Clipping do Varejo
Outubro 2010
Caros Leitores
Mais uma notícia sobre fusões e aquisições chamou a nossa atenção nesta semana. Desta vez, uma
das maiores ...
CENCOSUD PLANEJA
ABRIR 30 SUPER-
MERCADOS DA REDE
BRETAS EM TRÊS ANOS
O grupo varejista chileno
Cencosud planeja abrir nos...
WALMART É ELEITA
MELHOR LOJA DA
INTERNET BRASILEIRA
O site de comércio eletrônico
do Walmart recebeu o “Prêmio
Excelência ...
Super & Hiper
EPA, COM A 'FACA E O QUEIJO' NA MÃO
O grupo mineiro DMA Distribuidora, controlador da rede de supermercados ...
Economia
PERFUMARIA E COSMÉTICOS EM ALTA NO VAREJO
NACIONAL
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divul...
PFIZER ACERTA
COMPRA DE 40% DA
TEUTO
A americana Pfizer adquiriu
40% do Laboratório Teuto
Brasileiro. A empresa vai
desemb...
Mercado
FUSÕES E AQUISIÇÕES NA AMÉRICA LATINA BATEM RECORDE
Confirmando a boa saúde de suas empresas no pós-crise, a Améri...
ORGÂNICOS NADA
POPULARES
Embora o conceito de
saudabilidade esteja nas pautas
de investimentos das principais
empresas de ...
Visite!
Mercado
PERDAS DO VAREJO MUNDIAL RECUAM EM 2010
O varejo global apresenta neste ano menores perdas irrecuperáveis,
onde se...
CARREFOUR PODE ABRIR
LOJA COM NOVO
CONCEITO NO BRASIL
Trata-se do Carrefour
Planet, cujo conceito está
relacionado à forte...
MARKETING DIRETO
GERA R$ 21,7 BI NO
BRASIL
Maior pesquisa relacionada ao
mercado de Marketing Direto do
País, o estudo Ind...
GRUPO RBS LANÇA SITE
DE COMPRA COLETIVA
O Grupo RBS lança seu site
de compra coletiva
Desejomania -
www.desejomania.com.br...
C&A INAUGURA NOVO
CONCEITO
A C&A, líder do varejo de
moda no país, inaugura no dia
21 de outubro uma loja
totalmente difer...
NATURA INICIA
PRODUÇÃO TERCEI-
RIZADA NA ARGENTINA
ATÉ O FIM DO ANO
A Natura começa até o fim deste ano
a fabricação terce...
Este informativo é destinado à comunidade de interesse
sobre varejo, formada por alunos, ex-alunos,
professores e funcioná...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Clipping outubro 4

784 views
717 views

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
784
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
51
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Clipping outubro 4

  1. 1. Clipping do Varejo Outubro 2010
  2. 2. Caros Leitores Mais uma notícia sobre fusões e aquisições chamou a nossa atenção nesta semana. Desta vez, uma das maiores redes regionais do país, os Supermercados Bretas acabou sendo adquirido pelo Cencosud do Chile que já detém a G. Barbosa, outro gigante regional. O varejo brasileiro tem como característica a presença de fortes redes regionais, lideres nos mercados onde atuam. Essas redes tornam-se cada vez mais interessantes aos investidores, sejam estrangeiros ou não. Entretanto torna-se necessária a profissionalização da empresa, mesmo que por membros da familia, para se colocar em prática as metodologias e processos aceitos pelo mercado como best practices. Manter a empresa pronta para ser vendida lhe garante estar em dia com os números, com os resultados, com o time e com os clientes. Essa lição de casa vai valorizar muito o seu negócio e aumentar a sua participação de mercado. E então quem sabe, ao invés de vender você se interesse em comprar os concorrentes. Boa leitura!
  3. 3. CENCOSUD PLANEJA ABRIR 30 SUPER- MERCADOS DA REDE BRETAS EM TRÊS ANOS O grupo varejista chileno Cencosud planeja abrir nos próximos três anos 30 novos supermercados da rede brasileira Bretas, cuja aquisição foi anunciada há poucos dias por cerca de US$ 800 milhões. (...) O grupo chileno, controlado pelo empresário Horst Paulmann, possui os hipermercados Jumbo e os supermercados Santa Isabel no Chile, o Disco na Argentina, as lojas de móveis Easy em Chile, Argentina, Colômbia, entre outros estabelecimentos comerciais. Em declarações ao jornal "La Segunda", Pablo Castillo afirmou que a companhia planeja abrir no Brasil dez supermercados Bretas por ano. (EFE – 18/10/2010) Super Hiper A rede varejista Cencosud comprou a cadeia de supermercados Bretas por R$ 1,35 bilhão. Segundo informou o grupo chileno, o negócio duplica sua presença no Brasil. O acordo deve ser concluído em 29 de outubro. O pagamento se dará, de acordo com a Cencosud, parte por meio recursos tomados em bancos e parte com o caixa da própria companhia. As negociações foram curtas, durando poucas semanas. (...) O acordo contempla também o compromisso, por parte dos vendedores, de inaugurar no Brasil oito supermer- cados antes do fim deste ano. Hoje, o Bretas possui 62 super- mercados, 3 centros de distribuição e mais de 10 mil funcionários nos Estados de Minas Gerais, Goiás e Bahia. A Cencosud entrou no mercado brasileiro em novembro de 2007, quando comprou a rede GBarbosa, que atua no Nordeste brasileiro. (...) Compra do Bretas por R$ 1,35 bilhão faz chilena Cencosud dobrar presença no país, com cerca de 200 lojas. (...) Com a aquisição, a Cencosud se consolida como quarto maior grupo varejista do Brasil, atrás do Grupo Pão de Açúcar, Carrefour e Walmart. A empresa chegou ao país em 2007 depois de comprar a GBarbosa, no Nordeste, e em seguida a baiana Mercantil Rodrigues. Também adquiriram a Supermercados Família, de Fortaleza, em março por US$ 33,1 milhões, e a rede Perini, de Salvador, em abril por US$ 27 milhões. (Valor Econômico – 18/10/2010) CENCOSUD COMPRA REDE DE SUPERMERCADOS BRETAS
  4. 4. WALMART É ELEITA MELHOR LOJA DA INTERNET BRASILEIRA O site de comércio eletrônico do Walmart recebeu o “Prêmio Excelência em Qualidade Comércio Eletrônico B2C” na categoria "Diamante Azul" (melhor prêmio da categoria), premiado pela e-bit. Segundo a premiação, o site passa a ser a melhor loja da internet brasileira de 2010 e confirma, assim, os pilares que o site oferece aos consumidores: preço baixo, melhor experiência de compra e de sortimento. O site da rede já possui mais de 50 mil itens e deve chegar ao Natal com 70 mil. (Giro News - 20/10/2010) Super & Hiper De olho na fomentação das classes C e D brasileiras, a maior varejista do mundo, o Walmart irá investir para ampliar a rede nordestina TodoDia que possui 112 pelo País. A ideia é ampliar a atuação nos mercados emergentes, tanto que para isso terão US$ 14 bilhões de investimentos em 2011, ante os US$ 12,2 bilhões previstos para este ano, principalmente em unidades no Brasil, México e China. Em relação a 2012, a companhia prevê um volume ainda maior: de US$ 13,5 bilhões a US$ 14,5 bilhões. O Walmart prevê até dobrar seus aportes no mercado americano (entre US$ 7,5 bilhões e US$ 8 bilhões), em relação aos investimentos previstos entre US$ 3,5 bilhões e US$ 4 bilhões para o ano fiscal de 2010. (...) Hoje os principais concorrentes do Walmart são o líder do setor no País, o Grupo Pão de Açúcar (GPA), que passa por reestruturação após adquirir duas empresas na área de eletrodomésticos, com a compra da rede Ponto Frio e parte das Casas Bahia, além do vice-líder do setor no varejo brasileiro, o grupo francês Carrefour que na última semana anunciou prejuízo de R$ 462 milhões em sua subsidiária nacional. Ambos focam também a expansão às classes C e D, sendo o grupo GPA com a bandeira Extra, e o Carrefour com o Dia. (...) (DCI – 18/10/2010) WALMART REFORÇA PLANOS E VOLTA OLHOS PARA A CLASSE C DO BRASIL
  5. 5. Super & Hiper EPA, COM A 'FACA E O QUEIJO' NA MÃO O grupo mineiro DMA Distribuidora, controlador da rede de supermercados Epa, está numa situação muito cômoda neste momento. O que não é nada bom para quem ainda tem algum interesse em se expandir por meio de aquisições na região Sudeste. A venda da varejista Bretas, empresa muito próxima dos donos do Epa (as famílias dos dois grupos são antigas conhecidas) não só traz de volta os holofotes para a companhia dos Nogueira, os mineiros que criaram a cadeia Epa na década de 50, como deixa evidente um detalhe crucial, pouco visível até então. A rede pode avaliar propostas de interessados, mas ela tem deixado claro, nos últimos dias, que não há muita pressa em se desfazer da operação. (...) (...) A companhia controla as bandeiras Epa, Via Brasil e Mart Plus, com R$ 1,8 bilhão de receita em 2009. Com mais de 80 lojas, a empresa atua em regiões onde os donos da rede Bretas (ver abaixo) nunca colocaram os pés. Praticamente não há concorrência direta. Se a família Nogueira concentra suas lojas em cidades da região metropolitana de Belo Horizonte e do Espírito Santo, o Bretas tem focado a atuação em grandes e médios municípios do interior de Minas Gerais e cidades de Goiás. Os modelos de varejo são diferentes. O grupo DMA tratou de segmentar a operação em formatos diferentes para públicos diferentes. (Valor Econômico - 19/10/2010)
  6. 6. Economia PERFUMARIA E COSMÉTICOS EM ALTA NO VAREJO NACIONAL O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou na última semana, dados importantes sobre o mercado do varejo nacional. Segundo o estudo, o aumento de 10,4% nas vendas deste mercado é recorde entre os meses de agosto, desde quando a pesquisa foi iniciada, em 2001. Outra informação relevante é que o setor de perfumaria e cosméticos foi um dos que mais cresceu, alcançando o índice de 2,6%, o que lhe garantiu uma posição de destaque entre os 10 principais setores do varejo. (Giro News - 19/10/2010) APESAR DE MAIS CAROS, ELETRODOMÉSTICOS TERÃO VENDAS MAIORES NESTE NATAL A alta no preço desses produtos chega a 10,69% e se justifica pelo fim da redução do IPI, que aconteceu em 31 de janeiro deste ano. No Natal do ano passado, o incentivo do governo federal contribuiu para que a alíquota de IPI das geladeiras caísse de 15% para 5%; dos fogões de 5% para zero; e, para as máquinas de lavar, o imposto apresentou queda de 20% para 10%, o que garantiu preços bem mais acessíveis ao consumidor. A boa notícia é que apesar da alta nos preços, o índice de otimismo dos consumidores brasileiros em relação à compra de bens duráveis cresceu 2% em outubro (...). (Jornal da Tarde, Infomoney e O Estado de S. Paulo - 20/10/2010) INFLAÇÃO TEM MENOR ÍNDICE DESDE 2006 O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) não apresentou variação positiva ou negativa em junho. A taxa cravou em 0,00%. Em maio, a inflação oficial do País foi de 0,43%. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é o menor indíce desde junho de 2006. A desaceleração foi puxada pelo setor de alimentos que vinha subindo desde o início do ano. A inflação do grupo ficou em -0,90%, após registrar variação de 0,28% em junho. (...) (Infomoney - 07/07/2010) ESTAMOS NO FACEBOOK! Seja um fã do Varejo
  7. 7. PFIZER ACERTA COMPRA DE 40% DA TEUTO A americana Pfizer adquiriu 40% do Laboratório Teuto Brasileiro. A empresa vai desembolsar R$ 400 milhões, ou aproximadamtente US$ 240 milhões. A farmacêutica brasileira é elegível a receber outro pagamento com base no desempenho. Conforme nota divulgada nesta quarta-feira, a Pfizer tem a opção de comprar os 60% remanescentes da Teuto no início de 2014. Os acionistas da Teuto têm a opção, por sua vez, de vender sua participação de 60% para a americana no início de 2015. (Valor Econômico - 20/10/2010) Economia O brasileiro está consumindo mais alimentos e itens de higiene e limpeza sofisticados. O gasto com produtos tidos como supérfluos cresce a um ritmo que chega a ser quase o dobro do registrado com itens básicos. Ganho de renda, emprego formal crescente, crédito farto e preços estáveis explicam o aumento de produtos no carrinho de compras. Os supermercados comemoram a tendência, pois obtêm maior lucro com esses itens. (...) As classes D e E ampliaram em 23% as compras de itens supérfluos em valor no primeiro semestre na comparação com 2009, diz ela, enquanto os estratos A/B aumentaram a compra desses produtos em 17%. Na classe C, a alta foi de 19%. (...) NORTE E NORDESTE LIDERAM COMPRAS DE SUPÉRFLUOS - O macarrão instantâneo estreou na dispensa de 614 mil famílias das Regiões Norte e Nordeste das classes D e E no primeiro semestre deste ano, assim como 537 mil lares da região desses estratos sociais passaram a consumir iogurte e 460,5 mil famílias começaram a beber leite aromatizado. Já um item básico, como a margarina, saiu da lista de compras de 141,5 mil famílias dessas regiões das classes D e E. (...) (O Estado de S.Paulo - 18/10/2010) CONSUMIDOR VAI ALÉM DO ARROZ E FEIJÃO
  8. 8. Mercado FUSÕES E AQUISIÇÕES NA AMÉRICA LATINA BATEM RECORDE Confirmando a boa saúde de suas empresas no pós-crise, a América Latina apresentou recorde de fusões e aquisições nos primeiros nove meses do ano. Segundo estudo realizado pela consultoria Mergermarket, o valor das operações na região somou US$ 114,3 bilhões, o mais alto nível já registrado para o período. O patamar de negócios representa o dobro do registrado até setembro do ano passado. (...) O setor de maior destaque do período foi o de Telecomunicações, que representou 42,6% do valor total das operações na região, com 6 acordos. (...) O levantamento detectou ainda que os investimentos estrangeiros em fusões e aquisições na América Latina também registraram recorde no ano até setembro, ao alcançarem US$ 45 bilhões, patamar quatro vezes maior do que os dados do ano passado. Os investimentos europeus dominaram, sendo os espanhóis os mais ativos na região, ao contribuírem com 27,7% do volume total dos recursos. (...) Já quando se analisa as empresas latino-americanas que compram lá fora, as operações somam US$ 10,5 bilhões, o maior nível desde 2006. O foco dos investidores latinos no exterior foram os EUA e Portugal, que juntos, representaram 62% do valor das transações. (Valor Econômico - 22/10/2010)
  9. 9. ORGÂNICOS NADA POPULARES Embora o conceito de saudabilidade esteja nas pautas de investimentos das principais empresas de alimentos do País e o consumo de produtos saudáveis cresça relativamente rápido, um estudo da GFK aponta que a maioria dos brasileiros ainda não consome produtos orgânicos (alimentos sem agrotóxicos, carne sem hormônios ou sem antibióticos). A pesquisa avaliou a presença dos itens na cesta de compra dos brasileiros e mostra que 42% dos entrevistados nunca adquiriram o produto. (Giro News - 18/10/2010) Mercado Apesar do bom resultado, Marco Simões, vice-presidente de comunicação e sustentabilidade da filial brasileira, acredita que se não fossem alguns problemas estruturais causados pelo próprio crescimento econômico, a alta teria sido muito maior. Ele se refere, por exemplo, à falta de latas de alumínio – um déficit de 1,5 bilhão de unidades – e a alta do preço do açúcar. Só no mês de setembro, a commodity aumentou 21,53% no mercado internacional. Mesmo assim, a participação de mercado da companhia cresceu no trimestre terminado em 1º de outubro. A Coca-Cola Brasil atingiu uma fatia de 58,3% em setembro, acima dos 55% calculados pela Nielsen em junho. Simões atribui o crescimento à ascensão das classes C e D, que trouxe novos consumidores para a marca. Com bons resultados, a companhia já investiu R$ 2 bilhões para aumentar a capacidade produtiva no País, além de tornar os processos sustentáveis (economia de água, por exemplo). Já o resultado mundial cresceu apenas 5% no mesmo período. O lucro foi de US$ 2,05 bilhões, uma alta de 8% frente ao mesmo período de 2009. (Valor Econômico - 20/10/2010) COCA-COLABRASIL CRESCE 13% NO TERCEIRO TRIMESTRE
  10. 10. Visite!
  11. 11. Mercado PERDAS DO VAREJO MUNDIAL RECUAM EM 2010 O varejo global apresenta neste ano menores perdas irrecuperáveis, onde se destacam os prejuízos com roubo. Segundo o quarto relatório anual “The Global Retail Theft Barometer”, a taxa geral recuou 5,6% nos últimos 12 meses (para o período que vai de julho de 2009 a junho de 2010). Tal desempenho implicou a reversão do pico verificado na pesquisa anterior, que capturou os efeitos da crise econômica global. Como razões para a atual melhoria, o levantamento realizado pelo Centro de Pesquisa do Varejo, sediado na Inglaterra, aponta a retomada da economia e a ampliação dos investimentos em programas de prevenção de perdas e em segurança. Os setores varejistas brasileiro e marroquino ocupam a segunda posição na ranking de custos irrecuperáveis, com 1,64% do total das vendas. A primeira posição ficou com a Índia, com 2,72% do total. (...) O prejuízo total reportado pelos varejistas neste ano é de 107,3 bilhões de dólares neste ano, ou 1,36% do faturamento. Deste montante, a América Latina representa 5,82 bilhões de dólares, ou 5,4%, sendo que Europa e Estados Unidos somam 83,82 bilhões de dólares, ou 78,2% do total. (...) (Veja – 20/10/2010)
  12. 12. CARREFOUR PODE ABRIR LOJA COM NOVO CONCEITO NO BRASIL Trata-se do Carrefour Planet, cujo conceito está relacionado à forte segmentação de departamentos. A novidade já existe na França, onde fica a matriz da companhia. Segundo José Antonio Melchert, diretor de marca e comunicação, é possível que este novo conceito de loja do Carrefour chegue ao Brasil já no ano que vem. Essa informação foi divulgada ontem, dia 20/10, durante abertura do evento Marketing Mix “Estratégias de Ampliação Real e Virtual do PDV”, realizado pela ABA (Associação Brasileira de Anunciantes). (...) (Meio & Mensagem - 21/10/2010) Mercado O mercado de credenciamento deve ganhar novos competidores. A Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) e o Banco Central têm sido procurados por potenciais interessados. Segundo o diretor da Abecs, Marcelo Noronha, empresas do varejo podem ser as novas entrantes, especialmente no segmento de supermercados. No BC, alguns bancos chegaram a procurar o regulador para mudar o estatuto e poder atuar com credenciamento de lojistas, conta o consultor de operações bancárias e do sistema de pagamentos do BC, Mardilson Queiroz. "Algumas coisas podem evoluir, outras não", disse, sem dar mais detalhes. "O mercado está aberto, novos competidores vão surgir", avalia Noronha, que prevê impacto das mudanças do mercado na rentabilidade do setor. A expectativa dos especialistas é que os retornos caiam com o novo cenário competitivo. Atualmente Cielo e Redecard são as maiores credenciadores, respondendo por 90% do mercado. (Monitor Mercantil - 21/10/2010) VAREJO ESTUDA ENTRAR NO CREDENCIAMENTO
  13. 13. MARKETING DIRETO GERA R$ 21,7 BI NO BRASIL Maior pesquisa relacionada ao mercado de Marketing Direto do País, o estudo Indicadores ABEMD – organizado pela Associação Brasileira de Marketing Direto (ABEMD) e pela Simonsen Associados – chega à sua quinta edição. Neste ano, além do crescimento na receita gerada pelo setor, destacou-se também a importância de alguns subsegmentos dele, como é o caso do E-Commerce. O estudo contou com o patrocínio dos Correios e apoio tecnológico da Frontier. (...) Dentre os subsegmentos que apresentaram maior crescimento, destacam-se (...) o setor de Internet e E-Commerce, foi o que obteve maior participação nas receitas investidas em marketing direto, concentrando 24,9% delas. (...) (M&M – 22/10/2010) Shopping Centers Conhecida como uma rede varejista de moda popular, a Riachuelo terá hoje o seu dia de glamour. Logo mais à noite, apresentará em São Paulo sua coleção de baixo custo, assinada pelo estilista Oskar Metsavaht, dono da grife carioca Osklen, e um dos nomes mais badalados do mundo fashion no País. Muita gente do meio se surpreendeu com a parceria entre uma rede de moda popular e um ícone das passarelas. A rigor, porém, isso não é exatamente uma novidade, embora seja pouco usual nos dias de hoje na Riachuelo. "Na década de 1970 já fazíamos parceria com ícones da moda", diz Flávio Rocha, presidente da Riachuelo. Na época, conta ele, a Riachuelo lançou uma coleção do estilista baiano Ney Galvão. De lá para cá, estilistas como Marcelo Sommer e Fause Haten também já penduraram suas criações nas araras da Riachuelo. (O Estado de S.Paulo - 20/10/2010) A RIACHUELO QUER VIRAR FASHION
  14. 14. GRUPO RBS LANÇA SITE DE COMPRA COLETIVA O Grupo RBS lança seu site de compra coletiva Desejomania - www.desejomania.com.br. O serviço inicialmente foi lançado em São Paulo, sendo que na sequência as ofertas serão estendidas para as capitais Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba no início de novembro. Até o final do ano, a meta é chegar no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília, com a previsão de totalizar oito operações ainda em 2010. (Proxxima – 18/10/2010) E-Commerce Até o final deste ano, o mundo deverá ultrapassar o total de dois bilhões de internautas. A previsão foi feita por uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU) e divulgada nesta terça-feira 19. Segundo os dados revelados, o número de usuários de internet dobrou no planeta nos últimos cinco anos e, somente em 2010, 226 milhões de novos usuários passarão a se conectar à rede mundial de computadores. De acordo com a União Internacional de Telecomunicações (UTI), destes novos internautas, 162 milhões pertencerão a países em desenvolvimento. Ainda de acordo com o relatório, ao final de 2010, 71% da população dos países desenvolvidos estará conectada à internet. Apesar da forte difusão da rede em nações em desenvolvimento, o percentual populacional desses países que possuem acesso à rede ainda ficará em 21% até o final de 2010. (Proxxima – 18/10/2010) MUNDO TERÁ MAIS DE 2 BILHÕES DE INTERNAUTAS
  15. 15. C&A INAUGURA NOVO CONCEITO A C&A, líder do varejo de moda no país, inaugura no dia 21 de outubro uma loja totalmente diferente do seu padrão, batizada de “Flagship”, que será aberta no Shopping Iguatemi, na capital paulista, e apresentará aos clientes um novo conceito. A unidade conta com uma arquitetura diferenciada, com um destaque para um painel indoor em LED, além de espaços exclusivos de comercialização de produtos assinados por designers, sendo um destes espaços permanente para o SPFW (São Paulo Fashion Week). (Giro News - 19/10/2010) Marketing Mix CARREFOUR E COCA-COLA BRASIL INAUGURAM ESTAÇÃO DE RECICLAGEM Nesta semana, a parceria entre a Carrefour e a Coca-Cola Brasil chega a Ribeirão Preto (SP), Uberlândia (MG), Uberaba (MG), Goiânia (GO) e Manaus (AM): serão inauguradas Estações de Reciclagem em lojas do supermercado das cinco cidades. Nos postos de coleta, os consumidores depositarão embalagens vazias de plástico, vidro, metal, papel e Tetra Pak, que serão destinadas à reciclagem. A iniciativa reforçará para o público o valor das embalagens no retorno à cadeia produtiva. (Giro News - 19/10/2010) BIG APRESENTA NOVO BLOG O Hipermercado Big apresenta seu novo Blog - www.hipermercadobig.blog.br. O canal que surge em conjunto com sua agência de publicidade QG Propaganda, foi desenvolvido pela agência Hype Digital e alimentado pela Browse. No Blog o internauta encontram ofertas, tendências de moda, receitas e dicas de economia. Todo o conteúdo produzido é compartilhado nas redes sociais do Hipermercado Big: Twitter (@hipermercadobig), Facebook (hipermercadobig) e Orkut. (Giro News - 18/10/2010)
  16. 16. NATURA INICIA PRODUÇÃO TERCEI- RIZADA NA ARGENTINA ATÉ O FIM DO ANO A Natura começa até o fim deste ano a fabricação terceirizada de parte de seu portfólio de produtos na Argentina. A companhia já formou um grupo com executivos locais e montou um escritório em Buenos Aires. A produção inicial será focada na linha de perfumes, mas a ideia é ampliar o mix de produtos nos próximos meses, segundo o vice- presidente de Finanças e Jurídico da Natura, Roberto Pedote. (...) (...) No Brasil, a Natura registrou a marca de 1,170 milhão de consultoras, o que representa um crescimento de 18,4% sobre o terceiro trimestre de 2009. A empresa também atua por meio de distribuidores na Bolívia e em países daAmérica Central. (Agência Estado – 22/10/2010) Marketing Mix O dólar em baixa já vem gerando reflexos no desempenho do mercado de luxo brasileiro. De acordo com analistas do mercado, através da desvalorização da moeda norte- americana o comércio que necessita de importações tem garantido mais opções e estoque aos clientes. O otimismo nas importações deverá concretizar a expectativa de 22% de alta nos produtos trazidos ao País. Ontem o dólar comercial fechou cotado a R$ 1,6640 na compra e R$ 1,6660 na venda, estável em relação ao fechamento anterior. (...) Em 2009 o mercado de luxo brasileiro faturou US$ 6,23 bilhões, o que representa um crescimento de 4% em relação ao ano anterior. A expectativa este ano é de que o setor alcance US$ 7,59 bilhões. Os dados são da pesquisa "O mercado do Luxo no Brasil - ano IV", realizada pela MCF Consultoria & Conhecimento e pela empresa de pesquisa GfK Brasil. (...) Em contrapartida, com o dólar em baixa também incentiva um outro tipo de consumo: o feito fora do País. "Os brasileiros estão consumindo no exterior. (...) ( DCI - 19/10/2010) DÓLAR BAIXO DEIXA MERCADO DE LUXO OTIMISTA
  17. 17. Este informativo é destinado à comunidade de interesse sobre varejo, formada por alunos, ex-alunos, professores e funcionários de empresas parceiras do Retail Lab, o laboratório de Varejo do Núcleo de Estudos de Varejo da ESPM. PRODUZIDO POR: Leonardo Milanês Tatiana Fagundes COORDENAÇÃO: Prof. Ricardo Pastore 22/10/2010

×