Your SlideShare is downloading. ×
0
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Carajás canaãn-2012)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Carajás canaãn-2012)

441

Published on

nnnnnnnnnn

nnnnnnnnnn

Published in: Education
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
441
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Ensino de LE em tempos de novas demandas sociais: gêneros textuais e letramento digitalProfa. Reinildes Dias Março de 2012
  • 2. Consultoria de Língua Estrangeira Espanhol - InglêsEscola do Grupo Futuro Educacional Canaã dos Carajás
  • 3. Por que estudar a LE?Direito cidadão de todo aluno brasileiroFluência em pelo menos uma LE paraler, escrever, ouvir e falar comcompetência.
  • 4. Saber uma LE emancipa eempodera o aluno.(Educação libertadora: FREIRE, 1987).
  • 5. Lugar para aprender inglês é naescola (PNLD) e fora dela também,pelos recursos da web e por meio dedesafios para aprender mais, alémdos limites da sala de aula.(Ir más allá de … Going beyond ... ).
  • 6. Como, então, ensinar inglês emtempos de novas demandassociais?Por meio da abordagem comunicativavia gêneros.
  • 7. Como, então, ensinar inglês emtempos de novas demandassociais?Linguagem como comunicação +Linguagem como ação social
  • 8. Como, então, ensinar inglês emtempos de novas demandassociais?Uso de situações reais de comunicaçãoem contextos sociais de interação
  • 9. Gêneros textuais e Gêneros digitais tornam-se objetos de ensino na sala de aula contemporânea.Não agimos pela linguagem com textos “fabricados”(mesmo tempo verbal, um número limitado de vocábulos).Agimos por meio de gêneros das práticas sociais:conversa informal, telefonemas, emails, texting, blogs,chats, bilhetes, listas, depoimentos, relatórios, artigos denotícias etc. E o que são os gêneros?
  • 10. E o que são os gêneros?Gêneros são as nossas açõespela linguagem num contextosocial de interações presenciaisou no meio virtual, em ambasas modalidades, a escrita e a oral.
  • 11. E o que são os gêneros?Assim, agimos, tanto paraouvir e falar quanto paraler e escrever, por meio degêneros.
  • 12. E o que são os gêneros?Nas palavras de Bakhtin(2006[1979], p. 283) “se os gêneros do discurso [gêneros textuais] não existissem e não os dominássemos, se tivéssemos de criá-los pela primeira vez no processo do discurso ...., a comunicação [verbal] seria quase impossível.”
  • 13. Para reflexão e debate:Enumere exemplos(1) Gêneros do seu dia a dia.(2) Gêneros em seu livro didático (LD).(3) Gêneros no LD de geografia e no de história.(4) Gêneros da academia.(5) Gêneros do contexto escolar(6) Gêneros da publicidade.(7) Gêneros do espaço cibernético.Mais um desafio:Onde circulam estes gêneros ?
  • 14. Abordagem comunicativa viagêneros textuais:desenvolvimento das capacidades delinguagem para o uso do espanhol / inglêsem situações reais de comunicação nasmodalidades oral e escrita, em contextossociais de interaçãoPCN, 1998 / OCEM, 2006.
  • 15. Respeito ao Conhecimento Anterior.Participação ativa do aluno.Interdisciplinaridade.Temas instigantes e atuais.Temáticas sociais (Pluralismo cultural. Meio ambiente.)Desenvolvimento da responsabilidade socialAprendizagem significativa.
  • 16. Gêneros textuais / digitaisListas. Quizzes. Poemas. Perfis pessoais. Biografias.Guias turísticos. Manual de instrução. Resenhas.Artigo de opinião. Anúncios publicitários. Contos.Conversas informais. Conversas telefônicas.Piadas. Entrevista. Programas de rádio. Anúnciospublicitários.Emails. Blogs. Webpages. Facebooks. Twitters.Wikis. WebQuests. Slideshares. Glogsters.
  • 17. Tipos de Textos: compõem a teia em cada gênero  Narração (predomínio de sequências temporais)  Descrição (predomínio de sequências de localização)  Exposição (predomínio de sequências analíticas)  Argumentação (predomínio de sequências contrastivas explícitas),  Injunção (predomínio de sequências imperativas) (Marcuschi, 2002, p.29). ---------------------------------------  Dialogal (predomínio de perguntas e respostas)
  • 18. protagonismo do alunoCriação de uma revista impressa (para conter seus textos produzidos em sala).Criação de um mural com notícias diversasCriação de blogs / podcastsCriação de conjuntos de slides
  • 19. Letramento Digital Compromisso de uma educação emancipadora. Compromisso da escola com seus alunos “nativos digitais”.Digital natives, Digital immigrantsPrensky, 2001 - http://tinyurl.com/prensky-English“Nativos digitales” e “inmigrantes digitales”Prensky, 2001 - http://tinyurl.com/prensky-Spanish
  • 20. Nativo ou imigrante digital?Nativos digitais:aqueles que nasceram na era cibernética doscomputadores, câmeras digitais, I-phones, brinquedos eletrônicos,robots, TV digital etc.Lidam facilmente com a tecnologia digital e são exímios utilitáriosde todos os gadgets da era atual.Mark Prensky (2001). http://www.marcprensky.com/
  • 21. Nativo ou imigrante digital?Imigrantes digitais:Imigrantes digitais: aqueles que aprenderam a utilizar astecnologias atuais por força do trabalho, da necessidadedecomunicação e interação, para aprender mais.Como qualquerimigrante, retêm um “sotaque” que pode sermais ou menosperceptível,dependendo da fluência adquirida em lidar com astecnologias digitais.Mark Prensky (2001). http://www.marcprensky.com/
  • 22. Cultura Digital: movimento cognitivo, social ecultural amplo, estreitamente conectado àstecnologias da informação e da comunicação.DIAS, R. A integração das TICS ao ensinoe aprendizagem de língua estrangeira e oo aprender colaborativo on-line.Moara n 30. Belém: UFPA. Programa deMestrado, 2008. Download:w w w . l e t r a s . u f m g . b r /p r o f s /r e i n i l d e
  • 23. Ferramentas que podem promover a colaboração e odesenvolvimento da capacidade do aluno paraproduzir textos de vários gêneros, tanto da modalidadeoral quanto da escrita.
  • 24. Cultura digital ou cibernéticaCultura da aprendizagem colaborativa.Cultura da aprendizagem por descoberta (self-discovery learning, Bruner, 1960).Cultura do “aprender a aprender”(aprender para a vida).
  • 25. Processo de Recepção: Ouvir podcasts Processo de produção: Criar podcastshttp://www.spanishpodcast.org/podcasts/- Espanhol http://iteslj.org/links/ESL/Listening/Podcasts/- Inglês
  • 26. Recepção OUVIRCriar filmes em Espanhol – Inglês com o Produção WINDOWS MOVIE MAKER FALAR Produção de vídeo
  • 27. A WebQuest about WebQuests by Reinildes Diashttp://web.me.com/reinildes/Site_3/A_Web_Quest.html Recepção:Read. Research. Collaborate. Learn. LerLeer. Investigar. Colaborar. Aprender. Produção: Creating your own WebQuest by Reinildes Dias Escreverhttp://web.me.com/reinildes/Site_6/Creating_a_WQ.html Read. Write. Collaborate. Revise. Learn.Leer. Escribir. Colaborar. Revisar. Aprender.
  • 28. Ir más allá de … Going beyond …Desafie seus alunos a aprender mais!Incentive os seus alunos a usar os recursosda Web para aprender espanhol / inglês!
  • 29. Por meio da Língua EstrangeiraAmpliam-se as possibilidades doaluno de agir discursivamente nomundo (pesquisas, cursos deaperfeiçoamento, leituras, viagensseminários, oportunidades detrabalho mais significativas)
  • 30. Por meio da Língua EstrangeiraAmpliam-se também aspossibilidades do aluno decompreender outras manifestaçõesculturais próprias de outros povos,aumentando sua capacidade detolerância a diferenças.
  • 31. Por meio da Língua EstrangeiraAmpliam-se também aspossibilidades do desenvolvimentoda capacidade do aluno para viverna sociedade contemporânea:aprender a conhecer; aprender aviver juntos (colaboração-solidariedade); aprender a ser(consciência social). (Delors, 1996). http://www.unesco.org/delors
  • 32. Gracias! Thank you! Mantenerse en contacto! Keep in touch! diasreinildes@gmail.comMeu site: www.letras.ufmg.br/profs/reinildes

×