Raísa Coelho Mendes
FAUUSP
São Paulo, SP, Brasil
primeiro projeto
São Paulo, SP Museu Casa Bandeirista
A casa bandeirista, localizada no
Butantã, em São Paulo, é um símbol...
Iniciação científica RUSP
Produção modular para situações de desastres
Levantamento de soluções projetuais desenvolvidas n...
São Paulo, SP Habitação social no Cantinho do Céu
Cantinho do Céu, localizado no Grajaú, recebeu recentemente uma
interven...
Planta nv. 5.0
coautores
Paola Oliveira
Rodrigo Coelho
Planta nv. 9.9
Planta nv. 13.5
Suzano, SP Projeto urbano de transposição
Planta
Corte BB
coautores
Jaime Solares
Nathália Duran
Paola Oliveira
Tatiane Teles
Suzano é um município desarticulado. Existem dois elem...
São Paulo, SP Habitação social em Paraisópolis
PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT
PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONAL...
PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT
PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT
PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT
...
Suzano, SP Complexo educacional, esportivo e cultural
O projeto que engloba escola técnica, biblioteca, restaurante, compl...
coautores
Paola Nicolai
Rodriho Coelho
Ana Balderas (Méx)
corte bibioteca
Intercâmbio
Arquitectura bioclimática en un entorno sostenible
VMZINC CONTEST - Creating of a Culinary Complex or a Food C...
PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT
PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT
Types of plantation
that resist Madrid`s
win...
Intercâmbio
Proyectos 8 con Juan Herreros
Proyecto Madrid Centro
ETSAM, Universidad Politécnica de Madrid
CGAZ es un sítio...
Portfolio Raísa Mendes
Portfolio Raísa Mendes
Portfolio Raísa Mendes
Portfolio Raísa Mendes
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Portfolio Raísa Mendes

594 views
483 views

Published on

Published in: Career
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
594
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Portfolio Raísa Mendes

  1. 1. Raísa Coelho Mendes FAUUSP São Paulo, SP, Brasil
  2. 2. primeiro projeto São Paulo, SP Museu Casa Bandeirista A casa bandeirista, localizada no Butantã, em São Paulo, é um símbolo da história da cidade e da arquitetura da taipa. O exercício proposto na disciplina de Projeto 2 foi o de planejar um museu no local, com um auditório, duas salas de exposição e café. Visando o respeito com a vegetação presente no local, a edificação proposta tirou proveito das áreas mais desmatadas. O museu volta-se para a casa, abraçando-a. 1_ Auditório, Sala técnica, Café, Banheiros 2_ Sala de exposição 3_ Sala para oficinas e Sala de aula 4_ Administração 5_ Copa, Vestiários, Sala de manutenção Corte Situação Planta 1 2 3 4 Parque infantil 5
  3. 3. Iniciação científica RUSP Produção modular para situações de desastres Levantamento de soluções projetuais desenvolvidas no âmbito acadêmico Orientadora Lara Leite Barbosa, AUP o projeto modular e pré-fabricado tem a capacidade de agilizar a construção o desabrigado necessita soluções eficientes e rápidas as universidades e instituições científicas tem a capacidade de analisar a situação de desastre e de projetar respostas aos problemas enfrentados Equipamento Instrumento Habitação: temporária, transitória e permanente
  4. 4. São Paulo, SP Habitação social no Cantinho do Céu Cantinho do Céu, localizado no Grajaú, recebeu recentemente uma intervenção urbana: um parque ao longo da costa da Billings. Na disci- plina de Projeto 5 pudemos também repensar as moradias do entorno. A implantação das 3 prédios-lâminas buscou enfatizar um eixo que privilegia o espaço livre da região. Este eixo é um corredor para pedes- tres e visa servir ao lazer das famílias que irão morar nestes prédios, de forma que as próprias casas se voltam para ele, vigiando-o. Como acomodar 120 famílias de forma racional, atendendo diferentes necessidades? • 3 tipologias que podem servir à quem mora sozinho, à casais, às famílias pequenas e médias natural nas partes mais importantes da residência. • O modo duplex – adotado em 2 tipologias – proporciona um aproveitamento de iluminação natural. A organização das tipologias permitiu “encaixes” interessantes entre elas, formando - nas lâminas - cheios e vazios. Nestes vazios pro- porcionamos espaços privados de lazer, visuais interessantes para o exterior dos prédios e iluminação nos corredores dos pavimentos. Implantação Planta superior Planta inferior Corte BB Corte AA
  5. 5. Planta nv. 5.0 coautores Paola Oliveira Rodrigo Coelho Planta nv. 9.9 Planta nv. 13.5
  6. 6. Suzano, SP Projeto urbano de transposição Planta Corte BB
  7. 7. coautores Jaime Solares Nathália Duran Paola Oliveira Tatiane Teles Suzano é um município desarticulado. Existem dois elementos de segregação, que separam os distritos de Boa Vista e Centro. São eles: a Área de Proteção de Manancial do Rio Tietê e a Linha Férrea da CPTM. Este projeto tirou proveito da grande área verde para construir um parque ecológico e, com o objetivo de quebrar barreiras, previu novas conexões entre os distritos da cidade: um exemplo é o parque linear que se encontra logo acima dos trens. Planta da área em destaque Corte AA Corte CC B CC A B A
  8. 8. São Paulo, SP Habitação social em Paraisópolis PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT 2/25 PLANTA DO TÉRREO ESCALA 1:200RAÍSA MENDES 6817252 PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT 1/25 PLANTA DO NÍVEL 758 ESCALA 1:200RAÍSA MENDES 6817252 PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT NAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIO Planta subsolo Planta térreo Planta primeiro andar Paraisópolis é uma das mais conhecidas favelas em São Paulo. O projeto foi desenvolvido com o objetivo de melhorar a condição habitacional dos moradores que vivem em regiões críticas, perto dos corpos d’água. De forma bastante simples e barata, foi idealizado um prédio para oito famílias com uma planta bem flexível, podendo atender a diferentes necessidades. Na área próxima foi mantida a quadra de futebol e criada uma nova área de recreação, que é acompanhada por sala de jogos, vestiários e bicicletário.
  9. 9. PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT 11/25 TIPOLOGIAS POSSIVEIS ESCALA 1:100RAÍSA MENDES 6817252 Tipologias possíveis Corte AA
  10. 10. Suzano, SP Complexo educacional, esportivo e cultural O projeto que engloba escola técnica, biblioteca, restaurante, complexo esportivo e auditório situa-se na cidade de Suzano. O partido de implantação também foi criar praças ora de pequeno ora de grande porte, atendendo a diferentes demandas. A praça entre a biblioteca e o canal tem um caráter intimista e convida o público a sentar, admirar a paisagem e ler um livro no chão de deque de madeira. Já o espaço vazio definido pela ETEC, restaurante e biblioteca ganha, devido às funções dos prédios, a qualidade de uma praça de encontro dos estudantes. Por último, o grande vazio entre auditório e complexo esportivo volta-se a uma função similar ao gramado do Auditório do Ibirapuera de Niemeyer: um espaço livre que pode ser usado em concertos a céu aberto. Os edifícios são construídos em estrutura metálica ou de concreto armado. Uma exceção é o complexo esportivo, que devido ao seu grande porte, recebeu um tratamento diferenciado: uma grande e elegante cobertura tensionada de ETFE.
  11. 11. coautores Paola Nicolai Rodriho Coelho Ana Balderas (Méx) corte bibioteca
  12. 12. Intercâmbio Arquitectura bioclimática en un entorno sostenible VMZINC CONTEST - Creating of a Culinary Complex or a Food Centre Complex ETSAM, Universidad Politécnica de Madrid 4TH LEVEL 3RD LEVEL 2ND LEVEL 1ST LEVEL GROUND FLOOR Equipo2ClaudiadeLuna|DiegoMontemayor|RaísaMendes|SantiagodelaCabada UniversidadPolitécnicadeMadrid|EscuelaTécnicaSuperiordeArquitecturadeMadrid|ArquitecturaBioclimáticaenunEntornoSostenible The project aims to recompose the Vicente Calderon Stadium - which will be empty in a few years - giving it a new design and new function. An important idea is to main- tain as much as possible of the stadium, which is a great Madrid’s landmark. However, part of the existing building would be removed to create a new square integrated with Madrid Rio’s park system. This square is created with a new topography, made of the demolishing materials of the building. The market and the educational farm is located on the most public area of the stadium, the ground level, so the offices, restaurants and other uses would be on the other levels. Recycling the building and studying the sun, the rainwater and other resources, the project were conceived to be sustainable.
  13. 13. PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT Types of plantation that resist Madrid`s winter Plastic seats were reused to retain the earth volume for the plantation Metal and plastic hold and retain the earth Pipes retain rainwater that will be reused PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT #1 #4 #2 #3 Types of plantation that can`t resist Madrid`s winter PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT #4 Greenhouse rainwater captation 1:20 PRODUCEDBYANAUTODESKEDUCATIONALPRODUCT Building in Winter | Hot air Building in Summer | Hot air and cross ventilation coautores Diego Montemayor (Méx) Claudia de Luna (Méx) Santiado de la Cabala (Méx)
  14. 14. Intercâmbio Proyectos 8 con Juan Herreros Proyecto Madrid Centro ETSAM, Universidad Politécnica de Madrid CGAZ es un sítio cerca de la Calle Gaztambide (Moncloa, Madrid), que presenta principalmente edificios de viviendas, pero también teatros, escuelas, iglesias, tiendas al nivel del suelo y edificios sin uso. El analisis de CGAZ, area del PMC (Proyecto Madrid Centro) del ayuntamiento, indica, entre muchos problemas, dos tematicas: la question de los edificios no utilizados y la question de las malas viviendas con problemas de soleamiento. Nuevas viviendas fueron creadas, de manera bastante radical y verticalizada. Eso porque, para quitar muchos edificios, es necesario ocupar aún más. Viviendas verticalizadas, pero con calidad: con buena bioclimática y nuevos espacios verdes de cultivo y de ocio. En consecuencia de la altura, el proyecto necesitava abrir grandes espacios vacíos. Estes espacios ganaran los escombros de los edificios quitados, diseñando una nueva topografia y un nuevo elemento de paisaje, donde los niños juegan, donde se puede leer, donde plantan vegetaciones. Los edificios mantenidos ganaran nuevas facha- das para recibir sol. Nuevas tiendas fueron proyectadas en las plantas bajas de los edificios antiguos. Y un anfiteatro fue creado en el corazón de la manzana, sumando un espacio cultural libre a los dos teatros existentes en las mazanas de al lado.

×