Guia Como Falar de Futebol em Inglês - EF Englishtown
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Guia Como Falar de Futebol em Inglês - EF Englishtown

on

  • 1,900 views

A EF Englishtown é o curso de inglês oficial da seleção brasileira de futebol e elaborou esse guia com alguns dos principais termos e expressões usados durante uma partida de futebol. ...

A EF Englishtown é o curso de inglês oficial da seleção brasileira de futebol e elaborou esse guia com alguns dos principais termos e expressões usados durante uma partida de futebol.

Leia matéria sobre a corrida para aprender inglês para a Copa em http://bit.ly/ingles-copa-jc

Statistics

Views

Total Views
1,900
Views on SlideShare
1,030
Embed Views
870

Actions

Likes
0
Downloads
57
Comments
0

4 Embeds 870

http://jconline.ne10.uol.com.br 772
http://m.jconline.ne10.uol.com.br 67
https://twitter.com 29
https://www.google.com.br 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Guia Como Falar de Futebol em Inglês - EF Englishtown Document Transcript

  • 1. Índice 3 A paixão nacional no idioma global 4 O nome do jogo 5 Formando o time 7 Assistindo ao jogo 9 Marcando o maior gol
  • 2. A paixão nacional no idioma global A EF Englishtown é o curso de inglês oficial da seleção brasileira de futebol. Por isso, decidimos apoiar também os fãs do esporte. Nossa seleção disputa grandes campeonatos internacionais. Assim, é importante que os torcedores saibam falar de futebol no idioma universal: o inglês. Nas próximas páginas, veremos alguns dos principais termos e expressões usados durante uma partida de futebol (porém, nada de palavrão: quando usamos outro idioma, o ideal é que o façamos para mostrar boa educação). Assim, você pode “support your team” (torcer pelo seu time), falar do jogo, comentar, tudo isso e mais no idioma que o mundo fala: o inglês. 3
  • 3. O nome do jogo Por aqui, a gente chama de “futebol”. O nome veio derivado do inglês “football”, em que “foot” é pé e “ball” é bola. E é assim, como “football”, que o esporte é conhecido no mundo todo... Ou quase. Nos Estados Unidos, o futebol é chamado de “soccer”. Mas a culpa não é deles. Para você entender: o termo não se originou lá. Quando o futebol foi inventado na Inglaterra, a classe alta batizou-o de “soccer”, e foi este o nome que seus colonos nos EUA adotaram. Porém, por ser uma bola chutada com o pé, quando o esporte chegou às classes inglesas mais baixas, passou a ser chamado de “football” – que foi o nome que acabou pegando no resto do mundo. Já as regras não mudam: o jogo é disputado num “field” ou “pitch” (campo) e o objetivo é “score a goal” (marcar um gol) sem usar as mãos. O “field” é dividido ao meio pela “halfway line” (meio-campo) e sua área retangular é demarcada pelas “sidelines” (linha lateral) e pelas “goallines” que ficam na frente do gol de cada time. São sempre dois “teams” (times) – ganha aquele que fizer o maior número de gols dentro do tempo da “match” (partida). Para pôr ordem na casa, os times contam com o “referee” (juiz), os “linesmen” (bandeirinhas) e o “fourth official” (4º árbitro). São eles que verificam se há “fouls” (faltas), mas é o “referee” que tem o “whistle” (apito) para o “kickoff” (início de jogo, saída de bola), “half time” (meio tempo), “end of the match” (fim de jogo). Agora que você já sabe o nome do jogo e o básico sobre ele em inglês, vamos começar a jogar? 4
  • 4. Formando o time 2 x 1 A primeira coisa que é preciso para jogar é ter o time – para isso, é necessário saber o nome de cada posição em campo. É importante destacar que, no futebol, esses nomes variam de acordo com o esquema tático escolhido pelo “coach” (técnico). Vamos ver as principais posições: 5
  • 5. Goalkeeper, Goalie ou Keeper – goleiro, o único “player” (jogador) que pode usar as mãos – e, ainda assim, só para defender o gol de seu time na “goal area” ou “6-yard box” (pequena área) e na “penalty area” ou “penalty box” (grande área). Defenders – os jogadores da defesa. No esquema 4-4-2, os quatro jogadores da defesa são os zagueiros: um “left fullback” (lateral esquerdo), um “right fullback” (lateral direito) e dois “centerbacks” (dois zagueiros). Midfielders – os jogadores do meio de campo. Ainda no esquema 4-4-2, temos mais quatro jogadores no meio do campo, que são dois “central midfielders” (primeiro e segundo volantes), um “left midfielder” (meia esquerda) e um “right midfielder” (meia direita). Attackers, Forwards ou Strikers – os jogadores do ataque, encarregados de marcar os “goals”. Para manter o esquema tático 4-4-2, restam dois jogadores no ataque, os “center forwards” (centroavante e atacante). Em outros esquemas táticos, os jogadores assumem outras posições, como “wings”, por exemplo (pontas). E, caso alguém precise ser substituído no meio do jogo, ainda temos os “substitutes” (reservas). Achou sua posição na nossa lista já? 6
  • 6. Assistindo ao jogo Vamos para o “stadium” (estádio)! Escolha seu “seat” (assento): pode ser em “general admission” (arquibancadas), pode ser uma “reserved seat” (cadeira numerada) ou, se puder gastar, por que não um “box seat” (camarote)? O jogo começa. Enquanto a bola estiver em campo, o jogo segue – a menos que haja alguma infração ou “offsides” (impedimento). Neste caso, o “referee” (juiz) apita e o jogo é interrompido. Se a bola sai de campo pela “sideline” (lateral), o jogo continua por “throw-in” (cobrança de lateral). Se a bola sai de campo pela “goalline” (linha de fundo), há duas situações possíveis: caso o time na defesa da “goalline” tenha feito a bola sair, o jogo recomeça com um “corner kick” (escanteio); se foi o time atacando que fez a bola sair, então, é um “goal kick” (tiro de meta). Num campeonato, queremos ver muita ação durante os jogos, muitas “plays” (jogadas) bonitas, “feints” ou “driblles” (dribles) com o “flip flap” (elástico), o “lob pass” (chapéu) e as boas “stepovers” ou “scissors” (pedaladas). Quando um jogador oponente tentar um “chip” (passe alto), os jogadores podem “volley” (fazer o voleio) e, quem sabe, de posse da bola, ainda sair correndo e escapar de um zagueiro com uma “nutmeg” (sainha ou canetas), partindo para cima com um “one-two” (tabela). Agora, se alguém quiser roubar a bola por trás, avise: “Man on!” (Ladrão!) Quem sabe, a gente vê bons jogadores marcando até com “corner kick goal” (gol olímpico)? E nada de “own goals” (gols contras)! 7
  • 7. O jogador está sendo um “ball hog” (fominha)? Grite: “Pass!” (Toca!) E, se for perto do gol, pode pedir: “Shoot!” (Chute para o gol!) Bateu na trave? Lá vem o lamento: “They hit the woodwork!” É claro que mesmo os melhores jogos não estão livres de “fouls” (faltas). E é aí que o “referee” (árbitro) entra em ação, com “yellow cards” (cartões amarelos) e, eventualmente, com “red cards” (cartões vermelhos) que significam “send-off” ou “expulsion” (expulsão). Em geral, a cobrança de falta é feita com “free kick” direto ou indireto. Pode haver uma “wall” (barreira) dos jogadores oponentes. A cobrança também pode ser um “penalty kick” (pênalti). Dentre as “fouls”, a mais infame talvez seja a mão na bola. Nesse caso, pode gritar: “Handball!” (Mão!). “Diving” ou “simulation” (aquela firula que o jogador faz ao se jogar no chão e fingir que se machucou para cavar a falta) é um ato igualmente vaiado. Outra falta famosa é o “slide tackle” (carrinho). Quanto mais faltas ocorrerem, maior é o “injury time” ou “stoppage time” (acréscimo de tempo) no fim do jogo. Agora, se o acréscimo de tempo é para desempatar apenas, ele é chamado de “extra time” (prorrogação). E, se depois do “extra time” o jogo continuar empatado, a partida pode ir para “shootout” (decisão por pênaltis) – haja coração! 8
  • 8. Marcando o maior gol Agora, você já tem os principais termos de futebol na ponta da língua e está pronto para torcer pela seleção em qualquer campeonato mundial. E quando o jogo acabar? Você vai querer continuar conversando com os turistas que estão vendo as seleções deles. É legal poder indicar onde fica o ponto de ônibus, explicar como pegar um táxi, dar dicas de lugares para visitar. Além disso, com fluência em inglês, você pode conquistar novas oportunidades de emprego e de viagens internacionais. Nosso guia ajuda apenas durante o jogo. Se você quiser ser craque no idioma, tem que treinar inglês com os melhores. Venha conhecer o curso de inglês oficial da seleção brasileira e aprenda de verdade com a Englishtown. Peça mais informações sobre nossos cursos. Ligue para 0800 605 4646 (de segunda a sexta, das 9h às 21h; aos sábados, das 10h às 16h). www.englishtown.com.br