Your SlideShare is downloading. ×
Teorias da educação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Teorias da educação

20,434
views

Published on

Published in: Technology, Travel

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
20,434
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
215
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TEORIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE LICENCIATURA 2010/2
  • 2. O QUE É TEORIA
    • Teoria (théorein, “contemplar”; theoria, “visão de um espetáculo”) Construção intelectual para justificar ou explicar alguma coisa. Etapa do método científico que reúne diversas leis particulares numa explicação mais abrangente. (CHAUÍ, Marilena. Filosofando).
  • 3. PROFISSIONALIZAÇÃO DO PROFESSOR
    • A NECESSIDADE DE TORNAR A PRÁTICA DA EDUCAÇÃO INTENCIONAL E MAIS EFICAZ TRAZ CONSIGO A EXIGÊNCIA DE MAIOR RIGOR CONCEITUAL, DE SISTEMATIZAÇÃO DOS CONHECIMENTOS, DE DEFINIÇÃO DE FINS A SEREM ATINGIDOS E DA ESCOLHA DOS MEIOS A SEREM UTILIZADOS: ASSIM SURGE A PEDAGOGIA OU TEORIA GERAL DA EDUCAÇÃO.
  • 4. ORIGEM DA ESCOLA TRADICIONAL. SÉC. XVI AO XX
    • CRESCIMENTO DA BURGUESIA
    • O RENASCIMENTO EUROPEU – HUMANISMO
    • REVOLUÇÃO CIENTÍFICA DO SÉC. XVII
    • REVOLUÇÃO INDUSTRIAL SÉC. XVIII
  • 5. NASCIMENTO DO COLÉGIO. SÉCULO XVI
    • EDUCAÇÃO FORMAL: TRIVIUM E QUADRIVIUM
  • 6. CARACTERÍSTICAS GERAIS DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL
    • É magistrocêntrica: centrada no professor e na transmissão dos conhecimentos.
    • Aluno passivo: reduzido a simples receptor da tradição cultural
    • Verbalismo
    • Caráter abstrato do saber: divórcio entre escola e vida.
    • Excessiva valorização da aula expositiva
    • Demasiada importância a memória
  • 7. CARACTERÍSTICAS DA EDUCAÇÃO DOS JESUÍTAS
    • STUDIA INFERIORA: (3 anos) gramática, humanidades e retórica. Base de todo o ensino baseada na literatura clássica greco-latina.
    • CURSO DE ARTES: (3 anos) formação de filósofos com estudo da lógica, metafísica, etc.
    • STUDIA SUPERIORA: (4 anos) formação de padres com estudo de teologia e ciências sagradas.
  • 8. OS JESUÍTAS IGNORAM A REVOLUÇÃO CIENTÍFICA DO SÉC. XVII
  • 9. REALISMO PEDAGÓGICO
    • A EDUCAÇÃO DEVE PARTIR DA COMPREENSÃO DAS COISAS E NÃO DAS PALAVRAS
    • LUTERO (1483-1546) RECOMENDA O ESTUDO DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA
    • JOÃO AMÓS COMÊNIO (1592-1670): VALORIZAÇÃO DA EXPERIÊNCIA
  • 10. O IDEAL ILUMINISTA DA EDUCAÇÃO
    • O SÉCULO XVIII É CONHECIDO COMO SÉCULO DAS LUZES, ILUMINISMO: PODER DA RAZÃO HUMANA PARA INTERPRETAR E REORGANIZAR O MUNDO
    • KANT (1724-1804): A EDUCAÇÃO É A SAÍDA DO HOMEM DA MENORIDADE, DA QUAL ELE É O PRÓPRIO RESPONSÁVEL
    • PARA ESTE AUTOR É PELA EDUCAÇÃO QUE O HOMEM ALCANÇA SUA AUTONOMIA
  • 11. A ESCOLA TRADICIONAL NO SÉCULO XIX
    • ESTÍMULO AO ESTUDO DAS CIÊNCIAS NATURAIS
    • INFLUÊNCIA DO POSITIVISMO
    • HERBART (1776-1841): PROPÕE CINCO PASSOS FORMAIS QUE PROPICIAM O DESENVOLVIMENTO DO ALUNO: PREPARAÇÃO, APRESENTAÇÃO, ASSIMILAÇÃO, GENERALIZAÇÃO E APLICAÇÃO.
  • 12.