Cartilha do Empreendedor
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Cartilha do Empreendedor

on

  • 10,146 views

Cartilha feita para a Semana do Empreendedor

Cartilha feita para a Semana do Empreendedor

Statistics

Views

Total Views
10,146
Views on SlideShare
9,484
Embed Views
662

Actions

Likes
7
Downloads
530
Comments
3

9 Embeds 662

http://aulasjoaorafael.blogspot.com.br 524
http://aulasjoaorafael.blogspot.com 69
http://www.aulasjoaorafael.blogspot.com.br 40
http://aulasjoaorafael.blogspot.pt 15
http://www.aulasjoaorafael.blogspot.com 7
http://aulasjoaorafael.blogspot.de 3
http://raiobrasil.ning.com 2
http://www.blogger.com 1
http://aulasjoaorafael.blogspot.com.es 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Obrigado a todos que leram, contribuiram, divulgaram ou remixaram a Cartilha do Empreendedor 2009.

    Está disponível a versão 2010 da Cartilha do Empreendedor com o tema Empreendedorismo de Alto Impacto. O Download pode ser feito através do site www.fabricandoempresarios.org.br . Usem e abusem da nova cartilha.

    Obrigado
    Luiz Bruno
    ONG Fabricando Empresários
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • SUPERB!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • muito boa!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Cartilha do Empreendedor Cartilha do Empreendedor Document Transcript

  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Tema deste ano: Formalização
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Capítulos 1. Prefácio* 2. Apresentação 3. Você é um empreendedor? 4. O que é ser empreendedor? 5. Por que se formalizar? 6. Vantagens de se formalizar. 7. Como se formalizar? 8. Turma do Gabi em: O Empreendedor. 9. Instituições que auxiliam a abertura de novas empresas. 10. Fontes de consulta. 11. Livros recomendados. 12. Os Autores. * O prefácio será publicado durante a Semana Global, a partir do dia 16 de Novembro. Formalização 2
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Formalização 3
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Apresentação Estávamos discutindo como seria o evento de abertura da Semana Global do Empreendedorismo. Para quem não sabe este é uma evento mundial que ocorre todos os anos em mais de 90 países. Milhares de empresas, ongs, escolas, faculdades e outras instituições mobilizam milhões de pessoas para falar do mesmo tema: Atitude! Como dizia, falávamos sobre a abertura e alguém sugeriu criar uma cartilha para ser distribuída via internet. O objetivo era incentivar a formalização. Gostei da idéia e comecei a organizar qual seria o conteúdo: Falaríamos sobre as características do empreendedor, como e porque se formalizar. Um participante do site chamado Jamaci insistia em fazer a cartilha em quadrinhos. Sinceramente eu achava que não conseguiríamos, que não daria tempo. No início quase nenhuma colaboração. Não havia nem texto, quanto mais desenhos... Começamos a convidar mais pessoas. Ludmila, anuncia o apoio das organizações Globo à iniciativa. Mais pessoas começam a participar. Então aparece na comunidade um Cartunista de Indaiatuba, no Estado de São Paulo. Tentei convence-lo a participar da cartilha e... Ele Aceita! Tivemos então que criar uma história. Primeiro seria um concurso. Mas o Jamaci começou a contar uns causos que o pessoal gostou e foi acrescentando sugestões. Quando me dei conta já podíamos juntar tudo e fazer uma história, com direito a fatos reais. Deixo para o leitor imaginar o que é real nessas tirinhas. Não podíamos abrir mão do objetivo inicial: falar sobre empreendedorismo e formalização. E as pessoas foram dizendo como é um empreendedor, porque se formalizar, onde conseguir mais informações, se o Sebrae funciona ou não, como comprar terrenos, qual o programa da Rede Globo Amazonas (não é piada, amigos do sul. A região Norte foi maioria no site). Então, filtrei o que seria apropriado para uma cartilha e pedi a aprovação deles. Juntamos com os quadrinhos, reunimos mais algumas informações úteis e aqui está a Cartilha do Empreendedor 2009. Essa cartilha não foi feita por uma só pessoa. Nem parou de ser criada. Ela continua viva e evoluindo na comunidade da semana global: www.semanaglobal.ning.com . Você também pode fazer parte disso: pode copiar, imprimir, citar, tirar ou colocar informações, redistribuir a sua versão, usar na escola, na empresa, na associação de moradores, em uma ONG. O amigo David Muniz já está criando uma peça de teatro baseada na Cartilha... A única coisa que pedimos é que sejam citados os autores originais. Para quem está organizando eventos na semana global, imprima a cartilha e distribua entre os participantes. Sugerimos imprimir em qualidade “Normal” usando papel tamanho “A4”. Gostaria de agradecer a Ludmila Figueiredo, coordenadora da Semana Global no Brasil; Moacir Torres, cartunista responsável pelos quadrinhos e seu representante Luciano Malpelli, da Aphorte Consultoria; Jamaci Messias, por sua intensa participação; Jornal O Globo do Rio de Janeiro, que publicou matéria sobre a cartilha; André Veiga, diretor da Oscip Ação Social Projeto FE, por me permitir fazer mais essa traquinagem e a todos que participaram e ainda vão participar deste projeto. Boa leitura a todos! Luiz Bruno Vianna Ação Social Projeto Fabricando Empresários Formalização 4
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Você é um empreendedor? “O empreendedor acredita em seu sonho e faz com que todos acreditem também.” Danny Barros. Quando se fala em empreendedores, muitas pessoas lembram de grandes investidores ou donos de construtoras de imóveis. Porém muitos brasileiros com os quais convivemos no dia-a-dia possuem características de empreendedores. Algumas dessas características vêm desde o nascimento, outras podem ser adquiridas ao longo da vida. Empreendedores não estão só nos cursos universitários! Os empreendedores estão em todos os lugares - o vendedor de Água de coco na praia, a manicure que atende em domicílio, a vendedora de produtos de beleza (há 30 anos atrás, minha tia ajudava no orçamento da casa trabalhando com isto e sem o glamour de hoje!!!) o encanador especialista em sistemas de descarga... Enfim empreendedores podem estar em qualquer lugar. Alguns deles encontram-se na informalidade. O trabalhador informal é uma mistura de sobrevivência com empreendedorismo, pois nos momentos de maior necessidade, tem um lampejo de criatividade. Muitos trabalhadores informais conseguem obter uma renda apenas para conseguir sobreviver. São pessoas que preferiram enfrentar o desafio de dar certo por conta própria, ainda que sem nenhum conhecimento sobre plano de negócios, marketing ou vendas. Existem diversos casos de grandes empresários que começaram com pequenos negócios e até informais, mas aprenderam lições que carregam por toda vida. Vamos tentar mostrar, aqui, algumas dessas lições tão importantes. É necessário saber diferenciar também, o empreendedor do empresário. Será que todo administrador é empreendedor? Todo empresário é empreendedor? A resposta é NÃO! Com tanta gente falando sobre empreendedorismo qualquer profissional liberal ou não, donos de empresa, alunos de administração, são chamados de empreendedores. Então, o que torna alguém um empreendedor? Formalização 5
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 O que é ser empreendedor? “Não sobrevivem os mais fortes, os maiores em tamanho, os mais inteligentes, mas sim, aqueles que conseguem se adaptar as evoluções.” Charles Darwin Como alguns países arrasados por guerras ou por terremotos, conseguem se recuperar e, ás vezes, tornam-se mais desenvolvidos que antes? Nesses países alguns indivíduos, apesar de todas as circunstâncias, conseguem se destacar dos demais, reconstruir as suas vidas e impulsionar o desenvolvimento daquela região. O que essas pessoas tem de diferente? Dinheiro? Propriedades? Uma boa faculdade? Linhagem? Não! Elas possuem um comportamento diferente. Deram a esse comportamento o nome de empreendedorismo. O comportamento empreendedor não depende da renda ou do tipo de atividade. São atitudes de pessoas que conseguem criar, desenvolver, crescer, ganhar dinheiro, independente das condições que são impostas para elas. Como é um empreendedor?  É criativo: enxerga uma necessidade que ninguém viu e transforma a sua idéia em realidade.  Busca Informações sobre clientes, fornecedores, concorrentes e sobre o seu ramo de atuação. Quando necessário, busca ajuda de especialistas.  Tem Iniciativa: Toma atitudes necessárias para aproveitar oportunidades e expandir seu negócio.  Assume riscos e controla os resultados.  Encontra maneiras de fazer melhor, mais rápido, ou mais barato.  É persistente: não desiste ainda que precise mudar o caminho para alcançar seu objetivo.  É comprometido: faz o esforço que for necessário para completar uma tarefa.  Sabe exatamente o que quer agora e para o futuro  Coloca prazos para cada tarefa e olha seus planos sempre para saber se algo precisa ser mudado.  Registra todos os ganhos e despesas usando os registros para tomar decisões.  Busca conhecer pessoas que possam ajudá-lo a alcançar seus objetivos.  Confia na sua capacidade de vencer os desafios.  Motiva a si mesmo.  É ético: comprometido com a honestidade e com a qualidade. Formalização 6
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Por que se formalizar? “Atuar na informalidade, dependendo da atividade, é um perigo!” Jamaci O empreendedor informal não possui qualquer tipo de garantia ou segurança. Caso sofra um acidente não possui a cobertura do INSS. Se precisar comprovar sua atividade ou fazer um empréstimo, passa por uma burocracia maior que aquela com que já nos acostumamos. Não pode emitir nota fiscal. Não pode participar de licitações, ou seja, negociar com órgãos públicos. Ele passa pela desconfiança de alguns clientes que só contratam com a indicação de algum amigo. O informal fica na mira de fiscalizações que quando encontram alguma irregularidade maior, logo punem com multas ou apreensões. Ou colaboram com a corrupção para continuar trabalhando. A informalidade é apenas um dos problemas do Brasil. Mas se queremos um país melhor precisamos começar a resolve-los de alguma forma. E sabemos que não podemos ficar esperando que outros comecem. Pode-se argumentar: “Mas se eu me formalizar estarei dando dinheiro para corruptos!” E pode-se responder: “Se agirmos corretamente poderemos cobrar nossos direitos.” Com a Lei do Empreendedor Individual (EI), a pessoa que se formalizar paga apenas R$ 51,15 (INSS), R$ 5,00 (Prestadores de Serviço) e R$ 1,00 (Comércio e Indústria). O total é de no máximo R$ 57,15 por mês. Isso quer dizer que a maior parte do que é pago será em benefício do próprio empreendedor, através do INSS. Quem se formaliza só tem a ganhar, pois os clientes vão ver que o seu trabalho é sério! A formalização gera confiança, gera segurança e com certeza trará boas parcerias no futuro. Afinal uma empresa só vai querer associar a sua imagem um empreendedor legalizado. Formalização 7
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Quais as vantagens de se formalizar? Previdência Social O Empreendedor e sua família têm direito a auxílio-doença, aposentadoria por idade, salário-maternidade, pensão e auxilio reclusão, ficando protegido em casos de doença, acidentes, além dos afastamentos para dar a luz. A família do empreendedor terá direito à pensão por morte. Contratação de um funcionário com menor custo Poder contratar até 1 empregado, com baixo custo – 3% Previdência e 8% FGTS do salário mínimo por mês, valor total de R$ 51,15. O empregado contribui com 8% do seu salário para a Previdência. Isenção de taxas para a registro da empresa Isenção de taxa do registro da empresa e concessão de alvará para funcionamento. Todo o processo de formalização é gratuito, ou seja, o Empreendedor se formaliza sem gastar um centavo. Assessoria gratuita Assessoria gratuita para o registro da empresa e a primeira declaração anual simplificada pelas empresas de Contabilidade optantes do SIMPLES. Na formalização e durante o primeiro ano como Empreendedor Individual, haverá uma rede de empresas contábeis que irão prestar assessoria de graça. Para ver uma lista dos escritórios que oferecem assistência gratuita visite: http://www.fenacon.org.br/esc-simples.php OBS: Escolha o Estado e a Cidade no canto direito e não através do mapa! Ausência de burocracia A formalização é rápida e simples, com menos burocracia. O CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, o CPF das empresas) é emitido logo após o cadastro, via Internet. Após a formalização o empreendedor terá de fazer, anualmente, uma única Declaração de faturamento, também através da Web. Todo mês você deve anotar quanto ganhou para declarar no final do ano. Não é obrigatório ter um contador. Mas um profissional pode ajudar muito e evitar erros ou problemas no futuro. Formalização 8
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Acesso a serviços bancários, inclusive crédito. Com a formalização o Empreendedor poderá conseguir crédito junto aos Bancos, principalmente Bancos Públicos como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal. Compras e vendas em conjunto Você pode se reunir com outros empreendedores para comprar em conjunto, conseguindo assim um preço mais barato. Menos Impostos No máximo R$ 57,15 por mês, fixo. Além de permitir ao Empreendedor saber quanto gastará por mês, sem surpresas, lhe dará condições de crescer, pois o seu negócio contará com apoio de crédito, com o auxílio na gerência através do SEBRAE e de contadores. Emissão de alvará pela internet Toda atividade comercial, industrial ou de serviço precisa de autorização da Prefeitura para ser exercida. Para o empreendedor Individual essa autorização (licença ou alvará) será concedida de graça, sem o pagamento de qualquer taxa, o mesmo acontecendo para o registro na Junta Comercial. Benefícios governamentais Usufruir de benefícios governamentais aos setores formalizados. O Governo é um grande comprador de mercadorias e serviços, nas suas três esferas: Federal, Estadual e Municipal. Para vender para o Governo é preciso estar formalizado. Apoio do técnico do SEBRAE na organização do negócio. O SEBRAE estará orientando os Empreendedores que assim o desejarem. Serão cursos e planejamentos de negócios com vistas a capacitar os empreendedores, tornando-os mais aptos a manterem e desenvolverem as suas aptidões. Formalização 9
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Como se formalizar? “O Empreendedor tem iniciativa: toma atitudes necessárias para aproveitar oportunidades e expandir seu negócio.”  Acesse o site www.portaldoempreendedor.gov.br  Clique em Formalize-se  Clique em Escolha o Nome da Empresa  Clique no Botão “Quero me cadastrar”  Preencha os seus dados – Atenção, Cuidado para não errar nada!  Anote o e-mail e a senha utilizados.  Clique em “Cadastrar”  Na caixa acesso restrito coloque o e-mail e senha escolhida no cadastro.  Clique em Entrar  Digite o nome da sua empresa e faça a pesquisa para saber se esse nome já está registrado.  Clique em complete seus dados.  Procure na tabela a atividade(s) que você exerce e anote o código CNAE na 3ª coluna. Se você encontrou a sua atividade, recomendamos que você procure um contador para continuar o processo. Se você pretende preencher tudo sozinho, clique em Acessar Coletor de Dados, leia atentamente às instruções continue o processo. Mas atenção, preencha corretamente os dados, qualquer erro ficará registrado depois de salvo. Caso você tenha dificuldade em preencher os formulários ligue para o SEBRAE: 0800 570 0800 Ou busque a ajuda de um contador. Veja a lista de contadores que oferecerão o auxílio gratuitamente: http://www.fenacon.org.br/esc-simples.php No final desta cartilha você vai encontrar uma lista de instituições que podem lhe orientar sobre como abrir e manter uma empresa. Formalização 10
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Turma do Gabi em: O Empreendedor Cartilha do Empreendedor 2009 Formalização 11
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Formalização 12
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Formalização 13
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Formalização 14
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Formalização 15
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Instituições que auxiliam a abertura de novas empresas. SEBRAE Serviço Brasileiro de apoio a Micro e Pequena Empresa www.sebrae.com.br Tel: 0800 570 0800 Endeavor O Instituto Empreender Endeavor é uma organização sem fins lucrativos, que tem como missão promover o desenvolvimento sustentável do Brasil, por meio do apoio a empreendedores inovadores e do incentivo à cultura empreendedora, gerando postos de trabalho e renda. www.endeavor.org.br OSCIP Ação Social Projeto FE ONG que promove o empreendedorismo em áreas carentes. Após receber treinamento teórico e prático nas áreas de vendas, liderança e administração o voluntário pode abrir sua própria empresa patrocinada pela instituição. O participante obtém ganhos reais já a partir do 2º dia de treinamento. www.fabricandoempresarios.org.br (21) 3394-3062 APORTHE CONSULTORIA EMPRESARIAL Com uma estrutura enxuta, a APORTHE CONSULTORIA, localizada na região metropolitana de Campinas/SP, está focada em serviços que abrangem: Reorganização e gestão de processos administrativos e financeiros; criação e implantação de procedimentos internos; gestão de grupos de trabalhos; desenvolvimento de novas empresas; gerenciamento de riscos e administração de seguros. Em parceria com a CIGS Sistemas de Gestão, a APORTHE está trazendo para a região o sistema ERP-CIGS, direcionado para as "futuras ex-pequenas e ex-medias empresas". - Oferecemos ainda palestras sobre; Empreendedorismo, Gestão por Objetivos, Burocracias Positivas, etc. E-mail: aporthe.consult@gmail.com Twitter: twitter.com/aportheconsult Tel: (19) 9699-5444 Indaiatuba/SP Formalização 16
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 AMAP Associação dos Fabricantes de Móveis e Artefatos de Madeira da Paraíba. AME JP Associação das Micro Empresas de João Pessoa. Empreender JP João Pessoa - Paraíba Programa voltado a capacitação e financiamento de micro negócios a partir das habilidades e competências das pessoas! Gente simples, mas com competência e força de vontade são orientadas pelo programa com ajuda do SEBRAE a criar ou expandir seu negócio. Fontes: Comunidade de Criação da Cartilha: www.semanaglobal.ning.com Sebrae: www.sebrae.com.br Portal do Empreendedor: www.portaldoempreendedor.gov.br Endeavor: www.endeavor.com.br Formalização 17
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Os Autores Colaboraram: Moacir Torres, escritor e cartunista premiado, criador dos personagens da Turma do Gabi, direcionada exclusivamente ao público infantil, cujas revistas foram publicadas em todo o Brasil e em países da Europa, como Espanha e Portugal. O Estudio EMT tem 18 anos e foi criado para gerenciar as atividades editoriais envolvendo as ações comerciais da Turma do Gabi, lançado há 34 anos. Seus produtos estão liberados para Licenciamentos e a empresas interessadas poderão entrar em contato pelos endereços: e-mail: estudioemt@gmail.com ou pelos links sites: www.turmadogabi.blogspot.com www.estudioemt.com.br E-mail: estudioemt@gmail.com Jamaci Messias Damasceno, Meus amigos, eu sou um empreendedor, que já sofreu muita dor, mas sempre aprendeu!! Sou um técnico em Edificações que se especializou em tintas industriais na área de superfícies de madeira e que atua como representante comercial de tintas, abrasivos (lixas) e máquinas para industria moveleira. Sou consultor da AMAP para assuntos de inovação e tecnologia e integrante da AME JP. Acompanhei e acompanho a luta das MPEs por um tratamento diferenciado. Na luta pela Lei Geral estive junto com o Tarciso e o Antonio Gomes (COMICO e FEMICO PB) nas caravanas pelo estado! www.jamadconsultoramap.blogspot.com Luiz Bruno Vianna é Webmaster. É responsável pelo setor de informática da ONG Fabricando Empresários. Também ministra treinamentos e consultoria nas áreas de Internet e Marketing Digital além de ficar aprendendo um monte de coisas novas nas horas (quase) vagas. E-mail: luizbweb@gmail.com Twitter: twitter.com/luizbweb Blog: www.luizbweb.tk Tel: (21) 8137-2723 Ludmilla Figueiredo Cristina Schwinn Luiz Bruno Vianna José Roberto Monteiro de Oliveira Luciano Malpelli Silvana Moacir Torres Mariana Rossatti Molina Jamaci Messias Damasceno Planeta Contabil Sheila de Souza Lima Lírida Macedo Silvia Alambert Tiago Rodrigues dos Santos David Muniz de Lima Rafael Beckel Anna Cláudia Salvador Isabel de Cássia Santos Ribeiro Danny Barros AILTON CASTRO PINHEIRO Lucas Melo de Almeida Johnny Pereira da Silva Marcos Rodrigues Thiago Herculano Rafael Augusto Cremonesi ROZIMEIRY FILGUEIRAS DE OLIVEIRA Hans Walter Abeling Carla Maria Gomes Tatiana Lazaroni Apolinario Formalização 18
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Livros Recomendados Oportunidades disfarçadas: Histórias reais de empresas que transformaram problemas em grandes oportunidades Carlos Domingos A boa Sorte "Uma fábula impressionante sobre a boa sorte que esta ao alcance de todos” André Raveras A Arte do Começo KAWASAKI, GUY Empreendedorismo na veia, um aprendizado constante! Rogério Cher Sonho impossível Barry C. Black Você é do tamanho dos seus sonhos Cézar Souza Pai Rico, Pai Pobre Robert Kiyosaki A Cabeça de Steve Jobs Leander Kahney Plano de Negócios - Passo a Passo Adonai José Lacruz Segredo de Luisa Fernando Dolabela Formalização 19
  • CARTILHA DO EMPREENDEDOR 2009 Solo Fértil Scott Shane Como fazer uma empresa dar certo em país incerto? Rodrigo Vieira da Cunha Inovação e Espírito Empreendedor Peter Drucker O empreendedor minuto Ken Blanchard “Vejam o que ninguém viu, acreditem em si, realizem, todos!” Formalização 20