• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
#. Fazer A DiferençA    Caminho Para Dias Melhores   FaçA Sua Parte Já!
 

#. Fazer A DiferençA Caminho Para Dias Melhores FaçA Sua Parte Já!

on

  • 2,797 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,797
Views on SlideShare
2,788
Embed Views
9

Actions

Likes
0
Downloads
14
Comments
0

1 Embed 9

http://www.slideshare.net 9

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    #. Fazer A DiferençA    Caminho Para Dias Melhores   FaçA Sua Parte Já! #. Fazer A DiferençA Caminho Para Dias Melhores FaçA Sua Parte Já! Presentation Transcript

    • FAZER A DIFERENÇA ! “O caminho para dias melhores …” T raduzida e reeditada por: Prof. Ramon Armesto Mondelo A partir do texto da palestra “La diferencia que hace la diferencia” , de autoria de: COSULTING GROUP [email_address] 17.06.2005
    • Os objetivos básicos de todas as pessoas são … - a felicidade - progredir - ganhar seu dinheiro
    • E uma das maneiras de se alcançar esses objetivos é: - Através da riqueza e da prosperidade.
    • Assim como existem pessoas pobres e pessoas ricas Existem países pobres e países ricos
    • E a diferença entre os países pobres e os ricos não é devido a sua antigüidade
    • Exemplos : India e Egito , países milenares... mas lamentavelmente pobres!
    • Enquanto que a Australia e a Nova Zelândia , com pouco mais de 150 anos ...
    • que eram pouco conhecidos... Hoje são países ricos e desenvolvidos !
    • A diferença fundamental entre os países pobres e ricos, também não está nos recursos que dispõem...
    • Pois o Japão , apesar de ter um território ínfimo, 80 % montanhoso, e desfavorável para a agricultura e pecuária...
    • Ainda assim, conssegue ser a terceira potência econômica do mundo...
    • Seu território é como se fosse uma grande fábrica flutuante que recebe materias primas de todo o mundo e as converte em produtos de exportação ...
    • G erando com isso riquezas... que os levaram a ser o que são !
    • Do outro lado do mundo se encontra a Suiça, sem oceanos, que paradoxalmente possue uma das maiores frotas de navios do mundo …
    • Tambem não possue cacau, mas apesar disso, produz o melhor chocolate do mundo ...
    • Em seus poucos quilómetros quadrados de área acidentada , cria ovelhas e cultiva o solo apenas durante 4 meses ao ano ...
    • já que o restante é inverno ! Entretanto ... f az os produtos lácteos de melhor qualidade de toda a Europa !
    • Assim como o Japão, não tem produtos naturais. Mas produz e exporta produtos e serviços com Qualidade e Preços difíceis de superar ...
    • É um país pequeno , mas que proporciona uma imagem de segurança, confiabilidade, ordem e trabalho …
    • que os converteu na “caixa forte do mundo ” !
    • Tampouco a inteligencia das pessoas é a grande diferença, como o vem demonstando inumeros estudantes de paises pobres...
    • que emigraram para países ricos e conseguiram resultados extraordinários em sua educação !
    • Outro exemplo, são os técnicos e executivos de países ricos que nos visitam ou que estão atuando em nossas Organizações ...
    • que ao relacionar-nos, trabalhar-mos e discutir-mos com eles... nos damos conta que, não existe uma diferença tão significativa entre nós !
    • Finalmente, não podemos afirmar que a raça faz a diferença. Pois nos países Centro Europeus ou Nórdicos ...
    • podemos constatar claramente, como os chamados “ Indolentes da América Latina ou Africa” se comportam ...
    • agregando valor significativo à força de trabalho produtiva desses países !
    • Então, o que está fazendo efetivamente a grande diferença ?
      • A atitude das pessoas é que está a fazendo grande diferença !
    • E, ao estudar a conduta das pessoas nos paises ricos, se descobre que ...
    • a maior parte da população cumpre rigorosamente as seguintes regras: (cuja ordem naturalmente pode ser questionada e discutida)...
    • 1 • A moral como princípio básico;
    • 2 • A ordem, arrumação e manutenção da limpeza;
    • 3 • A integridade;
    • 4 • A pontualidade;
    • 5 • A responsabilidade;
    • 6 • O contínuo desejo de superação;
    • 7 • O respeito as leis, normas e regulamentos;
    • 8 • O respeito aos direitos dos demais;
    • 9 • O seu amor e dedicação pelo trabalho;
    • 10 • O seu empenho contínuo em promover a economia e a contenção.
      • Será que precisamos mais leis, normas ou regulamentos que os mencionados ?
    • - Ou não seria suficiente, cumprir e fazer cumprir essas 10 simples regras imediatamente para ir adiante ?
    • Nos países pobres, somente uma pequena parte da população (quase ninguem) adota estas regras em seu cotidiano !
    • Em outras palavras, não somos pobres porque faltem ao nosso País riquezas naturais, ou porque a natureza tenha sido cruel conosco...
      • Somos pobres por conta de nossa atitude passíva !
      • Nos falta caráter para fazer cumprir estas premissas básicas requeridas pelo funcionamento de uma Sociedade !
    • Portanto ... se você não discutir ou passar o que estamos expondo aqui para seu parente, amigo, colega ou outra pessoa...
      • o seu bichinho de estimação
      • não vai morrer por causa
      • disso,
    • assim como você também não vai ser despedido do seu emprego,
      • n em tampouco irá ter má
      • sorte nos próximos
      • 7 anos !
    • Mas, se você ama sua familia pra valer, sonha com algo melhor para eles, e acredita que pode ser feito muito a favor de todos os brasileiros a partir de sua mudança de atitude...
      • É chegada a hora de começar
      • a fazer a diferença !!!
    • Então meu amigo, Vamos lá ! Arregace as mangas, coloque a mão na massa, e começe a fazer sua parte já !!!
    • Porque o Brasil e os brasileiros, valem a pena ! Muito Obrigado ... Prof. Ramon Armesto Mondelo [email_address]