Your SlideShare is downloading. ×
TweetMeToo (2010)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

TweetMeToo (2010)

771
views

Published on

Ferramenta (Widget) para seguir tópicos no Twitter, criada quando isso não era possível oficialmente no website. …

Ferramenta (Widget) para seguir tópicos no Twitter, criada quando isso não era possível oficialmente no website.

Trabalho das disciplinas de Sistemas Distribuídos e Programação Avançada - Engenharia de Computação e Informação na UFRJ (2010.1).

Published in: Technology

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
771
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Marcelo Machado Rafael Dahis
  • 2. Agenda
  • 3. O que? Um sistema para visualização de tweets contendo o termo pré-definido, em tempo real.
  • 4. Por que? Twitter: seguir pessoas TweetMeToo: seguir tópicos
  • 5. Por que? Acompanhar repercussão de notícias LiveCasting Business Intelligence
  • 6. Por que?KibeLoco
  • 7. Por que?TweetScan
  • 8. Por que?
  • 9. Como? Boa pergunta...
  • 10. Como? Modelo Cliente-Servidor / Notificação de Eventos Java RMI Multi-thread Utilizando a API stream do Twitter  Webserver utilizando HTTP - RESTful  Java: Twitter Client, pela Gist.
  • 11. Como? URL: http://stream.twitter.com/1/statuses/filter.json Método(s): POST Parâmetros: count, delimited, follow, locations, track Retorno: Stream de Status (= tweet) Nosso caso: tags -> track
  • 12. ••••••••••••••••••••••• “como vocês não podem•• ver…”••••••••••••••••••
  • 13. Como? Técnica para se lidar com objetos distribuídos Servidor define e implementa interface É mantido um registro dos métodos remotos Cliente acessa os métodos dessa interface
  • 14. Como? Stub: faz o marshaling da chamada do método e dos parâmetros Skeleton: relaciona os métodos e faz unmarshaling
  • 15. Como? Servidor: Cliente:
  • 16. Como?
  • 17. Como?
  • 18. Como?
  • 19. Como?
  • 20. Como?
  • 21. Como?
  • 22. Como? Inicialização de um cliente
  • 23. Como? Notificação do Evento (Novo tweet)
  • 24. Como?
  • 25. Como?
  • 26. Como?
  • 27. Como?
  • 28. Como?
  • 29. Como?
  • 30. Como? Plataforma de desenvolvimento: ECLIPSE Plugin para RMI GUI: Swing, utilizando Visual Editor
  • 31. @mack1302@rafaeldahis