• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Homem Maduro (04 2008)
 

Homem Maduro (04 2008)

on

  • 10,313 views

Um texto sem compromisso de quem já passou do tempo de homem maduro. Acho que vocês irão gostar.

Um texto sem compromisso de quem já passou do tempo de homem maduro. Acho que vocês irão gostar.

Statistics

Views

Total Views
10,313
Views on SlideShare
9,903
Embed Views
410

Actions

Likes
1
Downloads
52
Comments
2

2 Embeds 410

http://www.baixocidade.com.br 397
http://www.slideshare.net 13

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

12 of 2 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Homem Maduro (04 2008) Homem Maduro (04 2008) Presentation Transcript

    • O homem maduro Texto de Renato Cardoso
    • Quando um homem descobre que não é necessário escovar os dentes com tanta rapidez, tenha certeza, ele virou um homem maduro. Só sendo mesmo muito imaturo para escovar os dentes com tanta pressa. E o amarrar do sapato pode ser mais tranqüilo, arrumando-se uma posição menos incômoda, acertando as pontas.
    • Mas o homem maduro não é só isso. O homem maduro sabe, como nunca, que as preliminares são muito mais interessantes que as penetrações profundas. Não sente culpa de nada. E, se sente, sofre como nunca. Mas já é capaz de assistir à sessão da tarde sem a culpa a lhe desviar a atenção. É um homem mais bonito, e isso na opinião de mulheres de todas as idades.
    • O semblante do homem maduro traz as marcas das dificuldades pelas quais passou para trazer a vida até aqui. E isso lhe dá um bom diferencial.
    • Mas nem por isso lamenta. Orgulha-se até dessas marcas, conquistadas no caminho. Elas são sua carta de apresentação, seu certificado de garantia.
    • Se sai pra beber com os amigos, contar piadas, relaxar e até dar uma oportunidade ao acaso, não faz isso como se fosse a pior coisa do mundo. Ele habituou-se a conviver com situações próprias dos tempos modernos. Sem culpas.
    • O homem maduro, pra levar a vida adiante como deve, encarou o trabalho, assumiu os impostos, deu estudos aos filhos e se orgulha de vê-los prontos pra o que der e vier.
    • Se estão juntos (marido e mulher), depois da longa caminhada, tanto melhor. Mas caso não, isso não tira do homem maduro o seu cheque especial sem limites para contrair compromissos com a vida.
    • O homem maduro pode demonstrar cansaço em alguns momentos, mas a uma pequena sacudida na poeira, apresenta-se mais inteiro do que nunca. Aprendeu a ter vários fôlegos
    • Este homem não convive com uma mulher apenas por afinidades intelectuais e psicológicas, como por exemplo, Jean Paul Sartre e Simone de Beauvoir . Quando o homem maduro chega a esse estágio, já usou toda sua experiência para saber optar pelo melhor.
    • Um homem maduro gosta das coisas boas da vida. Age de acordo com os seus princípios e pondera as suas ações, as suas palavras. Tem uma grande auto-estima, sem ser narcisista, É seguro.
    • O homem maduro é o que não tem idade. Conheço homens muito novos mas com boa maturidade. Conheço, por outro lado, homens com mais idade que não captaram da vida qualquer ensinamento que esta lhe ofereceu.
    • Um homem maduro adquiriu sensibilidade suficiente para saber o que é uma mulher, o que é o prazer de partilhar e o que é dar valor às coisas boas da vida.
    • Este homem não corre atrás da vida. Ele espera, ele reflete sobre as oportunidades surgidas. E só depois de estar seguro, o homem maduro se decide, em quaisquer circunstâncias.
    • Homem maduro é produto raro, quase em extinção. Ele é disputado pelas virtudes que tem, procura acertar nessa fase definitiva de relacionamento e procura deixar claro que quer curtir a vida de forma compartilhada.
    • Ganhar dinheiro já não é a prioridade maior do homem maduro. Não que não goste de dinheiro e não queira ganhá-lo em boa quantidade. Mas só se for para gastá-lo, e com isso, viver com ótima qualidade.
    • O homem maduro moderno se cuida, faz ginástica, vai à academia e procura ter tudo em cima. Mas não por vaidade e sim para se oferecer muito melhor a quem quiser consumi-lo em momentos mais íntimos.
    • Ser bem informado é uma das qualidades do homem maduro. Não apenas porque quer participar da mudança do mundo para melhor, mas também porque quer saber posicionar-se diante das alternativas que surgem a cada minuto.
    • Um homem maduro é, também, ponderado. E tem capacidade para avaliar, independentemente de, por vezes, se enganar no seu juízo. Mas sabe redimir-se de avaliações errados e prosseguir na estrada da vida.
    • O homem maduro adquiriu charme com a vida vivida e sabe exatamente quando deve ou não abrir a boca para dizer o que lhe parece ser o mais apropriado para o momento. E isso faz um bom diferencial, pois aprendeu a ouvir e, ouvindo, aprendeu a selecionar companhias. O homem maduro sabe entrar e sair estrategicamente de situações que surgem. Sair de cena quando necessário.
    • Um homem maduro não reage de forma agressiva em situações provocadas por uma mulher. Ele aprendeu a controlar o ciúme, aprendeu a ser elegante e sempre faz, de momentos delicados, uma ótima oportunidade para mostrar –se gentil.
    • Vi em algum lugar que a mulher madura nada no tempo e flui com a serenidade de um peixe...Seus olhos não violam as coisas, mas as envolvem ternamente, pois sabem a distância entre seu corpo e o mundo. E assim também é o homem maduro.
    • O corpo do homem maduro também tem história. Sua superfície tem inscrições deixadas pelas mulheres que nadaram em sua vida. E até por isso, o homem maduro coloca-se mais valorizado, pois seu cabedal é rico de experiências de vida, de relações que deixaram marcas.
    • Um homem maduro, enfim, é alguém que sabe o que quer. Que já viveu muito e muito tem a ensinar. É aquele que ama e ensina a amar. E faz isso com respeito, carinho, paixão, loucura, e, acima de tudo, sem se deixar perceber professor.
    • Mas não faz desse aprendizado um sacrifício. Ele ensina e aprende com prazer, conforme é sua visão de vida para a época.
    • De vez em quando, amadurece uma espinha na bunda do homem maduro. Às vezes não consegue os 2 mil metros na corrida. Mas consegue ler um livro numa noite, tirando dele o máximo de ensinamento que o mesmo tem a oferecer.
    • Lilian Maial definiu-o como ninguém: “O homem maduro tem seu charme, tem sua eloqüência. É esperto, vivido, sabe bem o que dizer, a hora certa de dizer, o que fazer, quando calar. Sabe cativar, sabe ser presente, sabe conquistar. Tem paciência para a conquista, porque a verdadeira conquista é um jogo de paciência. Ainda tem sua virilidade, seu vigor, mesmo que seu físico já não contribua tanto. Troca o número pela qualidade o que, cá pra nós, sai ganhando de longe!...
    • Porém, não faz idéia das armas que possui, justamente por assim ser. A mulher que conseguir entender e fazer desabrochar o homem maduro, terá ao seu lado um companheiro de todas as horas, um apaixonado romântico, um amante paciente e eficiente, um amigo, um confidente, um homem cheio de surpresas, que pode chorar junto de um filme triste, como pode assumir a culpa por uma decisão (dela) errada. ...
    • A mulher que souber cativar esse homem, dar espaço a seus sonhos, seus devaneios, ser sua cúmplice sem cobranças, mas sem rédeas muito soltas (porque ele sente o mínimo abandono), terá um homem pronto para o amor. Um homem que sabe como amar e sabe se fazer amar. Um homem que se pode contar, que se pode admirar e manter ao lado, orgulhosa e feliz. ...
    • A mulher que encontrar esse homem, que anda vagando, perdido por aí, no meio de relacionamentos cataclísmicos, terá a chance de conhecer momentos de prazer intenso, ser parceira de alguém que se doa a cada dia, que só espera ser tratado como um homem especial, o que, na verdade, é. E esse homem está esperando por nós aí, ao nosso lado, na nossa casa, no nosso trabalho, na nossa rua, na nossa roda de amigos, até na Internet.”
    • Texto e apresentação por Renato Cardoso
    • www.vivendobauru.com.br
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    • www.vivendobauru.com.br