Plataforma de e-commerce - plataforma para loja virtual
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Plataforma de e-commerce - plataforma para loja virtual

  • 152 views
Uploaded on

Aprenda o que é uma plataforma de e-commerce e veja qual é a melhor opção para sua empresa. Conheça as diferentes maneiras de se criar uma loja virtual e veja as vantagens e desvantagens de cada......

Aprenda o que é uma plataforma de e-commerce e veja qual é a melhor opção para sua empresa. Conheça as diferentes maneiras de se criar uma loja virtual e veja as vantagens e desvantagens de cada uma das opções. Mais um tutorial da Linkia - www.linkia.com.br

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
152
On Slideshare
151
From Embeds
1
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
4
Comments
0
Likes
0

Embeds 1

http://www.slideee.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 2 Introdução Começar a vender pela internet pode ser muito mais simples do que você imagina. Com passos bem planejados e sob boa orientação, o comércio eletrônico pode ser a solução que fará a diferen- ça em seus negócios. Para atingir o tão desejado sucesso e o volume esperado de vendas, precisa- mos desde muito cedo tomar as decisões corretas. Uma das ações mais estratégicas é a escolha da plataforma de comércio eletrônico. Embora seja comum a preferência de muitas pessoas por uma ou outra modalidade de e-commerce, ou ainda, por uma ou outra loja virtual dentro de uma mo- dalidade, saiba que não existe “a melhor loja vir- tual” e ponto final, o que existe é “a melhor loja virtual para sua empresa dentro dos objetivos e contexto no qual ela está inserida”, ou seja, é pre- ciso olhar para dentro e para fora antes de contratar uma solução. A seguir, confira in- formações que irão te ajudar a tomar a decisão certa.
  • 2. 3 O que é plataforma de e-commerce? Em primeiro lugar, será preciso explicar exatamente o que é isso. Plataforma de e- -commerce é um sistema estruturado para que uma loja possa ser exibida na web e administrada pelos responsáveis, que cadastrarão produtos ou serviços para serem comercializados na internet. Como um bom usuário do Google, você já deve ter perce- bido que basta digitar “como vender pela internet?” ou algo parecido e aparecem inúmeras possibilida- des. É importante ao avaliar as opções disponíveis classificá-las, para que a comparação entre elas seja feita de maneira mais eficiente. Em todas, o divisor comum é o fornecimento de um software que via- biliza o processo de venda pela internet. As carac- terísticas do software, bem como condições de contratação e uso variam bastante.
  • 3. 4 As plataformas oferecidas no mercado para que sua empresa possa vender pela internet, de modo geral, podem ser classificadas em: 1. Software fornecido como serviço (Software as a Service, ou simplesmente SaaS); 2. Plataformas open source; 3. Plataformas proprietárias desenvolvidas sob demanda. Cada uma dessas opções podem se aplicar melhor que as outras em determinadas situações. Todas tem vantagens e desvantagens. O tópico abaixo ajuda a esclarecer a dúvida que ainda está no ar.
  • 4. 5 Como escolher uma plataforma de e-commerce? Há vários parâmetros que podem ser utilizados para a tomada de decisão, como por exemplo: • orçamento disponível; • funcionalidades necessárias; • expectativa de prazo para ter a loja pronta para vender; • riscos assumidos na escolha de cada fornecedor; • tipo de suporte necessário, dentre outros. Éimportanteelencarasprioridades.Opontodepartidaparafacilitarmuitoavidadequalquerempreendedor éterarespostaparaaseguinte pergunta:“quantoestoudispostoainvestirinicialmenteemumaplataformade e-commerce?”Nãoé necessárioteronúmeroexato,masestabelecendoumafaixadeinvestimento,ouumlimite, ficamuitofácilrefinarabuscapelasoluçãoideal.Afinaldecontas,nãofazsentidoperdertempo,porexemplo, analisandoumasoluçãoque custaR$50.000,00 aimplantaçãoseointeresseé“gastaromínimopossível”.
  • 5. 6 Aproveitandoogancho,searespostaparaaperguntaanterioréexatamenteessa,ouseja,“gastaromínimopossível”,fo- queemecontraromelhorfornecedornamodalidadeclassificadacomoSaaS,aqualfalaremosmaisemtópicoexclusivo. Aliás, expectativas de investimento com a plataforma inferiores à R$ 10.000,00 em um horizonte de 01 ano, praticamente sempre convergem para as soluções baseadas no modelo SaaS. Orçamentos superiores a R$ 10.000,00 contam com portfólio maior de soluções, como plataformas proprietárias, open source e até mesmo SaaS, junto a fornecedores dessa modalidade com planos mais robustos e personalizados. Outropontoalémdoorçamentoquenorteiabastanteaescolhadaplataformasãoosrecursosdisponíveis.Eaqui vaiumalerta: termaisrecursosnãosignificaqueumasoluçãoémelhorqueaoutraparamuitasempresas. Umaempresadepequenoporte,porexemplo, normalmentetemumagamalimitadadeprodutos,poucosfun- cionários capacitadoseme-commerce/TIepoucocapitalparainvestiremaçõescomplexasdemarketing.Nesse caso, começarenxutocomumaplataformasimplesdeusar,validarosresultadoseaplicarosconhecimentosem próximasetapasé umadecisãointeligente. Já uma empresa mais robusta, com inúmeros produtos, funcionários disponíveis e capacitados para geren- ciamento da loja virtual não deve procurar uma plataforma pequena, sólida, engessada, com poucos recur- sos e com estrutura padronizada. É comum em situações como essa a necessidade de discutir pessoalmente com fornecedores os planos para a operação até definir a solução, na maioria das vezes uma plataforma open source ou proprietária.
  • 6. 7 A plataforma de e-commerce ideal Muitos diriam que a plataforma ideal seria aquela que propor- cionasse alta taxa de conversão em sua operação de e-com- merce, que fosse extremamente simples para o consumidor realizar compras, de fácil gerenciamento para os adminis- tradores, completamente flexível e personalizável, com baixo custo de implantação e manutenção e disponível ao lojista no ato da contratação. Como existem em todas as plataformas vantagens e desvantagens, é quase impossível encontrar uma opção perfeita. Nesse caso, a busca é pela plataforma que mais se aproxima das expectativas.
  • 7. 8 Conheça mais sobre os tipos de plataformas de e-commerce e faça a sua escolha 1. SaaS São inúmeras as pla- taformas no mercado oferecidas sob esse modelo de comerciali- zação. Se a sua empresa é pequena, as suas ne- cessidades de persona- lização são poucas e o capital disponível para esse projeto é pequeno, eis a sua solução. O SaaS desafia aquela regra de que “o que é bom custa caro”. O modelo de negócio permite resultados muito expressivos com um investimento pequeno na plataforma. Inclusive, muitos fornecedores já prevendo o crescimento dos seus clientes criaram planos para operações mais robustas. Se você pretende crescer consideravelmente, busque essa preparação do seu fornecedor para que ele possa lhe atender em diferentes fases do ciclo de vida da sua loja virtual.
  • 8. 9 No SaaS, novas lojas virtuais são criadas de maneira muito simples e com muita rapidez. Não é necessário nenhum conhecimento avançado de informática, não precisa conhecer sobre linguagens de programação ou banco de dados. Essa solução pode ser boa caso você não possua profissionais altamente treinados e qualificados, mas com boa desenvoltura e facilidade de aprendizado. O acesso a essas plataformas por vezes é burocrático, mas podem ser encontrados alguns players que ofe- recem o teste gratuito por período limitado. Geralmente trabalham com esquemas de temas pré-definidos ou paletas de configuração de cores, visando proporcionar ao lojista um layout atraente a um baixo custo. Há ainda soluções que dispõe de layouts personalizados com um custo extra. O cadastro de produto é sim- plificado, na maior parte das vezes. Algumas plataformas são providas de boas ferramentas de SEO (Sear- ch Engine Optimization) e isso deve sim ser considerado. Dentre as principais desvantagens verificadas em muitos casos estão a disponibilidade de um serviço de suporte limitado, as dificuldades em acompanhar a evolução de empresas crescentes e suas neces- sidades (ferramentas mais avançadas de gerenciamento, integração com sistemas ERP, ferramentas avançadas de marketing, relatórios específicos etc.), bem como restrições para personalização de in- terfaces, inclusão de novos recursos por parte do lojista, acesso ao código-fonte, além de impossibili- dade de troca de fornecedor. O custo é considerado muito bom, já que através de planos mensais com preço geralmente entre R$ 30,00 e R$ 300,00 é possível ter acesso a ferramentas com tecnologia de ponta. O SaaS é a escolha de grande maioria das empresas que querem começar a vender pela internet.
  • 9. 10 2. Plataformas Open Source Plataformas open source, também definidas como de código aberto ou software livre, tem crescido bastante e atraído desde pequenas empresas a multinacionais em todo o mundo. Talvez os principais argumentos em seu favor sejam a flexibili- dade e liberdade. É possível comprar ou baixar gratuitamente inúme- ros módulos para deixar a loja virtual ainda mais robusta; uma vez customizada, a loja será sua, você terá acesso ao código-fonte e pode- rá hospedá-la onde quiser. Um erro comum na escolha desse tipo de plataforma é achar que a solução tem custo muito baixo, uma vez que o download do softwa- re é gratuito. Sim, é verdade que qualquer um pode entrar no site por trás de alguma plataforma open source e requisitar o software sem nenhum custo. No entanto, daí a torná- -lo uma loja virtual operante é necessário investimentos em mão-de-obra altamente especializada e em um serviço de hospedagem compatível, o que custa muito para quem achava que seria de graça. Existem pelo menos 10 boas plataformas que são distribuídas dessa maneira. A mais difundida, segundo informações do Google Trends, é a Magento. Temos também algumas outras, como osCommerce, OpenCart,
  • 10. 11 Spree E-Commerce, PrestaShop, ZeusCart, CubeCart etc. Todas essas plataformas são muito badaladas e permitem a criação de uma loja virtual completa que atenda às expectativas dos mais exigentes, desde que o trabalho seja executado por profissionais competentes e que conheçam a fundo a plataforma escolhida. A maior parte dessas plataformas possui uma quantidade razoável de funcionalidades e uma comunidade que faz o ecossistema de desenvolvimento crescer. Funciona assim: desenvolvedores no mundo todo podem criar e disponibilizar de forma gratuita ou paga uma extensão para uma plataforma open source. Desse modo, quando o cliente da agência XYZ pede que sua loja virtual open source tenha um recurso igual àquela extensão, a agência não precisa começar o trabalho de programação e design do zero, pois utilizará uma ver- são já existente do recurso demandado. Fica mais barato, seguro e rápido todo o processo. Se você deseja uma loja robusta, completamente personalizada para as suas necessidades, com recursos avançados, valoriza liberdade para escolher e trocar de fornecedores quando quiser, prentende ter profissio- nais especializados cuidando da operação, almeja forte crescimento nas vendas e está disposto a investir a partir de R$ 10.000,00 com a implantação da plataforma e mais alguma quantia mensalmente (a partir de R$ 250,00) com um bom serviço de suporte e hospedagem, há fortes indícios de que plataformas open sour- ce lhe atenderão muito bem. Caso opte por essa opção, procure empresas sérias e se proteja com contratos bem estruturados, estabelecen- do exatamente o que está sendo comprado e o prazo de entrega. Porém, se começar a vender pela internet é uma urgência, talvez essa não seja a melhor opção para você. Leva-se em média 04 meses durante o processo entre a escolha do fornecedor e o início da operação.
  • 11. 12 Geralmente empresas já estabelecidas e/ou com um planejamento avançado em relação à estratégia e ações a serem adotadas na operação de e-commerce obtem muito sucesso ao escolherem bons fornecedores em soluções de código aberto. A junção do planejamento e conhecimento do seu mercado com a competência do fornecedor e benefícios desse tipo de plataforma criam um terreno fértil para o sucesso. 3. Plataformas proprietárias desenvolvidas sob demanda. Há excelentes fornecedores no mercado para esse tipo de solução, cada qual com os seus diferenciais. Al- guns entregam soluções bem específicas, não disponíveis em outros tipo de plataforma; outros chamam a atenção pelo conhecimento do mercado e capacidade da equipe em orientar o cliente em aspectos além da plataforma de e-commerce; há ainda aqueles que se destacam pelo layout, com lojas que além de atraentes possuem excelente usabilidade. Fato é que, inde- pendente das características da empresa fornecedora da loja virtual, é essencial que haja uma relação de confiança muito grande. Sua loja será desenvolvida pelo fornecedor escolhido e é ele que domina a tecnologia ado- tada, é ele que sabe tudo que está por trás do código-fonte. Ainda que o contrato estabele- ça que o contratante terá acesso ao código, é a própria empresa contratada a mais indicada para manutenção e evolução na loja virtual, afinal foi ela que desenvolveu o projeto. Isso quer dizer que se houver ruptura entre lojista e fornecedor, o futuro daquela loja pode estar comprometido. A relação é uma espécie de casamento.
  • 12. 13 O alerta é válido, mas não quer dizer que escolher um fornecedor para desenvolvimento de uma loja virtu- al sob demanda seja ruim. O casamento pode ser algo muito bom, pode agregar, criar forças, proporcionar uma daquelas somas em que 1 + 1 é maior que 2. Por exemplo, se a sua estratégia é única no mercado, talvez o desenvolvimento sob demanda possa ser uma solução para evitar a padronização presente em outros mo- delos; se você necessita de integrações específicas relacionadas a processos internos de sua empresa, aqui também pode estar a solução; se o fornecedor reune as competências necessárias para gerar vantagens com- petitivas consideráveis, a união com ele também pode ser um bom negócio. A criação de uma plataforma própria permite que ela se adapte 100% à sua realidade, e isso pode significar desde economia de tempo a aumento de eficiência e quantidade de vendas. Tudo isso tem um custo e, embo- ra as necessidades de investimento variem muito em função do projeto, os valores quase sempre são maio- res em comparação às demais modalidades de plataformas apresentadas.
  • 13. 14 Roteiroparaescolhadeplataformade e-commerceefornecedor Até aqui já discorremos sobre as principais plataformas de e-commerce disponíveis no mercado. Você já deve ter se identificado mais com alguma delas, mas ainda que não tenha definido a mais adequada para sua necessidade, você já está preparado para con- versar com os fornecedores para então contratar sua loja virtual. Esse roteiro de perguntas irá ajudá-lo durante o processo: 1. A plataforma oferecida é condizente com o porte da minha empresa? 2. Ela atende a minha visão de futuro a curto e médio prazo? 3. Os recursos disponíveis comprovadamente aumentam a taxa de conversão da minha loja? 4. Eu consigo gerar tráfego não pago de alguma maneira utilizando essa plataforma? 5. Na média, as lojas criadas por essa plataforma me agradam? Eu compraria nessas lojas? 6. Essa plataforma me oferece a possibilidade de crescimento, seja com planos mais robustos ou novos recursos? 7. Permite a personalização que eu preciso?
  • 14. 15 8.Aceitatrabalhodedesignerexternooutemtemasquemeagradamesãocondizentescomminhamarca? 9. Suporta os meios de pagamento que eu preciso? 10. Está dentro do orçamento que eu destinei para isso? 11. O valor de suporte ou mensalidade é adequado? 12. Essa plataforma me oferece material com conteúdo para aprendizado? 13. A empresa que comercializa parece interessada em me ajudar a vender? 14. A empresa que comercializa a plataforma me parece conhecedora do mercado de e-commerce? 15. Essa empresa me oferece o teste grátis da plataforma? 16. O ambiente de trabalho me pareceu simples e fácil? 17. Outros clientes desse fornecedor podem atestar a qualidade do trabalho e da plataforma oferecida? Escolher a melhor plataforma de e-commerce e o fornecedor certo para atender aos interesses da sua empresa é uma tarefa difícil, mas vale muito a pena investir tempo para tomar a decisão mais coerente. A plataforma de e-commerce é um pilar essencial para o sucesso de qualquer organização que queira vender pela internet. Boa sorte e... ótimas vendas!
  • 15. Administrador pela Universidade Federal de Minas Gerais e especialista em gestão com ênfase em mar- keting pela Fundação Dom Cabral. Leonardo atua com Marketing desde 2001, com experiências na área comercial e de planejamento. Participa ativamente dos projetos de e-commerce e esteve presente, desde a pré-contratação à entrega, em mais de 50 lojas vir- tuais de clientes de diversos segmentos. Empreende- dor por vocação e escolha, atualmente coordena cinco novos negócios na JN2, todos relacionados a comércio eletrônico. leonardo@jn2.com.br www.jn2.com.br +55 31 2555.6662 Leonardo Neves Sobre o autor
  • 16. 17 Gostou desse E-book? Então compartilhe!! Fale diretamente com o autor ou entre em contato com a Linkia. Compartilhe Dúvidas, comentários, críticas, elogios ou sugestões? • Faça uma crítica do nosso conteúdo; • Sugira novos temas; • Esclareça suas dúvidas. Fale com a Linkia