Reino plantae
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Reino plantae

on

  • 5,117 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,117
Views on SlideShare
5,022
Embed Views
95

Actions

Likes
1
Downloads
35
Comments
1

4 Embeds 95

http://biologianaoitava.blogspot.com 76
http://www.biologianaoitava.blogspot.com 15
url_unknown 2
http://biologianaoitava.blogspot.com.br 2

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • [slideshare id=8557986&doc=reinoplantae-110710153910-phpapp01]
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • Vamo mozilaaaaaaaa!!!!!!!!!

Reino plantae Reino plantae Presentation Transcript

  • Reino Plantae Componentes: Talyson Borba, Marcus Grando, Bernardo Fracaro,João Vitor Zaffari Professor: Roberto Bagatini
  • Classificação:
    • Classificação de Eichler:
    • Em 1883, Eichler, levando em consideração os tipos de estruturas reprodutivas encontradas nas plantas, dividiu-as em dois grandes grupos.
    • Criptógamas e Fanerógamas.
  • Criptógamas
    • Elas são plantas sem flores nem sementes e incluem as Talófitas, as Briófitas e as Pteridófitas.
    • As Talófitas são plantas que não possuem raiz, caule e folhas.
    • As Briófitas são plantas de pequeno porte que não possuem vasos condutores de seiva. O corpo vegetativo é formado por Rizóide, Caulóide e Filóides.
    • Exemplo: Musgo.
  •  
  • Pteridófitas
    • São plantas que possuem raiz, caule e folhas. A presença de vasos condutores de seiva.
    • Exemplos: Samambaias e Avencas.
    • As fanerógamas possuem flores e sementes.
    • Existem duas classes:Gimnospermas e Angiospermas.
  • Gimnospermas
    • São plantas cujas sementes não se encontram no interior de frutos.
    • Exemplos: pinheiros e ciprestes.
  • Angiospermas
    • São plantas cuja sementes se encontram no interior de frutos .
    • Exemplos: Arroz e Milho.
  • Classificação de Tippo
    • Considerou com0 Talófitas os mesmos vegetais na classificação incluídos na de Eichler. Considerou também as Embriófitas as plantas que possuem embrião, ou seja uma pequena planta rudimentar dentro da semente.
    • Classificadas em dois tipos:Briófitas e Traqueófitas.
  • Briófitas
    • São plantas de pequeno porte, ausência de vasos condutores.
  • Traqueófitas
    • São classes de plantas que possuem vasos condutores:Filicíneas(samambaias e avencas), Licopodí0neas(selaginelas), gimnospermas e angiospermas.
  • Classificação de Whittaker
    • Nessa classificação, os seres até então considerados como talófitas foram incluídos nos reinos monera e protista.
    • Whittaker considerou como seres do reino plantae somente os organismos pluricelulares e autotróficos.
  • Algas Pluricelulares
    • São divididas em algas clorofíceas, rodofíceas e feofíceas no reino plantae.
  • Clorofíceas
    • Maioria das clorofíceas vivem nas águas doces.
    • Algumas podem atingir até 25 metros enquanto algumas são microscópicas.
  • Rodofíceas
    • A maioria dessas algas vivem no mar;
    • Em geral não atingem grande porte;
    • Suas células sexuais não tem movimentos próprios.
  • Feofíceas
    • São encontradas principalmente em águas marinhas.
    • Suas espécies chegam a ter 70 metros de comprimento.
  • Corpo Vegetativo
    • As Briófitas não possuem raízes, caules e folhas verdadeiras.
    • O corpo vegetativo das Briófitas recebe o nome de Talo.
  • Reprodução
    • A reprodução das Briófitas realiza-se por metagênese.
    • Nesse processo existe uma fase denominada Gametófito.
    • A outra fase é denominada Esporófito.
    • A metagênese é estuda no gênero polytrichum.
    • No ápice do gametófito masculino os filóides se dispõem formando um receptáculo.
    • O zigoto inicia o seu desenvolvimento no interior do arquegônio, originando o esporófito cuja o crescimento e nutrição depende do gametófito feminino.
    • Na porção apical do esporófito existem células diplóides que por meiose, produzem esporos.
    • A cápsula armazena as células diplóides.A cápsula liga-se ao gametófito por meio de uma haste.
    • Quando o esporófito amadurece, a primeira estrutura que se solta é a caliptra.
    • Quando o opérculo cai, fica há mostra uma estrutura perístoma( anel que penetra na cápsula e dela saem esporos).
    • Se os esporos caírem em um meio úmido e favorável, darão origem a uma formação especial chamada protonema.
  •  
  • Estrutura interna das Raízes
    • A estrutura interna das raízes possui: epiderme, córtex, cilindro central, endoderme, medula, floema, xilema.
    • Existem dois tipos de raízes: as dicotiledôneas e as monocotiledôneas.
  • Estrutura interna do caule
    • O caule possui internamente floemas, parênquima, epiderme e xilema.
    • Dependendo do tipo de planta o caule é composto por diferentes estruturas.
  • Estrutura interna das folhas
    • As folhas são compostas por epiderme superior, parênquima paliçádico, parênquima lacunoso,epiderme inferior e estômato.
    • A epiderme da folha possuem vários estômatos.
  • Bibliografia
    • Biologia ensino médio
    • Biologia volume único-Editora Atual
    • Biologia volume único-Editora Ática