Particionamento banco-de-dados-11g-432098-ptb

781 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
781
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Particionamento banco-de-dados-11g-432098-ptb

  1. 1. Particionamento no Banco deDados Oracle 11gUm artigo técnico da OracleJunho de 2007
  2. 2. em matéria de produtos.incorporado a nenhumcom o oferecimento dequalquer material, código ou funcionalidade, e não deve servir de base para tomardecisões de compra. O desenvolvimento, o lançamento e a disponibilização dequaisquer recursos ou funções descritos para produtos Oracle permanecem ainteiro critério da Oracle.OBSERVAÇÃO:A intenção do texto a seguir é delinear nossa direção geralEle tem caráter meramente informativo, e não pode sercontrato. O texto não constitui nenhum compromissoParticionamento no Banco de Dados Oracle 11g Página 2
  3. 3. Particionamento no Banco de Dados Oracle 11g Página 3Particionamento no Banco de Dados Oracle 11g................................. 2................................. 5................................. 5................................. 5................................. 5o .............................. 7................................. 7................................. 8gócios................................................ 9................................. 9.................................10Partition Advisor.........................................................................................11Descrição breve das estratégias e extensões de particionamento ........12Gerenciamento do ciclo de vida da informação com oparticionamento...............................................................................................12Conclusão.........................................................................................................13Observação:.......................................................................Particionamento - Conceitos ..........................................Introdução.........................................................................Vantagens do Particionamento ......................................Fundamentos de particionamento.............................Particionamento para capacidade de gerenciamentParticionamento para desempenho ..........................Particionamento para disponibilidade .....................Particionamento – Modelagem dos neEstratégias básicas de particionamento ....................Extensões de particionamento.................................
  4. 4. Particionamento no Banco de Dados Oracle 11gPARTICIONAMENTO – CONCEITOSINTRODUÇÃOO Oracle Partitioning, introduzido no Oracle 8.0 em 1997, é uma dasfuncionalidades mais importantes e de maior sucesso do banco de dados Oracle,melhorando o desempenho, a capacidade de gerenciamento e a disponibilidade dedezenas de milhares de aplicativos. O Banco de Dados Oracle 11g apresenta aoitava geração de particionamento, que continua a proporcionar umafuncionalidade inédita e aprimorada; as novas técnicas de particionamentopermitem ao cliente modelar ainda mais cenários de negócios, enquanto umaestrutura nova e completa de orientação e automação em particionamento permiteque qualquer pessoa possa utilizar o Oracle Partitioning. O Banco de Dados Oracle11g é considerado o maior lançamento em particionamento desde sua introduçãono mercado, e continua a proteger os investimentos dos nossos clientes emparticionamento há uma década.VANTAGENS DO PARTICIONAMENTOO particionamento oferece enormes vantagens para um amplo leque de aplicações,melhorando a capacidade de gerenciamento, o desempenho e a disponibilidade.Não é incomum o particionamento melhorar o desempenho de determinadasconsultas ou operações de manutenção. Além do mais, o particionamento podereduzir drasticamente o custo total de propriedade dos dados, com uma abordagemde “arquivamento em camadas”, que ainda mantém online informaçõesimportantes, mas mais antigas, em dispositivos de armazenamento de baixo custo.O Oracle Partitioning permite uma abordagem simples, eficiente e muito eficaz,considerando-se o gerenciamento do ciclo de vida da informação em ambientesamplos.Com o particionamento, os engenheiros e administradores de bancos de dadosconseguem lidar com alguns dos piores problemas impostos por aplicativos deponta. O particionamento é uma ferramenta fundamental para a criação de sistemasda ordem dos terabytes ou sistemas que necessitem de uma disponibilidadeextremamente alta.Fundamentos de particionamentoO particionamento permite que uma tabela, índice ou tabela organizada por índicesseja subdividida em partes menores. Cada parte do objeto de banco de dados é umapartição. Cada partição possui um nome próprio e, opcionalmente, características
  5. 5. próprias de armazenamento. Da perspectiva de um administrador de banco dedados, um objeto particionado possui várias partes, que podem ser gerenciadas emconjunto ou isoladamente. Isso oferece ao administrador uma flexibilidadeconsiderável para gerenciar o objeto particionado. Entretanto, da perspectiva doaplicativo, uma tabela particionada é idêntica a uma tabela sem partições; não sãonecessárias modificações para acessar uma tabela particionada com comandos SQLDML.banco de dadosto", um conjunto decífica residirá. Por exemplo,por faixas de datas da, e aparece paratretanto, o administradorão mensal isoladamente,s de armazenamento,aplicar a compactação da tabela aos dados mais antigos ou armazenar faixasomente de leitura.ento de índice, umnto subjacente da tabelante. A estratégia de particionamento é escolhida com base nas necessidadestabela particionada que éacoplado à tabela particionada subjacente, "herdando" a estratégia departicionamento da tabela. Conseqüentemente, cada partição de um índicelocal corresponde a uma, e somente uma, partição da tabela subjacente. Oacoplamento otimiza a manutenção da partição; por exemplo, quando umapartição da tabela é eliminada, o Oracle simplesmente elimina a partição doíndice correspondente também. Não há necessidade de manutençõesdispendiosas de índice. Os índices locais são mais comuns em ambientes dedata warehousing.Figura 1: Tabela particionada, na perspectiva de um aplicativo e na de um administrador deObjetos de banco de dados (tabelas, índices e tabelas organizadas por índices) sãoparticionados por meio de uma "chave de particionamencolunas que determina em que partição uma linha espea tabela de vendas mostrada na figura 1 está particionadavenda, adotando uma estratégia de particionamento por mêsqualquer aplicativo como uma tabela inteira, "normal". Ende banco de dados pode gerenciar e armazenar cada partiçe conta com a possibilidade de utilizar diferentes camadacompletas de dados mais antigos em espaços de tabela sIndependentemente da estratégia adotada para o particionamíndice é acoplado ou não à estratégia de particionamesubjacede negócios, o que torna o particionamento adequado para oferecer suporte aqualquer tipo de aplicativo. O Banco de Dados Oracle 11g distingue entre três tiposde índice particionado.• Índices locais: um índice local é um índice de uma
  6. 6. • Índices globais particionados: um índice global paem uma tabela (particionada ou não) que é parestratégia de particionamento diferente da utilizadaglobais particionados podem ter particionamento porrticionado é um índiceticionado com uma chave oupela tabela. Os índicesfaixa ou por hash, e sãodesacoplados da tabela subjacente. Por exemplo, uma tabela pode serparticionada por faixas mensais e conter doze partições, ao passo que umíndice dessa tabela pode ser particionado por faixas com uma chave diferentee conter um número diferente de partições. Os índices globais particionadossão mais comuns em ambientes OLTP do que em ambientes de datawarehousing.• Índices globais não-particionados: um índice global não-particionado éessencialmente idêntico a um índice de uma tabela não-particionada. Aestrutura de índice não é particionada e nem desacoplada da tabelaíndices globais não-particionados é impor restrições de chave primária. Já osais não-particionados.mpleto para oos para adicionar,ente, compactar partições.obelas e índices em unidadesdministradores de banco deo e conquista" nos de manutenção emador de banco de dadosactar apenas uma partição contendo os dados para o ano de 2006 deções de manutençãoxecutar essas operações pormais fáceis de gerenciar.dade de gerenciamento ée deslocamento" em umue novos dados em umasemana. Essa tabela pode ser particionada por faixas, de forma que cadapartição contenha os dados de uma semana. O processo de carregamento é asimples inclusão de uma nova partição. Incluir uma partição é muito mais eficienteque modificar a tabela inteira, porque o administrador não precisa modificarnenhuma outra partição.Outra vantagem do uso de partições é na remoção de dados. Pode-se eliminar umapartição inteira, o que é muito mais rápido e eficiente do que excluir linha por linha.subjacente. Em ambientes de data warehousing, o uso mais comum dosambientes OLTP quase sempre utilizam índices globO Oracle também oferece um grupo de comandos SQL cogerenciamento de tabelas particionadas. Ele inclui comandeliminar, dividir, mover, mesclar, truncar e, opcionalmParticionamento para capacidade de gerenciamentO Oracle Partitioning permite o particionamento de tamenores e mais fáceis de gerenciar, oferecendo aos adados a possibilidade de adotar uma estratégia de "divisãgerenciamento dos dados.Com o particionamento, é possível concentrar as operaçõedeterminadas partes das tabelas. Por exemplo, um administrpode compuma tabela, em vez de compactar a tabela inteira. Para operaem um objeto de banco de dados inteiro, é possível epartição, dividindo o processo de manutenção em partesUm uso típico do particionamento para melhorar a capacipara possibilitar um processo de carregamento de "janela ddata warehouse. Suponhamos que um administrador carregtabela toda
  7. 7. Particionamento para desempenhoLimitando-se a quantidade de dados a serem examinados ouoperações, o particionamento oferece muitas vantagens parrecursos incluem:• Otimização do particionamento: a otimização dtambém conhecida como eliminação de partutilizados nasa o desempenho. Oso particionamento,ições, é o meio mais simples esubstancial de melhorar o desempenho pelo particionamento. Ahora radicalmente oonhamos que um aplicativohistórico de pedidos, e que essaonsulta de pedidos deda tabela PEDIDOS. Sensulta poderia ser executadaarticionamento. Aotimização do particionamento funciona com todos os outros recursos deutiliza a otimização do particionamentou junção ou método deção por partição: o particionamento também melhora o desempenhoécnica conhecida comoser aplicadas à junçãoonada pela chave deção grande em junçõesas tabelas combinadas.junto de valores da, assegurando queicos" produza umos conjuntos de dados.e particionadas para a) de forma transparente umaela no tempo de execução para criar conjuntos de dados igualmentea outra tabela,z vantagenssignificativas em termos de desempenho, tanto para a execução paralelaquanto para a execução serial.Particionamento para disponibilidadeOs objetos de banco de dados particionados oferecem independência entre aspartições. Esta característica de independência das partições pode ser uma parteimportante de uma estratégia de alta disponibilidade. Por exemplo, se uma partiçãode uma tabela estiver indisponível, todas as demais partições da tabelapermanecerão online e disponíveis. O aplicativo pode continuar executandoconsultas e transações com essa tabela particionada, e essas operações de banco dedados terão êxito se não for necessário acessar a partição indisponível.otimização do particionamento muitas vezes meldesempenho das consultas. Por exemplo, supcontenha uma tabela PEDIDOS com umtabela tenha sido particionada por semana. Uma cuma semana específica só acessaria uma partiçãoa tabela contivesse um histórico de dados para dois anos, essa consultaacessaria uma partição, e não as 104. Essa coaté 100 vezes mais rápido com a otimização do pdesempenho do Oracle. O Oracleem conjunto com qualquer técnica de indexação oacesso paralelo.• Junde junções de várias tabelas, ao empregar uma tjunção por partição. As junções por partição podemde duas tabelas, e pelo menos uma delas é particijunção. As junções por partição dividem uma junmenores, de conjuntos de dados "idênticos" paraEsse "idênticos" abrange exatamente o mesmo conchave de particionamento nos dois lados da junçãosomente a junção desses conjuntos de dados "idêntresultado, e que não seja necessário considerar outrO Oracle está usando tabelas (físicas) já igualmentjunção ou redistribuindo (="reparticionando"tabparticionados, de acordo com o particionamento dconcluindo a junção total em menos tempo. Isso tra
  8. 8. O administrador do banco de dados pode especificaarmazenada em um espaço de tabelas separado. Isso permexecutr que cada partição sejaitiria ao administradorar operações de backup e recuperação em cada partição isolada,nto, no caso de umacom as partições ques inativos poderia ficar parae inatividade do sistema.ativo já programado. Osnho podem permitirerações de manutençãote relativamenteIOSDados Oracle 11g fornece o mais abrangente conjunto de estratégiasão dos dados às reaisias de particionamentos fundamentais, quem um nível) ouões deda chave detições conforme ato para objetos não-entais de distribuição de dados,nas diversas partiçõesdistribuídos com base em uma faixa de valores dadatas como chave deém linhas com os valorese "31-JAN-2007"). Aas e o limite inferior da faixafaixa anterior.de particionamento (para uma coluna de regiões como chave departicionamento, a partição "América do Norte" pode conter os valores"Canadá", "EUA" e "México"). Uma partição "DEFAULT" especial podeser definida para conter todos os valores de uma chave de particionamentoque não forem explicitamente definidos por nenhuma das listas.• Hash: um algoritmo hash é aplicado à chave de particionamento paradeterminar a partição em que se encontra determinada linha. Ao contráriodos dois outros métodos de distribuição de dados, o hash não oferecenenhum mapeamento lógico entre os dados e qualquer partição.independentemente das outras partições da tabela. Portacatástrofe, seria possível recuperar o banco de dados apenascontivessem os dados ativos, e a recuperação dos dadoum momento mais conveniente. Isso diminuiria o tempo dAlém do mais, o particionamento pode reduzir o tempo inganhos que o particionamento proporciona para o desempeque os administradores de bancos de dados concluam opem grandes objetos de banco de dados, em intervalos de lopequenos.PARTICIONAMENTO – MODELAGEM DOS NEGÓCO Banco dede particionamento e permite que o cliente alinhe a subdivisnecessidades dos negócios de forma ideal. Todas as estratégdisponíveis empregam métodos de distribuição de dadopodem ser utilizados em tabelas particionadas simples (cocompostas. Além do mais, o Oracle oferece várias extensparticionamento, aumentando a flexibilidade de seleçãoparticionamento, fornecendo criação automática de parnecessidade e orientando sobre estratégias de particionamenparticionados.Estratégias básicas de particionamentoO Oracle Partitioning oferece três métodos fundamque controlam como os dados serão realmente dispostosindividuais. São eles:• Faixa: os dados sãochave de particionamento (para uma coluna departicionamento, a partição "Janeiro-2007" contde chave de particionamento entre "01-JAN-2007"distribuição de dados é um contínuo sem falhé automaticamente definido pelo limite superior da• Lista: a distribuição de dados é definida por uma lista de valores da chave
  9. 9. Utilizando os métodos de distribuição de dados mencionpode ser particionada como uma tabela particion• Particionamento simples (em um nível): umaespecificando-se uma das metodologias de distribuutilizando uma ou mais colunas como chave de parados acima, uma tabelaada simples ou composta:tabela é definidaição de dados,ticionamento. Porumérica como chave dequinhentos" econtém as linhas queobedecem à seguinte condição: 500 <= Chave de particionamento <1000.ionadas por faixa, lista e hash.binação de dois métodosarticionada composta.todo de distribuição dea em subpartições, empregandode dados. Todas as subpartições deum subconjunto lógico dosmposta de hash de faixa éparticionada primeiro por faixas, e depois cada partição de faixa individualé subparticionada pela técnica de particionamento por hash.eis são faixa-hash,-hash.As IOTs (tabelas organizadas por índices) podem ser particionadas pormento composto.ferece extensões deracle 11g concentram-seerenciamento de umaa chave de particionamento.e particionamento dor intervalo amplia os recursos dométodo de intervalo para definir faixas igualmente particionadas com uma definiçãode intervalo. Em vez de especificar faixas isoladas explicitamente, o Oracle criaráqualquer partição automaticamente conforme a necessidade, sempre que foreminseridos dados para uma partição pela primeira vez. O particionamento porintervalo melhora muito a capacidade de gerenciamento de uma tabela particionada.Por exemplo, uma tabela particionada por intervalos pode ser definida de formaque o Oracle crie uma nova partição para cada mês do ano de um calendário; dessaforma, automaticamente é criada uma partição para "Setembro de 2007", quando oprimeiro registro desse mês é inserido no banco de dados.exemplo, considere uma tabela com uma coluna nparticionamento e duas partições, "menor_que_"menor_que_mil". A partição "menor_que_mil"É possível especificar tabelas partic• Particionamento composto: utiliza-se uma comde distribuição de dados para definir uma tabela pPrimeiro, a tabela é particionada pelo primeiro médados, e depois, cada partição é subdivididum segundo método de distribuiçãodeterminada partição representam, juntas,dados. Por exemplo, uma tabela particionada coAs técnicas de particionamento composto disponívfaixa-lista, faixa-faixa, lista-faixa, lista-lista e lista•faixa, hash e lista. Elas não permitem particionaExtensões de particionamentoAlém das estratégias básicas de particionamento, o Oracle oparticionamento. As extensões do Banco de Dados Oprincipalmente em dois objetivos:(a) Aperfeiçoar significativamente a capacidade de gtabela particionada.(b) Ampliar a flexibilidade na definição de umAs extensões são as seguintes:Particionamento por intervalo: uma nova estratégia dBanco de Dados Oracle 11g, o particionamento po
  10. 10. As técnicas disponíveis para uma tabela particionada por intervalo são intervalo,permite particionar umastratégia dela filho, sem necessidade debela pai na tabela filho.colunas da chave dea poder aproveitar a mesmaento REF permiteelo lógico de dados, sem, o que reduz a. O particionamentorações de manutenção detabela filho. Alémpartição para aspor faixa na colunaS DO PEDIDO não contém a colunaeferência à tabela" serão armazenadas em uma mesma partição na tabelabela pai PEDIDO. Se ao Oracle adicionará aà tabela ITENS DO PEDIDO, de forma transparente.isponíveis para oto por colunas virtuais: em versões anteriores do Oracle, umaanco de Dados Oracleicionamento sejaas existentes na tabela, eva estratégia dedo, assim, que asbrangente. Não éde informações; por exemplo, um ID deconta de 10 algarismos pode incluir a informação de filial da conta nos trêsprimeiros algarismos. Com a extensão de particionamento por colunas virtuais, atabela CONTAS contendo a coluna ID_DA_CONTA pode ser estendida comuma coluna virtual (derivada) FILIAL_DA_CONTA, derivada dos três primeirosdígitos da coluna ID_DA_CONTA, que se torna a chave de particionamento destatabela.O particionamento por colunas virtuais tem suporte em todas as estratégias básicasde particionamento.intervalo-lista, intervalo-hash e intervalo-faixa.Particionamento REF: o Banco de Dados Oracle 11gtabela utilizando um relacionamento pai-filho existente. A eparticionamento da tabela pai é herdada pela tabearmazenar as colunas da chave de particionamento da taSem o particionamento REF, é necessário duplicar todas asparticionamento da tabela pai para a tabela filho parestratégia de particionamento. Por outro lado, o particionamparticionar naturalmente as tabelas, de acordo com o modprecisar armazenar as colunas da chave de particionamentosobrecarga manual de desnormalização e economiza espaçoREF também herda de forma transparente todas as opepartição que alteram a forma lógica de uma tabela pai para adisso, ele também permite automaticamente as junções porpartições iguais das tabelas pai e filho, melhorando o desempenho dessa operação.Por exemplo, uma tabela pai PEDIDOS é particionadaDATA_DO_PEDIDO; a tabela filho ITENDATA_DO_PEDIDO, mas pode ser particionada por rPEDIDOS. Se a tabela PEDIDOS for particionada por mês, todos os itens dospedidos de "Jan-2007ITENS DO PEDIDO, particionada igualmente para a tapartição Fev-2007 for adicionada à tabela PEDIDOS,partição equivalenteTodas as estratégias básicas de particionamento estão dparticionamento REF.Particionamentabela só podia ser particionada se a chave de particionamento existisse fisicamentena tabela. As colunas virtuais, uma nova funcionalidade do B11g, eliminam essa restrição e permitem que a chave de partdefinida por uma expressão, utilizando uma ou duas colunarmazenando a expressão somente como metadados.O particionamento foi aprimorado para permitir que uma noparticionamento seja definida em colunas virtuais, permitinnecessidades dos negócios sejam atendidas de forma mais aincomum ver colunas sobrecarregadas
  11. 11. Consultor de particionamentooi aprimorado para gerarjá são fornecidas para os índices,ializada. As recomendaçõesbre o Partitioning -da potencialmanualmente ou enviadocliente não apenas obtémtambém umaAdvisor, melhorando oparte do Tuning Packer utilizado dentro doa de comando.articionamentodas as estratégias básicas deO SQL Access Advisor do Banco de Dados Oracle 11g frecomendações de particionamento, além das quevisualizações materializadas e logs de visualização matergeradas pelo SQL Access Advisor – gerais ou somente somostram os ganhos de desempenho previstos resultantesimplementação. O script gerado pode ser implementadopara uma fila no Oracle Enterprise Manager.Com a ampliação da orientação sobre particionamento, orecomendações específicas sobre o particionamento, masrecomendação mais geral e abrangente do SQL Accessdesempenho das instruções SQL como um todo.O Partition Advisor, integrado ao SQL Access Advisor, fazda Oracle, um opcional que pode ser licenciado. Ele pode sEnterprise Manager ou por meio de uma interface de linhDescrição breve das estratégias e extensões de pA tabela a seguir traz uma visão geral conceitual de toparticionamento disponíveis no Banco de Dados Oracle 11g:Estratégia de Distribuição de dados Exemplo de situação departicionamento negóciosParticionamento por faixa Baseado em faixasconsecutivas de valores.• A tabela Pedidos éparticionada por faixa, pordata_do_pedidoParticionamento por lista Baseado em listas de valoresnão ordenadas.• A tabela Pedidos éparticionada por lista, porpaísesParticionamento por hash Baseado em um algoritmohash.• Tabela de pedidosparticionada porid_do_clienteBaseado em duas das técnicasbásicas de particionamento porfaixa, lista, hash e intervalomencionadas acimacombinadas•Particionamentocomposto• Faixa-faixa• Faixa-lista• Faixa-hashA tabela Pedidos éparticionada por faixa, peladata_do_pedido esubparticionada por hash,pelo id_do_cliente• A tabela Pedidos é• Lista-listaparticionada por faixa, pela• Lista-faixa• Lista data_do_pedido e-hashsubparticionada por hash,pelo id_do_clienteAlém das estratégias de particionamento acima, o Banco de Dados Oracle 11goferece as seguintes extensões de particionamento:Extensão de Descrição Exemplo de situação departicionamento negóciosParticionamento por Extensão do particionamento • Tabela de pedidosintervalo por faixa. Definido por um particionada porintervalo, fornecendo faixas de• Intervalo data_do_pedido, com um
  12. 12. • Intervalo-faixa• Intervalo-lista• Intervalo-hashmesma largura. Com exceçãoda primeira, todas as partiçõessão criadas automaticamenteconforme a demanda, nachegada dos dadoscorrespondentes.intervalo diário predefinido,a começar por"01-Jan-2007"Particionamento REF O particionamento de uma • A tabela Pedidos (pai) étabela filho é herdado da tabelapai, através de umrelacionamento chave primária– chave estrangeira. As chavesde partparticionada por faixa peladata_do_pedido, e transmitea técnica de particionamentopara a tabela de linhas doicionamento não são pedido (filho). A colunaarmazenadas em colunas reaisda tabela filho.data_do_pedido só existe natabela pai de pedidosParticionamento por Definido por uma das técnicas • A tabela Pedidos possui umacolunas virtuais de particionamento coluna virtual que deriva amencionadas acima, com região de vendas com basechave de particionamentobaseada em uma colunavirtual. As colunanos três primeirosalgarismos da conta dos virtuais não cliente. Em seguida, a tabelasão armazenadas em disco e só de pedidos é particionadaexistem co dos.mo metada por lista, por regiões devenda.GERENCIAMENTO DO CICLO DE VIDA DA INFORMAÇÃO COM OO atual desafio de armazenar grandes quantidades de dados pelo menor custoível po ndo o Oracle Partitioning. Aindependência entre as partições isolrecionam e “arquivamento emmadas”. ment os históricos, a importância (edrão de acesso) dos dad ronologia dos dados. Ortitioning permite que pa partições) sejamarmazenadas em diferentes camadas, proporcionando diferentes atributos físicos eníveis de preço. Por exemplo, uma tabela Pedidos contendo dados para dois anosuma camada de, e manter o restante da tabela (quase 90% dosdos) em da de armazen to. Com o Oracleioning, os custos de armazena ão reduzidos aos múltiplos (não sãocono so do usuário final, o quetimiza o c adas.O Oracle ILM Assistant, uma ferramenta gratuita disponível para download naOTN, pode ilustrar essas economias, mostrar como particionar tabelas e orientarsobre o momento certo para mover partições para outras camadas dearmazenamento.CONCLUSÃOConsiderando-se a funcionalidade do Oracle Partitioning nova e aprimorada, oBanco de Dados Oracle 11g é o lançamento mais significativo desde a introduçãodo Oracle Partitioning no mercado, em 1997. Em cada versão, a Oracle aprimorouPARTICIONAMENTOposs de ser tratado de formaento para uma parteEspecificaotimizada, utilizaadas é fundamental para permitir oonline de uma estratégia de ta e as contendo daddica e m b los apóia-se em grande parte na crtições isoladas (ou grupos depaPapode ter apenas o trimestre mais recente armazenado emarmazenamento sofisticada e caradaPartituma cama amento de baixo cusmento sraras e mias de 50% ou mais)usto de propriedade das, sem afetar o acesinformações armazeno
  13. 13. ciona as técnicas de particionamento,entand u ampliando a capacidade de gerenciamento e osrecursos de manutenção. A Oracle pretende continuar adicionando novas técnicascio de particionamentootimizadaO particionamento é para todos. O Oracle Partitioning pode aprimorar muito acapacidade de gerenciamento, desempenho e disponibilidade de praticamentequalquer aplicativo de banco de dados. O Partitioning pode ser utilizado comivos fato, ser um ingredienteológico s. Também é possívelutilizar o Partitioning com aplicativos de bancos de dados mais convencionais, parasimplificar a administração e reduzir os custos de gerenciamento desses aplicativos.Por ser transparente para o aplicativo, o particionamento fica fácil de implementar,já que não é necessário realizar mudanças onerosas e demoradas.a fun lidade do Partitioning, ao a escalabilidade odicionando novaumde parti namento, para assegupara cada necessidade derar que haja uma técnicanegócios.aplicattecnde última geração, e o pdecisivo para garanarticionamento pode, detir o êxito desses aplicativo
  14. 14. Particionamento no Banco de Dados Oracle 11gJunho de 2007Autor: Hermann BaerCo-autores:Oracle do Brasil LtdaSede no BrasilAv. Alfredo Egydio de Souza Aranha, 100São Paulo, SPCEP 04726-170BrasilTelefone: +1 650 506 7000Fax: +1 650 506 7200oracle.comCopyright © 2007, Oracle. Todos os direitos reservados.Este documento é fornecido apenas para fins informativos e seu conteúdo estásujeito a alteração sem aviso prévio.A Oracle Corporation e a Oracle do Brasil Sistemas Ltda. (ambas conjuntamentedenominadas Oracle) não garantem que este documento esteja isento de erros. AOracle não fornece qualquer outra garantia ou condição legal, expressa ou implícita,incluindo garantias ou condições de comercialização e uso para um propósitoespecífico. A Oracle isenta-se de qualquer responsabilidade em relação a estedocumento, sendo que ele não representa qualquer obrigação contratual direta ouindireta. Este documento não pode ser reproduzido ou transmitido de qualquer formaou através de qualquer meio, seja eletrônico ou mecânico, para qualquer objetivo,sem a permissão expressa por escrito da Oracle.Oracle é uma marca comercial da Oracle Corporation e/ou de suas empresasafiliadas. Outros nomes podem ser marcas comerciais de seus respectivosproprietários.

×