• Save
Eqao 13.03.21-gpmai
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Eqao 13.03.21-gpmai

on

  • 204 views

Palestra para o Grupo de Profissionais de Meio Ambiente das Indústrias do Vale do Paraíba Paulista na sua 171ª reunião no dia 21/03/13.

Palestra para o Grupo de Profissionais de Meio Ambiente das Indústrias do Vale do Paraíba Paulista na sua 171ª reunião no dia 21/03/13.

Statistics

Views

Total Views
204
Views on SlideShare
204
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Eqao 13.03.21-gpmai Eqao 13.03.21-gpmai Presentation Transcript

  • Inventário de Emissões de GEE:Ferramenta Estratégica para umaEconomia de Baixo Carbonowww.eqao.com.br GPMAI – 171ª reunião mensalMarço-2013 - TEKNO, Guaratinguetá
  • Temas abordados1. Quem somos2. Efeito estufa e aquecimento global3. Marco regulatório4. O inventário de emissões de gases de efeito estufa5. Outras ferramentas na busca de uma economia de baixocarbono2/23
  • Quem somosVisãoA humanidade precisa de soluções sustentáveis que limitema concentração de gases do efeito estufa (GEE) naatmosfera com o intuito de evitar intervenções perigosasnos ecossistemasMissãoOferecer soluções que contribuam para uma economia debaixo carbono3/23
  • • Empresa brasileira, criada em 2000, com o nome de Ecoinvest• +10 anos de experiência em negócios voltados à sustentabilidade• Desenvolvimento de inventários emissões de GEE• 58 projetos MDL registrados na ONU (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo)• 4 metodologias de redução de emissão aprovadas pela ONU• 4 Programas de Atividades MDL registrados na ONU• Assessoria direta na emissão de ~8.000.000 de créditos de carbono• ~60% das emissões de créditos de carbono (CERs *1) de projetos brasileiros de energia renovável• Histórico de investimento em energia renovável (PCHs, eólicas, biogás e biomassa)Quem somos*1 Certified Emission Reduction, créditos de carbono do Protocolo de Quioto4/23
  • Clientes selecionadosGrupo VotorantimInventário de emissão de GEE,estudo de benchmark de todas asunidades de negócio e projetos decréditos de carbonoKlabinInventário de emissão de GEE eprojetos de créditos de carbonoABB, Bioenergia, Brookfield, Copersucar, CPFL, DuPont, Iberdrola, Natura,Neoenergia, Omega, Odebrecht, Renova, Santander, Solvay, Vallourec&Mannesmannentre outros.5/23
  • Efeito estufa6/23
  • Aquecimento global (fonte: Berkeley Earth Surface Temperature)7/23
  • Aquecimento global (fonte: Folha de São Paulo – Science)8/23
  • Por que inventariar emissões GEE?• O que não se mede, não se gerencia: gestãoresponsável de riscos e oportunidades climáticas• Exigência/conformidade legal (“compliance”)• Governança (exigência acionistas, clientes...)O que é?• Cálculo da quantidade de GEE emitida pela empresadevido ao consumo de combustíveis fósseis, eletricidadee, eventualmente, devido a processos produtivos.• Captura (“sequestro” ) de CO2 de áreasflorestais/agrícolas também pode ser quantificado.9/23
  • Política Nacional• Lei nº12.187/09 e Decreto 7.390/10• Redução de 36,1% a 38,9% até 2020 emrelação à projeção para 2020• Reduções esperadas: 1,2 bi tCO2eqPolíticas Estaduais e Municipais• 19 estados e diversos municípios jácontam com leis sancionadas ou projetos delei para regulamentar a política de mudançasclimáticas• Todas elas contemplam a realização de uminventário de emissões de Gases do EfeitoEstufa (GEE) para determinação de metas eobjetivos para limitar emissões.• Algumas legislações exigem o inventário deemissões de GEE para emitir e/ou renovarlicenças.Fonte: Observatório de Políticas Públicas de MudançasClimáticas, Outubro, 2012 – Fórum do ClimaMarco Regulatório10/23
  • Política Estadual SP• Lei 13.798 (10/11/2009) e regulamentada pelo decreto 55.947 (24/06/2010),• Redução global de 20% das emissões de CO2, relativas a 2005, em 2020.• A política será desenvolvida baseada em planos de ação específicos (transporte, energia & resíduos,indústria, educação, agropecuária, construção civil, etc.) e prevê a fixação de metas setoriais em2014.• Em 22 de agosto de 2012 a CETESB publicou a decisão de diretoria nº 254/2012/V/I, decidindo queas atividades listadas em seu artigo 3º (26 atividades mais instalações que emitam mais de 20.000t/ano de CO2 equivalente) deverão submeter anualmente inventário de emissões (até abril do anoseguinte).Política Estadual RJ• A Lei n. 5690, sancionada em 14 de abril de 2010• A Resolução INEA nº 64 (12/12/2012) dispõe sobre a obrigatoriedade de apresentação deInventário de Emissões de GEE às atividades listadas no seu artigo 3º (aterros sanitários, estaçõesde tratamento de esgotos, petroquímica, petróleo, química, alumínio, cerâmica, cimento, vidro,siderurgia, termelétricas a combustíveis fósseis e unidades de processamento de gás natural) parafins de licenciamento ambiental no estado do Rio de Janeiro (até junho do ano seguinte).• A Resolução INEA nº 65 (14/12/2012) determina a obrigatoriedade de apresentação do plano demitigação de emissões de GEE a cada renovação ou nova licença de operaçãoMarco Regulatório11/23
  • Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa12/23
  • Limites do inventárioSão considerados 4 gases e 2 famílias de gases conforme aConvenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança doClima:• Dióxido de carbono (CO2);• Metano (CH4);• Óxido nitroso (N2O);• Hexafluoreto de enxofre (SF6);• Hidrofluorocarbonetos (HFCs);• Perfluorocarbonetos (PFCs).Emissões de CH4, N2O, SF6, HFCs e PFCs são expressas como CO2e.13/23
  • Limites do inventárioEscopo 1. Emissões diretas de fontes pertencentes ou controladaspela empresa.• Combustão estacionária• Produção de vapor e eletricidade através de combustíveisfósseis.• Emissões geradas em processos físicos e químicos• Produção e manejo de resíduos sólidos e efluentes;• Emissões agrícolas• Combustão móvel• Transporte de matéria prima, produtos e resíduos.• Fuga de emissões14/23
  • Limites do inventárioEscopo 2. Emissões indiretas da aquisição de energia• Consumo de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional.• Compra de vapor.Escopo 3. Outras emissões indiretas• Emissões diretas das atividades anteriores (fornecedores) e/ouposteriores (consumidores).• Transportes terceirizados.• Descarte de efluentes e resíduos sólidos, entre outros.15/23
  • Inventário de Emissões de GEEOpcionalObrigatórioObrigatório16/23
  • GovernançaGerenciaremissõesde GEEpara:Obter vantagenscomparativas ememissões de GEE comrelação a competidoresResponder questionáriosde investidores de formaconsistenteAcessar linhas de créditopara projetos de mitigação eadaptação às mudança do climaElaborar bons relatóriosde sustentabilidade17/23
  • ACV-GEEAquisição dematéria-primaProdução DistribuiçãoDisposição/ReciclagemConsumo/UsoEstocagemObjetivoQuantificar emissões de gases do efeito estufa (GEE) no ciclo de vida debens (“produtos”) e serviços.Tipos“Cradle-to-gate/Business to business goods”: parcial, análise até a saída doproduto dos limites da organização“Cradle-to-grave/Business to consumers goods”: completo, análise até osconsumidores finais18/23
  • FerramentasPAS 2050:2011Especificação para a avaliação dasemissões de gases de efeito estufa aolongo do ciclo de vida de um bem ouserviçoDEFRA, Carbon Trust, British Standards InstituteGHG Protocol Product Standard“Product Life Cycle Accounting and ReportingStandard”World Resources Institute e World Business Council for SustainableDevelopment19/23
  • Avaliação de Riscos e Oportunidades• Cumpre-se a legislação?• Status no contexto da Política Nacional de Mudança do Clima• Status no contexto das políticas estaduais e municipais sobremudança do clima• Impacto na cadeia de suprimentos• Benchmark: análise da atuação dos competidores no que diz respeitoà mudança do clima (projetos MDL, emissões de GEE, planos...), combase em informações publicamente disponíveis20/23
  • Planos de Mitigação de Emissões GEE• Identificação de potenciais reduções• Identificação de oportunidades relativas à geração de créditos decarbono• MDL• Mercado voluntário• Energia renovável (eólica, pequenas centrais hidrelétricas e gásnatural renovável)• Compensação, em qualquer proporção, das emissões de GEE21/23
  • • Inventário de emissões de GEE• Assessoria em auditorias do inventário de emissões GEE, a ser realizada por terceiros• Cadastro no GHG Protocol Brasil, registro público de emissões• Personalização das planilhas de cálculos de emissão de GEE para uso exclusivo da empresa• Treinamento para elaboração de inventários de GEE internamente• Apresentações sobre mudança climática e temas relacionados• Análise da atuação dos competidores no que diz respeito à mudança do clima (projetos MDL,emissões de GEE, planos...). Benchmark em carbono• Assessoria na elaboração de planos de mitigação• Identificação de oportunidades relativas à geração de créditos de carbono• Assessoria estratégica na definição de indicadores de gestão• Indicação de riscos regulatórios• Pegada de carbono na análise de ciclo de vida• Engajamento fornecedores• Venda de energia renovável (eólica , pequenas centrais hidrelétricas e gás natural renovável)• Compensação, em qualquer proporção, das emissões de GEEO que oferecemos22/23
  • A. Ricardo J. Espartaricardo.esparta@eqao.com.br+55 (11) 3063-9068Rua Padre João Manuel 22201411-000 – São Paulo, SP