Alfabetização digital
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Alfabetização digital

  • 3,032 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
3,032
On Slideshare
2,976
From Embeds
56
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
236
Comments
0
Likes
4

Embeds 56

http://www.f2suporte.com 45
https://cursosrapidosonline.com.br 6
https://www.xn--cursosonlinedaeducao-7yb1g.com.br 3
https://www.cursosonlinecursos.com.br 2

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Alfabetização Digital Tecnologia Aplicada à Educação Caderno do Professor
  • 2. Introdução 1 Alfabetização Digital Tecnologia aplicada à Educação Caderno do Professor
  • 3. Introdução 3 Salvador, 2013 Alfabetização Digital Tecnologia aplicada à Educação Caderno do Professor
  • 4. FICHA TÉCNICA: Conteúdo a) Elaboração Microsoft Brasil b) Coordenação Frede Luis Bonfim Programa Caia na Rede – Baixo Sul da Bahia c) Adaptação e revisão Fabrício Nascimento da Cruz Analista de Planejamento e Desenvolvimento Fundação Odebrecht Fotografia d) Crédito Capa: Almir Bindilatti Módulos 01 e 04: Almir Bindilatti Módulos 02, 03, 05: Diego Costa Caderno de Respostas e Glossário: Acervo Casa Familiar Rural de Igrapiúna Projeto gráfico e diagramação Edileno Capistrano Filho Capa Augusto Leal Alfabetização Digital 4 Parceiros Microsoft - Brasil www.microsoft.com/education/pt-br/partners-in-learning/Pages/index.aspx Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (IDES) www.ides.org.br Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente Valença-BA Apoio Caia na Rede Programa Tributo ao Futuro www.tributoaofuturo.com.br Semp Toshiba www.semptoshiba.com.br/ecommerce loja.semptoshiba.com.br
  • 5. SUMÁRIO Introdução 7 Módulo 1 – Estilos de vida digitais 11 Lição 1: A experiência digital 15 Lição 2: Introdução ao áudio digital 19 Lição 3: Introdução ao vídeo digital 25 Lição 4: Introdução à fotografia digital 33 Lição 5: Aproveitando a mídia digital no computador 39 Lição 6: Tecnologia digital e oportunidades de trabalho 45 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação 53 5 Módulo 3 – Programas de Produtividade Introdução Lição 1: Introdução à computação 57 Lição 2: Terminologia geral de computação 71 Lição 3: Recursos e desempenhos do computador 77 Lição 4: Sistemas operacionais de computador 85 Lição 5: Oportunidades de trabalho 91 99 Lição 1: Introdução aos programas de produtividade 103 Lição 2: Comandos e recursos comuns 107 Lição 3: Introdução aos processadores de texto 117 Lição 4: Introdução aos programas de planilha 129 Lição 5: Intridução aos programas de apresentação 141 Lição 6: Introdução aos programas de banco de dados 151 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web 161 Lição 1: A Internet 163 Lição 2: A Word Wide Web 171 Lição 3: Usando e-mail 179 Lição 4: Outros métodos de comunicação na Internet 187
  • 6. Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 197 Lição 1: Introdução à segurança e privacidade do computador 201 Lição 2: Protegendo o computador 209 Lição 3: Protegendo sua família contra as ameaças de segurança 217 Lição 4: Como manter seu computador seguro e atualizado 223 Lição 5: Ética na informática 231 Respostas das atividades Glossário 267 Alfabetização Digital 6 239
  • 7. INTRODUÇÃO 7 Introdução Estamos testemunhando uma nova e importante revolução. Assim como a estrada de ferro, o telégrafo ou máquina a vapor mudaram radicalmente o mundo, a era da informática, se consolida como uma mola propulsora do processo de difusão das tecnologias da informação e do conhecimento, que influencia profundamente todos os processos de desenvolvimento - atuais e do futuro. Internautas, telespectadores, ouvintes, coautores, qualquer que seja a condição, os homens e mulheres contemporâneos estão cada vez mais expostos a uma multiplicidade de mídias e dispositivos eletrônicos, que pouco a pouco reconfiguram suas formas de ser, estar, agir e interagir no mundo. Microcomputadores, rádio, fax, telefones celulares, aparelhos eletrodomésticos, circuitos internos de TV, geoprocessadores, tocadores de mp3, Internet, dentre outros, são componentes tão presentes na vida cotidiana, e têm possibilitado, de forma ágil, o processamento, o arquivamento e a circulação de informações, como nunca visto na história da humanidade. Essa revolução, que possui como elementos centrais, a informação e o conhecimento, tem exigido das pessoas, cada vez mais qualificação, para que de fato sejam inseridas e/ou permaneçam, tanto em alguns ambientes políticos, sociais, quanto nos espaços produtivos ofertados pelo mundo do trabalho. Sendo assim, o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICS) instituiu não só novas formas de comunicação entre as pessoas como também novas formas de pensar, de elaborar o conhecimento e articulá-lo à realidade na qual se está inserido. A passividade do processo de aprendizado do passado vem sendo substituída por um modelo onde se aprende juntos, compartilhando ideias e experiências, construindo conhecimentos em redes colaborativas. Como as condições relativas ao acesso à ciência e à tecnologia, ainda não são equânimes entre os cidadãos, uma forma de estimula-los para que desenvolvam suas potencialidades, tornando-os pessoas de conhecimento é a oferta de Programas Educacionais que lhes permitam o ingresso no mundo digital. O Curso de Alfabetização Digital, organizado pela Microsoft, é um exemplo disso! Estruturado em 05 módulos interdependentes: Estilos de vida digitais; Noções Básicas de Computadores; Programas de Produtividade; Internet; Segurança e privacidade, o curso arti-
  • 8. cula conteúdos referentes ao impacto das tecnologias na vida das pessoas, destaca a importância da internet, e pauta como podemos utilizar os aplicativos digitais na vida social e produtiva. Difundido por todo o mundo, e agora chegando em sua escola, mais do que possibilitar a redução dos índices de exclusão digital entre as populações de baixa renda, o Curso de Alfabetização Digital tem conseguido, ao promover o acesso à tecnologia, abrir uma janela de oportunidade para os cidadãos, antes marginalizados desse processo, garantindo-lhes acesso a conteúdo relevante, para que superem os desafios, tanto nos âmbitos sociais e econômicos, quanto no plano profissional e comunitário. Caro educador, este material gentilmente cedido pela Microsoft, foi adaptado à realidade do Baixo Sul da Bahia, criando um instrumento importante para dar suporte a sua prática pedagógica, na condução de programas focados em inclusão digital nas escolas. Recomenda-se sua aplicação articulada à Microsoft E-Learning, plataforma interativa, de fácil navegação, com jogos, ambientes de pesquisa, testes, e com avaliação final, cuja certificação é internacionalmente reconhecida. Contamos com a sua importante contribuição, na construção de um novo paradigma na relação com o saber e com as políticas da educação, dentro e fora da escola, tendo as tecnologias digitais como uma grande aliada para a melhoria da qualidade do aprendizado. Bom trabalho! Alfabetização Digital 8 Fabrício Cruz e Frede Bonfim Programa Caia na Rede – Baixo Sul da Bahia
  • 9. Módulo 1 Introdução 9 Estilos de Vidas Digitais
  • 10. MÓDULO 1 ESTILOS DE VIDA DIGITAIS Visão geral do curso Informações sobre o módulo Este curso explica a função da tecnologia digital em nosso cotidiano. Além disso, explica os conceitos e os recursos básicos de áudio, vídeo e fotografia digital. Informações Descrição Público Este curso destina-se a qualquer pessoa que queira obter conhecimentos sobre alfabetização digital. Pré-requisitos Os estudantes devem ter habilidades básicas de compreensão e leitura com nível necessário para ler um jornal local. Os estudantes devem ter feito o primeiro curso Noções básicas sobre computadores ou ter conhecimentos equivalentes de informática. Objetivos do módulo Ao concluir este módulo, o aluno será capaz de: • Explicar a função da tecnologia digital em nosso cotidiano. • Explicar os conceitos e recursos básicos do áudio digital. • Explicar os conceitos e recursos básicos do vídeo digital. • Explicar os conceitos e os recursos básicos da fotografia digital. • Explicar como aproveitar a mídia digital em um computador. • Identificar as diferentes oportunidades de carreira que se tornaram disponíveis com os computadores. 11 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Telefones celulares, MP3 players, câmeras digitais, computadores, esses e tantos outros dispositivos estão trazendo grandes modificações ao nosso cotidiano. Este curso apresenta as tecnologias digitais, incluindo as de áudio, vídeo e fotografia digitais. Ele explora como essas e outras tecnologias da computação estão criando novas oportunidades de trabalho e moldando o mundo em que vivemos.
  • 11. Introdução ao módulo A tecnologia digital é usada atualmente em todas as áreas da vida. Ela mudou a maneira de as pessoas trabalharem e se divertirem. Este módulo explica o escopo da tecnologia digital em casa, no trabalho e na diversão. Ele também identifica as diferentes oportunidades de carreira disponíveis em função do uso intenso dos computadores em várias áreas. Antes de comprar um dispositivo digital, como um reprodutor de áudio portátil ou de vídeo, faça uma intensa pesquisa sobre os diversos dispositivos disponíveis no mercado. Também é importante entender os diferentes recursos de cada dispositivo digital. Além disso, é importante se familiarizar com os vários dispositivos digitais e a terminologia digital. Este módulo o ajuda a entender os recursos e conceitos básicos do áudio, vídeo e fotografia digitais. Ele também fornece uma breve descrição sobre as oportunidades de carreiras disponíveis se você tiver um conhecimento básico de computadores. Resumo do módulo Lição A experiência digital Alfabetização Digital 12 Descrição A experiência digital envolve a transição dos dispositivos tradicionais para os dispositivos multiuso digitais, dentre os mais comuns estão: • Players de áudio e vídeo: O player multimídia Zune é um exemplo de media player portátil, usado para reproduzir áudio, vídeo e arquivos MP3. • Telefones celulares: O Windows Phone 7 é um exemplo de telefone celular, um dispositivo sem fio que oferece os recursos de um telefone de linha fixa tradicional. Conexão à Internet e jogos. • Sistemas de videogame: O Xbox é um exemplo de sistema de videogame. Ele tem uma placa-mãe e um disco rígido, e também oferece suporte a jogos online, reprodução de arquivos de áudio. • Computador tablet : é um computador portátil que é principalmente usado como agenda pessoal. Você pode usá-lo para se conectar à Internet. • Câmeras digitais: armazenam imagens digitalmente em um dispositivo de memória como uma placa de memória flash ou um mini-disco rígido. • Câmeras de vídeo digital: Uma câmera de vídeo digital captura e grava um vídeo e o armazena em um formato digital. As câmeras de vídeo digitais e as Webcams são exemplos de câmeras digitais. Elemento gráfico
  • 12. Há dois tipos de áudio: analógico e digital. Os computadores não entendem o formato analógico. Sendo assim, é necessário converter o áudio do formato analógico para o digital para usá-lo em um computador. Algumas das características de áudio digital são: • Possibilidade de edição usando um software de edição de áudio. • Compactação. • Transferência por fluxo contínuo. Você pode copiar áudio de dispositivos de armazenamento, como do disco rígido de um computador, e armazená-lo em um CD ou DVD gravável. Além disso, também pode converter áudio de um CD ou DVD para um formato diferente antes de armazená-lo no disco rígido do computador. A tecnologia digital permite a interação com o computador por meio da fala. O reconhecimento de fala é uma tecnologia que permite a comunicação com um computador usando apenas a voz para inserir dados e emitir comandos. A síntese de fala é uma tecnologia que permite ao computador falar com você. Na síntese de fala, o computador se comunica com você convertendo texto em áudio digital. Introdução ao vídeo digital A tecnologia de vídeo digital permite a gravação de vídeo no formato digital em um CD, DVD, uma placa de memória flash ou o player multimídia Zune. Os usuários domésticos usam a tecnologia de vídeo para criar vídeos com títulos, e introduzir e adicionar transições entre cenas. Muitos criadores de filme também fazem filmes usando software de edição de vídeo avançado. Algumas características importantes do vídeo digital são: • Facilidade de edição. • Compactação. • Transferência por fluxo contínuo. Você pode exibir vídeo na Internet. As tecnologias de vídeo na Web permitem a transferência de arquivos de vídeo digital pela Internet. A conferência na Web permite que você mantenha uma conferência virtual na qual pode ver e ouvir os outros em tempo real. Você também pode usar ferramentas como quadros de comunicação virtuais e apresentações de slides durante a conferência. A conferência na Web também permite a comunicação de voz entre os participantes, que podem compartilhar visões e discutir opiniões. Introdução à fotografia digital Na fotografia digital, a câmera digital é usada no lugar da câmera de filme tradicional para tirar fotos. A câmera digital armazena cada foto em um formato digital em um dispositivo de armazenamento, como uma placa de memória flash ou um mini-disco rígido. Uma vantagem de usar uma câmera digital é que você pode ver a foto logo depois de tirá-la e ter certeza de que o resultado é o desejado. Uma outra vantagem de usar a câmera digital é que você pode transferir a foto para um computador e aperfeiçoá-la usando um software de edição de fotos, como o Photo Gallery. Há diferentes tipos de câmeras digitais. Elas são classificadas com base em vários recursos como resolução e lente. As câmeras digitais são classificadas como point-and-shoot, semiprofissionais e profissionais. Você pode usar impressoras de foto profissionais ou impressoras de foto pessoais para imprimir fotos tiradas com uma câmera digital. 13 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Introdução ao áudio digital
  • 13. Aproveitando a mídia digital no computador Tecnologia digital e oportunidades de trabalho Alfabetização Digital 14 Você pode exibir e reproduzir arquivos de mídia em seu computador usando o Windows Media Center. Ajuda você a organizar diversos arquivos de mídia, como imagens, música e vídeo, em seu computador de forma que seja possível reproduzi-los sempre que desejado. O Windows Media Center também ajuda você a gravar arquivos de mídia em CDs e DVDs para que seja possível reproduzilos em um computador diferente ou em um player de CD/DVD. Você também pode usar seu computador para exibir TV da Internet. Para isso, é necessária uma conexão de banda larga. Talvez também seja necessário instalar um sintonizador de TV em seu computador e então configurá-lo usando o Windows Media Center. Após a configuração do sintonizador de TV, você pode assistir à TV ao vivo ou a programas gravados. É possível controlar sua TV usando um controle na tela especial. A tecnologia digital mudou a maneira como as pessoas trabalham. Elas não precisam mais percorrer longas distâncias para chegar ao escritório. O teletrabalho é uma composição que permite às pessoas trabalharem em casa ou em um escritório remoto. Os teletrabalhadores ou funcionários de empresas que praticam o teletrabalho se comunicam com seus colegas ou contatos usando a rede, a Internet ou outros serviços de telecomunicação da empresa. Os dois tipos de teletrabalho são: • Escritório doméstico: o escritório doméstico é uma composição que permite às pessoas trabalharem em casa. Nesse arranjo, as pessoas podem se comunicar com seus colegas ou contatos usando um serviço de telecomunicação da empresa, como a mensagem instantânea e o email. • Escritório remoto: os escritórios remotos ou centros de trabalho regionais são escritórios conectados à sede da empresa usando a rede ou a Internet da empresa. Os centros de trabalho regionais permitem aos teletrabalhadores o acesso a ferramentas e tecnologias que eles não têm doméstico. Além disso, em alguns casos, se as pessoas não quiserem percorrer longas distâncias, elas poderão ir ao centro de trabalho regional mais próximo. O vasto uso de computadores gerou muitas oportunidades para pessoas que têm conhecimento da área. Com um conhecimento relevante sobre computadores, você pode trabalhar como profissional da informação, profissional de TI ou desenvolvedor.
  • 14. LIÇÃO 1 A EXPERIÊNCIA DIGITAL Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Descrever os benefícios da tecnologia digital. • Explicar como a tecnologia digital expande os recursos dos dispositivos de mídia. Benefícios da tecnologia digital A tecnologia digital mudou a maneira como gerenciamos nosso trabalho, nos comunicamos e nos divertimos. Por exemplo, com o uso da tecnologia digital, você pode baixar música da Internet para seu computador, copiar música em um CD gravável e ouvir música usando um CD player. Você também pode alugar ou comprar música e vídeos de um serviço digital, como o Zune Marketplace. É possível copiar essas músicas e vídeos para um dispositivo, como um player multimídia Zune, um Xbox 360 ou um smartphone com o Windows Phone 7. 15 Módulo 1 – Estilos de vida digitais A experiência digital moderna envolve a transição dos dispositivos tradicionais para os dispositivos multiuso digitais. Por exemplo, antigamente, os telefones com fio tradicionais eram usados na comunicação com as pessoas. Com o surgimento da tecnologia digital, os celulares - telefones sem fio pequenos - chegaram ao mercado. Esses telefones não só foram usados para a comunicação entre as pessoas, como também para armazenamento de números de telefone de contatos e envio de mensagens a outros usuários de celulares. Atualmente, alguns dos celulares mais recentes o ajudam a fazer tudo isso e também conectam você à Internet ou tiram fotos usando uma câmera embutida. Esta lição apresenta a você a tecnologia digital e seus benefícios, Também apresenta tecnologias emergentes.
  • 15. A tabela a seguir descreve as maneiras nas quais a tecnologia digital alterou a maneira como você pode executar as atividades a seguir. Atividade Descrição Armazenando e compartilhando imagens Uma área importante em que a tecnologia digital é bastante utilizada é a fotografia. A fotografia digital, diferentemente da tradicional, usa câmeras digitais que armazenam imagens em formato digital. Quando essas imagens são transferidas para um computador, usamos um software para aprimorar a qualidade delas. Você pode compartilhar essas imagens com seus parentes e amigos ao carregá-las em um site ou usando programas de email. Gravando e compartilhando vídeos A tecnologia digital pode ser utilizada na gravação de vídeo. Por exemplo, podemos usar uma câmera de vídeo digital, uma Webcam ou um Smartphone para gravar um vídeo de festas e eventos familiares em um formato digital. Os vídeos gravados podem ser transferidos para um computador e compartilhados com amigos depois de copiados para um CD ou DVD gravável. Podem ser exibidos por meio de CD ou DVD player. Além disso, você pode carregar e compartilhar videoclipes em um site ou em um site de rede social. Adicionalmente, você pode usar um programa de email para enviar vídeos para seus amigos ou parentes. Um vídeo digital é mais fácil de editar em comparação a um vídeo tradicional. Você pode editar um vídeo digital usando software de edição de vídeo digital. Por exemplo, podemos reorganizar ou remover cenas e adicionar efeitos especiais. Comunicação com parceiros comerciais A tecnologia digital também é útil no mundo dos negócios. Agora, não é necessário viajar para diferentes lugares do mundo para participar de reuniões e conferências de negócios. Basta conectar o computador à Internet e conduzir ou participar de reuniões e conferências ao vivo, de qualquer lugar, usando a videoconferência. Para a videoconferência são necessários um microfone, uma câmera de vídeo e a Internet ou outro tipo de conexão (privada, intranet, global rede de longa distância) para transmitir áudio e vídeo. Deste modo, é possível ver e ouvir as pessoas que estão participando da videoconferência. Alfabetização Digital 16 Elemento gráfico Tecnologia digital e dispositivos de mídia Atualmente, as funções de telefones, câmeras, gravadores de vídeo, reprodutores de mídia e dispositivos da Internet estão sendo mescladas em um único dispositivo portátil.
  • 16. A tabela a seguir descreve como as tecnologias emergentes afetam alguns dos dispositivos digitais mais comumente usados e seus recursos. Descrição Player de áudio e vídeo O player multimídia do Microsoft Zune é um exemplo de um player de mídia portátil capaz de reproduzir áudio, vídeo e arquivos MPEG Audio Layer 3 (MP3). Ele também tem um sintonizador de FM interno. Você pode baixar música e trocar músicas e fotos com o player multimídia Zune, que pode armazenar um grande volume de mídia – 7.500 músicas ou 25.000 imagens ou 100 horas de vídeo. Telefone celular O Windows Phone 7 é um exemplo de celular,que é um dispositivo sem fio que oferece a você as capacidades de um telefone com fio tradicional e permite a realização de chamadas de quase todos os locais. Você pode usar o Windows Phone 7 para se conectar à Internet, verificar seus emails ou baixar músicas e jogos da Internet. Com os recursos de câmera e de multimídia do Windows Phone 7, é possível tirar fotos, gravar videoclipes pequenos, reproduzir músicas e participar de jogos. Você também pode compartilhar imagens e vídeos usando email ou o Multimedia Messaging Service. Sistema de videogame O Microsoft Xbox é um exemplo de sistema de videogame semelhante a um computador pessoal. Um Xbox tem uma placa-mãe e um disco rígido, e oferece suporte a jogos online. Você participa de jogos em um Xbox usando um disco de jogo Xbox. Além disso, é possível transferir arquivos de áudio de CDs para o disco rígido de um Xbox. Portanto, você pode usar um Xbox como reprodutor de áudio. Além disso, é possível reproduzir DVDs de filme usando o sistema Xbox mais recente. Computador tablet Um computador tablet é um computador portátil que também pode ser usado como agenda pessoal. Ele tem recursos, como catálogo de endereços, lista de tarefas e uma calculadora. Você pode usar o computador tablet para conectar-se à Internet, enviar e receber mensagens de email e reproduzir arquivos de multimídia para a Internet. Alguns computadores tablet também têm câmeras internas e recursos de telefone celular. Câmera digital Uma câmera digital armazena imagens digitalmente em um dispositivo de memória, como uma placa de memória flash ou um mini-disco rígido, enquanto uma câmera tradicional armazena imagens em um filme. Algumas câmeras digitais permitem que você imprima imagens por meio da conexão direta da câmera com uma impressora digital. Câmera de vídeo digital Você pode usar uma câmera de vídeo digital para gravar vídeo e armazená-lo em um formato digital. As câmeras de vídeo digitais e as Webcams são exemplos de câmeras digitais. Você pode usar uma câmera de vídeo digital para gravar vídeo e áudio e armazená-los em um formato digital em um dispositivo de armazenamento, como um CD ou DVD gravável. Uma webcam também é uma câmera de vídeo digital que captura imagens e as transmite pela Internet. As imagens são transferidas continuamente ou em intervalos de tempo regulares. As Webcams podem ser conectadas a um computador ou podem ser sem fio. Elemento gráfico 17 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Dispositivo
  • 17. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Um computador tablet PODE organizar e armazenar informações. Um computador tablet NÃO PODE organizar e armazenar informações. 2 Você NÃO PODE editar fotografias tiradas com uma câmera digital. Você PODE editar fotografias tiradas com uma câmera digital. 3 Uma videoconferência só pode ser organizada entre DUAS pessoas. Uma videoconferência pode ser organizada entre VÁRIAS pessoas. 4 O Microsoft XBOX é um exemplo de sistema de videogame. O player multimídia do Microsoft Zune é um exemplo de sistema de videogame. 5 Uma CÂMERA DE VÍDEO é usada para gravar vídeos. Um PLAYER DE ÁUDIO E VÍDEO é usado para gravar vídeos. 6 Você NÃO PODE participar de jogos online usando um XBOX. Você PODE participar de jogos online usando um XBOX. Alfabetização Digital 18 7 Uma câmera de vídeo digital SÓ grava áudio. Uma câmera de vídeo digital grava áudio E vídeo. 8 A Webcam NÃO É uma câmera digital. A Webcam É uma câmera de vídeo digital. 9 Uma câmera digital armazena imagens em sua MEMÓRIA. Uma câmera digital armazena imagens em FILME. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Resposta
  • 18. LIÇÃO 2 INTRODUÇÃO AO ÁUDIO DIGITAL Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Identificar as várias características de áudio digital. • Explicar os conceitos de gravar, copiar e converter áudio digital. • Identificar os recursos das tecnologias de voz avançadas. Características do áudio digital Uma das características importantes do áudio digital é a possibilidade de compactação. Em geral, os arquivos de áudio são grandes. Os arquivos de áudio compactados economizam espaço, 19 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Há dois tipos de áudio: analógico e digital. Quando você fala, o som criado está no formato analógico ou de onda. O som que você ouve também está no formato analógico. Os computadores são basicamente dispositivos digitais. Portanto, é necessário converter o áudio do formato analógico em digital antes de usá-lo em um computador. A tecnologia de áudio digital permite que você grave, edite e reproduza arquivos de áudio digital em um computador. A tecnologia de áudio digital também permite que você se comunique com o computador apenas pela fala. Esta lição apresenta a você a tecnologia de áudio digital e seus benefícios. Ela também descreve brevemente os conceitos de cópia e conversão de áudio digital.
  • 19. permitem portabilidade e são mais fáceis de serem transferidos pela Internet. Quando você compacta arquivos de áudio, a qualidade do arquivo de áudio em geral é afetada. Uma outra importante característica do áudio digital é a possibilidade de edição em um computador usando um software de edição de áudio. Por exemplo, você pode usar esse software para mover seções dentro de um arquivo de áudio ou introduzir efeitos. Além disso, pode usar o software de edição de áudio para armazenar um arquivo de áudio em diversos formatos no computador. Existem inúmeros formatos de arquivo de áudio usados por diferentes programas para diversas finalidades. A tabela a seguir descreve alguns dos formatos de arquivo de áudio comuns. Formato do arquivo Wave (WAV) Alfabetização Digital Esse formato faz parte de uma série de padrões de áudio e vídeo desenvolvidos para o Microsoft Windows 95 como formato de som universal. Ele é usado para armazenar arquivos de áudio no formato de áudio wave. Arquivos de áudio armazenados nesse formato têm boa qualidade de áudio mas, atualmente, esse formato é pouco usado. Isso porque os arquivos de áudio nesse formato são maiores do que comparados com outros formatos. MP3 20 Descrição Esse formato foi desenvolvido pelo Motion Picture Expert Group para possibilitar a compactação de áudio e vídeo para distribuição digital. O formato MP3 é um formato popular usado para armazenar arquivos de áudio digital. Isso é porque os arquivos MP3 geralmente são menores do que os arquivos WAV. WMA (Windows Media Audio) Esse formato foi desenvolvido pela Microsoft e é usado para armazenar arquivos de áudio digital. O áudio digital também permite fluxo de arquivos de áudio digital. Com o fluxo contínuo de áudio, você não precisa esperar o término do download de um arquivo de áudio grande da Internet para reproduzi-lo. Em vez disso, você pode usar um reprodutor de áudio com fluxo ou um suplemento de navegador para reproduzir o arquivo de áudio da Internet. Neste caso, o arquivo de áudio é enviado para seu computador em um fluxo contínuo. Observação: Você também pode transferir arquivos de vídeo em fluxo pela Internet. Como copiar e converter áudio digital A gravação digital é a técnica de gravar e armazenar arquivos de áudio em formato digital. Então, você pode copiar os arquivos de áudio armazenados para dispositivos de armazenamento, como CDs e DVDs graváveis, em diversos formatos, como WAV e MP3. Além disso, também pode converter áudio de um CD ou DVD para um formato diferente antes de armazená-lo no disco rígido do computador.
  • 20. A tabela a seguir descreve os conceitos de cópia de áudio e de conversão de áudio. Conceito Descrição Cópia de áudio Conversão de áudio Você pode converter áudio de um CD ou DVD para um formato diferente antes de armazená-lo no disco rígido do computador. Por exemplo, é possível converter sua música favorita de um CD em um arquivo MP3 antes de armazená-la no computador. Para converter o arquivo de áudio, é necessário ter um software de conversão de áudio, como o Microsoft Windows Media Player, instalado no computador. O software altera o formato do áudio e também pode compactar o áudio para que os arquivos ocupem menos espaço no disco rígido. Então, será possível transferir esses arquivos de áudio do computador para um dispositivo digital, como um computador tablet, um telefone celular ou um MP3 player. A conversão de áudio de CDs e DVDs em um formato diferente é ilegal. Verifique se você tem permissão para converter áudio em um formato diferente antes de convertê-lo. 21 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Você pode copiar áudio de dispositivos de armazenamento, como do disco rígido de um computador, e armazená-lo em um CD ou DVD gravável. Esse processo de cópia e de armazenagem de áudio em um CD ou DVD gravável é conhecido como gravação. É necessário que você tenha um dispositivo de hardware especial, como um gravador de CD ou de DVD, para a gravação. Um gravador de CD permite que você grave somente CDs graváveis, enquanto que a maioria dos gravadores de DVD permite gravar CD e DVDs graváveis. Junto com o hardware, você também precisa de um software para copiar o áudio em um CD ou DVD gravável. Você pode usar o software para criar diferentes tipos de CDs, como CDs de dados, CDs de áudio e CDs em modo misto. CDs em modo misto contêm arquivos de áudio, vídeo e dados. Por exemplo, você pode criar um CD de áudio e adicionar a ele arquivos de vídeo e de texto para criar um CD em modo misto. A cópia de áudio direto da Internet e sua armazenagem em CDs graváveis é ilegal. Também é ilegal copiar músicas de CDs e DVDs. Verifique se você tem permissão antes de copiar qualquer material.
  • 21. Síntese e reconhecimento de fala A tecnologia de áudio digital permite a interação com o computador por meio da fala. Isso ajuda a aumentar a produtividade e habilita usuários competitivos a expandirem sua capacidade de usar computadores. A tabela a seguir apresenta duas duas tecnologias de fala, síntese de fala e reconhecimento de fala. Tecnologia Alfabetização Digital Imagine um cenário. Nuno Bento está usando o Microsoft Word 2010 para escrever uma pequena história. No entanto, sua velocidade de digitação é lenta e ele leva muito tempo para terminar a história. Para resolver esse problema, seu amigo aconselha-o a usar o recurso de reconhecimento de fala do Windows 7. O reconhecimento de fala é uma tecnologia que permite a comunicação com um computador usando apenas a voz para inserir texto e emitir comandos. Para ativar o reconhecimento de fala, você precisa de um dispositivo de entrada de áudio, como um microfone, uma placa de som e um software de reconhecimento de fala que converte a fala humana em texto ou comandos para o computador. Você pode usar a tecnologia de reconhecimento de fala para interação com vários programas. Por exemplo, você pode usá-la para navegar pela Internet ou para inserir texto em documentos. O recurso de reconhecimento de fala está disponível em sistemas operacionais, como o Windows 7. Você pode configurá-lo no Windows 7 usando o link Facilidade de Acesso no Painel de Controle. Síntese de fala 22 Descrição Reconhecimento de fala Imagine um cenário. Nuno Bento terminou de escrever sua pequena história. Nuno quer ler a história mais uma vez de antes de enviá-la ao editor, mas está cansado. Portanto, ele decide usar o recurso de síntese de fala, no Windows 7, para ouvir a história. A síntese de fala é uma tecnologia que permite que o computador fale com você por meio da conversão do texto em áudio digital. O Windows 7 tem um utilitário interno de texto em fala chamado Narrador que suporta a síntese de fala. Um leitor de tela é um programa que lê o texto na tela do computador em voz alta. Para oferecer esse recurso, seu computador deve estar equipado com uma placa de som e alto-falantes. Você pode configurar o recurso de texto em fala no Windows 7 usando o link Facilidade de Acesso no Painel de controle.
  • 22. Áudio digital Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta Você NÃO PODE alterar o formato de alguns arquivos de áudio. Você PODE alterar o formato de alguns arquivos de áudio. 2 Você NÃO PRECISA de um software para converter áudio de um CD. Você PRECISA de um software para converter áudio de um CD. 3 Você pode navegar pela Internet usando a tecnologia de SÍNTESE DE FALA. Você pode navegar pela Internet usando a tecnologia de RECONHECIMENTO DE FALA. 4 O formato MP3 PERMITE compactação de arquivos de áudio. O formato MP3 NÃO PERMITE compactação de arquivos de áudio. 5 Na conversão de áudio, o arquivo de áudio PODE SER compactado. Na conversão de áudio, o arquivo de áudio NUNCA É compactado. 6 Um gravador de DVD pode copiar áudio SÓ em DVDs. Um gravador de DVD pode copiar áudio CDs E DVDs. Na conversão de áudio, o formato é NÃO É alterado. Na conversão de áudio, o formato É alterado. 8 A conversão de áudio de CDs e DVDs em um formato diferente é ILEGAL. A conversão de áudio de CDs e DVDs em um formato diferente é LEGAL. 9 Você NÃO PRECISA de software para copiar áudio em CDs e DVDs. Você PRECISA de um software para copiar áudio em CDs e DVDs. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 23 Módulo 1 – Estilos de vida digitais 7
  • 23. Autoavaliação 1) Qual das afirmações a seguir é uma característica da transmissão de áudio em fluxo contínuo? Selecione a resposta correta. ( ) Envia o arquivo de áudio para seu computador em um fluxo intermitente. ( ) Permite que você ouça áudio digital sem que todo o arquivo tenha sido baixado. ( ) Permite que você transfira arquivos de áudio analógicos. 2) Qual das afirmações a seguir é um recurso da síntese de fala? Selecione a resposta correta. ( ) Permite que você se comunique com o computador usando a voz. ( ) Essencialmente, é necessário um microfone. ( ) Permite que seu computador converta texto em áudio. 3) Qual afirmação é verdadeira sobre a cópia de áudio para um CD ou DVD gravável? Selecione a resposta correta. ( ) A cópia de áudio de CDs e DVDs é legal. ( ) A cópia de áudio direto da Internet para um CD ou DVD gravável é legal. ( ) É necessário que você tenha um dispositivo de hardware especial, como um gravador de CD, para copiar áudio para um CD ou DVD gravável. Alfabetização Digital 24 Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”.
  • 24. LIÇÃO 3 INTRODUÇÃO AO VÍDEO DIGITAL Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Identificar as várias características de vídeo digital. • Explicar o que é edição de vídeo digital e os vários formatos de saída do vídeo digital. • Identificar os recursos das diferentes tecnologias de vídeo na Web. 25 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Antes da tecnologia digital, o vídeo era gravado, editado e armazenado no formato analógico em fita. Depois do surgimento da tecnologia digital, o vídeo ainda era gravado em fita, mas para facilitar a edição, as pessoas primeiro o convertiam em formato digital. Atualmente, a tecnologia de vídeo digital permite a gravação do vídeo no formato digital em um dispositivo de armazenamento digital, como uma fita, um CD, um DVD, um cartão de memória flash ou player multimídia do Zune, e a edição em um computador usando um software de edição de vídeo digital. Isso representou um benefício para os usuários domésticos e profissionais. Os usuários domésticos e profissionais, como cineastas, usam a tecnologia de vídeo para criar vídeos e filmes com títulos, introduzir transições entre cenas e até mesmo para adicionar efeitos especiais.
  • 25. Características do vídeo digital Alfabetização Digital 26 Uma das características importantes dos vídeos digitais é que você pode editá-los facilmente em um computador usando um software de edição de vídeo digital. Por exemplo, você pode editar vídeos para incluir títulos, introduzir trilha sonora ou adicionar efeitos especiais. Além disso, é possível carregar o vídeo em um site da Web e compartilhá-lo na Internet. Você pode, ainda, copiar o vídeo de um computador para um CD ou DVD gravável. Uma outra característica dos vídeos digitais é que eles podem ser compactados. Os arquivos compactados economizam espaço, permitem mais portabilidade e são mais fáceis de serem transferidos pela Internet. Uma câmera de vídeo captura e grava vídeo. As câmeras de vídeo podem ser classificadas de forma ampla em duas categorias: câmeras de vídeo analógicas e câmeras de vídeo digitais Câmera de vídeo analógica. Uma câmera de vídeo analógica grava e armazena vídeo no formato analógico em uma fita. Para editar o vídeo em um computador, você precisa convertê-lo do formato analógico em digital. Câmera de vídeo digital. Uma câmera de vídeo digital registra e armazena vídeo em um formato digital, o que facilita a edição do vídeo gravado. Uma outra vantagem é que uma câmera de vídeo digital em geral é mais leve e menor que uma analógica. Suponha um cenário em que você tenha gravado a festa de aniversário do seu amigo usando uma câmera de vídeo. Você quer adicionar alguns efeitos ao vídeo para que fique melhor. Usando a edição de vídeo digital, você pode: • Adicionar títulos e música de fundo ao vídeo para torná-lo mais interessante. • Recortar ou remover determinadas cenas do vídeo. • Adicionar efeitos especiais ao vídeo, como fade-in e fade-out. • Aprimorar a qualidade do vídeo ajustando brilho, contraste e cor. • Gravar áudio no vídeo para descrever determinadas cenas. Observação: Você também pode editar o vídeo usando tecnologia analógica. Contudo, o uso da tecnologia digital facilita a edição do vídeo. A edição de vídeo digital pode ser linear ou não-linear. Na edição linear, você tem que atravessar seqüencialmente um arquivo para editá-lo. Por exemplo, para remover um quadro que está no meio do vídeo, você tem que atravessá-lo linearmente. Entretanto, na edição não-linear, você pode ir diretamente no quadro e removê-lo do seu vídeo. A fita sempre está no formato
  • 26. linear e tem de ser editada linearmente. Dispositivos de acesso aleatório, como DVDs e CDs, permitem a leitura e gravação de dados de maneira não-linear. Você pode editar DVDs e CDs de modo linear e não-linear. Após a edição de um vídeo, é possível armazená-lo em vários formatos. Você pode usar um software de edição de vídeo, como o Windows Movie Maker, para capturar o quadro de um filme e salvá-lo como uma imagem fixa. Por exemplo, é possível capturar o quadro de um vídeo e salvá-lo como um arquivo jpg. Além disso, pode editar o vídeo e salvá-lo como um videoclipe no formato WMV (Windows Media Video). O salvamento do vídeo no formato WMV permite a reprodução do videoclipe no computador com o Windows Media Player. Você também pode compartilhar o videoclipe ou a imagem estática com seus amigos carregando-o em um site da Web ou enviando-o por email. É possível salvar os videoclipes editados e as imagens fixas em um formato que depois pode ser copiado em um DVD gravável ou VCD (CD de vídeo). Você pode reproduzir o DVD usando um DVD player e o VCD usando um VCD player. Alguns DVD também permitem a reprodução de VCDs. Aviso: A cópia de vídeo direto da Web e sua armazenagem em CDs é ilegal. A cópia de vídeo direto de um CD de vídeo ou DVD também é ilegal. Verifique se você tem permissão para copiar qualquer vídeo antes de copiá-lo. Módulo 1 – Estilos de vida digitais 27
  • 27. Tecnologias de vídeo na Web Hoje em dia, você pode exibir vídeo na Internet. As tecnologias de vídeo na Web permitem a transferência de arquivos de vídeo digital pela Internet. Alguns dos exemplos de tecnologias de vídeo na Web são descritos nas animações a seguir. Exemplo Descrição Fluxo contínuo de vídeo Alfabetização Digital 28 Geralmente, os arquivos de vídeo digital são maiores e o download pode ser mais demorado. O fluxo contínuo de vídeo permite que você exiba arquivos de vídeo pela Internet, sem ter de fazer o download. Neste caso, o arquivo é enviado para seu computador em um fluxo contínuo. Para exibir o arquivo de vídeo pela Internet é necessário um player de vídeo de fluxo contínuo. Para poder reproduzir arquivos de vídeo, talvez seja necessário fazer o download de um reprodutor de vídeo de fluxo contínuo e instalá-lo em seu computador. Há dois tipos de fluxo contínuo de vídeo, em tempo real ou por demanda. O fluxo contínuo de vídeo em tempo real permite que você exiba um evento ao vivo pela Internet. Uma câmera é usada para capturar o evento ao vivo. Quando a câmera captura o evento, um conversor é utilizado para converter o vídeo em formato de fluxo contínuo de vídeo, para ser transmitido pela Internet. No fluxo de vídeo contínuo por demanda, o vídeo é obtido em um dispositivo de armazenamento, como um CD ou DVD, e convertido no formato de fluxo contínuo de vídeo. Depois, ele é distribuído pela Internet. A qualidade do fluxo contínuo de vídeo depende do hardware utilizado para capturar o vídeo e da velocidade da conexão com a Internet. Depende também da técnica de compactação utilizada, pois cada uma preserva a qualidade do arquivo original de forma diferente.
  • 28. Download de vídeo Também é possível baixar da Internet arquivos de vídeo, como apresentações de vídeo, trailers de filmes ou vídeos de música. Neste caso, uma cópia do arquivo de vídeo é baixada em seu computador. Algumas vezes, durante a transferência de um arquivo, você pode reproduzi-lo depois que a maior parte já tiver sido transferida, mas geralmente é preciso esperar até que todo o arquivo tenha sido salvo no computador. Conferência na Web Hoje, não é necessário viajar de um lugar para o outro para participar de conferências e seminários. Em vez disso, você pode usar uma conferência na Web, de modo que todos os participantes se comuniquem pela Internet. Um dos recursos da conferência na Web é que ela permite que você conduza uma conferência virtual na qual pode ver e ouvir os outros em tempo real. Você também pode usar ferramentas como quadros de comunicação virtuais e apresentações de slides durante a conferência. Outro recurso da conferência na Web é o compartilhamento de tela, em que os participantes podem ver aquilo que está na área de trabalho do apresentador. A conferência na Web também permite a comunicação de voz entre os participantes, que podem compartilhar visões e discutir opiniões. A comunicação de voz pode ser via protocolo VoIP ou usando a conferência telefônica. A conferência na Web também permite usar conversa de texto se a comunicação de voz não for possível. O Microsoft Lync é um aplicativo que permite a realização de conferências da Web. Módulo 1 – Estilos de vida digitais 29
  • 29. Tecnologias de vídeo digital e Web Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Pode ser em tempo real ou por demanda 2 Permite apresentações de slides 3 Envia vídeo como fluxo contínuo 4 Mantém uma cópia de vídeo no computador 5 Permite compartilhamento de tela 6 Permite comunicação de voz 7 Refere-se a download de vídeo da Internet Categoria 1 Alfabetização Digital Categoria 3 Fluxo contínuo de vídeo 30 Categoria 2 Download de vídeo Conferência na Web Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que afirmação está correta sobre a edição de vídeo não-linear? Selecione a resposta correta. ( ) Você pode editar DVDs de uma maneira não-linear. ( ) Você atravessa seqüencialmente um quadro para editá-lo. ( ) Você pode editar fitas de uma maneira não-linear. 2) Que afirmação está correta sobre a transmissão de vídeo em fluxo contínuo? Selecione a resposta correta. ( ) A qualidade do vídeo não é afetada pela velocidade da conexão com a Internet. ( ) O arquivo de vídeo é recebido em um fluxo contínuo. ( ) Ele permite que você exiba arquivos de vídeo pela Internet somente depois de baixá-los.
  • 30. 3) Quais afirmações são verdadeiras sobre a cópia de áudio para um CD ou DVD gravável? Selecione a resposta correta. ( ) O processo de cópia de áudio em um CD ou DVD gravável também é conhecido como gravação. ( ) A cópia de áudio direto da Internet para um CD ou DVD gravável é legal. ( ) É necessário que você tenha um dispositivo de hardware especial, como um gravador de CD, para copiar áudio para um CD ou DVD gravável. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Módulo 1 – Estilos de vida digitais 31
  • 31. LIÇÃO 4 INTRODUÇÃO À FOTOGRAFIA DIGITAL Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Explicar as vantagens, os recursos e a operação de uma câmera digital. • Explicar como gerenciar e editar imagens digitais. • Identificar os recursos de diferentes tipos de impressoras disponíveis para impressão de fotos. 33 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Suponha um cenário em que você tenha que tirar fotos de uma ocasião especial com uma câmera de filme tradicional. Depois de processar o filme e revelar as fotos, você percebe que algumas delas não estão nítidas porque não havia luz suficiente quando as tirou. Seu amigo vê as fotos e sugere que você use uma câmera digital em vez de uma câmera de filme para tirar as fotos. Uma vantagem de usar uma câmera digital é que você pode ver a foto logo depois de tirá-la e ter certeza de que o resultado é o desejado. Caso contrário, você poderá excluí-la. Uma outra vantagem de usar uma câmera digital é que você pode transferir a foto para um computador e aperfeiçoá-la usando um software de edição de fotos. O uso de uma câmera digital tem muitas outras vantagens que serão abordadas posteriormente nesta lição.
  • 32. Visão geral de câmeras digitais Alfabetização Digital 34 Uma câmera digital, diferentemente de uma tradicional, não utiliza filme para armazenar imagens. A câmera digital armazena cada foto em um formato digital em um dispositivo de armazenamento, como um cartão de memória flash, localizado no interior da câmera. Como uma câmera tradicional, uma câmera digital tem uma caixa preta com uma lente que focaliza a luz para criar uma foto. Entretanto, ao contrário das câmeras tradicionais, que focam a luz em um pedaço de filme, uma câmera digital foca a luz em um sensor. O sensor cria a foto, que então é armazenada no dispositivo de armazenamento da câmera. Você pode transferir fotos tiradas com uma câmera digital para um computador. Você pode usar um cabo USB para transferir imagens. Você pode então aprimorar as imagens no computador usando software, como o Windows Live Galeria de Fotos 2011, que está disponível no Windows 7. Por exemplo, você pode ajustar o brilho, alterar a cor do plano de fundo ou até mesmo remover parte de uma foto. As câmeras digitais possibilitam a impressão de imagens sob demanda usando uma impressora de fotos digitais. Embora não seja necessário comprar o filme, você precisa pagar pela tinta e pelo papel especial para imprimir as fotos. Você também pode compartilhar fotos tiradas com uma câmera digital com seus amigos ou parentes. É possível enviar as fotos por email ou carregá-las em um site como o Windows Live SkyDrive. Você também pode adicionar as fotos a documentos eletrônicos, a apresentações e a boletins informativos. A maior parte das câmeras digitais tem uma pequena tela que ajuda a visualização das fotos logo depois de tirá-las. Usando esse recurso, você pode exibir as imagens sem transferi-las para um computador. Você pode escolher as fotos que deseja transferir e excluir as restantes. As câmeras digitais são classificadas com base em vários recursos como resolução, tamanho e lente. A resolução ou intensidade de pixels é um recurso importante de uma câmera digital. A resolução se refere à clareza e nitidez de uma imagem. Cada imagem é feita de pequenas unidades chamadas pixels. Mais pixels implicam em uma qualidade melhor de fotos. As resoluções de câmeras digitais estão em um intervalo de 8 a 32 mega pixels. Um mega pixel é 1 milhão de pixels. Entretanto, à medida que a tecnologia avança, as resoluções continuam a mudar. As câmeras digitais também são classificadas como compactas, semiprofissionais e profissionais. As câmeras digitais compactas são mais baratas do que as câmeras digitais semiprofissionais que, por sua vez, são mais baratas do que as câmeras digitais profissionais. As câmeras digitais compactas têm lentes fixas, mas as câmeras semiprofissionais e profissionais têm lentes removíveis.
  • 33. As câmeras digitais compactas ajustam configurações, como foco e exposição automaticamente e, portanto, tirar fotos com elas é muito fácil. As câmeras digitais semiprofissionais também ajustam essas configurações automaticamente. Além disso, você pode ajustar configurações manualmente, se necessário. Em câmeras digitais profissionais, você também pode optar por ajustar as configurações manual ou automaticamente. Essas câmeras têm lentes que focam com mais rapidez e a capacidade de tirar um grande número de fotos de resolução maior em alta velocidade. Gerenciamento e edição de imagens digitais Com as câmeras digitais, você pode transferir imagens para um computador para editá-las e aprimorar a qualidade. A tabela a seguir descreve alguns dos recursos de software projetado para o trabalho com imagens digitais. Descrição Edição de fotos simples Em algumas ocasiões, quando você tira fotos de seus amigos, os olhos deles parecem ficar vermelhos. Isso é chamado de efeito de olhos vermelhos. Usando um software de edição de foto simples é possível remover esse efeito. Com o software de edição de foto simples, como o Windows Live Galeria de Fotos, também é possível aprimorar a aparência da imagem, ajustando o brilho, o contraste e a cor. Também é possível cortar, redimensionar e imprimir imagens. Edição de fotos avançada Os programas de edição de foto avançados incluem ferramentas para aprimorar e adicionar efeitos especiais à imagem. Por exemplo, um software de edição de foto como a Galeria de Fotos pode ajudar você a combinar as melhores partes de duas ou mais fotos em uma única foto composta, alterar seus fundos, criar fotos panorâmicas e também adicionar texto à imagem. Gerenciamento de fotos O software de gerenciamento de fotos ajuda a classificar e a organizar sua coleção de imagens. Os recursos de gerenciamento de fotos são quase sempre incluídos como parte de um software de edição de fotos, como a Galeria de Fotos. Vários pacotes de software de gerenciamento de fotos também incluem ferramentas para compactação e ajuste fino de imagens. Elemento gráfico 35 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Recurso
  • 34. Imprimindo imagens digitais Algumas vezes, talvez você queira compartilhar fotos com amigos que não tenham computador em casa. Para compartilhar as fotos, você pode imprimi-las usando uma impressora de foto pessoal ou uma impressora de foto profissional. A tabela a seguir descreve os dois tipos básicos de impressoras de foto. Tipo de impressora de foto Descrição Impressora de foto pessoal Há diversos tipos de impressoras de foto pessoais. Elas podem ser impressoras preto-e-branco ou coloridas. As impressoras jato de tinta coloridas são as impressoras de foto pessoais mais comumente usadas. As impressoras jato de tinta pulverizam pequenas gotas de tinta no papel para criar uma impressão da foto. As impressoras com tecnologia dye-sublimation também são usadas, mas não são tão populares quanto as impressoras jato de tinta. As impressoras dye-sublimation usam tintas para criar uma impressão no papel. A maioria das impressoras jato de tinta e dye-sublimation pode apresentar impressões com qualidade quase fotográfica em papel de impressão especial. Qualidade quase fotográfica significa que as fotos não têm o detalhe perfeito das fotos tiradas com uma câmera tradicional. Contudo, essa diferença só pode ser observada por um profissional. Impressora de foto profissional As impressoras de foto profissionais, usadas nos laboratórios de impressão, utilizam dispositivos de imagem especiais para exposição do papel de foto comum. Depois, o papel é processado com químico de prata comum para foto. As impressoras de foto profissionais apresentam impressões com qualidade verdadeiramente fotográficas no papel. Alguns laboratórios de impressão utilizam impressoras a laser, impressoras dye-sublimation e jatos de tinta de alta fidelidade. Alfabetização Digital 36 Elemento gráfico
  • 35. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta Uma câmera DIGITAL usa filme para armazenar fotos. Uma câmera TRADICIONAL usa filme para armazenar fotos. 2 Você pode alterar planos de fundo usando um software de edição de foto SIMPLES. Você pode alterar planos de fundo usando um software de edição de foto AVANÇADO. 3 O Windows Live Galeria de Fotos é um exemplo de programa de ARMAZENAMENTO de foto. O Windows Live Galeria de Fotos é um exemplo de programa de EDIÇÃO de foto. 4 Você PODE cortar uma foto usando um software de edição de foto simples. Você NÃO PODE cortar uma foto usando um software de edição de foto simples. 5 Impressoras de foto PESSOAL usam dispositivos de imagens. Impressoras de foto PROFISSIONAL usam dispositivos de imagens. Impressoras de foto PESSOAL usam dispositivos de imagens. Impressoras de foto PROFISSIONAL usam dispositivos de imagens. 7 Um SENSOR criar a imagem de uma foto. Um CARTÃO DE MEMÓRIA FLASH cria a imagem de uma foto. 8 Você NÃO PODE compactar fotos usando um software de gerenciamento de fotos. Você PODE compactar fotos usando um software de gerenciamento de fotos. 9 As impressoras de foto PROFISSIONAIS oferecem qualidade verdadeiramente fotográfica no papel. As impressoras de foto PESSOAIS oferecem qualidade verdadeiramente fotográfica no papel. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 37 Módulo 1 – Estilos de vida digitais 6
  • 36. LIÇÃO 5 APROVEITANDO A MÍDIA DIGITAL NO COMPUTADOR Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Organizar mídia digital em seu computador. • Explicar como exibir TV digital em seu computador. • Explicar como ouvir áudio digital e exibir fotografias e vídeos digitais em seu computador. Organizando a mídia digital no computador Você pode exibir e reproduzir mídia digital, como música, fotografias e vídeos, em seu computador usando o Windows Media Center. Antes de poder fazer isso, você precisa adicionar arquivos de mídia digital a diversas bibliotecas. Para garantir que você não perca os arquivos digitais em seu computador, é aconselhável que você faça backup deles regularmente. Você 39 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Com o avanço no campo dos eletrônicos, a origem mais popular de entretenimento – a televisão – se tornou digital. A TV digital (DTV) está substituindo a TV analógica e permite que os transmissores ofereçam televisão com mais qualidade de imagem e de som. Também oferece várias opções de programação, chamadas de multicast, e recursos interativos. Com essa tecnologia, seu computador também pode trabalhar como uma TV e, com um aplicativo simples, você pode instalar e configurar seu computador para trabalhar como uma TV, além de organizar sua mídia digital.
  • 37. pode fazer um backup de seus arquivos manualmente ou configurar backups automáticos. Ao fazer backup dos arquivos, você também pode considerar a criptografia dos dados em seu backup para obter segurança. Quando o Windows Media Center é iniciado, varre automaticamente seu computador em busca de arquivos de mídia localizados em pastas específicas, como Minhas Imagens, e então os adiciona à biblioteca de mídia adequada. Você também pode adicionar arquivos manualmente à biblioteca. Se você tiver arquivos de mídia armazenados em outras pastas de seu computador ou em outro computador ou em um disco rígido externo, poderá usar o assistente de Configuração de Biblioteca para adicionar o conteúdo ao Windows Media Center. Para adicionar arquivos de mídia à biblioteca, você precisa executar as seguintes etapas: Alfabetização Digital 40 1. Na tela inicial do Windows Media Center, clique em Tarefas e então clique em configurações. 2. Na página de configurações, clique em Bibliotecas de Mídia. 3. Na página Selecionar uma Biblioteca de Mídia, selecione a biblioteca de mídia adequada e então clique em Avançar. 4. Clique em Adicionar pastas à biblioteca e em Avançar. 5. Dependendo de onde os arquivos de mídia estejam armazenados, sob Onde estão as pastas a serem adicionadas?, clique na opção adequada e então clique em Avançar. 6. Na página Selecionar pastas que contenham músicas, navegue pelas pastas que você deseja adicionar, marque a caixa de seleção que aparece ao lado das pastas e então clique em Avançar. 7. Em Já terminou de fazer as alterações?, clique na opção adequada e então clique em Concluir. Com o Windows Media Center, você pode gravar arquivos de mídia digital, como música, imagens e vídeos, em um CD ou um DVD para reproduzi-los em outro computador ou player de CD/DVD. Ao gravar esses tipos de disco, chamados de DVD de dados ou de CD de dados, os arquivos de mídia digital não são convertidos em outro formato de arquivo – simplesmente são copiados para o CD ou DVD no formato original. Por exemplo, quando você grava arquivos de vídeo em um DVD, os arquivos são convertidos, de forma que você possa reproduzi-los em um player de DVD padrão. É possível gravar arquivos de música como um CD de áudio, que mais tarde poderá ser reproduzido em outro computador ou em qualquer player de CD doméstico ou automotivo.
  • 38. Como aproveitar a mídia digital no computador Usando o computador como uma TV Você pode usar o Windows Media Center para ouvir música e exibir imagens e vídeos. Depois de adicionar os arquivos de música ao Windows Media Center, sua música aparecerá na biblioteca de músicas. Você pode reproduzir todas as músicas na biblioteca clicando no botão Reproduzir tudo. 41 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Para usar seu computador como uma TV digital, você precisa de uma conexão de banda larga. Adicionalmente, talvez seja necessário um sintonizador de TV digital. Talvez esse sintonizador de TV já esteja presente em seu computador. Se o computador não tiver um sintonizador de TV, você precisará comprá-lo separadamente e instalá-lo no computador. Para isso, primeiro você precisa instalar um driver de sintonizador de TV em seu computador, inserir o sintonizador de TV em uma porta USB no computador e então conectar a outra extremidade do sintonizador de TV em um cabo de antena de TV ou em uma conexão a cabo. Após a conexão do sintonizador de TV digital, você precisa abrir o Windows Media Center de modo que ele possa detectar o sintonizador de TV. Quando o Windows Media Center descobrir que há um sintonizador de TV conectado ao computador, ele iniciará automaticamente o assistente de Configuração de TV. Esse assistente orienta você pelas etapas da configuração do Windows Media Center. Após a conclusão da configuração, seu computador funcionará como uma TV digital e você poderá usar o Guia de TV para localizar os programas de TV a que deseja assistir ou que deseja gravar. Também é possível exibir a lista de programas de TV para as próximas 2 semanas. Para assistir à TV em seu computador, no menu de TV, selecione a tv ao vivo. Você pode usar um controle remoto específico ou os controles de reprodução na tela para gerenciar a reprodução de TV ao vivo. Você pode aumentar ou baixar o volume, ativar o mudo e navegar pelos canais de TV. Também é possível pausar um programa de TV por uma duração máxima de 30 minutos. Quando você retoma o programa, ele começa do ponto onde foi pausado. Você também pode revisitar algumas partes do programa ao retrocedê-lo. De modo semelhante, você pode avançar em um programa, quadro a quadro ou em velocidades diferentes usando os botões Pular para Frente e Avançar Rápido, respectivamente. Além de assistir a programas de TV ao vivo, você poderá gravar programas e filmes em seu computador para assisti-los em suas horas de lazer. Você pode agendar a gravação de um show ou gravar automaticamente a série completa de seus programas de TV favoritos.
  • 39. Alfabetização Digital 42 Como alternativa, você pode pesquisar uma música em particular que deseja ouvir. Para pesquisar a música desejada, especifique os critérios de pesquisa, como uma parte do título da música. O Windows Media Center listará todas as músicas que correspondam aos critérios especificados. Então, você poderá reproduzir a música que deseja ouvir. Por padrão, os arquivos de música são agrupados com base em determinados critérios, como o nome do álbum ou o artista. Você pode reproduzir uma determinada música do grupo selecionando-a e então clicando em Reproduzir Música. Também é possível editar a lista de músicas excluindo as músicas que você não deseja incluir. Antes que a música seja excluída da lista, será solicitada a confirmação da exclusão. Você também pode cancelar a operação de exclusão. As músicas que estiverem sendo ouvidas atualmente serão listadas na página em execução do Windows Media Center. Você pode editar a lista de músicas na lista em execução. Também pode reordenar as músicas na lista movendo-as para cima e para baixo. Se quiser ouvir uma nova lista de músicas algum tempo depois, você poderá salvar como uma lista de reprodução. A página da biblioteca de imagens lista as imagens e as pastas que contêm imagens. Você pode classificar as fotos e as pastas em ordem alfabética ou pela data em que elas foram tiradas. É possível exibir uma única imagem selecionando-a na pasta. Como alternativa, você pode exibir todas as imagens na pasta selecionada como uma apresentação de slides. De modo semelhante a imagens, você também pode exibir vídeos no Windows Media Center. Os vídeos e as pastas que contêm vídeos estão listados na página vídeos. Você pode classificar os arquivos de vídeo e as pastas em ordem alfabética ou pela data em que eles foram feitos. Para exibir uma pasta em particular, clique no vídeo que deseja exibir. As etapas para executar o procedimento são descritas a seguir: 1. Para iniciar o Windows Media Center, clique em Iniciar, aponte para Todos os Programas e então clique em Windows Media Center.
  • 40. 43 Módulo 1 – Estilos de vida digitais 2. Para exibir uma lista de músicas na biblioteca de mídia, na tela inicial do Windows Media Center, role até Música e então clique em músicas. 3. Para reproduzir todas as músicas da biblioteca de músicas, na página músicas, clique em Reproduzir tudo. 4. Para voltar para a tela inicial, clique no botão Windows. 5. Para pesquisar uma música em particular, na tela inicial, no menu Música, role para a direita e então clique em pesquisar. 6. Na página pesquisa: música, na caixa de texto, digite a cadeia de caracteres de pesquisa. 7. Para reproduzir a música pesquisada, clique nela e, então, na página detalhes da música, clique em reproduzir música. 8. Para voltar para a tela inicial, clique no botão Windows. 9. Na tela inicial, clique em Música. 10. Na página músicas, em álbuns, clique no álbum necessário, na página álbum, selecione a música que deseja ouvir e, então, na página detalhes da música, clique em reproduzir música. 11. Para voltar para a página de detalhes da música, clique no botão voltar. 12. Para excluir uma música da lista, na página detalhes da música, clique em Excluir Música. 13. Para cancelar a operação de exclusão, na caixa de mensagem CONFIRMAR EXCLUSÃO, clique em Cancelar. 14. Para voltar para a tela inicial do Windows Media Center, clique no botão Windows. 15. Para editar a lista de músicas que você está ouvindo, na tela inicial do Windows Media Center, role para baixo e, no menu Em Execução, clique em música. 16. Para editar a lista de músicas, na página em execução, clique em Editar Lista e, então, na página em execução, clique em Editar Lista. 17. Na página editar em, para a música que você deseja mover para cima, clique na seta para cima, para a música que deseja mover para baixo, clique na seta para baixo e então clique em Concluído. 18. Para salvar a lista de músicas como uma lista de reprodução, na página em execução, clique em Salvar como Lista de Reprodução. 19. Na página salvar, na caixa, digite um nome para a lista de reprodução e então clique em Salvar. 20. Para voltar para a tela inicial, clique no botão Windows. 21. Para exibir uma lista de imagens na biblioteca de mídia, na tela inicial do Windows Media Center, role até Imagens + Vídeos e então clique em imagens. 22. Para localizar a imagem que você deseja exibir, na página imagens, clique em pastas para classificar suas pastas e arquivos em ordem alfabética ou clique em tirada em para classificar pastas e arquivos por data. 23. Para exibir a imagem, clique na pasta que contém a imagem desejada e então clique na imagem. 24. Para voltar para a pasta, clique no botão voltar. 25. Para exibir todas as imagens da pasta, clique em reproduzir apresentação de slides.
  • 41. 26. Para voltar para a tela inicial, clique no botão Windows. 27. Para exibir uma lista de vídeos na biblioteca de mídia, na tela inicial do Windows Media Center, no menu Imagens + Vídeos, role para a direita e então clique em vídeos. 28. Para localizar o vídeo que você deseja exibir, na página vídeos, clique em pastas para classificar suas pastas e arquivos em ordem alfabética ou clique em data do vídeo para classificar pastas e arquivos por data. 29. Para exibir um vídeo, clique na pasta que contém o vídeo desejado e então clique no vídeo. 30. Para voltar para a página da pasta, clique no botão Concluído. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. Alfabetização Digital 44 1) Que afirmação é verdadeira sobre a exibição de TV digital no Windows Media Center? Selecione a resposta correta. ( ) Você só pode assistir a programas de TV ao vivo. ( ) Você pode controlar sua TV usando qualquer dispositivo de controle remoto. ( ) Você pode exibir uma lista de todos os programas que serão veiculados nas 2 semanas seguintes. ( ) Você só pode pausar um programa de TV ao vivo por 15 minutos. 2) Que opção da tela inicial do Windows Media Center você selecionaria para exibir as músicas que está ouvindo? Selecione a resposta correta. ( ) Imagens + Vídeos. ( ) Biblioteca de Mídia. ( ) Música. ( ) Em Execução + Fila. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”.
  • 42. LIÇÃO 6 TECNOLOGIA DIGITAL E OPORTUNIDADES DE TRABALHO Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Explicar como a tecnologia digital ajuda as pessoas a trabalhar de qualquer lugar. • Identificar as diferentes oportunidades de carreira disponíveis para os profissionais da informação, profissionais de TI e para os desenvolvedores. 45 Módulo 1 – Estilos de vida digitais A tecnologia digital mudou a maneira como as pessoas trabalham. Hoje, o trabalho não é mais o lugar no qual você deve ir. O que temos é a tarefa que deve ser concluída ou um trabalho que tem de ser feito. A tecnologia digital avançada permite que as pessoas trabalhem remotamente, como em suas casas ou em centros de trabalho regionais, que minimizam as distâncias de deslocamento. Isso economiza tempo de viagem e aumenta a produtividade. Diversas opções de carreira estão disponíveis para as pessoas com conhecimento adequado de computadores. Com mais conhecimento de computador, mais oportunidades se tornam disponíveis no setor de Tecnologia da Informação (TI). Você pode ser um profissional da informação, também denominado como usuário doméstico e de escritório. Você também pode trabalhar como profissional de TI ou como desenvolvedor. Esta lição apresenta a você essas opções de carreira.
  • 43. Tecnologia digital e seu local de trabalho Considere um cenário onde Luciana Ramos tem um filho de 3 anos e está achando difícil coordenar o trabalho e tomar conta da criança. O chefe dela a aconselha a trabalhar de casa ou de um escritório usado pela empresa mais próximo à casa dela. Um arranjo na qual uma pessoa pode trabalhar de casa ou de um escritório usado pela empresa é chamado de teletrabalho. O teletrabalho oferece melhores oportunidades de trabalho para pessoas que moram em áreas distantes e que, em alguns casos, são portadoras de deficiências. O teletrabalho reduz o custo do tempo gasto em deslocamento. A tabela a seguir descreve os dois tipos de teletrabalho. Teletrabalho Descrição Escritório doméstico O escritório doméstico é uma composição que permite às pessoas trabalharem em casa. Nesse arranjo, as pessoas podem se comunicar com seus colegas ou contatos usando um serviço de telecomunicação da empresa, como a mensagem instantânea e o email. Escritório remoto Elemento gráfico Os escritórios remotos são centros de trabalho regionais conectados à matriz da empresa por meio da intranet corporativa ou pela Internet. Os centros de trabalho regionais permitem que os teletrabalhadores acessem ferramentas e tecnologia, como videoconferência ou VoIP, que talvez eles não tenham em casa. Além disso, se as pessoas não quiserem percorrer longas distâncias, elas poderão ir ao centro de trabalho regional mais próximo, que também é chamado de escritório satélite. As empresas podem ter centros de trabalho regionais próprios, alugar um desses centros ou compartilhá-los com outras empresas. Alfabetização Digital 46 Oportunidades de carreira como profissionais da informação Com um conhecimento relevante de computadores, você pode trabalhar como profissional da informação, cujo trabalho básico é reunir e gravar informações. Os profissionais da informação também são chamados de usuários domésticos ou de escritório. A tabela a seguir descreve alguns exemplos de profissionais da informação.
  • 44. Descrição Os designers gráficos usam computadores para criar imagens e animações para fins comerciais. Eles usam software de edição de fotos para aprimorar a qualidade dos elementos gráficos. Escritores técnicos Os escritores técnicos criam documentos sobre qualquer tipo de tecnologia. Por exemplo, eles criam documentos da ajuda e arquivos da ajuda online para solução de problemas técnicos. Além disso, escrevem artigos técnicos para revistas e jornais sobre tecnologias futuras e dispositivos digitais. Digitadores Os digitadores usam os computadores para criar documentos como memorandos, cartas e arquivos. Eles também usam computadores para manter registros e usar programas de software para analisar esses registros e gerar relatórios. Recepcionistas Os recepcionistas são responsáveis por atender e encaminhar chamadas telefônicas e por planejar e atualizar horários de reuniões. Os recepcionistas usam computadores para manter registros, que podem ser faturas, consultas de clientes e informações gerais necessárias para responder as consultas de clientes. Gerentes de depósito Os gerentes de depósito são responsáveis por manter uma conta do estoque do depósito. Com a ajuda de um computador, o gerente do armazém pode planejar os cronogramas e horas de trabalho do pessoal que trabalha no armazém. Agentes de viagens Os agentes de viagem usam os computadores para fornecer a seus clientes detalhes sobre vários destinos de férias. Os detalhes podem incluir desde informações sobre o clima a acomodações em hotéis. Profissionais de DTP Os profissionais de DTP usam aplicativos como o Word 2010 e o Microsoft Office Publisher 2010 para criar boletins informativos, revistas, folhetos e livros. Eles também editam fotografias e esboços e os colocam nos folhetos e revistas que publicam. Elemento gráfico 47 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Profissional da informação Designers gráficos
  • 45. Oportunidades de carreira como profissionais de TI Os profissionais de TI são pessoas que têm o conhecimento técnico, a experiência e as qualificações para trabalhar no setor da informática, conforme o exemplo na tabela abaixo. Profissional de TI Descrição Administradores de rede São responsáveis pelo gerenciamento de computadores em uma rede. Suas tarefas incluem a instalação e a manutenção de redes e a adição e remoção de indivíduos da lista de usuários autorizados. Administradores de banco de dados São responsáveis pela manutenção dos bancos de dados que organizam as informações armazenadas em um computador. Eles também são responsáveis pela decisão de quem terá acesso a qual parte do banco de dados. Administradores da Web São responsáveis pelo gerenciamento de sites. Eles se envolvem no trabalho quando o site está sendo criado ou quando já está em operação. Os administradores da Web consultam seus clientes, que são proprietários do site, e os supostos usuários para garantir que o site esteja de acordo com suas necessidades. Também planejam auditorias e verificações para garantir que os sites estejam seguros e atualizados. Alfabetização Digital 48 Elemento gráfico
  • 46. Oportunidades de carreira como desenvolvedores Os desenvolvedores são responsáveis pelo desenvolvimento de aplicativos de software. A tabela a seguir descreve alguns exemplos de desenvolvedores. Descrição O trabalho de um programador é escrever programas utilizados para criar softwares. Eles também testam e atualizam o software. Um programador pode trabalhar sozinho ou em equipe na criação de programas. Desenvolvedor de software O trabalho de um desenvolvedor de software é coordenar com todas as pessoas envolvidas e otimizar todo o processo de desenvolvimento de software. Quando há muitos programadores escrevendo o mesmo software, o desenvolvedor também é responsável pela montagem dos trabalhos de todos os programadores e por integrá-los ao software. Web designer São responsáveis pela criação e manutenção do site de uma organização. Também são responsáveis pela estimativa do orçamento necessário para a manutenção e atualização do site. Os Web designers também controlam o número de visitantes do site. Designer de jogos São responsáveis por decidir qual será a aparência do jogo e como ele funcionará. Os jogos podem ser de vários tipos como de ação, corrida ou aventura. Os designers de jogos têm de visualizar o jogo nos mínimos detalhes. Por exemplo, se estiverem criando um jogo de corrida, eles terão de visualizar os diferentes tipos de veículos, a cor de cada um e os tipos de pistas de corridas. Elemento gráfico 49 Módulo 1 – Estilos de vida digitais Desenvolvedor Programador
  • 47. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 No teletrabalho, você NÃO TRABALHA em casa. No teletrabalho, você TRABALHA em casa. 2 PROGRAMADORES criam documentação. ESCRITORES TÉCNICOS criam documentação. 3 DESIGNERS DE JOGOS criam boletins informativos e revistas. PROFISSIONAIS DE DTP criam boletins informativos e revistas. 4 Os gerentes de depósito são PROFISSIONAIS DA INFORMAÇÃO. Os gerentes de depósito são PROFISSIONAIS DE TI. 5 Os centros de trabalhos regionais SÃO conectados ao escritório principal. Os centros de trabalhos regionais NÃO SÃO conectados ao escritório principal. 6 ADMINISTRADORES DA WEB criam um site da Web. WEB DESIGNERS criam um site da Web. Alfabetização Digital 50 7 O administrador da Web é um PROFISSIONAL DE TI. O administrador da Web é um DESENVOLVEDOR. 8 Os centros de trabalho regionais também são denominados escritórios SATÉLITES. Os centros de trabalho regionais são denominados escritórios DOMÉSTICOS. 9 O digitador é um PROFISSIONAL DE TI. O digitador é um PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Resposta
  • 48. Módulo 2 Introdução 51 Noções Básicas sobre Computação
  • 49. MÓDULO 2 NOÇÕES BÁSICAS SOBRE COMPUTAÇÃO Visão geral do curso Noções sobre computação Informações sobre o curso Este curso explica a função dos computadores e sua terminologia básica. Ele permite que você se familiarize com diversos programas disponíveis para executar diferentes tarefas. Este curso também apresenta a você as diversas áreas em que os computadores são usados e várias oportunidades de trabalho que os computadores possibilitaram. Informações Descrição Público Este módulo destina-se a qualquer pessoa que queira obter conhecimentos sobre alfabetização digital. Pré-requisitos Os estudantes devem ter: • Habilidades básicas de leitura e compreensão de texto, com o nível necessário para ler um jornal local. • Acesso a um computador em casa, na escola ou em uma instituição. Objetivos do módulo Ao concluir este módulo, o aluno será capaz de: • Descrever a função dos computadores, seus componentes e como trabalhar com eles. • Definir a terminologia geral de computação. • Explicar os tipos de computadores, os programas e os problemas de desempenho. • Explicar os conceitos principais relacionados aos sistemas operacionais do computador. • Identificar oportunidades de trabalho em áreas em que computadores podem ser usados. 53 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação No século XXI, a computação se tornou parte integrante de nosso cotidiano. Músicas, fotos, operações bancárias, comunicações, todas essas atividades hoje executadas no computador modificaram nossa maneira de viver e de trabalhar. Este curso apresenta as noções básicas sobre computação, explica os componentes de um computador, explora os princípios básicos do sistema operacional e mostra como usar o mouse e o teclado.
  • 50. Introdução ao módulo Os computadores são usados em todas as áreas. Eles ajudam as organizações e os indivíduos a conduzirem as transações comerciais de maneira rápida e eficiente. Atualmente, uma das habilidades básicas necessárias para ter êxito em um local de trabalho é saber usar o computador. Para conseguir empregos melhores, você precisa saber como usar um computador. Este módulo explica a função dos computadores e os conceitos básicos de seus componentes. Ele também explica como usar um computador em diferentes áreas da vida. Com os computadores, você pode manter seu orçamento mensal, criar relatórios de negócios, executar projetos, ouvir música, assistir a filmes e até criar desenhos, como o faria no papel. Você não precisa ter muito conhecimento técnico para trabalhar em um computador. Qualquer pessoa pode aprender a usar um. Os dois únicos requisitos são paciência e determinação. Resumo do módulo Lição Descrição Introdução à computação Os computadores ajudam você a executar suas tarefas de maneira rápida e eficiente. Eles são usados em quase todos os campos, como indústria, agências governamentais, lojas e instituições educacionais. Os computadores são formados por vários componentes que podem ser amplamente classificados em dispositivos de entrada, de saída, de processamento e de armazenamento. Terminologia geral de computação Os principais componentes de um computador são hardware e software. O hardware consiste em todos os componentes físicos conectados a um computador e o software consiste nas instruções para que o hardware execute as tarefas necessárias. O software mais importante do computador é o sistema operacional, que controla e gerencia o hardware conectado ao computador. Você pode compartilhar os componentes do seu computador com outros usuários ao conectar seu computador a outros computadores. Um grupo de computadores e dispositivos associados interligados para facilitar o compartilhamento de informações é chamado rede. Recursos e desempenho do computador Os diversos tipos de computador têm formas, tamanhos e desempenhos diferentes. Eles incluem computadores desktop, laptop, portáteis e tablet. Todos os computadores têm memória, que é usada para armazenar informações que estão sendo utilizadas pelo sistema operacional e pelos programas. As informações que o computador usa são representadas na forma de 0s e 1s. Diferentes programas de computador executam tarefas distintas. Alfabetização Digital 54 Elemento gráfico
  • 51. Um sistema operacional é um programa que controla o funcionamento do hardware e ajuda no gerenciamento de arquivos e pastas no computador. Alguns sistemas operacionais, como o Windows 7, oferecem uma GUI, o que facilita o fornecimento de instruções para um computador. O Windows Explorer é um programa do sistema operacional Windows que ajuda você a localizar e abrir arquivos e pastas. Cada arquivo tem um formato associado. Dependendo do formato do arquivo, o sistema operacional decide qual o programa adequado para abri-lo. Oportunidades de trabalho Os computadores são amplamente usados em todos os lugares, desde residências até grandes empresas. Eles são usados para manter registros, trocar informações e analisar transações diárias para gerar relatórios. Também são usados para comércio online e consulta de preços de ações. O uso abrangente dos computadores criou muitas oportunidades de trabalho. Com conhecimento relevante sobre computadores, você pode trabalhar como profissional da informação, profissional de TI ou desenvolvedor de software. 55 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Sistemas operacionais de computador
  • 52. LIÇÃO 1 INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • • Descrever a importância dos computadores no mundo de hoje. Identificar os principais componentes de um computador. Identificar as etapas para ligar e desligar um computador. Identificar os diferentes grupos de teclas de um teclado. Executar diferentes tarefas usando um mouse. Descrever outros dispositivos de computação comuns, como laptops, netbooks, tablets e telefones. 57 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Um computador é um dispositivo eletrônico que pode ser usado para armazenar e processar informações. Os computadores ajudam você a realizar diversas tarefas, como receber e enviar emails para familiares e amigos, criar apresentações e manter registros. Eles também são usados na educação, em pesquisas, na transmissão de notícias, na previsão do tempo e em várias outras áreas e atividades recreativas. Você pode economizar tempo, esforço e dinheiro usando computadores.
  • 53. A função dos computadores Os computadores desempenham um papel importante em nosso cotidiano. Eles são usados em vários lugares, como indústrias, escolas, agências governamentais e lojas. A tabela a seguir descreve o uso dos computadores em várias áreas. Área Descrição Educação Na área da educação, os instrutores podem usar computadores para realizar várias tarefas, como ministrar um treinamento usando recursos audiovisuais, manter registros do estudante para acompanhar o seu desempenho, pesquisar informações em tópicos diferentes e criar exercícios. Finanças pessoais e empresariais Na área comercial, os computadores são utilizados para manter contas, criar registros de pessoal, controlar estoques, preparar apresentações e relatórios, gerenciar projetos e permitir a comunicação por email. Você pode usar a tecnologia do computador para ver o detalhamento da sua conta bancária, obter informações instantâneas sobre o mercado de ações, para negociar ações e gerenciar investimentos. Saúde Na área da saúde, os computadores podem ser usados para realizar várias tarefas, como analisar registros médicos de pacientes. Usando computadores, os médicos podem encontrar com facilidade informações sobre os medicamentos mais recentes disponíveis para tratar uma doença. Os médicos também podem utilizar a tecnologia do computador para discutir e compartilhar informações sobre várias doenças. Pesquisa científica Os cientistas usam computadores para pesquisar, criar modelos científicos e analisar dados. Por exemplo, eles usam computadores para realizar cálculos matemáticos complexos, visualizar e analisar imagens do espaço e publicar informações sobre suas pesquisas recentes. Também usam programas de computador para simular uma estrutura, um organismo ou uma organização e, em seguida, avaliar seu desempenho em situações diferentes. Alfabetização Digital 58 Elemento gráfico
  • 54. Nas organizações governamentais, os computadores podem ser utilizados para organizar informações e manter registros. Os computadores também são usados para prestar serviços aos cidadãos. Por exemplo, você pode visualizar informações sobre políticas e questões governamentais atuais em um computador. Artes e entretenimento Você pode usar computadores para criar desenhos e pinturas. Os fotógrafos usam computadores para editar e aprimorar fotografias. Os escritores usam computadores para escrever seus livros e para criar ilustrações. Usando computadores, os escritores podem fazer alterações no conteúdo de suas obras facilmente e economizar tempo. Os computadores também podem ser usados para o entretenimento. Você pode ouvir músicas, assistir a filmes, armazenar e imprimir fotografias, enviar saudações e jogar usando um computador. Publicações Você pode usar o computador para criar qualquer tipo de publicação, desde boletins informativos a revistas de moda, materiais de marketing, livros ou jornais. 59 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Governo
  • 55. Componentes de um computador Um computador tem vários componentes, e cada um executa uma função específica. Esses componentes podem ser classificados como dispositivos de entrada, dispositivos de saída, CPU e memória, placa-mãe, placas de expansão, serviços e dispositivos de armazenamento e portas e conexões. A tabela a seguir descreve os diversos componentes de um computador. Componente do computador Dispositivos de entrada Alfabetização Digital 60 Descrição Os dispositivos de entrada são usados para fornecer informações a um computador, como digitar uma carta ou fornecer instruções para um computador executar uma tarefa. Alguns exemplos de dispositivos de entrada estão descritos na lista a seguir. • Mouse. Um dispositivo que você usa para interagir com os itens exibidos na tela do computador. Um mouse padrão tem um botão esquerdo e direito. O botão esquerdo é usado para selecionar itens e fornecer instruções quando se clica em uma área ativa da tela. O botão direito é usado para exibir itens de menu usados com frequência na tela. • Teclado. Um conjunto de teclas que se parece com um teclado de máquina de escrever. O teclado é usado para digitar texto, como letras ou números no computador. • Microfone. Um dispositivo que você pode usar para falar com pessoas em diferentes partes do mundo. Você pode gravar um som no computador usando um microfone. Também é possível gravar sua fala e fazer com que o computador a converta em texto. • Scanner. Um dispositivo semelhante a uma máquina de fotocópia. Ele pode ser usado para transferir uma cópia exata de uma fotografia ou de um documento para um computador. O scanner lê uma página e a converte em um formato digital que o computador consegue ler. Por exemplo, quando você digitaliza fotografias da sua família usando um scanner, elas são convertidas em um formato digital que o computador consegue ler. • Webcam. Um dispositivo semelhante a uma câmera de vídeo. Ele permite capturar e enviar imagens em movimento para outros usuários. Por exemplo, uma webcam permite que seus amigos e familiares vejam você quando estiver conversando com eles. • Caneta (stylus). Um dispositivo apontador, semelhante a uma caneta, usado para fazer seleções e inserir informações tocando em uma interface sensível ao toque. Por exemplo, para inserir informações em um assistente digital pessoal (PDA), você usa uma caneta (stylus). Um PDA é um computador portátil muito leve. • Trackball. Um dispositivo apontador alternativo para o mouse. Uma trackball é uma esfera que você gira para mover o ponteiro na tela do computador. Você pode usar uma trackball se o espaço em sua mesa for pequeno. Elemento gráfico
  • 56. Os dispositivos de saída são usados para obter resposta do computador depois que ele realizar uma tarefa. Alguns exemplos de dispositivos de saída estão descritos na lista a seguir. • Monitor. Um dispositivo semelhante a uma televisão, usado para exibir informações, na forma de textos e gráficos. • Impressora. Um dispositivo usado para transferir texto e imagens de um computador para um papel ou outra mídia, como uma transparência. Você pode usar uma impressora para criar uma cópia em papel de tudo o que vê no monitor. • Alto-falante/Fone de ouvido. Um dispositivo que permite que você ouça sons. Os alto-falantes podem ser externos ou integrados ao computador. CPU e memória A CPU é um dispositivo que interpreta e executa os comandos que você fornece ao computador. Ela é a unidade de controle de um computador. E também é conhecida como processador. A memória é o local em que as informações são armazenadas e recuperadas pela CPU. Há três tipos principais de memória. • Memória de acesso aleatório (RAM). É a memória principal de um computador e permite que você armazene temporariamente comandos e dados. A CPU lê os dados e comandos da RAM para executar tarefas específicas. A RAM é volátil, ou seja, ela fica disponível apenas enquanto o computador estiver ligado. O conteúdo da RAM deve ser copiado em um dispositivo de armazenamento se você desejar salvar os dados da RAM. • Memória somente leitura (ROM). É a memória que armazena seu conteúdo mesmo após o computador ser desligado. A ROM não é uma memória volátil e sim permanente, usada com frequência para armazenar comandos, como os comandos que verificam se todos os componentes do computador estão funcionando corretamente antes de você usar o computador. • Memória flash. É uma memória permanente que armazena dados mesmo após o computador ser desligado. Diferente da ROM, você pode apagar ou modificar as informações armazenadas. Placa-mãe A placa-mãe é a principal placa de circuito dentro de um computador. Ela tem pequenos circuitos eletrônicos e outros componentes. A placa-mãe conecta dispositivos de entrada, saída e processamento, e informa à CPU como executá-los. Outros componentes da placa-mãe são a placa de vídeo, a placa de som e os circuitos que permitem que o computador se comunique com dispositivos, como uma impressora. A placa-mãe também é chamada de placa do sistema. 61 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Dispositivos de saída
  • 57. Placa de expansão Serviços e dispositivos de armazenamento Alfabetização Digital 62 Uma placa de expansão é uma placa de circuito que pode ser conectada à placa-mãe para adicionar recursos, como exibição de vídeo e recursos de áudio, ao computador. Uma placa de expansão melhora o desempenho do seu computador e aprimora seus recursos. As placas de expansão também são chamadas de cartões de expansão. Alguns tipos de placas de expansão estão descritos na lista a seguir. • Placa de vídeo. É conectada ao monitor do computador e usada para exibir informações no monitor. • Placa de interface de rede (NIC). Permite que um computador seja conectado a outros computadores para que possam trocar informações entre eles. • Placa de som. Converte sinais de áudio de um microfone, fita de áudio ou outra fonte em sinais digitais, que podem ser armazenados como um arquivo de áudio do computador. As placas de som também convertem arquivos de áudio do computador em sinais eletrônicos, que podem ser ouvidos por meio de um alto-falante ou fone de ouvido. Você conecta o microfone e os alto-falantes a uma placa de som. Os dispositivos de armazenamento são usados para armazenar informações do computador. Eles têm várias formas. Alguns exemplos são: disco rígido ou disco, CD-ROM, disquete e DVDROM. Os dispositivos de armazenamento podem ser divididos em dois tipos: internos e externos. Alguns dos dispositivos mais utilizados estão descritos na lista a seguir. • Disco rígido. Um disco magnético que geralmente é o principal dispositivo de armazenamento na maioria dos computadores. Pode ser um dispositivo externo ou interno. • Disquete. Um dispositivo de armazenamento portátil que permite que você armazene uma pequena quantidade de dados. A desvantagem de um disquete é que ele pode ser facilmente danificado por calor, poeira ou campos magnéticos. • CD-ROM. Uma mídia de armazenamento portátil que permite que você armazene 400 vezes mais dados do que em um disquete. É menos propenso a danos do que um disquete. • DVD-ROM. Uma mídia de armazenamento portátil semelhante a um CD-ROM; entretanto, pode armazenar uma quantidade maior de dados do que um disquete ou um CD-ROM. Um DVD-ROM normalmente é usado para armazenar filmes e vídeos. • Unidade flash USB. Um pequeno dispositivo de armazenamento portátil, geralmente do tamanho de um polegar. As unidades flash USB têm menos capacidade de armazenamento em comparação com um disco rígido, mas são mais duráveis e fáceis de usar. Elas podem ser conectadas a qualquer computador com uma unidade USB e, por isso, são uma mídia de armazenamento muito popular. • Serviço de armazenamento na nuvem. Um serviço de armazenamento moderno e em constante crescimento que usa a Internet e servidores remotos centrais para manter e armazenar dados e aplicativos. O Windows Live SkyDrive é um exemplo de serviço de armazenamento na nuvem. O SkyDrive oferece armazenamento gratuito suficiente para milhares de documentos e fotos, tem configurações de permissões avançadas e oferece aplicativos Web do Microsoft Office que você pode acessar online.
  • 58. Portas e conexões Uma porta é um canal pelo qual os dados são transferidos entre os dispositivos de entrada/saída e o processador. Há vários tipos de portas que você pode usar para conectar um computador a dispositivos externos e a redes. Alguns tipos de portas estão descritas na lista a seguir. • Porta barramento serial universal (USB). É usada para conectar dispositivos periféricos como mouse, modem, teclado ou impressora a um computador. • FireWire. É usada para conectar dispositivos como uma câmera digital. É mais rápida que uma porta USB. • Porta de rede. É usada para conectar um computador a outros computadores para a troca de informações entre eles. • Porta paralela e porta serial. Essas portas são usadas para conectar impressoras e outros dispositivos a um computador pessoal. Entretanto, atualmente a porta USB é o método preferido para conectar dispositivos periféricos porque é mais rápida e fácil de usar. • Adaptador de vídeo. O monitor é conectado ao adaptador de vídeo no computador. O adaptador de vídeo gera o sinal de vídeo do computador e o envia a um monitor por meio de um cabo. Ele pode estar na placa-mãe ou em uma placa de expansão. • Energia. A placa-mãe e os demais componentes de um computador usam corrente direta (CD). Um sistema de alimentação obtém a corrente alternada (CA) da tomada da parede e a converte em corrente direta. Usando um computador Para ligar o computador, pressione o botão de energia da unidade do sistema. Quando você liga o computador, as luzes no teclado podem piscar brevemente, e um aviso sonoro pode ser emitido. Isso indica que o teste de acionamento (POST) foi iniciado. O computador executa uma sequência de testes rápidos para verificar se a placa-mãe, a memória, o disco rígido e outros componentes estão funcionando. Se você ouvir uma série de avisos sonoros, o monitor pode exibir uma mensagem indicando que um componente não está funcionando. Por exemplo, se o cabo do teclado não estiver conectado, uma mensagem de erro informará que o teclado não foi detectado. Depois do POST, o computador inicia o sistema operacional. O sistema operacional controla o hardware do computador e gerencia suas diversas operações, como logon, logoff e desligamento. Quando o computador inicia o sistema operacional Windows 7, a tela de boas-vindas é exibida. Essa tela mostra os links para as contas de usuário existentes. Para fazer logon no Windows 7, clique no link da sua conta de usuário, digite sua senha na caixa e clique no botão ao lado dessa caixa. Módulo 2 – Noções básicas sobre computação 63
  • 59. Depois de fazer logon no computador, o Windows 7 prepara a área de trabalho em alguns segundos. A partir daí, você poderá executar várias tarefas, como criar um novo arquivo ou modificar um arquivo existente. Antes de fechar o arquivo, você precisa salvar as alterações que fez nele. Depois disso, você poderá fazer logoff do Windows 7. Fazer logoff é útil se você compartilha o computador com outras pessoas. Você pode encerrar sua sessão do Windows 7 sem afetar as sessões de outros usuários, caso eles não tenham feito logoff de suas sessões. Também é possível encerrar sua sessão do computador usando o comando Desligar. Se você desligar o computador quando outros usuários estiverem conectados, eles podem perder os dados que não salvaram. Quando instalar um novo software ou encontrar problemas ao utilizar o computador, você pode usar a opção Reiniciar para reiniciar o computador. Na maioria dos computadores, você nunca deve usar o botão de energia localizado na frente da unidade do sistema para desligar o computador, a menos que este pare de responder. Visão geral de um teclado Alfabetização Digital 64 O teclado é um dispositivo de entrada que você pode usar para digitar comandos ou texto em um computador. Teclados diferentes têm diferentes layouts de teclas. Além disso, as funções de algumas teclas podem variar de acordo com o programa. A maioria dos teclados tem as teclas F1 a F12, que são as teclas de função e podem ser usadas para executar funções específicas. Suas funções variam de um programa para outro. Na maioria dos programas, a função da tecla F1 é acessar o arquivo de ajuda associado a um programa. Teclas como Control (CTRL), SHIFT, BARRA DE ESPAÇO, ALT, CAPS LOCK e TAB são teclas especiais. As teclas especiais executam funções especiais dependendo de quando e onde são usadas. A maioria dos teclados inclui uma tecla especial com o logotipo do Windows. Essa tecla é usada para abrir o menu Iniciar ou para ser usada em combinação com outra tecla para executar tarefas comuns do Windows. As teclas alfabéticas e numéricas são usadas para digitar letras, números, pontuações e outros símbolos. A tecla ENTER ou RETURN pode ser usada para mover o cursor para o início de uma nova linha. Em alguns programas, ela é usada para enviar comandos e confirmar uma tarefa em um computador. Teclas como INSERT (INS), DELETE (DEL) e BACKSPACE são teclas comuns. As teclas DELETE e BACKSPACE são usadas para remover caracteres digitados, texto e os outros objetos digitados à direita e à esquerda do cursor, respectivamente.
  • 60. A tecla INSERT é uma tecla de alternância. Esse tipo de tecla é ativada e desativada sempre que for pressionada. Quando a tecla INSERT estiver ATIVADA, ela ajuda você a sobrescrever caracteres à direita do cursor. Quando estiver DESATIVADA, ela ajuda você a inserir caracteres ou texto à direita do cursor, sem sobrescrever os caracteres ou o texto. Teclas como as teclas de direção, HOME, END, PAGE UP e PAGE DOWN são teclas de navegação. As teclas de direção são usadas para mover o cursor para cima, para baixo, para a direita e para a esquerda. A tecla HOME move o cursor para o início, à esquerda , de uma linha de texto. A tecla END move o cursor para o final de uma linha de texto. A tecla PAGE UP é usada para mover uma página para cima e a tecla PAGE DOWN é usada para mover uma página para baixo durante a visualização de um documento. A maioria dos teclados tem um teclado numérico localizado do lado direito. Ele apresenta um conjunto de 17 teclas com números de 0 a 9, ponto decimal, símbolos matemáticos e símbolos de navegação. A tecla NUM LOCK deste teclado permite que você alterne entre as teclas numéricas e de navegação. Usando o mouse 65 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação O mouse é um pequeno dispositivo usado para mover, selecionar e abrir itens na tela do seu computador. O mouse geralmente fica sobre a mesa, ao lado do teclado. A maioria dos mouses tem pelo menos dois botões, esquerdo e direito. A maior parte das ações é executada com um clique no botão esquerdo. O botão direito é usado para funções específicas. Alguns tipos avançados de mouse oferecem botões adicionais para agilizar tarefas comuns, como rolagem de texto. Conforme você move o mouse sobre a mesa, um ponteiro na tela realiza os movimentos correspondentes. O mouse permite a seleção de um item na tela. Conforme você move o ponteiro sobre diferentes áreas na tela, os itens ou o ponteiro mudam de aparência. Essas alterações indicam que você pode clicar em um item para abri-lo ou visualizar mais opções. Para abrir um item, posicione o ponteiro sobre ele e, em seguida, clique duas vezes no botão esquerdo do mouse. Em um documento, você pode usar o mouse para selecionar a posição de início da digitação. Para posicionar o ponteiro no documento, clique no local em que deseja inserir o texto e use o teclado para iniciar a digitação. Para mover um item, você precisa clicar nele, mantendo o botão do mouse pressionado, para colocá-lo em um local diferente. Após mover o item para um novo local, libere o botão do mouse. O botão direito do mouse é usado para exibir um menu. As opções neste menu incluem a maioria das tarefas comuns, como copiar texto de um local e colá-lo em outro. Essas opções são chamadas de menus contextuais. Esses menus ajudam você a concluir tarefas rapidamente.
  • 61. A maioria dos mouses também tem uma roda que ajuda você a rolar documentos ou páginas. Para rolar, coloque seu dedo na roda e role-a para frente e para trás. Essa ação move o documento para cima e para baixo. Alguns mouses têm o botão “voltar” em sua lateral, que funciona em navegadores e no Windows Explorer. Há diversos tipos de mouse disponíveis no mercado. Um mouse comum tem uma esfera de borracha ou metal na parte inferior. O movimento mecânico do mouse move a esfera. Esse movimento move o ponteiro na tela. As partes móveis de um mouse mecânico podem falhar. Por isso, esses dispositivos exigem manutenção. Para minimizar a manutenção, você pode usar um mouse óptico, que funciona da mesma forma que um mouse comum. No lugar da esfera há uma luz de LED (diodo emissor de luz) para rastrear os movimentos do mouse. Você também pode usar um mouse a laser, que utiliza a tecnologia do laser para detectar movimentos, transformando os movimentos da mão em sinais digitais. Em comparação a um mouse óptico, o mouse a laser é mais caro. Dispositivos de entrada, saída e armazenamento Categoria de Itens Alfabetização Digital 66 1 CD-ROM. 2 Disquete. 3 Monitor. 4 Microfone. 5 Disco rígido. 6 DVD-ROM. 7 Teclado. 8 Scanner. 9 Impressora. 10 Mouse. 11 Fone de ouvido. 12 Alto-falante. 13 Caneta (stylus). Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Dispositivos de entrada Dispositivos de saída Dispositivos de armazenamento Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”.
  • 62. Dispositivos de computação comuns Atualmente há diferentes tipos de computadores disponíveis no mercado. O computador mais comum é o Computador pessoal (PC), normalmente usado por indivíduos e organizações empresariais. Um computador pessoal é um computador teoricamente desenvolvido para o uso de uma pessoa por vez. Ele é usado no local de trabalho para criar documentos, gerenciar registros comerciais e se comunicar com outros. É usado em escolas para ensinar lições, pesquisar na Internet e realizar tarefas. Você também pode usar um computador pessoal para jogar, assistir a vídeos e ouvir música. Dependendo do tamanho e da finalidade de um computador pessoal, ele pode ser classificado em tipos diferentes: desktop, laptop, netbook, portátil ou tablet. Você escolhe um computador de acordo com as tarefas que deseja que ele execute. Por exemplo, se você deseja usar o computador para editar fotos ou executar jogos complexos, precisará de um computador com uma CPU rápida e um bom adaptador de vídeo. A tabela a seguir descreve os dispositivos de computação comuns. Descrição Computador desktop Os computadores desktop são feitos de componentes individuais, como um monitor, um teclado, uma unidade do sistema e uma impressora. Esses computadores geralmente são colocados sobre uma escrivaninha ou mesa e não são fáceis de transportar. Seus componentes podem ser facilmente substituídos ou atualizados. Os computadores desktop normalmente têm mais memória, um disco rígido maior, mais portas e um monitor maior do que os outros tipos de computadores pessoais. Eles funcionam com eletricidade e podem ser usados de forma contínua por longos períodos. Computador laptop Os computadores laptop são computadores pessoais mais leves e portáteis. Eles são menores em tamanho, se comparados a um computador desktop, e são desenvolvidos para viagens. Os computadores laptop também são chamados de notebook. O principal recurso dos computadores laptop é que são pequenos e portáteis. Além disso, podem ser facilmente colocados no colo do usuário. Os computadores laptop funcionam com eletricidade ou com baterias recarregáveis. Eles consomem mais energia do que os desktops com uma configuração de hardware semelhante. Além disso, executam as mesmas tarefas que os desktops, mas geralmente custam mais caro. Elemento gráfico 67 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Dispositivo de computador
  • 63. Computador netbook Os computadores netbook são minilaptops portáteis e leves criados para oferecer conectividade. Eles são sistemas de computador de baixo custo e com pouca capacidade. A configuração de hardware de um netbook pode variar. Ela é mínima para suportar acesso online, processamento de texto e aplicativos de escritório em geral. Esses computadores oferecem suporte à conexão cabeada e Wi-Fi (conexão sem fio). Os netbooks têm telas e teclados pequenos. Esses dispositivos geralmente não têm unidades de mídia. Contudo, eles têm slots USB, altofalantes integrados e conectores de fone de ouvido para permitir a conectividade com mídias. Os computadores netbook são mais populares entre os estudantes, empresários e escritores. Computador tablet Os computadores tablet são computadores portáteis totalmente funcionais do tamanho de um bloco de papel que permitem que você escreva diretamente na tela usando os dedos ou uma caneta chamada stylus. Você também pode usar a caneta stylus para realizar funções do mouse. Além disso, os tablet não precisam de teclado nem de mouse. Os computadores tablet são bem adaptados para o campo de design gráfico. Desenhos no dispositivo podem ser transformados em desenhos digitais que podem ser editados com ferramentas de edição gráfica. Computador portátil Os computadores portáteis são dispositivos de computação pequenos o bastante para caber na palma da sua mão. Eles são usados para tarefas diárias específicas, como o gerenciamento de dados pessoais. São menores do que os tablets e oferecem menos recursos. Você pode inserir dados escrevendo diretamente na tela usando uma caneta chamada stylus. Alguns computadores portáteis possuem pequenos teclados ou microfones para a entrada de dados. Eles permitem que você execute atividades básicas de processamento de texto e acesse a Internet. Você também pode enviar e receber mensagens de email usando computadores portáteis. Vários modelos de computador portátil também podem funcionar como telefones celulares ou câmeras digitais. Os assistentes digitais pessoais (PDAs) e os smartphones são exemplos de computadores portáteis. Alfabetização Digital 68
  • 64. Smartphone Os smartphones são computadores portáteis com recursos de telefone. Eles têm diversos aplicativos como agenda, contatos e organizadores que podem ser personalizados. Os smartphones podem ser sincronizados com outros dispositivos como um computador pessoal ou laptop para manter arquivos atualizados. O Windows Phone 7 é um exemplo de smartphone que permite que você se conecte à Internet a qualquer momento e se comunique com amigos, familiares, etc. Ele tem as versões do Microsoft Word, Microsoft Excel e Microsoft PowerPoint para celular, que permitem revisar ou editar documentos em qualquer lugar. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta Você usa o BOTÃO DE ENERGIA para ligar o computador. Você usa as TECLAS DO TECLADO para ligar o computador. Você usa uma PORTA DE REDE (USB) para conectar uma câmera digital ao computador. Você usa o FIREWIRE para conectar uma câmera digital ao computador. 3 Os computadores netbook têm UNIDADES DE MÍDIA para permitir a conectividade com mídias. Os computadores netbook têm entradas USB para permitir a conectividade com mídias. 4 Você pode apagar as informações armazenadas na RAM. Você pode apagar as informações armazenadas em uma MEMÓRIA FLASH. 5 O botão DIREITO do mouse é usado para exibir um menu. O botão ESQUERDO do mouse é usado para exibir um menu. 6 Você usa uma TECLA NUMÉRICA para acessar o arquivo AJUDA. Você usa uma TECLA DE FUNÇÃO para acessar o arquivo AJUDA. 7 Você usa uma CANETA (STYLUS) para inserir dados em um COMPUTADOR PORTÁTIL. Você usa uma CANETA (STYLUS) para inserir dados em um LAPTOP. 8 A RAM preserva seu conteúdo mesmo depois que o computador é desligado. A ROM preserva seu conteúdo mesmo depois que o computador é desligado. 9 Você usa o COMANDO LOGOFF quando o computador para de responder. Você usa o BOTÃO DE ENERGIA quando o computador para de responder. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 69 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação 2
  • 65. LIÇÃO 2 TERMINOLOGIA GERAL DE COMPUTAÇÃO Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • Identificar os componentes principais de hardware de um computador. Explicar o que é um sistema operacional. Explicar o que são programas e dados. Descrever uma rede e os tipos de rede. Diferenciar os termos Internet e intranet. 71 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Um automóvel, como um carro ou caminhão, está disponível em diferentes modelos e cores, mas seus componentes principais são os mesmos. Todos os automóveis têm um motor, uma carroceria e rodas. De forma semelhante, os computadores estão disponíveis em vários tamanhos e formas, mas todos têm componentes comuns que funcionam da mesma maneira. Os principais componentes de um computador são hardware e software. Nesta lição, você aprenderá sobre a terminologia geral de computação, como hardware, software, dados e rede.
  • 66. Introdução ao hardware Alfabetização Digital 72 Hardware se refere a todos os componentes físicos de um computador. Ele inclui todos os dispositivos de entrada, processamento, armazenamento e saída. Teclado, mouse, placa-mãe, monitor, disco rígido, cabos e impressora são exemplos de hardware. Ele pode ser usado para fornecer entrada para um computador e, também, para obter a saída desejada. Por exemplo, ao tocar um instrumento musical, como um piano, você fornece entrada ao pressionar as teclas e obtém a saída desejada sob a forma de música. Do mesmo modo, os computadores também precisam de dispositivos de entrada e saída para executar tarefas. Além de dispositivos de entrada e saída, um computador usa dispositivos de processamento para trabalhar os dados de entrada e gerar a saída desejada. O dispositivo de processamento mais importante é a CPU. Ela é o cérebro do computador e processa a entrada para gerar a saída. Uma placa-mãe é uma placa de circuito grande que conecta dispositivos de entrada, saída e processamento. Os circuitos da placa-mãe fornecem caminhos que permitem a passagem dos dados por vários componentes. Ela também contêm chips que determinam como, quando e onde os dados podem passar pelo computador. Dependendo da tarefa a ser executada no computador, você deverá escolher o hardware adequado. Por exemplo, é possível usar uma NIC para conectar seu computador a outros computadores. Você também pode usar placas de expansão, como placas de vídeo, para adicionar novos recursos ou melhorar o desempenho do computador. Todos esses dispositivos são conectados à placa-mãe. O que é um sistema operacional? Além do hardware, um computador precisa de software para funcionar. O software envia instruções para o hardware executar as tarefas necessárias. O software mais importante do computador é o sistema operacional, que controla e gerencia o hardware conectado ao computador. O sistema operacional oferece uma interface que ajuda você a interagir com o computador. Um exemplo de um dos sistemas operacionais mais recentes é o Windows 7. Uma interface de usuário pode ser baseada em texto ou em gráficos. A maioria dos sistemas operacionais oferece uma interface gráfica do usuário (GUI), que exibe imagens e figuras e facilita a sua interação com um computador.
  • 67. Um sistema operacional com uma GUI oferece uma interface fácil de usar para ajudar na instalação de hardware ou software. Por exemplo, o Windows 7 fornece um assistente para configuração, que guia o usuário em cada etapa de uma determinada tarefa, como a instalação de hardware ou software. Um sistema operacional garante que o computador está funcionando corretamente. Por isso, atualize seu sistema operacional regularmente para garantir que ele seja compatível com qualquer novo hardware que você instalar. Visão geral de programas e dados Introdução a redes Considere um cenário em que uma organização tem 10 funcionários. Esses funcionários usam computadores para executar tarefas diárias e também precisam imprimir dados com frequência. Em vez de dar uma impressora para cada funcionário, o que poderia ser muito caro, todos os computadores podem ser conectados a uma única impressora. Você pode conectar seu computador a outros computadores para compartilhar informações e componentes de hardware. Um grupo de computadores e dispositivos associados interligados para facilitar o compartilhamento de informações é chamado rede. As redes também podem ser usadas para 73 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Juntos, o hardware e o sistema operacional são chamados de plataforma. Os programas, também chamados de aplicativos, usam essa plataforma para executar tarefas. Há muitos tipos de programas. Alguns permitem que você execute tarefas, como escrever cartas, fazer cálculos ou enviar emails. Por exemplo, um processador de texto, como o Microsoft Word 2010, é um programa que ajuda você a criar um documento. Outros programas permitem que você crie ilustrações, jogue, assista a filmes ou se comunique com outros usuários de computador. Os programas processam dados que você forneceu como entrada para o computador. Esses dados podem ser na forma de texto, gráficos, áudio ou vídeo, dependendo do tipo de programa. Por exemplo, a Calculadora é um programa que exige entrada em forma de números. Do mesmo modo, o Gravador de som é um programa que exige entrada em forma de áudio. Quando o programa recebe os dados, ele os processa e exibe a saída na tela. Você pode salvar essa saída em um arquivo. Dependendo do tipo dos dados contidos em um arquivo, ele é classificado como arquivo de áudio, de texto, gráfico ou de vídeo.
  • 68. compartilhar dados e dispositivos, como impressoras. Você também pode se comunicar com outros usuários de computador na rede. Uma rede típica tem os três componentes a seguir. 1. Servidor. O computador principal em uma rede que fornece serviços a outros computadores da rede. Um servidor decide quais computadores terão acesso ao hardware e ao software da rede. 2. Estação de trabalho. Um computador conectado a uma rede. Você pode usar uma estação de trabalho para acessar o hardware e o software em uma rede. 3. Canal de comunicação. Um caminho ou link que conecta computadores ou dispositivos periféricos, como impressoras e unidades de disco, para transferir informações. Normalmente, em uma rede, os cabos são usados como canais de comunicação, mas as redes também podem transferir informações por meio de conexões sem fio. Dependendo da área coberta, uma rede pode ser classificada como rede local (LAN) ou rede de longa distância (WAN). A lista a seguir descreve os recursos desses dois tipos de rede. Alfabetização Digital 74 • LAN - Uma LAN conecta dispositivos em uma área limitada, como uma casa ou um grupo pequeno de escritórios. Normalmente ela inclui computadores e recursos compartilhados, como impressoras e scanners. • WAN - Uma WAN é uma rede que conecta dispositivos em áreas separadas geograficamente. Você pode usar os recursos de uma WAN para conectar duas ou mais LANs usando fios longos, cabos ópticos e satélites. Muitas organizações usam uma WAN para conectar suas redes entre países diferentes. A Internet é um exemplo de WAN. Usando a Internet A Internet é o conjunto mundial de redes públicas vinculadas entre si para intercâmbio de informações. A Internet começou como uma rede para facilitar a comunicação entre o governo e os departamentos de educação nos Estados Unidos. Quando outras redes foram conectadas a essa rede, formou-se um vasto meio para intercâmbio de informações e ideias. Hoje, a Internet conecta várias redes comerciais, governamentais e educacionais, bem como computadores individuais que compartilham dados. A Internet oferece uma gama de serviços a seus usuários, como transferência de arquivos entre os usuários da Internet e correio eletrônico para envio de mensagens. A World Wide Web (ou WWW), ou Web, é outro serviço que a Internet oferece. A Web inclui documentos espe-
  • 69. cialmente formatados que estão interligados e armazenados em servidores ao redor do mundo. Você pode usar a Internet e seus serviços para enviar mensagens a outros usuários da Internet, pesquisar e se candidatar a empregos, assistir a filmes e comprar ou vender produtos. Muitas organizações usam um tipo especial de rede para comunicação e compartilhamento de informações internamente. Esse tipo de rede é chamada de intranet. Uma intranet é semelhante à Web, mas pode ser acessada apenas por usuários autorizados da organização. Uma intranet é muito menor que a Internet e pode fornecer serviços como distribuição de documentos, distribuição de softwares, acesso a bancos de dados e treinamento. Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens Usa a plataforma para executar uma tarefa. 2 Ajuda a inserir dados de entrada em um computador. 3 Ajuda você a exibir a saída de um computador. 4 Inclui dispositivos do computador. 5 Ajuda a controlar os componentes físicos. 6 Garante a operação confiável do computador. 7 Permite que você jogue ou assista a filmes. 75 Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Hardware Sistema operacional Aplicativo Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Módulo 2 – Noções básicas sobre computação 1
  • 70. Alfabetização Digital 76
  • 71. LIÇÃO 3 RECURSOS E DESEMPENHO DO COMPUTADOR Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • Explicar a função da memória. Explicar as noções básicas do desempenho do computador. Comparar os recursos de dispositivos de computação comuns. Descrever os tipos de programas de produtividade e seus usos. 77 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Considere uma situação em que você deseja comprar uma televisão. Há várias marcas e modelos disponíveis no mercado. Você precisa tomar uma decisão com base nos recursos desejados e no preço do produto. Do mesmo modo, há diversos tipos de computadores pessoais disponíveis no mercado. Eles diferem de acordo com o preço, tamanho e velocidade. Além disso, esses fatores afetam o desempenho geral do computador. Depois de comprar uma televisão, você precisa escolher entre os diferentes tipos de canais disponíveis. Esses canais podem oferecer entretenimento, esportes ou notícias. Você pode escolher assistir a um canal com base em suas preferências. Da mesma forma, após começar a usar um computador, há diferentes tipos de programas disponíveis que ajudam a executar tarefas variadas. Você pode usar um processador de texto para criar documentos ou uma planilha para executar cálculos matemáticos. Os programas de comunicação ajudam você a conversar com pessoas de locais distantes. Com os programas de entretenimento, você pode assistir a filmes, ouvir música ou jogar.
  • 72. • Descrever os tipos de programas de comunicação e seus usos. • Descrever o uso de programas educacionais e de entretenimento. A função da memória Quando um computador executa uma tarefa, ele armazena dados na memória. Os dados armazenados na memória são representados internamente na forma de zero e um. Cada zero ou um é chamado de bit. Uma combinação de oito bits é chamada de byte. A tabela a seguir explica os vários termos usados para medir a capacidade de armazenamento ou memória. Capacidade de memória Descrição Bit Um bit é a menor unidade de informação que um computador manipula. Um bit único pode manter apenas um de dois valores, 0 ou 1. Um dos dois valores está sempre presente. Um bit único transmite pequenas mensagens significativas. Entretanto, você pode obter mais informações relevantes combinando bits consecutivos em grandes unidades. Byte Um byte é uma combinação de oito bits organizados em uma determinada sequência. Cada sequência representa um único caractere, símbolo, dígito ou letra. Um byte forma a unidade básica usada para medir a capacidade de armazenamento de um dispositivo de armazenamento. Quilobyte Um KB (quilobyte) é igual a 1.024 bytes. A maioria dos dados do usuário armazenada no computador, como simples emails ou um arquivo de texto, ocupa um espaço de armazenamento de poucos KB. Megabyte Um MB (megabyte) é igual a 1.024 KB. A quantidade de informações contida em um 1 MB é aproximadamente igual a um livro didático. Gigabyte Um GB (gigabyte) é igual a 1.024 MB, que é aproximadamente um bilhão de bytes. Atualmente a maioria dos computadores tem discos rígidos com grandes capacidades medidas em gigabytes. Um gigabyte indica uma enorme capacidade de armazenamento. Por exemplo, um filme de vídeo armazenado em um computador pode ocupar um espaço de mais do que 1 GB. Terabyte Um terabyte é igual a 1.024 GB, que é aproximadamente um trilhão de bytes. Os dispositivos de armazenamento com capacidades em terabytes são em geral usados por organizações que precisam armazenar grandes volumes de dados. Um terabyte é tão grande que alguns terabytes de espaço de memória podem conter o texto completo de um grande número de livros. Alfabetização Digital 78
  • 73. Desempenho do computador Se você utiliza o computador para uso comercial ou pessoal, é importante que o desempenho dele seja eficiente. Entretanto, o desempenho não depende de um único fator. A tabela a seguir lista alguns dos fatores importantes que afetam o desempenho geral do computador. Descrição Velocidade da CPU A CPU é o cérebro do computador e sua velocidade é um fator importante que afeta o desempenho geral do equipamento. A velocidade da CPU é a taxa em que a CPU pode executar uma tarefa, como mover os dados para e da RAM, ou executar um cálculo numérico. Se você tiver dois computadores idênticos, exceto pela velocidade da CPU, aquele com a CPU mais rápida concluirá a tarefa com mais rapidez. Fatores do disco rígido Os discos rígidos diferem nas capacidades de armazenamento, bem como em sua velocidade de armazenamento e recuperação de dados. Se a velocidade de recuperação dos dados for rápida, o computador levará menos tempo para iniciar e carregar programas. Além disso, a velocidade e o tamanho do disco rígido têm um papel importante quando um programa precisa processar um grande volume de dados. RAM O computador usa a RAM para armazenar as informações que estão sendo utilizadas. A velocidade de recuperação de dados armazenados na RAM é muito rápida, por isso, o computador utiliza essa memória para armazenar as informações que estão em uso atualmente. Se a quantidade de RAM for grande o suficiente para manter todas as informações que estiverem em uso, isso poderá resultar em um desempenho mais rápido do computador. A velocidade e a quantidade de RAM são fatores importantes no desempenho do computador pessoal. Quando a capacidade de RAM é insuficiente, o computador fica lento ou não funciona corretamente. Elemento gráfico 79 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Fator
  • 74. Programas de produtividade Você pode usar diferentes programas de computador para executar diversas tarefas. Os programas de computador podem ser usados para organizar números, escrever cartas ou propostas, manter registros, criar e modificar imagens, converter texto em imagens visuais e criar revistas e folhetos. A tabela a seguir lista os diferentes tipos de programas e descreve seus usos. Programa Descrição Programas de publicação e processamento de texto Os programas de processamento de texto são usados para criar e modificar documentos baseados em texto. Você pode digitar e modificar o texto, usar o corretor ortográfico e o dicionário de sinônimos interno, e formatar o documento. Com esses programas, também é possível criar documentos pessoais e profissionais. O Microsoft Word 2010 é um programa de processamento de texto amplamente utilizado. Os programas de publicação são usados para combinar texto e gráficos para criar documentos como folhetos, cartões comemorativos, relatórios anuais, livros ou revistas. Esses programas também incluem recursos de processamento de texto e gráficos que permitem que você refine partes do documento. Programa de anotações Você usa programas para coletar, capturar e armazenar informações, anotações, projetos e apresentações. Esses programas ajudam a reunir e organizar textos, imagens, manuscrito digitais, gravações de áudio e vídeo e muito mais em um único lugar de fácil acesso. O Microsoft OneNote 2010 é um exemplo de programa de anotações. Alfabetização Digital 80 Elemento gráfico
  • 75. Os programas de apresentação são usados para apresentar suas informações em forma de slides. Você pode adicionar som e figuras a esses slides para torná-los mais atraentes e informativos. O Microsoft PowerPoint 2010 é um programa de apresentação amplamente utilizado. Programa de planilha Os programas de planilha são usados para criar orçamentos, gerenciar contas, realizar cálculos matemáticos e converter dados numéricos em diagramas e gráficos. As planilhas armazenam informações em uma tabela, com valores distribuídos em linhas horizontais e colunas verticais. Cada valor é armazenado em uma célula. Uma célula é a interseção de uma linha e uma coluna. O Microsoft Excel 2010 é um exemplo de programa de planilha. Programa de banco de dados Os programas de banco de dados são usados para armazenar e gerenciar dados de forma organizada. Ao usar esses programas, você também pode classificar ou pesquisar informações armazenadas em um banco de dados. Além disso, é possível criar relatórios simples com os dados armazenados. Por exemplo, você pode usar um programa de banco de dados para armazenar detalhes do cliente, criar e gerenciar um estoque, e acompanhar as vendas. Então, você poderá criar relatórios para estabelecer metas de vendas ou planejar o atendimento ao cliente. Um exemplo de programa de banco de dados é o Microsoft Access 2010. Programa gráfico Os programas gráficos são usados para criar e editar desenhos. Eles também podem ser usados para melhorar fotografias. O programa Microsoft Paint no Windows 7 é um exemplo de programa gráfico que permite a criação de desenhos. O Microsoft Picture Manager no Windows 7 é um exemplo de programa gráfico que ajuda você a gerenciar, editar, compartilhar e exibir fotos no computador. 81 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Programa de apresentação
  • 76. Programas de comunicação Da mesma forma que você usa um telefone ou uma carta para se comunicar com amigos e família, também poder usar os computadores para se comunicar com pessoas. Os computadores usam programas especiais chamados programas de comunicação que permitem que você envie e receba mensagens de outras pessoas em um formato digital. A tabela a seguir descreve os diferentes tipos de programas de comunicação e seus usos. Programa de comunicação Descrição Programa de comunicação Alfabetização Digital 82 O envio de mensagens de email é a troca de mensagens de um usuário de um computador com outro. Essa troca pode ocorrer dentro de uma área local ou de uma parte do país para outra. Você pode enviar ou receber um email de uma ou várias pessoas a qualquer hora do dia. Para isso, é necessário ter uma conexão com a Internet e uma conta de email. Você pode obter uma conexão com a Internet de um provedor de serviços de Internet (ISP) e usar vários programas, como o Windows Live Mail, para criar uma conta de email. Se você tiver uma conta de email, ela será semelhante a nomedeusuário@exemplo.com, onde nomedeusuário é o seu nome. O símbolo @ significa “em” e exemplo.com é o nome do domínio. O nome do domínio identifica o nome e o tipo da organização com a qual você tem uma conta de email. Depois que você tiver uma conta de email, será necessário saber a conta da pessoa para quem você deseja enviar uma mensagem. Você pode enviar textos e imagens por meio do email, entretanto, isso depende de vários fatores, como o tipo de serviço que você tem e o tipo de imagem que está enviando. Enviar e receber mensagens de email é um modo de comunicação instantânea com qualquer pessoa. Em apenas alguns segundos você pode enviar e receber um email. Isso também depende da velocidade da conexão com a Internet.
  • 77. Programas usados para conversar Outro tipo de comunicação é por meio de programas de chat, que permitem enviar e receber mensagens instantâneas. Quando você está conversando com alguém, a pessoa do outro lado recebe suas mensagens imediatamente. Você pode usar um programa de chat para se comunicar com diversas pessoas ao mesmo tempo. Um programa de comunicação amplamente utilizado é o Windows Live Messenger. Você também pode compartilhar imagens e outros arquivos pelo Windows Live Messenger. Existem outros tipos de chat. Alguns programas de chat permitem que você também ouça a pessoa com quem está conversando. Esse tipo é chamado de chat por voz. Você também pode ver a pessoa usando um dispositivo chamado webcam. Esse tipo é chamado de chat por vídeo. Rede social Você pode criar grupos sociais com interesses em comum usando sites de redes sociais. Para usar um site de rede social, é necessário criar uma conta e um perfil. Esse perfil contém todas as informações que você deseja compartilhar com seus contatos. Com os sites de rede social, você pode compartilhar ideias e arquivos, visualizar fotos e participar de discussões. Por exemplo, o Windows Live permite que você veja os destaques das atualizações dos seus contatos no Hotmail, no Messenger e em outras redes sociais, como o Facebook. Alguns dos sites também permitem que você publique vagas de emprego e promova produtos. Módulo 2 – Noções básicas sobre computação 83
  • 78. Programas educacionais e de entretenimento Considere um cenário em que você deseja aprender um novo idioma. Entretanto, não há escolas na sua área que ensinam tal idioma. Com um programa de software educacional, um computador pode ajudá-lo a aprender o novo idioma. Os programas de software educacional geralmente usam clipes audiovisuais e jogos para tornar a aprendizagem mais efetiva. O software é muito usado em salas de aula, escritórios e residências. Ele está disponível em vários tópicos que são aplicáveis a diferentes faixas etárias. Os computadores também podem ser usados como fonte de entretenimento. Você pode usá-lo para jogar, ouvir música, gravar música, desenhar figuras e assistir a filmes em um computador. Os CDs de vídeo, DVDs e discos Blu-ray, que permitem que você ouça música, assista a filmes e clipes de música, são exemplos de softwares de entretenimento usados para recreação. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. Alfabetização Digital 84 1) Qual é a afirmativa verdadeira sobre a RAM? Selecione a resposta correta. ( ) O conteúdo é permanente. ( ) A velocidade de recuperação de dados é mais baixa em comparação com a memória de armazenamento. ( ) Programas e dados ativos são armazenados. 2) Qual programa você deve usar para criar documentos profissionais e pessoais? Selecione a resposta correta. ( ) PowerPoint 2010. ( ) Word 2010. ( ) Excel 2010. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”.
  • 79. LIÇÃO 4 SISTEMAS OPERACIONAIS DE COMPUTADOR Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • • Explicar as funções comuns de um sistema operacional. Identificar os principais componentes da interface do Windows 7. Explicar as opções disponíveis no menu Iniciar do Windows 7. Trabalhar com a interface do Windows 7 em programas. Gerenciar arquivos e pastas no Windows Explorer. Executar operações básicas com arquivos no sistema operacional Windows 7. Funções de um sistema operacional Um sistema operacional controla como os programas funcionam entre si e como eles interagem com o hardware do computador. Ele também cria o sistema de arquivos que determina como seus dados são armazenados em um dispositivo de armazenamento. 85 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Um sistema operacional executa quatro funções principais. Ele gerencia e controla o hardware conectado ao computador. Ajuda outros programas do computador a usar o hardware. Ajuda a organizar e gerenciar arquivos e pastas no computador. Oferece uma interface do usuário que permite a interação com o hardware, com o próprio sistema operacional e com outros programas.
  • 80. O desempenho de um sistema operacional depende do número de bits que ele pode transferir por vez. Antes, os sistemas operacionais transferiam apenas 8 bits de dados por vez e eram chamados sistemas operacionais de 8 bits. Entretanto, com a introdução da interface GUI, foram desenvolvidos os sistemas operacionais de 16 bits. Sistemas operacionais, como o Windows 7, podem transferir dados de até 32 bits ou 64 bits por vez, dependendo do hardware do sistema. Um sistema operacional como o Windows 7 oferece uma GUI que facilita o fornecimento de instruções para um computador. A tabela a seguir descreve as funções de um sistema operacional. Função Descrição Fornecer uma interface do usuário Muitos sistemas operacionais fornecem elementos visuais, como ícones e menus, para ajudar você a interagir com um computador. Você pode usar um mouse para selecionar ícones e emitir comandos. Por exemplo, você pode clicar duas vezes em um arquivo para abri-lo com o programa adequado. Fornecer utilitários para configurar seu sistema Um sistema operacional baseado em GUI fornece utilitários fáceis de usar para ajudar você a configurar seu computador. Esses utilitários são pequenos programas que ajudam a executar funções específicas, como a conexão de uma rede, o gerenciamento de recursos e a adição de novos programas ao computador. Por exemplo, o Windows 7 fornece um programa de backup para salvar seus dados importantes. Ajudar a gerenciar recursos do computador Um sistema operacional ajuda a gerenciar hardware. Os programas se comunicam com o sistema operacional para trabalhar com o hardware adequado, como a CPU, para concluir as tarefas necessárias. Alfabetização Digital 86 Elemento gráfico
  • 81. Ajudar a proteger dados controlando acesso do usuário ao computador Um sistema operacional permite que você proteja seus dados. Ele ajuda a especificar direitos de autenticação e autorização para controlar o acesso ao computador e a seus recursos. Autenticação é o processo pelo qual o sistema do computador valida informações de logon de um usuário. Um sistema operacional pode ajudar a criar um nome de usuário e uma senha, para que apenas usuários que conheçam o nome de usuário e a senha possam acessar os recursos do seu computador. Além disso, você pode associar permissões específicas a cada nome de usuário. Isso se chama autorização. Por exemplo, você pode evitar que usuários imprimam documentos do seu computador. Introdução à GUI do Windows 7 87 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação O Windows 7 fornece uma GUI com diversos componentes que ajudam você a interagir com um computador. Os componentes da GUI incluem a área de trabalho, a barra de tarefas, a área de notificação e o botão Iniciar. No Windows 7, o botão Iniciar abre o menu Iniciar. Os comandos do menu Iniciar podem ser usados para abrir um aplicativo, reinicializar ou desligar o computador. A área de trabalho é a área da tela que você vê quando faz logon no Windows 7. Quando você abre aplicativos e pastas, eles aparecem na área de trabalho. Você também pode armazenar ícones na área de trabalho para facilitar o acesso a aplicativos, arquivos e pastas. Um ícone é uma pequena imagem que representa um aplicativo, uma pasta ou um arquivo. A barra de tarefas é uma barra retangular geralmente localizada na parte superior da tela. Ela pode usada para selecionar um aplicativo em execução no computador. A barra de tarefas exibe os aplicativos na forma de botões da barra de tarefas. Os aplicativos também podem ser fixados na barra de tarefas. Quando você fixa aplicativos na barra de tarefas, os botões para iniciá-los são exibidos mesmo quando eles não estiverem em execução. O ícone da Lixeira fica visível na área de trabalho quando você faz logon no Windows 7. Quando você exclui um arquivo ou uma pasta, o Windows 7 armazena o arquivo ou a pasta temporariamente na Lixeira. Você pode mudar a imagem ou o padrão do plano de fundo, chamado de papel de parede, na área de trabalho. O papel de parede é decorativo e não interfere no funcionamento do Windows 7.
  • 82. Opções do menu Iniciar O menu Iniciar é o link central para todos os programas instalados no computador. Você usa o menu Iniciar para executar esses programas, abrir pastas e ajustar as configurações do computador. O menu Iniciar é dividido em três partes: Alfabetização Digital 88 • O painel esquerdo grande mostra uma breve lista dos programas instalados no computador. Você pode clicar em Todos os Programas para ver a lista de todos os programas instalados no computador. Qualquer novo programa que você instalar é adicionado automaticamente à lista Todos os Programas. • A caixa Pesquisar programas e arquivos está no canto inferior esquerdo. Você pode usar essa caixa para encontrar arquivos ou abrir programas digitando os termos de pesquisa apropriados. Essa caixa pesquisa o termo em todos os programas, arquivos e pasta do computador, incluindo mensagens de email, mensagens instantâneas salvas, compromissos e contatos. • Você pode usar os diversos links no painel direito para acessar pastas, arquivos, configurações, recursos e para desligar o computador. Por exemplo, você pode usar o link Documentos para abrir a pasta Documentos, na qual você pode armazenar e compartilhar documentos. Use o link Painel de Controle para controlar diversos aspectos do sistema operacional e do hardware, como configurar a data e a hora do sistema, adicionar e remover programas e solucionar problemas de hardware e software. Você pode usar o link Ajuda e Suporte sempre que tiver uma dúvida sobre o sistema operacional. Trabalhando com programas baseados no Windows Uma janela é uma área retangular do monitor que exibe um programa. Cada programa tem sua própria janela.
  • 83. Gerenciando arquivos e pastas Digamos que você tenha uma livraria. Para gerenciá-la com eficiência, você precisa primeiro classificar os livros com base no assunto, como administração ou ficção. Depois, organizá-los em seções separadas de uma estante. Você precisa fornecer um nome apropriado para cada seção para facilitar a localização de um livro. Do mesmo modo, no sistema operacional Windows, você usa o Windows Explorer para organizar os ararquivos em pastas apropriadas. O Windows Explorer é um programa que ajuda você a localizar e abrir arquivos e pastas. A janela do Windows Explorer no Windows 7 geralmente é dividida em três seções, chamadas painéis. O painel esquerdo, chamado de painel de navegação, permite que você acesse pastas, pesquisas salvas e até mesmo discos rígidos inteiros. Uma pasta é um recipiente para programas e arquivos em interfaces GUI. Ela é representada por um ícone de pasta de arquivo na tela e pode conter arquivos e outras pastas. O painel direito é chamado de painel da Biblioteca. Ele exibe o conteúdo de uma unidade ou pasta. Você pode selecionar pastas da lista exibida no painel de navegação para exibir seu conteúdo no painel de conteúdo. O painel na parte inferior da janela é chamado de Painel de detalhes. Você pode usar o Painel de detalhes para visualizar as propriedades mais comuns associadas ao arquivo selecionado. Executando operações básicas com arquivos Todo arquivo tem um formato associado que define a forma como os dados são armazenados nele. O formato do arquivo é identificado por um ponto junto do nome do arquivo e seguido por três ou quatro letras. Relacionamos a seguir alguns dos formatos de arquivo mais comuns. • • • • Documentos do Word (.doc e outros) Imagens (.gif e .jpg) Programas executáveis (.exe) Arquivos multimídia (.wma e outros) Quando você abre um arquivo, o sistema operacional seleciona um programa adequado para exibir o conteúdo do arquivo com base no seu formato. Por exemplo, quando você abre um documento do Word, o sistema operacional abre um processador de texto, como o Word 2010, para exibir o conteúdo do documento. Módulo 2 – Noções básicas sobre computação 89
  • 84. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 A BARRA DE FERRAMENTAS exibe os botões que representam as janelas de programas abertos. A BARRA DE TAREFAS exibe os botões que representam as janelas de programas abertos. 2 A hierarquia de pastas pode ser vista no PAINEL DE NAVEGAÇÃO. A hierarquia de pastas pode ser vista no PAINEL DE CONTEÚDO. 3 Você usa a pasta REDE para compartilhar documentos. Você usa a pasta DOCUMENTOS para compartilhar documentos. 4 AUTENTICAÇÃO consiste em associar permissões específicas com cada nome de usuário. AUTORIZAÇÃO consiste em associar permissões específicas com cada nome de usuário. 5 Você usa o PAINEL DE CONTROLE para remover programas. Você usa a BARRA DE TAREFAS para remover programas. 6 As pastas podem conter SOMENTE ARQUIVOS. As pastas podem conter ARQUIVOS e OUTRAS PASTAS. Alfabetização Digital 90 7 As pastas podem conter SOMENTE ARQUIVOS. As pastas podem conter ARQUIVOS e OUTRAS PASTAS. 8 O conteúdo de um disquete aparece na janela DOCUMENTOS. O conteúdo de um disquete aparece na janela COMPUTADOR. 9 Você NÃO PODE redimensionar uma janela maximizada. Você PODE redimensionar uma janela maximizada. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Resposta
  • 85. LIÇÃO 5 OPORTUNIDADES DE TRABALHO Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Descrever como os computadores se tornaram uma parte importante do cotidiano rural e urbano. • Identificar as diferentes oportunidades de trabalho disponíveis para uma pessoa com conhecimentos de computação. Compreendendo o amplo alcance dos computadores O uso dos computadores é muito amplo hoje em dia. Eles estão sendo muito usados em áreas urbanas e rurais. Empresas em áreas urbanas usam computadores para manter registros, trocar informações com pessoas em locais distantes e analisar transações diárias para gerar relatórios. Você também pode usar computadores para comprar ou vender produtos pela Internet. 91 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação O uso de computadores não está mais restrito a nenhuma área de trabalho específica. Eles são amplamente usados em qualquer lugar, desde residências até grandes empresas. Este uso abrangente dos computadores criou muitas oportunidades de trabalho. Dependendo da área de seu interesse e do grau de conhecimento sobre computadores, você pode escolher um trabalho que corresponda às suas habilidades.
  • 86. Alfabetização Digital 92 Os computadores podem analisar as vendas do dia para determinar os produtos mais vendidos. Como resultado, você não precisará realizar cálculos complicados para analisar manualmente os dados das vendas. Com os avanços da tecnologia, dispositivos eletrônicos como scanners de código de barras agora são usados nas lojas. Os códigos de barras são barras impressas em preto-e-branco que contêm informações sobre um produto, como seu preço e seu código de produto. O scanner de código de barras, que é conectado ao computador, lê o código de barras e envia as informações para o computador. O computador decodifica as informações e gera a fatura para o cliente. Você não precisa inserir informações manualmente em um computador para armazenar informações de vendas. No final do dia, o computador pode analisar automaticamente os dados das vendas. Os computadores também podem ser usados para transações online, como compra e venda de produtos pela Internet. Os clientes podem visitar os sites da Web de diferentes lojas para comprar produtos. Eles podem pagar por esses produtos pela Internet e os produtos podem ser entregues na casa do cliente. Os computadores também podem ser usados para procurar emprego. Existem vários sites de pesquisa de emprego nos quais as empresas publicam suas vagas. Esses sites também permitem que você publique seu currículo para que ele possa ser visualizado por possíveis empregadores. Os computadores não estão mais restritos à vida urbana, eles começaram a ter utilidade em áreas rurais também. Uma das principais utilizações de computadores em áreas rurais está nos setores da agricultura e de laticínios. Os computadores são usados para obter informações da Internet, processar transações, manter registros e ajudar a melhorar a eficiência da fazenda. O processo de cada fazenda é cuidadosamente monitorado por computadores e otimizado para melhorar os desempenhos. Por exemplo, a quantidade exata de água necessária para irrigar os campos, a quantidade de pesticidas necessária para aplicação nas plantações, tudo isso é determinado com o auxílio de um software especial. De forma semelhante, as fazendas produtoras de laticínios usam um software especial que determina a quantidade exata de alimento necessário ao gado para a produção de uma quantidade específica de leite. Programas computadorizados para acompanhar a saúde dos rebanhos ajudam veterinários a monitorar e gerenciar o tratamento dos animais. Esses registros de saúde ajudam a avaliar os efeitos do gerenciamento e da nutrição na reprodução e na produtividade.
  • 87. Visão geral das oportunidades de trabalho Lembre-se de que os computadores têm um papel muito importante no dia-a-dia de muitos setores, escolas, agências governamentais e lojas. O conhecimento da computação é uma habilidade valiosa em diversas áreas, como educação, agricultura, negócios, saúde, pesquisa científica, questões do governo, artes, entretenimento, publicações e em muitos outros setores. Se deseja trabalhar com computadores, você também pode pesquisar várias oportunidades de emprego na área de computação, caso tenha um bom conhecimento sobre esse assunto. Dependendo de suas habilidades, você poderá trabalhar como operador de informática, profissional de TI ou desenvolvedor de software. A tabela a seguir descreve detalhadamente cada uma dessas opções de trabalho. Descrição Profissional da informação Um profissional da informação, também conhecido como usuário doméstico e comercial, utiliza o computador para inserir e manter registros. Ele pode ser operador de informática, gerente de armazém, designer gráfico, agente de viagens ou empresário. Um operador de informática pode usar o computador para criar documentos e manter registros. Esses registros podem ser analisados pelo computador para gerar relatórios. Um gerente de armazém cuida do estoque do armazém. Com a ajuda de um computador, ele também planeja os turnos dos funcionários. Os designers gráficos usam computadores para criar imagens e animações para fins comerciais. Os agentes de viagem usam os computadores para fornecer informações a seus clientes sobre vários destinos nos feriados, programações de voo e detalhes sobre um determinado lugar. Os detalhes podem incluir desde informações sobre o clima até acomodações em hotéis. Gerentes de banco usam computadores para processar as transações de seus clientes. Usando os computadores, eles fornecem informações, como extrato bancário e taxas de juros, para seus clientes. Atualmente os empresários usam blogs e sites de redes sociais para promover suas empresas e seus produtos. Essas ferramentas de rede oferecem às empresas um alcance mais amplo e as ajudam a encontrar possíveis clientes. Elemento gráfico 93 Módulo 2 – Noções básicas sobre computação Oportunidade de trabalho
  • 88. Profissional de TI Desenvolvedor de software Alfabetização Digital 94 Você também pode usar seu conhecimento em computadores para trabalhar como um profissional de TI. Exemplos de profissionais de TI incluem administradores de rede e administradores de banco de dados. Os administradores de rede são responsáveis pelo gerenciamento e instalação de novos dispositivos na rede. Eles também adicionam e removem indivíduos da lista de usuários autorizados. Além disso, armazenam arquivos em um computador e administram os direitos de acesso. Os administradores de banco de dados trabalham com bancos de dados para manter e organizar as informações armazenadas em um computador. Um banco de dados é um conjunto organizado de informações em um computador. Um desenvolvedor de software cria softwares para usos comerciais, como o gerenciamento de estoque de uma pequena empresa ou a edição de um arquivo de mídia. Semelhante a um desenvolvedor de software, um designer de jogos de computador cria jogos que podem ser jogados em computadores.
  • 89. Autoavaliação Afirmação 1 Resposta Um administrador de banco de dados é um PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO. Um administrador de banco de dados é um PROFISSIONAL DE TI. 2 Os códigos de barras só contêm o PREÇO de um produto. Os códigos de barras contêm informações sobre o PRODUTO. 3 Os clientes NÃO PODEM pagar por um produto pela Internet. Os clientes PODEM pagar por um produto pela Internet. 4 Um agente de viagens é um PROFISSIONAL DE TI. Um agente de viagens é um PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO. 5 Um SCANNER DE CÓDIGO DE BARRAS transmite dados para um COMPUTADOR. Um COMPUTADOR transmite dados para um SCANNER DE CÓDIGO DE BARRAS. 6 Um banco de dados é um conjunto organizado de DADOS. Um banco de dados é um conjunto organizado de PROGRAMAS NORMALMENTE UTILIZADOS. Um designer gráfico é um DESENVOLVEDOR DE SOFTWARE. Um designer gráfico é um PROFISSIONAL DE TI. 8 Um ADMINISTRADOR DE REDE gerencia equipamentos com problemas. 9 95 Um ADMINISTRADOR DE BANCO DE DADOS gerencia equipamentos com problemas. Um ADMINISTRADOR DE REDE é responsável pela segurança. Um DESENVOLVEDOR DE SOFTWARE é responsável pela segurança. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Módulo 2 – Noções básicas sobre computação 7
  • 90. Módulo 3 Introdução 97 Programas de Produtividade
  • 91. MÓDULO 3 PROGRAMAS DE PRODUTIVIDADE Visão geral do curso Programas de produtividade Informações sobre o módulo Este módulo descreve as diferentes categorias de programas de produtividade e seus usos. Ele também explica os comandos e recursos comuns da interface do usuário destes programas. Neste curso, você também aprende a executar tarefas básicas nos programas de produtividade utilizados mais comumente. 99 Módulo 3 – Programas de Produtividade Os programas de produtividade são ferramentas que você pode usar para criar documentos, apresentações, tabelas, gráficos e elementos gráficos. Este curso explora os aplicativos de software utilizados com mais frequência nos negócios, na educação e em casa. Neste curso, você aprenderá os recursos de diversos programas de produtividade, como software de processador de texto, planilhas, software de apresentação e bancos de dados. Você também aprenderá a selecionar o software correto para atender às suas necessidades.
  • 92. Informações Descrição Público Este módulo destina-se a qualquer pessoa que queira obter conhecimentos sobre alfabetização digital. Pré-requisitos Os estudantes devem ter habilidades básicas de compreensão e leitura com nível necessário para ler um jornal local. Os estudantes devem ter feito o primeiro curso Noções básicas sobre computadores ou ter conhecimentos equivalentes de informática. Objetivos do módulo Ao concluir este módulo, o aluno será capaz de: • Descrever a funcionalidade dos programas comuns no Microsoft Office 2010 e no Office Live. • Identificar os recursos e os comandos compartilhados por programas de produtividade. • Usar um processador de texto. • Trabalhar com planilhas. • Trabalhar com programas de apresentação. • Criar e armazenar informações em um banco de dados. Introdução ao módulo Alfabetização Digital 100 Você precisa criar vários tipos de documentos para apresentar informações em formatos diferentes. Esses documentos podem ser criados facilmente com os programas de produtividade. A maior parte dos programas tem comandos e recursos comuns que facilitam o trabalho em programas diferentes. Este módulo descreve os comandos e recursos comuns dos diferentes programas de produtividade. Ele também explica como trabalhar com várias categorias de programas de produtividade, como processadores de texto, planilhas, programas de apresentação e programas de banco de dados. Resumo do módulo Lição Descrição Introdução aos programas de produtividade Os computadores o ajudam a executar várias tarefas, como escrever uma carta, criar um relatório de projeto, fazer uma apresentação de vendas, manter contas domésticas ou gerenciar informações de clientes. Para executar cada tarefa, são necessários programas especializados, conhecidos como programas de produtividade. Comandos e recursos comuns A maior parte dos programas de produtividade inclui alguns recursos e comandos comuns. Esses programas também têm uma interface do usuário comum, o que facilita o trabalho entre eles. Além disso, você pode usar os comandos do Faixa de Opções, os botões das barra de ferramentas e os atalhos do teclado para executar rapidamente tarefas comuns nos diferentes programas. Elemento gráfico
  • 93. Os processadores de texto o ajudam a trabalhar com documentos baseados em texto. Com um processador de texto, você pode editar e formatar o texto para alterar a aparência do documento. Você também pode usar um processador de texto para adicionar tabelas e imagens em um documento de texto. Além disso, você pode usar as ferramentas de idioma em um processador de textos para corrigir erros ortográficos e gramaticais. Você também pode usar processadores de texto avançados, como o Word 2010, para criar publicações básicas para DTP. Com o Word 2010, você pode criar documentos online que podem ser acessados por seu colega para colaboração. Introdução aos programas de planilha Você pode usar um programa de planilhas, como o Excel 2010, para armazenar e modificar dados. Pode também executar vários cálculos matemáticos, como adição, subtração e multiplicação em uma planilha usando fórmulas. Além disso, você pode criar gráficos em uma planilha para apresentar dados numéricos em um formato fácil de entender. Com o Excel 2010, você pode criar planilhas online que podem ser acessadas por seu colega para colaboração. Introdução aos programas de apresentação Você pode usar um programa de apresentação, como o PowerPoint 2010, para criar material audiovisual que pode ser usado para apresentar informações. Com programas de apresentação, você pode usar texto, elementos gráficos e de multimídia para dar suporte a seus pontos principais. Com o PowerPoint 2010, você pode criar apresentações online. Essas apresentações podem ser exibidas por seu público a qualquer momento, de qualquer lugar. Introdução aos programas de banco de dados Você pode usar um programa de banco de dados, como o Access 2010, para armazenar, editar e formatar informações. Além disso, pode classificar e filtrar os dados armazenados no banco de dados. Você também pode usar as consultas para recuperar informações específicas de um banco de dados. Além disso, pode gerar consultas e relatórios em um programa de banco de dados para organizar, resumir e executar cálculos nos dados armazenados no banco de dados. 101 Módulo 3 – Programas de Produtividade Introdução aos processadores de texto
  • 94. LIÇÃO 1 INTRODUÇÃO AOS PROGRAMAS DE PRODUTIVIDADE Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Descrever a funcionalidade de diversos programas de produtividade. • Explicar os benefícios de modelos e do Office Online. • Explicar o uso dos Office Web Applications. 103 Módulo 3 – Programas de Produtividade Digamos que você seja um professor em uma escola e queira iniciar um programa para controlar o desempenho dos estudantes em cada ano. Para esse programa, primeiro é necessário coletar as notas dos testes de todos os estudantes e identificar as medidas tomadas pelos professores para melhorar o desempenho. Depois, você precisa combinar esses dados e salvá-los de tal modo que posteriormente seja fácil recuperar e atualizar essas informações. Depois de coletar e salvar todas as informações, você precisará apresentar esses dados aos outros professores e criar planos de desenvolvimento individuais para os estudantes. Para concluir toda essa tarefa, você precisa utilizar os diferentes tipos de programas de produtividade. Esses programas o ajudam a executar uma tarefa específica de maneira fácil e eficaz. Você também pode reduzir os esforços para a criação de documentos usando modelos disponíveis online. Se você precisar exibir e compartilhar seus documentos e trabalhar neles com outros professores pela Web, será possível usar Office Web Applications para acessar e editar documentos. Nesta lição, você aprenderá os recursos básicos dos programas de produtividade. Você também aprenderá sobre modelos e Office Web Applications que ajudam a criar e a editar documentos.
  • 95. Visão geral dos programas de produtividade Você pode usar um computador para executar várias tarefas, como escrever uma carta, tomar notas, criar um relatório de projeto, fazer uma apresentação de vendas, manter contas domésticas ou gerenciar informações de clientes. Para executar cada tarefa, são necessários programas especializados, conhecidos como programas de produtividade, instalados em seu computador. Por exemplo, para escrever cartas e outros documentos de texto, você pode usar um processador de texto. Do mesmo modo, para criar apresentações, você pode usar um programa de apresentação. A tabela a seguir descreve alguns programas de produtividade comuns. Programa Descrição Processadores de texto Um processador de texto pode ser usado na criação de documentos que basicamente contenham texto. Um exemplo de processador de texto comumente usado é o Microsoft Word 2010. Programas de anotações Você pode usar um programa de anotações para coletar, capturar e armazenar informações de uma maneira que elas possam ser facilmente compartilhadas e localizadas. Um exemplo comum de um programa de anotações é o Microsoft OneNote 2010. Programas de planilha Você pode usar um programa de planilhas para trabalhar com números e executar cálculos matemáticos. O Microsoft Excel 2010 é um exemplo comum de programa de planilhas. Programas de apresentação Um programa de apresentação pode ser utilizado para combinar elementos gráficos e textos na criação de apresentações. O Microsoft PowerPoint 2010 é um exemplo de programa de apresentação. Programas de banco de dados Os programas de banco de dados podem ser usados para organizar dados, como informações de contato de clientes e produtos comprados por eles, em um formato fácil de usar e modificar. Um programa de banco de dados comum é o Microsoft Access 2010 Alfabetização Digital 104 Recursos dos programas de produtividade Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Ajuda você a organizar dados em formato de fácil acesso. 2 Ajuda você a executar cálculos matemáticos. 3 Contém, em sua maior parte, texto. 4 Ajuda você a armazenar grandes volumes de dados. 5 Ajuda você a criar documentos. 6 Ajuda você a trabalhar com números.
  • 96. Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Planilha Processador de texto Programa de banco de dados Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Usando os modelos do Office 2010 e o Office Online Visão geral dos Office Web Applications Os Microsoft Offline Web Applications são versões online do Microsoft Word, Excel, PowerPoint e OneNote. Esses aplicativos ajudam você a criar, editar e exibir documentos virtualmente, de qualquer lugar. Tudo o que você precisa ter é uma conexão com a Internet. Você pode 105 Módulo 3 – Programas de Produtividade O Microsoft Office 2010 fornece modelos internos que você pode usar para criar documentos profissionais e atraentes, apresentações criativas e planilhas cheias de recursos. Esses modelos têm layouts e formatos predefinidos que ajudam você a criar documentos com grande eficiência em menos tempo. Você pode usar modelos padrão para criar documentos. Por exemplo, é possível usar os modelos do Microsoft Word 2010 para projetar seus currículos, descrições de cargo, convites, calendário, memorandos e agendas. Também é possível usar modelos do Office PowerPoint 2010 para criar apresentações atraentes que usam slides animados, slides de imagem, slides de transição 3D e slides com plano de fundo texturizado. Com os modelos do Office Excel 2010, você pode criar planilhas que o ajudarão a analisar dados, a visualizar tendências e a compartilhar resultados. Além dos modelos padrão, você poderá usar modelos adicionais baixando-os do site Office. com. Para baixar um modelo específico, é preciso digitar uma palavra-chave na seção Modelos, visualizar os modelos disponíveis em uma lista e então baixar o modelo. O Office 2010 também oferece acesso ao Microsoft Office Online, onde você pode obter serviços online gratuitos para o Office. Esse site oferece modelos gratuitos que podem ser usados na criação de documentos, apresentações e planilhas. Além dos modelos, esse site oferece atualizações de produto, clip-art, ajuda do Office e respostas de perguntas frequentes (FAQs). A maioria dos serviços é gratuita e você pode avaliá-los sem se registrar no Office Online. Entretanto, determinados serviços necessitam que você se registre no site. Um desses serviços é o serviço de publicação de calendário do Microsoft Office Outlook, que seria usado para publicar seu calendário do Office Outlook. Para se registrar no Office Online, você precisará usar suas credenciais do Windows Live ID.
  • 97. acessar os Office Web Applications por meio do Windows Live, que é um serviço gratuito, ou um servidor que execute o Microsoft SharePoint Foundation 2010. Os Office Web Applications são particularmente úteis quando você está em trânsito. Você precisa salvar seus documentos no Skydrive, um serviço de armazenamento online do Windows Live, e então acessá-los usando seu navegador da Web da mesma maneira como faria com aplicativos para área de trabalho do Office. Dessa maneira, você pode usar qualquer ferramenta necessária a qualquer momento. Você também pode exibir, compartilhar e trabalhar em seus documentos com seus colegas online, independentemente da versão do Microsoft Office que estejam usando. Você pode permitir que seus colegas editem simultaneamente os documentos enquanto trabalha com eles. Você pode usar o Word Web Application para atualizar e verificar a ortografia de seus relatórios enquanto digita, formatar fontes e estilos e então imprimi-los. Com o Excel Web Application, você pode trabalhar no orçamento de seu projeto em tempo real. Você também pode usar o PowerPoint Web Application para criar uma apresentação impressionante para discutir o plano de projeto com seus superiores. E enquanto estiver fazendo isso, você poderá usar o OneNote Web Application para armazenar ideias e informações obtidas de seus colegas. Alfabetização Digital 106 Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que programa você deve usar para criar uma apresentação? Selecione a resposta correta. ( ) Word 2010. ( ) Excel 2010. ( ) PowerPoint 2010. ( ) Access 2010. 2) Que Office Web Application ajuda a armazenar ideias quando você está trabalhando em colaboração com seus colegas? Selecione a resposta correta. ( ) PowerPoint. ( ) OneNote. ( ) Word. ( ) Excel. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”.
  • 98. LIÇÃO 2 COMANDOS E RECURSOS COMUNS Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Identificar os principais componentes da interface gráfica do usuário (GUI) de um programa de produtividade. • Usar o ponteiro para navegar em um programa. • Identificar as guias, os grupos e os comandos na Faixa de Opções. 107 Módulo 3 – Programas de Produtividade Você pode usar diferentes tipos de programas de produtividade para criar diferentes tipos de documentos para armazenamento e apresentação de informações. A maior parte dos programas de produtividade fornece recursos para executar algumas tarefas comuns. Por exemplo, na maior parte deles você pode abrir e fechar um arquivo, imprimir um arquivo, e inserir, mover, modificar e excluir textos e objetos. Para ajudá-lo a executar essas tarefas comuns, a maior parte dos programas de produtividade inclui alguns comandos e recursos comuns e tem uma interface semelhante. A interface do usuário do Microsoft Office Fluent nos programas do Microsoft Office tem vários recursos comuns, como a Faixa de Opções e a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido. Esses recursos permitem que você trabalhe com qualquer programa novo porque aplica o que aprendeu em um programa em outro programa. Nesta lição, você aprenderá os comandos e recursos comuns de vários tipos de programas de produtividade. Aprenderá também os principais componentes da interface do usuário, atalhos do teclado e várias combinações de teclas.
  • 99. • Usar os botões nas barras de ferramentas para executar diversas tarefas. • Digitar texto e caracteres em um programa usando o teclado. • Explicar o uso dos atalhos do teclado e combinações de teclas. Introdução à interface do usuário Alfabetização Digital 108 Uma interface do usuário ajuda você a interagir com um programa em seu computador. A maioria dos programas de produtividade tem uma interface semelhante com recursos comuns. Esta demonstração descreve os principais recursos de um aplicativo do Microsoft Office 2010. A interface do usuário do Office 2010 facilita o gerenciamento eficiente de programas do Office. Cada programa do Office 2010 tem uma aparência semelhante, principalmente devido à faixa de opções na parte superior da área de trabalho. A faixa de opções substitui os menus e as barras de ferramentas tradicionais por um layout altamente visual de ferramentas organizado em um conjunto de guias, dependendo das tarefas a serem executadas. Em cada guia, as ferramentas são organizadas em grupos relacionados a funções específicas. Por exemplo, a guia Página Inicial contém ferramentas comumente usadas no programa. Algumas guias, Página Inicial, Inserir, Layout da Página e Exibição estão sempre expostas; outras aparecem somente quando você clica em itens na página. Por exemplo, quando você clica em uma imagem em um documento do Word, as guias contextuais de Ferramentas de Imagem aparecem, exibindo as ferramentas que podem ser usadas para trabalhar com a imagem selecionada. No canto superior esquerdo da faixa de opções, você tem a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido. Essa barra de ferramentas fornece botões para comandos comumente usados, como Salvar, Desfazer e Impossível repetir. Entretanto, você pode personalizar a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido para incluir comandos usados com frequência. A barra de título exibe o nome do documento atualmente aberto. A barra de título também contém os botões Minimizar, Rest. Tamanho ou Maximizar e Fechar. Quando você clica na guia Arquivo na faixa de opções, ela mostra a exibição Microsoft Office Backstage. Essa exibição permite que você trabalhe com os arquivos criados no Office 2010. A exibição Backstage organiza comandos para tarefas comuns – como abrir, salvar, fechar e imprimir um arquivo – em um local e simplifica o acesso a esses comandos.
  • 100. Usando o ponteiro Um cursor é uma barra vertical piscante na tela que indica a localização de onde você deseja inserir texto ou elementos gráficos em um documento. Você também pode usar o cursor para selecionar texto ou elementos gráficos em um documento. Um ponteiro do mouse é uma seta na tela ou qualquer forma que se move conforme você movimenta o mouse ou outro dispositivo apontador. Usando o ponteiro, você pode se mover com rapidez em um documento e selecionar comandos e texto diferentes. Você altera o local do ponteiro movendo o mouse. A área da tela em que é exibido o ponteiro é o destino da ação quando você pressiona um dos botões do mouse. Ao mover o ponteiro e clicar no botão do 109 Módulo 3 – Programas de Produtividade A guia Informações fornece comandos que você pode usar para proteger e compartilhar seus documentos. Você também pode exibir informações como as propriedades e a versão do documento. A guia Recente exibe os arquivos mais recentes em que você trabalhou no programa atual. Você pode usar a guia Novo para criar um novo documento em branco ou um documento baseado em modelos. Você pode usar a guia Salvar e Enviar para salvar e enviar documentos. Os comandos dessa guia também ajudam a salvar seu documento em formato PDF ou XPS. A guia Imprimir da exibição Backstage exibe opções para visualização e impressão de seu arquivo. O botão Opções ajuda a configurar preferências e configurações de segurança do aplicativo. Você também pode Personalizar Faixa de Opções e a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido na página Opções. O conteúdo do seu arquivo aparece na área de trabalho do programa. Você pode adicionar e editar conteúdo ali. Quando você seleciona texto na área de trabalho, uma minibarra de ferramentas temporária contendo comandos de formatação de texto é exibida. A minibarra de ferramentas desaparecerá ser você não a usar. As barras de rolagem são barras verticais e horizontais localizadas do lado ou na parte inferior da área de exibição. Você pode usar as barras de rolagem para passar para um local específico na área de trabalho. A barra de status fornece informações sobre o documento atualmente aberto. Você pode personalizar a barra de status para mostrar as informações desejadas clicando com o botão direito do mouse na barra de status e selecionando as opções necessárias. A barra de ferramentas Exibição está localizada na extremidade direita da barra de status. Você pode usar os controles de exibição para ampliar a exibição e mostrar o arquivo em exibições diferentes. O botão Ajuda aparece na extremidade direita da Faixa de Opções. Usando esse botão, você pode pesquisar tópicos da ajuda relacionados ao programa.
  • 101. mouse, você especifica o novo local do cursor. Por exemplo, ao trabalhar com um processador de texto, como o Word 2010, você pode especificar o local do cursor movendo o ponteiro para o local e clicando no botão esquerdo do mouse. Você também usa o ponteiro para apontar para um menu ou botão e selecionar texto ou elementos gráficos em um programa. Trabalhando com a Faixa de Opções Alfabetização Digital 110 Em aplicativos de produtividade, como o Word 2010, a Faixa de Opções consiste em guias. Cada guia é dividida em grupos. Um grupo ajuda a executar um conjunto de tarefas semelhantes, como a adição de imagens ou de formas em uma página. A Faixa de Opções também consiste em guias contextuais. Essas guias aparecem somente quando é necessário. Por exemplo, em um documento do Word 2010, a guia contextual para edição de uma tabela aparece quando você insere um tabela no documento. Quando você abre um aplicativo de produtividade, como o Word 2010, pode ver a Faixa de Opções acima da área de trabalho. Essas são as guias da Faixa de Opções e os grupos de botões nas guias. A guia Página Inicial é aberta quando você inicia o Word 2010. Essa guia contém botões que você pode usar para alterar a aparência do texto no documento. Observe que os planos de fundo de alguns botões mudam de cor quando você aponta para eles. Isso significa que os botões estão disponíveis. Outras guias ou botões estão temporariamente indisponíveis. O botão Recortar está indisponível porque não há texto no documento. Quando você adiciona texto a um documento, alguns botões que estavam indisponíveis agora estão disponíveis para uso. Em alguns dos seus documentos, talvez você queira adicionar imagens ou tabelas além do texto. Nesses casos, você pode usar os botões da guia Inserir para inserir imagens, tabelas e símbolos em seu documento. Você pode dar ao seu documento uma aparência profissional ao adicionar bordas de página, ao aplicar cores de página ou ao alterar o espaçamento entre parágrafos. Os botões da guia Layout da Página ajudam você a fazer isso. Se não tiver certeza do que um botão faz, posicione o ponteiro do mouse nesse botão e informações sobre ele serão exibidas em uma pequena caixa, conhecida como Dica de Tela. As opções avançadas em um grupo em particular estão disponíveis em uma caixa de diálogo, que é exibida quando você clica no botão Iniciador de Caixa de Diálogo, no canto inferior direito dessa área de grupo. Por exemplo, se você precisa alterar o alinhamento de uma página, poderá acessar as opções por meio do botão Iniciador da Caixa de Diálogo Configurar página. Você pode verificar a ortografia e a gramática em seu documento, pesquisar um sinônimo de uma palavra em particular ou pesquisar material de referência em dicionários e enciclopédias, além de usar os botões da guia Revisão. Esses botões ajudam você a revisar e a fazer alterações no documento.
  • 102. Você pode exibir seu documento de maneiras diferentes usando os botões na guia Exibição. Por exemplo, você pode usar esses botões e exibir o documento em formato de leitura de tela cheia. A guia Exibição também oferece a opção de ampliar ou reduzir o zoom de um documento e alternar entre janelas se tiver mais de um documento aberto ao mesmo tempo. Depois de criar o documento, talvez você queira salvá-lo ou imprimi-lo. Para fazer isso, clique na guia Arquivo na Faixa de Opções para abrir a exibição Backstage e então use a opções Salvar ou Imprimir. O Office 2010 permite que você personalize a Faixa de Opções. Você pode criar suas próprias guias e grupos de guias e então adicionar seus comandos favoritos aos grupos de guias. Observe que a guia personalizada é adicionada à Faixa com os comandos. Ao trabalhar com seu documento, talvez você queira localizar informações sobre um determinado recurso. Você pode usar o botão Ajuda para obter as informações. As etapas para executar o procedimento de personalização de faixas de opções estão descritas a seguir: 111 Módulo 3 – Programas de Produtividade 1. Para iniciar o Word 2010, clique no botão Iniciar, em Todos os Programas, em Microsoft Office e em Microsoft Word 2010. 2. Para exibir os botões que ajudam a inserir diferentes elementos em um documento, na Faixa de Opções, clique na guia Inserir. 3. Para exibir os botões que ajudam a alterar a aparência de um documento, na Faixa de Opções, clique na guia Layout da Página. 4. Para exibir a Dica de Tela de um botão, posicione o ponteiro no botão. 5. Para exibir as opções avançadas em um grupo, no canto inferior direito do grupo Configurar Página, clique no botão Iniciador da Caixa de Diálogo Configurar página. 6. Para exibir os botões que ajudam a revisar e editar um documento, na Faixa de Opções, clique na guia Revisão. 7. Para exibir os botões que ajudam a alterar a exibição de um documento, na Faixa de Opções, clique na guia Exibição. 8. Para exibir todos os comandos em nível de arquivo, clique na guia Arquivo. 9. Para personalizar a Faixa de Opções, clique na guia Arquivo e então clique em Opções. 10. Na janela Opções do Word, clique em Personalizar Faixa de Opções. 11. No painel direito, clique em Nova Guia. 12. No painel Guias Principais, verifique se Novo Grupo está selecionado. 13. Em Comandos Populares, selecione Copiar e clique em Adicionar. 14. De modo semelhante, selecione Excluir e clique em Adicionar, e então clique em OK. 15. Para exibir a janela Ajuda do Word, na barra Menu, clique no botão Ajuda do Microsoft Office Word.
  • 103. Usando as barras de ferramentas Alfabetização Digital 112 Quando você trabalhar com um programa, frequentemente poderá usar determinados comandos, como copiar e colar e os comandos de estilo de fonte e de recuo. Em vez de usar comandos da barra de menus, você pode acessar diretamente os comandos usados mais comumente usando a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido e a Minibarra de ferramentas. A Barra de Ferramentas de Acesso Rápido é uma barra de ferramentas personalizável que contém um conjunto de comandos. Essa barra de ferramentas sempre aparece na parte superior de um documento aberto. Na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, você também pode adicionar botões para os comandos usados com frequência. A Minibarra de ferramentas só aparece quando você seleciona texto em um documento. É possível alterar o tamanho, a fonte ou a cor do texto usando as opções dessa barra de ferramentas. Técnicas de teclado para inserção de texto Você utiliza um teclado para inserir informações em um computador. Para inserir informações, primeiro é necessário definir onde colocá-las e depois pressionar as teclas apropriadas. A tecla ENTER pode ser usada para instruir o computador a concluir uma ação. Dependendo do tipo de programa, a tecla ENTER também pode ser usada para executar um comando. Em alguns programas de produtividade, como processador de texto, ao pressionar a tecla ENTER, você termina uma linha de texto e inicia uma nova. A BARRA DE ESPAÇOS pode ser usada para inserir um caractere de espaço. Por exemplo, é possível pressionar a BARRA DE ESPAÇOS para inserir um espaço entre duas palavras. A tecla SHIFT pode ser usada junto com outra tecla para dar a ela uma função alternativa. Por exemplo, pressionando a tecla SHIFT com qualquer outra tecla você digita a versão maiúscula da letra.
  • 104. A tecla SHIFT também é usada em várias combinações para criar caracteres não alfanuméricos, como um parêntese, ou para executar operações especiais. Por exemplo, usamos a tecla SHIFT junto com a SETA PARA CIMA ou SETA PARA BAIXO para selecionar dados. Pressione a tecla CAPS LOCK para digitar todos os caracteres alfabéticos do teclado em letra maiúscula. Esse modo é muito mais fácil do que manter a tecla SHIFT pressionada enquanto estiver digitando uma frase inteira em maiúscula. A tecla CAPS LOCK não afeta números, sinais de pontuação ou teclas de função. A tecla BACKSPACE é usada para mover o ponto de inserção para a esquerda e excluir um caractere à esquerda. A tecla BACKSPACE move um caractere de cada vez. O teclado numérico é um bloco de teclas no estilo de calculadora que pode ser utilizado para inserção de números. Ele inclui teclas para os dígitos de 0 a 9, adição, subtração, multiplicação e divisão. A tecla NUM LOCK, quando ativada, habilita o teclado numérico. Quando a tecla NUM LOCK for desativada, a maioria das teclas do teclado numérico poderá ser utilizada para mover o ponto de inserção, mover o documento, uma tela de cada vez, ou mover rapidamente até o início ou fim do documento. Técnicas avançadas do teclado para inserção de texto 113 Módulo 3 – Programas de Produtividade As teclas de função do teclado são usadas para a execução de tarefas especiais em programas diferentes. Por exemplo, a tecla F1 é utilizada para exibir o arquivo de Ajuda associado ao programa. Entretanto, as tarefas dessas teclas são específicas a cada programa. Por exemplo, no PowerPoint 2010, a tecla F5 é usada para iniciar uma apresentação de slides, enquanto que no Word 2010 a mesma tecla exibe a caixa de diálogo Localizar e Substituir. As teclas de navegação são usadas para controlar o movimento do cursor. Essas teclas incluem HOME, END, PAGE UP, PAGE DOWN e quatro teclas de direção. A tecla HOME geralmente desloca o cursor para o início de uma linha ou de um documento. A tecla END geralmente desloca o cursor para o final de uma linha ou de um documento. As teclas PAGE UP e PAGE DOWN deslocam o cursor para cima ou para baixo, uma tela de cada vez. O número de linhas que elas movem vai variar em função do tamanho de seu monitor. As quatro teclas de direção são usadas para mover o cursor vertical ou horizontalmente na tela de exibição. Os atalhos de teclado, nos quais duas ou mais teclas são pressionadas ao mesmo tempo, ajudam a executar uma ação rapidamente sem o uso dos menus ou dos ícones da barra de ferramentas. Por exemplo, o atalho de teclado para salvar um documento aberto é CTRL+S.
  • 105. Um teclado padrão não tem teclas dedicadas para vários caracteres e símbolos específicos. Entretanto, você pode inserir caracteres especiais com uma combinação de teclas específicas em um teclado padrão. Por exemplo, símbolo de copyright não tem uma tecla dedicada a ele. Para inserir o símbolo de copyright, pressione ALT+0169. Alfabetização Digital 114
  • 106. Autoavaliação Afirmação 1 Resposta Os aplicativos de produtividade são TAREFAS criados para PROGRAMAS específicos. Os aplicativos de produtividade são PROGRAMAS criados para TAREFAS específicas. 2 Usando o PONTEIRO, você pode selecionar diferentes comandos em um programa. Usando o CURSOR, você pode selecionar diferentes comandos em um programa. 3 Você usa a BARRA DE STATUS para se mover para um local específico na área de trabalho. Você usa a BARRA DE ROLAGEM para passar para um local específico na área de trabalho. 4 A Faixa de Opções tem GUIAS agrupadas em uma seção lógica. A Faixa de Opções tem ARQUIVOS agrupados em uma seção lógica. 5 Você sai de um aplicativo usando opções da guia Arquivo. Você sai de um aplicativo usando opções da BARRA DE FERRAMENTAS DE ACESSO RÁPIDO. 6 Em um teclado padrão, você TEM teclas dedicadas para símbolos. Em um teclado padrão, você NÃO TEM teclas dedicadas para símbolos. A MINIBARRA DE FERRAMENTAS só aparece quando você seleciona texto em um documento. A BARRA DE FERRAMENTAS DE ACESSO RÁPIDO só aparece quando você seleciona texto em um documento. 8 Você redimensiona a janela do documento usando opções da BARRA DE TÍTULO. Você pode redimensionar a janela do documento usando opções da BARRA DE STATUS. 9 Pressionar a BARRA DE ESPAÇOS encerra uma linha de texto. Pressionar ENTER encerra uma linha de texto. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 115 Módulo 3 – Programas de Produtividade 7
  • 107. LIÇÃO 3 INTRODUÇÃO AOS PROCESSADORES DE TEXTO Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • • • Executar tarefas básicas em um processador de texto. Criar um documento usando um modelo. Editar e formatar texto. Trabalhar com tabelas e imagens. Revisar um documento. Criar um novo documento online. Identificar os benefícios da DTP. 117 Módulo 3 – Programas de Produtividade Digamos que você precise criar um currículo profissional para se candidatar a um cargo. Esse currículo lista os diversos detalhes em um formato fácil de ler. Além disso, você deseja realçar o texto que descreve suas realizações. Você pode usar um processador de texto, como o Word 2010, para criar um currículo atraente. Um processador de texto é um programa especializado que permite alterar a aparência de um documento de texto. Ele inclui ferramentas que ajudam você a criar documentos inserindo elementos gráficos, tabelas e outros elementos de mídia. Um programa processador de texto também ajuda a criar uma variedade de documentos comerciais e pessoais como relatórios, currículos e cartas. Nesta lição, você aprenderá as tarefas básicas que podem executadas com um processador de texto. Aprenderá a trabalhar com texto, tabelas e imagens. Além disso, você aprenderá os benefícios da editoração eletrônica (DTP).
  • 108. Introdução ao Word 2010 Um processador de texto fornece a funcionalidade de vários componentes como papel, caneta, digitador, borracha e dicionário. A maioria dos computadores tem processadores de texto básicos pré-instalados, como o Bloco de Notas e o Microsoft WordPad. Você também pode usar processadores de texto avançados, como o Word 2010, para executar tarefas complexas que incluem verificar ortografia, encontrar sinônimos, inserir gráficos, imprimir documentos e exibir documentos em várias janelas na tela. Neste exercício simulado, você executará tarefas básicas no Word 2010. Alfabetização Digital 118 Passo1: Para exibir um programa armazenado no computador, clique em Iniciar e, então, aponte para Todos os Programas. Passo2: Para abrir o Word 2010, clique em Microsoft Office e então clique em Microsoft Word 2010. Passo3: Para incluir texto no documento, na janela Documento1 – Microsoft Word, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado para você. Passo4: Para mover o cursor para o início do documento, mantenha pressionada a tecla CTRL e então pressione a tecla HOME. Passo5: Para mover o cursor para o final do documento, mantenha pressionada a tecla CTRL e então pressione a tecla END. Passo6: Para mover o cursor uma linha para cima, pressione a tecla SETA PARA CIMA. Passo7: Para mover o cursor para o início de uma linha, pressione a tecla HOME. Passo8: Para mover o cursor para o final de uma linha, pressione a tecla END. Passo9: Para salvar o documento, na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, clique em Salvar.
  • 109. Passo10: Para alterar o nome do arquivo, na caixa de diálogo Salvar como, na caixa Nome do arquivo, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o nome do arquivo seja digitado automaticamente e clique em Salvar. Passo11: Para abrir um documento existente, clique no menu Arquivo e em Abrir. Passo12: Na caixa de diálogo Abrir, clique em folhetos e então clique em Abrir. Passo13: Para imprimir cópias do documento, clique na guia Arquivo e em Imprimir. Passo14: Na guia Imprimir, na caixa Cópias, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para ter o número de cópias digitado automaticamente e então clique em Imprimir. Passo15: Para alternar entre os arquivos abertos, clique na guia Exibição. Passo16: No grupo Janela, clique em Alternar Janelas e então clique em Diretrizes.docx. Criando um documento usando um modelo O Office 2010 oferece diversos tipos de modelos. Esses modelos contêm formatos e layouts predefinidos que podem ser usados na criação de um documento. Modelos padrão estão disponíveis localmente na área de trabalho. Entretanto, os modelos avançados estão disponíveis no site Office.com. Editando e formatando texto Suponha que você tenha escrito uma carta a um amigo sobre suas férias. Depois de escrevê-la, decide fazer algumas alterações. Você gostaria de editar e excluir um texto, alterar o espaçamento entre linhas e aumentar o tamanho da fonte. Você pode usar um processador de texto, como o Word 2010, para formatar a carta. O Word 2010 ajuda a recortar, copiar e colar texto, desfazer e refazer ações, justificar texto, alterar parâmetros da fonte, alterar o espaçamento dos parágrafos e executar várias outras funções de formatação e edição. 119 Módulo 3 – Programas de Produtividade Passo1:Para iniciar o Microsoft Word 2010, clique em Iniciar, em Todos os Programas, em Microsoft Office e em Microsoft Word 2010. Passo2: Para criar um novo arquivo, clique em Arquivo e em Novo. Passo3: Para selecionar um modelo de carta, no painel Modelos do Office.com, role para baixo, clique em Cartas e então clique em Cover letters. Passo4: Para selecionar uma folha de rosto em particular, clique na barra de rolagem, clique em Carta de apresentação em resposta a anúncio para cargo técnico. Passo5: No painel direito, clique na barra de rolagem e então clique em Baixar. Passo6: Para editar a primeira linha do modelo, clique duas vezes na palavra [Seu nome]. Passo7: Para digitar o nome Carlos Lacerda, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo8: Para salvar o arquivo, na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, clique em Salvar. Passo9: Na caixa de diálogo Salvar como clique em Salvar. Passo10: Na caixa de mensagem Microsoft Word, clique em OK.
  • 110. No exemplo a seguir, você verá como executar tarefas básicas relacionadas à edição e à formatação de texto no Word 2010. Alfabetização Digital 120 Suponha que você tenha escrito uma carta em um documento do Word 2010. Você gostaria de alterar algumas palavras e de alterar a ordem de frases na carta. Você pode fazer isso com facilidade usando as diversas opções de edição e de formatação do Word 2010. Para selecionar uma palavra ou frase em um documento, use o mouse ou o teclado. A opção Copiar do Word 2010 ajuda a duplicar as informações. A cópia de um texto não altera o local real do texto original. A opção Colar pode ser usada para inserir texto recortado ou copiado de um documento para um local diferente no mesmo documento ou em um documento diferente. Também é possível reverter ou repetir ações executadas no documento clicando na seta Desfazer ou Repetir e então selecionando uma ação específica de uma lista de ações realizadas. A opção Refazer ajuda a reter a ação Desfazer. Você pode usar a opção Recortar para remover texto selecionado de seu local original e então colar o texto novamente no documento. Observe que o botão Opções de Colagem aparece ao lado da seleção colada. Você pode selecionar uma opção do menu de atalho para especificar a formatação do texto colado. Quando precisar alterar o tipo de fonte de uma palavra ou de uma frase, use as opções disponíveis no grupo Fonte.
  • 111. 121 Módulo 3 – Programas de Produtividade De modo semelhante, você pode alterar o tamanho da fonte de uma palavra ou frase no documento. Para enfatizar partes importantes do texto, você pode aplicar cores de fonte diferentes a palavras ou a frases no documento. Também é possível realçar partes do texto usando a ferramenta Realçar, disponível no grupo Fonte. É possível especificar a disposição do texto em um documento usando as configurações de alinhamento. Use o botão Justificar para alinhar o texto de um parágrafo uniformemente entre as margens esquerda e direita de uma página. O botão Alinhar Texto à Direita ajuda a alinhar o texto à direita da página. De modo semelhante, você pode usar o botão Alinhar Texto à Esquerda para alinhar o texto à esquerda da página. É possível ajustar com facilidade o espaçamento entre as linhas do texto usando as opções do grupo Parágrafo. Você também pode reduzir o espaçamento entre parágrafos. Suponha que você tenha uma lista de itens no documento. Você deseja numerar a lista para torná-la mais legível. Para fazer isso, você pode usar o botão Numeração. De modo semelhante, é possível aplicar Marcadores à lista de itens. Você pode ampliar o espaço de um parágrafo a partir da margem esquerda recuando o parágrafo de forma que ele fique mais fácil de ler e de compreender. É possível usar também a tecla TAB para recuar o parágrafo. Em vez de aplicar a formatação ao texto manualmente, você pode copiar todos os atributos de formatação usando a opção Pincel de Formatação. Você pode, então, aplicar rapidamente os atributos a outro texto no documento. As etapas para executar tarefas básicas relacionadas à edição e à formatação de texto no Word 2010 estão descritas a seguir. 1. Para selecionar uma frase, clique o cursor no início de uma frase e então arraste-o até o fim da frase. 2. Para copiar o texto selecionado, na Faixa de Opções, no grupo Área de Transferência, clique em Copiar. 3. Para colar a frase selecionada, clique no final da segunda linha, pressione Enter e então clique Colar. 4. Para desfazer a última ação, na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, clique na seta Desfazer e então selecione Colar. 5. Para refazer a última ação, na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, clique na seta Refazer. 6. Para recortar o texto selecionado, selecione a primeira frase e, no grupo Área de Transferência, clique em Recortar.
  • 112. Alfabetização Digital 122 7. Para colar o texto, no grupo Área de Transferência, clique no botão Colar. 8. Para alterar a aparência do texto, selecione o texto, no grupo Fonte, clique na seta Fonte e então clique em Arial. 9. Para alterar o tamanho da fonte do texto selecionado, no grupo Fonte, clique na seta Tamanho da Fonte e então clique em 24. 10. Para alterar a cor do texto, no grupo Fonte, clique na seta Cor da Fonte e, então, em Cores Padrão, selecione uma cor qualquer. 11. Para realçar o texto, no segundo parágrafo, selecione a frase “envie as informações sobre seu evento com pelo menos seis meses de antecedência.” e, no grupo Fonte, clique na seta Realçar e então selecione outra cor de sua preferência. 12. Para posicionar o título no centro da página, no grupo Parágrafo, clique no botão Centralizar. 13. Para alinhar o texto em um parágrafo às margens, clique em qualquer lugar do segundo parágrafo e, então, no grupo Parágrafo, clique no botão Justificar. 14. Para alinhar um parágrafo à direita, selecione o primeiro parágrafo e, então, no grupo Parágrafo, clique em Alinhar Texto à Direita. 15. Para alinhar o parágrafo selecionado à esquerda, no grupo Parágrafo, clique em Alinhar Texto à Esquerda. 16. Para aumentar o espaçamento entre as linhas no parágrafo selecionado, no grupo Parágrafo, clique na seta Espaçamento de Linha e Parágrafo e então clique em 2,0. 17. Para adicionar espaço após um parágrafo ou para remover espaço antes de um parágrafo, no grupo Parágrafo, clique na seta Espaçamento de Linha e Parágrafo e então clique em Remover Espaço Depois de Parágrafo. 18. Para adicionar numeração ao texto, selecione o primeiro parágrafo e, então, no grupo Parágrafo, clique em Numeração. 19. Para adicionar numeradores ao texto selecionado, no grupo Parágrafo, clique no botão Marcadores. 20. Para aumentar o recuo do texto selecionado,no grupo Parágrafo, clique em Aumentar Recuo. 21. Para copiar atributos de formatação, selecione Escola de Belas Artes e, então, no grupo Área de Transferência, clique em Pincel de Formatação. 22. Para aplicar os atributos de formatação, clique no início da segunda instância do texto Escola de Belas Artes e então arraste o cursor até o final do texto. Trabalhando com tabelas e imagens Suponha que você tenha criado um relatório com informações sobre a venda semanal de entradas para o museu durante um mês. Em vez de apresentar essas informações como texto sem formatação, você pode apresentar as informações em um formato de fácil compreensão usando uma tabela. Você pode dividir as informações em seções lógicas dentro de uma tabela para agrupar diferentes tipos de dados, para facilitar a leitura de todo o documento. Também é possível incluir imagens em um documento para torná-lo visualmente atraente.
  • 113. 123 Módulo 3 – Programas de Produtividade Para aprender a trabalhar com tabelas e figuras no Word 2010, siga as etapas a seguir. Passo1: Para criar uma tabela no Documento1, clique na guia Inserir, clique em Tabela e então clique em Inserir Tabela. Passo2: Para especificar o número de linhas e colunas para a tabela, na caixa de diálogo Inserir tabela, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que os números sejam digitados para você e então clique em OK. Passo3: Para inserir texto na primeira célula da primeira linha, clique na primeira célula da tabela, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente e então pressione a tecla TAB. Passo4: Para inserir as entradas restantes na tabela, na caixa de diálogo Regra, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado para você. Passo5: Para adicionar uma linha à tabela, clique para selecionar a primeira célula da última linha e então clique na guia Layout. Passo6: No grupo Linhas e Colunas, clique em Inserir Abaixo. Passo7: Para excluir uma linha em uma tabela, clique para selecionar a primeira célula da última linha. Passo8: No grupo Linhas e Colunas, clique em Excluir e então clique em Excluir Linhas. Passo9: Para alterar o estilo da tabela, clique na primeira célula da tabela e então clique na guia Design. Passo10: No grupo Estilos de Tabela, clique na seta Mais e então clique no segundo estilo na terceira linha. Passo11: Para aplicar sombreamento à tabela, clique no primeiro título, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique no último título. Passo12: No grupo Estilos de Tabela, clique em Sombreamento e, então, em Cores Padrão, clique em Amarelo. Passo13: Para aplicar uma borda à tabela, clique no primeiro título da tabela, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique na última tecla da tabela. Passo14: No grupo Estilos de Tabela, clique na seta Bordas e então clique em Todas as bordas. Passo15: Para inserir uma imagem no Documento1, clique no final de Escola de Belas Artes e então clique na guia Inserir. Passo16: No grupo Ilustrações, clique em Imagem. Passo17: Na caixa de diálogo Inserir Imagem, clique em Amostras de Imagens, clique na barra de rolagem, clique em Tulipas e então clique em Inserir. Passo18: Para inserir clip-arts no Documento1, clique na barra de rolagem, clique abaixo da tabela e então clique na guia Inserir. Passo19: No grupo Ilustrações, clique em Clip-Art. Passo20: Na caixa de diálogo Clip-Art, na caixa Procurar por, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado para você, e clique em Ir. Passo21: Na caixa de diálogo Clip-Art, clique no primeiro desenho e então clique no botão Fechar.
  • 114. Revisando um documento Os processadores de texto avançados, como o Word 2010, podem detectar automaticamente o idioma do texto digitado e usar o dicionário ortográfico, o verificador gramatical e as regras de pontuação desse idioma. Você também pode pesquisar sinônimos e variações de palavras usando o dicionário de sinônimos do Word 2010. Além disso, é possível configurar a função AutoCorreção no Word 2010 para corrigir automaticamente erros de ortografia e de gramática assim que você começar a digitar o texto. Por exemplo, a AutoCorreção pode corrigir automaticamente qeu para que. Alfabetização Digital 124 Depois de terminar de escrever um relatório ou um ensaio, talvez você queira verificar a existência de erros de ortografia e de gramática no documento. É possível fazer isso usando as ferramentas de revisão fornecidas pelo Word 2010. A linha ondulada vermelha significa que a palavra tem um erro de ortografia. Você pode corrigir a palavra selecionando a opção correta na lista de ortografias alternativas. A opção Alterar todas ajuda você a corrigir todas as instâncias da palavra incorreta em um documento. Essa opção economiza seu tempo de correção de entradas incorretas individuais da palavra. Às vezes, você pode digitar determinadas palavras incorretamente. O recurso AutoCorreção do Word 2010 pode ser usado para evitar esses erros. É possível adicionar tais palavras à lista AutoCorreção de forma que, na próxima vez em que você digitar a palavra incorretamente, o Word 2010 corrigirá automaticamente a palavra.
  • 115. O Word 2010 também auxilia a verificação de erros gramaticais no documento. Você pode ver o texto recomendado na caixa Sugestões, fazer alterações e então salvá-las em seu documento. Para evitar a exibição de palavras de idiomas diferentes e de nomes de pessoas e de empresas como erros de ortografia, você poderá adicionar tais palavras ao dicionário fornecido no Word 2010. Como alternativa, você poderá usar a opção Ignorar todas para ignorar as sugestões de ortografia correta. Para localizar um sinônimo de uma palavra, você poderá usar o recurso Dicionário de Sinônimos do Word 2010. O Word 2010 pesquisa sinônimos e exibe uma lista de alternativas. Você pode, então, selecionar a palavra desejada na lista. Nesta demonstração, você viu como revisar um documento no Word 2010. As etapas para realizar a revisão de texto estão descritas a seguir: Criando um novo documento online Os documentos online oferecem recursos de produtividade, além de mobilidade e colaboração. Você pode criar seus documentos usando os aplicativos para área de trabalho do Office e então salvá-los no armazenamento online do SkyDrive e usar os Office Web Applications para exibir e editar os documentos. Se você não tiver aplicativos para área de trabalho do Office, ainda poderá criar novos documentos online no SkyDrive e então trabalhar neles. Para criar um novo documento online, primeiro você precisará fazer logon no serviço Windows Live usando as credenciais do Windows Live ou do Hotmail. Então, será necessário selecionar o aplicativo da Web que você usará para criar o documento. 125 Módulo 3 – Programas de Produtividade 1. Para verificar a ortografia e a gramática do documento inteiro, na Faixa de Opções, na guia Revisão, no grupo Revisão de Texto, clique no botão Ortografia e Gramática. 2. Para corrigir a ortografia da palavra Anúnsio, na caixa de diálogo Verificar ortografia e gramática: Português (Brasil), em Sugestões, clique duas vezes em comunicado. 3. Para substituir todas as ocorrências da palavra eveto pela ortografia correta, evento, na caixa de diálogo Verificar ortografia e gramática: Português (Brasil), clique em Alterar todas. 4. Para corrigir a palavra catallog e adicionar essa ortografia errada na lista AutoCorreção, na caixa de diálogo Verificar ortografia e gramática: Português (Brasil), clique em AutoCorreção . 5. Para corrigir o erro de gramática, clique em Alterar. 6. Para adicionar a palavra espanhola Sardana ao dicionário personalizado, na caixa de diálogo Verificar ortografia e gramática: Português (Brasil) , clique em Adicionar ao dicionário . 7. Para ignorar todas as instâncias da palavra Pilar, na caixa de diálogo Verificar ortografia e gramática: Português (Brasil), clique em Ignorar todas e então clique em Fechar. 8. Para localizar o sinônimo, clique no botão Dicionário de Sinônimos. 9. Na caixa Pesquisar, digite a palavra finalidade e então clique no botão de seta.
  • 116. Dê um nome ao documento antes de cria-lo para começar a trabalhar. Você pode digitar o conteúdo do documento, formatar o conteúdo e então salvar. Quando terminar seu trabalho, você poderá fechar o arquivo. Observe que seu documento é exibido como um documento do Word. Se você quiser que seus colegas trabalhem em colaboração em seu documento, compartilhe-o com eles. Nesta demonstração, você viu como criar um novo documento online. Alfabetização Digital 126 As etapas para executar este procedimento são descritas a seguir: 1. Na página Login do Windows Live, na caixa Conta da Microsoft, digite Carlos.lacerda@ hotmail.com. 2. Na caixa Senha, pressione qualquer tecla para digitar Pa$$w0rd e clique em Entrar. 3. No menu SkyDrive, clique em Novo documento do Word. 4. Na caixa de diálogo Novo documento do Microsoft Word, na caixa Nome, digite Nota de Vendas e clique em Criar. 5. No documento em branco, digite Este é um documento online chamado Nota de Vendas. 6. Selecione Nota de Vendas, clique em Negrito e então clique em Salvar. 7. Clique no menu ARQUIVO e em Sair. 8. Na página com guias Arquivos, clique com o botão direito em Nota de Vendas.
  • 117. O que é editoração eletrônica? Na editoração eletrônica (DTP), você utiliza um programa especializado para combinar elementos gráficos e texto, e criar documentos com apelo visual. Você pode usar processadores de texto para executar a funcionalidade básica de um programa de DTP. Para criar documentos mais sofisticados, é necessário usar programas de DTP especializados, como o Microsoft Office Publisher 2010. Um programa de DTP especializado oferece modelos, ferramentas gráficas e outros recursos para criar publicações especializadas. O programa de DTP facilita a organização e a modificação das informações de documentos muito longos. Além disso, oferece muitas técnicas de formatação avançadas que economizam tempo. Os programas de DTP também oferecem modelos de documentos como boletins informativos, folhetos, panfletos, avisos, currículos, formulários comerciais, cartas comerciais e catálogos. Você pode usar esses modelos para criar uma publicação própria e modificá-la para atender às suas necessidades. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 2) Qual das afirmações melhor descreve o recurso AutoCorreção em um processador de texto? Selecione a resposta correta. ( ) Um recurso que o ajuda a definir os atributos de formatação em um documento. ( ) Um recurso utilizado para corrigir apenas erros gramaticais. ( ) Um recurso que exibe automaticamente uma caixa de diálogo toda vez que você digita uma palavra errada. ( ) Um recurso que corrige erros automaticamente e faz outras substituições assim que você digita o texto. 3) Qual programa é usado para publicar um boletim informativo? Selecione a resposta correta. ( ) Um programa de DTP. ( ) Um programa de apresentação. ( ) Um programa de email. ( ) Um programa de planilha. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 127 Módulo 3 – Programas de Produtividade 1) Você precisa copiar atributos de formatação e aplicá-los a diferentes seções de um documento. Que recurso de um processador de texto você usaria? Selecione a resposta correta. ( ) AutoFormatação. ( ) Revelar Formatação. ( ) Pincel. ( ) Copiar e Colar.
  • 118. LIÇÃO 4 INTRODUÇÃO AOS PROGRAMAS DE PLANILHA Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • Identificar os componentes de uma planilha. Inserir dados em uma planilha. Executar tarefas matemáticas básicas em uma planilha. Inserir gráficos em uma planilha. 129 Módulo 3 – Programas de Produtividade Digamos que você tenha que calcular as despesas incorridas em um mês inteiro. Normalmente, você anota as despesas de cada dia e então calcula o total das despesas no final do mês. Para fazer o cálculo, você usa uma calculadora ou adiciona manualmente os números. Depois de terminar o cálculo, você percebe que alguns dados utilizados estavam errados. Agora, você gastou todo seu tempo e esforço, e terá de recalcular a despesa total. Para economizar tempo e esforço, você poderá usar uma planilha eletrônica onde poderá armazenar e organizar dados e também executar cálculos numéricos. Isso facilita seu trabalho, pois não há necessidade de fazer os cálculos manualmente ou com uma calculadora. Além disso, quando você altera os dados usados em um cálculo, o resultado é modificado automaticamente. Portanto, você não tem de perder tempo nem trabalho refazendo o cálculo. Nesta lição, você aprenderá os componentes de uma planilha e a armazenar dados nela. Além disso, aprenderá a executar tarefas matemáticas básicas e a criar gráficos e elementos gráficos em uma planilha. E mais, aprenderá as várias opções disponíveis para imprimir uma planilha.
  • 119. • Imprimir uma planilha. • Criar uma planilha online. Visão geral dos programas de planilha Alfabetização Digital 130 Um programa de planilha como o Excel 2010 é usado para armazenar e modificar dados e executar cálculos. Quando você abre um arquivo do Excel 2010, com frequência chamado de pasta de trabalho, pode ver que a interface contém itens relacionados. Uma pasta de trabalho contém três planilhas. Cada planilha é independente. Você pode adicionar ou excluir planilhas em uma pasta de trabalho conforme sua necessidade. As divisões horizontais em uma planilha são chamadas linhas. Cada linha é identificada por um número. Por exemplo, a primeira linha de uma planilha é identificada por 1. As colunas são as divisões verticais em uma planilha. Cada coluna é identificada por uma letra. Por exemplo, a segunda coluna de uma planilha é identificada pela letra B. Uma célula é formada pela interseção de uma linha e uma coluna. A borda retangular realçada formada ao redor da célula ativa é chamada de ponteira de célula. A célula ativa é aquela em que você está trabalhando no momento. Só é possível ter uma célula ativa de cada vez. Cada célula em uma planilha é identificada por um endereço de célula. O endereço da célula é composto pela letra da coluna e pelo número da linha da célula. Por exemplo, a célula formada pela primeira coluna e pela primeira linha tem o endereço de célula A1. O endereço de célula indica a localização exata de uma célula em uma planilha. A Barra de Status na parte inferior da janela oferece informações sobre o status atual do trabalho na planilha. Por exemplo, se você não estiver trabalhando em uma planilha, a barra de status exibirá a mensagem “Pronto”. Quando você clica em uma célula em branco para digitar dados, a barra de status exibe a mensagem “Digite”. Inserindo dados Você quer tabular as notas de teste dos estudantes de sua classe em uma planilha. Para isso, precisa inserir detalhes como nome do estudante, nomes das matérias e as notas de cada estudante em cada matéria. Depois, precisa calcular os resultados gerais usando fórmulas em uma planilha. Para trabalhar com uma planilha, você insere dados nas células. Para isso, você clica na célula e digita os dados. Para editar dados em uma célula, você clica na célula específica e digita os novos dados. Os dados novos substituem automaticamente os antigos.
  • 120. Podemos inserir três tipos de dados em uma planilha: • Texto. Dados de texto não têm valores numéricos associados. • Número. Um número tem um valor numérico constante, como as notas do teste obtidas por um estudante. • Fórmulas e funções. As fórmulas e funções são equações matemáticas. O valor numérico das fórmulas e funções é automaticamente alterado quando o valor numérico das variáveis associadas a ele é alterado. Observação: Também é possível organizar os dados inseridos em uma planilha. Por exemplo, você pode classificar as notas do teste obtidas pelos estudantes na ordem crescente ou decrescente para saber as melhores notas da classe. Do mesmo modo, você pode classificar os nomes dos estudantes em ordem alfabética. 131 Módulo 3 – Programas de Produtividade Neste exercício simulado, você vai aprender a inserir dados em uma planilha do Excel 2010. Passo1: Para abrir o Excel 2010, clique em Iniciar, aponte para Todos os Programas, clique em Microsoft Office e em Microsoft Excel 2010. Passo2: Para inserir uma etiqueta na pasta de trabalho, clique para selecionar a célula C1 e, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo3: Para editar dados, clique para selecionar a célula C1 e, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo4: Para inserir dados, clique para selecionar a célula A1 e, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo5: Na célula A2, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado para você. Em seguida, pressione a tecla ENTER. Passo6: Na célula A3, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado para você. Em seguida, pressione a tecla ENTER. Passo7: Para copiar o conteúdo da célula, clique para selecionar a célula C1 e, então, na Faixa de Opções, no grupo Área de Transferência, clique em Copiar. Passo8: Para colar o conteúdo da célula C1 para a célula E3, clique para selecionar a célula E3, no grupo Área de Transferência, clique em Colar e, então, pressione ENTER. Passo9: Para mover o conteúdo da célula E3 para a célula F3, no grupo Área de Transferência, clique em Recortar. Passo10: Clique para selecionar a célula F3 e, no grupo Área de Transferência, clique em Colar. Passo11: Para selecionar um intervalo de células em uma coluna, clique para selecionar a célula A1, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique para selecionar a célula A3. Passo12: Para selecionar um intervalo de células em uma linha, clique para selecionar a célula C1, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique para selecionar a célula A1.
  • 121. Alfabetização Digital 132 Passo13: Para inserir uma nova linha, clique para selecionar a célula B1, no grupo Células, clique na seta Inserir e então clique em Inserir Células. Passo14: Na caixa de diálogo Inserir, clique em Linha inteira e então clique em OK. Passo15: Para inserir uma nova coluna, clique para selecionar a célula A1, no grupo Células, clique na seta Inserir e então clique em Inserir Células. Passo16: Na caixa de diálogo Inserir, clique em Coluna inteira e então clique em OK. Passo17: Para alterar a largura da coluna D, clique no título da coluna D, no grupo Células, clique em Formatar e, em Tamanho da Célula, clique em Largura da Coluna. Passo18: Para digitar um número para a largura da coluna, na caixa de diálogo Largura da coluna, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente e clique em OK. Passo19: Para alterar a altura de uma linha, clique no título da linha 3 e, no grupo Células, clique em Formatar e, em Tamanho da Célula, clique em Altura da Linha . Passo20: Para digitar um número para a altura da linha, na caixa de diálogo Altura da linha, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente e clique em OK. Passo21: Para excluir uma coluna, clique no título da coluna E e, então, no grupo Células, clique em Excluir. Passo22: Para classificar dados na planilha, clique para selecionar a célula B2, no grupo Edição, clique em Classificar e Filtrar e então clique em Classificar do Maior para o Menor. Passo23: Para modificar uma planilha, clique duas vezes na guia da planilha Plan1, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente e então pressione ENTER. Passo24: Para salvar uma pasta de trabalho, clique na guia Arquivo e em Salvar como. Passo25: Na caixa de diálogo Salvar como, na caixa Nome do arquivo, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o nome do arquivo seja digitado para você, e clique em Salvar. Executando tarefas matemáticas Uma importante vantagem da planilha é que, além de armazenar e manipular dados, você também pode usá-la para executar várias tarefas matemáticas com os dados armazenados de forma rápida e precisa. Para executar tais tarefas, você usa funções fornecidas pelo programa de planilhas. A função é uma operação que é executada nos dados das células com ferramentas de cálculo disponíveis no programa. Por exemplo, depois de gravar suas despesas domésticas em uma planilha, você pode usar a função MÉDIA para calcular o valor médio gasto com mantimentos. Também é possível criar fórmulas próprias para executar cálculos matemáticos. Usando as fórmulas e as funções em uma planilha você consegue facilmente modificar qualquer dado em seus cálculos. Isso porque as fórmulas e as funções se referem ao endereço da
  • 122. célula, e não aos dados das células. Quando você altera os dados de uma célula, a fórmula ou função aplicada não é alterada e o resultado da fórmula é atualizado automaticamente. No exercício a seguir, você executará tarefas matemáticas básicas em uma planilha do Excel 2010. Passo1: Para criar uma fórmula para somar os números nas C3 a C6, clique na célula C9, na Faixa de Opções, clique na Barra de Fórmulas e, então, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para ter o texto digitado automaticamente. Passo2: Para selecionar as células a serem incluídas na fórmula, clique na célula C3, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique para selecionar a célula C6. Passo3: Para calcular a soma das células selecionadas, pressione ENTER. Passo4: Para editar a fórmula, clique para selecionar a célula C9, na Barra de Fórmulas, clique duas vezes em C6, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para ter o texto digitado automaticamente e então pressione ENTER. Passo5: Para copiar a fórmula de uma célula para a Área de Transferência, clique para selecionar a célula C9 e, então, na Faixa Área de Transferência, clique em Copiar. Passo6: Para colar a fórmula da Área de Transferência para outra célula, clique na célula D9, no grupo Área de Transferência, clique em Colar e, então, pressione ENTER. Passo7: Para mover a fórmula da célula C9 para C10, clique na célula C9 e, no grupo Área de Transferência, clique em Recortar. Passo8: Clique para selecionar a célula C10 e, então, no grupo Área de Transferência, clique em Colar. Passo9: Para remover a fórmula da célula C10, pressione a tecla DELETE Módulo 3 – Programas de Produtividade 133
  • 123. Passo10: Para inserir uma função para calcular os valores médios em um grupo de células, na Faixa de Opções, clique na guia Fórmulas e, então, no grupo Biblioteca de Funções, clique em Inserir Função. Passo11: Na caixa de diálogo Inserir função , na lista Selecione uma função, clique em MÉDIA e então clique em OK. Passo12: Para especificar as células e calcular a média, na caixa de diálogo Argumentos de função, na caixa Núm1, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o intervalo de células seja digitado automaticamente, e clique em OK. Passo13: Para selecionar os valores nas células E3 a E7, clique para selecionar a célula E3, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique em E7. Passo14: Para somar os valores nas células E3 a E7, no grupo Biblioteca de Funções, clique na seta AutoSoma e então clique em Soma. Inserindo gráficos Alfabetização Digital 134 Digamos que você precise enviar um relatório de vendas mensal para seu supervisor. Você também quer mostrar as tendências de vendas comparando os números das vendas dos últimos três meses com os números das vendas do mês atual. Você criou uma planilha com os números das vendas. Agora, para mostrar as tendências das vendas, você pode plotar um gráfico manualmente ou criar um em um programa de planilhas. Nesta situação, o último método é claramente o mais rápido e fácil. Com um programa de planilhas, como o Excel 2010, você pode representar dados numéricos na forma de gráficos. Esses gráficos são úteis quando você quer mostrar as tendências em dados. É mais fácil entender números quando eles são exibidos como gráfico. O Excel 2010 tem assistentes que fornecem procedimentos passo a passo para criação de gráficos para exibir informações numéricas. Você pode escolher de uma variedade de tipos de gráficos, como gráfico de pizza, de linhas e de barras, dependendo de suas necessidades. Por exemplo, para saber quanto dinheiro gastou em vários itens domésticos em um ano, você pode fazer um gráfico de pizzas. Esse gráfico indica a porcentagem gasta em itens como mantimentos, aluguel ou manutenção do carro. Neste exercício simulado, você criará um gráfico, adicionará uma legenda, aplicará um efeito de brilho e salvará o gráfico como um modelo. Passo1: Para criar um gráfico com base nos dados da tabela, na pasta de trabalho Total das notas, selecione qualquer célula da planilha. Para os fins deste exercício, clique para selecionar C1. Passo2: Na Faixa de Opções Fluent, clique na guia Inserir. Passo3: Na guia Inserir, no grupo Gráficos, clique em Barras e, em Barra 2D, clique na primeira opção do gráfico de barras. Passo4: Na guia Design, no grupo Dados, clique em Selecionar Dados.
  • 124. Passo5: Para remover a coluna Proporção de notas do eixo vertical do gráfico, na caixa de diálogo Selecionar Fonte de Dados, em Entradas de Legenda (Série), clique em Proporção de notas, clique em Remover e então clique em OK. Passo6: Para alterar a localização da legenda no gráfico, na Faixa de Opções, clique na guia Layout, no grupo Rótulos, clique em Legenda e então clique em Mostrar Legenda Abaixo. Passo7: Para aplicar um efeito de brilho ao gráfico, na Faixa de Opções, clique na guia Formatar. Passo8: Na guia Formatar, no grupo Estilos de Forma, clique em Efeitos de Forma, aponte para Brilho e, sob Variações de Brilho, clique em um efeito de brilho. Para os fins deste exercício, clique no primeiro efeito da primeira linha. Passo9: Para salvar o gráfico como um modelo, na Faixa de Opções, clique na guia Design e, então, no grupo Tipo, clique em Salvar como Modelo. Passo10: Na caixa de diálogo Salvar Modelo de Gráfico, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente e, em seguida, clique em Salvar. Módulo 3 – Programas de Produtividade 135 Como imprimir dados de planilha Suponha que você tenha preparado uma planilha do Excel 2010 com os dados de suas despesas em um período. Agora, você deseja imprimir os dados para consultá-los mesmo quando não estiver trabalhando em seu computador. Para imprimir dados de planilha, você precisa garantir que o arquivo do Excel com os dados esteja aberto.
  • 125. Antes de imprimir os dados, talvez seja necessário ajustar determinadas configurações. Essas configurações estão disponíveis na guia Imprimir. Por exemplo, você pode querer imprimir os dados da planilha ativa ou da pasta de trabalho inteira. Talvez você também queira imprimir uma parte dos dados da planilha ativa. Algumas vezes, talvez seja necessário especificar os números de página específicos a imprimir. Caso seja necessário imprimir várias cópias, você poderá decidir sobre a sequência na qual as páginas serão impressas. Alfabetização Digital 136 Você também pode selecionar a orientação da página impressa. Com a Orientação Retrato, os dados são impressos no comprimento da página. Com a Orientação Paisagem, os dados são impressos na largura da página. Por padrão, o tamanho do papel é definido como o tamanho de página Carta. Entretanto, você pode alterar isso para ajustar aos seus requisitos. Com base no tamanho de papel escolhido, será possível alterar ou modificar as margens. Você também pode dimensionar a impressão para ajustá-la a uma página. Por padrão, a impressão mostra o tamanho real dos dados. Depois de ajustar as configurações, você poderá especificar o número de cópias que deseja imprimir e então iniciar a impressão. Para os fins desta demonstração, a impressão será enviada para o Microsoft OneNote 2010.
  • 126. As etapas para executar este procedimento são descritas a seguir: 1. Clique na guia Arquivo e então clique em Abrir. 2. Na caixa de diálogo Abrir, no painel Biblioteca de Documentos, clique no arquivo adequado e então clique em Abrir. 3. Na Faixa de Opções, clique em Arquivo e então clique em Imprimir. 4. Na caixa Páginas, digite 3 e, então, na caixa para, digite 8. 5. Em Imprimir, na caixa Cópias, digite 3 e então clique em Imprimir. Criando uma nova planilha online Os documentos online aumentam a produtividade porque facilitam a mobilidade e a colaboração. Por exemplo, se você quiser criar e organizar dados em uma planilha e então colaborar com os membros de sua equipe pela Internet, será necessário criar uma planilha online e armazená-la em um armazenamento virtual, como o Windows Live SkyDrive. Módulo 3 – Programas de Produtividade 137
  • 127. Para criar uma nova planilha online, primeiro você precisará fazer logon no serviço Windows Live usando as credenciais do Windows Live ou do Hotmail. Então, será necessário selecionar o aplicativo Web que você usará para criar a planilha. Antes de começar a trabalhar na planilha, dê um nome e então crie-a. Depois, você poderá digitar os dados na planilha e formatar as células. Quando terminar seu trabalho, você poderá fechar o arquivo. Observe que sua planilha será exibida como uma planilha do Excel. Se você quiser que seus colegas trabalhem em colaboração em seu documento, compartilhe-o com eles. As etapas para executar este procedimento são descritas a seguir: Alfabetização Digital 138 1. Na página Login do Windows Live, na caixa Conta da Microsoft, digite carlos.lacerda@ hotmail.com. 2. Na caixa Senha, pressione qualquer tecla para digitar Pa$$w0rd e clique em Entrar. 3. No menu SkyDrive, clique em Nova pasta de trabalho do Excel. 4. Na caixa de diálogo Nova pasta de trabalho do Microsoft Excel, na caixa Nome, digite Despesas com vendas e então clique em Criar. 5. Na planilha em branco, clique na célula B2 e então digite Semana. 6. Selecione o intervalo de células B2: F2, clique em Negrito. 7. Clique no botão Sair. 8. Na página com guias Arquivos, clique com o botão direto na planilha Despesas com vendas.
  • 128. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta Você NÃO PODE armazenar texto, número ou fórmulas em uma célula. Você PODE armazenar texto, número ou fórmulas em uma célula. 2 Uma coluna em uma planilha é identificada por um NÚMERO. Uma coluna em uma planilha é identificada por uma LETRA. 3 Um intervalo de células PODE se estender por várias linhas. Um intervalo de células NÃO PODE se estender por várias linhas. 4 Um PONTEIRO de célula indica uma célula ativa. Um VALOR de célula indica uma célula ativa. 5 Uma pasta de trabalho NÃO PODE conter mais que uma planilha. Uma pasta de trabalho PODE conter mais que uma planilha. 6 Uma PASTA DE TRABALHO é um arquivo criado no Excel 2010. Uma PLANILHA é um arquivo criado no Excel 2010. APENAS UMA célula pode estar ativa de cada vez. MAIS DE UMA célula pode estar ativa de cada vez. 8 Um endereço de célula indica a localização exata da CÉLULA. Um endereço de célula indica a localização exata de uma LINHA. 9 Um rótulo NÃO TEM um valor numérico anexado a ele. Um rótulo TEM um valor numérico anexado a ele. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 139 Módulo 3 – Programas de Produtividade 7
  • 129. LIÇÃO 5 INTRODUÇÃO AOS PROGRAMAS DE APRESENTAÇÃO Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • Identificar os elementos de um programa de apresentação. Criar uma apresentação. Adicionar elementos gráficos e multimídia a uma apresentação. Usar as opções de impressão disponíveis em um programa de apresentação. Criar uma nova apresentação online. 141 Módulo 3 – Programas de Produtividade Um programa de apresentação ajuda você a criar rapidamente apresentações visuais e a incorporar uma variedade de mídia, como texto, elementos gráficos, gráficos e vídeo em uma única apresentação. Você pode fazer cópias impressas das partes selecionadas da apresentação e distribuí-las ao público. Digamos que você precise apresentar o relatório de desempenho anual da sua empresa. Para isso, precisa mostrar todos os fatos e números relacionados aos lucros, vendas, produtos e novas parcerias da empresa. Um modo eficaz e fácil de apresentá-las é usando um programa de apresentação, como o PowerPoint 2010. Nesta lição, você aprenderá os elementos básicos de um programa de apresentação como criar uma apresentação e adicionar elementos gráficos e multimídia a uma apresentação. Você aprenderá também a identificar as várias opções disponíveis para imprimir a apresentação em diferentes formatos e criar uma nova apresentação online.
  • 130. Explorando um programa de apresentação Alfabetização Digital 142 Os programas de apresentação são usados para atender tópicos de discussão. Esses tópicos são usados em escritórios para a discussão de problemas comerciais e em escolas para fins de aprendizagem. Para usar um programa de apresentação, algumas vezes é necessário usar um projetor de forma que a apresentação possa ser vista por todos. O PowerPoint 2010 é um programa de apresentação que ajuda a criar apresentações efetivas e visualmente atraentes. Você pode explorar e conhecer os recursos do PowerPoint 2010 abrindo uma apresentação e navegando por ela. É possível exibir tópicos do texto em um slide quando você o exibe no modo Tópicos. Também é possível exibir os slides em tamanho menor, chamados de miniaturas, clicando na guia Slides. Do lado direito da tela, o painel de slide exibe uma visualização grande do slide atual. Observe que o painel de anotações está localizado na parte inferior da tela. Você pode usar este painel para adicionar texto que será necessário consultar durante a apresentação. Você pode usar a exibição Anotações para exibir um slide junto com o painel de anotações. Se quiser exibir o conjunto completo de slides um após o outro em tela inteira, use a opção Apresentação de Slides. Durante a apresentação de slides, o conteúdo do painel de anotações não será exibido. Você também pode definir o PowerPoint 2010 para que ele se mova automaticamente pelos slides. Para voltar para a exibição Normal a qualquer momento durante a apresentação de slides, pressione a tecla ESC do teclado. Depois de terminada a apresentação, é possível que você queira distribuir cópias dela. Você pode usar a opção Folheto Mestre para imprimir os slides. Também é possível especificar o número de slides em cada página e o layout usando essa opção. Depois de trabalhar com a apresentação, você poderá fechar. O PowerPoint 2010 precisa que você confirme as alterações feitas na apresentação. As etapas para elaborar uma apresentação em Power Point estão descritas a seguir: 1. Para abrir PowerPoint 2010, clique em Iniciar, aponte para Todos os Programas, clique em Microsoft Office e clique em Microsoft PowerPoint 2010. 2. Para abrir uma apresentação existente, clique na guia Arquivo e em Abrir. 3. Na caixa de diálogo Abrir, no painel Biblioteca Documentos, clique em Fabrikam e então clique em Abrir. 4. Para exibir o tópico de um slide, no painel à esquerda, clique na guia Tópicos. 5. Para exibir os slides como miniaturas, no painel à esquerda, clique na guia Slides. 6. Para adicionar anotações a um slide, clique no painel de anotações e então digite Adicionar anotações aqui.
  • 131. 7. Para exibir um slide junto com o painel de anotações, clique na guia Exibição e, então, no grupo Modos de Exibição de Apresentação, clique em Anotações. 8. Para exibir os slides sequencialmente em tela inteira, na barra de tarefas, clique no menu Apresentação de Slides. 9. Para passar para o próximo slide na apresentação, clique na tela. 10. Para especificar a aparência dos folhetos, no grupo Modos de Exibição Mestres, clique em Folheto Mestre. 11. Para fechar a apresentação, clique no botão Fechar. 12. Para salvar as alterações feitas na apresentação, na caixa de mensagem do Microsoft Office PowerPoint, clique em Salvar. Criando uma apresentação 143 Módulo 3 – Programas de Produtividade As apresentações são usadas para chamar a atenção do público. Essas apresentações são particularmente importantes em reuniões comerciais ou em escolas e faculdades para fins de aprendizagem. Você pode tornar sua apresentação interessante ao adicionar texto formatado e imagens. Também é possível usar animações e transições para tornar sua apresentação atraente. Neste exercício, você criará uma apresentação usando o PowerPoint 2010. Siga as etapas para concluir o exercício. Passo1: Para adicionar texto ao espaço reservado do título, no slide, clique no espaço reservado do título e, então, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para ter o título digitado automaticamente. Passo2: Para adicionar um segundo slide, no grupo Slides da Faixa de Opções, clique na seta Novo Slide e então, em Tema do Office, clique em Somente título. Passo3: Para adicionar um tema ao slide, clique na guia Design e, então, no grupo Temas, clique no tema Ápice. Passo4: Para digitar um título para o segundo slide, clique no espaço reservado do título e, então, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para ter o título digitado automaticamente. Passo5: Para adicionar um terceiro slide à apresentação, clique na guia Página Inicial, no grupo Slides, clique na seta Novo Slide e então, clique em Título e conteúdo . Passo6: Para digitar um título para o terceiro slide, no terceiro slide, clique no espaço reservado do título e, então, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para ter o título digitado automaticamente. Passo7: Para adicionar texto ao terceiro slide, clique no espaço reservado do slide e, então, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para ter o texto digitado automaticamente. Passo8: Para adicionar outro marcador ao espaço reservado de texto, no final do primeiro texto com marcadores, pressione ENTER e, então, para fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente.
  • 132. Alfabetização Digital 144 Passo9: Para alterar a lista com marcadores para uma lista numerada, clique no início da primeira palavra com marcador, mantenha pressionada a tecla SHIFT e então clique no final da segunda palavra com marcador. Passo10: Para alterar a lista com marcadores para uma lista numerada, no grupo Parágrafo, clique no botão Numeração. Passo11: Para alterar o título do terceiro slide, clique no início do título, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique no final do título. Passo12: Para substituir o texto, pressione a tecla DELETE e, então, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo13: Para alterar o tamanho do texto do título, clique no início da primeira palavra, mantenha a tecla SHIFT pressionada e então clique no final do texto do título. Passo14: No grupo Fonte, clique na seta Tamanho da Fonte e então clique em 40. Passo15: Para aplicar um efeito de transição ao terceiro slide, clique na guia Transições. Passo16: No grupo Transição para este Slide, clique no efeito de transição Esmaecer. Passo17: Para exibir o efeito de transição, clique na guia Apresentação de Slides e, então, no grupo Iniciar Apresentação de Slides, clique Do Começo. Passo18: Para sair da apresentação de slides, clique na tela. Passo19: Para salvar a apresentação, na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, clique em Salvar. Passo20: Na caixa de diálogo Salvar como clique em Salvar. Passo21: Para fechar a apresentação, clique no botão Fechar.
  • 133. Adicionando elementos gráficos e multimídia 145 Módulo 3 – Programas de Produtividade Uma apresentação que contém somente texto é chata e entediante. Você pode torná-la interessante ao adicionar imagens, tabelas, gráficos e objetos de clip-art. Para tornar uma apresentação visualmente atraente, você pode desenhar diretamente formas simples nos slides, como linhas, retângulos, círculos e quadrados, ou desenhos mais complexos como estrelas e setas. Para desenhar um retângulo no slide, clique no local do slide onde deseja que ele apareça e então arraste o ponteiro pela tela até o tamanho desejado. Você pode tornar suas apresentações interessantes ao adicionar imagens para dar suporte às informações que estão nos slides. Você também pode apresentar dados numéricos efetivamente usando tabelas. As tabelas ajudam você a apresentar as informações, como fatos e números, de forma organizada e de fácil compreensão. Você pode especificar o número de linhas e de colunas que você deseja adicionar a uma tabela na caixa de diálogo Inserir tabela. Frequentemente, você usa a primeira linha da tabela para os cabeçalhos de coluna e a coluna mais à esquerda para os cabeçalhos de linha. Para inserir informações na tabela, clique em uma célula e então digite as informações na célula. Você pode mover o cursor de célula em célula pressionando a tecla TAB. Se você quiser analisar e comparar dados numéricos em suas apresentações, poderá inserir gráficos nos slides. Os gráficos ajudam a avaliar tendências nos dados, como informações e medições de vendas. A caixa de diálogo Inserir Gráfico oferece diversos tipos de gráficos, como barra, linha e em cluster, que podem ser usados em uma apresentação. O painel esquerdo da caixa de diálogo lista os tipos de gráficos e o painel direito oferece exemplos do tipo selecionado. Quando você insere um tipo de gráfico em particular na apresentação, a planilha associada do Excel 2010 que contém os dados de amostra é aberta. Você pode alterar os valores da planilha para modificar o gráfico. Conforme você digita dados na planilha, o PowerPoint 2010 atualiza automaticamente o gráfico com os novos dados. Para ilustrar um conceito ou uma ideia, é possível inserir objetos de clip-art na apresentação. Os objetos de clip-art incluem desenhos, filmes, sons ou imagens. Para pesquisar imagens de clip-art específicas, você deverá digitar uma palavra-chave que descreva a imagem. O PowerPoint 2010 pesquisa e recupera todos os clip-arts que correspondem à palavra-chave. Para adicionar elementos gráficos e de multimídia a uma apresentação execute as etapas descritas a seguir.
  • 134. Alfabetização Digital 146 1. Para desenhar uma forma na apresentação, selecione o slide necessário, na guia Inserir, no grupo Ilustrações, clique no botão Formas, e, então, em Formas Usadas Recentemente, clique em Retângulo. 2. Para desenhar o retângulo no slide, no local necessário, arraste o ponteiro de fios para baixo e para a direita até chegar ao tamanho necessário do retângulo. 3. Para adicionar uma imagem à apresentação, na guia Inserir, no grupo Imagens, clique em Imagem. 4. Na caixa de diálogo Inserir Imagem, no painel Biblioteca de Imagens, clique em logo.jpg e então clique em Inserir. 5. Para adicionar uma tabela à apresentação, selecione o slide necessário. 6. Para inserir uma tabela, na guia Inserir, no grupo Tabelas, clique no botão Tabela e então clique em Inserir tabela. 7. Para especificar o número de colunas e de linhas da tabela, na caixa de diálogo Inserir tabela, digite ou selecione os números necessários nas caixas Número de colunas e Número de linhas e então clicar em OK. 8. Para adicionar informações à tabela, na primeira linha, na primeira célula, digite o texto necessário e então pressione a tecla TAB. Repita esta etapa para as outras células da tabela. 9. Para adicionar um gráfico à tabela, selecione o slide necessário. 10. Para inserir um gráfico, na guia Inserir, no grupo Ilustrações, clique em Gráfico. 11. Para selecionar o tipo de gráfico, na caixa de diálogo Inserir Gráfico, no painel esquerdo, selecione o tipo de gráfico necessário; no painel direito, selecione o gráfico necessário e então clique em OK. 12. Para adicionar valores ao gráfico, na planilha Gráfico no Microsoft PowerPoint, digite o texto necessário e então clique no botão Fechar. 13. Para adicionar clip-art à apresentação, selecione o slide necessário e, na guia Inserir, no grupo Imagens, clique em Clip-Art. 14. Para adicionar uma imagem de clip-art adequada, no painel Clip-Art, na caixa Procurar por,digite folhas e então clique em Ir. 15. Para inserir um clip-art no slide, no painel Clip-Art, clique na imagem de clip-art necessária.
  • 135. Como imprimir uma apresentação Você pode usar as opções de impressão disponíveis em um programa de apresentação, como o PowerPoint 2010, para imprimir as várias seções da apresentação. É possível imprimir toda a apresentação ou apenas alguns slides selecionados, folhetos e anotações do orador. Você pode usar as seguintes opções para imprimir uma apresentação: 147 Módulo 3 – Programas de Produtividade • Imprimir Todos os Slides. Para imprimir uma apresentação inteira, use a opção Imprimir Todos os Slides. Você usa essa opção quando quer fazer cópias impressas de todos os slides de sua apresentação. • Slides. Para imprimir somente slides específicos, use a opção Slides. É possível inserir os números dos slides se você quiser imprimi-los individualmente ou inserir o intervalo de slides se quiser imprimir um intervalo de slides selecionado. • Slides em Tela Inteira. Normalmente, o conteúdo de um único slide é impresso em uma única folha de papel. Entretanto, você pode usar as opções a seguir para incluir mais slides e componentes por página. • Anotações. Para imprimir anotações de sua apresentação, use a opção Páginas de Anotações na seção Layout. Você pode usar as notas impressas como uma referência durante sua apresentação. • Modo de Estrutura de Tópicos. Para imprimir uma estrutura de tópicos de todos os slides, use a opção Modo de Estrutura de Tópicos na seção Layout. Você pode exibir o conteúdo de cada slide usando essa opção. • Folhetos. Para imprimir páginas a serem distribuídas para o público como referência, use a opção Folhetos. É possível imprimir folhetos para o público em seis formatos: um, dois, três, quatro, seis ou nove slides por página. • Agrupado. Ao imprimir várias cópias da apresentação, use essa opção para escolher a sequência na qual os slides serão impressos. • Cor. Para imprimir os slides em cores, em escala de cinza ou em preto-e-branco, escolha a opção Cor. Se você estiver conectado a uma impressora que suporte cor, as impressões serão feitas em cores, por padrão. Caso contrário, serão impressas em preto-e-branco.
  • 136. Criando uma nova apresentação online As apresentações online ajudam você a transmitir sua mensagem com eficiência, eliminando o tempo necessário para uma reunião presencial. Elas também ajudam você a colaborar efetivamente ao apresentar suas ideias. As apresentações online podem ser vistas pelo público da forma como ele desejar. Você pode transmitir a apresentação ao vivo ou fazer uma solicitação sob demanda para exibir a apresentação. Antes de criar uma apresentação online, você precisa fazer logon no serviço Windows Live SkyDrive usando as credenciais do Windows Live ou do Hotmail. Para criar uma Apresentação online, primeiro será preciso dar um nome à apresentação e então criá-la. Em seguida, selecione um tema para a apresentação e então prossiga para a criação dos slides. Ao criar um slide, é preciso adicionar um título e então adicionar texto ao slide. Depois de concluir a criação dos slides, você poderá fechar a apresentação. Mas se quiser colaborar com seus colegas e permitir que eles adicionem ou editem informações na apresentação, você poderá compartilhá-la com eles. As etapas para elaborar uma apresentação online estão descritas a seguir: Alfabetização Digital 148 1. No menu SkyDrive, clique em Nova apresentação do PowerPoint. 2. Na caixa de diálogo Nova apresentação do Microsoft PowerPoint, na caixa Nome, digite Minha apresentação e então clique em Criar. 3. Na caixa de diálogo Selecionar Tema, clique em Summer e então clique em Aplicar. 4. Clique na caixa Clique para adicionar um título e então digite Pauta. 5. Clique na caixa Clique para adicionar um subtítulo e então digite Melhorias organizacionais 6. Clique no menu Arquivo e em Sair. 7. Na página com guias Arquivos, clique com o botão direto em Minha apresentação.
  • 137. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Em que caso você usa o modo de exibição Apresentação de Slides? Selecione a resposta correta. ( ) Para reorganizar os slides na apresentação. ( ) Para inserir um novo slide na apresentação. ( ) Para ter uma exibição de tela inteira da apresentação. ( ) Para exibir um tópico da apresentação. 2) Em que caso você seleciona a opção Folhetos? Selecione a resposta correta. ( ) Para imprimir slides específicos da apresentação. ( ) Para imprimir todos os slides específicos da apresentação. ( ) Para imprimir o slide atual da apresentação. ( ) Para imprimir vários slides da apresentação em uma página. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Módulo 3 – Programas de Produtividade 149
  • 138. LIÇÃO 6 INTRODUÇÃO AOS PROGRAMAS DE BANCO DE DADOS Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • Explicar os conceitos básicos de um banco de dados. Criar um banco de dados. Trabalhar com registros em um banco de dados. Explicar o que são consultas aos bancos de dados e como elas funcionam. Trabalhar com relatórios. 151 Módulo 3 – Programas de Produtividade Digamos que você possua uma livraria. Para gerenciá-la com eficiência, você precisa manter um registro detalhado dos livros disponíveis na sua loja. Você também precisa verificar o número de cópias disponíveis por título para poder solicitar estoque de novos títulos e reposição de títulos antigos. Adicionalmente, você precisa controlar as vendas gerais. Para executar essas tarefas, você precisa armazenar todas essas informações de uma forma organizada para poder recuperá-las e atualizá-las facilmente quando necessário. Uma maneira de organizar dados é usar um banco de dados. Você pode usar um programa de banco de dados, como o Access 2010, para criar e gerenciar com eficácia um banco de dados. Os programas de banco de dados o ajudam a adicionar, excluir, exibir e modificar os dados armazenados em um banco de dados. Nesta lição, você aprenderá as tarefas básicas que podem ser executadas quando se usa um programa de banco de dados. Você aprenderá a criar e usar um banco de dados. Além disso, aprenderá a gerar vários tipos de relatórios usando as consultas.
  • 139. Visão geral de bancos de dados Alfabetização Digital 152 Muitas vezes, você precisa manter uma grande quantidade de dados para obter informações que o ajudarão a tomar decisões informadas. Por exemplo, você poderia precisar controlar contas, o estoque e funcionários para tomar determinadas decisões pertinentes à sua empresa. Esses dados são muito grandes para serem gerenciados com planilhas simples. Dessa forma, você pode considerar um banco de dados para gerenciar esse grande volume de dados. Você pode usar objetos de banco de dados para armazenar, editar, consultar e exibir informações. Os dados são organizados em um banco de dados sob a forma de tabelas. Os dois tipos comuns de banco de dados são banco de dados de arquivo simples e banco de dados relacional. Um banco de dados de arquivo simples contém todos os dados em uma tabela única, enquanto um banco de dados relacional armazena dados em várias tabelas. Um exemplo de banco de dados relacional é o Access 2010. Nos bancos de dados relacionais, você pode armazenar dados em categorias usando várias tabelas. Por exemplo, você pode manter todas as informações de contato básicas de um cliente em uma tabela, os produtos comprados em outra e os dados de crédito em uma outra. Você pode vincular os dados nessas três tabelas usando um campo comum, como ID do Cliente. Esse campo é conhecido como a chave primária e pode ter valores exclusivos. Usando os dados, você pode criar uma lista de endereçamento de todos os clientes que compraram itens de você e então vender folhetos de vendas para eles. O banco de dados agrupa os dados adequados das tabelas para dar a você informações como um relatório único. Além de manter dados e informações, um programa de banco de dados também ajuda a consultar dados e a exibir o resultado em um formato desejado. Por exemplo, você pode gerar facilmente um relatório do total e da média de vendas de 50 produtos em cinco áreas usando uma consulta. Uma consulta é um objeto de banco de dados que permite a localização de informações desejadas dentro de um banco de dados. Criando um banco de dados Os programas de banco de dados ajudam você a armazenar dados na forma de tabelas. Os dados nas tabelas estão organizados na forma de registros e campos. Os registros contêm informações relacionadas sobre uma entidade. Cada campo em um registro contém informações sobre uma propriedade da entidade. Esse arranjo ajuda a recuperar e a organizar dados com facilidade.
  • 140. Neste exercício, você criará um banco de dados usando o Access 2010. Clique para iniciar o exercício simulado. Se a página não for exibida corretamente, pressione F5 para atualizá-la. Siga as etapas para concluir o exercício. Trabalhando com registros O Access 2010 facilita o trabalho com registros em um banco de dados. Com o Access 2010, você pode trabalhar em tabelas adicionando, modificando, excluindo e classificando registros. Neste exercício, você modificará um registro, excluirá um registro e classificará registros em uma tabela. Passo1: Para abrir um banco de dados existente, no menu Arquivo, clique em Abrir. Passo2: Na caixa de diálogo Abrir, no painel Biblioteca Documentos, clique em Produtos e clique em Abrir. Passo3: Para modificar um registro usando o formulário Pedido, no Painel de Navegação, em Tabelas, clique duas vezes em Pedido. 153 Módulo 3 – Programas de Produtividade Passo1: Para exibir um programa instalado no computador, clique em Iniciar, aponte para Todos os Programas, clique em Microsoft Office e então clique em Microsoft Access 2010. Passo2: Na seção Banco de dados em branco, na caixa Nome do Arquivo, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo3: Arraste a barra de rolagem para baixo e então clique em Criar. Passo4: Para criar uma tabela no banco de dados da Northwind Traders, na guia Arquivo, no grupo Modos de Exibição, clique na seta Modo de Exibição e então clique em Modo Design. Passo5: Para digitar um nome para a tabela, na caixa de diálogo Salvar como, na caixa Nome da tabela, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o nome seja digitado automaticamente, e clique em OK. Passo6: Para criar campos para a tabela, na primeira célula da coluna Nome do campo, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente e então pressione a tecla TAB. Passo7: Na coluna Tipo de dados, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo8: Para alterar o modo de exibição da tabela, no grupo Modos de Exibição, clique na seta Modo de Exibição e então clique em Modo de Exibição de Folha de Dados. Passo9: Para salvar a tabela, na caixa de mensagem Microsoft Access, clique em Sim. Passo10: Para adicionar dados à tabela, na coluna Código do cliente, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo11: Para salvar a tabela, na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, clique em Salvar. Passo12: Para fechar a tabela, no painel Detalhes de Clientes, clique no botão Fechar. Passo13: Para fechar o banco de dados, clique na guia Arquivo e então clique em Sair.
  • 141. Alfabetização Digital 154 Passo4: Para modificar um registro, clique duas vezes na primeira caixa Código_do_produto e, então, para fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo5: Para editar o número de computadores pessoais no registro, pressione a tecla TAB e, então, na caixa Quantidade, para os fins deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para que o texto seja digitado automaticamente. Passo6: Para fechar o formulário, na guia Pedido, clique no botão Fechar. Passo7: Para selecionar uma tabela, no Painel de Navegação, em Tabelas, clique duas vezes em Pedido. Passo8: Para selecionar a primeira linha da tabela, clique à esquerda de 1. Passo9: Para excluir o primeiro registro da folha de dados, no grupo Registros, clique na seta Excluir e então clique em Excluir Registro. Passo10: Na caixa de mensagem Microsoft Access, clique em Sim. Passo11: Para selecionar a ID do produto como um critério de classificação de registros de tabela, na guia Pedido, clique no título da coluna Código_do_produto. Passo12: Para classificar os registros da tabela por Código_do_produto em ordem crescente, no grupo Classificar e Filtrar, clique em Crescente. Passo13: Para classificar os registros da tabela por Código_do_produto em ordem decrescente, no grupo Classificar e Filtrar, clique em Decrescente. Passo14: Para filtrar os registros da tabela para exibir produtos com quantidade igual a 10, na coluna Quantidade, clique na primeira instância de 10 e, no grupo Classificar e Filtrar, clique no botão Seleção ao lado de Crescente e então clique em É Igual a 10. Passo15: Para remover o filtro, no grupo Classificar e Filtrar, clique em Alternar Filtro.
  • 142. Consultas a bancos de dados Trabalhando com relatórios O Access 2010 ajuda você a criar relatórios imprimíveis que exibem dados armazenados no banco de dados. Existem inúmeras maneiras de criar relatórios no Access. A maneira mais simples de criar um relatório é usando o Assistente de Relatório. Esse Assistente oferece a você uma orientação passo a passo para a seleção de dados e para a criação de um relatório. Para criar um relatório no Access 2010, você poderá usar o Assistente de Relatório. No Assistente, você precisa especificar os campos que deseja incluir no relatório. É possível especificar o campo no qual você deseja agrupar os registros. Você pode usar o botão Opções de agrupamento para especificar os intervalos de agrupamento. Você pode classificar informações de relatório por quatro campos, cada um em ordem crescente ou decrescente. Quando você classifica por qualquer campo que contenha informações 155 Módulo 3 – Programas de Produtividade As consultas são utilizadas para recuperar informações específicas de um banco de dados. Ajudam a exibir dados específicos para modificá-los ou analisá-los. Um programa de banco de dados é usado para inserir uma consulta na forma de uma pergunta. O programa de banco de dados executa as operações necessárias para apresentar a resposta no formato de um relatório. Suponha que você tenha uma cafeteria e armazene informações detalhadas sobre seus clientes em uma tabela Cliente e os dados sobre vendas de todos os produtos na tabela Produto. Essas duas tabelas fazem parte de um banco de dados. Você deseja introduzir um desconto especial no sabor menos popular de grãos de café na área de código postal 97001. Para isso, é necessário recuperar os detalhes de venda para ajudá-lo a tomar essa decisão. Você decide usar uma consulta para isso. As consultas trabalham em condições de pesquisa, chamadas filtros, para recuperar informações específicas de um banco de dados. Para definir um filtro, primeiro é preciso selecionar as tabelas das quais deseja recuperar dados. Os campos comuns nas tabelas são mostrados como conectados. Então, especifique os campos, conhecidos como campos de critério, em que deseja basear a consulta. Nesse caso, você usaria o campo de código postal. Em seguida, selecione os campos que deseja exibir. Você pode especificá-los arrastando-os das tabelas. Por padrão, todos os campos especificados aparecerão em seu relatório. Também é possível optar por mostrar somente os campos específicos no relatório. Depois de executar a consulta, o resultado aparecerá como um relatório. Este relatório contém os detalhes de vendas de todos os grãos de café vendidos na área do código postal 97001.
  • 143. numéricas, o botão Opções de Resumo aparecerá na parte inferior da página do assistente. Com esse botão, você pode especificar se o valor de soma, de média, mínimo ou máximo do campo será exibido no relatório. Você então especifica o layout do relatório. Para os fins desta demonstração, o relatório Estrutura de Tópicos está selecionado. Por padrão, o título do relatório é igual ao nome da tabela. Você pode modificar o título, se quiser. Depois de fechar o Assistente de Relatório, você poderá visualizar o relatório. Quando fechar a visualização de impressão, você poderá ver o relatório no modo de Design de Relatório. Essa exibição ajuda você a modificar as configurações do relatório. Para criar um relatório usando o assistente de relatório é preciso executar as etapas descritas a seguir. Alfabetização Digital 156 1. Na Faixa de Opções, clique em Criar e, no grupo Relatórios, clique em Assistente de Relatório. 2. Na página Que campos você deseja no seu relatório?, clique em Código_do_produto, clique no botão > três vezes e então clique em Avançar. 3. Na página Deseja adicionar algum nível de agrupamento?, clique no botão >. 4. Na página Que ordem de classificação e resumo informativo você deseja para os registros de detalhe?, na primeira lista, clique na seta, clique em Campo1 e então clique em Avançar.
  • 144. 5. Na página Como você deseja ordenar o seu relatório?, em Layout, clique em Estrutura de Tópicos e então clique em Avançar. 6. Na página Que título você deseja para o seu relatório? , clique em Concluir. 7. Na Faixa de Opções, no grupo Fechar Visualização, clique em Fechar Visualização de Impressão. Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens Pode ser adicionada ao modo Formulário. 2 Pode ser na forma de tabelas ou de elementos gráficos. 3 São usados para exibir informações necessárias. 4 Pode ser na forma de tabelas. 5 Usadas para recuperar informações de um banco de dados. 6 Podem conter condições de filtro. 7 Contêm informações relacionadas a entidade em particular. 8 Podem ou não conter funções. 9 São gerados pela execução de consultas. 157 Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Registros Relatórios Consultas Módulo 3 – Programas de Produtividade 1
  • 145. Módulo 4 Módulo 3 – Programas de Produtividade 159 A Internet e a World Wide Web
  • 146. MÓDULO 4 A INTERNET E A WORLD WIDE WEB Visão geral do curso A Internet e a World Wide Web Informações sobre o módulo Este módulo explica a terminologia básica de computadores associada à Internet e à World Wide Web. Ele descreve as várias ferramentas de comunicação oferecidas pela Internet e os métodos de acesso às informações na World Wide Web. Este módulo também explica o conceito de comércio eletrônico. Informações Descrição Público Este módulo destina-se a qualquer pessoa que queira obter conhecimentos sobre alfabetização digital. Pré-requisitos Os estudantes devem ter habilidades básicas de compreensão e leitura com nível necessário para ler um jornal local. Os estudantes devem ter feito o primeiro curso Noções básicas sobre computadores, ou ter conhecimentos equivalentes de informática. Objetivos do módulo Ao concluir este módulo, o aluno será capaz de: • Explicar os conceitos básicos relacionados à Internet. • Explicar o conceito da Web e identificar seus componentes. • Explicar como usar o correio eletrônico para se comunicar pela Internet. • Descrever outros métodos de comunicação pela Internet. 161 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web A Internet pode conectar você a pessoas, informações e recursos em todo o mundo. Este curso mostra como se conectar à Internet, procurar páginas da Web, navegar pelos sites da Web, usar mecanismos de pesquisa e se comunicar com outras pessoas usando email, mensagens instantâneas, blogs e outras mídias.
  • 147. Introdução ao módulo A Internet modificou a maneira de comunicação das pessoas. Você pode acessar e usar vários serviços relacionados à informação e à comunicação na Internet. Este módulo explica os conceitos básicos relacionados à Internet e discute os componentes que constituem a World Wide Web, que é chamada de Web. Este módulo também explica os diferentes métodos que podem ser usados na comunicação pela Internet. Resumo do módulo Lição Descrição A Internet A Internet é um grupo de redes que fornece vários serviços úteis. Os componentes necessários para se conectar à Internet são um dispositivo de computador, um dispositivo de conexão e um ISP. Existem dois métodos de conexão com a Internet: físico e sem fio. A quantidade de dados que podem ser transmitidos em uma rede em um certo período de tempo é conhecida como largura de banda. A largura de banda de uma rede depende da tecnologia usada para se conectar à Internet. A World Wide Web A Web é um serviço popular fornecido na Internet. Ela funciona como um depósito de documentos vinculados. Os documentos na Web são identificados com a ajuda de endereços IP, nomes de domínio e URLs. Você pode usar navegadores da Web para procurar informações e fazer transações comerciais na Web. Usando email O email eletrônico é a maneira mais popular de comunicação pela Internet. Você pode escrever novas mensagens e também gerenciar seus emails. Você pode usar o e-mail para fins pessoais e profissionais. Ao escrever emails, você deve seguir determinadas diretrizes de linguagem, formatação e conduta para apresentar informações de forma clara. Outros métodos de comunicação na Internet A Internet oferece um método rápido, fácil e de baixo custo para troca de mensagens pessoais e profissionais com outros usuários da Internet em todo o mundo. Você pode usar vários métodos, como mensagens de email, comunidades online, mensagens instantâneas e blogs, para se comunicar pela Internet. • As comunidades online são formadas por grupos de usuários de computador com interesses e motivos comuns para se comunicarem pela Internet. • Você pode usar a mensagem instantânea para se comunicar com outros usuários de computador pela Internet. • Além disso, pode criar sua própria página da Web que lista seus interesses e passatempos, e publicá-la na Internet. • Você pode usar um blog para postar e compartilhar experiências pessoais, seus pensamentos, hobbies ou outros materiais, como gráficos ou vídeo. Alfabetização Digital 162 Elemento gráfico
  • 148. LIÇÃO 1 A INTERNET Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • Descrever os usos da Internet. Identificar os requisitos para uma conexão com a Internet. Identificar os recursos de dois tipos de conexões com a Internet. Relacionar o termo largura de banda aos diferentes tipos de conexões com a Internet. Descrever os usos dos serviços na nuvem. 163 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Imagine que você tem muitos amigos e que deseja cumprimentá-los nos aniversários. Se você usar os correios para cumprimentá-los, nem sempre seus amigos receberão os cumprimentos a tempo. Porém, se você usar a Internet, seus amigos receberão seus cumprimentos em alguns segundos. A Internet também oferece a vantagem de enviar música e imagens junto com os cumprimentos. Esta lição o ajudará a identificar os diferentes usos da Internet, como pesquisar informações, enviar cartas e cartões, participar de jogos, ler as últimas notícias ou até comprar e vender produtos. Você também aprenderá os componentes necessários para se conectar à Internet e os diferentes tipos de conexão com a Internet. Além disso, aprenderá sobre o termo largura de banda e a largura de banda fornecida pelos diferentes tipos de conexão com a Internet.
  • 149. Usos da Internet Imagine um cenário em que você queira se comunicar por intermédio de um computador em sua rede com um outro computador em outra rede. Para fazer essa troca de informações, você pode usar a Internet para se conectar às duas redes. A Internet é um conjunto de redes vinculadas entre si para intercâmbio de informações. Atualmente, a Internet é usada em todo o mundo. Usando a Internet, você pode: • Executar transações bancárias, como exibição de detalhes de sua conta bancária e transferência de dinheiro de uma conta para outra. • Comunicar-se com outras pessoas em todo o mundo instantaneamente. As mensagens que você envia pela Internet chegam em qualquer parte do mundo em apenas alguns segundos. • Obter informações atualizadas sobre eventos que ocorrem ao redor do mundo. Muitos canais de notícias de destaque usam a Internet como um meio para fornecer notícias atualizadas. • Pesquisar informações sobre qualquer assunto. • Fazer um curso e provas online. • Divertir-se ouvindo música, jogando, assistindo a filmes ou compartilhando fotos. • Comprar e vender produtos. Alfabetização Digital 164 Requisitos para uma conexão com a Internet Para se conectar à Internet, você precisa de um dispositivo de computador, um dispositivo de conexão e um provedor de serviços de Internet. O dispositivo de computador pode ser um computador pessoal, um computador portátil, um tablet ou até um dispositivo móvel, como celular, smartphone ou dispositivo de bolso. Você precisa de um dispositivo de conexão, como modem, para conectar seu computador à Internet. Um modem converte informações digitais em informações analógicas e as transmite por uma linha telefônica. Um modem pode ser interno ou conectado externamente. Um ISP é uma empresa que fornece conectividade à Internet para indivíduos, empresas e organizações. Ele também fornece serviços extras, como espaço de armazenamento para compartilhar seus dados pessoais. Além disso, você pode se conectar à Internet por meio de um dos três métodos a seguir. Você pode usar cabos para se conectar à Internet. Esse tipo de conexão é chamado de conexão física. Também é possível se conectar à Internet por intermédio da tecnologia sem fio. Um dispositivo de computador que suporta tecnologia sem fio tem Wireless Fidelity ou placa Wi-Fi que
  • 150. fornece comunicação sem fio entre o dispositivo de computador e a rede. Uma placa Wi-Fi não está fisicamente conectada a um provedor. Outro dispositivo necessário para a conectividade sem fio é o AP (ponto de acesso). Um ponto de acesso é usado para conectar um dispositivo de computador sem fio a uma rede com fio. Essa rede com fio pode pertencer a um provedor. Você pode se conectar à Internet por meio desse provedor. Também é possível acessar a Internet por meio de um dispositivo móvel, como um smartphone com recursos integrados. Quando você conecta um smartphone ao seu laptop ou computador pessoal, o dispositivo sem fio, como um modem USB, fornece acesso à Internet via 3G (third generation), GPRS (general packet radio service) ou CSD (circuit switched data). Tipos de conexões com a Internet Há dois tipos diferentes de conexões com a Internet, conexões dedicadas e conexões dial-up. Você pode escolher o tipo de conexão dependendo das suas necessidades e do orçamento. Descrição Conexão dedicada com a Internet 165 Paula Bento trabalha como corretora na Bolsa de Valores. Ela usa a Internet para monitorar constantemente os preços de mercado a cada hora do dia. Como precisa que o computador esteja sempre conectado à Internet, ela usa uma conexão dedicada. Em uma conexão dedicada com a Internet, você não precisa solicitar ao seu provedor uma conexão a cada momento que deseja se conectar. Muitas organizações de grande porte e universidades usam conexões dedicadas porque fazem uso intensivo da Internet. Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Tipo de conexão com a Internet
  • 151. Conexão dial-up com a Internet Isabel Mendes trabalha em tempo integral e usa a Internet para enviar mensagens de e-mail aos clientes da empresa e saudações a amigos e familiares. Como Isabel precisa estar conectada apenas por um breve período, ela usa uma conexão dial-up com a Internet. Em uma conexão dial-up, você precisa se conectar ao seu provedor sempre que quiser uma conexão. Após concluir seu trabalho, você pode se desconectar da Internet. Uma conexão dial-up em geral é menos dispendiosa e tem uma taxa de transferência de dados mais lenta comparada à conexão dedicada. O que é largura de banda? Alfabetização Digital 166 Largura de banda representa a quantidade de dados que pode ser transmitida em uma rede em um determinado período. A largura de banda é medida em Mbit/s (megabits por segundo), Kbit/s (kilobits por segundo) ou bit/s (bits por segundo). Se a largura de banda de uma rede for 1 Mbit/s, 1 megabit de dados pode ser transmitido pela rede em 1 segundo. A taxa real de transferência de dados variará de acordo com o equipamento do provedor, o tipo de conexão com a Internet e o número de pessoas usando a mesma conexão ao mesmo tempo. Você pode usar vários tipos de tecnologias, como dial-up e modems cabeados, para se conectar à Internet. Cada tecnologia oferece suporte a uma largura de banda diferente. Às vezes, você pode se conectar à Internet usando mais de um tipo de conexão. Por exemplo, em alguns aeroportos, você pode usar uma conexão sem fio para se conectar a um modem cabeado. Nesse caso, a velocidade de conexão será mais lenta. A tabela a seguir descreve os vários tipos de conexões com a Internet.
  • 152. Descrição Conexão discada O acesso à Internet discado estabelece uma conexão com um provedor de Internet por meio de linhas telefônicas que usam as instalações da PSTN (Rede Telefônica Pública Comutada). As conexões discadas oferecidas atualmente permitem taxas de transferência de dados de até 56,6 Kbit/s. Conexão DSL (Linha de Assinatura Digital) A DSL possibilita a transmissão digital de dados pelos cabos de uma rede de telefonia local. A conexão ADSL (Linha de Assinante Digital Assimétrico) é o tipo mais comum de conexão DSL. Para usar uma conexão ADSL, você precisa ter um modem ADSL especial. A taxa de transferência de dados da conexão DSL é de 384 Kbit/s a 8 Mbit/s. Conexão com modem a cabo Um modem a cabo é usado principalmente para fornecer acesso à Internet banda larga na forma de Internet a cabo. Se você tiver uma conexão de TV a cabo, será possível obter uma conexão de alta velocidade com a Internet pela provedora de TV a cabo. Usando esse tipo de conexão, você pode ficar sempre conectado à Internet. Essa conexão oferece suporte a taxas de transferência de dados de 4 Mbit/s. Conexão T1 As linhas T1 fornecem uma conexão por linha telefônica dedicada à Internet e são uma opção popular para as empresas atualmente. Essa conexão oferece suporte a taxas de transferência de dados de 1.544 Mbit/s. Conexão sem fio As conexões sem fio ajudam você a se conectar à Internet usando a tecnologia sem fio e conectando você a conexões com fio, como um modem a cabo. Embora você possa se conectar a uma conexão a cabo de alta velocidade, esse tipo de conexão pode não fornecer as taxas de transferência de dados da conexão a cabo. Uma tecnologia de rede sem fio popular é o WiFi. Ele usa ondas de rádio para fornecer Internet de alta velocidade e conexões de rede. As taxas de transferência de dados das conexões com a Internet podem variar de 11 Mbit/s a 45 Mbit/s. Algumas conexões sem fio oferecem suporte à largura de banda de vários gigabits por segundo (Gbit/s). Gráfico 167 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Tipo de conexão
  • 153. Conexão com a Web de celular Uma conexão com a Web de celular fornece acesso a e-mail, mensagens instantâneas, serviços bancários na Internet, informações sobre clima e viagens e outros serviços a qualquer hora e em qualquer lugar. As taxas de transferência de uma conexão com a Web de celular dependem das tecnologias que você usa para o dispositivo de conexão. Essas tecnologias incluem 3G, EDGE e GPRS. O 3G pode oferecer taxas de download de dados de até 56 Mbit/s e taxas de carregamento de dados de até 22 Mbit/s. O EDGE pode oferecer taxas de download de dados de até 236,9 Kbit/s e o GPRS pode oferecer taxas de dados de até 171,2 Kbit/s. Serviços na nuvem Alfabetização Digital 168 Atualmente, as empresas estão modernizando suas operações com a ajuda da computação na nuvem. A computação na nuvem é um tipo de computação baseada na Internet na qual dados, informações e recursos são fornecidos sob demanda. Isso é possibilitado com a ajuda de serviços na nuvem, que são hospedados em servidores compartilhados mediante o pagamento de assinaturas. Os serviços na nuvem não precisam ser instalados no computador de cada usuário. Eles são executados em um servidor de dados compartilhado e oferecem um ambiente flexível para a implantação. Com os serviços na nuvem, vários aplicativos hospedados em servidores compartilhados são disponibilizados apenas como interfaces do usuário. Você pode acessar os aplicativos com a ajuda de navegadores da Web independentemente de sua localização ou dos dispositivos que utiliza. Isso aprimora a eficiência dos serviços na nuvem e reduz o trabalho de manutenção de aplicativos em servidores locais. O acesso a aplicativos dessa forma também reduz a necessidade de funcionários especializados na organização. Os serviços na nuvem ajudam a reduzir o custo da utilização de recursos. Como usuário de serviços na nuvem, você consome recursos e paga apenas pelos serviços que utiliza. Por exemplo, você pode usar serviços de armazenamento na nuvem para fazer backup de arquivos em um dispositivo remoto hospedado por terceiros. Quando fizer isso, você pagará apenas pelo espaço e pela largura de banda utilizados. Com os serviços na nuvem, também é possível otimizar a utilização de recursos. Você pode dimensionar a infraestrutura em função de picos de demanda de carga e variações sazonais. Por exemplo, você pode expandir o espaço de backup adicional em servidores remotos quando a demanda estiver alta e liberar os servidores quando não precisar de espaço adicional.
  • 154. Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Provedor de Internet. 2 Dispositivo de computador. 3 Modem. 4 Dial-up. 5 DSL. 6 Sem fio. Categoria 2 Elementos da Internet Conexões com a Internet Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 169 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Categoria 1
  • 155. LIÇÃO 2 A WORLD WIDE WEB Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: Descrever os componentes da Web. Explicar como funcionam os endereços da Web e os vários recursos oferecidos pelo Internet Explorer 9. Pesquisar informações confiáveis na Web. Explicar como executar transações pela Web. 171 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Imagine que você e sua família decidiram ir para o Chipre nas férias e gostariam de ter mais informações sobre o local. Provavelmente, você conversará com amigos que já tenham ido ao Chipre ou pesquisará livros que lhe forneçam as informações desejadas. Consequentemente, você despende muito tempo reunindo essas informações. Usando a Web, você pode obter rapidamente informações como detalhes de hotéis ou lugares para visitar no Chipre. Nesta lição, você aprenderá os componentes básicos da Web. Você também aprenderá a usar um mecanismo de pesquisa para encontrar informações na Web. Além disso, aprenderá a navegar nos sites da Web para obter informações e executar transações online.
  • 156. Introdução à Web A Web se refere ao conjunto de informações acessíveis pela Internet. As informações estão na forma de texto, imagens e som, organizadas de forma lógica e armazenadas em computadores conhecidos como servidores Web. A Web é um serviço muito popular da Internet. Muitas pessoas usam os termos a Web e a Internet como sinônimos, mas, tecnicamente, os dois termos são diferentes. A Internet conecta vários computadores e forma uma rede na qual um computador pode se comunicar com outro. No entanto, a Web é uma maneira de acessar e compartilhar informações na Internet usando navegadores da Web. A tabela a seguir descreve os componentes da Web. Componente Descrição Navegador da Web Um navegador da Web é um programa de software que permite a exibição e interação de vários recursos na Web. Um exemplo de navegador da Web amplamente utilizado é o Microsoft Internet Explorer, que exibe texto e imagens gráficas. O Windows Internet Explorer 9 está disponível com o Windows 7. Alguns navegadores, como o Internet Explorer 9, oferecem um novo recurso chamado navegação com guias para facilitar ainda mais a navegação na Web. Usando guias, você pode visualizar vários sites em uma única janela de navegação e alternar facilmente de um site para outro. Alguns sites da Web podem ter conteúdo na forma de arquivos de animação, vídeo ou áudio. Para exibir esses arquivos, você precisa de outros programas conhecidos como complementos. Um complemento é um programa de software que adiciona recursos ao seu navegador e aprimora a experiência na Internet. Os complementos fornecem funções agregadas que permitem ao navegador da Web acessar e executar arquivos existentes em páginas da Web. Por exemplo, o Microsoft Silverlight é um complemento de navegador que é exigido para a visualização de vídeos de alta qualidade usando navegadores da Web. Página da Web Uma página da Web é um documento de texto formatado que pode ser exibido em um navegador da Web. A maioria das páginas da Web na Internet permitem que você navegue para outras páginas da Web clicando em um hiperlink, comumente conhecido como link. Além de acessar páginas da Web existentes, você pode criar e publicar novas páginas. Para criar páginas é necessário usar uma linguagem de software conhecida como HTML (Hypertext Markup Language). Os navegadores da Web usam HTML para exibir páginas. O hipertexto é um método de vincular texto a outros textos que ajuda a navegar facilmente por tópicos não sequenciais relacionados na mesma página ou em outras páginas. Alfabetização Digital 172 Gráfico
  • 157. Site Um site da Web representa uma ou mais páginas da Web hospedadas em um único servidor, que é conhecido como servidor Web e está conectado à Internet. Quando você acessa um site, a primeira página da Web exibida é conhecida como página inicial. Visão geral de endereços da Web Elemento Descrição http:// Indica o protocolo a ser usado para acessar um arquivo. www Indica que o site da Web está na Web. microsoft Indica o nome do domínio. .com Indica o tipo de domínio. /learning/default.asp Indica o caminho do documento. 173 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Todo site da Web é armazenado em um computador que faz parte de uma vasta rede. Para acessar um site, você precisa acessar o computador em que o site está armazenado. Assim como toda casa tem um endereço único, cada computador na Web é identificado por um endereço exclusivo, conhecido como endereço IP. O endereço IP é um endereço numérico que especifica o local exato de um computador na Web. Você pode acessar um computador na Web usando um endereço IP, como 192.168.0.1. O endereço IP está vinculado a um nome de domínio correspondente porque é mais fácil lembrar nomes do que sequência de caracteres numéricos. Por exemplo, o nome de domínio correspondente do endereço IP 127.0.0.1 pode ser proseware.com. Os navegadores da Web podem usar o nome de domínio ou endereço IP para localizar e exibir uma página da Web. O site de um domínio é acessado com a ajuda de um endereço alfanumérico exclusivo conhecido como o endereço da Web, também denominado URL (Uniform Resource Locator), que especifica o protocolo a ser usado e a localização exata do site da Web. Um protocolo é um método padrão de transferência de dados entre computadores diferentes. No exemplo http:// www.microsoft.com/learning/default.asp, http indica qual o protocolo a ser usado e microsoft.com/learning/default.asp especifica a localização exata da página da Web.
  • 158. Uma URL também inclui o sufixo do nome de domínio que indica o tipo de organização a que pertence o site da Web. Por exemplo, no nome de domínio microsoft.com, o sufixo do nome de domínio é .com. A lista a seguir mostra alguns exemplos de sufixos de nomes de domínio. • • • • • • .com: Indica que o site da Web é de uma organização comercial. .edu: Indica que o site é de instituições educacionais como escolas, faculdades e universidades. .net: Indica que o site da Web é de uma organização em rede ou de um ISP. .org: Indica que o site da Web é de uma organização sem fins lucrativos. .info: Indica que o site é de natureza informativa. .museum: Indica que o site é usado para um museu. Observação: Há domínios de país que são usados especificamente por um país ou território independente. Alguns exemplos de domínios de país são: .ke, do Quênia, .in, da Índia, e .jp, do Japão. Trabalhando com o Internet Explorer 9 Alfabetização Digital 174 A Internet oferece uma gama de serviços, como transferência de arquivos entre os usuários da Internet, correio eletrônico para envio de mensagens ou sites da Web para exibição de notícias e informações. Você também pode usar a Internet e seus serviços para pesquisar e se candidatar a empregos, assistir a filmes e comprar ou vender produtos. Nesta lição, você aprenderá os vários recursos oferecidos pelo Internet. O Internet Explorer 9 é a versão mais recente do navegador da Web Internet Explorer. Você pode abrir a Internet clicando no botão de inicialização do Internet Explorer, localizado na barra de tarefas. Para proteger seu computador contra ataques maliciosos, é recomendável que você selecione a opção Usar configurações recomendadas de segurança e compatibilidade. Você pode começar digitando a URL do site que deseja acessar e clicando um link para ser direcionado para a página apropriada. O Internet Explorer 9 também permite que você adicione os sites que acessa regularmente ou que deseja acessar no futuro à lista Favoritos. Também é possível alterar o nome de exibição da URL alterando o nome que aparece por padrão no campo Nome. Após adicionar o site à lista, você poderá acessá-lo diretamente clicando no nome de exibição na lista Favoritos. O Internet Explorer 9 também possui o botão Ferramentas, que permite imprimir e salvar páginas da Web, adicionar arquivos à lista de favoritos e aumentar ou diminuir o zoom de páginas da Web. Você também pode assegurar a segurança de seus dados pessoais e das informações de login e senha excluindo o histórico de navegação ou optando pela navegação InPrivate.
  • 159. O Internet Explorer 9 também oferece o recurso de navegação com guias. Esse recurso ajuda a exibir várias páginas da Web em uma única janela do Internet Explorer. Você pode navegar de uma página para outra usando as guias. Quando terminar de visualizar, você poderá fechar as guias separadamente ou todas de uma vez. Pesquisando informações 1. 2. 3. 4. 5. Para abrir o Internet Explorer, clique em Internet Explorer. Para acessar o site do Bing, digite www.bing.com na barra de endereços e pressione ENTER. Na caixa Pesquisar, digite história da mic. Para selecionar uma opção na lista de sugestões, clique em história da Microsoft. Digite Teclado na caixa Pesquisar e pressione ENTER. 175 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web A Web é uma grande coleção de informações e recursos multimídia, incluindo imagens, gravações de áudio e videoclipes. Para encontrar informações relevantes nessa coleção, você pode usar um mecanismo de pesquisa, a ferramenta de pesquisa mais comum da Web. O Microsoft Bing é um exemplo de mecanismo de pesquisa. Esse mecanismo de pesquisa usa um processo automatizado para pesquisar e recuperar informações de vários sites, incluindo sites de governamentais, corporativos e educacionais. A World Wide Web é uma grande coleção de informações. Você pode localizar informações na Web usando um mecanismo de pesquisa, como o Microsoft Bing. O mecanismo de pesquisa fornece uma caixa de pesquisa, na qual você pode digitar uma palavra-chave para pesquisar informações sobre um tópico específico. Esse tipo de pesquisa é chamado de pesquisa de palavra-chave. Quando você especifica as palavras-chave, obtém uma lista de sugestões de pesquisa. Você pode selecionar sua opção nessa lista. O Bing recuperará e exibirá as informações que correspondam à palavra-chave. Os resultados da pesquisa incluem uma parte resumida do conteúdo incluído em cada página da Web recuperada e um link para a página da Web. Para exibir mais resultados de pesquisa, clique nas páginas de resultados seguintes, que são listadas na parte inferior da página. Você pode escolher o link mais adequado na página de resultados. Você também pode usar o mecanismo para fazer uma pesquisa de diretório. Você navega até um diretório específico e pesquisa informações específicas nele. Para navegar na Internet basta executar os seguintes procedimentos:
  • 160. Como executar transações financeiras pela Web Alfabetização Digital 176 Uma transação online se refere a transações comerciais realizadas por sistemas eletrônicos, como a Internet. A compra e a venda de produtos pela Internet, pagamentos de supermercado com cartões de crédito ou débito e transações bancárias, como depósitos, saques, consultas e transferências, são alguns exemplos de transações online. Uma transação online geralmente exige que você forneça informações pessoais, como nome de usuário, senha, endereço e detalhes da conta bancária ou do cartão de crédito. Vamos supor que você esteja planejando visitar um museu com amigos e decida comprar os ingressos online. Para fazer essa transação online, talvez seja necessário criar uma conta para se cadastrar no site do museu. Durante a criação de uma nova conta, você precisará fornecer detalhes, como nome de usuário e senha, em um formulário de registro. Depois que seu registro for aceito, você receberá uma autenticação para realizar transações online no site. Para comprar ingressos, você precisa selecionar a data e a quantidade de ingressos que deseja adquirir. Depois de confirmar suas opções, você precisa fornecer detalhes do cartão de crédito juntamente com o endereço de entrega. Após enviar esses detalhes, eles serão verificados e autenticados e será exibida uma página da Web indicando a conclusão da transação online. Essa página de confirmação também fornece um código de transação que pode ser usado em consultas posteriores relacionadas à compra. Você também pode comprar e vender produtos, comprar bilhetes de avião ou trem e fazer transações bancárias online. Como muitas informações pessoais são fornecidas em uma transação online, você deve assegurar que as transações sejam feitas de forma segura e apenas em sites confiáveis.
  • 161. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta A World Wide Web É parte da Internet. A World Wide Web NÃO É parte da Internet. 2 O endereço IP também é conhecido como URL. Um endereço da WEB também é conhecido como URL. 3 Um portal NÃO É um site da Web. Um portal É um site da Web. 4 Você NÃO PODE criar novas páginas da Web. Você PODE criar novas páginas da Web. 5 Você pode abrir APENAS UM SITE DA WEB em uma janela do Internet Explorer 9. Você pode abrir VÁRIOS SITES DA WEB em uma janela do Internet Explorer 9. 6 Um site confiável da Web inclui conteúdo de autores COM credenciais. Um site confiável da Web inclui conteúdo de autores SEM credenciais. O Internet Explorer é um SERVIDOR Web. O Internet Explorer é um NAVEGADOR da Web. 8 Você NÃO PODE salvar uma página da Web em seu computador. Você PODE salvar uma página da Web em seu computador. 9 Os mecanismos de pesquisa são SITES da Web com tecnologia especial. Os mecanismos de pesquisa são NAVEGADORES da Web com tecnologia especial. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 177 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web 7
  • 162. LIÇÃO 3 USANDO EMAIL Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • Explicar como funciona o email. Como criar um endereço de email. Escrever e enviar emails. Gerenciar emails. Identificar a etiqueta correta ao escrever emails. 179 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web O correio eletrônico ou email é similar ao serviço postal tradicional. Em vez de usar caneta e papel, você utiliza um programa de software para criar mensagens e um servidor de rede substitui o carteiro na entrega da mensagem ao destinatário. Uma mensagem pode viajar meio mundo em segundos e, além do texto, pode conter imagens, arquivos de dados, fotos, áudio e videoclipes. Você pode usar o email para fins pessoais e profissionais. Você pode escrever mensagens de email para enviar felicitações, se candidatar a empregos e para outros fins profissionais. Ao escrever emails, você precisa seguir determinadas regras de conduta. Essas regras são chamadas coletivamente de etiqueta para emails. A etiqueta para emails ajuda a simplificar a comunicação e evitar mal entendidos e interpretações equivocadas. Nesta lição, você aprenderá a criar e gerenciar emails, e conhecerá os vários tipos de etiquetas para emails.
  • 163. Introdução ao email Alfabetização Digital 180 O correio eletrônico (email) é uma forma eletrônica da carta tradicional. Em vez de usar caneta e papel para escrever mensagens, você utiliza um programa de software para criar mensagens de email chamado de cliente de email. Em vez de usar caneta e papel para escrever mensagens, você utiliza um programa de software, chamado de cliente de email, para criar mensagens de email. Você também pode enviar fotos, arquivos de dados, áudio e até videoclipes em suas mensagens de email. Por exemplo, é possível enviar uma fotografia da família ou um pequeno vídeo doméstico para seus amigos nas mensagens de email. Quando você cria e envia uma mensagem de email usando um cliente de email, o cliente de email primeiro é conectado a um servidor de email. Então, a mensagem é transmitida do seu servidor de email para o servidor de email de destino pela Internet. Esse servidor depois envia a mensagem para a conta de email do destinatário. Há dois tipos de clientes de email: local e baseado na Web. Os clientes de email locais são instalados no computador e você pode usá-los para salvar mensagens no disco rígido. O Windows Live Mail é um exemplo de cliente de email local. Você se conecta a clientes de email baseados na Web usando um navegador. Clientes de email baseados na Web ajudam a enviar e abrir mensagens de email usando um navegador. A menos que você faça o download de uma mensagem específica para o seu computador, todas as mensagens permanecerão no sistema do provedor de serviço. Para enviar mensagens de email, você precisa assegurar que seu computador esteja conectado à Internet e que um cliente de email esteja instalado em seu computador. Para trocar mensagens de email com outras pessoas, você precisa ter um endereço de email próprio e saber o endereço de email da pessoa para a qual deseja enviar mensagens de email. Para obter um endereço de email, abra uma conta em um provedor de serviços de email. Criando um endereço de email João Freitas, um estudante universitário, deseja manter contato com seus amigos e colegas de classe e também compartilhar arquivos e fotos com eles. Para isso, ele decide criar um endereço de email. Acompanhe o processo de criação do endereço de e-mail do João. João decide criar uma ID no Windows Live. Ele abre o Internet Explorer e acessa o site do Windows Live. Para criar uma nova ID do Windows Live, João clica no botão Inscreva-se já e segue as instruções na tela. O nome de login é importante ao criar uma conta de email. Escolha um nome fácil de lembrar. Se possível, evite usar nomes de login que incluem sublinhados, hífens e outros símbolos. Também é necessário criar uma senha para proteger sua conta. Uma senha forte é sua prin-
  • 164. cipal defesa contra ameaças de segurança e privacidade. Crie uma senha que não possa ser adivinhada facilmente por outras pessoas. Uma prática recomendada é criar uma pergunta de segurança ou usar um outro endereço de email para redefinir a senha. Essa é uma forma simples de ajudar seu provedor de email a recuperar sua senha caso você a esqueça. Depois de preencher os detalhes exigidos, João aceita o contrato de licença, e a nova ID do Windows Live é criada e disponibilizada para uso. Acompanhe abaixo o processo de criação de conta de e-mail do João: 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. Para abrir o Internet Explorer, clique em Internet Explorer. Na barra de endereços do Internet Explorer, digite www.live.com Na janela Entrar, clique em Inscreva-se já. Na caixa Nome, em Primeiro, digite João, e em Último, digite Freitas. Clique para selecionar o dia do nascimento e, na caixa suspensa Dia, clique em 25. Clique para selecionar o mês do nascimento e, na caixa suspensa Mês, clique em agosto. Clique para selecionar o ano do nascimento e, na caixa suspensa Ano, clique em 1985. Clique para selecionar o sexo e, na caixa suspensa Sexo, clique em Masculino. Na caixa Nome da conta da Microsoft, digite Joao.Freitas e clique em live.com na lista suspensa depois de @. Na caixa Criar uma senha, digite a senha. Na caixa Redigitar a senha, digite novamente a senha inserida na caixa Criar uma senha. Clique em Ou escolha uma pergunta de segurança e, na caixa suspensa Pergunta de segurança, clique em Nome do primeiro animal doméstico. Na caixa Resposta, digite um nome. Por exemplo, Gatinho. Na caixa CEP, digite 69935-00 Em Insira os caracteres exibidos, digite os caracteres na caixa apropriada. Clique em Aceitar. Como escrever e enviar mensagens de emails Você pode criar emails e enviá-los para várias pessoas em diferentes partes do mundo usando sua conta e um cliente de email. Toda mensagem de email é composta de duas partes, o cabeçalho e o corpo. O cabeçalho é semelhante ao envelope de uma carta. Ele inclui informações como endereço de email do remetente e do destinatário, e o assunto da mensagem. O corpo é similar à carta dentro de um envelope. Ele inclui a mensagem de texto e algum anexo. Veja como é fácil criar uma mensagem de email usando o Windows Live Hotmail e responderá a uma mensagem recebida. 181 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.
  • 165. Alfabetização Digital 182 Passo1: Para criar uma mensagem de email no Windows Live Hotmail, clique em Ir para a caixa de entrada e em Novo. Passo2: Para especificar o endereço de email do destinatário, clique na caixa Para, para as finalidades deste exercício, e pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o endereço de email. Passo3: Para especificar o assunto da mensagem, clique na caixa Assunto e, para as finalidades deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o assunto. Passo4: Para digitar sua mensagem, para os propósitos deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o texto no corpo da mensagem. Passo5: Para anexar um arquivo à mensagem, clique em Anexos. Passo6: Na caixa de diálogo Escolher arquivo a carregar, no painel da biblioteca Documentos, clique em Formulário de inscrição preliminar e clique em Abrir. Passo7: Para adicionar uma assinatura à mensagem, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o texto no final da mensagem. Passo8: Para enviar a mensagem, na barra de ferramentas, clique em Enviar. Passo9: Para exibir as mensagens recebidas, no painel esquerdo, clique em Caixa de Entrada. Passo10: Para abrir uma mensagem, no painel Caixa de entrada, clique no email de Pedro Ruivo. Passo11: Para responder à mensagem, na barra de ferramentas, clique em Responder e, na caixa de diálogo Mensagem da página da Web, clique em OK. Passo12: Para digitar sua mensagem, pressione a BARRA DE ESPAÇOS, para digitar o texto no corpo da mensagem, e clique em Enviar.
  • 166. Gerenciando emails Imagine que você recebe diariamente cerca de 30 emails de diferentes pessoas de todas as partes do mundo. Elas podem ser seus amigos, parentes ou colegas de trabalho. Suponha que esta semana você tenha que tomar alguma ação sobre um email recebido na semana passada. Se você não tiver organizado seus emails, provavelmente perderá algum tempo procurando essa mensagem. Da mesma forma que organiza seus papéis importantes em arquivos ou pastas e descarta os papéis desnecessários, você precisa organizar seus emails. Convém ler seus emails todos os dias, excluir os emails desnecessários e organizá-los em pastas separadas de acordo com o conteúdo. A maioria dos programas de email fornece várias opções para gerenciar mensagens. O Windows Live Mail é um cliente de email local que é fornecido com o Windows 7 e possui uma série de ferramentas que o ajudam a organizar suas mensagens. Observe a sequência abaixo: 183 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Passo1: Para abrir o Internet Explorer, clique em Iniciar, Todos os Programas e em Windows Live Mail. Passo2: Para criar uma nova pasta de email, clique na guia Pastas e em Nova pasta. Passo3: Para especificar um nome para a pasta, na caixa de diálogo Criar Pasta, na caixa Nome da pasta, para as finalidades deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o nome da pasta. Passo4: Para criar uma nova pasta no nível superior, em Selecione a pasta onde deseja criar a nova pasta, clique em Hotmail.com (carlos.lacerda_01) e em OK. Passo5: Para mover a mensagem “Novas ideias de treinamento” para a pasta Ideias de orientação, para as finalidades deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para clicar na mensagem com o botão direito do mouse. Passo6: No menu de atalho, clique em Mover para pasta. Passo7: Na caixa de diálogo Mover, confirme se a pasta Ideias de orientação está selecionada e clique em OK. Passo8: Para confirmar se a mensagem de email foi movida para a pasta Ideias de orientação, no painel esquerdo, clique na caixa de rolagem e em Ideias de orientação. Passo9: Para abrir a mensagem de email, clique duas vezes na mensagem no segundo painel. Passo10: Para adicionar um sinalizador de acompanhamento à mensagem de email, na guia Mensagem, clique em Sinalizar e no botão Fechar. Passo11: Para excluir uma mensagem de email, clique em Caixa de Entrada, clique na mensagem de email do Windows Live e na guia Início e clique em Excluir. Passo12: Para verificar se a mensagem foi excluída, clique em Itens excluídos. Passo13: Para excluir permanentemente a mensagem, na guia Início, clique em Excluir. Passo14: Para confirmar a exclusão, na caixa de mensagem Windows Live Mail, clique em Sim.
  • 167. Passo15: Para organizar mensagens de email por assunto, clique em Caixa de Entrada e pressione a BARRA DE ESPAÇOS para clicar com o botão direito do mouse em Classificar por data. Passo16: Clique em Assunto. Passo17: Para criar um grupo de contatos, clique na guia Arquivo, aponte para Novo e clique em Contato. Passo18: Para especificar o nome do contato, na caixa de diálogo Adicionar um Contato, na caixa Nome, para as finalidades deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o nome. Passo19: Para especificar o sobrenome do contato, clique na caixa Sobrenome e, para as finalidades deste exercício, pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o sobrenome. Passo20: Para especificar o endereço de email do contato, clique na caixa Email pessoal, para as finalidades deste exercício, e pressione a BARRA DE ESPAÇOS para digitar o endereço de email e clique em Adicionar contato. Visão de geral de etiqueta para emails Atualmente, a maioria dos usuários da Internet usa emails para enviar mensagens pessoais e profissionais. Portanto, é essencial perceber a importância da etiqueta para emails, que é o nome coletivo de um grupo de diretrizes que você deve seguir ao escrever mensagens de email. A tabela a seguir descreve as diretrizes que você deve aplicar ao usar emails. Alfabetização Digital 184 Categoria Descrição Idioma • • • Tom. Quando você escreve um email, deve seguir regras básicas de cortesia para cumprimentar e identificar os destinatários. Não use caracteres em maiúsculas em uma mensagem de email porque esse tipo de texto é considerado agressivo e pode ser mal interpretado como gritos. Além disso, evite usar linguagem ofensiva ou inflamada. Gramática e pontuação. A maioria dos programas de email fornece um recurso de gramática e verificação ortográfica que pode encontrar erros em emails. A falta de pontuação pode tornar seus emails confusos. Além disso, evite usar pontuação em excesso, como pontos de exclamação ou reticências, para enfatizar seus pensamentos. Emoticons. Uma conversa eficiente entre duas pessoas inclui o uso de recursos visuais, expressões faciais e linguagem corporal. Nos emails, você pode usar emoticons ou smilies, que são uma coleção de caracteres, para expressar suas emoções. No entanto, use emoticons com moderação na comunicação profissional. Cc e Cco Você pode usar o campo Cc em um email para marcar as pessoas que deseja manter informadas. Use este campo para incluir apenas as pessoas para as quais deseja enviar uma cópia da mensagem. As pessoas cujos endereços você adicionar nos campos Para e Cc não poderão visualizar os endereços no campo Cco. Portanto, o uso do campo Cco muitas vezes não é recomendado. Anexo Cada conta de email possui um determinado limite de armazenamento. O envio de mensagens de email com documentos grandes, fotos ou outros tipos de arquivos como anexos pode ocupar todo o espaço das caixas de entrada dos destinatários. Como consequência, os destinatários podem parar de receber emails. Além disso, os destinatários talvez percam um tempo considerável para abrir anexos grandes. Para evitar esses problemas, você pode compactar os anexos enviados em mensagens de email.
  • 168. Formato da mensagem • • Tamanho das mensagens de email. O tamanho das mensagens de email não precisa ser limitado. Emails profissionais devem ser concisos e claros. No entanto, não use abreviações nem exclua detalhes necessários para reduzir o comprimento de emails. Atributos de formatação. Formatar mensagens com cores e fontes atraentes ajuda a criar um email interessante e que chama a atenção. No entanto, alguns programas de email podem não oferecer suporte a determinados formatos. Às vezes, mensagens com formatação avançada são exibidas como caracteres ilegíveis, que podem confundir e irritar as pessoas. Uma solução simples é usar a formatação padrão que está disponível em seu programa de email. Em mensagens de email pessoais, as saudações não precisam ser formais. Você pode começar sua mensagem com saudações como “Prezado” ou “Caro”. Na comunicação profissional, certifique-se de usar saudações apropriadas para os destinatários. Uma saudação formal é a opção mais segura para emails. Assinatura Uma assinatura é um texto curto que aparece no final da mensagem. Esse texto contém suas informações de contato. Em uma carta manuscrita, você adiciona sua assinatura no final do documento. Da mesma forma, uma mensagem de email deve incluir uma assinatura para identificar o remetente. No caso das mensagens pessoais, o destinatário geralmente conhece o remetente e, portanto, não é necessário usar uma assinatura. No entanto, a comunicação profissional deve incluir assinaturas claras e precisas. Você pode incluir endereço, números de telefone, endereço de email em sua assinatura para que os destinatários possam entrar em contato com você sempre que necessário. Evite usar citações e formatação em sua assinatura. Responder Quando receber um email profissional, certifique-se de respondê-lo prontamente. Atrasos na resposta criam a impressão de que você é desorganizado ou não tem interesse na comunicação. Além disso, manter parte da mensagem original na resposta ajuda a criar o contexto do email. Ao responder a uma mensagem de email você não precisa responder a todas as pessoas que receberam mensagem, a menos que necessário. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que afirmativa é verdadeira em relação aos clientes de e-mail locais? Selecione a resposta correta. ( ) Salvam mensagens em seu computador. ( ) Salvam mensagens no sistema do provedor de serviços. ( ) Salvam mensagens no navegador da Web. 2) Quais são as orientações que você deve seguir ao escrever emails profissionais? Selecione a resposta correta. ( ) Usar emoticons para expressar emoções. ( ) Diminuir o tamanho das mensagens usando abreviações. ( ) Manter uma parte da mensagem original para criar o contexto para a sua resposta. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 185 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Saudação
  • 169. LIÇÃO 4 OUTROS MÉTODOS DE COMUNICAÇÃO NA INTERNET Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • Identificar os recursos das comunidades online. Explicar o funcionamento das mensagens instantâneas e da Webcam. Explicar como criar e publicar páginas da Web. Como criar um blog usando o Windows Live Writer. O que são comunidades online? As comunidades online são formadas por grupos de usuários de computador com interesses e objetivos comuns para se comunicarem pela Internet. Alguns sites da Web oferecem ferramentas que permitem a troca de idéias e informações em um fórum interativo aberto. Você pode 187 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Imagine que você trabalha em uma organização em que os funcionários estão localizados em todo o mundo e que precisa falar com eles com frequência. Você pode também ter amigos e parentes em diferentes partes do mundo. Em qualquer um dos casos, você terá uma conta de telefone enorme se falar com eles frequentemente. A Internet fornece um método rápido, fácil e de baixo custo para troca de mensagens com outros usuários de computadores em qualquer parte do mundo. Além do email, a Internet oferece vários recursos de comunicação, como mensagens instantâneas, chats, blogs e sites de redes sociais.
  • 170. participar e interagir com outros usuários que estão online. Alguns sites da Web permitem que você adicione respostas ou pontos de vista a uma conversa em andamento quando outros usuários não estão online. Algumas comunidades online oferecem um recurso para enviar emails sobre os detalhes das discussões. A tabela a seguir descreve alguns dos diferentes tipos de comunidades online. Tipo de comunidade online Descrição Site de rede social Um site de rede social facilita a criação de grupos sociais online de pessoas que compartilham interesses. Nesses sites, é necessário criar uma conta e um perfil. As pessoas que usam o site podem visualizar o seu perfil e você pode visitar os perfis de outras pessoas. Assim como as mensagens instantâneas, você pode adicionar contatos ou amigos, compartilhar arquivos e manter discussões em um site de rede social. Por exemplo, o Windows Live permite que você veja os destaques das atualizações dos seus contatos no Hotmail, no Messenger e em outras redes sociais, como o Facebook. Alguns sites de redes sociais podem ser usados apenas para fins comerciais. Esses sites ajudam a compartilhar ideias, postar vagas de emprego, entrar em contato com clientes e promover produtos e serviços. Em alguns sites de redes sociais, qualquer pessoa pode acessar facilmente informações pessoais fornecidas pelos usuários do site. Usuários maliciosos podem fazer uso indevido das informações disponíveis nesses sites. Blog Os blogs são diários online. Você pode postar artigos, eventos diários ou suas idéias sobre qualquer assunto. Os blogs são como diários pessoais, em que você pode restringir o acesso a pessoas que possam exibi-los e fazer comentários sobre suas postagens. Você pode postar seus artigos em sites específicos da Web que permitem a postagem de blogs, ou criar seu próprio site da Web. Assim como outras comunidades online, os blogs estão muitas vezes sujeitos a linguagem ofensiva, conteúdo gráfico, discussões e spam. Alfabetização Digital 188 Gráfico
  • 171. Os grupos ou salas de bate-papo são sites da Web que podem ser usados para a comunicação instantânea com outras pessoas conectadas ao mesmo site da Web. Quando você bate-papo com alguém, significa que você digita uma linha de texto e depois pressiona a tecla ENTER. As palavras digitadas aparecem nas telas dos outros participantes, que depois podem respondê-las. Você pode inclusive usar mídia de áudio e vídeo durante o bate-bapo para conversar e ver a pessoa com quem está conversando. Além disso, pode transferir arquivos para outros participantes. Há diversas salas de bate-papo disponíveis que atendem às diferentes áreas de assunto. Dependendo de seu tópico de interesse, você pode fazer logon em uma sala de bate-papo. Para que as outras pessoas saibam que você está online, faça logon na sala de bate-papo. Atualmente, você pode usar dispositivos móveis, como telefones celulares, PDAs e laptops para conversar online. As salas de bate-papo nem sempre são monitoradas com atenção. Podem ocorrer incidentes ou conversas inapropriadas, use de linguagem vulgar e assédio. Grupos de bate-papo online também podem ser alvo de predadores e um canal para o roubo de identidades. Grupo de notícias Os grupos de notícias são fóruns de discussão online dedicados a tópicos específicos. Há grupos de notícias disponíveis para todos os tipos de tópicos como computadores, literatura, questões sociais, assuntos atuais etc. Esses grupos de notícias são chamados Usenet. Os grupos de notícias são como quadros de avisos. Eles incluem artigos sobre diferentes áreas de um tópico, outros pontos de vista de uma pessoa sobre aquele tópico e anúncios de vários eventos e oportunidades de emprego. Se você precisar de resposta para suas perguntas, será possível postá-las no grupo de notícias. As pessoas lerão suas perguntas e responderão apresentando respostas ou opiniões. Você pode pesquisar um grupo de notícias relacionado a um tópico de seu interesse e inscrever-se nele. Depois, da mesma forma que envia os emails, você poderá fazer logon no grupo de notícias e postar suas mensagens. A única diferença é que todas as pessoas que fazem logon no grupo de notícias podem ler suas mensagens. Todas as discussões relacionadas a um determinado tópico são agrupadas e vinculadas por um único segmento de discussão. Desse modo, por um período de tempo, você pode continuar uma discussão sobre um determinado assunto com outra pessoa. Os grupos de notícias podem estar sujeitos a mensagens ofensivas. 189 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web Grupo/sala de bate-papo
  • 172. Como funcionam as mensagens instantâneas? Alfabetização Digital 190 O serviço de mensagens instantâneas permite que você se comunique com outros usuários de computador pela Internet. Entretanto, ao contrário das mensagens de email, você pode enviar e receber mensagens imediatamente. A mensagem instantânea é similar a uma conversa telefônica, a única diferença é que você digita a conversa. Ela funciona exatamente como uma sala de chat, mas permite que só os seus amigos e colegas visualizem se você está online para iniciarem uma conversa. Para usar esse recurso, também é necessário ter um software de mensagem instantânea e uma conexão com a Internet. É possível fazer o download do software pela Internet e instalá-lo em seu computador. O Windows Live Messenger é usado neste tópico. A maioria dos softwares de mensagem instantânea funciona de forma similar. Após a instalação do software, você precisa criar uma conta. É necessário fornecer um nome de usuário e uma senha. Também serão solicitados detalhes pessoais, mas é opcional. Depois que você criar sua conta, será possível fazer login e adicionar os nomes de usuário de seus amigos e colegas que utilizam o mesmo aplicativo de mensagem instantânea. Quando você fizer login, as pessoas de sua lista saberão que está online e poderão lhe enviar mensagens. Para enviar uma mensagem para alguém que está online, é necessário clicar duas vezes no nome da pessoa na lista. Uma janela será aberta e você poderá digitar a mensagem. Muitos aplicativos de mensagem instantânea fornecem vários emoticons que permitem expressar suas emoções por meio de ícones. Esses aplicativos permitem a alteração de seu status, como Ocupado, Ausente, para indicar se você está ou não disponível para conversar. Se não quiser que as pessoas de sua lista vejam que você está online, mas deseja enviar mensagens para algumas delas, será possível definir seu status como Offline. Dependendo do aplicativo utilizado para mensagem instantânea, é possível que haja mais opções. Publicando na Web Você pode salvar páginas da Web em um servidor de rede e disponibilizá-las na Web para que possam ser visualizadas por outros usuários. Esse processo de tornar as páginas disponíveis para outros usuários é denominado publicação. Você pode usar um editor de texto simples, como o bloco de notas, ou softwares especializados, como Microsoft Office SharePoint Designer 2010
  • 173. 191 Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web ou Microsoft Expression Web 4, para criar suas próprias páginas da Web e publicá-las. Usando esses softwares, você pode criar uma página da Web que contenha informações sobre seus interesses, passatempos, sua família e seu trabalho. Além disso, pode incluir imagens, áudio e até mesmo um vídeo em sua página da Web. Observe na sequência abaixo como criar e publicar sua página da Web usando o Expression Web 4. O Expression Web 4 é uma ferramenta de webdesign que pode ser usada para criar sites. Você pode usar os modelos do Expression Web 4 para criar sua página da Web. O modelo fornece um layout com espaços reservados para o conteúdo que você deseja incluir na página da Web. Dependendo do modelo que você seleciona para criar um site, vários arquivos são gerados. A página inicial do seu site é default.html. A primeira linha da página inicial geralmente tem um título. Para alterar o estilo do título, clique em um dos estilos na lista Estilos. Para substituir o texto padrão na página, selecione o texto e digite seu próprio texto. Agora, você pode usar a barra de ferramentas de formatação para formatar o texto adicionado. As informações podem ser apresentadas na forma de lista com marcadores ou de lista numerada para ajudar os usuários a compreender as informações rapidamente. Para fornecer informações extras aos visitantes, você pode adicionar hiperlinks ao seu site. Você pode usar a caixa Inserir hiperlink para criar um hiperlink que direcione para uma página da Web existente ou nova, um arquivo, um endereço de email ou um determinado local em uma página da Web. Você pode adicionar uma imagem à sua página da Web a partir de um arquivo, um scanner ou uma câmera digital. No entanto, é recomendável remover o marcador antes de adicionar a imagem. Para adicionar uma imagem usando um scanner ou uma câmera digital, conecte o dispositivo ao computador e instale o software do dispositivo no computador. Na caixa de diálogo Propriedades de acessibilidade, você pode digitar o texto que deseja exibir com as imagens quando as imagens estiverem sendo obtidas por download ou quando a imagem não puder ser localizada. Você também pode exibir o texto movendo o ponteiro do mouse sobre a imagem. O Expression Web 4 configura automaticamente as propriedades de largura e altura da imagem com base nas dimensões reais da imagem. Você pode modificar o tamanho da imagem configurando as propriedades de marca HTML com valores apropriados. Depois de adicionar todo o texto, as imagens e os links para o seu site, salve todas as informações. Você também salva os arquivos que incluiu no site, como imagens ou arquivos vinculados. Você pode visualizar o conteúdo de seu site antes de fazer mais alterações ou finalizar o site. Depois de terminar o desenvolvimento do site, você precisa publicá-lo em um servidor Web para que outras pessoas possam acessá-lo. Para isso, você pode selecionar o FTP (File Transfer Protocol).
  • 174. Como criar um blog usando o Windows Live Writer Alfabetização Digital 192 Você já deve ter visitado vários blogs sobre diferentes assuntos escritos por blogueiros. Um blogueiro cria um blog para registrar seus pensamento e compartilhar suas experiências. Veja como criar e personalizar um blog usando o Windows Live Writer. Para usar o Windows Live Writer, você precisa primeiro configurá-lo. Para configurar o Windows Live Writer, especifique o serviço de blog que deseja usar para criar o blog. Em seguida, você precisa especificar o site que os visitantes usarão para ler seu blog. Também é necessário especificar as credenciais da conta do seu blog. Quando configurar a conta do seu blog, você poderá fazer o download do tema do blog publicando uma postagem temporária. Isso permite que você veja a postagem enquanto faz a edição. Também é possível criar um apelido para seu blog e confirmar as configurações. Agora que você criou a conta do seu blog, está pronto para criar o blog. Para criar um blog no Windows Live Writer, você precisa fornecer um título para a postagem do seu blog. Em seguida, especifique uma categoria para essa postagem. Uma categoria é um título no qual várias postagens podem ser agrupadas. Observe que a especificação de uma categoria para uma postagem é opcional. Depois que adicionar conteúdos à postagem do seu blog, você poderá personalizá-la formatando o texto. Também é possível adicionar imagens e embutir arquivos de vídeo nas postagens do blog. Por exemplo, você pode adicionar uma foto de uma viagem ao seu blog. Você também pode editar a imagem no Windows Live Writer. Por exemplo, nesta demonstração, você adicionará uma borda à fotografia. Você pode inserir hiperlinks, álbuns de fotos, vídeos, mapas do Bing, marcações e emoticons ao blog. Também é possível adicionar e configurar plug-ins usando as Opções de plug-ins. Depois que fizer as alterações, você poderá visualizar a postagem e publicá-la. Observe que as postagens precisam ser publicadas para que fiquem visíveis para os visitantes. Para publicá-las, use a opção Publicar.
  • 175. Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Trocar mensagens com dispositivos móveis. 2 Quadros de avisos de perguntas e respostas. 3 Enviar ícones para expressar emoções. 4 Segmentos de discussão de tópicos. 5 Postar vagas de emprego. 6 Fóruns de discussão online. 7 Criar grupos. 8 Visitar perfis de outros usuários. 9 Enviar e receber respostas imediatamente. Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Grupo de notícias Rede social Mensagens instantâneas Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Módulo 4 – A Internet e a Word Wide Web 193
  • 176. Módulo 5 Introdução 195 Segurança e Privacidade do Computador
  • 177. MÓDULO 5 SEGURANÇA E PRIVACIDADE DO COMPUTADOR Visão geral do módulo Segurança e privacidade do computador Informações sobre o módulo Este módulo lhe fornece uma visão geral sobre privacidade e segurança de seu computador. Você aprenderá os tipos de ameaças ao seu computador e como protegê-lo disso. Também aprenderá os desafios éticos apresentados pelo computador e pela Internet juntamente com assuntos legais sobre troca de informações. Informações Descrição Público Este módulo destina-se a qualquer pessoa que queira obter conhecimentos sobre alfabetização digital. Pré-requisitos Os alunos devem ter habilidades básicas de compreensão e leitura com nível necessário para ler um jornal local. Eles devem ter concluído o primeiro módulo Noções básicas sobre computadores ou ter conhecimentos equivalentes de informática. Objetivos do curso Ao concluir este curso, o aluno será capaz de: • Explicar sobre segurança e privacidade do computador e identificar os tipos de ameaças do computador. • Identificar os diversos métodos para proteger seu computador contra ameaças. • Explicar os bons hábitos de trabalho usados para aprimorar a segurança e privacidade de seu computador. • Explicar as configurações e opções que ajudam a manter o seu computador seguro. • Identificar os desafios éticos básicos que o computador e a Internet apresentam aos usuários. 197 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Você poderá utilizar facilmente um computador de forma segura e responsável se souber como protegê-lo e utilizá-lo com responsabilidade. Este módulo os ajudará a identificar os principais riscos e ameaças à segurança e privacidade do computador para evitá-los e adquirir mais confiança na computação
  • 178. Introdução ao módulo Alfabetização Digital 198 Da mesma forma que outros dispositivos eletrônicos, seu computador está sujeito a riscos provenientes de dados provocados por acidente ou intencionalmente. Alguns desses danos podem ser permanentes. Você pode evitar vários danos ao hardware, software e aos dados armazenados em seu computador tomando algumas medidas preventivas. Esse módulo o ajuda a identificar as várias ameaças ao seu computador e aos dados nele armazenados. Você explorará como proteger seu computador contra essas ameaças tomando medidas preventivas. Finalmente, o módulo explica as questões éticas e legais relacionadas ao uso da Internet. Os computadores são usados para várias finalidades, como armazenar dados, executar cálculos, participar de jogos, ouvir música, navegar pela Internet e comunicar-se com outras pessoas por emails e chats. Portanto, você precisa protegê-lo contra ameaças de danos físicos decorrentes de desastres naturais, erros humanos ou acidente ou atos mal-intencionados, como acesso não autorizado por hackers ou ataques de vírus. Seu computador pode ficar protegido contra essas ameaças quando você adota várias medidas de segurança, como configurações de segurança adequadas e software de segurança atualizado em seu computador. Os membros de sua família também precisam estar cientes das medidas de segurança para garantir uma melhor proteção de seu computador. Também é importante estar ciente dos direitos associados a informações disponíveis na Internet. O conteúdo disponível em muitos sites é proveniente de materiais protegidos por leis de direitos autorais e seu uso não autorizado pode acarretar problemas legais. Este módulo identifica as várias ameaças contra seu computador, os efeitos possíveis dessas ameaças e as soluções. O módulo explica as medidas de segurança que podem ser adotadas para manter seu computador seguro e atualizado. Além disso, explica as questões éticas e legais que você deve ter em mente ao usar a Internet.
  • 179. Resumo do módulo Descrição Introdução à segurança e privacidade do computador Seu computador precisa de proteção contra várias ameaças de segurança e privacidade. As ameaças podem estar na forma de: • Desastres naturais • Erros humanos ou acidentes • Atos mal-intencionados, como roubo, acesso não autorizado por hackers ou ataques de vírus Tanto os computadores autônomos, quanto os que pertencem a uma rede enfrentam essas ameaças e necessitam de algumas medidas de segurança para proteger o hardware, o software e os dados do seu computador. Protegendo o computador Você precisa proteger seu computador e os dados nele armazenados contra várias ameaças de segurança e privacidade. Tome as seguintes medidas para proteger o sistema operacional, o software e os dados do seu computador: • Implementar identificação do usuário. • Configurar nome de usuário e senha. • Proteger senhas. • Usar combinação de bloqueio. • Criptografar dados para evitar acesso não autorizado. • Fazer backup de dados em outro dispositivo de armazenamento. • Atualizar sistema e software vulneráveis. Os computadores conectados a uma rede ou à Internet exigem mais medidas de segurança do que os computadores autônomos. Para computadores conectados a uma rede, algumas práticas recomendadas são: • Usar software de segurança atualizado. • Proteger seu computador contra hackers e spyware. • Limpar o histórico e o cache periodicamente. • Excluir cookies periodicamente. • Executar transações online apenas em sites seguros. • Nunca fornecer seu histórico pessoal a um site. • Habilitar e configurar componentes de segurança na Central de Ações do Windows. • Desabilitar o conteúdo ativo. • Usar a ajuda sobre segurança de seus ISPs. Anexos de email podem conter vírus ou worms. Algumas medidas de segurança que devem ser seguidas ao usar email ou chat são: • Usar software de segurança atualizado. • Evitar abrir emails com anexos. • Excluir lixo eletrônico ou spam. • Excluir emails comerciais não solicitados. • Proteger-se contra phishing. • Limitar atividade de chat às pessoas conhecidas. Elemento gráfico 199 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Lição
  • 180. Protegendo sua família contra ameaças de segurança Para proteger a privacidade do seu computador, você pode tomar algumas medidas de segurança, como: • Proteger sua identidade. • Verificar regularmente o status de segurança atual do seu computador. • Fazer verificações de vírus diariamente. • Usar software anti-spyware. • Executar transações online em sites seguros com fornecedores de renome. • Relatar abuso ao ISP. • Eliminar ou reduzir spam. • Criptografar emails confidenciais para evitar acesso não autorizado. Como manter seu computador seguro e atualizado As configurações de segurança adequadas podem prevenir e detectar acesso não autorizado ao seu computador pela Internet. A Central de Ações do Windows fornece as seguintes configurações de segurança: • Opções da Internet • Firewall do Windows • Atualizações Automáticas • Proteção contra malware Para uma melhor segurança do seu computador, verifique as configurações de segurança e modifique-as, se necessário. As medidas que você pode tomar para manter seu computador atualizado são: • Manter seu computador atualizado baixando as atualizações de segurança necessárias do site Microsoft Windows Update. • Configurar as atualizações automáticas para permitir que seu computador baixe e instale automaticamente as atualizações de segurança. Ética na informática O proprietário de uma propriedade intelectual tem direitos autorais para usá-la. As leis de direitos autorais protegem o direito de propriedades intelectuais. A violação de direitos autorais pode ser: • Plágio • Pirataria de software • Download não autorizado de material protegido por leis de direitos autorais provenientes de sites Há algumas formas legais para usar materiais protegidos por leis de direitos autorais. Para usar legalmente material protegido por leis de direitos autorais: • Usar de forma limitada o material protegido por leis de direitos autorais para fins educacionais e mencionar a fonte. • Fornecer referências ou links de um material protegido por leis de direitos autorais, em vez de copiá-lo. • Pedir e obter permissão para usar o material do proprietário de direitos autorais. A Internet facilita seu envolvimento em atividades ilegais e antiéticas, tais como difamação de alguém, jogos de azar ou compra de itens cuja aquisição ou venda é ilegal em seu país. Alfabetização Digital 200
  • 181. LIÇÃO 1 INTRODUÇÃO À SEGURANÇA E PRIVACIDADE DO COMPUTADOR Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • • • • • Explicar sobre segurança e privacidade do computador. Identificar ameaças naturais ao computador. Identificar medidas para proteger seu computador de ameaças naturais. Identificar ameaças ao seu computador provenientes de ações humanas. Identificar medidas para proteger seu computador contra ameaças de ações humanas. 201 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Você armazena documentos importantes como documentos fiscais, de modo seguro, para que não sejam danificados ou perdidos. Além disso, garante que ninguém tenha acesso a eles sem sua permissão. Se você usa computadores regularmente, talvez tenha muitas informações armazenadas no computador. Essas informações podem estar na forma de detalhes fiscais, cartas pessoais ou correspondência comercial. Você precisa garantir que elas não sejam exibidas por outras pessoas sem sua permissão. Além disso, precisa protegê-las contra danos. Nesta lição, você explorará a necessidade de proteger seu hardware, software e dados eletrônicos do computador contra danos, perda ou roubo. Além disso, aprenderá as várias soluções e os dispositivos que podem ser usados para proteger os dados de seu computador.
  • 182. O que é segurança e privacidade do computador? Qualquer fator que possa danificar o computador ou os dados representa uma ameaça ao computador. Eventos naturais como terremotos ou furacões podem provocar muitos danos físicos generalizados. Também é possível que você ou alguém acidentalmente exclua arquivos importantes causando defeito no computador. Quando seu computador estiver conectado a uma rede, o computador ficará ainda mais vulnerável a ameaças. Por exemplo, outro usuário pode usar a rede para obter acesso não autorizado a seu computador. Há várias medidas que podem ser tomadas para reduzir essas ameaças e reduzir a probabilidade de perda de dados devido a danos. A tabela a seguir descreve a segurança e a privacidade do computador. Medida Segurança do computador Alfabetização Digital 202 Descrição O hardware do computador pode ser danificado devido à falta de cuidado ou causas naturais. Além disso, os dados e o software do computador precisam ser protegidos contra perda acidental ou intencional e adulteração. A segurança do computador lida com medidas que podem ser tomadas para evitar tais danos ao computador e aos dados. Privacidade do computador Você não quer que ninguém leia o conteúdo de seus arquivos ou documentos pessoais que são armazenados no seu computador. Privacidade do computador significa que seus dados, como arquivos e emails pessoais, não podem ser acessados por outra pessoa sem sua permissão. A privacidade do computador trata de medidas que podem ser tomadas para restringir o acesso a seus dados. Você também precisa ter cuidado ao fornecer qualquer informação pessoal pela Internet. Qualquer informação desse tipo pode ser usada indevidamente para ganhar acesso a contas pessoais, como contas de email e bancárias. Gráfico
  • 183. Ameaças naturais Calamidades naturais, como terremotos, enchentes e furacões, podem danificar seu computador a qualquer momento. Essas calamidades naturais podem causar incêndios, temperaturas extremas e picos de luz que levam aos principais danos físicos aos computadores e à perda de dados. A tabela a seguir descreve as várias ameaças naturais à segurança e privacidade do computador. Descrição Incêndio O incêndio pode danificar seu computador sem que haja reparo. Mesmo se o computador não incendiar diretamente, o calor provocado é suficiente para derreter os componentes delicados do interior do computador. Além disso, a fumaça pode danificar o ventilador da CPU que, por sua vez, pode causar superaquecimento da CPU e danos a ela. Temperatura extrema A maioria dos componentes de um computador é projetada para operar em uma faixa de temperatura específica. Caso haja calor ou frio excessivo, alguns componentes poderão começar a operar com problema e será necessário substituí-los. Se o seu computador tiver sido exposto a temperaturas extremas, deixe-o retornar à temperatura ambiente antes de ligá-lo. Relâmpagos Um relâmpago que cai com uma grande descarga elétrica pode causar uma sobretensão. A sobretensão ou oscilação é uma elevação repentina na tensão, que pode danificar permanentemente alguns componentes de seu computador. Por exemplo, um aumento repentino na tensão pode destruir a placa mãe do computador. Gráfico 203 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Ameaça natural
  • 184. Medidas para proteção contra ameaças naturais Ameaças naturais podem causar danos consideráveis ao seu computador. A tabela a seguir explica as medidas que podem ser tomadas para proteger os dados e o computador contra essas ameaças naturais. Medida Fazer backup de dados. Instale seu computador em um local em que não haja a probabilidade de ser danificado devido a fatores naturais. Por exemplo, evite instalar computadores em salas cuja exposição à poeira ou umidade seja muito alta. Instalar dispositivos elétricos protetores. Alfabetização Digital O backup de dados envolve a criação de várias cópias de seus dados. Eventos, como enchentes e terremotos, podem acontecer repentinamente. Fazer backup ajuda na recuperação de dados caso os perca. Para que a recuperação seja boa, mantenha uma cópia dos dados importantes em locais fisicamente distintos, como outro local ou cidade. Instalar computadores em locais seguros. 204 Descrição Instale dispositivos, como um no-break, que possam fornecer reserva de bateria no caso de uma queda de energia. Um no-break evita dano no software proveniente de desligamento inesperado do computador. Um no-break também fornece proteção contra sobretensão e recursos de condicionamento de linha, que ajudam a proteger seu computador contra picos e sobretensões na linha de alimentação. Você também pode instalar protetores contra sobretensão e condicionadores de linha separados. No entanto, no caso de uma sobretensão forte, causada por eventos como uma tempestade, você deve desligar o computador e desconectá-lo da energia para evitar danos. Isolar computadores de incêndio. Isole os computadores de incêndio alojando-os em ambiente retardador de chama. Além disso, você pode instalar equipamentos adequados de segurança contra incêndio e executar procedimentos para rápido controle dos danos. Manter a temperatura e a umidade adequadas. Você deve manter um excelente nível de temperatura e umidade para garantir que seu computador funcione bem. É possível fazer isso instalando dispositivos como ar condicionado e controlador de umidade.
  • 185. Ameaças de ações humanas As fontes humanas mal-intencionadas são um tipo de ameaça para o seu computador. Um funcionário descontente em seu escritório pode deliberadamente tentar adulterar ou destruir dados de seu computador. Um hacker é uma pessoa que tenta acessar ilegalmente seu computador enquanto você está conectado à Internet. Depois de acessar seu computador, um hacker pode roubar ou danificar os dados nele armazenados. Além de ameaças humanas mal-intencionadas, erros humanos, como a exclusão acidental de dados e danos físicos também são uma ameaça para o seu computador. A tabela a seguir descreve as várias ameaças de fontes humanas mal-intencionadas e erros humanos para o seu computador. Descrição Roubo Qualquer pessoa poderá roubar seu computador ou componentes, se tiver acesso a eles. Com a popularidade de computadores portáteis, como laptops, o roubo físico de computadores se tornou mais comum. Vírus, worms e cavalos de Troia Você também pode se tornar uma vítima do roubo virtual quando seu computador está conectado à Internet. Um exemplo de roubo virtual é o roubo de identidade, em que um hacker pode roubar suas informações pessoais para assumir sua identidade. Usando essa identidade falsa, o hacker pode ter acesso a suas finanças ou executar atividades ilegais. Outro exemplo de roubo virtual é a pirataria de software, que se refere ao roubo de design ou de programa de computador. Isso também pode significar distribuição e uso não autorizado de programa de computador e de documentos confidenciais. Spyware Vírus são programas de computador que podem danificar os dados ou o software de seu computador ou podem roubar informações armazenadas em seu computador. Esses vírus podem atingir seu computador, sem seu conhecimento, por intermédio da Internet ou por dispositivos de armazenamento, como disquetes e CD-ROMs. Worms são vírus que se replicam uma vez que atacam um computador, o que torna difícil a sua remoção. Um cavalo de Troia também é um tipo de vírus mascarado de software útil, como jogo ou utilitário. Uma vez que o cavalo de Troia atingir seu computador, ele começará atuar como vírus danificando os dados de seu computador. Scams de Internet Spyware são programas instalados em seu computador sem seu conhecimento. Eles podem enviar secretamente informações sobre seus hábitos de navegação pela Web ou outros detalhes pessoais para outro computador por intermédio da rede. Predadores online Enquanto estiver usando a Internet, você se deparará com algumas ofertas atrativas por comunicação por emails ou sala de chat. Você deve tomar muito cuidado antes de aceitar tais ofertas porque elas podem fazer parte de scams bem planejados que podem lhe causar perdas financeiras. Exclusão acidental de dados Os predadores online são indivíduos que seduzem qualquer pessoa online, em relações não apropriadas e antiéticas. Você ou os integrantes de sua família podem se tornar alvos de predadores online. Os predadores online desenvolvem contato com seus alvos usando comunicações por email ou sala de chat. Dano acidental ao hardware Várias vezes, o dano provocado em um computador se deve a erros humanos não intencionais. A exclusão acidental de um arquivo importante pode interromper a integridade dos dados ou impedir que outros arquivos ou programas funcionem. Por exemplo, você pode acidentalmente excluir um arquivo importante causando defeito no computador. Os componentes do computador, por serem delicados, correm o risco de serem danificados devido à falta de cuidado. Por exemplo, se você derrubar acidentalmente seu laptop, isso poderá resultar em dano aos componentes de hardware, como placa mãe ou CD-ROM. Em decorrência disso, você perderá os dados armazenados no computador. Além disso, danos físicos aos dados devido a derramamento de comidas e bebidas nos dispositivos de armazenamento ou periféricos podem afetar o seu computador. 205 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Ameaça
  • 186. Medidas para proteção contra ameaças de ações humanas Você pode tomar algumas medidas simples para minimizar os riscos associados a ameaças humanas mal-intencionadas e erros humanos. A tabela a seguir descreve medidas para proteger seu computador de fontes humanas mal-intencionadas e erros humanos. Ameaça Medida Armazenar dados com segurança. Mantenha seus dados em locais seguros e protegidos com acesso limitado a outras pessoas. Isso minimiza a possibilidade de roubo ou adulteração dos dados. Criptografar dados. Os recursos BitLocker e BitLocker To Go, disponíveis na edição Ultimate do Windows 7, ajudam você a criptografar dados no nível da unidade. Quando você criptografa dados usando o recurso BitLocker, a unidade inteira é criptografada automaticamente e usuários não autorizados não podem acessar os dados, mesmo que removam o disco rígido e conectem a outro computador. O BitLocker to Go é um recurso novo do Windows 7. Ele amplia a proteção de dados do BitLocker a dispositivos de armazenamento portáteis, como unidades flash USB (Universal Serial Bus) e discos rígidos externos. Instalar programas antivírus e antispyware. Os programas de software antivírus e antispyware conseguem verificar vírus e spyware existentes na memória do computador e também impedem a entrada de novos. Você deve atualizar regularmente o software antivírus e antispyware para que possam reconhecer novos vírus e spyware. A maioria dos software antivírus e antispyware oferece o recurso de atualizações automáticas que instala automaticamente a versão atualizada do software em seu computador. Recursos internos no software de email, como o Windows Live Mail, permitem o bloqueio de lixo eletrônico e fornecem recursos para verificar vírus e worms. O Windows 7 inclui o Windows Defender, um programa antispyware interno, que fornece proteção em tempo real. No Windows 7, o Windows Defender tem mais opções de verificação e um novo recurso denominado Limpar Sistema, que proporciona a limpeza em um clique de todo o software suspeito. Instalar firewall. A instalação de firewall representa outra etapa efetiva que pode ser executada para proteção contra ameaças mal-intencionadas. Um firewall permite que você filtre o tráfego da Internet antes de atingir seu computador ou rede privada. Ele fornece proteção extra contra ameaças como hackers e vírus. Um firewall também ajuda a garantir a privacidade do computador restringindo acesso externo ao seu computador por algum usuário não autorizado. O Firewall do Windows, que está disponível com o Windows 7, bloqueia o acesso indesejado ao seu computador. Fazer backup de dados. Faça backup de dados importantes do computador regularmente. Criar várias cópias de dados previne a perda de dados decorrente de exclusão acidental ou destruição de dados. Manter o computador em um ambiente seguro. Mantenha o computador em uma área livre de poeira, sem vibração e fora do caminho de possíveis impactos. A mesa ou estante em que o computador está deve ser firme e estável para evitar a queda do computador, mesmo que alguém bata nele. Mantenha o computador longe de substâncias magnéticas, água ou descarga estática. Por exemplo, não coloque o computador no piso ou em um tapete. Evite comer e beber próximo ao teclado. Use uma tampa de teclado para proteger contra qualquer derramamento. Alfabetização Digital 206
  • 187. Ameaças de computador e medidas para proteção Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Proteção contra spyware. 2 Antivírus. 3 Criptografia de dados. 4 Prateleira estável. 5 Distância suficiente de substâncias magnéticas. 6 Ares-condicionados e controladores de umidade. 7 Proteção contra sobretensão e condicionamento da linha. 8 Isolamento. 9 Firewall. 10 Tampa do teclado. Categoria 2 Categoria 3 Ameaças naturais Ameaças humanas malintencionadas Erros humanos Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 207 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Categoria 1
  • 188. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que instrução descreve melhor a privacidade do computador? Selecione a resposta correta. ( ) Proteger um computador contra incêndios e terremotos. ( ) Evitar que seu amigo visualize os dados de seu computador sem sua permissão. ( ) Evitar que arquivos importantes do computador sejam excluídos acidentalmente. 2) Quais medidas de segurança podem ser adotadas para ajudar a proteger seu computador e seus dados contra ameaças naturais? Selecione a resposta correta. ( ) Proteção contra sobretensão. ( ) Software antivírus. ( ) Criptografia de dados. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. Alfabetização Digital 208
  • 189. LIÇÃO 2 PROTEGENDO O COMPUTADOR Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Identificar diretrizes para proteger seu computador. • Identificar práticas recomendadas para segurança online e transações de rede. • Identificar as medidas para proteger transações de email e de mensagens instantâneas. Diretrizes para proteger seu computador Suponha que você tenha salvado o relatório de um projeto confidencial em seu computador. Você trabalhou durante semanas na preparação desse relatório e agora deseja compartilhar o relatório do projeto com seu supervisor. Você tem uma cópia única desse relatório em seu computador e convém protegê-lo contra adulteração ou exclusão. No entanto, outro funcionário usa seu computador na sua ausência e exclui o relatório do projeto do seu computador. Para evitar tais situações, você pode tomar medidas para proteger os dados de seu computador. 209 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Você precisa fornecer sua identificação para acessar seu bloqueador bancário ou cofre de segurança para depósito. Essa identificação garante que ninguém consiga acessar seus itens. Da mesma forma, você pode implementar várias medidas de segurança para minimizar a ameaça ao seu computador e aos seus dados. Essa lição lhe apresenta algumas das práticas recomendadas comuns que o ajudarão a proteger o sistema operacional, o software e os dados de seu computador.
  • 190. A tabela a seguir explica as ações que podem ser tomadas para proteger o ambiente operacional e os dados de seu computador. Ação Você também pode aumentar a segurança e limitar o acesso não autorizado ao seu computador configurando um nome de usuário e uma senha. Na maioria dos escritórios, cada funcionário tem um nome de usuário e uma senha exclusivos. Os funcionários devem fornecer o nome de usuário e a senha corretos para acessar os computadores. Os usuários e as senhas podem ser configurados no Windows 7. Proteger senha. Sua senha funciona como uma chave para seu computador. Qualquer pessoa que a conheça poderá acessar seu computador e adulterar os dados. Proteja sua senha. Para evitar que alguém veja sua senha, tenha cuidado ao digitá-la. Não compartilhe sua senha com outras pessoas. Não escreva a senha ou deixe-a em seu computador ou mesa. Se julgar que a senha está comprometida, altere-a imediatamente, antes que alguém possa usá-la indevidamente. Bloquear o computador. Quando você deixa seu computador ligado e no modo autônomo, alguém pode adulterar o software ou os dados do computador. Isso pode ser evitado bloqueando temporariamente o computador enquanto você estiver ausente. Quando um computador está bloqueado, ele oculta imediatamente o conteúdo da tela e não permite qualquer operação até que seja desbloqueado com a combinação correta de nome de usuário e senha. As etapas corretas para bloquear seu computador dependem do sistema operacional em uso. Por exemplo, no Windows 7, você pode bloquear seu computador pressionando CTRL+ALT+DEL e, em seguida, clicando em Bloquear este computador. Observe que o uso de CTRL+ALT+DEL para bloquear os computadores não está disponível em todos os sistemas operacionais. Alfabetização Digital Uma forma efetiva de minimizar o risco em seu ambiente operacional e nos dados é impedir o acesso de indivíduos não autorizados ao seu computador. Uma forma de fazer isso é configurar as contas dos usuários autorizados do computador, de modo que cada usuário tenha um nível de acesso apropriado. Por exemplo, no Windows 7, é possível configurar contas de usuário para cada integrante da família ou outros usuários. Você pode conceder mais privilégios para si mesmo ou, no caso de uma conta para criança, é possível restringir os recursos da conta. Configurar nome de usuário e senha. 210 Descrição Implementar identificação do usuário. Gráfico
  • 191. Você precisa sempre proteger seu computador contra ameaças de vírus e spyware. Às vezes, o dano provocado por um vírus é considerável e é possível que você perca dados importantes ou precise reinstalar o sistema operacional e outros softwares. Seu computador pode ser protegido contra vírus e spyware com a instalação de softwares antivírus e antispyware. Esses programas de software de proteção o ajudam a detectar e remover vírus e spyware presentes em seu computador. Além disso, impedem a infecção por novos vírus. Convém instalar um firewall para filtrar o conteúdo que entra em seu computador. A instalação de um firewall também protege o computador contra hackers restringindo o acesso de outros usuários online. Como novas ameaças continuam aparecendo, as empresas de software criam regularmente atualizações que possam ser instaladas em seu computador. Essas atualizações fazem adições ao software ou ao sistema operacional instalado em seu computador para deixá-lo menos vulnerável a ameaças de segurança. Certifique-se de atualizar regulamente o software antivírus para detectar os vírus mais recentes. O Windows 7 inclui o Firewall do Windows para proteger seu computador contra acesso não autorizado. Além disso, o Windows Defender é um programa antispyware interno que protege contra pop-ups e outras ameaças de segurança. Criptografar dados. A criptografia é a conversão de dados em uma forma ilegível para protegê-los contra acesso não autorizado. Um usuário autorizado pode reconverter dados criptografados em legíveis e utilizáveis. A isso denominamos descriptografia. Vários softwares atuais fornecem uma forma para criptografar dados. A Criptografia de Unidade de Disco BitLocker no Windows 7 Ultimate ajuda a proteger dados confidenciais do acesso por usuários não autorizados que se apoderam de computadores perdidos ou roubados. No Windows 7, a criptografia é transparente para o usuário que criptografa o arquivo. Ou seja, você não precisa descriptografar manualmente o arquivo criptografado antes de usá-lo. Ele pode ser aberto e modificado normalmente. Fazer backup de dados. Seus arquivos também podem ser protegidos contra perdas ou danos. Faça cópia de arquivos importantes e armazene-os em uma mídia de armazenamento diferente, como CDs, DVDs, unidades flash USB ou disquetes. Esse processo é conhecido como backup de dados. Os backups devem ser mantidos em locais seguros para que você possa usá-los, caso os dados originais sejam danificados ou excluídos. 211 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Instalar e atualizar software de proteção.
  • 192. Práticas recomendadas para segurança online e transações de rede A Internet apresenta um mundo de informações e entretenimento para você. Entretanto, também deixa o computador vulnerável a várias ameaças online. Por exemplo, facilita a transferência de vírus de um computador infectado para outro. Você pode reduzir os riscos de ameaças online ao computador usando um conjunto de práticas recomendadas, tais como criar senhas fortes, criptografar dados e usar software antivírus. A tabela a seguir explica as diversas ações que podem ser realizadas para tornar suas transações online e de rede seguras. Ação Descrição Tome cuidado ao abrir mensagens de email com anexos. Alfabetização Digital 212 Você pode enviar anexos de email para compartilhar arquivos com amigos. Uma fotografia ou um arquivo de música pode ser recebido como um anexo em uma mensagem de email. Entretanto, você precisa ser cauteloso ao abrir qualquer email com anexo, pois esse é o caminho mais comum de disseminação de vírus. Não responder a email comercial não solicitado. Você pode receber várias mensagens de email não desejadas de remetentes desconhecidos, incluindo indivíduos e empresas que divulgam seus produtos ou serviços. Essas mensagens também podem estar na forma de pesquisas online que necessitam de preenchimento de informações pessoais. Essas mensagens não solicitadas são conhecidas como lixo eletrônico ou spam. O lixo eletrônico geralmente pode incluir conteúdo prejudicial para o computador. Além disso, o lixo eletrônico geralmente é usado para o roubo de identidades e, acidentalmente, você pode compartilhar algumas informações confidenciais ao responder a essas mensagens. Portanto, evite responder a email de lixo eletrônico. Você também deve excluir o email de lixo eletrônico sempre que o receber. Programas de email, como o Windows Live Mail, incluem uma pasta de lixo eletrônico para a qual pode ser direcionado o lixo eletrônico e, posteriormente, ser excluído.
  • 193. Proteger-se contra phishing. O phishing é uma atividade comum usada para extrair informações pessoais de usuários de computador e, depois, usá-las para fins mal-intencionados. Por exemplo, alguém envia emails para você fingindo ser de um banco ou de outra organização confiável e solicita informações confidenciais, como número de cartão de crédito ou senha. Essas informações são vendidas posteriormente ou usadas para acarretar perdas financeiras para você. Portanto, você deve verificar a autenticidade de tais emails antes de respondê-los com informações pessoais. Essas mensagens de email são usadas por vários sites de phishing na Internet para coletar suas informações pessoais. O Internet Explorer 9 inclui o recurso Filtro SmartScreen que é executado no segundo plano enquanto você navega na Internet e ajuda a detectar sites de phishing. Limitar atividade de chat apenas a pessoas conhecidas. Você deve limitar sua atividade de chat apenas a pessoas conhecidas. Comunicar-se com indivíduos novos e desconhecidos o deixa mais vulnerável a ameaças, como predadores e fraudes online. Evitar abrir anexos de sistemas de mensagens instantâneas. O recurso de mensagens instantâneas é um caminho comum para anexos mal-intencionados. Evite abrir anexos recebidos por esse recurso, a menos que tenha certeza de sua procedência. Um anexo de mensagem instantânea pode conter vírus ou spyware, que pode danificar seu computador. Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 213
  • 194. Medidas para proteger seu computador Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Limpar o histórico de navegação periodicamente. 2 Implementar identificação do usuário. 3 Desabilitar o conteúdo ativo. 4 Instalar e atualizar software de proteção. 5 Evitar compartilhar informações pessoais. 6 Proteger-se contra hackers e spyware. 7 Fazer backup de dados. 8 Proteger senha. Categoria 1 Categoria 2 Evitar ameaças online Proteger dados do computador Alfabetização Digital 214 Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”.
  • 195. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Uma das formas efetivas de proteger seu software e seus dados é restringir o uso de seu computador a um determinado grupo de pessoas. Que método você pode usar para esta finalidade? Selecione a resposta correta. ( ) Atualizar o sistema operacional. ( ) Configurar contas de usuário. ( ) Instalar software antivírus. 2) Você pode criar vários tipos de arquivos em seu computador enquanto usa a Internet. Embora alguns desses arquivos possam ser uma fonte de ameaça de segurança, na realidade, são úteis para o usuário. Qual é um exemplo desse arquivo? Selecione a resposta correta. ( ) Cookie. ( ) Vírus. ( ) Worm. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 215 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 3) Que método você usará para proteger suas transações de email e mensagem instantânea? Selecione a resposta correta. ( ) Excluir emails de remetentes desconhecidos sem abri-los. ( ) Abrir anexos recebidos pelo recurso de mensagens instantâneas. ( ) Responder a um email com informações pessoais se o remetente for funcionário de um banco.
  • 196. LIÇÃO 3 PROTEGENDO SUA FAMÍLIA CONTRA AMEAÇAS DE SEGURANÇA Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Identificar as medidas que você pode usar para proteger sua privacidade. • Explicar como operam os predadores online. • Identificar diretrizes para proteger sua família de predadores online. Medidas para proteger sua privacidade Com a crescente popularidade dos computadores e da Internet, sua privacidade passou a ser comprometida de diversas formas. Você e os membros de sua família precisam evitar essas ameaças contra a privacidade. 217 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Os computadores não são usados apenas em escolas, universidades e escritórios, mas, também, são amplamente utilizados em residências. Eles são usados para diversas finalidades, como manter contas domésticas, trocar emails com família e amigos, navegar pela Internet e participar de jogos e ouvir música. Cada membro de sua família pode encontrar algum uso para o computador. Com o aumento do uso de computadores em casa e no trabalho, é importante que você e sua família entendam as diversas ameaças associadas ao uso de computadores e da Internet. Nesta lição, você aprenderá as diversas medidas que o ajudam a proteger seu computador de tais ameaças.
  • 197. A tabela a seguir explica medidas simples que podem ser executadas para proteger você e os membros de sua família contra invasão de privacidade. Medida Fazer backup de todos os tipos de dados mais importantes e confidenciais do seu computador é uma prática recomendada. Dados importantes podem ser documentos, bancos de dados ou informações de contato. Você pode usar diversas mídias de armazenamento, como CD ou outro disco rígido, para fazer backup dos dados. Se você fizer backup dos dados armazenados em seu computador regularmente, será possível recuperá-los se os originais tiverem sido danificados ou excluídos. Além disso, convém armazenar os dados de backup em local seguro e de acesso restrito usando senhas e criptografia. Verificar o nível de segurança atual do seu sistema regularmente. Alfabetização Digital Evite compartilhar informações pessoais, a menos que conheça a pessoa. Esta é a regra de ouro de proteção de privacidade. Ao trocar mensagens de email ou conversar por meio do sistema de mensagens instantâneas, certifique-se de não revelar informações pessoais sobre você ou outras pessoas conhecidas. Além disso, use senhas seguras para acessar seu computador e conexões de email. Fazer backups regularmente do computador e de dados importantes. 218 Medida Proteger sua identidade. Verifique regularmente o nível de segurança atual do seu computador. Os sistemas operacionais modernos têm recursos internos que o ajudam a rastrear a capacidade do seu computador de se proteger contra diversas ameaças à segurança e privacidade. Por exemplo, a Central de Segurança do Windows é um componente do Windows 7, que o ajuda a determinar notificações e tarefas do sistema, como atualizar configurações de firewall, configurar cronogramas para atualizações de software e verificar a validade do software antivírus instalado em seu computador. Fazer verificações de vírus diariamente. Sempre que você acessa a Internet, há uma chance de seu computador ser infectado por vírus. Portanto, é importante que você faça verificação de vírus no computador diariamente. Também é necessário manter o software antivírus atualizado para proteger seu computador contra novos vírus. Usar antispyware. Use o software antispyware para manter uma verificação desses programas mal-intencionados e manter o software atualizado. Os programas de spyware podem entrar secretamente em seu computador e transmitir informações pessoais sobre você e sua família. Executar transações online em sites seguros com fornecedores de renome. Ao executar uma transação online, você precisa fornecer informações pessoais, como detalhes do cartão de crédito ou da conta bancária, ao site. Essas informações, se descobertas por outras pessoas, podem ser usadas indevidamente para fraudes financeiras. Portanto, é importante que você realize transações online apenas em sites seguros. Relatar abuso ao ISP. A maioria dos ISPs de renome tem um conjunto de termos e condições que não permitem que seus usuários realizem quaisquer práticas antiéticas ou ilegais. Você deve informar ao ISP sempre que alguém tentar invadir sua privacidade online enviando spam ou tentar invadir seu computador. Isso permite que o ISP tome medidas contra tais pessoas. Filtrar mensagens de email de remetentes desconhecidos/ anônimos. Você pode receber vários emails irrelevantes de pessoas desconhecidas. Esses emails, conhecidos como spam ou lixo eletrônico, geralmente têm vírus ou spyware. Os hackers que tentam recuperar suas informações pessoais também podem enviar lixo eletrônico. Portanto, cuidado ao lidar com eles. Com programas de software de email, é possível criar filtros de email que o ajudem a bloquear lixo eletrônico. Você também nunca deve responder ao lixo eletrônico porque isso pode aumentar as mensagens indesejadas e o compartilhamento acidental de informações pessoais. Criptografar mensagens de email confidenciais, se possível. O uso da criptografia é uma forma simples e eficaz de garantir que comunicações por email permaneçam confidenciais. A criptografia é o processo de codificação de email para torná-lo ilegível às pessoas, exceto à pessoa a que se destina. A maioria dos software de email, como o Windows Live Mail, oferece esse recurso de criptografia de email.
  • 198. Predadores online A Internet é um meio de comunicação popular para pessoas em todo o mundo. Você pode conhecer e saber muito pouco sobre sua identidade e intenções. Esse aspecto da comunicação pela Internet pode ser usado indevidamente por pessoas para seduzir jovens em relações impróprias e perigosas. As pessoas que se dedicam a tais atividades são conhecidas como predadores online. Geralmente, o alvo de predadores online são crianças, especialmente adolescentes. É durante essa fase que as crianças se afastam gradualmente do controle dos pais e procuram novas relações. Os predadores online tentam estabelecer uma relação de confiança e intimidade com essas crianças. Os adultos também podem ser alvo deles para fins de exploração financeira. Os predadores online enganam suas vítimas entrando em contato por meio de salas de chat, mensagens instantâneas, email ou quadros de discussão. Dentre as várias ferramentas, as salas de chat são as mais comuns usadas por esses predadores. Normalmente, eles assumem uma identidade falsa como membro de uma sala de chat específica. Por exemplo, se a sala for direcionada apenas para crianças, um predador online poderá facilmente assumir a identidade de uma criança para participar. Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 219
  • 199. Diretrizes para proteção contra predadores online Você e os membros de sua família podem se tornar alvos de predadores online. Esses predadores podem tentar estabelecer contato com vocês para explorá-los financeiramente. Além disso, também podem tentar envolvê-los em relações impróprias. A tabela a seguir lista algumas diretrizes que podem ser seguidas para proteger você e sua família de predadores online. Diretriz Medida Saiba os sinais do comportamento do predador. Os predadores online têm alguns comportamentos previsíveis que podem ajudá-lo a identificá-los facilmente. Os predadores online tendem a conversar de uma forma muito familiar muito rapidamente. Normalmente, demonstram um grande interesse e afeição aos seus alvos. Deve-se ter certeza de que você e os membros de sua família conseguem detectar tal comportamento para evitar contato com possíveis predadores online. Cuidado com ofertas de estranhos online. Os predadores online geralmente seduzem seus alvos com presentes ou outras ofertas tentadoras. Cuidado com presentes ou ofertas. Além disso, deve ensinar os membros de sua família a suspeitarem de presentes oferecidos pela Internet. Ensinar medidas de segurança online à sua família. Ensinar os membros de sua família sobre comportamento adequado em salas de chat para que não sejam vítimas de predadores online. Peça-lhes para que usem nomes de tela não sugestivos e neutros. Não convém fornecer nomes de tela com nome real, idade, sexo ou outra informação de contato porque podem ser usadas indevidamente. Alguns sites tentam extrair informações com o pretexto de fornecer feedback ou fazer pesquisas. Peça para sua família não revelar informações pessoais a esses sites sem sua permissão. Além disso, assegure-se de que sua família não forneça detalhes pessoais, como nome, sobrenome, endereço e número de telefone, em sites de redes sociais, postagens ou comentários de blogs e conversas de mensagem instantânea. Os membros de sua família não devem compartilhar nome de usuário e senha com outras pessoas, inclusive amigos. Orientar os filhos quando eles visitarem sites. Como pai, restrinja a visita de seus filhos mais novos a sites inadequados, ou que os coloquem em contato com predadores online potenciais. Recomenda-se que os pais orientem seus filhos mais novos quando visitarem qualquer site. Como pai, oriente seus filhos a saírem de um site, caso se sintam desconfortáveis, ou se tiver qualquer conteúdo impróprio. Além disso, ensine-os a saírem de um site que solicita muitas informações pessoais. Saber os sites visitados pelos filhos. É importante que os pais verifiquem regularmente os tipos de sites visitados pelos filhos. Você pode rastrear os sites visitados anteriormente exibindo o histórico do navegador ou usando o software que ajuda a rastrear a atividade online de um computador. Bloquear acesso a sites inadequados. É possível ativar o recurso Supervisor de conteúdo do seu navegador para controlar os tipos de sites da Web que os membros de sua família podem visitar ao navegar na Internet. O uso desse recurso pode restringir a visita de crianças a sites que contenham conteúdo adulto. Você também pode instalar determinados programas de software que ajudam a bloquear sites específicos. Monitorar atividades de chat. Um software especializado pode monitorar atividades de chat e sinalizar troca de informações inadequada em seu computador. Você pode instalar esse software especializado para rastrear as atividades de chat de seus filhos. Alfabetização Digital 220
  • 200. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta Responder a email de lixo eletrônico NÃO PODE fazer com que você revele informações pessoais. Responder a email de lixo eletrônico PODE fazer com que você revele informações pessoais. 2 NÃO É POSSÍVEL monitorar a atividade de chat. É POSSÍVEL monitorar a atividade de chat. 3 Crianças NÃO DEVEM visitar sites sozinhos. Crianças DEVEM visitar sites sozinhos. 4 Predadores online se TORNAM muito familiares muito rapidamente. Predadores online se NÃO SE TORNAM muito familiares muito rapidamente. 5 A criptografia CODIFICA a mensagem de email para que ela pareça ilegível. A criptografia COMPACTA a mensagem de email para que ela pareça ilegível. 6 Predadores online NÃO SEDUZEM seus alvos com presentes. Predadores online SEDUZEM seus alvos com presentes. Predadores online NÃO SEDUZEM seus alvos com presentes. Predadores online SEDUZEM seus alvos com presentes. 8 Predadores online NÃO TÊM as crianças como alvo. Predadores online TÊM as crianças como alvo. 9 O nome da tela usado para a conversa NÃO DEVE ser seu nome real. O nome da tela usado para a conversa DEVE ser seu nome real. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 221 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 7
  • 201. LIÇÃO 4 COMO MANTER SEU COMPUTADOR SEGURO E ATUALIZADO Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Explicar a importância de proteger um computador. • Configurar definições de segurança do computador usando a Central de Ações do Windows. • Identificar as opções para manter seu computador atualizado. Protegendo um computador Na Internet, a maior ameaça de segurança ao seu computador provém de hackers e vírus. Na maioria das vezes, essas ameaças ocorrem porque as configurações de segurança do computador não são definidas adequadamente, não há software de segurança ou ele está obsoleto. No Windows 7, um novo recurso chamado Central de Ações do Windows ajuda a manter o computador seguro e íntegro. A Central de Ações é um local centralizado para notificações 223 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Quando você conecta seu computador à Internet, o software e os dados do computador se tornam acessíveis ao resto do mundo. A conexão com a Internet aumenta a ameaça de vírus, spyware e hackers. Entretanto, é possível minimizar essas ameaças de segurança configurando as definições de segurança do seu computador e mantendo o software de segurança atualizado. Nesta lição, você aprenderá a importância de proteger um computador e como aumentar a segurança do seu computador configurando as definições do sistema operacional. A lição também explica como configurar seu computador para atualizar automaticamente seu software de segurança.
  • 202. relativas a problemas de segurança e manutenção, como proteção contra vírus, firewall de rede e Backup do Windows. Você também pode modificar as configurações de segurança dependendo dos seus requisitos na Central de Ações. É possível executar as seguintes ações usando a Central de Ações. • Modificar as configurações de firewall para ajudar a proteger computador contra acesso não autorizado pela Internet. • Configurar seu computador para baixar e instalar o software de segurança atualizado automaticamente para fornecer melhor proteção contra novos vírus. • Usar as opções de segurança da Internet para especificar os níveis de privacidade e segurança dos sites que você visita. • Configurar definições de proteção contra malware para detectar e remover software mal-intencionado indesejado do computador. • Gerenciar o status de ferramentas e tarefas de manutenção importantes, como resolver problemas do Windows e verificar se há atualizações. Definindo as configurações de segurança do computador Alfabetização Digital 224 Essas configurações são definidas por padrão no computador durante a instalação do sistema operacional. Entretanto, elas podem ser alteradas de acordo com as suas necessidades. Você pode usar a Central de Ações do Windows para exibir e modificar configurações de segurança. Você pode usar o Painel de Controle para alterar as configurações do Windows 7. O Painel de Controle inclui a Central de Ações do Windows que ajuda você a monitorar e melhorar a segurança do seu computador. Problemas que exigem atenção imediata, como um programa antivírus que precisa ser atualizado, são codificados em cores em vermelho e têm o rótulo Importante. Problemas menos importantes, como uma tarefa de manutenção recomendada, são codificados em cores em amarelo. Você pode verificar o status de vários dados básicos de segurança, como configurações de Firewall do Windows, Windows Update, proteção contra spyware e configurações de segurança da Internet. O Firewall do Windows ajuda a proteger o computador contra acesso não autorizado por uma rede de computadores ou pela Internet. A menos que você altere as configurações, o Firewall do Windows está sempre ATIVO. O painel direito exibe as conexões de rede que são protegidas pelo Firewall do Windows. Observe que o painel direito da janela do Firewall do Windows também exibe as configurações atuais e os detalhes da notificação para todas as conexões de rede disponíveis. É possível personalizar e modificar as configurações de firewall para um local da rede de acordo com as suas necessidades.
  • 203. 225 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Para alterar as configurações, você deve fazer logon no computador como o administrador. Se você tenta alterar qualquer configuração no Windows 7, o Controle de Conta do Usuário pede que você especifique a senha de administrador ou pede sua permissão antes de executar ações que possam afetar o desempenho do computador ou alterar configurações que afetam outros usuários. Dessa forma, ele impede modificações não autorizadas nas configurações do seu computador. Como o Firewall do Windows está sempre ATIVO, a primeira opção está selecionada. Para impedir todas as tentativas de conexão com seu computador, você pode marcar a caixa de seleção Bloquear todas as conexões de entrada, incluindo as que estejam na lista de programas permitidos. A opção Desativar o Firewall do Windows (não recomendado) ajuda a desativar o Firewall do Windows. Para desativar o Firewall do Windows, você precisa verificar se usa outro firewall para manter seu computador seguro. Atualizações são adições ao software que melhoram a segurança e o desempenho do computador. O Windows Update instala atualizações de segurança e outras atualizações importantes sempre que elas se tornam disponíveis no site. Você pode configurar a atualização automática para verificar o site do Windows Update quanto a novas atualizações, baixar as atualizações ou instalá-las diretamente no momento especificado sem pedir sua permissão. O Windows Defender é um programa antispyware que ajuda a proteger seu computador contra pop-ups, baixo desempenho e ameaças de segurança causadas por spyware e outro software indesejado. Se usar o Windows Defender, você deverá verificar se suas definições de vírus estão atualizadas. Essas definições são arquivos que contêm informações sobre possíveis ameaças de software. Com o Windows Defender, você pode executar uma verificação rápida dos locais com maior probabilidade de programas prejudiciais em intervalos fixos. É possível modificar as várias configurações para controlar as funções do Windows Defender. Na página Opções, você pode selecionar a frequência e o tipo da verificação automática. É possível atribuir diferentes níveis de alerta para spyware e software prejudicial detectado. Os níveis de alerta definem que ação o Windows Defender toma contra as ameaças detectadas. Você pode configurar uma ação ou resposta diferente para cada nível de software prejudicial que a verificação automática detecta. O Windows Defender também fornece proteção em tempo real para o seu computador. As opções em Avançado ajudam a escolher os tipos de arquivos e programas que você deseja que o Windows Defender verifique. Também é possível excluir arquivos da verificação automática. Você pode modificar as configurações de segurança da Internet na caixa de diálogo Propriedades da Internet usando o link Opções da Internet. Você pode especificar a home page para o seu navegador na guia Geral. O Internet Explorer 9 mantém uma lista cronológica, ou histórico, de site que você visitou.
  • 204. Alfabetização Digital 226 Você pode modificar as configurações do histórico para armazenar o histórico apenas de um número específico de dias. Quando você visita uma página da Web, uma cópia da página e as imagens associadas e outros arquivos são armazenados em seu computador. É possível excluir esses arquivos clicando no botão Excluir. Você também pode configurar como as páginas da Web aparecem selecionando as configurações de fonte, cor e idioma. Para modificar essas configurações, você deve clicar no botão Acessibilidade e selecionar as opções apropriadas. O Internet Explorer categoriza todos os sites na World Wide Web em quatro zonas: Internet, intranet local, sites confiáveis e sites restritos. Cada zona tem um nível definido de segurança que ajuda a determinar os diferentes riscos que estão associados aos sites dessa zona. Na guia Segurança, você pode selecionar uma zona específica e depois selecionar o nível de segurança para a zona selecionada. Você pode usar a guia Privacidade para protegê-lo contra roubos de identidade e fraudes quando você visita sites, como sites de compra online e sites educativos. Além disso, você pode escolher impedir a abertura de janelas pop-up enquanto navega pela Internet. Você pode proteger o público jovem de exibir conteúdo inadequado usando o recurso Controles dos Pais na guia Conteúdo. É possível usar o recurso Supervisor de Conteúdo para habilitar ou desabilitar conteúdo com base em sua classificação. Você pode usar vários certificados para criptografar sua transação, como compras. O recurso Preenchimento Automático salva as informações que você digita na barra Endereço ou senhas que digita em formulários. Isso poupa você de redigitar as informações ou as senhas quando visita de novo os sites. Os feeds contêm conteúdo atualizado com frequência que é publicado por site de notícias ou de diário. Se você assinar um feed, o Internet Explorer verifica e baixa automaticamente o conteúdo que é novo desde a sua última visita ao site. A guia Conexões ajuda você a configurar uma conexão com a Internet. Você também pode especificar Configurações da Rede Local (LAN), configurações de rede dial-up e configurações de rede virtual privada para o seu computador. A guia Programas pode ser usada para especificar os programas que o Windows 7 usa para serviços de Internet, como email, grupos de notícias, calendário e chamadas na Internet. Essa guia também pode ser usada para configurar o navegador da Web padrão. A guia Avançadas contém recursos que podem ser usados para ajustar seu navegador da Web.
  • 205. As etapas para executar o procedimento de segurança e privacidade estão descritas a seguir: 227 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 1. Para abrir o Painel de Controle, clique no botão Iniciar e clique em Painel de Controle. 2. Para abrir a Central de Ações do Windows, no Painel de Controle, clique em Sistema e Segurança e em Central de Ações. 3. Para expandir as mensagens de configuração de Segurança, clique na seta para baixo ao lado de Segurança. 4. Na barra de endereço, clique em Sistema e Segurança. 5. Para exibir as configurações de firewall do computador, na janela Central de Sistema e Segurança, no painel direito, clique em Firewall do Windows. 6. No painel esquerdo, clique em Ativar ou Desativar o Firewall do Windows. 7. Para confirmar que você deseja alterar as configurações, na caixa de mensagem Controle de Conta de Usuário, clique em Sim. 8. Na janela Firewall do Windows – Personalizar Configurações, observe as opções e clique em OK. 9. No Firewall do Windows com a janela Segurança Avançada, na barra de endereço, clique em Sistema e Segurança. 10. Para exibir as configurações de atualizações automáticas, na janela Sistema e Segurança, no painel direito, clique em Windows Update. 11. Na página Windows Update, no painel esquerdo, clique em Alterar configurações. 12. Na janela Alterar configurações, clique em Cancelar e, na página Windows Update, na barra de endereço, clique em Sistema e Segurança. 13. Para exibir o Windows Defender, clique em Iniciar e na caixa Pesquisar, digite Windows Defender e pressione ENTER. 14. Para exibir as opções disponíveis no Windows Defender, na janela Windows Defender, clique em Ferramentas. 15. Na página Ferramentas e configurações, em Configurações, clique em Opções. 16. Para exibir as opções disponíveis, role para baixo na página Opções. 17. Na janela Windows Defender, clique em Cancelar e feche a janela Windows Defender. 18. Na barra de endereço, clique em Painel de Controle. 19. Para exibir as opções da Internet, na janela Painel de Controle, no painel esquerdo, clique em Rede e Internet e em Opções da Internet. 20. Para exibir as configurações gerais, na caixa de diálogo Propriedades da Internet, clique na guia Geral. 21. Para exibir as configurações de segurança do navegador da Web, clique na guia Segurança. 22. Para exibir as configurações privacidade para a Internet, clique na guia Privacidade. 23. Para exibir as configurações de conteúdo, clique na guia Conteúdo. 24. Para exibir as configurações de conexões da Internet, clique na guia Conexões. 25. Para exibir as configurações de programa para a Internet, clique na guia Programas. 26. Para exibir as configurações avançadas do navegador da Web, clique na guia Avançadas.
  • 206. Como manter o computador atualizado Alfabetização Digital 228 Para proteger o computador contra vírus e ameaças, a Microsoft lança atualizações de segurança importantes. As atualizações de software verificam o computador, listam a atualização de software necessária e enviam informações para o banco de dados do site. A Microsoft também lança atualização para aplicativos e ferramentas que podem melhorar o desempenho do seu computador. O Windows Update ajuda a manter o computador atualizado. No entanto, esse processo de atualização ocorre no segundo plano e não interrompe seu trabalho. Com o Windows Update, você pode verificar se há atualizações disponíveis, alterar configurações, exibir seu histórico atualizado, restaurar atualizações ocultas e também buscar ajuda sobre as atualizações exibindo as perguntas frequentes nas Atualizações do Windows. Você pode procurar atualizações para baixar e instalar automaticamente as atualizações de segurança em seu computador. Também é possível exibir a lista de atualizações disponíveis e escolher aquelas que são necessárias. Você também tem a opção de baixar pacotes de idiomas no seu computador. O Windows Update também permite personalizar as opções disponíveis e escolher como o Windows pode instalar as atualizações para você. O Windows Update permite baixar e instalar automaticamente as atualizações de segurança em um momento e uma frequência predefinidos. Essa opção permite que o Windows verifique automaticamente se há atualizações enquanto o computador está online. Em seguida, você pode instalar essas atualizações antes de desligar o computador. O Windows Update também permite optar por receber um alerta após o download automático das atualizações de segurança no computador. No entanto, as atualizações são instaladas somente depois que você confirma para instalá-las. Você também pode receber um alerta quando as atualizações de segurança estão disponíveis, para que possa decidir se deseja baixá-las e instalá-las no computador. Você pode desabilitar a verificação automática de atualizações que o Windows Update executa. No entanto, essa opção não é recomendada para a segurança do computador. Por padrão, o Windows Update permite instalar as atualizações recomendadas junto com as atualizações importantes. Essas atualizações recomendadas solucionam problemas não críticos e aprimoram sua experiência em computação. Além disso, você pode escolher quem pode instalar as atualizações em seu computador. É recomendável que você permita que usuários não administradores instalem as atualizações para manter o computador atualizado. Se você tiver aplicativos Microsoft, como o Microsoft Office e Silverlight, instalados em seu computador, configure o Windows Update para procurar atualizações que sejam especificamente significativas para esses aplicativos.
  • 207. Além disso, o Windows Update pode notificá-lo se a Microsoft lançar software extra para o sistema operacional instalado em seu computador. Depois que tiver definido as configurações para manter seu computador atualizado, você poderá fechar o Windows Update. As etapas para executar o Windows Update. estão descritas a seguir: 229 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 1. Clique no botão Iniciar, clique em Painel de Controle, em Sistema e Segurança e em Windows Update. 2. No painel esquerdo da janela Windows Update, clique em Procurar atualizações. 3. Na área Instalar atualizações para o computador, clique em 2 atualizações importantes estão disponíveis, role para baixo e clique em Opcional. 4. No painel esquerdo da janela Windows Update, clique em Alterar configurações. 5. Para baixar e instalar automaticamente as atualizações de segurança em um tempo e uma frequência predefinidos, verifique se a opção Instalar atualizações automaticamente (recomendado) está selecionada. 6. Clique em Baixar atualizações, mas permitir que eu escolha quando instalá-las. 7. Clique em Procurar atualizações, mas permitir que eu escolha quando baixá-las e instalá-las. 8. Para desabilitar a atualização automática, clique em Nunca verificar se há atualizações (não recomendado). 9. Clique em Cancelar.
  • 208. Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Selecione o tipo de arquivo a ser verificado. 2 Baixe as atualizações recomendadas. 3 Bloqueie as conexões de entrada para o seu computador. 4 Receba um alerta para download. 5 Defina as ações padrão a serem tomadas contra as ameaças. 6 Ativa o download automático. 7 Selecione os arquivos a serem excluídos da verificação. 8 Crie uma exceção para um programa. Categoria 1 Categoria 2 Categoria 2 Proteção contra malware Firewall do Windows Atualizações Automáticas Alfabetização Digital 230 Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”.
  • 209. LIÇÃO 5 ÉTICA NA INFORMÁTICA Introdução à lição Objetivos da lição Após concluir esta lição, o aluno será capaz de: • Explicar o que significa propriedade intelectual e direitos autorais com relação a computadores. • Identificar os diversos atos de violação de direitos autorais e medidas para prevenir esses atos. • Identificar as questões jurídicas associadas à troca de informações. 231 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Na Internet, é possível encontrar uma ampla gama de informações que incluem notícias, artigos, imagens, músicas, filmes e software. A pesquisa na Internet geralmente é a forma mais rápida e fácil de obter informações, a qualquer momento. Por exemplo, você pode usar a Internet para pesquisar informações para suas tarefas escolares ou ideias para incluir em uma apresentação do escritório. Você também pode baixar músicas e filmes de diversos sites. Na maioria dos sites, não é necessário pagar para baixar as informações. Mas, esses downloads grátis podem não ser realmente de graça. As informações de um site são de propriedade legal do seu autor ou do site que as publicou. Além disso, talvez seja necessária a permissão do autor ou do proprietário do site para usar o conteúdo. Você precisa estar ciente dos direitos ou permissões dos conteúdos disponíveis nos sites antes de baixá-los. Essa lição explica o significado da propriedade intelectual no campo da informática e como o uso não autorizado dela pode levar à violação de direitos autorais. Nesta lição, você também aprenderá diversos assuntos legais associados à troca de informações.
  • 210. O que é propriedade intelectual? Alexandre Lobão trabalha em uma redação de jornal. Ele precisa escrever um artigo sobre a tecnologia do computador. Alexandre copia algumas informações de um site e as utiliza em seu artigo. Entretanto, não menciona a fonte de onde copiou as informações. Após a publicação do artigo, Alexandre enfrenta acusações legais pela violação de leis de direitos autorais. Isto porque usou propriedade intelectual sem a permissão do proprietário. Quaisquer informações disponíveis na Internet representam propriedade intelectual, que é de propriedade legal da pessoa que as criou. Por exemplo, quando você publica um artigo em um site, ele é sua propriedade intelectual. Como proprietário de uma propriedade intelectual, você tem os direitos exclusivos para controlar o uso do material para: • Copiar, reproduzir ou distribuir a propriedade. • Compartilhar ou vender os direitos da propriedade. • Fornecer os direitos da propriedade de graça. Alfabetização Digital 232 Você não tem o direito de usar propriedade intelectual sem a permissão de seu proprietário. Existem leis para proteger os direitos de uma pessoa frente à propriedade intelectual. Essas leis são chamadas de leis de direitos autorais. A violação dessas leis de direitos autorais pode gerar problemas legais. Observação: Os direitos reais de uma propriedade intelectual podem variar com base na permissão concedida pelo proprietário. Violação e prevenção de direitos autorais O uso de propriedade intelectual com direitos autorais sem o consentimento do proprietário acarreta violação de direitos autorais. Quando você copia o trabalho de alguém e usa como se fosse seu, sem mencionar a fonte, a isso denomina-se plágio. Digamos que você faça uma cópia idêntica de um gráfico exibido em um site. Depois, publica-o em outro site como se fosse sua criação, não mencionando o site do qual fez a cópia. Isso resulta em plágio. Em diversos países, parafrasear um trabalho existente e difundi-lo como original também é considerado como plágio. A tabela a seguir explica alguns usos indevidos comuns de material protegido por leis de direitos autorais que precisam ser conhecidos e evitados.
  • 211. Descrição Copiando música Existem muitos sites que permitem o download e o compartilhamento de músicas. Entretanto, alguns desses sites não têm autoridade legal para fornecer músicas para download grátis. O download dessas músicas representa o uso indevido de músicas protegidas por leis de direitos autorais. Você usa indevidamente a música protegida por leis de direitos autorais quando executa uma das ações a seguir: • Faz download de música protegida por leis de direitos autorais de um site da Web sem permissão do proprietário ou sem o pagamento de uma taxa de direitos autorais. • Faz download de música protegida por leis de direitos autorais de um site e cria CDs ou DVDs com elas. • Cria cópias de CDs ou DVDs e as compartilha com outras pessoas. • Compartilha músicas protegidas por leis de direitos autorais na Internet por intermédio de sites que facilitam o compartilhamento de músicas. Usando o software sem licença Esteja ciente das situações a seguir para evitar pirataria de software: • Quando você faz download de software protegido por leis de direitos autorais de um site da Web sem permissão do proprietário ou sem o pagamento de uma taxa, isso representa pirataria de software. • Quando você compra uma cópia legal do software, faz cópias do software e as distribui para outras pessoas, também representa pirataria de software. • Alguns fornecedores de computadores instalam cópias de software sem licença nos computadores que vendem. Eles fazem isso para economizar com taxas de licença. Entretanto, a compra de computadores com software sem licença resulta em pirataria de software. Portanto, ao comprar um computador, certifique-se de que você tenha os documentos de licença do software pré-instalados no computador ou vendidos com o computador. Copiando logotipo Um logotipo representa material protegido por leis de direitos autorais usado como identificador pelo seu proprietário de direitos autorais. É ilegal copiar ou usar um logotipo sem a permissão do proprietário. Por exemplo, o uso do logotipo da Microsoft em seu cartão de visitas sem a permissão da Microsoft representa violação de direitos autorais. Algumas vezes, uma pessoa pode ter permissão para usar um logotipo, mas há limitações para isso. Por exemplo, uma pessoa pode ter permissão para usar o logotipo da Microsoft somente para fazer acordos comerciais em nome da Microsoft. Agora, se a pessoa usar o logotipo para fazer acordos comerciais para obter ganhos pessoais, isso representa uso indevido do logotipo protegido por leis de direitos autorais. Gráfico 233 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador Uso indevido de direitos autorais
  • 212. Assuntos legais com troca de informações Com o amplo uso da Internet, você pode se envolver em atividades ilegais e antiéticas, como jogos de azar e difamação. É necessário que você esteja ciente e seja cauteloso com essas questões ilegais e antiéticas. Além disso, lembre-se de que essas questões variam de país para país e até mesmo em determinados locais de um país. A tabela a seguir explica alguns usos antiéticos e ilegais de troca de informações. Atividade ilegal Descrição Difamação da reputação de alguém Ao se comunicar com outras pessoas usando email, chat ou fóruns públicos online, tenha cuidado para não fazer quaisquer declarações que possam resultar em difamação. Difamação é fazer declarações falsas sobre uma pessoa que possam afetar negativamente sua reputação. Por exemplo, suponha que você divulgue uma mensagem em um fórum online declarando falsamente que seu vizinho, uma celebridade, tem uma propriedade ilegal. Isso pode ser considerado como difamação porque você está espalhando uma informação falsa que pode prejudicar a credibilidade do seu vizinho. Observação: Uma declaração falsa pode ser considerada difamatória, mesmo que não seja pejorativa. Algumas vezes, até as declarações verdadeiras podem ser consideradas difamatórias, caso prejudiquem a reputação de alguém. Calúnia divulgada e calúnia são duas formas de difamação. Calúnia divulgada é uma difamação por escrito publicada, enquanto calúnia é uma difamação verbal. O sistema legal da maioria dos países considera as duas calúnias como delitos passíveis de punição. Você pode enfrentar penas criminais ou civis de acordo com o sistema legal de seu país. A punição pode variar de pena monetária à punição severa, como prisão. Algumas vezes, a gravidade do delito depende da situação. Por exemplo, em alguns países, qualquer insulto ao presidente é um delito. Entretanto, em outros países, funcionários públicos têm menos proteção do que o cidadão comum. Além disso, esteja ciente das leis locais antes de fazer qualquer declaração difamatória. Alfabetização Digital 234 Visita a sites impróprios da Web Os predadores online geralmente seduzem seus alvos com presentes ou outras ofertas tentadoras. Cuidado com presentes ou ofertas. Além disso, deve ensinar os membros de sua família a suspeitarem de presentes oferecidos pela Internet.
  • 213. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta O uso não autorizado de propriedade intelectual é LEGAL. O uso não autorizado de propriedade intelectual é ILEGAL. 2 Um proprietário de direitos autorais PODE vender seus direitos. Um proprietário de direitos autorais NÃO PODE vender seus direitos. 3 A calúnia divulgada é uma difamação VERBAL. A calúnia divulgada é uma difamação POR ESCRITO. 4 Um quadro NÃO É de propriedade legal de seu pintor. Um quadro É de propriedade legal de seu pintor. 5 A violação de direitos autorais NÃO PODE acarretar problemas legais. A violação de direitos autorais PODE acarretar problemas legais. A calúnia é uma difamação POR ESCRITO. A calúnia é uma difamação VERBAL. 7 O autor de um livro PODE controlar o uso do livro. O autor de um livro NÃO PODE controlar o uso do livro. 8 O compartilhamento de música com direitos autorais REPRESENTA violação de direitos autorais. O compartilhamento de música com direitos autorais NÃO REPRESENTA violação de direitos autorais. 9 Jogos online PODEM causar problemas legais. Jogos online NÃO PODEM causar problemas legais. Nota: As respostas aparecem em “Respostas das atividades”. 235 Módulo 5 – Segurança e privacidade do computador 6
  • 214. Respostas das Atividades Introdução 237
  • 215. RESPOSTAS DAS ATIVIDADES MÓDULO 1 – ESTILOS DE VIDA DIGITAIS LIÇÃO 1: A EXPERIÊNCIA DIGITAL Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação Resposta 1 X Um computador tablet PODE organizar e armazenar informações. Um computador tablet NÃO PODE organizar e armazenar informações. Você NÃO PODE editar fotografias tiradas com uma câmera digital. Você PODE editar fotografias tiradas com uma câmera digital. 3 Uma videoconferência só pode ser organizada entre DUAS pessoas. Uma videoconferência pode ser organizada entre VÁRIAS pessoas. 4 X X O Microsoft XBOX é um exemplo de sistema de videogame. O player multimídia do Microsoft Zune é um exemplo de sistema de videogame. 5 X Uma CÂMERA DE VÍDEO é usada para gravar vídeos. X Um PLAYER DE ÁUDIO E VÍDEO é usado para gravar vídeos. 6 Você NÃO PODE participar de jogos online usando um XBOX. 7 Uma câmera de vídeo digital SÓ grava áudio. 8 A Webcam NÃO É uma câmera digital. A Webcam É uma câmera de vídeo digital. X 9 Uma câmera digital armazena imagens em sua MEMÓRIA. X Você PODE participar de jogos online usando um XBOX. Uma câmera de vídeo digital grava áudio E vídeo. Uma câmera digital armazena imagens em FILME. X X 239 Respostas das atividades 2
  • 216. LIÇÃO 2: INTRODUÇÃO AO ÁUDIO DIGITAL Áudio digital Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Você NÃO PODE alterar o formato de alguns arquivos de áudio. 2 Resposta Você NÃO PRECISA de um software para converter áudio de um CD. Você PODE alterar o formato de alguns arquivos de áudio. Você PRECISA de um software para converter áudio de um CD. X X 3 Você pode navegar pela Internet usando a tecnologia de SÍNTESE DE FALA. Você pode navegar pela Internet usando a tecnologia de RECONHECIMENTO DE FALA. X 4 O formato MP3 PERMITE compactação de arquivos de áudio. X O formato MP3 NÃO PERMITE compactação de arquivos de áudio. 5 Na conversão de áudio, o arquivo de áudio PODE SER compactado. X Na conversão de áudio, o arquivo de áudio NUNCA É compactado. 6 Alfabetização Digital 240 Um gravador de DVD pode copiar áudio SÓ em DVDs. Um gravador de DVD pode copiar áudio CDs E DVDs. 7 X Na conversão de áudio, o formato é NÃO É alterado. Na conversão de áudio, o formato É alterado. 8 X A conversão de áudio de CDs e DVDs em um formato diferente é ILEGAL. X A conversão de áudio de CDs e DVDs em um formato diferente é LEGAL. 9 Você NÃO PRECISA de software para copiar áudio em CDs e DVDs. Você PRECISA de um software para copiar áudio em CDs e DVDs. X
  • 217. Autoavaliação 1) Qual das afirmações a seguir é uma característica da transmissão de áudio em fluxo contínuo? Selecione a resposta correta. ( ) Envia o arquivo de áudio para seu computador em um fluxo intermitente. ( X ) Permite que você ouça áudio digital sem que todo o arquivo tenha sido baixado. ( ) Permite que você transfira arquivos de áudio analógicos. 2) Qual das afirmações a seguir é um recurso da síntese de fala? Selecione a resposta correta. ( ) Permite que você se comunique com o computador usando a voz. ( ) Essencialmente, é necessário um microfone. ( X ) Permite que seu computador converta texto em áudio. 3) Qual afirmação é verdadeira sobre a cópia de áudio para um CD ou DVD gravável? Selecione a resposta correta. ( ) A cópia de áudio de CDs e DVDs é legal. ( ) A cópia de áudio direto da Internet para um CD ou DVD gravável é legal. ( X ) É necessário que você tenha um dispositivo de hardware especial, como um gravador de CD, para copiar áudio para um CD ou DVD gravável. LIÇÃO 3: INTRODUÇÃO AO VÍDEO DIGITAL Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Pode ser em tempo real ou por demanda 2 Permite apresentações de slides 3 Envia vídeo como fluxo contínuo 4 Mantém uma cópia de vídeo no computador 5 Permite compartilhamento de tela 6 Permite comunicação de voz 7 Refere-se a download de vídeo da Internet Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Fluxo contínuo de vídeo Download de vídeo Conferência na Web 1, 3 4, 7 2, 5, 6 Respostas das atividades 241
  • 218. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que afirmação está correta sobre a edição de vídeo não-linear? Selecione a resposta correta. ( X ) Você pode editar DVDs de uma maneira não-linear. ( ) Você atravessa seqüencialmente um quadro para editá-lo. ( ) Você pode editar fitas de uma maneira não-linear. 2) Que afirmação está correta sobre a transmissão de vídeo em fluxo contínuo? Selecione a resposta correta. ( ) A qualidade do vídeo não é afetada pela velocidade da conexão com a Internet. ( X ) O arquivo de vídeo é recebido em um fluxo contínuo. ( ) Ele permite que você exiba arquivos de vídeo pela Internet somente depois de baixá-los. Alfabetização Digital 242 3) Quais afirmações são verdadeiras sobre a cópia de áudio para um CD ou DVD gravável? Selecione a resposta correta. ( ) O processo de cópia de áudio em um CD ou DVD gravável também é conhecido como gravação. ( ) A cópia de áudio direto da Internet para um CD ou DVD gravável é legal. ( X ) É necessário que você tenha um dispositivo de hardware especial, como um gravador de CD, para copiar áudio para um CD ou DVD gravável.
  • 219. LIÇÃO 4: INTRODUÇÃO À FOTOGRAFIA DIGITAL Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Uma câmera DIGITAL usa filme para armazenar fotos. Uma câmera TRADICIONAL usa filme para armazenar fotos. 2 X O Windows Live Galeria de Fotos é um exemplo de programa de ARMAZENAMENTO de foto. O Windows Live Galeria de Fotos é um exemplo de programa de EDIÇÃO de foto. 4 X Você pode alterar planos de fundo usando um software de edição de foto SIMPLES. Você pode alterar planos de fundo usando um software de edição de foto AVANÇADO. 3 Resposta X Você PODE cortar uma foto usando um software de edição de foto simples. Você NÃO PODE cortar uma foto usando um software de edição de foto simples. Impressoras de foto PESSOAL usam dispositivos de imagens. Impressoras de foto PROFISSIONAL usam dispositivos de imagens. 6 X Impressoras de foto PESSOAL usam dispositivos de imagens. Impressoras de foto PROFISSIONAL usam dispositivos de imagens. 7 X Um SENSOR criar a imagem de uma foto. X Um CARTÃO DE MEMÓRIA FLASH cria a imagem de uma foto. 8 Você NÃO PODE compactar fotos usando um software de gerenciamento de fotos. Você PODE compactar fotos usando um software de gerenciamento de fotos. X 9 As impressoras de foto PROFISSIONAIS oferecem qualidade verdadeiramente fotográfica no papel. X As impressoras de foto PESSOAIS oferecem qualidade verdadeiramente fotográfica no papel. 243 Respostas das atividades 5
  • 220. LIÇÃO 5: APROVEITANDO A MÍDIA DIGITAL NO COMPUTADOR Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que afirmação é verdadeira sobre a exibição de TV digital no Windows Media Center? Selecione a resposta correta. ( ) Você só pode assistir a programas de TV ao vivo. ( ) Você pode controlar sua TV usando qualquer dispositivo de controle remoto. ( X ) Você pode exibir uma lista de todos os programas que serão veiculados nas 2 semanas seguintes. ( ) Você só pode pausar um programa de TV ao vivo por 15 minutos. Alfabetização Digital 244 2) Que opção da tela inicial do Windows Media Center você selecionaria para exibir as músicas que está ouvindo? Selecione a resposta correta. ( ) Imagens + Vídeos. ( ) Biblioteca de Mídia. ( ) Música. ( X ) Em Execução + Fila.
  • 221. LIÇÃO 6: TECNOLOGIA DIGITAL E OPORTUNIDADES DE TRABALHO Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 No teletrabalho, você NÃO TRABALHA em casa. No teletrabalho, você TRABALHA em casa. 2 X PROGRAMADORES criam documentação. ESCRITORES TÉCNICOS criam documentação. 3 Resposta X DESIGNERS DE JOGOS criam boletins informativos e revistas. PROFISSIONAIS DE DTP criam boletins informativos e revistas. 4 X Os gerentes de depósito são PROFISSIONAIS DA INFORMAÇÃO. X Os gerentes de depósito são PROFISSIONAIS DE TI. 5 Os centros de trabalhos regionais SÃO conectados ao escritório principal. X Os centros de trabalhos regionais NÃO SÃO conectados ao escritório principal. ADMINISTRADORES DA WEB criam um site da Web. WEB DESIGNERS criam um site da Web. 7 X O administrador da Web é um PROFISSIONAL DE TI. X O administrador da Web é um DESENVOLVEDOR. 8 Os centros de trabalho regionais também são denominados escritórios SATÉLITES. X Os centros de trabalho regionais são denominados escritórios DOMÉSTICOS. 9 O digitador é um PROFISSIONAL DE TI. O digitador é um PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO. X 245 Respostas das atividades 6
  • 222. MÓDULO 2 – NOÇÕES BÁSICAS SOBRE COMPUTAÇÃO LIÇÃO 1: INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Categoria de Itens 1 Monitor. 4 Microfone. 5 Disco rígido. 6 DVD-ROM. 7 Teclado. 8 Scanner. 9 Impressora. 10 Mouse. 11 Fone de ouvido. 12 Alto-falante. 13 Alfabetização Digital Disquete. 3 246 CD-ROM. 2 Caneta (stylus). Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Dispositivos de entrada Dispositivos de saída Dispositivos de armazenamento 4, 7, 8, 10, 13 3, 9, 11, 12 1, 2, 5, 6
  • 223. Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação Resposta 1 X Você usa o BOTÃO DE ENERGIA para ligar o computador. Você usa as TECLAS DO TECLADO para ligar o computador. 2 Você usa uma PORTA DE REDE (USB) para conectar uma câmera digital ao computador. 3 Os computadores netbook têm UNIDADES DE MÍDIA para permitir a conectividade com mídias. Você usa o FIREWIRE para conectar uma câmera digital ao computador. Os computadores netbook têm entradas USB para permitir a conectividade com mídias. 4 X X Você pode apagar as informações armazenadas na RAM. Você pode apagar as informações armazenadas em uma MEMÓRIA FLASH. 5 X O botão DIREITO do mouse é usado para exibir um menu. X O botão ESQUERDO do mouse é usado para exibir um menu. 6 Você usa uma TECLA NUMÉRICA para acessar o arquivo AJUDA. Você usa uma TECLA DE FUNÇÃO para acessar o arquivo AJUDA. X 7 Você usa uma CANETA (STYLUS) para inserir dados em um COMPUTADOR PORTÁTIL. X Você usa uma CANETA (STYLUS) para inserir dados em um LAPTOP. A ROM preserva seu conteúdo mesmo depois que o computador é desligado. 9 247 A RAM preserva seu conteúdo mesmo depois que o computador é desligado. X Você usa o COMANDO LOGOFF quando o computador para de responder. Você usa o BOTÃO DE ENERGIA quando o computador para de responder. X Respostas das atividades 8
  • 224. LIÇÃO 2: TERMINOLOGIA GERAL DE COMPUTAÇÃO Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Usa a plataforma para executar uma tarefa. 2 Ajuda a inserir dados de entrada em um computador. 3 Ajuda você a exibir a saída de um computador. 4 Inclui dispositivos do computador. 5 Ajuda a controlar os componentes físicos. 6 Garante a operação confiável do computador. 7 Permite que você jogue ou assista a filmes. Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Hardware Sistema operacional Aplicativo 2, 3, 4 5, 6 1, 7 Alfabetização Digital 248 LIÇÃO 3: RECURSOS E DESEMPENHOS DO COMPUTADOR Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Qual é a afirmativa verdadeira sobre a RAM? Selecione a resposta correta. ( ) O conteúdo é permanente. ( ) A velocidade de recuperação de dados é mais baixa em comparação com a memória de armazenamento. ( X ) Programas e dados ativos são armazenados. 2) Qual programa você deve usar para criar documentos profissionais e pessoais? Selecione a resposta correta. ( ) PowerPoint 2010. ( X ) Word 2010. ( ) Excel 2010.
  • 225. LIÇÃO 4: SISTEMAS OPERACIONAIS DE COMPUTADOR Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta A BARRA DE FERRAMENTAS exibe os botões que representam as janelas de programas abertos. A BARRA DE TAREFAS exibe os botões que representam as janelas de programas abertos. 2 X A hierarquia de pastas pode ser vista no PAINEL DE NAVEGAÇÃO. X A hierarquia de pastas pode ser vista no PAINEL DE CONTEÚDO. 3 Você usa a pasta REDE para compartilhar documentos. 4 AUTENTICAÇÃO consiste em associar permissões específicas com cada nome de usuário. Você usa a pasta DOCUMENTOS para compartilhar documentos. X AUTORIZAÇÃO consiste em associar permissões específicas com cada nome de usuário. 5 X Você usa o PAINEL DE CONTROLE para remover programas. X Você usa a BARRA DE TAREFAS para remover programas. As pastas podem conter SOMENTE ARQUIVOS. As pastas podem conter ARQUIVOS e OUTRAS PASTAS. 7 As pastas podem conter SOMENTE ARQUIVOS. As pastas podem conter ARQUIVOS e OUTRAS PASTAS. 8 X X O conteúdo de um disquete aparece na janela DOCUMENTOS. O conteúdo de um disquete aparece na janela COMPUTADOR. 9 X Você NÃO PODE redimensionar uma janela maximizada. X Você PODE redimensionar uma janela maximizada. 249 Respostas das atividades 6
  • 226. LIÇÃO 5: OPORTUNIDADES DE TRABALHO Autoavaliação Afirmação 1 Um administrador de banco de dados é um PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO. Um administrador de banco de dados é um PROFISSIONAL DE TI. 2 X Os clientes NÃO PODEM pagar por um produto pela Internet. Os clientes PODEM pagar por um produto pela Internet. 4 X Os códigos de barras só contêm o PREÇO de um produto. Os códigos de barras contêm informações sobre o PRODUTO. 3 Resposta X Um agente de viagens é um PROFISSIONAL DE TI. Um agente de viagens é um PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO. 5 X Um SCANNER DE CÓDIGO DE BARRAS transmite dados para um COMPUTADOR. X Um COMPUTADOR transmite dados para um SCANNER DE CÓDIGO DE BARRAS. 6 Um banco de dados é um conjunto organizado de DADOS. X Um banco de dados é um conjunto organizado de PROGRAMAS NORMALMENTE UTILIZADOS. 7 Um designer gráfico é um DESENVOLVEDOR DE SOFTWARE. 8 Um ADMINISTRADOR DE BANCO DE DADOS gerencia equipamentos com problemas. Um designer gráfico é um PROFISSIONAL DE TI. Alfabetização Digital 250 X Um ADMINISTRADOR DE REDE gerencia equipamentos com problemas. 9 X Um ADMINISTRADOR DE REDE é responsável pela segurança. X Um DESENVOLVEDOR DE SOFTWARE é responsável pela segurança.
  • 227. MÓDULO 3 – PROGRAMAS DE PRODUTIVIDADE LIÇÃO 1: INTRODUÇÃO AOS PROGRAMAS DE PRODUTIVIDADE Recursos dos programas de produtividade Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Ajuda você a organizar dados em formato de fácil acesso. 2 Ajuda você a executar cálculos matemáticos. 3 Contém, em sua maior parte, texto. 4 Ajuda você a armazenar grandes volumes de dados. 5 Ajuda você a criar documentos. 6 Ajuda você a trabalhar com números. Categoria 2 Categoria 3 Planilha Processador de texto Programa de banco de dados 2, 6 3, 5 1, 4 Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que programa você deve usar para criar uma apresentação? Selecione a resposta correta. ( ) Word 2010. ( ) Excel 2010. ( X ) PowerPoint 2010. ( ) Access 2010. 2) Que Office Web Application ajuda a armazenar ideias quando você está trabalhando em colaboração com seus colegas? Selecione a resposta correta. ( ) PowerPoint. ( X ) OneNote. ( ) Word. ( ) Excel. 251 Respostas das atividades Categoria 1
  • 228. LIÇÃO 2: COMANDOS E RECURSOS COMUNS Autoavaliação Afirmação 1 Resposta Os aplicativos de produtividade são TAREFAS criados para PROGRAMAS específicos. Os aplicativos de produtividade são PROGRAMAS criados para TAREFAS específicas. 2 X Usando o PONTEIRO, você pode selecionar diferentes comandos em um programa. X Usando o CURSOR, você pode selecionar diferentes comandos em um programa. 3 Você usa a BARRA DE STATUS para se mover para um local específico na área de trabalho. Você usa a BARRA DE ROLAGEM para passar para um local específico na área de trabalho. 4 X A Faixa de Opções tem GUIAS agrupadas em uma seção lógica. X A Faixa de Opções tem ARQUIVOS agrupados em uma seção lógica. 5 Você sai de um aplicativo usando opções da guia Arquivo. X Você sai de um aplicativo usando opções da BARRA DE FERRAMENTAS DE ACESSO RÁPIDO. 6 Em um teclado padrão, você TEM teclas dedicadas para símbolos. Em um teclado padrão, você NÃO TEM teclas dedicadas para símbolos. 7 Alfabetização Digital 252 X A MINIBARRA DE FERRAMENTAS só aparece quando você seleciona texto em um documento. X A BARRA DE FERRAMENTAS DE ACESSO RÁPIDO só aparece quando você seleciona texto em um documento. 8 Você redimensiona a janela do documento usando opções da BARRA DE TÍTULO. X Você pode redimensionar a janela do documento usando opções da BARRA DE STATUS. 9 Pressionar a BARRA DE ESPAÇOS encerra uma linha de texto. Pressionar ENTER encerra uma linha de texto. X
  • 229. LIÇÃO 3: INTRODUÇÃO AOS PROCESSADORES DE TEXTO Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Você precisa copiar atributos de formatação e aplicá-los a diferentes seções de um documento. Que recurso de um processador de texto você usaria? Selecione a resposta correta. ( ) AutoFormatação. ( ) Revelar Formatação. ( X ) Pincel. ( ) Copiar e Colar. 3) Qual programa é usado para publicar um boletim informativo? Selecione a resposta correta. ( X ) Um programa de DTP. ( ) Um programa de apresentação. ( ) Um programa de email. ( ) Um programa de planilha. 253 Respostas das atividades 2) Qual das afirmações melhor descreve o recurso AutoCorreção em um processador de texto? Selecione a resposta correta. ( ) Um recurso que o ajuda a definir os atributos de formatação em um documento. ( ) Um recurso utilizado para corrigir apenas erros gramaticais. ( ) Um recurso que exibe automaticamente uma caixa de diálogo toda vez que você digita uma palavra errada. ( X ) Um recurso que corrige erros automaticamente e faz outras substituições assim que você digita o texto.
  • 230. LIÇÃO 4: INTRODUÇÃO AOS PROGRAMAS DE PLANILHA Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Você NÃO PODE armazenar texto, número ou fórmulas em uma célula. Você PODE armazenar texto, número ou fórmulas em uma célula. 2 Resposta X Uma coluna em uma planilha é identificada por um NÚMERO. Uma coluna em uma planilha é identificada por uma LETRA. 3 X Um intervalo de células PODE se estender por várias linhas. X Um intervalo de células NÃO PODE se estender por várias linhas. 4 Um PONTEIRO de célula indica uma célula ativa. X Um VALOR de célula indica uma célula ativa. 5 Uma pasta de trabalho PODE conter mais que uma planilha. Alfabetização Digital X 6 254 Uma pasta de trabalho NÃO PODE conter mais que uma planilha. Uma PASTA DE TRABALHO é um arquivo criado no Excel 2010. X Uma PLANILHA é um arquivo criado no Excel 2010. 7 APENAS UMA célula pode estar ativa de cada vez. X MAIS DE UMA célula pode estar ativa de cada vez. 8 Um endereço de célula indica a localização exata da CÉLULA. X Um endereço de célula indica a localização exata de uma LINHA. 9 Um rótulo NÃO TEM um valor numérico anexado a ele. Um rótulo TEM um valor numérico anexado a ele. X
  • 231. LIÇÃO 5: INTRIDUÇÃO AOS PROGRAMAS DE APRESENTAÇÃO Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Em que caso você usa o modo de exibição Apresentação de Slides? Selecione a resposta correta. ( ) Para reorganizar os slides na apresentação. ( ) Para inserir um novo slide na apresentação. ( X ) Para ter uma exibição de tela inteira da apresentação. ( ) Para exibir um tópico da apresentação. 2) Em que caso você seleciona a opção Folhetos? Selecione a resposta correta. ( ) Para imprimir slides específicos da apresentação. ( ) Para imprimir todos os slides específicos da apresentação. ( ) Para imprimir o slide atual da apresentação. ( X ) Para imprimir vários slides da apresentação em uma página. Respostas das atividades 255
  • 232. LIÇÃO 6: INTRODUÇÃO AOS PROGRAMAS DE BANCO DE DADOS Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 São usados para exibir informações necessárias. 4 Pode ser na forma de tabelas. 5 Usadas para recuperar informações de um banco de dados. 6 Podem conter condições de filtro. 7 Contêm informações relacionadas a entidade em particular. 8 Podem ou não conter funções. 9 Alfabetização Digital Pode ser na forma de tabelas ou de elementos gráficos. 3 256 Pode ser adicionada ao modo Formulário. 2 São gerados pela execução de consultas. Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Registros Relatórios Consultas 1, 4, 7 2, 3, 9 5, 6, 8 MÓDULO 4 – A INTERNET E A WORD WIDE WEB LIÇÃO 1: A INTERNET Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Provedor de Internet. 2 Dispositivo de computador. 3 Modem. Categoria 1 Categoria 2 4 Dial-up. Elementos da Internet Conexões com a Internet 5 DSL. 1, 2, 3 4, 5, 6 6 Sem fio.
  • 233. LIÇÃO 2: A WORD WIDE WEB Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação Resposta 1 X A World Wide Web É parte da Internet. A World Wide Web NÃO É parte da Internet. O endereço IP também é conhecido como URL. Um endereço da WEB também é conhecido como URL. 3 Um portal NÃO É um site da Web. Um portal É um site da Web. 4 X Você NÃO PODE criar novas páginas da Web. Você PODE criar novas páginas da Web. 5 X X Você pode abrir APENAS UM SITE DA WEB em uma janela do Internet Explorer 9. Você pode abrir VÁRIOS SITES DA WEB em uma janela do Internet Explorer 9. 6 X Um site confiável da Web inclui conteúdo de autores COM credenciais. X Um site confiável da Web inclui conteúdo de autores SEM credenciais. 7 O Internet Explorer é um SERVIDOR Web. O Internet Explorer é um NAVEGADOR da Web. 8 257 X Você NÃO PODE salvar uma página da Web em seu computador. Você PODE salvar uma página da Web em seu computador. 9 X Os mecanismos de pesquisa são SITES da Web com tecnologia especial. X Os mecanismos de pesquisa são NAVEGADORES da Web com tecnologia especial. Respostas das atividades 2
  • 234. LIÇÃO 3: USANDO E-MAIL Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que afirmativa é verdadeira em relação aos clientes de e-mail locais? Selecione a resposta correta. ( X ) Salvam mensagens em seu computador. ( ) Salvam mensagens no sistema do provedor de serviços. ( ) Salvam mensagens no navegador da Web. 2) Quais são as orientações que você deve seguir ao escrever emails profissionais? Selecione a resposta correta. ( ) Usar emoticons para expressar emoções. ( ) Diminuir o tamanho das mensagens usando abreviações. ( X ) Manter uma parte da mensagem original para criar o contexto para a sua resposta. LIÇÃO 4: OUTROS MÉTODOS DE COMUNICAÇÃO NA INTERNET Alfabetização Digital 258 Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Trocar mensagens com dispositivos móveis. 2 Quadros de avisos de perguntas e respostas. 3 Enviar ícones para expressar emoções. 4 Segmentos de discussão de tópicos. 5 Postar vagas de emprego. 6 Fóruns de discussão online. 7 Criar grupos. 8 Visitar perfis de outros usuários. 9 Enviar e receber respostas imediatamente. Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Grupo de notícias Rede social Mensagens instantâneas 2, 4, 6 5, 7, 8 1, 3, 9
  • 235. MÓDULO 5 – SEGURANÇA E PRIVACIDADE DO COMPUTADOR LIÇÃO 1: INTRODUÇÃO À SEGURANÇA E PRIVACIDADE DO COMPUTADOR Ameaças de computador e medidas para proteção Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Proteção contra spyware. 2 Antivírus. 3 Criptografia de dados. 4 Prateleira estável. 5 Distância suficiente de substâncias magnéticas. 6 Ares-condicionados e controladores de umidade. 7 Proteção contra sobretensão e condicionamento da linha. 8 Isolamento. 9 Firewall. 10 Tampa do teclado. Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Ameaças naturais Ameaças humanas malintencionadas Erros humanos 6, 7, 8 1, 2, 3, 9 4, 5, 10 Respostas das atividades 259
  • 236. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Que instrução descreve melhor a privacidade do computador? Selecione a resposta correta. ( ) Proteger um computador contra incêndios e terremotos. ( X ) Evitar que seu amigo visualize os dados de seu computador sem sua permissão. ( ) Evitar que arquivos importantes do computador sejam excluídos acidentalmente. 2) Quais medidas de segurança podem ser adotadas para ajudar a proteger seu computador e seus dados contra ameaças naturais? Selecione a resposta correta. ( X ) Proteção contra sobretensão. ( ) Software antivírus. ( ) Criptografia de dados. LIÇÃO 2: PROTEGENDO O COMPUTADOR Medidas para proteger seu computador Alfabetização Digital 260 Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Limpar o histórico de navegação periodicamente. 2 Implementar identificação do usuário. 3 Desabilitar o conteúdo ativo. 4 Instalar e atualizar software de proteção. 5 Evitar compartilhar informações pessoais. 6 Proteger-se contra hackers e spyware. 7 Fazer backup de dados. 8 Proteger senha. Categoria 1 Categoria 2 Evitar ameaças online Proteger dados do computador 1, 3, 5, 6 2, 4, 7, 8
  • 237. Autoavaliação Para cada pergunta, indique a resposta correta, marcando com um X as alternativas abaixo. 1) Uma das formas efetivas de proteger seu software e seus dados é restringir o uso de seu computador a um determinado grupo de pessoas. Que método você pode usar para esta finalidade? Selecione a resposta correta. ( ) Atualizar o sistema operacional. ( X ) Configurar contas de usuário. ( ) Instalar software antivírus. 2) Você pode criar vários tipos de arquivos em seu computador enquanto usa a Internet. Embora alguns desses arquivos possam ser uma fonte de ameaça de segurança, na realidade, são úteis para o usuário. Qual é um exemplo desse arquivo? Selecione a resposta correta. ( X ) Cookie. ( ) Vírus. ( ) Worm. 261 Respostas das atividades 3) Que método você usará para proteger suas transações de email e mensagem instantânea? Selecione a resposta correta. ( X ) Excluir emails de remetentes desconhecidos sem abri-los. ( ) Abrir anexos recebidos pelo recurso de mensagens instantâneas. ( ) Responder a um email com informações pessoais se o remetente for funcionário de um banco.
  • 238. LIÇÃO 3: PROTEGENDO SUA FAMÍLIA CONTRA AS AMEAÇAS DE SEGURANÇA Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Responder a email de lixo eletrônico NÃO PODE fazer com que você revele informações pessoais. Responder a email de lixo eletrônico PODE fazer com que você revele informações pessoais. 2 Resposta X NÃO É POSSÍVEL monitorar a atividade de chat. É POSSÍVEL monitorar a atividade de chat. 3 X Crianças NÃO DEVEM visitar sites sozinhos. X Crianças DEVEM visitar sites sozinhos. 4 Predadores online se TORNAM muito familiares muito rapidamente. X Predadores online se NÃO SE TORNAM muito familiares muito rapidamente. 5 A criptografia CODIFICA a mensagem de email para que ela pareça ilegível. X A criptografia COMPACTA a mensagem de email para que ela pareça ilegível. Alfabetização Digital 262 6 Predadores online NÃO SEDUZEM seus alvos com presentes. Predadores online SEDUZEM seus alvos com presentes. 7 Predadores online NÃO SEDUZEM seus alvos com presentes. Predadores online SEDUZEM seus alvos com presentes. 8 X X Predadores online NÃO TÊM as crianças como alvo. Predadores online TÊM as crianças como alvo. 9 X O nome da tela usado para a conversa NÃO DEVE ser seu nome real. X O nome da tela usado para a conversa DEVE ser seu nome real.
  • 239. LIÇÃO 4: COMO MANTER SEU COMPUTADOR SEGURO E ATUALIZADO Autoavaliação Classificar os itens em suas categorias associadas, escrevendo o número do item na caixa de opção correspondente abaixo. Categoria de Itens 1 Selecione o tipo de arquivo a ser verificado. 2 Baixe as atualizações recomendadas. 3 Bloqueie as conexões de entrada para o seu computador. 4 Receba um alerta para download. 5 Defina as ações padrão a serem tomadas contra as ameaças. 6 Ativa o download automático. 7 Selecione os arquivos a serem excluídos da verificação. 8 Crie uma exceção para um programa. Categoria 2 Categoria 2 Proteção contra malware Firewall do Windows Atualizações Automáticas 1, 5, 7 3, 8 2, 4, 6 263 Respostas das atividades Categoria 1
  • 240. LIÇÃO 5: ÉTICA NA INFORMÁTICA Autoavaliação Para cada par de afirmações, assinale o que é verdadeiro, colocando um X na coluna à direita. Afirmação 1 Resposta O uso não autorizado de propriedade intelectual é LEGAL. O uso não autorizado de propriedade intelectual é ILEGAL. 2 X Um proprietário de direitos autorais PODE vender seus direitos. X Um proprietário de direitos autorais NÃO PODE vender seus direitos. 3 A calúnia divulgada é uma difamação VERBAL. 4 Um quadro NÃO É de propriedade legal de seu pintor. A calúnia divulgada é uma difamação POR ESCRITO. Um quadro É de propriedade legal de seu pintor. 5 6 Alfabetização Digital X A violação de direitos autorais NÃO PODE acarretar problemas legais. A violação de direitos autorais PODE acarretar problemas legais. 264 X X A calúnia é uma difamação POR ESCRITO. A calúnia é uma difamação VERBAL. 7 X O autor de um livro PODE controlar o uso do livro. X O autor de um livro NÃO PODE controlar o uso do livro. 8 O compartilhamento de música com direitos autorais REPRESENTA violação de direitos autorais. X O compartilhamento de música com direitos autorais NÃO REPRESENTA violação de direitos autorais. 9 Jogos online PODEM causar problemas legais. Jogos online NÃO PODEM causar problemas legais. X
  • 241. Glossário Introdução 265
  • 242. GLOSSÁRIO A Aplicativo: Um programa ou um grupo de programas criado para usuários realizarem uma tarefa específica. Processadores de texto, navegadores da Web, jogos, programas de gerenciamento de banco de dados e programas de apresentação são alguns exemplos de aplicativo. Área de trabalho: 1. A área de trabalho é o espaço em branco dentro do programa onde podemos inserir informações. 2. Uma área de trabalho na tela que usa uma combinação de menus e ícones. Assistente para configuração: Um guia que orienta o usuário por cada etapa de uma determinada tarefa, como a instalação de um hardware ou software. Autenticação: O processo pelo qual um sistema de computador valida informações de logon de um usuário. Autorização: O processo pelo qual um usuário pode associar permissões específicas a cada nome de usuário. B Backup: O ato ou a instância de fazer uma cópia duplicada de um programa, um disco ou de dados. Banco de dados: Contém objetos que o ajudam a armazenar, editar e formatar informações. 267 Glossário Área de notificação: A área localizada no lado direito da barra de tarefas quando a barra de tarefas estiver localizada na parte inferior de uma tela. A área de notificação exibe a hora, um ícone de volume e os ícones de alguns programas que estão em execução no computador.
  • 243. Banco de dados de arquivo simples: Um banco de dados de arquivo simples contém todos os dados em uma única tabela. Banco de dados relacional: Armazena dados em várias tabelas. Barra de ferramentas: É um bloco de botões ou menus que você pode usar para executar rapidamente tarefas comuns. Barra de fórmulas: É usada para inserir ou modificar dados em uma planilha. Quando você digita dados em uma célula, eles são exibidos simultaneamente na célula ativa e na barra de fórmulas. Entretanto, quando você insere uma fórmula em uma célula, a fórmula é exibida na barra de fórmulas, enquanto o valor numérico da fórmula é exibido na célula correspondente. Barra de status: É uma barra horizontal que fica na parte inferior de alguns programas de produtividade. Essa barra exibe informações sobre o status atual do programa ou documento que está sendo exibido. Barra de tarefas: Uma barra retangular geralmente localizada na parte inferior da tela do computador. Ela pode usada para selecionar um programa em execução no seu computador. Alfabetização Digital 268 Barra de título: É a barra horizontal que contém o nome da janela. A maioria das barras de título contém botões para fechar, minimizar e redimensionar a janela. Barras de rolagem: São barras verticais e horizontais localizadas do lado ou na parte inferior de uma área de exibição. Você pode usar as barras de rolagem para passar para um local específico na área de trabalho. Bit: A menor unidade de informação que um computador manipula. Um bit único pode manter apenas um de dois valores, 0 ou 1. Blog: Abreviação de Weblog. É um diário pessoal online que pode ser postado em uma página da Web. Os blogs geralmente contêm reflexões, comentários e outros materiais, como gráficos ou vídeos fornecidos pelo autor. Byte: Uma combinação de oito bits organizados em uma sequência.
  • 244. C Cabo USB: Um cabo que o ajuda a conectar dispositivos digitais a um computador sem desligá-lo. Calúnia divulgada: Difamação por escrito que foi publicada. A calúnia divulgada é uma ofensa passível de punição. Câmera de vídeo: Uma câmera usada para gravar vídeo. Câmera digital: Uma câmera que armazena imagens digitalmente em um dispositivo de memória como uma placa de memória flash ou um mini-disco rígido. Canal de comunicação: Um caminho ou link que conecta computadores ou dispositivos periféricos, como impressoras e unidades de disco, para transferir informações. CD: Um dispositivo de armazenamento usado para armazenar dados em um formato digital. 269 Célula ativa: A célula ativa é aquela em que você está trabalhando no momento. Só é possível ter uma célula ativa de cada vez. Glossário Cavalo de tróia: Um programa de computador destrutivo mascarado de jogo, utilitário ou software. Ao ser executado, um Cavalo de tróia afeta o sistema do computador, embora pareça estar fazendo algo útil. Célula: Uma célula é formada pela interseção de uma linha e uma coluna. Você pode usar uma célula para armazenar e exibir diferentes tipos de dados como texto, números ou fórmulas. Centro de trabalho regional: Um centro de trabalho conectado à sede da empresa por uma rede ou pela Internet da empresa. Chat: Uma discussão online em uma sala de chat. Colunas: As divisões verticais em uma planilha são chamadas colunas. Cada coluna é identificada por uma letra. Comandos: Instruções que você fornece a um computador para que ele execute uma ação. Os comandos são digitados por meio de um teclado ou escolhidos em um menu. Comércio eletrônico: As transações comerciais realizadas pela Internet, como compra e venda de itens online.
  • 245. Complementos: Programas que o ajudam a exibir arquivos, como animação, áudio ou vídeo, incluídos em páginas da Web. Computador portátil: Computadores menores do que os laptops e fornecem menos recursos, se comparados aos desktops ou laptops. Os computadores portáteis são usados para tarefas diárias específicas, como o gerenciamento de dados pessoais. Computador tablet: Computadores que permitem que você escreva diretamente na tela usando uma caneta chamada stylus. Computadores desktop: Os computadores são feitos de componentes individuais, como um monitor, um teclado, uma unidade do sistema e uma impressora. Computadores laptop: Computadores pessoais mais leves e portáteis, também chamados de notebook. Comunidades online: Comunidades formadas por grupos de usuários de computador com interesses e objetivos comuns para se comunicarem pela Internet. Alfabetização Digital 270 Consulta: Uma consulta é um objeto de banco de dados que permite a localização de informações desejadas dentro de um banco de dados. Conteúdo ativo: Um pequeno programa instalado em um computador durante a navegação pela Internet. A função básica do conteúdo ativo é fornecer uma experiência de Internet interativa por meio de vídeos e barras de ferramentas. Algumas vezes, o conteúdo ativo é usado para obter acesso não autorizado a um computador e, depois, danificar os dados nele armazenados ou instalar software mal-intencionado. Cookie: Um arquivo pequeno criado em um computador quando um usuário visita um site. Um site usa cookies para identificar os usuários que visitam o site e, também, para rastrear suas preferências. Copyright: Um método de proteção de direitos do autor de um trabalho criativo, como texto, parte de uma música, quadro ou programa do computador, por meio da lei. Criptografia: O processo de conversão de dados para um formato ilegível e não utilizável. A criptografia é feita para evitar acesso não autorizado a dados, especialmente durante a transmissão pela Internet.
  • 246. Cursor: É uma barra vertical intermitente na tela que marca o local em que o texto inserido aparece. Você também pode usar o cursor para selecionar texto ou elementos gráficos em um documento. D Dados: O plural da palavra em Latim datum, que significa um item da informação. Descriptografia: O processo de conversão de dados criptografados em legíveis e utilizáveis. Dispositivos de armazenamento: Dispositivos usados para armazenar dados. Um disco rígido é um exemplo de dispositivo de armazenamento. Dispositivos de entrada: Um dispositivo usado para fornecer informações a um computador. O teclado é um exemplo de dispositivo de entrada. Dispositivos de processamento: Dispositivos usados pelos usuários do computador para processar dados de entrada e gerar a saída desejada. E Eixo x: É a linha horizontal em um gráfico. Normalmente, no eixo x mostramos o tempo. Eixo y: É a linha vertical em um gráfico. Email (mensagem eletrônica): 1. A troca de mensagens de texto e arquivos de computador pela Internet. 2. A forma eletrônica da carta tradicional. O email permite a troca de mensagens e arquivos em uma rede. 3. Uma forma eletrônica da carta tradicional que permite a troca de mensagens e arquivos por uma rede. Endereço da célula: Cada célula em uma planilha é identificada por um endereço de célula. O endereço da célula é composto pela letra da coluna e pelo número da linha da célula. Por exemplo, a célula formada pela primeira coluna e pela primeira linha tem o endereço de célula A1. O endereço de célula indica a localização exata de uma célula em uma planilha. Endereço da Web: Também denominado URL (Uniform Resource Locator), é o endereço que especifica a localização exata do site da Web. Um endereço da Web também especifica o protocolo a ser usado para transferir dados entre diferentes computadores. 271 Glossário DVD (Digital versatile disc): Um dispositivo de armazenamento usado para armazenar dados em um formato digital.
  • 247. Endereço IP: Um endereço numérico que especifica o local exato de um computador na Web. Escritório doméstico: Uma composição que permite às pessoas trabalharem em casa. Estação de trabalho: Um computador conectado a uma rede. Você pode usar uma estação de trabalho para acessar o hardware e o software em uma rede. F Firewall: Um filtro que bloqueia informações não confiáveis e não autorizadas da Internet antes que elas cheguem ao seu computador ou a uma rede privada. Ele fornece proteção extra contra ameaças como hackers e vírus. Um firewall também ajuda a garantir a privacidade do computador restringindo acesso externo de algum usuário não autorizado. G Gigabyte: A unidade de medição de dados igual a 1.024 MB, que é aproximadamente igual a um bilhão de bytes. Alfabetização Digital 272 H Hardware: Os componentes físicos de um computador. I Ícone: Uma imagem pequena exibida na tela para representar um objeto. Interface gráfica do usuário (GUI): Uma interface do usuário que exibe imagens e figuras que permitem a um usuário de computador interagir facilmente com um computador. Internet: Um conjunto mundial de redes públicas vinculadas entre si para intercâmbio de informações. Intervalo de célula: O intervalo de célula é um bloco de células selecionadas para implementar uma fórmula em uma planilha. Intranet: Um tipo especial de rede usado para comunicação e compartilhamento de informações dentro de uma empresa.
  • 248. J Janela: Uma área retangular no monitor que exibe um programa. Cada programa tem sua própria janela. L Linhas: As divisões horizontais em uma planilha são chamadas linhas. Cada linha é identificada por um número. Por exemplo, a primeira linha em uma planilha é 1. M Mecanismo de pesquisa: Um programa que permite a pesquisa e recuperação de informações na Internet. Megabyte: A unidade de medição de dados igual a 1.024 KB. Memória cache: Memória temporária do seu computador que, às vezes, é usada para armazenar cópias locais de arquivos abertos durante a navegação pela Internet. Mensagens instantâneas: Um meio ou sistema que permite a transmissão de mensagens eletrônicas instantaneamente. Menu: Uma lista de opções na qual um usuário pode selecionar uma opção para executar uma ação desejada, como a escolha de um comando ou a aplicação de um determinado formato em uma parte do documento. Muitos programas, sobretudo aqueles que oferecem interface gráfica, usam menus como um meio para fornecer ao usuário uma alternativa fácil para memorizar os comandos do programa e seu uso adequado. Modem: Um dispositivo de conexão que permite a conexão do seu computador com a Internet. Ele converte informações digitais em informações analógicas e as transmite por uma linha telefônica. MP3 (MPEG Audio Layer 3): Um formato desenvolvido pelo Moving Picture Experts Group para possibilitar a compactação de áudio e vídeo para distribuição digital. Glossário 273
  • 249. N Navegador da Web: Um programa que permite a exibição e interação com vários recursos na Web. Nome do usuário: O nome pelo qual um usuário é identificado em um sistema de computador ou rede. Para acessar um computador protegido com nome do usuário e senha, um usuário precisa inserir a combinação correta. O Online: Quando um computador está conectado à Internet, ele está online. P Página da Web: Um documento de texto formatado na Web. Papel de parede: Um padrão ou uma figura no plano de fundo da tela que você pode escolher. Alfabetização Digital 274 Pasta de trabalho: Uma pasta de trabalho é um arquivo criado no Excel 2007. Pode conter uma ou mais planilhas e itens relacionados. Pasta: Um recipiente para programas e arquivos em interfaces GUI. PDA (Assistente digital pessoal): Um computador portátil usado como agenda pessoal. Um PDA tradicional inclui recursos como catálogo de endereços, lista de tarefas e uma calculadora. Phishing: O ato de extrair informações pessoais, como senhas e informações do cartão de crédito, de usuários de computador e usá-las para fins mal-intencionados. Pirataria de software: A cópia não autorizada de software sem obter licença ou permissão do proprietário de direitos autorais. Pixels: As pequenas unidades que compõem uma foto. Quanto maior a quantidade de pixels, melhor a qualidade da imagem. Plágio: O ato de copiar o trabalho de alguém e usá-lo como se fosse seu, sem mencionar a fonte. Planilha: 1. Os documentos do Excel 2007 são chamados de planilhas. 2. Os programas de planilha são usados para criar orçamentos, gerenciar contas, realizar cálculos matemáticos e converter dados numéricos em diagramas e gráficos.
  • 250. Plataforma: Juntos, o hardware e o sistema operacional são chamados de plataforma. Ponteiro do mouse: O ponteiro do mouse é uma seta na tela ou outra forma que se move conforme você movimenta o mouse ou outro dispositivo apontador. Ponto de acesso: Um dispositivo de conexão sem fio usado para conectar um dispositivo de computação sem fio a uma rede com fio. Portal: Um site da Web que oferece informações relacionadas a um tópico específico na forma de diretório. Um portal atua como ponto de partida para uma série de recursos na Web. Predador online: Um indivíduo que estabelece contato com usuários da Internet, por meio de salas de chat, fóruns online ou email, para explorá-los financeiramente ou envolvê-los em relações perigosas. Privacidade do computador: Manter dados do usuário, incluindo arquivos e emails pessoais, de tal forma que não sejam acessados por outra pessoa sem permissão apropriada. Programa de chat: Programas que permitem que você envie e receba mensagens instantaneamente. Programas de apresentação: Programas que são usados para apresentar informações em forma de slides. Programas de banco de dados: Programas que são usados para armazenar e gerenciar dados de forma organizada. Você também pode usar esses programas para classificar ou pesquisar informações armazenadas em um banco de dados. Programas de comunicação: Programas que são usados pelos computadores para trocar mensagens e arquivos com outras pessoas em um formato digital. Programas de editoração eletrônica (DTP): Os programas de DTP são usados para combinar texto e elementos gráficos para criar documentos como folhetos, cartões comemorativos, relatórios anuais, livros ou revistas. Programas de planilha: Programas usados para criar orçamentos, gerenciar contas, realizar cálculos matemáticos e converter dados numéricos em diagramas e gráficos. 275 Glossário Processadores de texto: Os processadores de texto são usados para criar e modificar documentos baseados em texto.
  • 251. Programas de processamento de texto: Programas usados para criar e modificar documentos baseados em texto. Programas de publicação: Programas usados para combinar texto e elementos gráficos para criar documentos como folhetos, cartões comemorativos, relatórios anuais, livros ou revistas. Programas gráficos: Programas que são usados para criar e editar desenhos. Eles também podem ser usados para melhorar fotografias. Programas: Uma sequência de instruções que podem ser executadas por um computador. Um programa também é chamado de software. Propriedade intelectual: Quaisquer informações disponíveis na Internet representam propriedade intelectual, que é de propriedade legal da pessoa que as criou. O proprietário de uma propriedade intelectual tem direitos autorais para controlar o uso de tais informações. Protocolo: Um método padrão de transferência de dados entre computadores diferentes. Alfabetização Digital 276 Provedor de serviços de Internet (ISP): Uma empresa que fornece conectividade à Internet para indivíduos, empresas e organizações. Q Quilobyte: A unidade de medição de dados igual a 1.024 bytes. R Reconhecimento de fala: Uma tecnologia que permite a comunicação com um computador usando apenas a voz para inserir dados e emitir comandos. Rede de longa distância (WAN): Uma rede que conecta dispositivos em áreas separadas geograficamente. Rede local (LAN): Uma rede que conecta dispositivos em uma área limitada, como uma casa ou um grupo pequeno de escritórios. Rede: Um grupo de computadores e dispositivos associados, conectados para compartilhar recursos e trocar informações.
  • 252. Relatórios: Você pode criar relatórios em um programa de banco de dados, como o Access 2007, para organizar, resumir e executar cálculos sobre dados armazenados no banco de dados. Resolução: Medida da clareza e da nitidez de uma foto. Rótulo: O rótulo é uma entrada de texto usada para identificar o tipo de informação de uma linha ou coluna da planilha. S Sala de chat: Um site que permite se comunicar instantaneamente com outras pessoas que estejam conectadas ao mesmo site. Secure Sockets Layer (SSL): Um protocolo de segurança da Internet que garante a comunicação segura de dados ao criptografar as informações transmitidas. O protocolo SSL certifica que um site é autêntico e garante que os dados fornecidos ao site não serão usados indevidamente. Segurança do computador: A proteção do sistema operacional e de seus dados contra perda acidental ou intencional e adulteração. Senha: Uma seqüência única de caracteres que um usuário digita como código de identificação. Trata-se de uma medida de segurança par restringir o acesso a sistemas do computador e a arquivos confidenciais. Servidor: O computador principal em uma rede que fornece serviços a outros computadores da rede. Um servidor decide quais computadores terão acesso ao hardware e ao software da rede. Síntese de fala: Uma tecnologia que permite ao computador falar com você. Na síntese de fala, o computador se comunica com você convertendo texto em áudio digital. Sistema operacional: O software que controla o hardware do computador e fornece serviços e acesso ao hardware e a programas. Ele também gerencia as tarefas e as operações do computador, como logon, logoff e desligamento. Site: Um conjunto de uma ou mais páginas da Web, vinculadas entre si e disponibilizadas por um servidor Web. Sobretensão: Um aumento repentino na voltagem, que pode causar danos em dispositivos eletrônicos, como computadores. Glossário 277
  • 253. Software de apresentação: Os softwares de apresentação podem ser usados para combinar elementos gráficos e textos na criação de apresentações. Software de produtividade: São programas especializados para ajudá-lo a criar e trabalhar com vários tipos de documentos. Os processadores de texto, planilhas, programas de apresentação e de banco de dados são categorias comuns aos softwares de produtividade. Software: Uma sequência de instruções que um computador pode executar. Ele também é chamado de programa. Spam: Um email irrelevante e indesejável enviado por um remetente desconhecido. Um spam é enviado para distribuir uma mensagem a vários destinatários de uma vez só. Spyware: Um programa de computador instalado em seu computador sem seu conhecimento. O spyware pode enviar secretamente informações sobre seus hábitos de navegação pela Web ou outros detalhes pessoais para outro computador por intermédio da rede. Suplemento: Um componente que fornece funções agregadas que permitem ao navegador da Web acessar e executar arquivos existentes em páginas da Web. Alfabetização Digital 278 T Telefone celular: Um dispositivo sem fio com os recursos de um telefone com fio tradicional. Um telefone celular permite que você faça uma chamada de praticamente qualquer local. Teletrabalho: Uma composição que permite às pessoas trabalharem em casa ou em um escritório remoto. Terabyte: A unidade de medição de dados igual a 1.024 GB, que é aproximadamente igual a um trilhão de bytes. U Unidade de processamento central (CPU): O dispositivo de hardware principal que interpreta e executa os comandos que você fornece ao computador. Unidades de rede: Uma unidade de disco compartilhada com outros computadores em uma rede. Unidade do sistema: A caixa que contém o processador, a placa-mãe, as unidades de disco, o sistema de alimentação e o barramento de expansão.
  • 254. V Valor da célula: O valor da célula é o valor numérico real dos dados da célula. Esse valor pode não ser o mesmo que os dados exibidos na célula. Velocidade da CPU: A taxa em que a CPU pode executar uma tarefa, como mover os dados para e da RAM ou executar um cálculo numérico. Vírus: Um programa de computador desenvolvido para causar defeito ou afetar dados armazenados em um computador. W WAV (Windows audio wave): Um formato de arquivo de áudio desenvolvido pela Microsoft. O formato WAV é usado para armazenar arquivos de áudio em um formato digital. Web: Também conhecida como World Wide Web (WWW), é um conjunto de informações acessível pela Internet. Essas informações são organizadas de forma lógica e armazenadas em computadores conhecidos como servidores Web. WMA (Windows media audio): Um formato de arquivo de áudio desenvolvido pela Microsoft. O WMA ajuda a armazenar arquivos de áudio em um formato compactado. Worm: Um programa de computador que se propaga entre computadores, geralmente criando cópias de si mesmo na memória de cada computador. Um worm pode se duplicar em um computador, causando, dessa forma, uma falha geral no computador. Glossário 279
  • 255. Apoio: