CLIPPING DO VAREJO

     SETEMBRO - 2009
Caros Leitores
Caros Leitores,

O Núcleo de Estudos do Varejo procura passar ao mercado uma nova visão do varejo. Essa vis...
CURSOS INTENSIVOS –                                         Inscrições abertas!!!

 • INTENSIVO DE VAREJO                 ...
Mercado
RI HAPPY LANÇA ORGULHO DE BRINCAR
Fonte: Meio & Mensagem (Marcos Bonfim) - 21/09/2009


A Ri Happy prepara a comem...
Mercado
VAREJO ESPERA UM NATAL GORDO
Fonte: Diário Catarinense - 21/09/2009

O comércio se prepara para um Natal gordo. Pe...
Mercado
O VAREJO NA ERA MULTICANAL
Fonte: Meio & Mensagem (Paula Ganem) - 22/09/2009


Começou nesta terça-feira, 22, em S...
Mercado
AUTORIZADAS DA APPLE CHEGAM A SÃO PAULO
Fonte: Meio & Mensagem (Mariana Ditolvo) - 22/09/2009


Cerca de dez meses...
Mercado
HAVAIANAS NO AÇOUGUE E COCA-COLA NO SAQUINHO
Fonte: Valor Econômico - 24/09/2009

O português José Silvestre, 38 a...
Assim como Silvestre, pequenos comerciantes de diferentes pontos do país encontram soluções
criativas para aumentar seu fa...
Participe




  Nosso blog está com novo layout,   Participe da nossa comunidade na
            você já viu?              ...
Mercado
ATACADISTAS ESTÃO SOB A PRESSÃO DAS INDÚSTRIAS
Fonte: Diário do Comércio - MG - 22/09/2009


Após registrar aqueci...
Mercado
PÃO DE AÇÚCAR ANTECIPA EM 40 DIAS COMPRAS PARA PONTO FRIO
Fonte: DCI - 24/09/2009


Uma das primeiras medidas de s...
Mercado
SEMP TOSHIBA PREPARA ENTRADA EM LINHA                   DUAS EMPRESAS BRASILEIRAS ESTÃO ENTRE
BRANCA              ...
Shopping Center
IGUATEMI QUER LEVANTAR R$ 400 MILHÕES COM VENDA DE AÇÕES
Fonte: Valor Online - 22/09/2009


Sobe para 15 o...
Economia
CLASSES C E D ALAVANCAM LUCRO DOS                        SADIA E PERDIGÃO: OPERAÇÕES CONJUNTAS
SUPERMERCADOS     ...
Economia
MAGAZINE LUIZA VOLTA AOS PLANOS DE CRESCIMENTO
Fonte: O Estado de S.Paulo - 24/09/2009


Um ano depois de ter est...
E-Commerce
COMÉRCIO ELETRÔNICO É APOSTA DAS GRANDES REDES NO NATAL
Fonte: DCI - 23/09/2009

As grandes redes do varejo com...
Livros

Na rede de livrarias Saraiva, o e-commerce também é um dos focos de investimento e representa
35% do faturamento, ...
Varejo Fashion
ESPM LANÇA PROGRAMA VOLTADO AO VAREJO FASHION

O faturamento estimado da Cadeia Têxtil e de Confecção, em 2...
Marketing Mix
COOP APOSTA EM CORTES ESPECIAIS DE CARNE
Fonte: Apas - 23/09/2009


A Coop - Cooperativa de Consumo aposta n...
Marca Própria
AMAZON DIVERSIFICA AINDA MAIS E COLOCA SUA MARCA EM MAIS PRODUTOS
Fonte: Blue Bus (New York Times) - 21/09/2...
Marketing Mix
                                                          BRAHMA INAUGURA LOJA EM FLORIANÓPOLIS
HÄAGEN-DAZS ...
Este informativo é destinado à comunidade de interesse sobre
varejo, formada por alunos, ex-alunos, professores e funcioná...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Clipping Setembro 4

893

Published on

Veja o que foi destaque na semana!

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
893
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Clipping Setembro 4

  1. 1. CLIPPING DO VAREJO SETEMBRO - 2009
  2. 2. Caros Leitores Caros Leitores, O Núcleo de Estudos do Varejo procura passar ao mercado uma nova visão do varejo. Essa visão renova-se constantemente como base na experiência e atuação no mercado dos professores ligados ao Núcleo somada ao DNA da ESPM, tradicional instituição de ensino de marketing. Surgem assim os cursos, pesquisas e eventos acadêmicos que proporcionam aos participantes rápida atualização sobre os novos rumos do marketing do varejo. O Programa Intensivo de Varejo por exemplo, destaca o relacionamento como estratégia de fidelização a partir de novas formas de comunicação no ponto-de-venda o que nos faz refletir na sua transformação em ponto-de-relacionamento. Já o II Fórum de Tecnologia no Varejo apresenta as novidades tecnológicas que viabilizarão o relacionamento no PDV, proporcionando a interatividade entre cliente e loja. Convido-os a aprofundarem seus conhecimentos participando conosco das iniciativas do Núcleo de Varejo da ESPM e de seu exclusivo ambiente de pesquisa, o Retail Lab. Boa leitura a todos!
  3. 3. CURSOS INTENSIVOS – Inscrições abertas!!! • INTENSIVO DE VAREJO • E-COMMERCE: OS NOVOS CAMINHOS DO VAREJO Iniciado em 2004, destaca principalmente, a importância Oferecer ao mercado um programa que aborda o varejo do posicionamento estratégico para as empresas que mais cresce: o varejo sem loja ou varejo virtual. varejistas de qualquer ramo de atividade. O programa, Todos os aspectos importantes relacionados à agora revisado e atualizado, prevê aulas sobre marketing implementação e gestão das principais áreas do e- estratégico, seguido pelos P’s do varejo com destaque commerce: Marketing, Comercial, Operações (Logística, para o conceito PDR – ponto de relacionamento – criado atendimento, back-office, prevenção à fraude, etc..) e pela ESPM como um conceito inovador no ponto de tecnologia fazem parte do conteúdo que é desenvolvido venda. Inclui ainda aulas sobre técnicas de pricing e para os que atuam em empresas e para aqueles que negociação entre varejistas e fabricantes. Saiba mais. empreendem novos negócios. A ESPM conta com o apoio da Câmara-e.net (Câmara • GERENCIAMENTO POR CATEGORIA E DINÂMICA DE Brasileira de Comércio Eletrônico). Saiba mais. COMPRA NO VAREJO Baseado em pesquisas que cerca de 70% de toda decisão de compra são tomadas dentro do ponto de • GESTÃO DO VAREJO FASHION venda. A partir desta constatação varejo e indústria O curso inovador totalmente voltado para gestores que esforçam-se hoje para oferecer a melhor solução de atuam com moda e estão ligados ao varejo direta ou compra aos consumidores. A área de gestão de categoria indiretamente. Proporciona aos participantes acesso aos oferece grandes oportunidades de empregabilidade tanto novos conhecimentos sobre o varejo de moda, desde sua nas empresas varejistas como nas indústrias. Saiba mais. operação até o marketing estratégico. Saiba mais.
  4. 4. Mercado RI HAPPY LANÇA ORGULHO DE BRINCAR Fonte: Meio & Mensagem (Marcos Bonfim) - 21/09/2009 A Ri Happy prepara a comemoração do Dia das Crianças com a campanha "Orgulho de brincar", que tem investimento aproximado de R$ 3,5 milhões. A ação usa o bambolê para trabalhar um conceito de unidade e brincadeira unindo toda a família, dos quatro aos 80 anos. "Elegemos um brinquedo que toda família pode participar, estimula a atividade física e que tem graça e integra todo mundo", destaca Dr. Ricardo Sayon, diretor comercial da empresa. Com início no dia 26, a iniciativa terá filme institucional, desenvolvido pela Trade Comunicação, veiculado nas TV Globo, SBT e Cartoon. No mesmo dia, serão realizados dois eventos simultâneos de distribuição do brinquedo em São Paulo, no Parque do Ibirapuera, e no Rio de Janeiro, no Espaço Comunitário da Barra. No dia 27, o Rio contará com mais uma edição do evento. Nos dois dias, nos quais serão distribuídos 30 mil bambolês, ações culturais nos espaços de distribuição estimularão a brincadeira. Encartes publicitários nos principais veículos de comunicação do País também compõem a iniciativa. No total, haverá a distribuição de 500 mil bambolês. Nas lojas da Ri Happy, os consumidores que realizarem compras acima de R$ 90,00 receberão o item. A estimativa de crescimento da empresa é de 6% em comparação com igual período de 2008.
  5. 5. Mercado VAREJO ESPERA UM NATAL GORDO Fonte: Diário Catarinense - 21/09/2009 O comércio se prepara para um Natal gordo. Pelo menos R$ 140 bilhões, quase 20% a mais que no ano passado, deverão ser despejados na economia até dezembro com o pagamento do 13º salário e a maior oferta de crédito ao consumidor. De olho nessa bolada, as lojas já ampliaram em até 20% as encomendas de eletrodomésticos, eletrônicos e itens de informática. As vedetes devem ser as TVs LCD e os notebooks. Para atender a demanda crescente, as indústrias da região da Zona Franca Manaus (AM), o principal polo de produção de bens duráveis do país, vão contratar cerca de 3 mil trabalhadores temporários neste fim de ano. (...) Estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) indica que o pagamento do 13º salário deve injetar R$ 75,8 bilhões na economia até dezembro deste ano. – O Natal deste ano será tão bom ou melhor que o de 2008 – afirma o coordenador das sondagens do consumidor e da indústria da FGV, Aloisio Campelo. A demanda prevista entre agosto e outubro pela indústria de eletrônicos, eletrodomésticos e calçados já supera a do mesmo período de 2008. O grande destaque é para os eletrônicos, que incluem as TVs. De acordo com a sondagem, 95% dessas indústrias projetam uma demanda maior por seus produtos entre agosto e outubro deste ano, enquanto só 48% delas traçavam esse cenário para o mesmo período de 2008. O comércio confirma a previsão favorável da indústria.
  6. 6. Mercado O VAREJO NA ERA MULTICANAL Fonte: Meio & Mensagem (Paula Ganem) - 22/09/2009 Começou nesta terça-feira, 22, em São Paulo o 12º Fórum de Varejo da América Latina, realizado pela Gouvêa de Souza. O encontro foi aberto pelo economista-chefe da consultoria Deloitte Research, Carl Steidtmann, que fez uma análise do mundo pós-crise e destacou o comportamento do Brasil durante os últimos 12 meses. Ele lembrou que, nos Estados Unidos, os consumidores gastaram muito nos últimos 15 anos e que em algum momento isso tinha de parar. "O resto do mundo, que dependia do consumo americano, precisa achar outra forma de crescer. E a resposta para essa questão é o consumo interno, o qual no Brasil foi estimulado", afirmou. Steidtmann também ressaltou que a explosão mundial da classe média tem impacto direto sobre o varejo. "E essas pessoas compram não só produtos de consumo como tecnologia", lembrou. Isso exige das empresas habilidade para apresentar uma comunicação cada vez mais interativa com o consumidor, que começa a falar com a marca muito antes de chegar à loja - ou que interage com ela exclusivamente via web. Em seguida, foram apresentados cases de empresas que vêm enfrentando o desafio de se posicionar em multiplataformas. (...)
  7. 7. Mercado AUTORIZADAS DA APPLE CHEGAM A SÃO PAULO Fonte: Meio & Mensagem (Mariana Ditolvo) - 22/09/2009 Cerca de dez meses depois da inauguração da Apple Premium Reseller - loja autorizada da Apple - na cidade de Campinas, o Grupo MM Link se prepara para abrir as portas de outras duas unidades, estas na capital paulista. A primeira MyStore de São Paulo será apresentada ao público apaixonado pelos produtos da marca da maçã e a curiosos na quinta-feira, 24, dentro do Shopping Ibirapuera, um dos mais movimentados da cidade. Para tanto, os tapumes que durante meses procuraram chamar a atenção para o que viria pela frente darão lugar ao espaço inteiramente padronizado com o design Apple já conhecido ao redor do mundo e oriundo das cidades de Cupertino e Londres. "Com o sucesso da unidade piloto de Campinas, conseguimos autorização da empresa para trazer as lojas para São Paulo. Agora, estamos investindo 50% de toda a nossa verba de marketing para tratar desse lançamento", conta Carolina Marino, responsável pela área de marketing do Grupo MM Link. De acordo com ela, a inauguração virá acompanhada de uma promoção inédita no Brasil que consiste no desconto de 15% em qualquer produto da marca, mais a possibilidade de parcelamento em dez vezes sem juros. (...) Ainda sem data definida para inauguração (prevista para outubro), a segunda unidade da capital paulista será no Shoppin g Anália Franco, zona leste da cidade.
  8. 8. Mercado HAVAIANAS NO AÇOUGUE E COCA-COLA NO SAQUINHO Fonte: Valor Econômico - 24/09/2009 O português José Silvestre, 38 anos, sócio da Kikarnes - uma pequena rede de três açougues na capital fluminense - está preocupado com a concorrência. Desde o fim de 2008, quando uma nova loja se instalou em Ipanema, nas proximidades do seu estabelecimento, a venda caiu 50%. O novo rival, inclusive, chegou a ser fornecedor da Kikarnes no passado. "Ele cresceu o olho vendo o tamanho das compras que fazíamos", diz Silvestre, que adquiria 100 caixas de uma só vez, cada uma com 12 pares. Mas não são pares de coxas de frango, de peru ou de qualquer outro corte de carne. São pares de sandálias Havaianas, um produto que hoje representa 15% do faturamento da Kikarnes, mas que já chegou a significar 30%. Silvestre aproveitou o fluxo de consumidores a caminho da praia, a três quarteirões da loja, para começar a oferecer os chinelos de borracha, há cinco anos. O negócio deu tão certo que só às vésperas do reveillón de 2008, quando ainda reinava praticamente sozinho no pedaço, vendeu 30 mil pares. (...) Hoje, sua venda caiu para 2,5 mil pares ao mês mas, ainda assim, incomoda os revendedores de calçados da região, que reclamam da concorrência com o açougue. Assim como Silvestre, pequenos comerciantes de diferentes pontos do país encontram soluções criativas para aumentar seu faturamento. Sem apostar em campanhas de marketing ousadas ou pagar caro pela opinião de especialistas, esses varejistas lançam mão da única estratégia que se mostra infalível para o varejo: ouvir o consumidor. Continua...
  9. 9. Assim como Silvestre, pequenos comerciantes de diferentes pontos do país encontram soluções criativas para aumentar seu faturamento. Sem apostar em campanhas de marketing ousadas ou pagar caro pela opinião de especialistas, esses varejistas lançam mão da única estratégia que se mostra infalível para o varejo: ouvir o consumidor. Quando se trata de um novo produto, começam testando a aceitação aos poucos, a partir de pedidos de um ou outro cliente. Se o público tem uma necessidade difícil de bancar, improvisam. É o caso do Recanto do Mixtão, no centro de Manaus. A lanchonete, instalada há 14 anos em uma área de alto fluxo, perto de escolas, órgãos do governo e da sede do Grupo Simões (fabricante e distribuidor da Coca-Cola na capital amazonense), passou a oferecer o refrigerante mais popular do mundo em uma nova apresentação: saquinhos de plástico, aqueles usados para embalar frutas e verduras em supermercados. "Às vezes a pessoa está apressada para fazer um serviço e diz: 'Bota num saquinho aí, que eu vou sair'", conta o dono do Mixtão, Jackson Ferreira Batista, 42 anos, referindo-se ao conteúdo da garrafinha de vidro de 290 ml da Coca-Cola. E por que o cliente não opta pela versão em lata? "Se não estão com o dinheiro certo, de R$ 2,50, para pagar pela latinha, levam no saquinho mesmo, que custa R$ 1,50", explica Batista, que não usa o copo de plástico por economia. (...) Luiz Fernando Lotito afirma que a experiência única de Manaus inspirou a empresa a lançar, há dois anos, uma latinha de 250 ml (menor que a tradicional, de 350 ml), que custa ao consumidor o mesmo que a garrafinha, em torno de R$ 1,50. (...)
  10. 10. Participe Nosso blog está com novo layout, Participe da nossa comunidade na você já viu? internet por meio do twitter. Deixe um comentário e dê a sua Clique e siga nos: opinião! http://twitter.com/Varejo_ESPM http://varejo.espm.br
  11. 11. Mercado ATACADISTAS ESTÃO SOB A PRESSÃO DAS INDÚSTRIAS Fonte: Diário do Comércio - MG - 22/09/2009 Após registrar aquecimento da demanda em julho, os atacadistas de Minas Gerais voltaram a apresentar retração em agosto. O setor, que já estaria convivendo com pressões de preços da indústria, não terá espaço para reajustar seus preços até o final do ano, período onde estão concentrados cerca de 55% dos negócios das empresas. De acordo com informações da Associação dos Atacadistas e Distribuidores do Estado de Minas Gerais (Ademig), a tendência é de estabilidade já que as vendas ainda não teriam atingido um bom resultado. Em julho, quando o setor mostrou sinais de aquecimento, as perspectivas indicaram que em 2009 o incremento seria de até 15%, baseado no resultado real apurado naquele mês, que teria atingido de 5% a 10% de aumento nos negócios das empresas. Segundo a Ademig, os pedidos de encomendas para o Natal são iniciados principalmente entre agosto e setembro, fazendo com que os dois meses sejam estratégicos nas vendas e recuperação de preços do exercício. (...)
  12. 12. Mercado PÃO DE AÇÚCAR ANTECIPA EM 40 DIAS COMPRAS PARA PONTO FRIO Fonte: DCI - 24/09/2009 Uma das primeiras medidas de sinergia depois da compra da rede Ponto Frio pelo Grupo Pão de Açúcar foi adiantar as encomendas para o final do ano, além de se preparar com itens importados, que não eram vendidos nas lojas do Ponto Frio havia cerca de três anos. De acordo com Hugo Bethlem, vice-presidente executivo do Grupo Pão de Açúcar, a rede já usa a vantagem de ser a maior varejista do País nas suas operações comerciais e na negociação com fornecedores, tendo inclusive adiantado a compra de alguns produtos em 40 dias, aproveitando a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Bethlem explica que não foi antecipada a compra de todos os itens devido a custos com armazenamento, mas que é esperado um grande impulso nas vendas este mês, já que a partir de outubro o IPI deve voltar a subir. A expectativa para o melhor período do ano para o varejo, o Natal, é otimista e deve superar a do ano passado em volume de vendas. No último semestre, as vendas nas mesmas lojas do grupo registraram alta de cerca de 9%. O final do ano ainda terá mais importados nas lojas da rede e até nas lojas do Ponto Frio. (...)
  13. 13. Mercado SEMP TOSHIBA PREPARA ENTRADA EM LINHA DUAS EMPRESAS BRASILEIRAS ESTÃO ENTRE BRANCA GIGANTES MUNDIAIS DO VAREJO Fonte: Meio & Mensagem (Felipe Turlão) - 21/09/2009 Fonte: Correio Brasiliense (Victor Martins) 22/09/2009 A Semp Toshiba prepara para 2011 sua entrada na Duas brasileiras estão entre as 250 maiores empresas fabricação de linha branca, com o lançamento de varejistas do mundo. Pão de Açúcar, a melhor produtos como geladeiras, fogões e máquinas de lavar. colocada, figura na 106ª posição. Já as Casas Bahia Desse modo, passa a atuar em uma terceira frente, ao no 147º lugar. A primeira melhorou cinco posições lado da informática, em que adota a marca STI, e da desde a última avaliação, no ano passado. A segunda linha marrom, que já engloba televisores, DVDs, entrou para a lista das 50 com crescimento mais aparelhos de som e telefones fixos. A empresa ainda rápido, subiu 11 degraus no ranking geral. A lista é não definiu se irá produzir a nova linha em suas parte do estudo Os poderosos do varejo global, fábricas de Manaus ou Salvador, se abrirá um terceiro levantamento anual realizado pela Deloitte em parque fabril ou ainda se firmará parceria com outro parceria com a Stores Magazine. (...) fabricante já estabelecido.
  14. 14. Shopping Center IGUATEMI QUER LEVANTAR R$ 400 MILHÕES COM VENDA DE AÇÕES Fonte: Valor Online - 22/09/2009 Sobe para 15 o número de empresas que planeja ou já colocou em andamento uma oferta de ações agora em setembro. O último anúncio foi feito pela Iguatemi Empresa de Shopping Center, que quer levantar cerca de R$ 400 milhões com a venda de novas ações. O registro de oferta primária já foi submetido à Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). Os atuais acionistas não terão preferência na compra dos papéis, que serão ofertados no Brasil e no exterior. O preço dos ativos será fixado com base na cotação das ações da empresa, negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), e no processo de coleta de intenções de investimento, chamado de bookbuilding. A companheira de setor Multiplan já está com sua oferta em andamento. A empresa, que também atua na administração de shoppings, pode levantar mais de R$ 900 milhões com a venda de novos papéis. Com esse dinheiro a companhia investirá na construção e desenvolvimento de novos shoppings, expansão dos atuais e incorporação de novos empreendimentos imobiliários comerciais e residenciais.
  15. 15. Economia CLASSES C E D ALAVANCAM LUCRO DOS SADIA E PERDIGÃO: OPERAÇÕES CONJUNTAS SUPERMERCADOS NO EXTERIOR Fonte: EPTV - 22/09/2009 Fonte: Meio & Mensagem - 22/09/2009 A Associação Paulista de Supermercados (Apas) reviu O Conselho Admininstrativo de Defesa Econômica para cima a previsão de crescimento do setor em 2009. (Cade) permitiu que Sadia e Perdigão negociem suas A expectativa agora é crescer 4,5% até dezembro, 2% vendas conjuntamente no mercado externo. De a mais do que a previsão anterior. Em 2008, os acordo com o conselheiro-relator Paulo Furquim de supermercados do Estado de São Paulo faturaram Azevedo, que analisou o pedido, isso "permite a cerca de R$ 50 bilhões. captura de sinergias no mercado externo sem, por A grande responsável pelos números positivos em outro lado, gerar efeitos negativos para os 2009 é a população de baixa renda, que ganha até R$ consumidores domésticos e sem prejudicar a 1,5 mil, que, com a crise, deixou de comprar bens de reversibilidade da operação", como consta no relatório consumo, como eletrodomésticos, e investiu na do Cade. alimentação da família. “As classes C e D passaram a consumir produtos que No Brasil, as duas empresas continuam mantendo antes não tinham conhecimento e, a partir do momento estruturas administrativas separadas, enquanto o em que eles começam a consumir esses produtos, eles processo de fusão não é julgado. são incorporados no dia a dia de uma maneira que não saem mais”, afirma o diretor regional da Apas Ribeirão Preto, Aurélio Mialich.
  16. 16. Economia MAGAZINE LUIZA VOLTA AOS PLANOS DE CRESCIMENTO Fonte: O Estado de S.Paulo - 24/09/2009 Um ano depois de ter estreado em São Paulo, exatamente quando estourou a crise financeira internacional, em setembro de 2008, com a quebra do banco americano Lemann Brothers, o Magazine Luiza diz não se arrepender da investida na capital paulista. A rede já conquistou um milhão de clientes no maior mercado consumidor do País. A cidade de São Paulo representa hoje 14% das vendas da empresa. Para este ano, a perspectiva da companhia como um todo é ampliar o faturamento em 20% ante 2008 e atingir R$ 3,8 bilhões. (...) Por enquanto, a empresa não definiu quando pretende captar recursos no mercado, mas está preparando o terreno. Contratou para ocupar a superintendência Marcelo Silva, um executivo egresso das Casas Pernambucanas, com trânsito no mercado financeiro e especialista em administrar empresas familiares. Segundo Trajano, ele está estruturando quatro diretorias (vendas, compras, financeira e administrativa) que ficarão sob o seu comando. A presidente da empresa, Luiza Helena Trajano, ficará mais voltada para a área estratégica da rede. O diretor nega que Luiza Helena tenha saído do dia a dia da empresa. (...)
  17. 17. E-Commerce COMÉRCIO ELETRÔNICO É APOSTA DAS GRANDES REDES NO NATAL Fonte: DCI - 23/09/2009 As grandes redes do varejo começam a arregaçar as mangas para atender ao volume de vendas previsto para este Natal, período em que o Magazine Luiza prevê incremento de no mínimo 50% das vendas eletrônicas. O PontoFrio.com, que viu crescimento de 65% do no primeiro semestre deste ano, resolveu investir no fortalecimento logístico da loja virtual e construir mais um centro de distribuição (CD). Segundo o CEO do PontoFrio.com, German Quiroga, este será o terceiro CD da operação de comércio eletrônico (e-commerce), que até o ano passado tinha apenas um, em Cajamar, na Grande São Paulo, quando separou sua operação da da rede física e passou por um grande processo de revitalização. "Há equipes das redes trabalhando juntas, e não alavancar a escala operacional é uma perda de oportunidade", pontuou Quiroga, admitindo que aproveitarão a proximidade e as práticas da rede que antes era sua concorrente no mercado, ampliando o poder de compra. Hoje, o e-commerce do Ponto Frio possui uma fatia de cerca de 7% do mercado, que era de menos de 3% em 2008 e deve crescer ainda mais, diminuindo o monopólio da líder, B2W (resultado da fusão entre a Americanas.com e a Submarino.com), apesar de deter ainda 50% de participação do mercado. O executivo evitou dar detalhes sobre uma possível abertura de capital que integrasse as marcas Extra.com (braço do e-commerce do Grupo Pão de Açúcar) e Pontofrio.com, semelhante à da B2W. (...) Continua...
  18. 18. Livros Na rede de livrarias Saraiva, o e-commerce também é um dos focos de investimento e representa 35% do faturamento, com 1,5 milhão de clientes cadastrados. Marcílio Pousada, diretor presidente da rede, disse, durante o 12º Fórum de Varejo da América Latina, promovido pela consultoria Gouvêa de Souza & MD, que as operações on-line e físicas são unificadas, ao contrário das do Ponto Frio. "Vendemos mais no site durante o dia, das 9h às 18h, quando as pessoas estão trabalhando. Nas lojas físicas, o movimento é maior no final do dia, das 19h às 22h, por exemplo." O site da rede Saraiva.com, também registra crescimento maior do que as lojas: de 1998, quando foi fundado, até o ano passado, cresceu 75,2%, enquanto o varejo físico da rede cresceu 17,5%. Hoje, a companhia tem 88 lojas, 40 Saraiva e 48 Siciliano, rede que a empresa adquiriu em 2008. A rede está se adaptando às mudanças do mercado decorrentes do avanço da internet, como um projeto piloto em que cliente pode baixar um filme no site pelo valor de R$ 3,90 a R$ 6,90, mais barato que uma locação.
  19. 19. Varejo Fashion ESPM LANÇA PROGRAMA VOLTADO AO VAREJO FASHION O faturamento estimado da Cadeia Têxtil e de Confecção, em 2008, foi na ordem de U$ 47 bilhões, com um aumento de 7% em relação a 2007, segundo a ABIT – Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção. Essa indústria emprega 1,65 milhões de trabalhadores e representa 3,5% do PIB total do Brasil. Diante desse cenário de progressiva expansão e pouca profissionalização, a ESPM lança o curso intensivo Varejo Fashion tendo Fabiano Proti, Diretor de Marketing da DOCDOG, como colaborador técnico. O diretor de logística da Zara, referência no setor, também participa do curso como professor. O programa segue o objetivo de capacitar profissionais a planejar, administrar, promover e expandir lojas especializadas em moda masculina, feminina e infantil, para todos os segmentos, passando por lojas voltadas para consumidores de baixa renda até de alto luxo. (...) As inscrições já estão abertas e seguem até 14 de outubro, quinta-feira, através do site www.espm.br/candidato. Na matrícula, o interessado deverá apresentar o certificado de conclusão do ensino médio. A relação completa dos demais Cursos Avançados e Intensivos da ESPM e mais informações estão disponíveis no telefone (11) 5081-8225 ou pelo e-mail candidato@espm.br.
  20. 20. Marketing Mix COOP APOSTA EM CORTES ESPECIAIS DE CARNE Fonte: Apas - 23/09/2009 A Coop - Cooperativa de Consumo aposta no fornecimento de cortes especiais de carne. Hoje são 82 tipos de corte de carne bovina e de frango; há cinco anos, o número era de apenas 15. Há cerca de um ano e meio, a procura representava 2% e hoje esse índice alcança 11% de toda a carne bovina fornecida na empresa varejista. A previsão é que chegue a 15% até o próximo mês de dezembro. O resultado é fruto de pesquisas e um trabalho desenvolvido pelo supervisor de Carnes, Eduardo José Orlandi. Conforme Orlandi, antes de introduzir novos cortes, foi feita uma pesquisa para verificar o que o mercado procurava, pois hoje o perfil dos consumidores mudou e a busca por carnes light (sem gorduras) e em embalagens menores passou a fazer parte de suas exigências. “Também investimos em cursos para os colaboradores de açougue e visitas constantes às lojas da rede”, explica. A carne vem desossada do frigorífico, no padrão Coop, e os cortes são realizados nas próprias unidades de distribuição. Na versão light, toda a gordura é retirada e, após os cortes, a carne é embalada diariamente em bandejas para conservação de suas características. Para melhor visualização dos cortes especiais, a gerência de Marketing da cooperativa desenvolveu um selo personalizado, que estará estampado em cada bandeja, e uma identidade visual para a categoria.
  21. 21. Marca Própria AMAZON DIVERSIFICA AINDA MAIS E COLOCA SUA MARCA EM MAIS PRODUTOS Fonte: Blue Bus (New York Times) - 21/09/2009 A Amazon está expandindo sua marca própria, diversificando seus negócios cada vez mais para além da sua origem como livraria online. Obteve recentemente uma licença para uma tábua para cortar temperos. A estratégia da marca própria e da diversificaçao começou em 2004, quando lançou uma linha de móveis para jardim. Em junho passado, a varejista começou a vender sua própria linha de utensílios para cozinha.
  22. 22. Marketing Mix BRAHMA INAUGURA LOJA EM FLORIANÓPOLIS HÄAGEN-DAZS REINAUGURA LOJA EM SÃO PAULO Fonte: Mundo do Marketing - 23/09/2009 COM NOVO VISUAL Os consumidores de Brahma em Florianópolis poderão Fonte: Mundo do Marketing - 24/09/2009 receber chopps em casa. Isto porque foi inaugurada a A Häagen-Dazs reinaugurou seu quiosque do Shopping primeira loja de entrega de chope em domicílio, a Chopp Iguatemi, em São Paulo, com o novo layout aplicado pela Brahma Express, na cidade. O ponto-de-venda faz parte marca em mais de 50 países. Essa é a segunda loja da do planejamento da marca que inclui a inauguração de marca na capital paulista a se adequar à nova mais seis lojas no país. comunicação visual, que também pode ser vista no A loja oferece aos consumidores uma consultoria para Iguatemi Campinas e no Shopping Tamboré. O visual será indicar a quantidade necessária de chope para festas. A expandido nos próximos meses para outras unidades da loja Chopp Brahma Express oferece ainda calderetas, companhia. camisetas e mesas, entre outros produtos necessários para a produção de eventos. NESPRESSO QUER QUALIFICAR ATENDIMENTO NO VAREJO PREMIUM Fonte: Mundo do Marketing - 24/09/2009 A Nespresso quer qualificar o atendimento a consumidores no varejo premium. Para isso, contratou a agência iTrade que, durante os próximos 12 meses, ficará responsável por todas as etapas de treinamento de equipe de loja, exposição de produto, degustações e relatórios de monitoramento de resultados no PDV. A ação visa transmitir aos consumidores informações sobre a cultura do produto e do universo do café, em lojas das cidades de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e Belo Horizonte.
  23. 23. Este informativo é destinado à comunidade de interesse sobre varejo, formada por alunos, ex-alunos, professores e funcionários de empresas parceiras do Retail Lab, o laboratório de Varejo do Núcleo de Estudos do Varejo da ESPM. PRODUZIDO POR: Leonardo Milanês Tatiana Fagundes COORDENAÇÃO: Prof. Ricardo Pastore 18/09/2009
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×