Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 27/2/2012

  • 440 views
Uploaded on

Aula da disciplina Tecnologia e Negócios de Rádio e TV, do curso de Audiovisual do Centro Universitário Senac, em 27 de fevereiro de 2012

Aula da disciplina Tecnologia e Negócios de Rádio e TV, do curso de Audiovisual do Centro Universitário Senac, em 27 de fevereiro de 2012

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
440
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
9
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Tecnologia e negócios de rádio e TV 27 de fevereiro de 2012
  • 2. A TV digital • Alta definição – A qualidade da imagem é superior à do DVD • Multiprogramação – Vários programas podem ser transmitidos ao mesmo tempo, num só canal • Interatividade – A TV passa a oferecer serviços parecidos com os da internet • Mobilidade – Os aparelhos celulares podem receber o sinal da TV aberta2 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 3. Alta definição3 Renato Cruz – Senac – 13/2/2012
  • 4. Meios quentes e frios “Um meio quente é aquele que prolonga um único de nossos sentidos e em alta definição. Alta definição se refere a um estado de alta saturação de dados. (...) Um meio quente envolve menos participaçãodo que um frio: uma conferência envolve menos do que um seminário, e um livro menos que um diálogo.” - Marshall McLuhan (1964)4 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 5. O aquecimento da televisão “Tecnicamente, a TV tende a ser um meio de primeiros-planos. No cinema, o close-up dá ênfase; na TV, é coisa normal. Uma foto brilhante do tamanho do vídeo pode mostrar uma dúzia de caras com muitos pormenores, mas uma dúzia de caras no vídeo forma apenas uma mancha ” - Marshall McLuhan (1964)5 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 6. Multiprogramação e mobilidade6 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 7. O problema da interatividade “Não existe outro lado. Isto é televisão, e não telefone. A diferença é grande” - Willy Wonka7 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 8. Teles vs. TVs Fonte: Accenture/Guerreiro Teleconsult8 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 9. Os níveis de interatividade • Nível 1 – O espectador navega nos dados armazenados no terminal, sem canal de retorno • Nível 2 – O espectador usa um canal de retorno, mas não necessariamente em tempo real • Nível 3 – O espectador envia e recebe mensagens em tempo real, pelo canal de retorno9 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 10. Carrossel de dados Fonte: UFPB10 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012
  • 11. Os desafios da radiodifusão  TV conectada  Gravador digital de vídeo  Vídeo na Internet (YouTube/BitTorrent)  IPTV (TV via banda larga)  TV paga móvel11 Renato Cruz – Senac – 27/2/2012