REALIDADES VIRTUAIS: APRENDER BRINCANDO?


Alunos e professores enfrentam um novo desafio com as inúmeras ferramentas tecn...
PROGRAMA
29 de Maio de 2010, 09h30-17h30 
Conferência em português e alemão, com tradução simultânea


 09:30    Recepção ...
Brincar ou estudar? Considerações metódico-didácticas para a utilização de
ferramentas da Web 2.0 nas aulas de alemão
Chri...
Integração das TIC nas línguas estrangeiras: desafios à inovação curricular
Fernando Albuquerque Costa
29 de Maio, 10h40

...
Poderá a aprendizagem ser divertida?
Joachim Quandt
29 de Maio, 12h00


Tradicionalmente, a aprendizagem era associada ao ...
Ferramentas digitais para línguas estrangeiras
Fernando Albuquerque Costa; Joana Viana
29 de Maio, 14h30 - 17h30
Workshop ...
Deutsch lernen - ein Abenteuerspiel
Joachim Quandt
29 de Maio, 14h30 - 16h30
Workshop em língua alemã



Jogos de computad...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

As realidades virtuais na aprendizagem: programa e resumo das comunicações

1,190
-1

Published on

Resumos das comunicações da conferência e workshops "Realidades Virtuais: Aprender brincando". Goethe-Institut Portugal, 29 de Maio de 2010

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,190
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

As realidades virtuais na aprendizagem: programa e resumo das comunicações

  1. 1. REALIDADES VIRTUAIS: APRENDER BRINCANDO? Alunos e professores enfrentam um novo desafio com as inúmeras ferramentas tecnológicas que aparecem todos os dias. O avanço tecnológico traz técnicas inovadoras determinantes para o ensino e a aprendizagem das várias disciplinas e há que estar devidamente preparado para saber distinguir o real do virtual ou, na melhor das hipóteses, saber conciliar estes dois mundos. A internet, a Web 2.0, as redes sociais e os videojogos vieram mudar a percepção do ensino, tornando-se cada vez mais difícil aplicar estas novas ferramentas em prol da qualidade. A fronteira entre o entretenimento e a aprendizagem é ténue e a formação dos educadores nestas novas realidades torna-se imprescindível. No dia 29 de Maio serão colocadas em cima da mesa estas e outras questões relacionadas com a educação e as realidades virtuais na aprendizagem de línguas estrangeiras. Na conferência que terá lugar de manhã, Christina Kuhn, da Universidade alemã Friedrich-Schiller apresentará o tema "Brincar ou Estudar? Considerações metódico-didácticas para a utilização de ferramentas da Web 2.0 nas aulas de alemão". Fernando Albuquerque Costa, da Universidade de Lisboa, falará sobre a "Integração das técnicas de informação e comunicação (TIC) nas línguas estrangeiras: desafios à inovação curricular". Para terminar este bloco, Joachim Quandt do portal deutschlern.net fará uma comunicação levantando a questão "Poderá a aprendizagem ser divertida?". Já na parte da tarde haverá lugar para 2 workshops: "Deutsch lernen – ein Abenteuerspiel" por Joachim Quandt e "Ferramentas digitais para línguas estrangeiras" por Fernando Albuquerque Costa e Joana Viana. De 18 de Maio a 2 de Junho, venha experimentar diversos jogos digitais de aprendizagem em alemão no nosso Centro de Jogos. Nos dias 18 e 19 de Maio, haverá demonstrações especiais para escolas. Realidades Virtuais | 17.05 - 02.06.2010 | http://virtual-realidade.jogos.sapo.pt/ Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa | 218 824 510 | http://www.goethe.de/portugal
  2. 2. PROGRAMA 29 de Maio de 2010, 09h30-17h30  Conferência em português e alemão, com tradução simultânea 09:30 Recepção aos participantes 10:00 Brincar ou estudar? Considerações metódico-didácticas para a utilização de ferramentas da Web 2.0 nas aulas de alemão Christina Kuhn Universidade Friedrich-Schiller, Jena 10:40 Integração das TIC nas línguas estrangeiras: desafios à inovação curricular  Fernando Albuquerque Costa Instituto de Educação, Universidade de Lisboa 11:30 PAUSA 12:00 Poderá a aprendizagem ser divertida? Joachim Quandt Deutschlern.net 12:40 Mesa Redonda 13:00 ALMOÇO 29 de Maio de 2010  Workshop em língua portuguesa 14:30 Ferramentas digitais para línguas estrangeiras - Fernando Albuquerque Costa; Joana Viana 17h30 Universidade de Lisboa 29 de Maio de 2010  Workshop em língua alemã 14:30 Deutsch lernen - ein Abenteuerspiel - Joachim Quandt 16:30 Deutschlern.net Realidades Virtuais | 17.05 - 02.06.2010 | http://virtual-realidade.jogos.sapo.pt/ Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa | 218 824 510 | http://www.goethe.de/portugal
  3. 3. Brincar ou estudar? Considerações metódico-didácticas para a utilização de ferramentas da Web 2.0 nas aulas de alemão Christina Kuhn 29 de Maio, 10h00 Graças a aplicações web como os podcasts, o Twitter e o Facebook, a internet passou de uma ferramenta usada predominantemente como fonte de informação, a um meio de partilha activa e, mais recentemente, a um meio colaborativo. As aplicações da web 2.0 fazem parte do dia-a-dia dos alunos que, enquanto nativos digitais permanentemente ligados em rede e operando em diversos papéis e cenários, usam estes meios para comunicar, para se manterem informados e para conversar. Desvanecem-se assim cada vez mais as fronteiras entre trabalho/aprendizagem e divertimento/jogo, e muda também a aprendizagem de línguas estrangeiras. Nesta comunicação serão apresentadas as conclusões de alguns relatórios sobre os hábitos de utilização dos media pelos alunos e as alterações que estes provocaram na aprendizagem (de línguas estrangeiras), bem como discutidas as vantagens (e as limitações) de algumas aplicações da web 2.0 para os alunos e professores de línguas estrangeiras e as possibilidades de integração da web 2.0 e de material de aprendizagem "offline" nas aulas. Por fim, será também analisado o papel dos professores nesta discussão. Conselheira académica no Instituto de Germanística / Alemão como Língua Estrangeira na Universidade Friedrich-Schiller de Jena. Especialização em Investigação e Pedagogia nas áreas de Didáctica do Alemão como Língua Estrangeira e Alemão Profissional, Media Digitais nas Aulas de Língua Estrangeira e análise e desenvolvimento de recursos de aprendizagem. É também autora de manuais (Studio D - Cornelsen Verlag Berlin) e formadora nas suas áreas de especialização. Realidades Virtuais | 17.05 - 02.06.2010 | http://virtual-realidade.jogos.sapo.pt/ Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa | 218 824 510 | http://www.goethe.de/portugal
  4. 4. Integração das TIC nas línguas estrangeiras: desafios à inovação curricular Fernando Albuquerque Costa 29 de Maio, 10h40 Devido à grande generalização e cada vez maior apropriação social das tecnologias de informação e comunicação (TIC), já não é hoje tão questionada a sua integração na escola, nomeadamente nas actividades de natureza curricular. Isso não significa, no entanto, que os professores estejam suficientemente convencidos da sua relevância para a aprendizagem e se sintam suficientemente preparados para o fazerem. Por outro lado, introduzir as TIC nas suas práticas lectivas e nas dos seus alunos traz novas questões pedagógicas e didácticas, sendo necessário encontrar estratégias de desenvolvimento profissional que lhes permitam experimentar e enquadrar o computador ao serviço de uma aprendizagem significativa e, portanto, de qualidade. Esta comunicação, integrada numa discussão mais ampla sobre as TIC ao serviço do ensino e da aprendizagem, é um contributo para a identificação de algumas das potencialidades pedagógicas das TIC, nomeadamente na área das línguas estrangeiras, e suas aplicações em termos de inovação curricular, por exemplo, ao nível de estratégias de trabalho em sala de aula ou fora dela. Fernando Albuquerque Costa é licenciado em Psicologia e doutorado em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, onde foi docente e investigador entre 1988 e 2009. É actualmente professor no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Aí desenvolve actividade docente e de investigação no domínio das Tecnologias Educativas. Coordena o Mestrado em Educação na especialização de TIC e Educação e lecciona diferentes disciplinas relacionadas com currículo, tecnologias e aprendizagem. Coordenou diferentes projectos europeus neste domínio a nível nacional, nomeadamente os projectos PEDACTICE, sobre avaliação de software multimédia educativo, IPETCCO, sobre inovação das práticas pedagógicas e DIGIFOLIO, sobre portefólios electrónicos e desenvolvimento profissional de professores. Tem várias dezenas de artigos publicados sobre as questões relacionadas com aprender e ensinar com tecnologias, tendo participado recentemente na organização da obra "A utilização das TIC em Portugal. Concepções e Práticas", editada pela Porto Editora (2008) e na coordenação do "Estudo de Implementação do 'Projecto Competências TIC" do Plano Tecnológico da Educação (2008). Editou também uma obra sobre portefólios electrónicos. É membro efectivo do Conselho Científico do Observatório do Plano Tecnológico da Educação e participa na direcção de três revistas científicas. É responsável pela criação e manutenção do Portal "Aprender Com Tecnologias", um portal dedicado, desde 2002, às questões relacionadas com o ensinar e aprender com tecnologias. Realidades Virtuais | 17.05 - 02.06.2010 | http://virtual-realidade.jogos.sapo.pt/ Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa | 218 824 510 | http://www.goethe.de/portugal
  5. 5. Poderá a aprendizagem ser divertida? Joachim Quandt 29 de Maio, 12h00 Tradicionalmente, a aprendizagem era associada ao trabalho monótono e cansativo. Lia-se sobre um determinado assunto e sublinhavam-se e decoravam-se lentamente os conteúdos mais relevantes até, finalmente, assimilar os novos conhecimentos. Esta forma de aprendizagem era especialmente utilizada nas aulas de línguas estrangeiras. No entanto, a aprendizagem lúdica defende que o conhecimento também pode ser adquirido durante momentos de diversão, que a informação assimilada durante a utilização de jogos digitais pode passar para o mundo real. Esta palestra irá ilustrar, com a ajuda de diversos exemplos, quais as formas de jogos de aprendizagem digitais existentes no mercado actualmente, procurando comprovar que a aprendizagem pode, na verdade, ser divertida. Joachim Quandt começou as suas experiências com os novos media nas aulas de alemão no final dos anos 90. Dessas experiências resultou DeutschLern.net, portal de aprendizagem em linha com materiais actuais para as aulas de alemão como língua estrangeira. Entre 2002 e 2010 desenvolveu conteúdos de aprendizagem em linha no Centro Navarro de Autoaprendizagem de Idiomas. Trabalha como formador em Pamplona, Espanha. Realidades Virtuais | 17.05 - 02.06.2010 | http://virtual-realidade.jogos.sapo.pt/ Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa | 218 824 510 | http://www.goethe.de/portugal
  6. 6. Ferramentas digitais para línguas estrangeiras Fernando Albuquerque Costa; Joana Viana 29 de Maio, 14h30 - 17h30 Workshop em língua portuguesa Os objectivos deste workshop são, através de actividades práticas, identificar o potencial pedagógico de algumas ferramentas digitais e construir materiais adequados aos objectivos de aprendizagem das línguas estrangeiras. Fernando Albuquerque Costa é licenciado em Psicologia e doutorado em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, onde foi docente e investigador entre 1988 e 2009. É actualmente professor no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Aí  desenvolve actividade docente e de investigação no domínio das Tecnologias Educativas. Coordena o Mestrado em Educação na especialização de TIC e Educação e lecciona diferentes disciplinas relacionadas com currículo, tecnologias e aprendizagem. Coordenou diferentes projectos europeus neste domínio a nível nacional, nomeadamente os projectos PEDACTICE, sobre avaliação de software multimédia educativo, IPETCCO, sobre inovação das práticas pedagógicas e DIGIFOLIO, sobre portefólios electrónicos e desenvolvimento profissional de professores. Tem várias dezenas de artigos publicados sobre as questões relacionadas com aprender e ensinar com tecnologias, tendo participado recentemente na organização da obra "A utilização das TIC em Portugal. Concepções e Práticas", editada pela Porto Editora (2008) e na coordenação do "Estudo de Implementação do 'Projecto Competências TIC" do Plano Tecnológico da Educação (2008). Editou também uma obra sobre portefólios electrónicos. É membro efectivo do Conselho Científico do Observatório do Plano Tecnológico da Educação e participa na direcção de três revistas científicas. É responsável pela criação e manutenção do Portal "Aprender Com Tecnologias", um portal dedicado, desde 2002, às questões relacionadas com o ensinar e aprender com tecnologias. Joana Viana é licenciada e Mestre em Ciências da Educação, especialização em Tecnologias Educativas, pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, da Universidade de Lisboa. É Assistente Convidada no Instituto de Educação, da Universidade de Lisboa, e desempenha a função de gestão educativa de conteúdos no Núcleo de Multimédia e e-Learning (NME), do Instituto Superior Técnico. É, também, membro da equipa do projecto de investigação “O Computador Magalhães entre a Escola e a Família num Agrupamento de Escolas de Leiria: Um Olhar Sociológico sobre os seus Efeitos”, no Centro de Investigação Identidade(s) e Diversidade(s) do Instituto Politécnico de Leiria. Foi coordenadora e formadora do Projecto Teclar – Ensinar e Aprender entre Gerações com Tecnologias, na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria. Tem experiência como formadora no âmbito das TIC, área em que tem integrado diversos projectos e publicado artigos. Realidades Virtuais | 17.05 - 02.06.2010 | http://virtual-realidade.jogos.sapo.pt/ Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa | 218 824 510 | http://www.goethe.de/portugal
  7. 7. Deutsch lernen - ein Abenteuerspiel Joachim Quandt 29 de Maio, 14h30 - 16h30 Workshop em língua alemã Jogos de computador adequados às aulas de alemão como língua estrangeira são raros. No entanto, isso não significa que se deva abdicar destes media tão populares entre os jovens. Em "Point and Click Adventurespiel Machinarium", o objectivo do jogo é ajudar o pequeno robô Josef do distante planeta das máquinas a libertar um amigo das garras dos seus inimigos. Com a ajuda de material de apoio às aulas de alemão como língua estrangeira, os alunos dos níveis A2/B1 partem assim à aventura. Durante o jogo, é necessário seguir combinações lógicas e cumprir uma sequência exacta de acções para alcançar o objectivo final; ao mesmo tempo, na sala de aula, os alunos mostram que conseguem compreender instruções concretas em língua alemã, provando que a transposição para o ambiente de jogo possibilita mais do que a mera aprendizagem do texto. A vitória ou derrota no jogo permitem uma resposta imediata, mostrando se as instruções e as tarefas dadas na língua estrangeira foram ou não compreendidas. A imersão no ambiente do jogo é assim aproveitada para descrever o mundo virtual e para desenvolver a aprendizagem, através de actividades criativas, para desta forma melhorar a expressão escrita e oral na língua alemã. Joachim Quandt começou as suas experiências com os novos media nas aulas de alemão no final dos anos 90. Dessas experiências resultou DeutschLern.net, portal de aprendizagem em linha com materiais actuais para as aulas de alemão como língua estrangeira. Entre 2002 e 2010 desenvolveu conteúdos de aprendizagem em linha no Centro Navarro de Autoaprendizagem de Idiomas. Trabalha como formador em Pamplona, Espanha. Realidades Virtuais | 17.05 - 02.06.2010 | http://virtual-realidade.jogos.sapo.pt/ Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa | 218 824 510 | http://www.goethe.de/portugal

×