Sociedade<br />NÃO<br />do<br />espetáculo<br />?<br />
Sociedade<br />da<br />Vigilância<br />!<br />
“Nossa sociedade é menos a dos espetáculos do que a da vigilância”, observou Michel Foucault.<br />
Você já viu essa placa?<br />Cada vez mais comum em nome da dita segurança!<br />
“Quem está submetido a um campo de visibilidade, e sabe disso, retoma por sua conta as limitações do poder;... torna-se o ...
Desacelerou  por causa da placa(lei)?<br />
Ou o radar(vigia) te inibiu?<br />
“A linha de separação entre vigia e vigiado é tão tênue quanto aquela que separava, no Panóptico de Bentham, a sentinela d...
A cidade não vê mais nada. Tudo capta, tudo registra o tempo inteiro, para tudo esquecer. <br />É uma “máquina de visão”, ...
“Objetos podem ver”<br />As câmeras de vigilância registram tudo o tempo todo e o computador a partir de padrões  reconhec...
“a proliferação de máquinas à nossa volta , a sua penetração dentro de nossas próprias casas e até mesmo na nossa vida mai...
Furos de reportagem<br />“O próprio espetáculo pode ser transformado em vigilância, assim como, a própria vigilância pode ...
Sociedades disciplinares  (Foucault)<br />Sociedades de controle (Deleuze)<br />Confinamento (sai de um entra em outro)<br...
A miniaturização das tecnologias de comunicação vem permitindo uma grande maleabilidade, mobilidade, personalização <br />...
O computador está integrando todas as telas antes dispersas, tornando-se, simultaneamente, um instrumento de trabalho, de ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Slides sociologia

5,447

Published on

panóptico, controle, vigilância

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,447
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
80
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Slides sociologia

  1. 1. Sociedade<br />NÃO<br />do<br />espetáculo<br />?<br />
  2. 2. Sociedade<br />da<br />Vigilância<br />!<br />
  3. 3. “Nossa sociedade é menos a dos espetáculos do que a da vigilância”, observou Michel Foucault.<br />
  4. 4. Você já viu essa placa?<br />Cada vez mais comum em nome da dita segurança!<br />
  5. 5. “Quem está submetido a um campo de visibilidade, e sabe disso, retoma por sua conta as limitações do poder;... torna-se o princípio de sua própria sujeição.”, disse Foucault.<br />
  6. 6. Desacelerou por causa da placa(lei)?<br />
  7. 7. Ou o radar(vigia) te inibiu?<br />
  8. 8. “A linha de separação entre vigia e vigiado é tão tênue quanto aquela que separava, no Panóptico de Bentham, a sentinela dos enclausurados, de um lado, e dos visitantes, de outro.” (Arlindo Machado)<br />
  9. 9.
  10. 10. A cidade não vê mais nada. Tudo capta, tudo registra o tempo inteiro, para tudo esquecer. <br />É uma “máquina de visão”, mas que tem uma “visão sem olhar”, nas palavras de Paul Virilio.<br />
  11. 11. “Objetos podem ver”<br />As câmeras de vigilância registram tudo o tempo todo e o computador a partir de padrões reconhece imagens consideradas suspeitas <br />“Por detrás do muro, já não vejo mais o cartaz diante do muro, o cartaz se impõe a mim, sua imagem me percebe.”, fala Virilio. <br />
  12. 12. “a proliferação de máquinas à nossa volta , a sua penetração dentro de nossas próprias casas e até mesmo na nossa vida mais íntima estão criando outras relações humanas e até mesmo dando expressões à emoções novas, nunca antes experimentadas.”<br />
  13. 13.
  14. 14. Furos de reportagem<br />“O próprio espetáculo pode ser transformado em vigilância, assim como, a própria vigilância pode resultar em espetáculo.” <br />As famosas pegadinhas<br />
  15. 15. Sociedades disciplinares (Foucault)<br />Sociedades de controle (Deleuze)<br />Confinamento (sai de um entra em outro)<br />Movimento (noções de fronteiras são perdidas)<br />Molde<br />Modulação<br />
  16. 16. A miniaturização das tecnologias de comunicação vem permitindo uma grande maleabilidade, mobilidade, personalização <br />Sociedades de Controle<br />
  17. 17. O computador está integrando todas as telas antes dispersas, tornando-se, simultaneamente, um instrumento de trabalho, de comunicação e de lazer. <br />A mesma tela serve para ver um programa de televisão, fazer compras, enviar mensagens, participar de uma videoconferência.<br />
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×