• Like
Clipping 13_02_2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Clipping 13_02_2012

  • 505 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
505
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Shopping Center Varejo Fashion Móveis e Eletro Economia Construção Super & Hiper Marcas Próprias Internacional Mercado Sustentabilidade Canal Farma Marketing Mix TecnologiaE-Commerce do V arejo Cl ipping
  • 2. Shopping Centerloja em aeroporto cuSta maiS que em ShoppingA privatização dos aeroportos de Guarulhos, Campinas eBrasília pode fazer decolar os preços dos aluguéis das 533 lojasinstaladas nos terminais aéreos. Os acordos antes negociaciadosdiretamente com a Infraero passarão a ser analisados pelos novosconcessionários e empresas como Dufry e H.Stern podem pagaraluguéis a preço de ouro. Segundo a Associação Nacional deConcessionárias de Aeroportos (Ancab), em alguns casos, o preçodo metro quadrado dos terminais brasileiros subiu até 200% nosúltimos dois anos e a tendência é continuar em alta. Mas a área étão nobre que há casos de empresas que, para não perder o ponto,estão renovando o contrato com valor superior ao faturamento,segundo o presidente da Ancab e ex-ministro da Aeronáutica,brigadeiro Mauro Gandra. Dois fatores explicam o apego à áreacomercial dos aeroportos: primeiro o bom momento da economiabrasileira que levou cerca de 180 milhões de pessoas a viajaremde avião, só em 2011. A segunda é que esse batalhão de gentenão tem muita opção de consumo dentro dos terminais. Daí asempresas cobrarem preços abusivos é um pulo.(Brasil Econômico - 08/02/2012)
  • 3. MercadobraSil é a bola da vez no varejo mundialDos 45 minutos que durou sua palestra na brasileiros de sucesso no evento promovidoNational Retail Federation (NRF) em Nova York, pela sua consultoria nessa semana, que refleteem janeiro, o ex-presidente Bill Clinton dedicou sobre as tendências do varejo apresentadas naoito minutos para falar de Brasil. NRF.“O Grupo Pão de Açúcar é exemplo em“Não foi só pelo fato de um terço do congresso na diversificação de formatos, com lojas pequenas,NFR ser formado por brasileiros, cerca de 1,4 mil médias e grandes, que atendem diversospessoas; Clinton e outras personalidades falam de públicos, além dos próprios canais online deBrasil porque temos cases de sucesso, varejistas vendas”, aponta Serrentino. Outro case deque inovaram, o que há 19 anos não acontecia, sucesso é o Magazine Luiza, que inovou aopois os poucos brasileiros que iam na NFR eram transformar seus clientes em vendedores comignorados”, afirma Marcos Gouvêa, diretor geral o lançamento do “Magazine você”, ferramentada consultoria GS&MD Gouvêa de Souza. digital em que qualquer brasileiro pode ter“Estamos mais competitivos, incorporamos as uma loja online da marca, deixando a cargo domelhores práticas do mercado internacional e Magazine Luiza a logística, pagamento, entregaestamos no mesmo nível, só que em menor escala; e garantia de qualidade.o Brasil tem vocação para o varejo”, disse Gouvêa. (Brasil Econômico – 08/02/2012)Alberto Serrentino, sócio sênior da GS&MDGouvêa de Souza, exemplifica alguns cases
  • 4. Mercadogeneral millS compra yoki por r$ 2 bilhõeSA empresa acertou a compra da fabricante de alimentos Yoki por R$ 2 bilhões, segundo fontes próximasàs empresas. A Yoki é um negócio familiar que faturou R$ 1,1 bilhão em 2010 e é conhecida no mercadopor sua pipoca de micro-ondas.A aquisição da marca seria a volta da General Mills ao Brasil. Desde 2009, quando vendeu a Forno deMinas para a família fundadora da empresa, de Contagem (MG), a quinta maior empresa de alimentos domundo vem atuando no Brasil apenas com produtos importados: barras de cereais e sorvetes Häagen-Dazs, vendidos em supermercados e em 12 sorveterias próprias.A Yoki tem nove fábricas em seis Estados e produz 610 itens diferentes, de salgadinhos a sucos prontos.Fundada por Yoshizo Kitano, estava à venda porque não tinha sucessores e vivia uma rixa familiar.Procuradas, nenhuma das empresas comentou o assunto.(Supermercado Moderno – 13/02/2012)
  • 5. Mercadored bull inveSte r$ 509 milhõeS em primeira fábrica no braSilNo ano passado, o mercado brasileiro consumiu após ano. Em 2011, o volume vendido foi 20%185 milhões de latas do energético Red Bull, maior do que o alcançado em 2010.importadas da Áustria, sede da empresa, e da Segundo informações da Nielsen, a marca temSuíça, onde a companhia também tem fábrica. Mas, 48% do faturamento do mercado, Em segundoem breve, parte dessa produção virá de Manaus, lugar vem o Burn, da Coca-Cola, com 18%.onde a fabricante de bebidas energéticas investirá As marcas de preços mais baixos têm 25% deR$ 509 milhões em três anos, para construir sua participação.primeira fábrica fora da Europa. Com vendas de R$ 500 milhões ao ano, oA nova unidade terá capacidade de produção segmento tornou-se um dos mais promissoresde 64 milhões de litros (ou 206 milhões latas) no do mercado de bebidas, atraindo até a Ambev,primeiro ano. Chegará a 73,7 milhões de litros maior cervejaria do País, que lançou no início deno segundo e 85 milhões de litros no terceiro, 2011 o seu Fusion Energy Drink.conforme informações da Secretaria de Estado (Supermercado Moderno – 13/02/2012)de Planejamento e Desenvolvimento Econômicodo Governo do Amazonas.O Red Bull foi o primeiro energético a chegarao mercado nacional, em 1999. Desde então, acompanhia vem acumulando crescimento ano
  • 6. MercadobaSf inaugura Sua primeira fábrica de metilato de Sódio na américa do SulHoje a BASF inaugura oficialmente sua nova fábrica de escala global para a produção de metilatode sódio em Guaratinguetá, São Paulo, sua maior localidade na América do Sul. A fábrica temcapacidade de 60 mil toneladas ao ano e irá suprir o mercado regional. A produção se iniciou no finalde 2011 e a fábrica está produzindo continuamente, entregando um produto com alta qualidade.Esta é a primeira fábrica de metilato de sódio da BASF na América do Sul e a segunda no mundo,somada a uma fábrica em Ludwigshafen, na Alemanha. O investimento financeiro para o projeto foide cerca de dois dígitos de milhões de euros. “Investimos em uma nova fábrica para fortalecer nossaposição competitiva no mercado do biodiesel na América do Sul, que está em franco crescimento.O início das atividades produtivas dá suporte à iniciativa estratégica de trabalhar o mais próximopossível de nossos clientes, atendendo de forma mais eficiente e com o fornecimento local demetilato de sódio”, afirma Stefano Pigozzi, Presidente Global da Divisão de Inorgânicos da BASF.“Esta fábrica é mais um passo importante na construção da nossa estratégia de expandir a posiçãode liderança na América do Sul”, completa Pigozzi.“Este investimento está alinhado à oportunidadede crescimento do mercado de biodiesel na região. E, como anunciado no ano passado, planejamosconstruir a segunda fábrica na América do Sul, acompanhando o crescimento do biodiesel naregião”, afirma Alfred Hackenberger, Presidente da BASF para a América do Sul.(Cidade do Marketing – 06/02/2012)
  • 7. Tecnologiagoogle prepara entrada no mercado de eletrônicoSO Google está aperfeiçoando um dispositivo de entretenimento doméstico, informaram pessoasa par dos planos da companhia, num projeto que permitirá uma ampla investida da companhiano mercado de eletrônicos. O aparelho, que existe como protótipo e será vendido como um itemda marca, representa o mais importante empreendimento da companhia em hardware. Embora oobjetivo inicial do aparelho seja ouvir música via streaming, sua aplicação poderá ser muito maisampla. O Google ainda lucra principalmente com as buscas na internet. Mas, à medida que acomputação se distancia do desktop e do laptop, a companhia não pode ficar marginalizada. Onovo produto constitui uma estratégia para controlar projeto, produção e venda de um dispositivode entretenimento, como seus concorrentes já fizeram com tanto sucesso.Larry Page, que no ano passado assumiu a direção da companhia da qual foi um dos fundadores,cuidou da incorporação dessa nova modalidade. O aparelho de divertimento estava sendodesenvolvido durante mais de um ano, antes de o Google concluir um negócio de US$ 12,5 bilhõespara a compra da Motorola Mobility, que produz celulares, a fabricante mais provável do dispositivo.A aquisição deverá se concluir nesta semana. Mas o mercado considera que o Google não temmuita escolha. “O futuro do Google depende de sua capacidade de ampliar a sua influência alémda tela do PC”, disse James McQuivey, analista da Forrester.(Gouvêa de Souza - 08/02/2012)
  • 8. E-Commercemercado de joiaS ganha conSumidoreS virtuaiSSe antes era preciso passar pelos corredores dos shoppings ou ficar horas no trânsito para conseguircomprar uma peça, agora é possível levar uma para casa com um simples clique do mouse. Como mercado crescente de vendas on-line, o ramo de joias já entrou nessa tendência. Segundo aconsultoria e-bit, no primeiro semestre de 2011, os produtos de saúde, beleza e medicamentosrepresentaram 11% em volume de pedidos, ficando atrás apenas do segmento de eletrodomésticose informática. De acordo com a empresa especializada em informações de vendas on-line, aprevisão é de que no ano passado o comércio eletrônico tenha apresentado um faturamento deR$18,7 bilhões, o que representa uma alta de 26% ante o resultado visto em 2010. O site que estáno ar desde janeiro deste ano já desperta na executiva várias formas de ampliar os negócios. Deolho nesse potencial, a designer Fernanda Fernandes mergulhou nessa ideia. Após uma viagemcultural pela Europa, a empresária criou a Guilda Joias, uma empresa que vende peças exclusivaspela internet.“Estou desenvolvendo a proposta de joias personalizadas, além de um canal para revendedoras.”Fernanda sabe, porém, que para a loja virtual dar certo é preciso focar em duas frentes: marketinge pagamento seguro.(Brasil Econômico – 07/02/2012)
  • 9. EconomiaWickbold faturou 23% maiS em 2011 vendaS da unilever creScem 12,3% noS paíSeS emergenteSA empresa nacional, que figura entre A fabricante anunciou lucro 6,25 bilhões de eurosas três maiores fabricantes de pães em 2011 e informou também que vem enfrentandoindustrializados do País, fechou 2011 com um cenário mais complicado para seus negóciosbons resultados. Com faturamento anual na Rússia e no Brasil. A evolução das vendas,de R$ 511 milhões, superou a meta de meio excluindo variações cambiais e itens extraordinários,bilhão e cresceu 23% em comparação a nos países emergentes, desacelerou de13% no2010. Já nos próximos três anos, prevê terceiro trimestre para 12,3% no quarto trimestre, emalcançar o primeiro bilhão. Para isso, a comparação com os mesmos períodos de 2010.empresa inicia, este ano, um elaborado Segundo Jean-Marc Huët, diretor de finanças daplano de expansão nacional, que inclui Unilever, particularmente os mercados emergentesa inauguração de novas fábricas. Santa apresentaram moderação no crescimento do volumeCatarina é o Estado escolhido para a de vendas. A Unilever contabilizou receita de € 46,47construção da quinta unidade fabril, a bilhões em vendas em 2011, 5% a mais do que emser inaugurada até o final de 2012, com 2010. O lucro por ação diluída manteve-se em €o objetivo de melhorar a distribuição dos 1,46.produtos na região Sul. (Supermercado Moderno – 07/02/2012)(Supermercado Moderno – 07/02/2012)
  • 10. Economiacoca-cola fatura 33% maiS em 2011A receita mundial da Coca-Cola ficou em US$ 46,5 bilhões em 2011, valor 33% maior do que os US$35,1 bilhões registrados em 2010. O volume de vendas global cresceu 5%, devido aos mercadosinternacionais e, principalmente, à América Latina, que consumiu 4% a mais que no período anterior.No acumulado do ano passado, o lucro líquido caiu 27%, para US$ 8,5 bilhões, ou US$ 3,69 poração. Em 2010, o lucro líquido bateu US$ 11,8 bilhões e o lucro diluído por ação chegou a US$ 5,06.O lucro líquido da Coca-Cola caiu 71% no quarto trimestre de 2011 na comparação com o mesmoperíodo do ano anterior, passando de US$ 5,7 bilhões para US$ 1,6 bilhão.De acordo com a empresa, em 2010 o resultado foi impulsionado por um grande ganho com acompra de algumas operações de engarrafamento de bebidas nos Estados Unidos. Já no quartotrimestre, a receita da empresa cresceu 5% e alcançou US$ 11 bilhões, puxada pelo aumento nospreços, pelas vendas internacionais e pelos resultados positivos nas marcas de sucos e chás.Segundo Gary Fayard, principal-executivo financeiro, os custos com commodities devem crescerem US$ 450 milhões neste ano, puxados por ingredientes para sucos e adoçantes. A companhiainformou que planeja reduzir custos em US$ 550 milhões, para US$ 650 milhões, até 2015 e usar aseconomias para investir em suas marcas e mitigar os preços altos das commodities.(Supermercado Moderno – 07/02/2012)
  • 11. Varejo Fashionlevi’S inaugura primeira loja conceito da américa latina em SpA Levi’s trouxe para o Brasil o seu novo modelo de loja. O primeiro ponto de venda a apresentara mudança está localizado na Rua Oscar Freire, no bairro dos Jardins, em São Paulo, e faz partedo plano de globalização da marca. Esta é a primeira unidade na América Latina sob o conceitoNeighborhood Store, e a quarta no mundo. Entre os destaques, a loja apresenta uma linha de produtosexclusivos e a equipe de atendimento é treinada para fornecer informações diferenciadas sobre obairro. O novo conceito é resultado de um estudo feito em algumas lojas da marca localizadas empontos frequentados por turistas. Segundo o levantamento, clientes que não eram da região tinhamo hábito frequente de pedir dicas sobre cafés, docerias, restaurantes e galerias. A arquitetura dospontos de venda também é orientada de acordo com a cultura local. A loja de Malibu, por exemplo,tem uma temática totalmente praiana. No caso da Oscar Freire, o layout é urbano, com apelofashion. A decoração conta ainda com peças artesanais, como tapetes produzidos no Nordestebrasileiro, e objetos vintage paulistanos, principalmente livros de arquitetura e arte brasileiras. Paranão perder a identidade da Levi’s, o espaço apresenta elementos do mobiliário ligados ao espíritoda marca, como livros decorativos e bandeiras dos Estados Unidos. Para completar o projeto, osconsumidores encontram quadros que evidenciam a cultura paulistana, com imagens do MercadoMunicipal, Estação da Luz e Edifício Copan, além de vistas noturnas da cidade.Para a inauguração,a empresa trouxe peças selecionadas e assinadas por Jean Paul Gaultier, House of Holand e a linhaLevi’s Vintage Clothing, com roupas insipiradas nas primeiras coleções da marca. Outro diferencialé que, aos sábados, serão servidos drinks para os clientes da loja.(Mundo do Marketing - 09/02/2012)
  • 12. Móveis e Eletroelectrolux lança concurSo cultural “roupa difícil”A Electrolux lança uma competição na Fan Page Cuidados com a Casa e premiará 7 competidorescom o ferro Perfect Line, que conta com 600 furos de vapor na base e design inovador: trata-se doconcurso cultural “Roupa Difícil só com #PerfectLine”. Para participar, fãs da marca devem enviaruma foto de uma peça de roupa que considerem difícil e contar porque ela dá mais trabalho parapassar do que outras peças convencionais para o email cuidadoscomacasa@gmail.com.No concursocultural “Roupa Difícil só com #PerfectLine”, ganham as fotos consideradas mais desafiadoras parao ferro a vapor, eleitas pela equipe do “Cuidados com a Casa”. Serão 7 ferros Perfect Line para setevencedores. As inscrições por email podem ser realizadas até o dia 22 de fevereiro e todos os detalhese o regulamento podem ser consultados na página do Facebook: www.facebook.com/cuidadoscasa.(Cidade do Marketing – 07/02/2012)
  • 13. Canal Farmamercado de medicamentoS genéricoS creSce 32,3% em 2011O mercado de medicamentos genéricos cresceu genéricos já registraram a marca de 20,5% de32,3% em 2011 no volume de unidades vendidas, participação, segundo dados do IMS Health. Osem comparação a 2010. É o que aponta uma genéricos que entraram no mercado por meiopesquisa realizada pela Associação Brasileira de medicamentos que tiveram suas patentesda Indústria de Medicamentos Genéricos (Pró vencidas nos últimos dois anos contribuíramGenéricos) em todo o Brasil. No ano passado para a expansão do setor.foram comercializadas 581 milhões de unidades, O estudo da Pró Genéricos demonstra aindaenquanto em 2010 o número registrado foi de 439 que desde 2001 os genéricos promoveram umamilhões. As vendas de genéricos movimentaram economia de R$ 20,2 bilhões aos consumidores.R$ 8,7 bilhões, apresentando crescimento de (Mundo do Marketing - 08/02/2012)41% em comparação a 2010, quando chegarama R$ 6,2 bilhões. Em relação à indústriafarmacêutica, os genéricos apresentaramaumento de 52,3% comparado aos outros setoresno período. O setor registrou 22,3% de marketshare no fechamento de 2011, percentual 26,7%superior aos 17,6% registrados em dezembrode 2010. Sobre o faturamento em reais, os
  • 14. Marketing Mixc&a terá coleção com a marcacarioca maria filóA Maria Filó é a nova parceira da C&A,que lançará uma coleção exclusiva com amarca carioca. A coleção chega a 97 lojasda varejista no Brasil no dia 15 de marçoe é a maior já feita em conjunto pela rede,que também tem no histórico parcerias comestilistas como Stella McCartney, IsabelaCapeto e Reinaldo Lourenço. Ao todo são 60peças, entre roupas, calçados e acessórios.Para divulgar as novidades, a C&A escolheua modelo paulistana Nadine Ponce.(Mundo do Marketing - 08/02/2012)
  • 15. Marketing MixSollyS reformula embalagemA marca de bebidas à base de soja da Nestlé, Sollys, acaba deganhar nova embalagem. O layout agora destaca mais as frutasna parte frontal do produto, com o objetivo de ajudar o consumidorna hora de identificar o sabor, além de ressaltar a nova logomarcada Nestlé. As embalagens de 1L também ganham nova tampade rosca, mais prática e segura. Informações nutricionais ecuriosidades sobre a marca podem ser encontradas no versoe na lateral das novas embalagens. Os produtos com o layoutreformulado poderão ser encontrados nas prateleiras de todo opaís a partir de fevereiro. Vale ressaltar que toda a linha é fontede cálcio, vitamina C, não contém conservante, possui 0% decolesterol e 0% de lactose, e é a única marca do segmento debebidas à base de soja a apresentar o selo de aprovação daABRAN - Associação Brasileira de Nutrologia. Na plataforma deincentivo ao esporte, a marca Sollys é patrocinadora do time devôlei feminino Sollys/Nestlé, de Osasco (SP), e da atleta MaurrenMaggi, maior nome da história do atletismo feminino no Brasil.(Cidade do Marketing – 06/02/2011)
  • 16. Shopping Center Varejo Fashion 13/02/2012 Móveis e Eletro Economia unidadeConstrução om de stinado à c Este info rmativo é de & , forma or alunos ex SuperarejoHiperda pMarcas, Próprias bre v interesse so Internacional empresas un cionários de essores e f nos, profMercado alu io de Varejo Sustentabilidade Reta il Lab , o laboratór Canal Farma as do Marketingrejo da ESPM. parceir Va Mix e Estudos de do Núcleo d Tecnologia :E-Commerce Coordenação or: Produzido p astore Pro f. Ricardo P rvoli Raphael Spa mo João do Car