SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA 
DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE 
Régis Tractenberg 
Livre Docência Tecnologia Educacional 
L...
Nesta sessão vamos… 
• Apresentar o conceito de 'docencia online 
independente'. 
• Propor e ilustrar seis competências es...
Docência independente presencial 
não é algo novo 
• Docência independente significa ter autonomia e 
as competências nece...
Docência independente presencial 
não é algo novo 
• Exemplos: professor particular de 
Matemática, personal trainer, prof...
Disseminação de 
trabalhadores virtuais 
• Profissionais começam a oferecer seus produtos 
e serviços diretamente pela web...
Novos profissionais no mercado: 
Professores online independentes 
• Já é possível encontrar na web quem ofereça livros 
d...
Definição 
• Docente online independente é aquele professor que cria, divulga e 
oferece de forma autônoma os seus cursos ...
Alguns recursos 
• Listas de discussão / foruns (YahooGroups, Google 
groups) 
• Blogs - Blogger, Wordpress 
• Wikis – Wik...
Além da docência online 
• A docência online independente apresenta, no entanto, diversos 
desafios. Dentre outros, é uma ...
Competências da docencia online 
Segundo um meta estudo de Kemsham-Bell (2001): 
• Competências tecnológicas. Envolvem o u...
Principais competências da 
docencia online 
• envolver os aprendizes no processo de 
aprendizagem online; 
• fornecer fee...
Quem faz a docência online? 
• professor conceptor (às vezes chamado de professor-conteudista 
ou de professor-autor); 
• ...
Diferença 
O fato das TICs, das redes e dos conhecimentos 
serem cada vez mais disseminados e acessíveis 
possibilita que ...
Competências extra 
Partindo das revisões citadas sobre competências da 
docência online, relacionamos seis grupos de 
com...
Breve consulta 
Tempo de trabalho como 10 anos 3 anos 1,5 ano 
docente online 
independente 
Número aproximado de 9.000 50...
Competências técnicas 
“Leio livros, artigos e sites sobre tecnologia educacional, acompanho listas de 
discussão, partici...
Competências de empreendedorismo 
“Procuro identificar através do contato com alunos, através da convivência 
em comunidad...
Competências de planejamento pedagógico 
“Utilizo a metodologia do Design Instrucional, e sigo um estilo 
minimalista quan...
Competências de mediação pedagógica 
“Dinamizo a interação coletiva nas turmas, a discussão, o debate, 
estimulo a troca d...
Competências tecnológicas 
“Uso Macromedia Captivate para gerar apresentações interativas, 
Open Office para gerar PDFs e ...
Competências gerenciais 
“ A cada boleto pago sou notificada ou posso ver relatório do sistema 
(...) Na véspera de início...
Conclusão 
A divisão dos grupos de competências proposta 
conseguiu abarcar de maneira satisfatória os 
conhecimentos e ha...
Contato 
Régis Tractenberg - regis@livredocencia.com 
Livre Docência Tecnologia Educacional 
www.livredocencia.com.br 
Leo...
Sobre a Livre Docência Tecnologia Educacional 
Desde 2004 oferecemos consultoria para projetos de Educação a Distância e p...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE

6,770 views
6,559 views

Published on

Apresenta seis competências necessárias para o trabalho de docentes online independentes.

www.livredocencia.com.br

Published in: Education, Travel

SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE

  1. 1. SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE Régis Tractenberg Livre Docência Tecnologia Educacional Leonel Tractenberg EBAPE/FGV e NUTES/UFRJ 13º Congresso Internacional de Educação à Distância ABED - Curitiba, 2 a 5 de setembro de 2007
  2. 2. Nesta sessão vamos… • Apresentar o conceito de 'docencia online independente'. • Propor e ilustrar seis competências essenciais para seu exercício. • Abrir para perguntas e discussão.
  3. 3. Docência independente presencial não é algo novo • Docência independente significa ter autonomia e as competências necessárias para criar, gerir, e oferecer serviços educacionais para o público. • Um professor independente é um empreendedor educacional, um profissional autônomo capaz de viver de seu próprio negócio. Não precisa ser contratado por uma instituiçao educacional e seguir suas diretrizes curriculares ou organizacionais.
  4. 4. Docência independente presencial não é algo novo • Exemplos: professor particular de Matemática, personal trainer, professor de guitarra, consultor de negócios que oferece palestras, workshops próprios etc.
  5. 5. Disseminação de trabalhadores virtuais • Profissionais começam a oferecer seus produtos e serviços diretamente pela web: escritores, tradutores, fotógrafos, programadores, estilistas, consultores etc. • Será possível aos professores expandir seus horizontes laborais de modo semelhante?
  6. 6. Novos profissionais no mercado: Professores online independentes • Já é possível encontrar na web quem ofereça livros didáticos, cursos, aconselhamento, vídeos instrucionais, tutoriais e outros materiais em uma variedade de tópicos. • Alguns trabalham de modo totalmente independente como pessoas físicas, outros tem suas pequenas empresas ou trabalham em parceria com instituições.
  7. 7. Definição • Docente online independente é aquele professor que cria, divulga e oferece de forma autônoma os seus cursos a distância ou semi-presenciais com o apoio das tecnologias de informação e de comunicação (TICs). • Quanto maior for seu controle sobre os meios de planejamento, desenvolvimento, implementação, gestão, marketing, e avaliação de seus cursos, e quanto maior for o percentual de seu retorno financeiro sobre o valor gerado pelo seu trabalho, então mais próximo estará de ser considerado independente. • Por meio das TICs, das redes e dos conhecimentos, cada vez mais acessíveis, as possibilidades dessa atividade são ampliadas tornando-a uma alternativa profissional atrativa e viável para um maior número de docentes.
  8. 8. Alguns recursos • Listas de discussão / foruns (YahooGroups, Google groups) • Blogs - Blogger, Wordpress • Wikis – Wikimedia, TwikiWiki • LMS – Moodle, Nuvvo… • Iphones and IM - Skype, MSMessenger... • Video tools - YouTube, Google Video... • Etc.
  9. 9. Além da docência online • A docência online independente apresenta, no entanto, diversos desafios. Dentre outros, é uma atividade que requer do professor competências que vão além daquelas necessárias para a docência online. O presente trabalho procura identificar e descrever algumas competências essenciais para o sucesso dessa atividade.
  10. 10. Competências da docencia online Segundo um meta estudo de Kemsham-Bell (2001): • Competências tecnológicas. Envolvem o uso adequado de tecnologias de informação e de comunicação, como: fórum, e-mail, chat, videoconferência etc. • Competências de facilitação (mediação). Envolvem capacidades de promover e coordenar discussões, construir relacionamentos e ambiente interpessoal positivo e motivador, entre outras. • Competências administrativas. Incluem capacidades tais como: planejar atividades, administrar o tempo, orientar procedimentos, organizar o trabalho cooperativo dos aprendizes, acompanhar e adaptar as atividades de aprendizagem conforme a necessidade.
  11. 11. Principais competências da docencia online • envolver os aprendizes no processo de aprendizagem online; • fornecer feedback rápido e efetivo utilizando as tecnologias disponíveis; • motivar os aprendizes; • construir relacionamentos online; • utilizar as tecnologias de forma adequada e competente. (KEMSHAL-BELL, 2001)
  12. 12. Quem faz a docência online? • professor conceptor (às vezes chamado de professor-conteudista ou de professor-autor); • tecnólogo educacional (também conhecido como designer instrucional); • monitor (que às vezes desempenha papel de facilitador e de suporte técnico). “transformação do professor de uma entidade individual em uma entidade coletiva” Belloni, 1999. A “função docente” na EAD passa a ser desempenhada por um conjunto de profissionais de áreas distintas, com o objetivo comum de planejar e implementar um processo de ensino-aprendizagem efetivo.
  13. 13. Diferença O fato das TICs, das redes e dos conhecimentos serem cada vez mais disseminados e acessíveis possibilita que um único profissional dotado de competências adequadas possa planejar, desenvolver, divulgar e implementar seus próprios projetos de EAD. Isso confronta a noção vigente de que a EAD requer necessariamente o trabalho de equipes multiprofissionais para ser implementada. (minimalismo e parcimônia)
  14. 14. Competências extra Partindo das revisões citadas sobre competências da docência online, relacionamos seis grupos de competências que consideramos essenciais para o exercício dessa atividade, a saber: 1) competências técnicas; 2) de empreendedorismo; 3) de planejamento pedagógico; 4) de mediação pedagógica; 5) tecnológicas; e 6) gerenciais.
  15. 15. Breve consulta Tempo de trabalho como 10 anos 3 anos 1,5 ano docente online independente Número aproximado de 9.000 500 120 alunos atendidos Curso sobre a plataforma Moodle Cursos sobre Design Instrucional Diversos cursos na área de Educação a Distância Tipos de curso que oferece Docente 1 (D1) Docente 2 (D2) Docente 3 (D3) Quanto às motivações para optar por essa forma de trabalho e às vantagens percebidas nessa modalidade destacam-se o retorno financeiro, a autonomia profissional e a flexibilidade quanto ao tempo e local de trabalho. Quanto às desvantagens, figuram questões burocráticas como o gerenciamento das inscrições e pagamentos e a necessidade permanente de divulgar os cursos oferecidos.
  16. 16. Competências técnicas “Leio livros, artigos e sites sobre tecnologia educacional, acompanho listas de discussão, participo de eventos acadêmicos, experimento com meus próprios cursos, desenvolvo projetos e participo de equipes profissionais na área de educação corporativa e design instrucional.” (Docente 2) Nesse conjunto compreendemos o domínio dos conhecimentos e habilidades técnicos na área dos cursos oferecidos. Competências Manter-se atualizado com a literatura e inovações na área de sua especialidade. Participar de congressos e encontros. Participar de comunidades online. Desenvolver projetos em sua área. Participação em equipes profissionais em sua área.
  17. 17. Competências de empreendedorismo “Procuro identificar através do contato com alunos, através da convivência em comunidades virtuais as lacunas e necessidades que as pessoas desejam ver atendidas ou supridas. Divulgo meus cursos para uma mala-direta de ex-alunos e em comunidades virtuais na Internet.” (Docente 1) São as competências relacionadas às atividades docentes enquanto empreendimento econômico, mercadológico. Incluem a concepção de cursos, a divulgação e promoção junto ao seu público-alvo. Competências Identificar lacunas e necessidades de aprendizagem que as pessoas desejam ver atendidas. Divulgar cursos através de mala direta entre ex-alunos. Divulgar cursos através de sistemas de anúncios online. Divulgar cursos através de comunidades na Internet. Estabelecer parcerias com outros docentes online independentes para a divulgação mútua de cursos. Dar atenção especial à identidade visual do ambiente online dos cursos (logomarca, padronização de cores e fontes etc.) Adotar linguagem cordial e profissional na comunicação por e-mail com potenciais clientes. Ter motivação para a docência online independente. Ter disciplina. Ter gosto por inovações.
  18. 18. Competências de planejamento pedagógico “Utilizo a metodologia do Design Instrucional, e sigo um estilo minimalista quanto ao uso de tecnologias, recursos pedagógicos e estéticos.” (Docente 2) Por planejamento pedagógico entendemos o desenho, desenvolvimento, e avaliação dos resultados obtidos com determinado curso ou sistema educacional implementado. Competências Dialogar com equipe própria de colaboradores. Ouvir os alunos. Aplicar testes, questionários e solicitar relatórios dos participantes sobre sua aprendizagem, bem como suas impressões quanto aos elementos de um curso online. Seguir a metodologia do Design Instrucional. Adotar estilo minimalista quanto ao uso de tecnologias, recursos pedagógicos e estéticos.
  19. 19. Competências de mediação pedagógica “Dinamizo a interação coletiva nas turmas, a discussão, o debate, estimulo a troca de idéias entre os participantes, interajo com os alunos individual ou coletivamente, dou minhas contribuições para as discussões, avalio os alunos, observo sua participação, vou atrás dos mais silentes, os aprendizes vicários.” (Docente 1) Trata-se da capacidade de mediar, tutorar, facilitar e/ou moderar, promovendo e organizando a interação e a realização das atividades de aprendizagem durante o curso. Competências Dinamizar a interação coletiva em fóruns de discussão através de debates e troca de idéias entre os participantes de um curso. Interagir individual e coletivamente com os aprendizes. Contribuir com discussões. Avaliar alunos. Observar a participação dos alunos. Fazer contato com os alunos silenciosos para incluí-los nas interações. Orientar projetos individuais ou em grupo. Incentivar os participantes de um curso quanto ao desenvolvimento de seus projetos. Dar retorno sobre tarefas realizadas. Acompanhar o desenvolvimento de protótipos. Responder dúvidas. Oferecer sugestões
  20. 20. Competências tecnológicas “Uso Macromedia Captivate para gerar apresentações interativas, Open Office para gerar PDFs e os próprios recursos de autoria do Moodle para materiais e atividades. Uso recursos de interação da própria plataforma (fórum, mensagens) para comunicar-me com os alunos.” (Docente 3) As competências tecnológicas se referem ao domínio das ferramentas de TI necessárias para planejar, desenhar e implementar o curso, contatar alunos, cadastrar turmas etc. Competências Utilizar e-mail. Navegar e utilizar recursos na web. Criar sites com sistemas gestores de conteúdos. Criar salas de aula com ambientes virtuais de aprendizagem. Utilizar programas de FTP. Saber criar e diagramar páginas básicas para a web. Utilizar planilhas de cálculo como o MS Excel. Utilizar interfaces de administração para sites de anúncios online. Operar contas próprias via Internet Banking. Usar editores de apresentações interativas como o Macromedia Captivate. Gerar documentos em PDF. Utilizar os recursos de autoria de LMS como o Moodle. Utilizar os recursos de interação de LMS. Por exemplo, fórum de discussão, e mensagens instantâneas. Facilidade para lidar e aprender sobre novas tecnologias.
  21. 21. Competências gerenciais “ A cada boleto pago sou notificada ou posso ver relatório do sistema (...) Na véspera de início do curso, envio manual de e-mail de boas vindas com senha e instruções de acesso ao curso a todos que se inscreveram, independente de terem pago ou não. (...) Eu mesma faço a gestão do ambiente. ” (Docente 3) São as competências para a administração de inscrições, pagamentos, cadastramento de turmas, orientação de alunos quanto aos procedimentos burocráticos e técnicos do curso, geração e envio de certificados etc. Competências Criar site informativo para o recebimento de inscrições. Emitir certificados digitais por e-mail. Fazer-se presente nos ambientes virtuais dos cursos. Seguir o planejamento definido para a implementação dos cursos. Exportar dados de formulários online para planilhas digitais. Organizar turmas e controlar pagamentos através de planilhas digitais. Preparar, imprimir e enviar certificados pelo correio. Utilizar sistemas de cobrança online para emissão de boletos bancários. Enviar e-mail de boas vindas com senhas e instruções de acesso ao curso. Contatar alunos sobre pagamentos. Gerenciar controles de pagamentos. Excluir alunos inadimplentes. Gerir ambientes virtuais de aprendizagem.
  22. 22. Conclusão A divisão dos grupos de competências proposta conseguiu abarcar de maneira satisfatória os conhecimentos e habilidades descritos pelos docentes consultados. Embora este seja um estudo de caráter exploratório e que, portanto, precisa ser aprofundado por meio de levantamentos mais abrangentes, as competências descritas já permitem identificar mais claramente as diversas exigências e os desafios desse novo campo de trabalho docente.
  23. 23. Contato Régis Tractenberg - regis@livredocencia.com Livre Docência Tecnologia Educacional www.livredocencia.com.br Leonel Tractenberg - leonel@fgv.br Fundação Getulio Vargas
  24. 24. Sobre a Livre Docência Tecnologia Educacional Desde 2004 oferecemos consultoria para projetos de Educação a Distância e promovemos a qualificação de profissionais das áreas de Educação, Recursos Humanos, Design Instrucional e Tecnologia Educacional através de cursos voltados à elaboração de currículos, gestão de equipes, produção de materiais didáticos e formação de professores. Já atendemos a profissionais de mais de 702 instituições: Aeronáutica, Agência Infoglobo, Amadeus Brasil, Banco do Brasil, BNDES, Caixa Econômica Federal, Catho Educação Executiva, CEDERJ, Centro Universitário de Maringá, Centro Universitário Newton Paiva, Centro Universitário Nove de Julho, CLARO, Colégio Cândido Mendes, Colégio da Companhia Sta Teresa de Jesus, Colégio João XXIII, Colégio Pedro II, Colégio Santana, Colégio Santo Inácio, Colégio São Paulo, Comsut, Conselho Federal de Engenharia, Correios, DATASUS, Diretoria de Ensino da Marinha, Dobra, DP Consultoria, Eduweb, Eletrobrás, Eletronorte, Embratel, Escola Superior de Guerra, Estudar E-learning, Exército Brasileiro, Faculdade de Tecnologia Empresarial, Faculdade do Meio Ambiente e Tecnologia de Negócios, Faculdade Estácio de Sá - Juiz de Fora, Faculdade Michelangelo, FAVENI, FERP-FGB, FFFCMPA, Fundação Abrinq, Fundação Carlos Alberto Vanzolini, dentre outras. Somos associados:

×