Your SlideShare is downloading. ×
0
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Clipping 24102011
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Clipping 24102011

393

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
393
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. ing do VarejoClipp
  • 2. Caros Leitores Caros Leitores, Depois de muito trabalho e expectativa, começa hoje o Brazilian Retail Week, evento no qual o Núcleo de Estudos do Varejo está presente com um espaço denominado Expo Retail Lab. Procuraremos demonstrar os benefícios do uso de ambiente de laboratório por empresas para desenvolvimento de novos conhecimentos sobre tudo o que gira em torno do PDV. Além desta atividade, um dos nossos alunos competirá no Laboratórios de Idéias, programa que incentiva inovações por parte de estudantes e seu aproveitamento pelo mercado.Ricardo Pastore, Prof. Msc Enfim, serão 3 dias, 24, 25 e 26 de outubro, cheios de atividades eCoordenador do Núcleo de oportunidades. Esperamos por vocês, até lá!Estudos do Varejo - ESPM Boa leitura! Abraços, Prof. Ricardo Pastore
  • 3. Super & HiperPrimeiro Carrefour Planet Pode ser inaugurado no País este mêsComo parte do plano de revitalização de seus hipermercados, a matriz do Carrefour, na França,deve expandir o formato Planet, que trabalha agrupando soluções de consumo, os chamadosuniversos, para o Brasil. Segundo matéria veiculada hoje, 20/10, pelo portal internacional PlanetRetail, a primeira unidade deverá ser inaugurada ainda este mês em Santo André (SP).A loja resultará da conversão de um hipermercado tradicional. A mudança já está em andamentosem a necessidade de a filial fechar as portas. De acordo com o site, a unidade tem sido tratadalocalmente como “um novo conceito em supermercado”.A assessoria de imprensa do Carrefour no Brasil negou a SM a inauguração da bandeira CarrefourPlanet no País, afirmando que ficará restrita à Europa. Informou ainda que a loja de Santo Andréestá passando apenas por uma reforma normal.Desde agosto até agora, o Carrefour fechou 14 hipermercados com baixo desempenho no Brasil,como parte de sua reestruturação no País. A empresa também anunciou que sua expansão seráfortemente focada na marca Atacadão (de atacarejo) daqui para frente..(Planet Retail e Redação SM - 19/10/2011)
  • 4. Super & HiperataCadão feCha suas lojas de eletroeletrôniCosTodas as 11 unidades já foram desativadas, porque não vinham agregando valor para a empresa.Segundo José Roberto Mussnich, diretor geral da rede, essa medida faz parte da reestruturaçãodas operações do Carrefour no Brasil. “Essas lojas tinham pouca afinidade com o público quefrequenta as lojas tradicionais do Atacadão”, diz Mussnich.As unidades do Atacadão Eletro eram administradas diretamente por executivos do Carrefour, quepagavam aluguel dos espaços para o Atacadão. Duas das unidades ficavam na Bahia, nas cidadesde Juazeiro e Vitória da Conquista. Também havia uma loja em Campina Grande, na Paraíba. Avarejista também tinha pontos de venda nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo,Sergipe e Rio Grande do Sul.Por outro lado, a operação do Atacadão segue com crescimento e está na prioridade do Carrefour.Hoje, a rede de atacarejo tem 77 pontos de venda e até o final do ano mais cinco serão inauguradas.O objetivo é duplicar o tamanho da rede em três anos.Em 2012, a companhia espera terminar de mapear o País com abertura de lojas nos quatro Estadosonde ainda não está presente: Amazonas, Pará, Amapá e Roraima. “E vamos continuar abrindolojas nas capitais e no interior dos Estados”, conta Mussnich.(Brasil Econômico - 22/10/2011)
  • 5. Super & HipersuPermerCados mineiros querem ConCluir obras de exPansão até o natalDe olho nas vendas de final de ano, os empresários mineiros estão acelerando reformas e aberturasde lojas para que sejam concluídas até a véspera da semana natalina. Um exemplo é o Verdemar,rede gourmet da Região Metropolitana de Belo Horizonte, que pretende inaugurar um novosupermercado na capital antes que as tradicionais ceias de fim de ano comecem a ser preparadas.A sexta loja do grupo está prevista para abrir as portas no início de dezembro na Avenida RajaGabaglia, 3.600, na altura do Bairro Estoril. Com um investimento total de cerca de R$ 7 milhões,a unidade terá cerca de 1,8 mil m² de área de vendas. A unidade já está em fase de montagem e,segundo Alexandre Poni, diretor comercial da rede, o maquinário de várias seções é importado parauma melhor modernização das novas lojas. Os funcionários já foram selecionados e estão em fasede treinamento.Além na nova unidade, o Verdemar está prestes a inaugurar um Centro de Distribuição, no BairroJardim Canadá. Com aporte de R$ 15 milhões, o empreendimento de 12 mil m² de área construídafacilitará o abastecimento das lojas. “É uma questão de mobilidade. Com a inauguração, esperadapara janeiro ou fevereiro do ano que vem, concentraremos a distribuição em caminhões menores”,antecipa o Poni.(O Estado de Minas – 24/10/2011)
  • 6. Shopping Centerbrmalls PrePara lojistas Para vendas do natalA BRMalls investe na capacitação dos lojistas de seus estabelecimentos de olho nas vendas do Natal.A empresa realizará palestras para os mais de dois mil profissionais dos shoppings da companhiano Rio de Janeiro e em São Paulo, sobre temas como Marketing Básico e formas de encantaros clientes. As aulas serão ministradas pelos consultores Rogério Caldas, Thomaz Monachesi,Lôbo Júnior e Leila Navarro. Participam do programa os centros comerciais Plaza Shopping, WestShopping, Shopping Tijuca, Ilha Plaza e VillaLobos.(Mundo do Marketing – 24/10/2011)
  • 7. EconomiaPhiliPs negoCia venda da divisão de tvs Para tPv, de hong KongA Philips Electronics considera vender seu negócio de televisão, tendo em vista que os lucros noterceiro trimestre foram baixos e são poucas as esperanças de uma melhora substancial a curtoprazo, anunciou a companhia. A Philips é a maior companhia do mundo em iluminação, a terceiramaior fabricante de equipamentos hospitalares e a maior em produtos eletrônicos da Europa. Asnegociações para vender boa parte do segmento de televisão para a TPV, de Hong Kong, estãoavançadas e levando mais tempo que o esperado, segundo a empresa europeia. O negócio deveser concluído antes do fim deste ano. “Caso não haja acordo, a Philips vai considerar outrasopções”, afirmou o presidente-executivo Frans van Houten nesta segunda-feira. A Philips disse queplaneja eliminar 4.500 empregos como parte do plano de corte de custos de 800 milhões de eurospara aumentar os lucros e atingir as metas financeiras. Apesar de reiterar as metas financeiraspara 2013, de crescimento nas vendas de 4 a 6 por cento e margem Ebitda (lucro antes de juros,impostos, amortização e depreciação, em inglês) de 10 a 12 por cento, Van Houten disse quea Philips ainda tem um longo caminho pela frente. “Ainda não estamos satisfeitos com a atualperformance financeira, considerando os atuais desafios econômicos, principalmente na Europa”,afirmou.(Reuters / iG - 21/10/2011)
  • 8. EconomiaCoCa-Cola ComPleta 30 trimestres em CresCimento no brasilO Sistema Coca-Cola Brasil completou 30 trimestres consecutivos de crescimento, após obter altade 1% no volume de vendas nos últimos três meses de 2011. A comparação com o mesmo períodode 2010, no entanto, é negativa, já que o grupo, que atua em sete segmentos com mais de 150produtos, havia crescido13%. Na América Latina, a empresa teve alta de 7% no trimestre e, nomundo, 5%.Já a marca Coca-Cola obteve crescimento de 3% globalmente no último trimestre, impulsionadaprincipalmente pelo desempenho na Índia, que teve alta de 17%, seguida por Argentina, com 11%,China, com 7%, México, com 6%, e França, Alemanha e Grã-Bretanha, as três com 5%.(Mundo do Marketing – 24/10/2011)
  • 9. MercadoKraft quer resgatar PoPularidade da marCa royalPara isso, a multinacional acaba de investir R$ 7 milhões no lançamento de uma gelatina da Royalque brinca com a gravidade. Com dois sabores em um só sachê, a Duo Magic é separada nopreparo: a gelatina fica com um sabor no topo (uva, morango ou cereja) e outro embaixo (abacaxi,maçã ou limão). O personagem “Bocão”, criado para a marca nos anos 80, volta a estampar asembalagens, no lugar de personagens licenciados. O produto chegou às lojas este mês e terádistribuição nacional.O slogan da Royal passa a ser “O simples é mais gostoso”. A campanha na TV aberta será veiculada,em novembro, na região Sul, maior mercado brasileiro de gelatina, e em Ribeirão Preto, no interiorpaulista. Esta região responde pelo segundo lugar no consumo da categoria.A marca Royal lidera nas sobremesas em pó, com 35% de participação em valor e 33% em volume.Nesse mercado, seus principais concorrentes são a alemã Dr. Oetker e a brasileira Bretzke. Estaúltima, sediada em Santa Catarina, promete novidades. “Ainda neste ano, vamos aumentar de 12para 20 o total de sabores de gelatina”, diz o gerente de vendas da Bretzke, Carlos Jardim.No fermento em pó, mercado em que Royal se tornou sinônimo de categoria, a participação damarca em valor chega a 70%. Esse segmento movimenta cerca de R$ 150 milhões ao ano. Ofermento em pó foi a origem do nome Royal, que nasceu nos Estados Unidos no fim do século XIX.A marca veio parar nas mãos da Kraft em 2000, com a compra da Nabisco.(Valor Econômico – 22/10/2011)
  • 10. Mercadoambev investe r$ 245 milhões em fábriCa de goiásO objetivo da companhia é duplicar a capacidade de produção da filial Cebrasa, que fica emAnápolis (GO). Para isso, o montante será investido até o final do ano. Com isso, a fábrica vai ganharuma nova linha de produção e envase de 120 mil latas por hora. A cervejaria terá capacidade deproduzir mais de 4 milhões de hectolitros de cerveja por ano.O valor faz parte do pacote de investimentos de R$ 2,5 bilhões que a Ambev vai aplicar em todo oBrasil em 2011, para aumentar em 10% sua capacidade total de produção.Durante as obras serão gerados cerca de 800 empregos. A nova linha de produção, que começa aoperar em 2012, terá capacidade de produzir, sozinha, 120 mil latas por hora. Hoje, a filial Cebrasaconta com seis linhas de envase. Responsável por abastecer os estados da região Centro-Oeste,além do Distrito Federal, Minas Gerais, Tocantins, Bahia e Pará, a unidade produz toda a linha decervejas e refrigerantes da Ambev.Além desse investimento, a Ambev ainda está injetando outros R$ 24 milhões para ampliar acapacidade produtiva e aperfeiçoar a logística e distribuição das suas unidades de negócios noCentro-Oeste, somando R$ 269 milhões na região, onde a Ambev possui 4 fábricas: Filial Cebrasa,Filial Goiânia (GO), Filial Gama (DF) e Filial Cuiabá (MT), além de 3 centros de distribuição diretaem Brasília (DF), Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT).(Supermercado Moderno – 20/10/11)
  • 11. Mercadonestlé vai inCentivar Produção de Café no brasilUm programa voltado aos produtores de café conilon (robusta) será lançado no Espírito Santo,nesta quinta-feira, 20/10. O projeto inclui a distribuição de 1 milhão de mudas até 2012 e assistênciatécnica durante os estágios de cultivo e desenvolvimento inicial das lavouras.A iniciativa, batizada de Nescafé Plan, faz parte de uma estratégia global e repete a experiênciajá realizada pela companhia em países como México, Tailândia, Filipinas e Indonésia. A meta édistribuir 220 milhões de mudas em todo o mundo até o fim da década, investimento estimado em500 milhões de francos suíços (cerca de US$ 550 milhões).Maior compradora mundial de café verde, a Nestlé espera, com isso, assegurar seu abastecimentono longo prazo, dentro dos padrões de qualidade desejados pela multinacional e atendendo aos pré-requisitos ambientais, sociais e econômicos estabelecidos pelo Código Comum para a ComunidadeCafeeira (o chamado 4C).Até 2015, a Nestlé quer atingir a marca de 180 mil toneladas anuais de “café 4C” no mundo. Aempresa não informa qual é seu consumo total, mas Lilian garante que esse volume representa uma“fatia significativa” de suas compras. “Cada vez mais, vamos priorizar o produto que se enquadrarnesse perfil”, afirma Lilian. Segundo ela, a estratégia vai resultar em preços mais altos ao produtor. “(Valor Econômico – 21/10/2011)
  • 12. E-CommerceCooP iniCiará vendas Pela internet no Próximo anoA rede, que atua na região do ABC Paulista, iniciará suas operações online no segundo semestre de2012. O valor total do investimento não foi revelado, mas segundo Antônio José Monte, presidenteda Coop, os aportes em TI começarão em breve.Depois do lançamento, a Coop pretende disponibilizar medicamentos e produtos de beleza na novaplataforma de venda. A capital também será atendida pela loja virtual.Paulistanos fazem mais compras pela internetUma pesquisa realizada pela Fecomercio-SP revelou que 51,5% dos consumidores da capitalpaulista têm o hábito de comprar pela internet.Do total de consumidores entrevistados, 54,46% apontam a praticidade como principal motivo parautilizar a web. Em seguida, vêm preço, com 27,52%, e a confiança na empresa, citada por 16,47%.(Mercado & Consumo - 22/10/2011)
  • 13. ComportamentoPesquisa revela que Consumidores Preferem Promoções digitaisAs ações de marketing ligadas à promoções e sorteios atraem 25% dos consumidores atualmente.Desse total, 34% da participação acontece por meio da internet. Os dados são da empresa depesquisa GfK, que no mês de maio entrevistou mil pessoas a partir dos 18 anos em Porto Alegre,Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Brasília,Goiânia e Manaus. A maior participação é de pessoas entre 25 a 34 anos (30%), seguidos porjovens entre 18 a 24 anos (28%), e por aqueles com mais de 56 anos (18%). Os entrevistados citamainda a participação via Correio (29%), SMS/torpedo (26%) e redes sociais (16%). Entre as classessociais, a que mais recorre às promoções é a A e B, que representa 43% da amostra. Já a classe Ce D responde por 25% dos interessados nesse tipo de ação.(Meio & Mensagem – 21/10/2011)
  • 14. Marketing Mixabsolut lança ConCeito blanK, Com obras de arte no formato da garrafaA Absolut lançou uma estratégia para se associar à arte e à criatividade, apoiada pelo maiorinvestimento em mídia da história da marca no Brasil. O novo conceito é chamado de Blank (embranco, em inglês) e tem peças em telas feitas por 18 artistas, sendo três brasileiros, a partir dasilhueta da garrafa de vodka. Os colaboradores são de diferentes disciplinas, como desenho,pintura, escultura, impressão, cinema e arte digital.As telas serão usadas em ações online, principalmente na fan page da empresa no Facebook, queterá um aplicativo no qual os internautas podem criar insights de arte na garrafa de Absolut usandofotos de seus amigos.Ainda dentro da proposta, a marca está patrocinando o festival de arte NOVA Cultura Contemporânea,que ocorre na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, até o dia 29, e a festa BYOB, também na capitalpaulista, que terá artistas convidados mostrando projetos de vídeo-arte pelas redes sociais. Serálançado ainda um vídeo de divulgação do conceito, para veiculação na TV aberta, fato inédito damarca no Brasil.(Mundo do Marketing - 12/09/2011)
  • 15. Marketing Mixjbs ComPra assim e mat insetA Hypermarcas fechou sabádo, dia 22/10, a venda das marcas Assim e Mat Inset para a Flora,controlada pelos donos do JBS. Trata-se de mais um passo na reestruturação do portfóliodaHypermarcas, que nasceu em 2002 com a intenção de ser a “Unilever brasileira”, em alusão àgigante anglo-holandesa de bens de consumo.Ainda está em negociação a marca Assolan, de palhas de aço. Há tempos, também, a empresabusca um comprador para a marca Etti. A Hypermarcas ficará menor, mas atuará em setores ondeterá maior poder de barganha, caso de higiene pessoal e medicamentos,segundo os analistas – ouseja, no final das contas, pode sair mais forte de tudo isso.Priorizar esses setores traz algumas vantagens à Hypermarcas, de acordo com especialistas.Além de complementares, são setores nos quais o varejo cresce a passos bem mais largos, nacomparação com o varejo de alimentos, que já está consolidado no País, diz Eugenio Foganholo,consultor de varejo.(Exame online - 24/10/2011)
  • 16. 24/10/2011 ade de é destinad o à comunidEst e informativo alunos, ex bre varejo, formada porinteresse so empresas ores e fun cionários de alu nos, profess io de Varejo Retail Lab , o laboratór parceiras do da ESPM. e Estud os de Varejo do Núcleo d : Coordenação or: Produzido p astore Pro f. Ricardo P mo João do Car ndes Tatiana Fagu

×