Clipping do Varejo 22112011

  • 411 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
411
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ing do VarejoClipp
  • 2. Caros Leitores Caros Leitores, Nem bem fizemos as nossas compras de final de ano e tem gente já pensando nas liquidações de Natal. Mas se o consumidor está pensando no assunto, o varejo o tem devidamente planejado. Ou não? As liquidações são momentos de oportunidades para os consumidores, eles esperam entrar na loja e encontrar verdadeiras pérolas a preço de banana. O nível do consumo continua em alta, apesar da crise lá fora e das medidas que este governo tomou há um ano, as tais medidas “macroprudenciais” recentemente flexibilizadas. Os efeitos de tais medidas já se fazem sentir na ponta do consumo, porém nada que venha provocar encalhes de final de ano.Ricardo Pastore, Prof. Msc Os nossos lojistas não são assim tão ousados a ponto de investir em grandesCoordenador do Núcleo de estoques. O custo do dinheiro é alto, e manter dinheiro parado em estoque éEstudos do Varejo - ESPM risco aqui no Brasil, onde as taxas de juros são as mais altas do mundo. Ouse mas com planejamento e evite ficar sem mercadoria antes da hora. Surpreenda seus clientes com um sortimento muito melhor que o da concorrência e surpreenda-se com os bons resultados. Boas Vendas!
  • 3. Super & HiperCarrefour para de operar Com ataCadão na ColômbiaO grupo Carrefour decidiu parar de operar com a bandeira Atacadão na Colômbia. Procurada peloValor, a matriz do grupo francês confirmou a medida por meio da assessoria de imprensa no Brasil.A companhia não deu detalhes a respeito da decisão.Com três lojas naquele país, a empresa decidiu mudar os planos e trabalhar com uma nova marcachamada Carrefour Maxi. A varejista francesa atua com quatro marcas na área de atacado nomundo: Atacadão, Promocash, Gross, e Docks Market.As lojas Atacadão devem ser transformadas em Carrefour Maxi, mas o formato de operação, de“atacarejo”, não deve mudar, apurou o Valor.A primeira loja do Atacadão foi aberta na Colômbia em 2009, e já existiam planos de levar para opaís uma bandeira com apelo mais global. Na época, o então presidente do Carrefour no Brasil,Jean Marc Pueyo, havia dito que a bandeira Atacadão tinha significado apenas no Brasil.(Valor Econômico – 09/11/2011)
  • 4. Super & Hiperpara abilio, boa gestão de negóCios é fundamental em empresas familiaresAbilio Diniz, que atua há algumas décadas à frente de uma das companhias mais atuantes domercado brasileiro, fez uma apresentação ontem, 08/11, na HSM ExpoManagement 2011, onderevelou sua trajetória.Segundo Diniz, ele sofreu muito por estar numa empresa familiar. Lembrou que chegou a enfrentaruma disputa pelas ações do grupo com a família entre os anos 80 e 90. Mesmo com os conflitos, oempresário não aponta as relações entre familiares e negócios como sinônimo de problemas. Aindaapontou o Grupo Votorantin como exemplo de que é possível uma estrutura de negócio familiar.Os problemas familiares do empresário foram superados quando o Grupo Pão de Açúcar foiprofissionalizando a gestão do negócio. “Em determinado momento, foi decidido que nenhum Dinizcontinuaria como executivo da empresa. Foram cinco anos duríssimos, de quase perder a vontadede trabalhar pela manhã. Apesar de tudo, valeu a pena, porque hoje a empresa caminha de maneiratotalmente independente.”Abílio também comentou sobre o modelo de liderança 360 graus e a relação do Grupo Pão deAçúcar com a prática de esportes. “O esporte está no DNA do Grupo Pão de Açúcar. Somos todosesportistas e alguns de nossos valores, como disciplina, humildade, determinação e garra, tambémestão intimamente ligados à atividade esportiva”, disse ele.(Portal HSM - 09/11/2011)
  • 5. Super & Hipergrupo pão de açúCar troCa extra fáCil por minimerCado extraCom a estratégia de atuar em diferentes canais, a marca Extra decidiu reposicionar o formato e amarca Extra Fácil, para Minimercado Extra.Para a implantação do novo formato e inauguração das novas lojas, a empresa vai investir R$ 36 mi.Esse valor será aplicado desde na modernização e adequação do formato e da marca, até no layout,sortimento e comunicação, As novas lojas passarão a ter área de venda maior e focar em perecíveis.O projeto de conversão do formato das lojas começa com a expansão dos negócios. O objetivoé que, até o final deste ano, estejam em operação 19 Minimercados Extra, 14 deles originários deExtra Fácil e cinco de inaugurações. A finalização da conversão das 66 lojas Extra Fácil está previstapara o 1º semestre de 2012.Os ajustes do novo modelo e a escolha do nome demandaram aproximadamente 18 meses deestudo e 6 pesquisas, entre levantamentos com o consumidor e com especialistas. Nesse período,o modelo foi passando por ajustes, os quais foram testados com o consumidor. Entre as questõesque envolviam a análise, estava a expectativa do consumidor em relação a um mercado de bairro ecomo a marca poderia atendê-lo neste momento de compra.Segundo João Simões, diretor de operações do Minimercado Extra, para lançar o novo modeloforam feitas avaliações sobre o que o consumidor precisa e, a partir daí, foi reestruturado o formato,agregando valor, principalmente, às seções de perecíveis.(Supermercado Moderno – 11/11/2011)
  • 6. Super & HiperCenCosud venCe Walmart e fiCa Com prezuniCA varejista chilena Cencosud comprou a rede brasileira Prezunic, uma das mais tradicionais cadeiasde supermercados do Rio de Janeiro, por um valor total de R$ 685,7 milhões, conforme informouem nota encaminhada para a Superintendência de Valores e Seguros do Chile. “Nós entendemosque essa era o momento. Crescemos demais, o trabalho nunca foi tão grande e quisemos parar.Tínhamos outras propostas na mesa, mas ficamos com a Cencosud”, disse ao ValorAndrea Cunha,presidente da Prezunic. Ela e o irmão dividiam o controle da empresa.Com a compra, a sétima aquisição da Cencosud no Brasil, a rede “entra no mercado de supermercadosdo Rio de Janeiro, um dos mais importantes do Brasil”, disse a empresa chilena na nota.Segundo a Cencosud, a Prezunic é uma das líderes de supermercados no Brasil, com 31 lojas noRio e vendas de R$ 2,4 bilhões em 2010. Para 2011, a varejista chilena espera chegar aos R$ 2,6bilhões em vendas com a rede.De acordo com pessoas próximas à negociação, o Walmart também queria comprar a Prezunice estava na negociação até alguns meses atrás. “Posso dizer que tínhamos outros interessados.Ficamos na empresa até 31 de dezembro e depois o atual comando da rede sai e entra a Cencosud”,disse Andrea.(Valor Econômico – 16/11/2011)
  • 7. Shopping Centerrede China in box debuta em shopping CenterA cadeia China in Box vai começar a meter seus pauzinhos em shopping centers daqui pra frente.A primeira loja em shopping da bandeira no Brasil será inaugurada hoje no Shopping Metro BoulevardTatuapé, em São Paulo.No próximo ano, outras oito operações do gênero devem ser espalhadas no país. Quatro já temendereço definido: duas em centros comerciais da Grande São Paulo, uma em Manaus (AM) e outraem Campinas (SP).A entrada em shoppings faz parte da estratégia de expansão da marca pertencente ao grupoTrendFoods, também dono da rede de comida japonesa Gendai.Atualmente, a rede criada em 1992 no bairro de Moema, em São Paulo, tem mais de 150 lojas nopaís, entre delivery e salão. Todas de rua.(Brasil Econômico – 18/11/2011)
  • 8. Marca própriamarCas próprias elevam espaço na Cesta de ComprasSegundo pesquisa da Nielsen, as marcas próprias vem conquistando mais espaço na lista decompras dos brasileiros. No primeiro quadrimestre deste ano, o segmento registrou aumento de14,7% em comparação com o mesmo período de 2010, o que significa uma participação de 4,6%nas receitas do setor varejista.Para Dorival Kulicheski, gerente da área de desenvolvimento de inteligência de mercado da ALLIS -empresa especializada no desenvolvimento de soluções para pessoas e serviços, esse desempenhonas vendas é o reflexo da confiança do consumidor e do reconhecimento destas marcas, quetrazem os mesmos atributos dos produtos de referência.Por conta disso, Kulicheski ressalta o que sua empresa costuma fazer para conhecer esse mercado.Entre as medidas estão o mapeamento de qualquer mercado, inclusive o de marcas próprias; odesenvolvimento de um projeto de gestão integrada ao trade, envolvendo desde a estruturaçãode uma equipe especializada para trabalhar a marca no ponto de venda e o acompanhamento desua jornada para avaliar a efetividade do trabalho, até o monitoramento diário destes produtos nomercado.(Portal no Varejo – 08/11/2011)
  • 9. Tecnologiamobile ad CresCerá 47% em 2012Estudos do eMarketer revelam que investimentos em mobile advertising terão um crescimento de47% em 2012, totalizando US$ 1,8 bilhão. A maior parte do crescimento será atribuída à busca eunidades de anúncios, somados a adoção de smartphones, tablets e ao uso de mobile web.Noah Elkin, principal analista na eMarketer, afirma que o crescimento se dará pelo acesso à Internetmóvel, que antes era apenas uma exceção, tornando o celular uma mídia de enorme potencial paraanunciantes.A compra de smartphones e tablets têm sido expressiva, fazendo com que as previsões recentessejam mais elevadas do que as projeções anteriores. Em setembro de 2010, a previsão de crescimentoentre os anos de 2011 e 2014 era de um crescimento de 11% a 33% por ano em mobile ad.Consumidores estão com expectativas cada vez maiores em comunicação, navegação e comprasatravés de dispositivos móveis, afirmou Elkin, e o jeito como os consumidores acessam a web serádeterminante para estratégias de campanhas para atingir o público específico.(Proxxima – 08/11/2011)
  • 10. Mercadoambev CresCe 13,5% e atinge r$ 2,9 bilhões no terCeiro trimestre de 2011A Ambev (América Latina Norte + América Latina Sul + Canadá) registrou EBITDA (lucro antes dosjuros, impostos, depreciações e amortizações) normalizado de R$ 2,95 bilhões no terceiro trimestrede 2011, resultado orgânico 13,5% superior ao alcançado no mesmo período de 2010. A receitalíquida do trimestre foi de R$ 6,3 bilhões, 10,6% maior se comparada com o terceiro trimestre de 2010.O aumento nas despesas financeiras - ocorrido principalmente pelo impacto da desvalorizaçãocambial sobre transações realizadas entre empresas do grupo Ambev e indexadas em dólaresamericanos e canadenses - impactou no lucro líquido da companhia, que apresentou queda de9,5%, chegando a R$ 1,6 bilhão (normalizado) no trimestre. “É importante ressaltar que o impacto dadesvalorização cambial sobre as transações intercompany no trimestre não tem nenhum efeito-caixapara a companhia”, afirma Nelson Jamel, vice-presidente financeiro e relação com investidores. Ovolume total de vendas da companhia atingiu 39,9 milhões de hectolitros no terceiro trimestre de2011, 2,9% a mais na comparação com o mesmo trimestre de 2010. Deste total, as vendas de cervejachegaram a 28,6 milhões de hectolitros (aumento de 1,8%) e as de refrigeNac (não-alcooolicose não-carbonatados) a 11,3 milhões de hectolitros (crescimento de 5,7%). Já no acumulado atésetembro, o volume total de vendas da companhia foi de 116,9 milhões de hectolitros, aumentoorgânico de 0,8% em relação ao mesmo período de 2010.(Cidade Marketing – 09/11/2011)
  • 11. MercadoameriCana pepsiCo adquire fabriCante de bisCoitos mabelA gigante americana do setor alimentício Pepsico anunciou nesta quinta-feira a aquisição dafabricante brasileira de biscoitos Mabel por um valor não revelado.No Brasil, a Pepsico é conhecida sobretudo pelas marcas Elma Chips (salgadinhos), Quaker(cereais), Toddy e Toddynho (bebidas lácteas). Já a Mabel é uma das líderes em seu segmentono Brasil, com uma linha de 200 produtos, detendo cinco plantas industriais que juntas podemfabricar 1 milhão de biscoitos por dia. Em 2010, a empresa registrou vendas de R$ 481,1 milhões.Segundo John Compton, CEO da PepsiCo Américas Foods, a aquisição da empresa brasileiravisa reforçar o portfólio de produtos do conglomerado americano em “macrosnacks” (salgadinhos,biscoitos e bolachas de água e sal).“O Brasil é um mercado extremamente relevante para a Pepsico e essa aquisição irá nos posicionarde forma estratégica em um segmento chave na categoria de ‘snacks’”, afirma Compton.Com essa aquisição, o quadro de funcionários da empresa americana deve atingir a casa dos 12mil no Brasil, distribuídos por 19 plantas industriais. A operação ainda precisa passar pelo crivo doCade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).(Folha.com – 10/11/2011)
  • 12. E-Commerceo potenCial do m-CommerCe nos euaA Mastercard encomendou uma pesquisa para avaliar o potencial do m-commerceentre norte-americanos. A pesquisa revelou que 63% dos entrevistados entre 18 e 34 anos se sentem a vontadepara realizar compras por meio de seus celulares. Já para entrevistados com 35 anos ou mais essepercentual cai para 37%A pesquisa com divisão de gênero afirma que os homens (51%) estão mais aptos a pagamentosvia celular do que as mulheres (40%). O estudo ainda registrou um aumento de 15% para 25% depessoas que fazem compras via celular em relação ao ano de 2009.65% dos jovens entrevistados, entre 18 e 34 anos, afirmaram que sentem mais falta do telefonecelular do que da carteira, mais uma vez esse índice cai quando se trata de usuários com 35 anosou mais.(Mobilepedia – 08/11/2011)
  • 13. Marketing MixKfC lança produto exClusivo para o brasilO KFC criou uma versão exclusiva dos baldes de frango para o Brasil, com expectativa de aumentaras vendas do produto em 20%. Atualmente, a rede vende 25 mil baldes por mês no país e o consumodeste ano da categoria já registrou um aumento de 206% em relação a 2010.A novidade será lançada no próximo domingo, dia 13, e contém três cortes diferentes de frango.Para a divulgação, a empresa, por meio da agência Binder Visão Estratégica, criou a campanha“Domingo é Dia de Balde”, com o objetivo de incentivar o consumidor a sempre fazer o lanche narede neste dia da semana.Outra técnica para promover o lançamento é uma ação de customização do balde, com umapromoção que dará ao autor do desenho vencedor um iPad e uma refeição por semana, duranteum mês. O KFC divulga a novidade e o concurso com um hotsite, em encartes e nas mídias sociais.(Exame.com – 10/11/2011)
  • 14. Varejo Fashionvendas da maCy´s sobem 4%, mas margem bruta apertaA receita da Macy´s, segunda maior rede varejista americana de roupas, cresceu 4,1% no segundotrimestre de 2011 na comparação com o mesmo período de 2010, passando de US$ 5,6 bilhõespara US$ 5,8 bilhões. No entanto, a margem bruta, que mede a rentabilidade do negócio, diminuiude 40% em 2010 para 39,4% em 2011.A operação ficou mais cara por causa do aumento de custos com frete e matérias-primas,principalmente o algodão. As vendas online saltaram 39,8% no trimestre, impulsionadas pela ofertade frete grátis.Terry J. Lundgren, CEO da Macy´s, disse que é possível sentir “o excelente momento e a confiançaque estão sendo construídos na Macy’s desde nossas mudanças operacionais em 2009, eespecialmente nos últimos meses”.No ano, as vendas da empresa subiram 5,7%, para US$ 17,6 bilhões, e as vendas online, 39,4%.A companhia espera um crescimento em torno de 4% no quarto trimestre e entre 4,8% e 5% no anosobre 2010.A empresa opera mais de 850 lojas de departamento em 45 Estados americanos com as bandeirasMacy’s e Bloomingdale’s, além de sete outlets e as lojas online. Duas novas unidades da Macy’sforam abertas no trimestre, sendo uma na Flórida e outra em Massachussets.(Valor Online - 10/11/2011)
  • 15. 22/11/2011 ade de é destinad o à comunidEst e informativo alunos, ex bre varejo, formada porinteresse so empresas ores e fun cionários de alu nos, profess io de Varejo Retail Lab , o laboratór parceiras do da ESPM. e Estud os de Varejo do Núcleo d : Coordenação or: Produzido p astore Pro f. Ricardo P mo João do Car