados Econômico/Financeiros Dados Econômico/Financeiros Governança Corporativa Governança Corporativa Sustentabilidade Sustentabilidade
  • ORGANOGRAMA DA EMPRESA ACIONISTAS ACIONISTAS CONSELHO DE CONSELHO DE CONSELHO FISCAL CONSELHO FISCAL RH e ÉTICA RH e ÉTICA HERDEIROS HERDEIROS AUDITORIA e RISCOS AUDITORIA e RISCOS CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO COMITÊS COMITÊS ESTRATÉGIA e INOVAÇÃO ESTRATÉGIA e INOVAÇÃO AUDITORIA EXTERNA AUDITORIA EXTERNA AUDITORIA INTERNA AUDITORIA INTERNA EXECUTIVO EXECUTIVO DIRETORIA RELAÇÃO DIRETORIA RELAÇÃO COM INVESTIDORES COM INVESTIDORES Diretor Geral Diretor Geral 25
  • ORGANOGRAMA DA EMPRESA Diretor Geral Diretor Geral DIRETORIA ESTRATÉGIA DIRETORIA ESTRATÉGIA & DESENVOLVIMENTO & DESENVOLVIMENTO DIVISÃO DIVISÃO DIVISÃO NOVOS DIVISÃO NOVOS ESTRATÉGIA E ESTRATÉGIA E NEGÓCIOS E NEGÓCIOS E MARKETING MARKETING SYNCROPARTS SYNCROPARTS Diretoria Diretoria Diretoria Diretoria Diretoria Diretoria Negócio Ônibus Negócio Ônibus Negócio Negócio Diretoria Diretoria Negócio Negócio América Latina e América Latina e Ônibus Ásia e Ônibus Ásia e Negócio Volare Negócio Volare Serviços Serviços Europa Europa Oriente Médio Oriente Médio Financeiros Financeiros Diretoria de Diretoria de Administração Administração Diretoria de Diretoria de Controladoria Controladoria e Finanças e Finanças Diretoria de Diretoria de Engenharia e Engenharia e Manufatura Manufatura Diretoria de Diretoria de Sistemas e Sistemas e Processos Processos 26 Service Providers Negócios
  • GOVERNANÇA CORPORATIVA A Marcopolo adota as melhores práticas de Governança Corporativa, seguindo os princípios da A Marcopolo adota as melhores práticas de Governança Corporativa, seguindo os princípios da transparência, equidade, prestação de contas (accountability) e responsabilidade corporativa. transparência, equidade, prestação de contas (accountability) e responsabilidade corporativa. Membros independentes no Conselho de Administração Conselho Fiscal instituído Comitês: RH e Ética; Auditoria e Riscos; Estratégia e Inovação; e Executivo Auditoria Externa independente Tag Along (100% ON e 80% PN) Nível 2 da BM&FBovespa desde 2002 Demonstrações financeiras em IFRS Código de Conduta Política de Negociação de Valores Mobiliários Participação nos índices IGC, SMLL, INDX e ITAG da Bovespa Plano de sucessão dos herdeiros 27
  • DISTRIBUIÇÃO DAS AÇÕES Ações Preferenciais Ações Ordinárias 3,7% 2,0% 4,6% 0,7% 5,2% 6,1% 7,7% 49,1% 8,5% 15,2% 32,7% 64,5% Acionistas no exterior Grupo Controlador Outros Acionistas Brasil Fundação Bco. Central - CENTRUS José Antônio Fernandes Martins Outros Acionistas do Brasil Fundo Petrobras Seg. Soc. Petros Bco. Bradesco S.A. / Bradesco Seguros S.A. BNDES Part. S.A. - BNDESPAR Fundação Marcopolo Grupo Controlador BNDES Part. S.A. - BNDESPAR Posição em 30/06/2010 28
  • DESEMPENHO ACIONÁRIO Marcopolo PN x Ibovespa - Base 100 R$ 9,48 POMO4: +127,3% IBOV: +18,4% R$ 4,17 60.935 pts 51.465 pts 30/06/09 30/09/09 30/12/09 30/03/10 30/06/10 29
  • DIVIDENDOS/JUROS S/CAPITAL PRÓPRIO (R$ Milhões) PAY OUT MÉDIO: 47,2% 150,0 100,0 50,0 51,2 52,6 52,9 41,8 38,8 0,0 2005 2006 2007 2008 2009 Lucro Líquido Pay Out (em %) Dividendos (Controladora) 30
  • LIQUIDEZ e VALOR DE MERCADO Marcopolo PN - POMO4 6,0 2.500 Volume médio diário de negociação Valor de Mercado (R$ milhões) 5,0 2.000 4,0 (R$ milhões) 1.500 3,0 1.000 2,0 500 1,0 - - jul/09 ago/09 set/09 out/09 nov/09 dez/09 jan/10 fev/10 mar/10 abr/10 mai/10 jun/10 jul/10 Volume médio diário de negociação Valor de mercado 31
  • AGENDA Visão do mercado de ônibus Visão do mercado de ônibus A Marcopolo como participante do mercado A Marcopolo como participante do mercado Dados Econômico/Financeiros Dados Econômico/Financeiros Governança Corporativa Governança Corporativa Sustentabilidade Sustentabilidade
  • GERAÇÃO 7 33
  • GERAÇÃO 7 Redução de consumo de combustíveis e consequentemente redução da emissão de gases de efeito estufa (CO2) na fase de uso do produto; Redução no desgaste de pneus, aumentando sua vida útil, preservando recurso natural não renovável e minimizando descarte de resíduos. 34
  • PROCESSOS DE ALTA TECNOLOGIA NA FABRICAÇÃO DAS POLTRONAS Redução média de 10% das perdas de matéria-prima; Minimização da geração de emissões pela substituição de 60% dos processos de solda e colagem por fixação mecânica; Esta mudança proporciona também uma significativa melhoria nas condições de saúde, segurança e ergonomia para os colaboradores. 35
  • SISTEMA MARCOPOLO DE PRODUÇÃO SOLIDÁRIA Qualidade na Origem ISO 9001 (1996) Meio Ambiente ISO 14001 (2005) Responsabilidade Social SA 8000 (2003) Saúde e Segurança OHSAS 18001 (2002) Julho 2010 36
  • EQUIPE DE RI - CONTATOS Carlos Zignani Thiago A. Deiro Diretor de Relações com Investidores Gerente de Relações com Investidores carlos.zignani@marcopolo.com.br thiago.deiro@marcopolo.com.br Tel: (54) 2101.4115 Tel: (54) 2101.4660 www.marcopolo.com.br/ri ri@marcopolo.com.br
  • IMPORTANTE Nossas estimativas e declarações futuras têm por embasamento, em grande parte, expectativas atuais e projeções sobre eventos futuros e tendências financeiras que afetam, ou podem afetar o nosso negócio. Muitos fatores importantes podem afetar adversamente nossos resultados, tais como previstos em nossas estimativas e declarações futuras. As palavras “acreditamos”, “podemos”, “visamos”, “estimamos” e outras palavras similares têm por objetivo identificar estimativas e projeções. As considerações sobre estimativas e declarações futuras incluem informações atinentes a resultados e projeções, estratégias, planos de financiamentos, posição concorrencial, ambiente setorial, potenciais oportunidades de crescimento, os efeitos de regulamentações futuras e os efeitos da concorrência. Tais estimativas e projeções referem-se apenas à data em que foram expressas, sendo que não assumimos a obrigação de atualizar publicamente ou revisar quaisquer dessas estimativas em razão da ocorrência de nova informação, eventos futuros ou de quaisquer outros fatores, ressalvada a regulamentação vigente a que nos submetemos.
  • ANA RECH Caxias do Sul - RS - Brasil
  • PLANALTO Caxias do Sul - RS - Brasil
  • NEOBUS Caxias do Sul - RS - Brasil
  • CIFERAL IND. DE ÔNIBUS LTDA. Duque de Caxias - RJ - Brasil
  • SUPERPOLO S/A Cota - Colômbia
  • POLOMEX S.A. DE C.V. Monterrey - México
  • MARCOPOLO ÁFRICA DO SUL (PTY) LTD. Johannesburg - África do Sul
  • GB POLO Suez - Egito
  • METALPAR Loma Hermosa - Argentina
  • TATA MARCOPOLO MOTORS LMTD. Dharward - Índia
  • TATA MARCOPOLO MOTORS LMTD. Lucknow - Índia
  • G7 - PARADISO
  • G7 - VIAGGIO
  • PARADISO 1550 LOW DRIVER 1800 DD 1200 1350
  • VIAGGIO 1050 ANDARE CLASS IDEALE 770 (motor dianteiro) IDEALE 770 (motor traseiro)
  • TORINO VIALE
  • VIALE TROLLEYBUS VIALE HI
  • VIALE ARTICULADO VIALE BIARTICULADO
  • GRAN VIALE GRAN VIALE DD GRAN VIALE ARTICULADO
  • GRAN VIALE MOVIDO À HIDROGÊNIO GRAN VIALE MOVIDO À ETANOL GRAN VIALE DD SUNNY
  • SENIOR MIDI
  • SENIOR TURISMO Piso rebaixado SENIOR URBANO Piso plano
  • CITMAX
  • AFRICA DO SUL
  • ANDARE CLASS
  • URBANOS
  • MULTEGO RHD
  • COLÔMBIA
  • PARADISO 1200
  • INTERMUNICIPAIS
  • MICROS
  • MÉXICO
  • NOVO MULTEGO
  • TURICLASS ALLEGRO ANDARE
  • GRAN VIALE ARTICULADO BOXER TORINO
  • ÍNDIA
  • STARBUS LE
  • STARBUS