éTica x moral (prova)

5,778 views
5,472 views

Published on

Ética x moral
Prof. Raphael Douglas
www.existencialoide.com
www.raphaelfilosofia.blogspot.com

Published in: Education, Technology, Spiritual
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,778
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,244
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

éTica x moral (prova)

  1. 1. Ética e Moral Raphael Douglas www.existencialoide.com @existencialoide
  2. 2. <ul><li>Ética - [Do grego. ethos ] Conduta, costumes no que diz respeito a pólis, ao meio público . Em geral, ciência da conduta. É a totalidade dos traços característicos pelos quais um grupo se individualiza e se diferencia dos outros . </li></ul>
  3. 3. <ul><li>M oral [Do lat. mores ] O conjunto dos nossos deveres; em outras palavras, das obrigações ou das proibições que impomos a nós mesmos, indepentemente de qualquer recompensa ou sanção esperada, e até de toda esperança. Ou seja, diz respeito ao privado. </li></ul>
  4. 4. Público x privado <ul><li>“ A moral é a casa em que moramos e a ética é a casa na qual queremos morar.” </li></ul><ul><li>“ A moral manda e a ética recomenda.” (Comte-Sponville) </li></ul>
  5. 5. IMORAL x ANTI-ÉTICO <ul><li>Imoral - Diz-se de conduta ou doutrina que contraria regra moral prescrita para um dado tempo e lugar. </li></ul><ul><li>Anti-ético – Quando se infringe as regras sociais. Quando se rompe o contrato público feito para regular a convicência humana. </li></ul>
  6. 6. a origem do DEVER, o “ Tu deves” . <ul><li>Verbo - Dívida/ Substantivo - obrigação. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Dever  lei moral  &quot;TU DEVES&quot;  Ética </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Ex: Tu não deves matar, Não deves roubar. Em suma, deves agir de um modo que, aos olhos da sociedade, a ação promova o bem. </li></ul>
  7. 7. • Questão implícita <ul><li>O dever parece ser evidente </li></ul><ul><li>E x: Uma criança que se afoga ou um inocente que pede socorro. Não parece evidente que DEVEMOS fazer alguma coisa? </li></ul>

×