Direitos humanos trab geo e info

  • 621 views
Uploaded on

Trabalho interdisciplinar Geografia e Informática

Trabalho interdisciplinar Geografia e Informática

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
621
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Direitos Humanos “ Eu temo pela minha espécie quando penso que Deus é justo.” Thomas Jefferson
  • 2. Continente Africano: - A África e segundo o Continente Mais populoso do mundo (Fica atrás somente da Ásia). Possui, aproximadamente, 800 milhões de habitantes. - É um continente basicamente agrário, pois cerca de 63% da população habitam o meio rural, enquanto somente 37% moram em cidades. - No geral, e Um Continente pobre e Subdesenvolvido, Apresentando Baixos índices de Desenvolvimento Econômico. -Além da agricultura, destaca-se uma Exploração de Recursos minerais como, por exemplo, ouro e diamante. Esta Exploração gera pouca renda ao país pois a exploração é feita por Empresas Multinacionais Estrangeiras, Principalmente da Europa.
  • 3. - Países Africanos Os Que Possuem um Nível de Desenvolvimento Melhor um Pouco Do que a média do Continente: África do Sul, Egito, Marrocos, Argélia, Tunísia E Líbia. - Os Principais Problemas Africanos São: fome, epidemias e os Conflitos étnicos armados (alguns Países Vivem em Processo de guerra civil). - Os índices sociais Africanos também não são bons. O analfabetismo, por exemplo, é de Aproximadamente 40%.
  • 4. Angola: -Angola ou República de Angola é um país africano localizado na costa ocidental da África, por isso é banhado pelo oceano Atlântico. -A estrutura política da Angola possui a característica de concentrar o poder nas mãos do presidente, que conta com o auxílio de um primeiro ministro acrescido do conselho de ministros. O país é dividido internamente em províncias, que totalizam dezoito, os líderes ou governadores de cada uma são escolhidos pelo presidente. -O território angolano possui as seguintes características climáticas: clima temperado no litoral, ocorrência de um restrito período chuvoso (fevereiro a abril), apresenta verões quentes e secos e invernos amenos.
  • 5. Direitos humanos: Após décadas de conflito civil, o país enfrenta diversos problemas de caráter social, uma vez que a Angola é um dos países mais pobres do mundo. Sem realizar uma eleição presidencial desde 1992, o governo atual visa organizar um processo eleitoral nos dias 5 e 6 de setembro de 2008. Angola foi signatário de várias convenções internacionais sobre direitos humanos, incluindo a Convenção sobre os Direitos Políticos da Mulher de 1953, a Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher, as Convenções de Genebra de 1949 relativa ao Tratamento dos Prisioneiros de Guerra e Proteção das Pessoas Civis em Tempo de Guerra, e da Convenção e do Protocolo relativo ao Estatuto dos Refugiados, de 1967. No entanto, a partir de 1988 Angola não foi um dos signatários das Convenções de Escravidão de 1926 e 1956, a Convenção sobre Genocídio de 1948, ou nas Convenções Internacionais sobre Direitos Civis e Políticos e de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais de 1966. Embora Angola tenha aderido a essas convenções e garante a sua Constituição maioria dos direitos humanos, o respeito efetivo foi objeto de abrangentes graves, qualificações e práticas contrárias.
  • 6. A falta ou inobservância das normas internacionais de direitos humanos em Angola foi evidente em vários aspectos. a situação dos Direitos Humanos em Angola permanece pobre, com numerosos e graves problemas. Em Angola, se faz notar a ocorrência de assassinatos cometidos pelas forças policiais e militares, de tortura, agressões e violações sexuais, corrupção oficial e impunidade, entre outras violações dos Direitos Humanos. Acusa-se ainda as autoridades angolanas de reduzirem os direitos eleitorais dos cidadãos, há ineficiência e falta de independência do sistema judicial e restrições à liberdade de expressão, de imprensa e de reunião. A proteção constitucional da inviolabilidade do domicílio e o sigilo da correspondência são rotineiramente ignoradas pelas autoridades governamentais, que fizeram buscas em casa arbitrárias, censura de correspondência, e monitoravam as comunicações privadas. arbitrárias dos presos políticos, especialmente aqueles acusados de perpetrar "crimes econômicos", ocorreu apesar dos protestos internacionais e reorganizações periódicas dos serviços de segurança.
  • 7. Imagens:
  • 8. O que o governo têm feito: Sobre a tão almejada paz, considera que ela depende do governo, a quem compete declarar o cessar fogo imediato e criar as condições para o diálogo dos políticos. O primeiro passo deve ser da responsabilidade do governo. Parar imediatamente com as ações ofensivas, acantonar as suas tropas e os políticos criarem o ambiente para o diálogo, e que esse diálogo seja inclusivo, transparente, e não essas falcatruas que estamos ouvindo atualmente que são mais para distrair do que para resolver o problema como deve ser. Temos aquela situação humanitária precária que decorre do conflito, e temos a situação humanitária precária que decorre do mau controle do governo, dos programas políticos que nunca funcionam.
  • 9.
    • Nome: Maria Luiza Souza
    • Turma: 901
    • Número:20