Os gênios e os artistas

1,071 views
997 views

Published on

Uma homenagem a Freddy Mercury e Montesserrat Cabalé. Minha música dos sonhos.

Published in: Business, Real Estate
2 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,071
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
14
Comments
2
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os gênios e os artistas

  1. 1. Uma das melhores do século XX Texto de Renato Cardoso
  2. 2. Quando ouvi essa música pela primeira vez, parecia estar entrando no céu. A voz de Freddie Mercury com uma soprano que ouvira falar apenas assim, de relance.
  3. 3. Fiquei pasmo, parado por minutos e busquei rapidamente saber de quem se tratava. O cantor, esse foi fácil identificar, mas quem era aquela soprano maravilhosa?
  4. 4. Não demorou e a música entrou nas paradas de sucesso e aí fui descobrindo aos poucos os detalhes que buscava. Era tempo de fitas cassete.
  5. 5. Tão logo me foi possível e estava eu com essa maravilha de “How can i go on”, com a banda Queen e Montserrat Caballé, ali, no meu toca-fitas do fusca verde. .
  6. 6. Ouvi uma, duas, dez, mil vezes e à cada audição queria ouvir mais. Ficava imaginando aquele show ao vivo, num canto qualquer do mundo.
  7. 7. Claro que num lugar muito distante da minha pequena Piratininga, que tinha alguns aparelhos de televisão sintonizados em poucas emissoras.
  8. 8. Nunca me foi possível ver aquele momento mágico da música internacional da melhor qualidade. Queria saber mais daquela soprano.
  9. 9. O que teria levado o roqueiro Freddie Mercury a buscar uma soprano para criar e provocar o contraste tão maravilhoso, que o mundo aplaudiu tanto?
  10. 10. Curti a música, mostrava aos amigos, tentava entender aquele encontro que devia ser magestoso, único, show inesquecível.
  11. 11. E foi a música uma das preferidas em toda minha vida. Como e pena não ter ocorrido o encontro ali, perto de minha casa e eu dele participado.
  12. 12. Mas tinha a música, e a ouvia mais vezes, tentava cantarolar junto, com meu inglês abrasileirado. Era jovem e achava a banda Queen o máximo.
  13. 13. Mas aquele encontro, aquele contraste do rock com a música lírica, que sensação deliciosa causava em minha alma.
  14. 14. E voltava a ouvi-la... voltava a me emocionar com a dupla que ficou famosa como uma das mais importantes do século.
  15. 15. Passa o tempo e os ouvidos, quando não ensurdecem, ficam mais rigorosos, mais exigentes. E eu ainda tendo esta como uma das preferidas.
  16. 16. Os gênios da tecnologia avançam com os aparelhos que fazem com que as distâncias fiquem mais curtas. Vem a internet ...
  17. 17. Com a internet vem o Youtube e com o site de música ali, no meu computador, uma... duas... dez versões daquele momento que tanto sonhara.
  18. 18. Fico doido, salvo em “minhas favoritas”, vejo e ouço uma, duas, dez, mil vezes e não me canso.
  19. 19. Quanto a Montsserrat, sem muita surpresa, pois imaginava ela exatamente como se apresenta no palco, ao lado do imortal indiano, que virou ídolo inglês.
  20. 20. Sua expressão e performance muito próprias de cantoras líricas do clássico musical. Freddie Mercury estava maravilhado... realizado.
  21. 21. Os dois tinham conseguido passar para o público aquela viagem própria dos gênios, que presumem o sucesso e o prazer dos amantes da arte, quando em definitiva exibição.
  22. 22. Tenho a música aqui comigo e muito bem guardada para ouvi-la e com as imagens originais. Um pouco sem foco, é verdade, mas a tecnologia irá resolver esse detalhe, em breve, com toda certeza.
  23. 23. Isso para que nunca mais nos esqueçamos que um dia, um roqueiro assim, muito avançado, imaginou que uma parceria com uma soprano, pudesse resultar num dos maiores espetáculos da terra.
  24. 24. E resultou numa benção, numa oração, num alimento para nossas almas. Que bom termos os artistas e quanto eles nos fazem bem.
  25. 25. Comentário e apresentação por Renato Cardoso
  26. 26. www.vivendobauru.com.br

×