Your SlideShare is downloading. ×
Gerenciamento do Tempo em Projetos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Gerenciamento do Tempo em Projetos

23,930

Published on

Schedule management. Prtuguese only.

Schedule management. Prtuguese only.

Published in: Business, Technology
0 Comments
32 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
23,930
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
32
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Gerenciamento do Tempo Renner Librelato Domingos Alves renneralves@indg.com.br
  • 2. Gerenciamento do Tempo Processos de Gerenciamento do Tempo: Gerenciamento do Tempo do Projeto Estimar os Estimar as Definir as Seqüenciar as Desenvolver o Controlar o recursos das durações das atividades atividades cronograma cronograma atividades atividades FCS: Os processos de Gerenciamento do Tempo podem ser executados com sobreposição, dependendo da complexidade do projeto. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 3. Gerenciamento do Tempo Definir as Atividades – Diagrama de Fluxo de Dados Seqüenciamento das atividades Estimar recursos Criação da EAP das atividades Definir as atividades Ativos de Processos Estimar duração Organizacionais das atividades Desenvolver o cronograma Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 4. Gerenciamento do Tempo Definir as Atividades Objetivo: definir as tarefas necessárias para produzir as entregas do projeto. Entradas Ferramentas Saídas e Técnicas • Linha de base de • Decomposição • Lista de atividades escopo • Planejamento de • Atributos das • Fatores ambientais ondas sucessivas atividades da empresa • Modelos • Lista de marcos • Ativos de processos • Opinião organizacionais especializada FCS: As atividades componentes do cronograma são fruto do desdobramento dos pacotes de trabalho identificados na EAP. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 5. Gerenciamento do Tempo Definir as Atividades Objetivo: definir as tarefas necessárias para produzir as entregas do projeto. Entradas • Linha de base de escopo: apresenta a lista de entregas, restrições e premissas do projeto. • Fatores ambientais da empresa: influenciam o processo de definição das atividades. • Ativos de processos organizacionais: influenciam o processo de definição das atividades através das políticas, procedimentos, diretrizes e lições aprendidas de outros projetos. FCS: As atividades componentes do cronograma são fruto do desdobramento dos pacotes de trabalho identificados na EAP. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 6. Gerenciamento do Tempo Definir as Atividades Objetivo: definir as tarefas necessárias para produzir as entregas do projeto. Ferramentas e Técnicas • Decomposição: subdivisão dos pacotes de trabalho em atividades mais gerenciáveis. • Planejamento em ondas sucessivas: o planejamento é feito de forma progressiva. Trabalhos futuros são planejados em níveis maiores da EAP, conforme o ciclo de vida do projeto. • Modelos: utilização de lista de atividades de projetos anteriores. • Opinião especializada: especialistas oferecem opiniões técnicas para a composição da lista de atividades. FCS: Envolvimento da equipe de trabalho na decomposição pode oferecer resultados mais precisos. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 7. Gerenciamento do Tempo Definir as Atividades Objetivo: definir as tarefas necessárias para produzir as entregas do projeto. Saídas • Lista de atividades: lista abrangente que inclui todas as atividades do projeto, incluindo o identificador e o escopo da atividade. • Atributos da atividade: descrição mais detalhada da atividade (ID, nome, descrição, código da EAP, predecessoras, sucessoras, relações lógicas, antecipações, espera, requisitos de recursos, datas impostas, restrições, premissas, responsável, local geográfico e nível de esforço). • Lista de marcos: identifica todos os pontos ou eventos significativos do projeto (opcionais ou definidos em contrato). FCS: Envolvimento da equipe de trabalho na decomposição pode oferecer resultados mais precisos. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 8. Gerenciamento do Tempo Seqüenciar as atividades – Diagrama de Fluxo de Dados Definir as atividades Documentos do Projeto Ativos de Processos Seqüenciar as Organizacionais atividades Desenvolvimento do Cronograma Definir o escopo Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 9. Gerenciamento do Tempo Seqüenciar as Atividades Objetivo: identificar e documentar o relacionamento das atividades do projeto. Entradas Ferramentas Saídas e Técnicas • Lista de atividades • Método do diagrama • Diagrama de rede • Atributos das de precedência do cronograma atividades (MDP) • Atualização da • Lista de marcos • Determinação de documentação do • Declaração de dependência projeto. escopo do projeto • Aplicação de • Ativos de processos antecipações e organizacionais esperas • Modelos de diagrama de rede de cronograma FCS: Todas as atividades são conectadas a pelo menos um predecessor e um sucessor, com exceção do primeiro e último marco. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 10. Gerenciamento do Tempo Seqüenciar as Atividades Objetivo: identificar e documentar o relacionamento das atividades do projeto. Entradas • Lista de atividades. • Atributos das atividades. • Lista de marcos. • Declaração de escopo do projeto: contém a descrição do escopo do produto, a qual pode influenciar no seqüenciamento das atividades. • Ativos de processos organizacionais: podem influenciar no seqüenciamento das atividades. FCS: Todas as atividades são conectadas a pelo menos um predecessor e um sucessor, com exceção do primeiro e último marco. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 11. Gerenciamento do Tempo Seqüenciar as Atividades Objetivo: identificar e documentar o relacionamento das atividades do projeto. Ferramentas e Técnicas • Método do diagrama de precedência – MDP: utilizado no CPM, utiliza nós e flechas para representar as atividades e suas relações. Inclui quatro tipos de dependências: TI, II, TT, IT. • Determinação da dependência: são utilizados três tipos de dependência: obrigatória (contratuais ou da natureza do trabalho), arbitradas (preferências da equipe do projeto) e externas (atividades externas ao projeto). FCS: Todas as atividades são conectadas a pelo menos um predecessor e um sucessor, com exceção do primeiro e último marco. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 12. Gerenciamento do Tempo Seqüenciar as Atividades Objetivo: identificar e documentar o relacionamento das atividades do projeto. Ferramentas e Técnicas • Aplicação de antecipações e esperas: a equipe determina quais atividades devem ser antecipadas ou postergadas. • Modelos de diagramas de rede de cronogramas: modelos padronizados podem ser utilizados para agilizar o seqüenciamento. FCS: Todas as atividades são conectadas a pelo menos um predecessor e um sucessor, com exceção do primeiro e último marco. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 13. Gerenciamento do Tempo Seqüenciar as Atividades Objetivo: identificar e documentar o relacionamento das atividades do projeto. Saídas • Diagrama de rede do cronograma do projeto: mostra esquemática das atividades do cronograma e suas relações lógicas. • Atualizações da documentação do projeto: atualização da lista de atividades, atributos de atividades e registro de riscos. FCS: Todas as atividades são conectadas a pelo menos um predecessor e um sucessor, com exceção do primeiro e último marco. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 14. Gerenciamento do Tempo Estimar os Recursos das Atividades Estimar a duração Mobilizar a equipe das atividades do projeto Desenvolver o Realizar as cronograma Aquisições Estimar recursos Documentação do das atividades projeto Definir as atividades Desenvolver o Plano de RH Ativos de processos organizacionais Planejar Aquisições Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 15. Gerenciamento do Tempo Estimar os Recursos das Atividades Objetivo: estimativa dos tipos e quantidades de materiais, pessoas, equipamentos ou suprimentos necessárias para cada atividade. Entradas Ferramentas Saídas e Técnicas • Lista de atividades • Opinião • Requisitos do • Atributos das especializada recurso da atividade atividades • Análise de • Estrutura analítica • Calendário de alternativas dos recursos recursos • Dados publicados • Atualizações dos • Fatores ambientais para auxílio e documentos do da empresa estimativas projeto • Ativos de processos • Estimativa bottom- organizacionais up • Software de gerenciamento de projetos FCS: Para a identificação de recursos pode ser utilizado a consultoria de especialistas. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 16. Gerenciamento do Tempo Estimar os Recursos das Atividades Objetivo: estimativa dos tipos e quantidades de materiais, pessoas, equipamentos ou suprimentos necessárias para cada atividade. Entradas • Lista de atividades. • Atributos das atividades. • Calendário de recursos: informações sobre a disponibilidade dos recursos durante a execução do projeto. • Fatores ambientais da empresa: podem influenciar o processo de estimativa dos recursos das atividades do projeto. • Ativos de processos organizacionais: políticas, procedimentos e informações históricas acerca dos recursos necessários. FCS: Para a identificação de recursos pode ser utilizado a consultoria de especialistas. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 17. Gerenciamento do Tempo Estimar os Recursos das Atividades Objetivo: estimativa dos tipos e quantidades de materiais, pessoas, equipamentos ou suprimentos necessárias para cada atividade. Ferramentas e Técnicas • Opinião especializada: necessária para avaliar as entradas de recursos no projeto. • Análise de alternativas: análise das alternativas disponíveis para a utilização dos recursos (manuais ou automáticos, comprar ou alugar, etc.) • Dados publicados para auxílio e estimativas: publicação de índices de produtividade e custos unitários. FCS: Para a identificação de recursos pode ser utilizado a consultoria de especialistas. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 18. Gerenciamento do Tempo Estimar os Recursos das Atividades Objetivo: estimativa dos tipos e quantidades de materiais, pessoas, equipamentos ou suprimentos necessárias para cada atividade. Ferramentas e Técnicas • Estimativa bottom-up: decomposição da atividade em detalhes para alocação específica dos recursos. • Software de gerenciamento de projetos: auxilia no planejamento, organização e gerenciamento do pool de recursos. FCS: Para a identificação de recursos pode ser utilizado a consultoria de especialistas. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 19. Gerenciamento do Tempo Estimar os Recursos das Atividades Objetivo: estimativa dos tipos e quantidades de materiais, pessoas, equipamentos ou suprimentos necessárias para cada atividade. Saídas • Requisitos do recurso da atividade: identifica os tipos e as quantidades de recursos de cada atividade do pacote de trabalho. • Estrutura analítica de recursos: estrutura hierárquica dos recursos identificados organizados por categoria e tipo de recursos. • Atualizações dos documentos do projeto: atualização da lista de atividades, atributos das atividades e do calendários de recursos. FCS: Para a identificação de recursos pode ser utilizado a consultoria de especialistas. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 20. Gerenciamento do Tempo Estimar as Durações das Atividades – Diagrama de Fluxo de Dados Definição do Escopo Mobilização da Equipe do Projeto Desenvolvimento do Cronograma Realizar Aquisições Estimar as durações Identificação de das atividades Riscos Ativos de Processos Ambientais Documentação do Projeto Definição das Atividades Estimar Recursos das Atividades Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 21. Gerenciamento do Tempo Estimar as Durações das Atividades Objetivo: estimar o número de períodos necessários para terminar as atividades específicas com os recursos estimados. Entradas Ferramentas Saídas e Técnicas • Lista de atividades • Opinião • Estimativa da • Atributos das especializada duração da atividades • Estimativa análoga atividade • Requisitos do • Estimativa • Atualização da recurso da atividade paramétrica documentação do • Calendário dos • Estimativa de três projeto recursos pontos • Declaração de • Análise de reservas escopo do projeto • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais FCS: A utilização de calendários de recursos e calendários de projetos auxilia na estimativa das durações. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 22. Gerenciamento do Tempo Estimar as Durações das Atividades Objetivo: estimar o número de períodos necessários para terminar as atividades específicas com os recursos estimados. Entradas • Lista de atividades. • Atributos das atividades. • Requisitos do recurso da atividade: os recursos alocados e sua disponibilidade influenciam diretamente a duração da atividade. • Calendário de recursos: informa a disponibilidade e as taxas de produtividade dos recursos alocados. FCS: A utilização de calendários de recursos e calendários de projetos auxilia na estimativa das durações. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 23. Gerenciamento do Tempo Estimar as Durações das Atividades Objetivo: estimar o número de períodos necessários para terminar as atividades específicas com os recursos estimados. Entradas • Declaração de escopo do projeto: as restrições e premissas são consideradas na estimativa da duração. • Fatores ambientais da empresa: podem influenciar na estimativa de duração das atividades com os bancos de dados, métricas de produtividade e informações comerciais publicadas. • Ativos de processos organizacionais: podem influenciar na estimativa de duração das atividades com as informações históricas, calendários de projetos, metodologia de elaboração de cronogramas e lições aprendidas. FCS: A utilização de calendários de recursos e calendários de projetos auxilia na estimativa das durações. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 24. Gerenciamento do Tempo Estimar as Durações das Atividades Objetivo: estimar o número de períodos necessários para terminar as atividades específicas com os recursos estimados. Ferramentas e Técnicas • Opinião especializada: pode ser utilizada para estabelecimento de durações máximas e combinação de métodos de estimativa de durações. • Estimativa análoga: utiliza informações como durações, orçamentos, pesos e complexidade de projetos similares anteriores. FCS: A utilização de calendários de recursos e calendários de projetos auxilia na estimativa das durações. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 25. Gerenciamento do Tempo Estimar as Durações das Atividades Objetivo: estimar o número de períodos necessários para terminar as atividades específicas com os recursos estimados. Ferramentas e Técnicas • Estimativa paramétrica: utiliza dados históricos como parâmetros para o cálculo das durações. • Estimativa de três pontos: utilizada pelo método PERT • Te = (To + 4Tm + Tp)/6 • Análise das reservas: gerenciamento das reservas para as incertezas do cronogramas (buffers). FCS: A utilização de calendários de recursos e calendários de projetos auxilia na estimativa das durações. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 26. Gerenciamento do Tempo Estimar as Durações das Atividades Objetivo: estimar o número de períodos necessários para terminar as atividades específicas com os recursos estimados. Saídas • Estimativa da duração da atividade: avaliação quantitativa do número de períodos necessários para completar as atividades. Ex.: 02 semanas +- 02 dias, 15% de probabilidade de exceder a 03 semanas. • Atualizações da documentação do projeto: atributos das atividades e premissas feitas no desenvolvimento das estimativas de duração. FCS: A utilização de calendários de recursos e calendários de projetos auxilia na estimativa das durações. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 27. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma – Diagrama de Fluxo de Dados Definir o escopo Controle do Cronograma Mobilizar a equipe Desevolv. do Plano do Projeto de Gerenciamento Realizar Aquisições Documentação do Projeto Definir as Atividades Desenvolver o Estimativa de Cronograma Custos Ativos de Processos Organizacionais Definição do Seqüenciar as Orçamento atividades Planejamento de Estimar recursos Aquisições das atividades Estimar duração Planejamento das Atividades da Qualidade Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 28. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Entradas Ferramentas e Técnicas Saídas • Lista de atividades • Análise da rede do • Cronograma do • Atributos das cronograma projeto atividades • Método do caminho • Linha de base do • Diagrama de rede crítico cronograma • Requisitos do • Método da cadeia • Dados do recurso da atividade crítica cronograma • Calendário dos • Nivelamento de • Atualização dos recursos recursos documentos do • Estimativa da • Análise de cenários projeto duração das “E-se” atividades • Aplicação de • Declaração de antecipações e escopo do projeto esperas • Fatores ambientais • Compressão do • Ativos de processos cronograma organizacionais • Fer. de Desenvolv. FCS: Para aprofundar vale a pena ler o documento Standard for Scheduling do PMI Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 29. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Entradas • Lista de atividades. • Atributos das atividades. • Diagramas de rede do cronograma. • Requisitos do recurso das atividades • Calendário dos recursos. • Estimativa das durações das atividades. FCS: Para aprofundar vale a pena ler o documento Standard for Scheduling do PMI Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 30. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Entradas • Declaração de escopo do projeto: contém premissas e restrições que podem gerar impacto no desenvolvimento do cronograma. • Fatores ambientais da empresa: podem influenciar no processo de desenvolvimento do cronograma. • Ativos de processos organizacionais: metodologia de desenvolvimento de projetos e calendários de projetos. FCS: Para aprofundar vale a pena ler o documento Standard for Scheduling do PMI Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 31. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Ferramentas e Técnicas • Análise da rede do cronograma: técnicas (CPM, CCPM, E-se, Nivelamento de Recursos) que geram o cronograma do projeto (datas de início e término mais cedo e mais tarde das atividades). • Método do caminho crítico: método que calcula a folga total de cada atividade do cronograma, identificando as atividades críticas que possuem folga total igual a zero. • Método da cadeia crítica: calcula as datas do cronograma levando em consideração as limitações dos recursos e utiliza buffers de proteção contra as incertezas do projeto. FCS: Para aprofundar vale a pena ler o documento Standard for Scheduling do PMI Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 32. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Ferramentas e Técnicas • Nivelamento de recursos: técnica de análise dos recursos críticos utilizada em conjunto com o CPM para evitar a sobreposição de recursos. • Análise de cenário “E-se”: utilização da técnica de Monte Carlo para simular as durações das atividades em diversos cenários. • Aplicação de antecipações e esperas: refinamentos do cronograma para torná-los mais próximo da realidade. FCS: Para aprofundar vale a pena ler o documento Standard for Scheduling do PMI Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 33. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Ferramentas e Técnicas • Compressão do cronograma: técnica utilizada para encurtar o cronograma sem alterar seu escopo. Ex.: • Crashing: compensações entre custos e cronograma são analisadas (horas extras, recursos adicionais, pagamento por aceleração de entregas do caminho crítico). • Fast Tracking: atividades inicialmente planejadas para execução seqüencial tornam-se simultâneas. • Ferramentas automatizadas para o desenvolvimento do cronograma: aceleram o processo de desenvolvimento do cronograma. Ex: MS Project, Primavera, Spider, Project Builder. FCS: A compressão por crashing pode acarretar maiores riscos e custos, já o fast tracking pode acarretar em retrabalhos. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 34. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Saídas • Cronograma do projeto: apresenta as datas de início e término planejadas para cada atividade, pode ser representado de diversas formas (gráficos de marcos, gráfico de barras, diagrama de rede do cronograma). • Linha de base do cronograma: versão específica do cronograma que apresenta as datas de início e término aceitas pela equipe do projeto. FCS: A compressão por crashing pode acarretar maiores riscos e custos, já o fast tracking pode acarretar em retrabalhos. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 35. Gerenciamento do Tempo Desenvolver o Cronograma Objetivo: analisar a seqüência de atividades, os recursos alocados, as durações estimadas e as restrições de forma a produzir o cronograma do projeto. Saídas • Dados do cronograma: incluem os marcos, as atividades, atributos das atividades, restrições e premissas identificadas. Incluem: requisitos de recursos, cronogramas alternativos por cenários, alocação de reservas por contingências, histograma de recursos, projeção de fluxo de caixa e cronogramas de pedidos e entregas. • Atualizações da documentação do projeto: atualização dos requisitos dos recursos das atividades, dos atributos das atividades, do calendário do projeto e registro de riscos. FCS: A compressão por crashing pode acarretar maiores riscos e custos, já o fast tracking pode acarretar em retrabalhos. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 36. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma – Diagrama de Fluxo de Dados Desenvolver o Plano de Ger. do Projeto Orientar e gerenciar a execução Ativos de processos organizacionais Desenvolver o Plano de Ger. do Projeto Controlar o Documentação do Cronograma Projeto Ativos de processos organizacionais Relatório de desempenho Desenvolver o cronograma Gestão integrada de mudanças Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 37. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma Objetivo: processo para o monitoramento do progresso do projeto e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. Entradas Ferramentas e Saídas Técnicas • Plano de • Análise de • Medição do gerenciamento do desempenho desempenho do projeto • Análise de variação trabalho • Cronograma do • Software de • Atualizações de projeto gerenciamento de ativos de processos • Informações sobre o projetos organizacionais desempenho do • Nivelamento de • Solicitações de trabalho recursos mudanças • Ativos de processos • Análise do cenário • Atualização do organizacionais “E-se” plano de • Ajustes de gerenciamento do antecipações e projeto esperas • Atualizações dos • Compressão do documentos do cronograma projeto FCS: O controle do cronograma deve ser utilizado para determinar a situação atual do projeto, influenciar os fatores que criam alterações no cronograma, determinar as mudanças sofridas pelo cronograma e gerenciar as mudanças conforme suas ocorrências. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 38. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma Objetivo: processo para o monitoramento do progresso do projeto e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. Entradas • Plano de gerenciamento do projeto: descreve como projeto será gerenciado e controlado. • Cronograma do projeto: versão mais atualizada do projeto indicando as atividades concluídas ou em andamento. • Informações sobre o desempenho do trabalho: informações acerca do progresso das atividades do projeto. • Ativos de processos organizacionais:políticas, procedimentos, diretrizes, ferramentas, métodos de monitoramento e relatos FCS: O controle do cronograma deve ser utilizado para determinar a situação atual do projeto, influenciar os fatores que criam alterações no cronograma, determinar as mudanças sofridas pelo cronograma e gerenciar as mudanças conforme suas ocorrências. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 39. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma Objetivo: processo para o monitoramento do progresso do projeto e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. Ferramentas e Técnicas • Análise do desempenho: compara as datas reais do cronograma com as datas planejadas, a porcentagem completa e a duração restante para completar o trabalho. São usados para avaliar a magnitude das variações o VP e o IDP da análise de valor agregado. Outra forma de avaliação é o consumo do buffer no método CCPM. • Análise da variação: análise das causas de variação do projeto em relação à linha de base do cronograma, estabelecendo a necessidade de ações corretivas. FCS: O controle do cronograma deve ser utilizado para determinar a situação atual do projeto, influenciar os fatores que criam alterações no cronograma, determinar as mudanças sofridas pelo cronograma e gerenciar as mudanças conforme suas ocorrências. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 40. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma Objetivo: processo para o monitoramento do progresso do projeto e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. Ferramentas e Técnicas • Software de gerenciamento de projetos: permite rastrear datas planejadas versus datas reais e prever o efeito das mudanças do cronograma. • Nivelamento de recursos: utilizado para otimizar a distribuição dos recursos. • Análise do cenário “E-se”: usada para revisar os cenários do projeto. • Ajustes de antecipações e esperas: usada para encontrar maneiras para alinhar as atividades atrasadas do projeto com o plano. FCS: O controle do cronograma deve ser utilizado para determinar a situação atual do projeto, influenciar os fatores que criam alterações no cronograma, determinar as mudanças sofridas pelo cronograma e gerenciar as mudanças conforme suas ocorrências. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 41. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma Objetivo: processo para o monitoramento do progresso do projeto e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. Ferramentas e Técnicas • Compressão do cronograma: usadas maneiras para alinhas as atividades atrasadas do cronograma com o planejado. • Ferramentas para desenvolvimento do cronograma: software de gerenciamento do projeto utilizado para análise da rede do cronograma. FCS: O controle do cronograma deve ser utilizado para determinar a situação atual do projeto, influenciar os fatores que criam alterações no cronograma, determinar as mudanças sofridas pelo cronograma e gerenciar as mudanças conforme suas ocorrências. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 42. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma Objetivo: processo para o monitoramento do progresso do projeto e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. Saídas • Medições do desempenho do trabalho: documentação e comunicação do VP e IDP das atividades do cronograma às partes interessadas. • Atualização dos ativos de processos organizacionais: causas de variações, ações corretivas escolhidas e lições aprendidas. • Solicitações de mudanças: processamento das mudanças da linha de base do cronograma ou do plano de gerenciamento do projeto. FCS: O controle do cronograma deve ser utilizado para determinar a situação atual do projeto, influenciar os fatores que criam alterações no cronograma, determinar as mudanças sofridas pelo cronograma e gerenciar as mudanças conforme suas ocorrências. Fonte: PMBOK 4th Edition
  • 43. Gerenciamento do Tempo Controlar o Cronograma Objetivo: processo para o monitoramento do progresso do projeto e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. Saídas • Atualização do plano de gerenciamento do projeto: linha de base do cronograma, plano de gerenciamento do cronograma, linha de base de custos. • Atualização dos documentos do projeto: dados do cronograma e cronograma do projeto. FCS: O controle do cronograma deve ser utilizado para determinar a situação atual do projeto, influenciar os fatores que criam alterações no cronograma, determinar as mudanças sofridas pelo cronograma e gerenciar as mudanças conforme suas ocorrências. Fonte: PMBOK 4th Edition

×