Your SlideShare is downloading. ×
Plano de Mídia - 20/8/2014
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Plano de Mídia - 20/8/2014

66
views

Published on

Aula da disciplina Plano de Mídia, do curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Senac, em 20 de agosto de 2014

Aula da disciplina Plano de Mídia, do curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Senac, em 20 de agosto de 2014

Published in: Marketing

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
66
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Plano de Mídia 20 de agosto de 2014
  • 2. Audiência “É o conjunto das pessoas que, em dado momento, são receptores de uma mensagem transmitida por determinado meio de comunicação. O termo está mais relacionado a rádio e TV, mas também tem sido utilizado para definir a totalidade dos que leem um jornal ou revista ou ainda um outdoor ou outra peça de mídia impressa.” Fonte: NAKAMURA, Rodolfo. Mídia: como fazer um planejamento de mídia na prática. São Paulo: Farol Forte, 2009. 2 Renato Cruz – Senac – 20/8/2014
  • 3. Tipos de audiência - I  Audiência acumulada – Soma das pessoas atingidas por uma mensagem repetida várias vezes em um veículo, ou em uma série de edições de um programa de rádio, TV, ou de um jornal, revista etc.;  Audiência cativa – Audiência habitual de um determinado veículo de comunicação;  Audiência duplicada – Conjunto de pessoas que recebem uma mensagem por meio de dois ou mais veículos;  Audiência líquida – Total de pessoas que recebem pelo menos uma vez uma mensagem transmitida por um ou por vários veículos. Também conhecida como audiência simples; Fonte: NAKAMURA, Rodolfo. Mídia: como fazer um planejamento de mídia na prática. São Paulo: Farol Forte, 2009. 3 Renato Cruz – Senac – 20/8/2014
  • 4. Tipos de audiência - II  Audiência média – Número médio de pessoas que recebem uma mensagem transmitida em mais de um veículo, ou várias vezes em um mesmo veículo;  Audiência primária – Parte da audiência que se liga diretamente à recepção da mensagem ou ao consumo do veículo de comunicação. Ou seja, audiência que faz parte do público-alvo da campanha. É também conhecida como audiência efetiva. As pessoas não incluídas nesta categoria são classificadas como audiência secundária. Fonte: NAKAMURA, Rodolfo. Mídia: como fazer um planejamento de mídia na prática. São Paulo: Farol Forte, 2009. 4 Renato Cruz – Senac – 20/8/2014
  • 5. Público-alvo  Quando se analisa a audiência de um veículo, deve-se levar em conta quantas pessoas fazem parte do objetivo da campanha, ou seja, fazem parte do target. Fonte: NAKAMURA, Rodolfo. Mídia: como fazer um planejamento de mídia na prática. São Paulo: Farol Forte, 2009. 5 Renato Cruz – Senac – 20/8/2014
  • 6. Critério Brasil 0 1 2 3 4 ou + Televisão em cores 0 1 2 3 4 Rádio 0 1 2 3 4 Banheiro 0 4 5 6 7 Automóvel 0 4 7 9 9 Empregada mensalista 0 3 4 4 4 Máquina de lavar 0 2 2 2 2 Videocassete e/ou 0 2 2 2 2 DVD Geladeira 0 4 4 4 4 Freezer * 0 2 2 2 2 * Independente ou parte da geladeira duplex Renato Cruz – Senac – 20/8/2014 Fonte: Abep
  • 7. Chefe da família Grau de instrução Pontos Analfabeto/ Fundamental 1 Incompleto 0 Fundamental 1 Completo / Fundamental 2 Incompleto Renato Cruz – Senac – 20/8/2014 1 Fundamental 2 Completo/ Médio Incompleto 2 Médio Completo/ Superior Incompleto 4 Superior Completo 8 Fonte: Abep
  • 8. Classes econômicas Classificação Pontos A1 42-46 A2 35-41 B1 29-34 B2 23-28 C1 18-22 C2 14-17 D 8-13 E 0-7 Renato Cruz – Senac – 20/8/2014 Fonte: Abep
  • 9. Algumas observações • Devem ser considerados aparelhos domésticos:  Alugados em caráter permanente;  Emprestados de outro domicílio há mais de 6 meses;  Quebrados há menos de 6 meses. • Televisor da empregada doméstica, somente se tenha sido adquirido pela família empregadora. • Rádio pode estar incorporado em outro equipamento de som ou televisor. O rádio do carro não é considerado. • O que define o banheiro é a existência de vaso sanitário. Banheiro coletivo não é considerado. Renato Cruz – Senac – 20/8/2014 Fonte: Abep
  • 10. Algumas observações (II) • Veículos usados para atividades profissionais – como táxis, vans e picapes – não são considerados. • O empregado mensalista – incluindo babás, motoristas, cozinheiras e arrumadeiras – deve trabalhar pelo menos cinco dias por semana na residência. • A máquina de lavar roupa deve ser automática ou semiautomática. O tanquinho não é considerado. Renato Cruz – Senac – 20/8/2014 Fonte: Abep
  • 11. Diferenças de renda Classes Renda média bruta familiar mensal (em R$) A 11.037 B1 6.006 B2 3.118 C1 1.865 C2 1.277 D 895 Fonte: LSE 2012 – Ibope Media Renato Cruz – Senac – 20/8/2014
  • 12. Diferenças regionais Renato Cruz – Senac – 20/8/2014 Classes Gde. FORT Gde. REC Gde. SALV Gde. BH Gde. RJ Gde. SP Gde. CUR Gde. POA DF Total A1 0,5 0,5 0,4 0,8 0,2 0,3 0,8 0,8 1,9 0,5 A2 2,6 3,1 2,2 4,2 3,3 4,7 5,0 4,7 9,1 4,2 B1 5,4 7,4 8,4 9,7 10,5 11,2 15,1 11,1 15,6 10,6 B2 11,0 12,3 15,3 19,5 20,0 25,5 29,8 27,2 23,0 21,6 C1 17,5 22,9 24,7 27,4 30,1 29,0 25,3 29,0 22,4 27,3 C2 33,4 28,6 28,5 22,6 23,2 19,8 15,3 19,0 16,2 22,2 DE 29,6 25,2 20,5 15,8 12,7 9,5 8,7 8,2 11,8 13,6 Total 100,0 100, 0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Fonte: LSE 2012 – Ibope Mídia