Your SlideShare is downloading. ×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

"A Metodologia SCRUM"

1,331
views

Published on

Published in: Technology, Real Estate

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,331
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SCRUM quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 2. TÓPICOS Manifesto Ágil O que é SCRUM SPRINT PAPEIS PRODUCT BACKLOG SPRINT BACKLOG SCRUM DIÁRIO Revisão do SPRINT QUADRO SCRUM quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 3. MANIFESTO ÁGIL Alternativas mais “light” para as burocráticas e pesadas metodologias tradicionais quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 4. MANIFESTO ÁGIL VALORES Indivíduos e Processos e Interações ferramentas Software que Documentação funciona ACIMA abrangente DE Colaboração Negociação de do Cliente contrato Resposta a Seguir um mudanças plano quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 5. MANIFESTO ÁGIL PRINCÍPIOS “Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, através da entrega rápida e contínua de valor” “Bem vindo as mudanças de escopo!! Processos ágeis veem a mudança como uma vantagem competitiva do cliente” “Entregar softwares funcionando sempre” “Negócio e desenvolvimento devem trabalhar juntos, diariamente” “Contruir um projeto com pessoas motivadas. Deem a elas o ambiente e apoio que necessitam, e confie nas mesmas para ter o trabalho feito” quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 6. MANIFESTO ÁGIL PRINCÍPIOS “A maneira mais eficiente e eficaz de comunicação com e entre um time é o bom e velho cara-a-cara” “Software funcionando é a medida de progresso primária” “Processos ágeis promovem um desenvolvimento sustentável. Todos os envolvidos devem estar aptos para manter um ritmo constante” “Simplicidade é essencial (KISS)” “Atenção contínua a excelência técnica e um bom design são essenciais para a agilidade” “Em intervalos regulares, o time deve refletir em como melhorar a efetividade, e se adapta de acordo” quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 7. O QUE É SCRUM? Scrum é um processo ágil que permite manter o foco na entrega do maior valor de negócio, no menor tempo possível. Isto permite a rápida e contínua inspeção do software em produção As necessidades do negócio é que determinam as prioridades do desenvolvimento de um sistema. As equipes se auto-organizam para definir a melhor maneira de entregar as funcionalidades de maior prioridade. A cada interação, todos podem ver o real software em produção, decidindo se o mesmo deve ser liberado ou continuar a ser aprimorado por mais um “Sprint”. quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 8. CARACTERÍSTICAS Equipes que se auto-organizam O produto evolui em uma série de Sprints Os requerimentos são listados em um Product Backlog quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 9. COMO FUNCIONA 24h PRODUTO SPRINT A SER 1-2 SEMANAS ENTREGUE PRODUCT SPRINT BACKLOG BACKLOG quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 10. QUEM USA SCRUM? Microsoft Globo Yahoo Nielsen Google Media EA First American Real Estate High Moon Studios BMC Software Lockheed Martin Ipswitch Philips John Deere Siemens Lexis Nexis Nokia Sabre Capital One Salesforce.com BBC Time Warner Intuit Turner Broadcasting DataSul Oce quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 11. SPRINTS Os projetos progridem em uma série de Sprints (iterações) Ocorrem em períodos de 1-4 semanas Um período constante leva a um melhor ritmo NENHUMA MUDANÇA DURANTE O SPRINT Planejar a duração do SPRINT de acordo com máximo que você pode se comprometer a deixar mudanças fora dele quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 12. PAPÉIS DONO DO PRODUTO EQUIPE SCRUM MASTER quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 13. O DONO DO PRODUTO quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 14. Define as funcionalidades do produto Define as datas dos releases Prioriza as funcionalidades de acordo com seu valor de negócio Ajusta o product backlog a cada sprint Dá o aceite final do Sprint quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 15. O TIME quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 16. Multi-disciplinar, 7 (+- 2) membros Define o Sprint Goal e como será feito o trabalho Tem direito de fazer o que estiver ao seu alcance para chegar ao objetivo do sprint Auto-gerenciavel: o time se organiza e se gerencia Demonstra o que foi feito no final do sprint para o Dono do produto quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 17. SCRUM MASTER quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 18. Responsável pelo processo, incluindo a realização do daily Scrum e das datas e horários das reuniões Remove os impedimentos Garante que o time está sempre funcionando e produtivo Facilita a cooperação entre todos os membros do projeto Protege o time das interrupções externas quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 19. PRODUCT BACKLOG Os requerimentos dos projetos Prioridades devem ser revisadas a cada Sprint (pelo menos); Responsabilidade do Dono do produto Uma lista de todo o trabalho desejado nos projetos quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 20. SPRINT BACKLOG São todos as Estórias (Tickets) que serão feitas neste Sprint Deve ter um objetivo claro (caso ideal) Realidade Aumentada: Desenvolveremos um aplicativo beta do realidade aumentada, que seja possível de mostrar para o mercado quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 21. SPRINT BACKLOG Atividades não são atribuidas, cada indivíduo escolhe as atividades em que irá trabalhar (em acordo com o time); Atualização constante do trabalho restante A medida que as tarefas se tornam mais conhecidas, qualquer membro do time tem a liberdade e o dever de atualizar a tarefa. quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 22. DEFININDO O SPRINT BACKLOG Um time tem uma velocidade (100 por exemplo); Logo, em um Sprint, eu consigo fazer 100 pontos; Cada Estória (tarefa, ticket, etc) tem uma pontuação; Logo, em um sprint, a soma das tarefas que um time pode fazer é 100; E como a gente define os pontos de cara tarefa? quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 23. JOGANDO POKER Uma técnica iterativa para estimar tarefas 0 - 1 - 2 - 3 - 5 - 8 - 13 - 20 - 40 - 100 (Cartas) Baseado em risco, tamanho, conhecimento, experiência e outros fatores E como acompanhar o desenvolvimento? quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 24. BURNDOWN CHART quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 25. SCRUM DIÁRIO Máximo de 15 minutos Comprometimento Perguntas a serem feitas: O que fiz desde o último SD? O que será feito agora? O que está impedindo? quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 26. REVISÃO DO SPRINT Acontece no final do Sprint Qual foi a nossa velocidade? Revisar velocidade O que deu errado? O que deu certo? Lições aprendidas Como melhorar? quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 27. QUADRO SCRUM quarta-feira, 16 de junho de 2010
  • 28. RESUMINDO Reuniões: Reunião de planejamento SCRUM diário Revisão do Sprint Ferramentas: Planning Poker Quadro SCRUM Burndown Chart quarta-feira, 16 de junho de 2010

×