Your SlideShare is downloading. ×
0
 
EMBRIOLOGIA <ul><li>É o estudo do desenvolvimento de um organismo desde o ovo até o nascimento. </li></ul><ul><li>É dividi...
 
TIPOS DE OVOS <ul><li>Em função da quantidade e da distribuição do vitelo, os ovos são classificados em quatro tipos: olig...
 
OLIGOLÉCITOS OU ISOLÉCITOS <ul><li>Possuem uma pequena quantidade de vitelo bem distribuído pelo citoplasma. </li></ul><ul...
 
HETEROLÉCITOS OU MEDIOLÉCITOS <ul><li>Apresentam maior quantidade de vitelo, com uma distribuição heterogênea. </li></ul><...
 
TELOLÉCITOS OU MEGALÉCITOS <ul><li>Apresentam grande quantidade de vitelo, que ocupa quase todo o ovo. Citoplasma e núcleo...
 
CENTROLÉCITOS <ul><li>O vitelo apresenta-se na parte central do ovo, ao redor do núcleo. Ao redor, aparece uma camada cito...
 
SEGMENTAÇÃO OU CLIVAGEM <ul><li>É o processo de divisão do ovo, no qual uma série de divisões mitóticas produzem células c...
 
SEGMENTAÇÃO HOLOBLÁSTICA <ul><li>Ocorre nos óvulos oligolécitos e heterolécitos, nos quais a pequena quantidade de vitelo ...
 
<ul><li>Igual: produz blastômeros iguais, do mesmo tamanho.  </li></ul><ul><li>Desigual: produz blastômeros de tamanhos di...
SEGMENTAÇÃO MEROBLÁSTICA <ul><li>Atinge apenas uma parte do ovo. Ocorre em ovos telolécitos e centrolécitos. </li></ul><ul...
 
<ul><li>Discodal: acontece em ovos telolécitos, a segmentação só atinge o disco germinativo. </li></ul><ul><li>Superficial...
GASTRULAÇÃO <ul><li>É o processo de divisão e migração celular que termina com a formação da gástrula (estrutura que apres...
 
NEURULAÇÃO <ul><li>É a fase de formação do tubo neural (estrutura responsável pela gênese do sistema nervoso) </li></ul><u...
 
MESOBLASTO E NOTOCORDA <ul><li>Junto com a formação do tubo neural, ocorre o aparecimento do mesoblasto (terceito folheto ...
 
ORGANOGÊNESE <ul><li>É o processo de desenvolvimento do embrião. </li></ul><ul><li>De cada um dos três folhetos germinativ...
Ectoderma <ul><li>Divide-se em epiblasto e neuroblasto. </li></ul><ul><li>Epiblasto:  origina a epiderme e os seus anexos ...
Mesoderma <ul><li>Origina a maioria das estruturas orgânicas.  </li></ul><ul><li>Inicialmente se divide em três partes:  e...
epímero <ul><li>É a parte dorsal, origina três elementos:   dermátomo, esclerótomo e miótomo. </li></ul><ul><li>Dermátomo:...
mesômero <ul><li>Situado entre o epímero e o hipômero. </li></ul><ul><li>É responsável pela gênese do sistema urogenital (...
hipômero <ul><li>Parte ventral do mesoderma. </li></ul><ul><li>Limita o celoma, origina ossos, músculos, pericárdio (tecid...
Endoderma <ul><li>Forma o revestimento interno dos sistemas digestório e respiratório, da bexiga e uretra.  </li></ul><ul>...
ANEXOS EMBRIONÁRIOS <ul><li>São estruturas derivadas de partes não utilizadas dos folhetos germinativos.  </li></ul><ul><l...
 
SACO VITELINO <ul><li>Envolve grande quantidade de vitelo e apresenta paredes vascularizadas.  </li></ul><ul><li>É o único...
ÂMNIO <ul><li>É uma membrana que envolve o embrião, formando uma espécie de bolsa. </li></ul><ul><li>É preenchida pelo líq...
ALANTÓIDE <ul><li>É um divertículo intestinal de grande vascularização.  </li></ul><ul><li>Realiza trocas respiratórias co...
CÓRION <ul><li>Circunda completamente o embrião e os outros anexos.  </li></ul><ul><li>Funciona como órgão respiratório. <...
PLACENTA <ul><li>Estrutura densamente vascularizada, com vasos maternos no endométrio e fetais nas vilosidades coriônicas....
FUNÇÕES DA PLACENTA <ul><li>Assegura a nutrição do embrião. </li></ul><ul><li>Atua na respiração e excreção. </li></ul><ul...
CLASSIFICAÇÃO EMBRIOLÓGICA DOS ANIMAIS <ul><li>Quanto ao número de folhetos germinativos, os animais podem ser classificad...
<ul><li>Nathália e Karin </li></ul><ul><li>Turma 181a </li></ul><ul><li>Biologia </li></ul><ul><li>Roberto Bagatini </li><...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Embriologia

12,223

Published on

Published in: Technology
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
12,223
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
320
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Embriologia"

  1. 2. EMBRIOLOGIA <ul><li>É o estudo do desenvolvimento de um organismo desde o ovo até o nascimento. </li></ul><ul><li>É dividida em tópicos: tipos de ovos, segmentação, gastrulação, neurulação, mesoblasto, organogênese e anexos embrionários. </li></ul>
  2. 4. TIPOS DE OVOS <ul><li>Em função da quantidade e da distribuição do vitelo, os ovos são classificados em quatro tipos: oligolécitos, heterolécitos, telolécitos e centrolécitos. </li></ul>
  3. 6. OLIGOLÉCITOS OU ISOLÉCITOS <ul><li>Possuem uma pequena quantidade de vitelo bem distribuído pelo citoplasma. </li></ul><ul><li>Ocorrem em espongiários, celenterados, equinodermos, cefalocordados e mamíferos. </li></ul>
  4. 8. HETEROLÉCITOS OU MEDIOLÉCITOS <ul><li>Apresentam maior quantidade de vitelo, com uma distribuição heterogênea. </li></ul><ul><li>Ocorrem em vermes, moluscos e anfíbios. </li></ul>
  5. 10. TELOLÉCITOS OU MEGALÉCITOS <ul><li>Apresentam grande quantidade de vitelo, que ocupa quase todo o ovo. Citoplasma e núcleo são restritos a uma pequena área, o disco germinativo. </li></ul><ul><li>Ocorrem em cefalópodes, peixes, répteis e aves. </li></ul>
  6. 12. CENTROLÉCITOS <ul><li>O vitelo apresenta-se na parte central do ovo, ao redor do núcleo. Ao redor, aparece uma camada citoplasmática. </li></ul><ul><li>É típico dos artrópodes. </li></ul>
  7. 14. SEGMENTAÇÃO OU CLIVAGEM <ul><li>É o processo de divisão do ovo, no qual uma série de divisões mitóticas produzem células chamadas blastômeros. </li></ul><ul><li>É determinado pela quantidade e distribuição do vitelo. </li></ul><ul><li>Dividida em holoblástica (total) e meroblástica (parcial). </li></ul>
  8. 16. SEGMENTAÇÃO HOLOBLÁSTICA <ul><li>Ocorre nos óvulos oligolécitos e heterolécitos, nos quais a pequena quantidade de vitelo permite a divisão completa do ovo em dois blastômeros. </li></ul><ul><li>Pode ser igual ou desigual. </li></ul>
  9. 18. <ul><li>Igual: produz blastômeros iguais, do mesmo tamanho. </li></ul><ul><li>Desigual: produz blastômeros de tamanhos diferentes, denominados de micrômeros e macrômeros. </li></ul>
  10. 19. SEGMENTAÇÃO MEROBLÁSTICA <ul><li>Atinge apenas uma parte do ovo. Ocorre em ovos telolécitos e centrolécitos. </li></ul><ul><li>Pode ser discodal ou superficial. </li></ul>
  11. 21. <ul><li>Discodal: acontece em ovos telolécitos, a segmentação só atinge o disco germinativo. </li></ul><ul><li>Superficial: Típica dos ovos centrolécitos. O núcleo sofre uma série de divisões sucessivas. Entre os núcleos aparecem membranas divisórias. </li></ul>
  12. 22. GASTRULAÇÃO <ul><li>É o processo de divisão e migração celular que termina com a formação da gástrula (estrutura que apresenta os folhetos germinativos – camadas celulares que originam as diversas estruturas do organismo – ) </li></ul><ul><li>Apresenta ectoblasto, endoblasto, arquêntero e blastóporo. </li></ul>
  13. 24. NEURULAÇÃO <ul><li>É a fase de formação do tubo neural (estrutura responsável pela gênese do sistema nervoso) </li></ul><ul><li>O ectoblasto forma a placa neural, formando primeiro a goteira e depois o tubo neural. </li></ul>
  14. 26. MESOBLASTO E NOTOCORDA <ul><li>Junto com a formação do tubo neural, ocorre o aparecimento do mesoblasto (terceito folheto germinativo) e da notocorda (eixo esquelético que caracteriza os animais cordados) </li></ul><ul><li>O celoma é uma cavidade revestida pelo mesoblasto. </li></ul>
  15. 28. ORGANOGÊNESE <ul><li>É o processo de desenvolvimento do embrião. </li></ul><ul><li>De cada um dos três folhetos germinativos (ectoderma, mesoderma e endoderma) originam-se as estruturas dos animais. </li></ul>
  16. 29. Ectoderma <ul><li>Divide-se em epiblasto e neuroblasto. </li></ul><ul><li>Epiblasto: origina a epiderme e os seus anexos </li></ul><ul><li>Neuroblasto: através do tubo neural, forma o sistema nervoso. </li></ul>
  17. 30. Mesoderma <ul><li>Origina a maioria das estruturas orgânicas. </li></ul><ul><li>Inicialmente se divide em três partes: epímero, mesômero e hipômero. </li></ul>
  18. 31. epímero <ul><li>É a parte dorsal, origina três elementos: dermátomo, esclerótomo e miótomo. </li></ul><ul><li>Dermátomo: produz a derme (camada profunda da pele) </li></ul><ul><li>Esclerótomo : origina o esqueleto axial (crânio, costelas e coluna vertebral) </li></ul><ul><li>Miótomo : forma a musculatura estriada. </li></ul>
  19. 32. mesômero <ul><li>Situado entre o epímero e o hipômero. </li></ul><ul><li>É responsável pela gênese do sistema urogenital (constituído pelos rins e pelas gônadas) </li></ul>
  20. 33. hipômero <ul><li>Parte ventral do mesoderma. </li></ul><ul><li>Limita o celoma, origina ossos, músculos, pericárdio (tecido do coração), peritônio (membrana que envolve o intestino), miocárdio e a maios parte do sistema reprodutor. </li></ul>
  21. 34. Endoderma <ul><li>Forma o revestimento interno dos sistemas digestório e respiratório, da bexiga e uretra. </li></ul><ul><li>Dá origem a uma série de glândulas: fígado, pâncreas, tireóide e paratireóides. </li></ul>
  22. 35. ANEXOS EMBRIONÁRIOS <ul><li>São estruturas derivadas de partes não utilizadas dos folhetos germinativos. </li></ul><ul><li>Servem para nutrição, proteção, respiração e excreção do embrião. </li></ul><ul><li>Compreendem o saco vitelino, o âmnio, o alantóide, o córion e a placenta. </li></ul><ul><li>Servem para proteção, alimentação, respiração e excreção. </li></ul>
  23. 37. SACO VITELINO <ul><li>Envolve grande quantidade de vitelo e apresenta paredes vascularizadas. </li></ul><ul><li>É o único anexo embrionário nos peixes. Nos mamíferos, é bem desenvolvido nos monotremados. </li></ul>
  24. 38. ÂMNIO <ul><li>É uma membrana que envolve o embrião, formando uma espécie de bolsa. </li></ul><ul><li>É preenchida pelo líquido amniótico, que serve para evitar a dessecação do embrião. </li></ul>
  25. 39. ALANTÓIDE <ul><li>É um divertículo intestinal de grande vascularização. </li></ul><ul><li>Realiza trocas respiratórias com o meio ambiente (absorve O2 e elimina CO2) </li></ul><ul><li>Também faz a excreção. </li></ul>
  26. 40. CÓRION <ul><li>Circunda completamente o embrião e os outros anexos. </li></ul><ul><li>Funciona como órgão respiratório. </li></ul>
  27. 41. PLACENTA <ul><li>Estrutura densamente vascularizada, com vasos maternos no endométrio e fetais nas vilosidades coriônicas. </li></ul><ul><li>Entre o embrião e a placenta aparece o cordão umbilical. </li></ul>
  28. 42. FUNÇÕES DA PLACENTA <ul><li>Assegura a nutrição do embrião. </li></ul><ul><li>Atua na respiração e excreção. </li></ul><ul><li>Produz progesterona e gonadotrofina coriônica. </li></ul><ul><li>Permite o desenvolvimento dos mamíferos no útero materno. </li></ul>
  29. 43. CLASSIFICAÇÃO EMBRIOLÓGICA DOS ANIMAIS <ul><li>Quanto ao número de folhetos germinativos, os animais podem ser classificados em diblásticos ou triblásticos . </li></ul><ul><li>Diblásticos: só apresentam dois folhetos germinativos (ectoblasto e endoblasto) </li></ul><ul><li>Triblásticos: animais com três folhetos (ectoblasto, mesoblasto e endoblasto) </li></ul>
  30. 44. <ul><li>Nathália e Karin </li></ul><ul><li>Turma 181a </li></ul><ul><li>Biologia </li></ul><ul><li>Roberto Bagatini </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×