Your SlideShare is downloading. ×
0
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
O Protocolo no Islão | reflexões e propostas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

O Protocolo no Islão | reflexões e propostas

779

Published on

Gestión de la comunicación en los ámbitos institucional y empresarial | Universidade de Vigo ...

Gestión de la comunicación en los ámbitos institucional y empresarial | Universidade de Vigo ...

Published in: Entertainment & Humor
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
779
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O PROTOCOLO NO ISLÃO como planear uma negociação Ricardo Mena www.ricardomena.wordpress.com [email_address] Universidade de Vigo Departamento de Psicologia Evolutiva e Comunicação Doutoramento em Comunicação Disciplina de Protocolo e Imagem Corporativa Prof. Doutor Fernando Ramos UNIVERSIDADE DE VIGO
  • 2. Resumo A investigação pretende explorar a cultura muçulmana, expondo as suas origens e costumes e o que esta influencia o protocolo a ser seguido de forma a criar uma boa imagem e relações cordiais entre empresas ou instituições. Palavras chave: Islão, Protocolo, Relações, Costumes, Empresas, Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 3. Compreender a religião
      • «Pero Mahoma no pretendía originalidad. Su meta era reformar las religiones ya existentes. Y lo hizo reconduciendo complicados sistemas dogmáticos a una sencilla profesión de fe: no hay más Dios que Alá y Mahoma es su profeta.
      • Este Dios es tan comprensivo y misericordioso que sólo prescribe cinco deberes básicos: la profesión de fe, la oración diaria, la limosna, el ayuno del mes del Ramadán y una peregrinación a La Meca.
      • Y lo más importante: todo ello debe realizarse desde una actitud de profunda sumisión y entrega a Dios. Es lo que significa la palabra «islam».
      • Manuel FRAIJÓ | Catedrático de Historia de las Religiones Madrid
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 4. Compreender a religião (II)
      • ASPECTOS BÁSICOS CORÁN:
      • - Islam: único y exclusivo medio de Salvación.
      • - No creyentes: influencia nociva a evitar.
      • - Quién hable de otro Dios lleva a Satán dentro.
      • - El Islam nos hace a todos hermanos e iguales.
      • - Si un infiel pide consejo religioso se le debe ayudar.
      • - Fatalismo "Está escrito". Sumisión absoluta.
      • RECOMENDABLE:
      • Evitar discusiones religiosas si no se conoce bien el tema
      • Evitar debate político sobre justicia global o terrorismo.
      • Alabar su influencia artística e histórica.
      • Eludir tema sexual o pueden pedir una mujer “liberada”.
      • Se recomienda a mujeres no permitir familiaridades.
      • Fonte: Instituto Español de Comercio Exterior
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 5. Questões + Existe um Protocolo global? + De que forma o devemos orientar em culturas tão diferentes? + Como potenciamos o êxito neste eventos ? Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 6. Principio fundamental : Respeito e Igualdade
      • Não há formulas correctas em Protocolo mas antes um estudo e planeamento rigoroso do que devemos fazer mantendo com bom senso o respeito pelos costumes de cada cultura.
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 7. Recolha de Informações
      • Informação das diferenças de comportamentos e forma de negociar
      • Detalhar as diferenças culturais
      • Demonstrar respeito e tolerância
      • Compreender os interesses das partes
      • Assumir que as pessoas têm diferentes costumes
      • Avaliar as alternativas
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 8. Definição de Objectivos
      • + Quando?
      • + Onde?
      • + Conhecer hierarquias de cada País
      • + Quantos?
      • + Sexo?
      • + Recolher e fidelidade da informação?
      • + Cuidados a ter na Recepção e Partida de Convidados?
      • + Como articular com restantes serviços de Protocolo?
      • + Que estratégias alternativas?
      • + Propor diferentes opções de organização do evento
      • + Que cuidados a ter na segurança, alojamento e logística?
      • + Como receber e apresentar?
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 9. Como planear a negociação?
      • + Fazer um check list de forma a verificar todas as anteriores condições;
      • + Forma de trabalhar (formal e informal)
      • + Tempo e espaço
      • + Idioma e pensamento
      • + Rituais e valores
      • + Classe Social
      • + Tipo de Vestuário
      • + Jet Lag em viagens (diferenças de 4 horas - um dia de aclimatação)
      • + Horário das reuniões
      • + Cultura de anfitrião: costumes, forma de cumprimento, gestão do tempo, relação entre sexos, etiqueta etc.)
      • + Meios de Pagamento
      • + Serviços de Tradução
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 10. Considerações
      • + a globalização e as trocas comerciais exigem do Protocolo maior planeamento;
      • + conseguir que a equipa de Protocolo possa ter no terreno interlocutores que possam apoiar no planeamento e implementação;
      • + no Islão deveremos seguir uma formula simples que se centra na humildade de aprender, no saber escutar, utilizar a rede de contactos e saber apresentar-nos de forma educada e ponderada;
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 11.
    • “ O papel do investigador é intrinsecamente complexo e que essa complexidade deve ser preservada e analisada e não contornada através de simplismos redutores. ”
    • João Filipe Matos
    • Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, Centro de Investigação em Educação e Departamento de Educação
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 12. FACTORES CRITICOS DE SUCESSO PARA CRIAR UM PLANO DE PROTOCOLO COM OUTRAS CULTURAS um método simplificado Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
  • 13.
      • I nvestigar
    Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008
      • S ociabilizar
      • L iderar
      • A lternativa
        • M elhorar
      • Investigar os costumes e normas desse povo ou religião de forma rigorosa; informação imparcial
      • Deveremos mostrar respeito pelos diferentes culturas e opiniões de forma a conseguir conciliar
      • A Liderança do responsável de Protocolo e do Anfitrião assume particular importância de forma a evitar conflitos
      • Qualquer boa estratégia de protocolo tem sempre uma alternativa caso as condições se alterem; evita erros graves
      • Os Países estão em constante mudança ainda mais se diferentes da sociedade onde se está inserido
  • 14. Bibliografia AMARAL, ISABEL: “Imagem e Internacionalização – Como ter êxito no mercado global”. Verbo, Lisboa, 2000. BRAMON, DOLORES: “ La Diversidad del Islam”, Universidad Autonoma del Estado del Mexico, Toluca, México, 2003 FRAIJÓ, M: “El Reto de Islam” Cuaderno del Instituto Vasco de Criminología San Sebastián, N.o 18, San Sebastian, 2004. RAMOS, FERNANDO: “La comunicacion corporativa e institucional. De la imagen al protocolo”. Editorial Universitas, 2002. NETGRAFIA Mª Angustias PAREJO FERNANDEZ, PRIMER CONGRESO DEL FORO DE INVESTIGADORES SOBRE EL MUNDO ARABE Y MUSULMAN Consultado em 10-05-2007 http://www.fimam.org/M%AA%20Angustias%20Parejo.pdf Universidade de Vigo Doctorado en Gestión de la Comunicación 2006 | 2008

×