Globalização aspectos gerais e integração dos lugares
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Globalização aspectos gerais e integração dos lugares

  • 4,135 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
4,135
On Slideshare
4,135
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
26
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. RELEMBRANDO O QUE JÁ APRENDEMOS ATÉ AGORA... 8 Ano – GEO/ Profa. Raquel P. R. de Avila
  • 2. O que é mesmo a GLOBALIZAÇÃO?
    • Não há um conceito único sobre o termo, mas é importante saber que:
    •   É um fenômeno social que ocorre em escala global que consiste em uma integração de caráter  econômico , social, cultural e político entre diferentes países;
    •    É oriunda de evoluções ocorridas, principalmente, nos meios de transportes e nas telecomunicações, fazendo com que o mundo “encurtasse” as distâncias;
    • O processo surgiu para atender ao capitalismo, e principalmente os países desenvolvidos; de modo que os mesmos pudessem buscar novos mercados, tendo em vista que o consumo interno se encontrava saturado. 
    • É a fase mais avançada do capitalismo;
    • A integração mundial decorrente do processo de globalização ocorreu em razão de dois fatores: as inovações tecnológicas e o incremento no fluxo comercial mundial;
    • Esse processo estreitou as relações comerciais entre os países e as empresas;
    • Outra faceta da globalização é a formação de blocos econômicos, que buscam se fortalecer no mercado que está cada vez mais competitivo.
  • 3. Capitalismo
    • Sistema econômico em que os  meios de produção  e distribuição são de propriedade privada e com fins lucrativos; decisões sobre oferta,demanda, preço, distribuição e investimentos não são feitos pelo governo, os lucros são distribuídos para os proprietários que investem em empresas e os salários são pagos aos trabalhadores pelas empresas. É dominante no mundo ocidental desde o final do  feudalismo
  • 4. Meios de produção
    • Segundo a teoria marxista,são o conjunto formado por  meios de trabalho  e  objetos de trabalho  - ou tudo o que medeia a relação entre o trabalho humano e a natureza, no processo de transformação da própria natureza.
    • Meios de trabalho  incluem os instrumentos de produção: instalações prediais (fábricas, armazéns, silos etc), infraestrutura (abastecimento d'água,energia,transportes, telecomunicações, etc), máquinas, ferramentas), etc.
    • Objetos de trabalho  são os elementos sobre os quais ocorre o trabalho humano (recursos naturais (terra, etc.) e matérias-primas (minerais, vegetais e animais).
    • Segundo Marx, a propriedade dos meios de produção determina a posição dominante da burguesia no modo de produção capitalista. O modo de produção é, por sua vez, determinante na organização da sociedade
  • 5. Feudalismo
    • Conjunto de  práticas  envolvendo questões de ordem econômica, social e política. Entre os séculos V e X, a Europa Ocidental sofreu uma série de transformações que possibilitaram o surgimento dessas novas maneiras de se pensar, agir e relacionar. De modo geral, a configuração do mundo feudal está vinculada a duas experiências históricas concomitantes: a crise do Império Romano e as Invasões Bárbaras. 
  • 6. Multinacionais/Transnacionais
    • Denomina-se Transnacionais as empresas sediadas num país e que operam sua produção ou parte dela em outro ; enquanto que as Multinacionais , como o próprio termo apresenta, significa as empresas, cujas várias fases de produção se complementam entre unidades produtivas de várias nacionalidades .
    • Na realidade os dois termos, pelo uso comum acabavam fundindo-se, e acabaram por serem usados para denominar, de forma genérica as grandes empresas que, sediadas geralmente no capitalismo central, nos países desenvolvidos, operam ou controlam a produção no capitalismo periférico, no mundo subdesenvolvido.
  • 7. Privatizações no Brasil
  • 8. Liberalismo
    • Conjunto de princípios e teorias políticas, que apresenta como ponto principal a defesa da liberdade política e econômica. Neste sentido, os liberais são contrários ao forte controle do Estado na economia e na vida das pessoas.
    • O pensamento liberal teve sua origem no século XVII, através dos trabalhos sobre política publicados pelo filósofo inglês John Locke. Já no século XVIII, o liberalismo econômico ganhou força com as idéias defendidas pelo filósofo e economista escocês Adam Smith.
    • Podemos citar como princípios básicos do liberalismo:
    • - Defesa da propriedade privada; - Liberdade econômica (livre mercado); - Mínima participação do Estado nos assuntos econômicos da nação (governo limitado); - Igualdade perante a lei (estado de direito); Na década de 1970 surgiu o neoliberalismo , que é a aplicação dos princípios liberais numa realidade econômica pautada pela globalização e por novos paradigmas do capitalismo.
  • 9. Protecionismo
    • Mecanismo usado pelo governo dos países para proteger as indústrias nacionais da concorrência externa.
    • Mecanismos protecionistas:
    • - Aumento da carga tributária sobre a importação de gêneros agrícolas e manufaturados; - Criação de diversas regras e normas para a entrada de produtos estrangeiros; - Utilização de subsídios para baratear os produtos nacionais.
    • Nos dias atuais, o protecionismo perdeu força e é considerado uma prática econômica desleal. A OMC (Organização Mundial do Comércio) regula o comércio internacional, visando combater práticas comerciais protecionistas. Mesmo assim, muitos países ainda usam o mecanismo do subsídio, principalmente na área agrícola, como forma de proteger os agentes econômicos nacionais. 
  • 10. Integração dos lugares no mundo globalizado
    • Transporte: parâmetro do desenvolvimento nacional/aprimoramento na velocidade/ conforto e capacidade dos transportes (marítimos, ferroviários e rodoviários)
    • Tecnologias: fator de desenvolvimento dos países capitalistas – qualidade do sistema educacional
    • Comunicação: redes/integração/essencialidade no mundo globalizado
  • 11. Complementação...
    • Leitura das páginas 146 à 165
    • Exercícios 1 à 6 da página 166
    • Na próxima aula, iremos corrigir os exercícios,ok? Faça e anote as dúvidas para que possamos saná-las.
    • Até!