Projeto interdisciplinar   mcs
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
317
On Slideshare
317
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PROJETO INTERDISCIPLINAR: METODOLOGIA DO ENSINO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS
  • 2. Componentes: BRUNO GONÇALVES DE MELLO JULIANA DE QUEIROZ SILVA ARAUJO RAQUEL BARBOZA GONÇALVES ROSANE PESSOA VICTORIANO DE GOUVÊA SANDRA MARIA FREITAS CARDOSO
  • 3. Introdução Podemos no alvorecer deste século XXI denominar nossa época histórica de “sociedade da informação”, não apenas pelo desenvolvimento, aperfeiçoamento e difusão das novas tecnologias da informação e comunicação, mas especialmente pelas mudanças que estas têm provocado, em diversos aspectos, na estrutura e nas relações sociais. É inegável que as TIC são uma realidade irreversível e que traz benefícios para a sociedade, e especificamente, para a educação. Contudo, esses novos paradigmas emergem novos dilemas e suscitam novas respostas diante da provável massificação das ferramentas tecnológicas no cotidiano escolar. Apontam também, para questões mais profundas, gerando a necessidade de analisar a temática sob o viés ético, político e social, com o intuito de redefinir o papel da escola na sociedade da informação.
  • 4. Relato Etnográfico X Ciências Sociais A partir de pesquisa etnográfica com alunos do 3° ano do ensino fundamental da rede pública do Rio de Janeiro, percebemos que para que as tecnologias da informação sejam mais úteis do que maléficas para a sociedade, são necessárias soluções para alguns problemas que se evidenciam nitidamente, dos quais podemos elencar: ● A necessidade de tornar as ferramentas tecnológicas da informação acessível para todos, sob o risco de torná-la mais uma fonte de exclusão social; ● Qualificação maior por parte dos educadores e reflexão sobre a cultura escolar e as mídias de informação, de maneira que as TIC sejam ferramentas dominadas, podendo ser maximizadas sua utilização no fazer educativo, associando-se com as demais ferramentas e metodologias educacionais, utilizando-as com responsabilidade;
  • 5. ● Respeitar e difundir uma ética digital, que emerge diante das novas relações que se estabelecem com as tecnologias da informação, ensinando educandos a não apenas utilizarem as tecnologias, mas a respeitarem limites, contribuindo na formação cidadã dos mesmos. As ciências sociais são importantes ao revelar didaticamente para o educando sua existência em sociedade, e, portanto, noção de dependência coletiva auxiliando-o na compreensão das responsabilidades inerentes da vida social, além de provernos uma visão de mundo (crítica) que nos permite agir humanamente diante das questões que nos cercam, lutando por um mundo mais justo, nos permitindo desenvolver os laços de solidariedade humana e nos capacita a lutarmos pelos direitos coletivos e inerentes ao cidadão, levantando a flâmula da cidadania, finalmente nos permite repensar dentro de um contexto histórico o papel da escola na formação humana.
  • 6. Novos dilemas x Tecnologias da Informação e Comunicação As TIC levantam novas questões que envolvem o contexto sócio-educacional, dentre as quais podemos citar: ● Democratização do acesso à informação É fundamental que o acesso à informatização faça parte de um projeto nacional de governo, que permita que se ofereçam a todos um aparato mínimo tecnológico, pois como as TIC tem a tendência de fazer parte cada vez mais da vida dos indivíduos, a ausência delas geram uma nova classe: O analfabeto digital, que não apenas estará sendo privado de novas ferramentas, mas de participação integral das relações sociais, pois as ferramentas serão indicadores de carências sociais, por fazer parte das novas demandas do século XXI, tanto para o trabalho, quanto para a vida particular.
  • 7. ● Crimes informáticos (e-crimes) e legislação Emerge a necessidade de se capacitar e preparar órgãos para combater e fiscalizar os chamados crimes virtuais, que tendem a crescer cada vez mais com a influência virtual nas relações culturais, sociais, políticas e econômicas dos povos. É necessário especialmente, realizar projeto de educação virtual para os alunos, de maneira que se conheçam as formas adequadas de se relacionar através das TIC e a legislação em vigor (que também deve ser aperfeiçoada). Entre os problemas mais conhecidos, estão o uso indevido da imagem de terceiros e o abuso na utilização de propriedade intelectual, além do cyberbullying.
  • 8. ● Papel da escola na sociedade da informação Será necessário identificar o papel que essas novas tecnologias podem desempenhar no processo de desenvolvimento educacional e, posteriormente, verificar como utilizá-las de maneira a somar a uma efetiva qualificação do processo em direção a educação integral, continuada, com qualidade e garantia de diversidade. As novas tecnologias de informação e comunicação são, hoje, componentes de um abrangente instrumental historicamente mobilizado para a educação e aprendizagem. Cabe a nossa sociedade decidir quais tecnologias educacionais utilizar e como as mobilizar para atingir suas metas de desenvolvimento.
  • 9. Conclusão Os desafios da sociedade da informação são diversos e comportam desde os de caráter técnico e econômico, cultural, social e legal, até os de natureza psicológica e filosófica. Desafios que somente a ação social consciente poderá ultrapassar, já que certamente não será resolvido pelo avanço tecnológico em si mesmo, nem por uma suposta evolução natural dos acontecimentos. As novas tecnologias e seu uso requerem investimentos na elevação das capacidades tecnológicas locais e no desenvolvimento das instituições políticas, culturais, econômicas e sociais, além da capacitação humana, fomentando mais uma vertente de uma educação integral que comporte as novas demandas históricas, como as TIC.
  • 10. Bibliografia http://www.oifuturo.org.br/noticias/noticia.php?id=2588&/pesquisa_aponta_importancia_do_uso_das_novas_tecnologias_na_educacao http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI242285-15228,00-A+LICAO+DIGITAL.html http://www.scielo.br/pdf/ci/v29n2/a09v29n2.pdf http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/0166169BE325625C03256FE3006186D4/$File/NT000A688E.pdf http://www.cinform.ufba.br/iv_anais/artigos/TEXTO02.HTM http://pt.wikipedia.org/wiki/Crime_inform%C3%A1tico