Apresent rede ecológica consumo consciente - versão 13-10-2013

30,024 views
29,955 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
30,024
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
28,416
Actions
Shares
0
Downloads
65
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • <number>
  • Apresent rede ecológica consumo consciente - versão 13-10-2013

    1. 1. UM NOVO CAMINHO DE EDUCAÇÃO, CONSUMO E SUSTENTABILIDADE
    2. 2. Tempos Modernos Dois modelos de produção em disputa: o da “modernização da agricultura” ou agronegócio e o da agricultura sustentável ou agroecologia
    3. 3. Agronegócio Lógica capitalista: busca exclusiva de lucro A natureza é uma mercadoria O alimento é uma mercadoria
    4. 4. Agronegócio Sementes – monopólio e transgenia
    5. 5. Agronegócio Monocultura em grande escala
    6. 6. Agronegócio Desertos verdes - destruição das matas
    7. 7. Agronegócio Grandes fazendas – concentração da terra
    8. 8. Agronegócio Elevado uso de agrotóxicos Contaminação da água, do ar e do solo
    9. 9. Agronegócio Animais com stress e cheios de antibióticos; excesso de resíduos
    10. 10. Agronegócio Transporte em grande escala e longas distâncias
    11. 11. Agronegócio Comercialização altamente centralizada nos grandes supermercados...
    12. 12. Agronegócio ... além de padronizada e monopolizada
    13. 13. Agronegócio Publicidade – valores distorcidos
    14. 14. Agronegócio Valorização de produtos alimentícios danosos à saúde
    15. 15. Agronegócio Especulação com os Alimentos
    16. 16. Agronegócio Excesso de embalagens - geração de lixo
    17. 17. Agronegócio ... O que tem consequências muito maiores do que costumamos imaginar Vórtex de lixo do Pacífico
    18. 18. Em oposição a esta lógica, ganham força novos caminhos...
    19. 19. Agroecologia Sementes crioulas: estímulo à biodiversidade, sementes nas mãos dos agricultores
    20. 20. Agroecologia Democratização do acesso à terra valorização da Agricultura Familiar
    21. 21. Agroecologia Valorização do conhecimento tradicional, troca de saberes
    22. 22. Agroecologia Pequenos sítios e produção diversificada: ambiente equilibrado, inimigo natural de pragas e doenças, favorece conservação de matas e nascentes
    23. 23. Agroecologia Técnicas naturais, microorganismos como aliados Compostagem Adubação verde
    24. 24. Agroecologia Pequenas agroindústrias sob controle dos agricultores
    25. 25. Agroecologia Produção artesanal de alimentos, renda familiar
    26. 26. Agroecologia Transporte sem intermediários, distâncias curtas
    27. 27. Agroecologia Comercialização direta em pequenos mercados e feiras
    28. 28. Agroecologia Valorização da vida e do espírito cooperativo
    29. 29. Mas a luta entre esses dois sistemas é desigual... As políticas públicas favorecem o agronegócio!...
    30. 30. Então... qual o papel dos consumidores? Em nossas compras cotidianas: A quem nossas escolhas beneficiam? Geram dinheiro e poder para quem? Para quem você preferiria transferir seu dinheiro, grandes corporações ou pequenos produtores? Você está disposto a continuar consumindo venenos e alimentando um modelo de produção insustentável?
    31. 31. O que podemos fazer?
    32. 32. Podemos boicotar produtos de empresas com práticas ambientais e sociais irresponsáveis Informe-se!
    33. 33. Podemos lutar politicamente: •Pelo direito à informação •Pela preservação da terra e da cultura dos povos do campo •Pelo direito de agir coletivamente •Pelo reconhecimento da agricultura nos planos diretores dos municípios
    34. 34. Podemos lutar politicamente: ... Pelo banimento de agrotóxicos já banidos em todo o mundo! http://www.contraosagrotoxicos.org/
    35. 35. E podemos também nos organizar coletivamente para mudar nosso padrão de consumo
    36. 36. Rede Ecológica – Um pouco de história A Origem das Compras Coletivas
    37. 37. Rede Ecológica Campo e cidade se dão as mãos 2001- as consumidoras Elizabeth Linhares e Miriam Langenbach, associadas da Coonatura, começam a trazer produtos da agricultora Sebastiana da Silva, de Trajano de Moraes-RJ. Visita a Sebastiana O contato com o campo ajuda o consumidor urbano a entender o ciclo do alimento e a vida do agricultor
    38. 38. Hoje: diversos núcleos de entrega Itaipu Ingá Humaitá Botafogo Santa Teresa Seropédica Urca
    39. 39. Rede Ecológica Compras Coletivas “A REDE ECOLÓGICA é um movimento social que visa a fomentar o consumo ético, solidário e ecológico.” • Viabilização do abastecimento de produtos agroecológicos/ orgânicos e de economia solidária a preços acessíveis • Interação direta com produtores • Apoio a iniciativas de pequenos produtores agroecológicos Produtores e consumidores com objetivos comuns: a defesa de um campo e uma cidade dignos e sustentáveis www.redeecologicario.or
    40. 40. O que significa este tipo de compra? • Visa à sustentação e não ao lucro • Gera renda no campo e na cidade • Valoriza o pequeno: a soma dos pequenos (grupos e indivíduos) faz a diferença • É uma compra delimitada: uma vez por semana/quinzenalmente/uma vez por mês • Os produtos são limitados
    41. 41. ESTRUTURA DA REDE ECOLÓGICA PRODUTORES CONSUMIDORES FRESCOS SECOS . SERORGÂNICO . FAMÍLIA FREITAS . AGROVARGEM . BREJAL . RIO DA PRATA . ABIO TERESÓPOLIS . TINGUÁ ... (E OUTROS) . COOPERATIVA PRAIA VERMELHA . AGROPRATA . FAZENDA SERRA BOA VISTA . APRUCARE . CENTRAL DO CERRADO . BIORGA NÚCLEOS . BOTAFOGO . HUMAITÁ . ITAIPAVA (PETRÓPOLIS) . ITAIPU (NITERÓI) . INGÁ (NITERÓI) . SANTA TERESA . ECOBIO . SEROPÉDICA . COOPERACRE . URCA . RECA ... . VARGEM GRANDE (E OUTROS) . VILA ISABEL
    42. 42. Até abril de 2013, nosso sistema de pedidos funcionava com planilhas enviadas por e-mail: www.redeecologicario.or
    43. 43. Agora temos um sistema online, cujo código está disponível como software gratuito em https://github.com/redeecologica/pedidos
    44. 44. Em março de 2009 nasceu o blog “Ecos da rede”, um caderno virtual de receitas A ideia é a de estar na cozinha, com os produtos da Rede, fazendo uma receitinha saudável, junto com alguém, ensinando a receita e contando algo sobre ela (de onde ela vem, como e por quem foi produzida, “causos”, dicas...) Visite o blog: http://ecosdarede-receitasecológicas.blogspot.com
    45. 45. FUNCIONAMENTO DA REDE ECOLÓGICA COMISSÕES ÁREA 3 Formação /Comunicação ÁREA 1 Funcionamento interno das compras coletivas Cuidados com o núcleo Finanças Logística Mutirão Comissão Gestora Informática Ppts/Filmes Compostagem Carta semanal Cadernos ecológicos Blog Ecos da Rede Palestras Núcleos ÁREA 2 Interação Consumidores - Produtores Acompanhamento a Produtores SPG – Sistema Participativo de Garantia CPOrg – Comissáo de Produção de Orgânicos ÁREA 4 Interação com Movimentos sociais CONSEA Articulação de Agroecologia do Estado do RJ Campanha Contra os Agrotóxicos e Pela Vida Rede Carioca de Agricultura Urbana
    46. 46. Representação no Consea-Rio - Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional
    47. 47. ... Onde se discute, por exemplo, sobre as compras institucionais da agricultura familiar para alimentação Escolar: PAA e PNAE O Programa Nacional de Alimentação Escolar por lei tem que comprar no mínimo 30% da agricultura familiar, preferencialmente da agricultura agroecológica. Vamos tornar realidade essa lei? Afinal são nossos impostos que pagam este alimento!
    48. 48. A Rede participa também da Rede Carioca de Agricultura Urbana-RJ Um movimento de organizações sociais que, a partir de identificação, sistematização e mapeamento de experiências, procura se articular na cidade do Rio de Janeiro para fortalecer as iniciativas agroecológicas urbanas.
    49. 49. Outra opção de consumo consciente são as Feiras Agroecológicas Lá são os próprios produtores que vendem diretamente seus produtos, em uma cadeia curta de comercialização, valorizando a proximidade
    50. 50. As feiras são um patrimônio cultural antigo
    51. 51. E há cada vez mais feiras na região metropolitana do Rio Seropédica Campo Grande UFRJ Glória Flamengo Botafogo Jardim Botânico Bairro Peixoto Itanhangá Leblon Ipanema Barrinha
    52. 52. A culinária pode nos ensinar sobre aproveitamento integral de alimentos
    53. 53. E, claro, a educação é fundamental Vamos estimular nossas crianças fazendo hortas em baldes, calhas, espaços vazios e abandonados em nossas casas, em nossas comunidades!
    54. 54. Elaboração desta apresentação: • Andreas Junk – da Alemanha para o núcleo Urca • Bibi Cintrão – núcleo Santa Teresa • Brígida Ruchleimer – núcleo Vargem Grande • Emanuel Khodja – núcleo Santa Teresa • Ernesto Sena – núcleo Urca • Henrique Castro – núcleo Laranjeiras • Isabela Pasini – núcleo Niterói Manoel Belford – Homens no Lixo • Manoel Belford – núcleo Urca • Maria Accioly – núcleo Humaitá Vanessa Moutinho – Produtores do Brejal • Maristela Mirapalheta – núcleo Urca • Mauro Swensson – núcleo Humaitá • Miriam Langenbach – núcleo Urca • Mônica Chiffoleau – núcleo Vargem grande • Paula Carmona – núcleo Urca • Rosangela Laranja – núcleo Niterói (Ingá) FOTOS: Patrícia Castro – Produtores do Serorgânico

    ×