• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
5,692
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
93
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Cenário econômico Africano
    ______________________________________________________________________________________________________________
    MBA em Gestão Estratégica
    da Tecnologia da Informação – T04
    Engenharia Econômica – Profº. Rafael Olivieri Neto , Professor
    Turma MGMSP1-TI-T4
    Andre Galvani Oliveira
    Edson Gonçalves da Silva
    Fábio Jorge da Silva
    Fernando Rodini
    Jose Geraldo Correa Lima Filho
    Luiz Fabiano Lima De Oliveira
    Rafael Pelizaro A. Camargo
    Roberta Magueta Costa
    Silvia Tubandt
    Setembro de 2010
  • 2. África – Panorama Econômico
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Introdução
    Ao longo dos próximos slides iremos apresentar o cenário econômico do continente Africano no contexto geral e dos seus principais países.
    2
    Cenário Econômico - África
  • 3. África – Panorama Econômico
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Contexto Geral
    O continente mais pobre do mundo.
    Sua população é de 922 milhões de habitantes , distribuída
    em 54 países. Enquanto as economias da China e Índia cres
    cem rapidamente, a economia africana permanece
    estagnada em termos de investimentos, comércio exterior , renda per capita e outras medidas de crescimento econômico.
    A pobreza tem efeitos devastadores, que incluem baixa expectativa de vida, violência e instabilidade.
    Mas, mesmo dentro deste cenário, há esperança.
    Alguns países despertam para o crescimento.
    O banco mundial apontou que a economia dos países
    Sub-Saharianos cresceu. Dentre elas, podemos destacar: Mauritânia, Angola, Sudão, Moçambique e Malawi.
    Este crescimento está chamando a atenção do resto do
    mundo e traz várias possibilidades junto com ele.
    3
    Cenário Econômico - África
  • 4. África – Dados Gerais
    ______________________________________________________________________________________________________________
    4
    Cenário Econômico - África
  • 5. África – Renda per capita
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Por regiões
    Variação da renda per-capita dos países mais ricos do norte e sul até os países mais pobres do leste(valores em US$).
    5
    Cenário Econômico - África
  • 6. África – Divisão do trabalho
    ______________________________________________________________________________________________________________
    O trabalho no continente se divide principalmente entre as seguintes atividades:
    6
    Cenário Econômico - África
  • 7. África – Mapa da colonização
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Até 1913, Forças Européias dividiram o continente africano em um miscelânia, que mostrou pouca consideração por fronteiras étnicas e linguísticas.
    7
    Cenário Econômico - África
  • 8. África – Ong’s
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Existem instituições criadas para estreitar os laços e acelerar este crescimento:
    APP - Africa Progress Pannel
    É um veículo criado para manter o foco nos compro -
    missos com a África feitos pela comunidade internaci-
    onal.
    Seus membros destacam continuamente as ameaças
    e oportunidades para o desenvolvimento do continente e expõe este trabalho através de um relatório anual.
    AGOA - African Growth and Opportunity Act
    Sua função é ajudar a economia dos países sub-saharianos e melhorar as relações econômicas entre estes países e os Estados Unidos.
    8
    Cenário Econômico - África
  • 9. África do Sul – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Ocupa atualmente a condição de país mais rico e industrializado da África. Tem economia diversificada e alicerçada no setor de serviços, indústria, agricultura e extrativismo.
    O setor de serviços está inserido, majoritariamente, na atividade do turismo. O país tem no safári um dos mais importantes atrativos turísticos. Além de parques nacionais, turismo de negócios e veraneio no litoral.
    O parque industrial é diversificado, nele destaca-se a indústria química, petroquímica, alimentícia, equipamentos de transporte, siderúrgica, máquinas, equipamentos agrícolas e metalúrgica.
    A África do Sul é um grande produtor agropecuário, isso se deve ao fato de existir extensas terras férteis, o que favorece a produ –
    ção agrícola. Na agricultura, o país se destaca no cultivo
    de milho, cana-de-açúcar, uva, laranja, já na pecuária as
    principais criações são de bovinos, aves, caprinos e ovinos.
    No extrativismo o país destaca-se na exploração de suas
    jazidas minerais, especialmente de carvão, cobre, manga –
    nês, ouro, cromita, urânio, ferro e diamantes.
    FONTE: HTTP://WWW.BRASILESCOLA.COM/AFRICA-DO-SUL/ECONOMIA-AFRICA-SUL.HTM
    9
    Cenário Econômico - África
  • 10. África do Sul – Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    A África do Sul teve um robusto crescimento no período entre 2004 e 2008 devido a estabilidade da macroeconomia e ao boom dos commodities globais, porém este crescimento desacelerou já na segunda metade de 2008 devido a crise global que impactou na demanda e no preço dos commodities, o que acarretou uma queda de quase 2% no PIB em 2009.
    Com um índice de inflação de 11,3% a África do Sul ocupou 61º lugar na lista dos países com maiores índices de inflação segundo apuração feita em 1º de Janeiro de 2009.
    http://www.indexmundi.com/south_africa
    10
    Cenário Econômico - África
  • 11. África do Sul – Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Em 2009 a África do Sul obteve seu record de exportações no últimos 8 anos com US$ 86.120.000.000, sendo que os itens mais relevantes foram bens manufaturados, maquinários e equipamentos de transporte, materiais crus excetuando combustíveis.
    Também em 2009 as importações da África do Sul tiveram grande alta com US$ 90.570.000.000 tendo os seguintes itens como os mais relevantes: maquinários e equipamentos de transporte, combustiveis minerais, lubrificantes e materiais relacionados e bens manufaturados.
    http://www.indexmundi.com/south_africa
    11
    Cenário Econômico - África
  • 12. África do Sul – Conclusões
    ______________________________________________________________________________________________________________
    A África do Sul experimenta o desenvolvimento centralizado em quatro áreas: Cidade do Cabo, Porto Elisabete, Durban e Joanesburgo (a cidade mais rica do país, produz 33% do PIB da África do Sul e 10% do PIB do continente Africano).
    Para estender este desenvolvimento para todos o país necessita sanar velhos problemas nas áreas: sociais (desemprego, pobreza, desigualdade de renda), saúde (epidemias de AIDS e tuberculose) e infra-estrutura (matriz energética).
    12
    Cenário Econômico - África
  • 13. Angola – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Angola é a sexta maior economia do continente africano (em termos de PIB , ano 2010). Em termos globais, ocupa a posição 66º.
    • 14. Língua oficial: Português.
    • 15. Moeda: Kwanza (0,0193 de real, 30/Ago, fonte: www.uol.com.br).
    • 16. País pobre (IDH médio, posição global 143º), alta mortalidade infantil (180/mil) e baixa expectativa de vida (~38anos).
    • 17. Antiga colônia portuguesa, conseguiu a independência em 1975. Depois da independência, passou por 27 anos de guerra civil, que fragilizaram ainda mais as instituições políticas e sociais.
    • 18. Últimas eleições ocorreram em 2008, e foram validadas pela comunidade internacional. O partido MPLA (Movimento
    Popular de Libertação de Angola) obteve maioria de 80%.
    • Atualmente a economia se encontra em rápida expansão, alavancada pela alta do petróleo, commodity em abundância no país.
    • 19. Além do petróleo, outros minérios como diamantes e ferro são importantes para a economia do país. No entanto, ~85% da força de trabalho ainda está na agricultura.
    fonte: CIA World Factbook
    13
    Cenário Econômico - África
  • 20. Angola - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Alto crescimento desde o fim da guerra civil.
    • 21. Indústria 65%, Serviços 25%, Agricultura 10%.
    • 22. Crescimento afetado em 2010 devido ao impacto da crise mundial.
    • 23. Inflação em torno de 12-13% anual desde 2007: estável.
    • 24. A taxa de juros para empréstimo bancário é de 12.5% ao ano (2008), ainda alta se comparada à de países desenvolvidos, mas muito mais baixa do que a brasileira.
    Fonte: http://www.indexmundi.com/angola/
    14
    Cenário Econômico - África
  • 25. Angola - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Petróleo cru e refinado, diamantes, café, peixe, madeira e algodão.
    • 26. China 32.9%, US 28.7%, França 6%, África do Sul 4.5%, Canadá 4.1%.
    • 27. Maquinário e equipamentos elétricos, veículos e peças de manutenção, remédios, alimentos, tecidos e equipamentos militares.
    Fonte: http://www.indexmundi.com/angola/
    15
    Cenário Econômico - África
  • 28. Angola - Conclusões
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • O país está em franca expansão, na tentativa de suprimir o crescimento reprimido e a falta de expansão durante os anos de guerra civil. Angola no entanto é um país complicado de fazer negócios, fato este evidenciado pela sua posição (169º de um total de 183 países) no ranking de ‘Easy of Doing Business’ (http://www.doingbusiness.org).
    • 29. O Brasil, principalmente no setor de serviços e facilitado pela proximidade da língua portuguesa, tem explorado esse crescimento, seja suprindo mão de obra especializada (construção civil, telecomunicações) ou em linhas de crédito.
    • 30. Angola, no entanto, ainda é um país muito pobre, com 70% da população abaixo do nível de pobreza.
    • 31. A corrupção, principalmente no ramo petroleiro, também impede que a sociedade aprecie os benefícios do crescimento dos últimos 7 anos.
    • 32. A taxa de inflação está controlada em 12-13%, e a taxa de juros para empréstimos de 12.5% é muito mais atrativa que a brasileira, facilitando o crédito e o crescimento.
    16
    Cenário Econômico - África
  • 33. Argélia – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • É o segundo maior país da África depois do Sudão, o sector dos hidrocarbonetos é o pilar da economia da Argélia, sendo responsável por cerca de 60% das receitas orçamentais, 30% do PIB e mais de 95% das receitas de exportação. A Argélia tem a quinta maior reserva de gás natural do mundo e é o segundo maior exportador de gás. É ainda o 14º país com maiores reservas de petróleo.
    • 34. Os indicadores financeiros e econômicos do país melhoraram durante meados da década de 1990, em parte devido às reformas apoiadas pelo FMI e aos reajustes na dívida feitos pelo Clube de Paris. As finanças argelinas em 2000 e 2001 beneficiaram dos aumentos nos preços do petróleo e de uma política fiscal apertada por parte do governo, que levou a um grande aumento no excedente comercial, a máximos históricos nas reservas de divisas e a uma redução na dívida externa.
    • 35. Os esforços do governo para diversificar a economia através da atração de investimento estrangeiro e doméstico fora do sector energético tem tido pouco sucesso na redução do elevado nível de desemprego e na melhoria do nível de vida. Em 2001, o governo assinou um Tratado de Associação com a União Européia que irá, eventualmente, baixar as tarifas e aumentar as trocas comerciais.
    fonte: Wikipédia
    17
    Cenário Econômico - África
  • 36. Argélia - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Língua oficial: Árabe, francês e línguas bérberes
    Moeda: dinar argelino(DZD)
    Inflação anual: 3,1% (2004)
    Desemprego: 25,4% (2004)
    Exportações (US$): 32,16 bilhões f.o.b. (2004)
    Importações (US$): 15,25 bilhões (2004)
    PIB (base PPC) Estimativa de 2004:
    - Total US$ : 217,2 bilhões USD (38.º)
    - Per capita US$ : 6.799 USD (85.º)
    fonte: http://www.indexmundi.com/algeria
    18
    Cenário Econômico - África
  • 37. Argélia – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    A Argélia é governada sob a Constituição de 1976, a qual foi revisada inúmeras vezes. O poder Executivo é liderado pelo Presidente, que é eleito pelo voto popular para um mandato de 5 anos. O primeiro-ministro é indicado pelo presidente. O Parlamento bicameral consiste em 380 cadeiras para a Assembléia Nacional Popular e 144 assentos no Conselho de Nações. O sistema legal argelino é baseado nas leis francesa e islâmica.
    Após a independência, a Frente de Libertação Nacional (FLN) torna-se o único partido do país. Após os motins de outubro de 1988 o multipartidarismo é instaurado. O país conta com mais de 30 partidos políticos, porém o mais importante continua sendo a FLN.
    A imprensa argelina obteve uma relativa independência nos anos 90, apesar do assassinato de vários jornalistas. Em contrapartida, o Estado manteve seu monopólio no setor audiovisual. Desde 2004, a imprensa enfrenta novamente uma pressão das autoridades. A década de terrorismo entre 1992 e fim dos anos 90 custou a vida de vários jornalistas, intelectuais e agentes de Estado. 1992 é o ano da instauração do estado de urgência. Esta foi decretada pelo Exército após a vitória dos islamistas do FIS (Frente Islâmica de Salvação) nas eleições legislativas. Em 1999, e novamente em 2005, a política de paz e segurança nacional levada a cabo pelo presidente Bouteflika tenta erradicar os focos radicais.
    fonte: Wikipédia
    19
    Cenário Econômico - África
  • 38. Egito – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    Ocupando o canto nordeste do continente Africano, o Egito é dividido pelo vale do Nilo extremamente fértil, onde a maior atividade econômica ocorre.
    A economia do Egito era altamente centralizada durante o regime do ex-presidente GamalAbdel Nasser, mas abriu-se consideravelmente com o ex-presidente Anwar El-Sadat e atual presidente Mohamed HosniMubarak Cairo 2004-2008 agressivamente suas reformas econômicas para atrair investimento estrangeiro e facilitar o crescimento do PIB.
    A crise financeira mundial abrandou, mas não parou, os esforços de reforma.
    A crise econômica internacional retardou o crescimento do PIB do Egito para 4,7% em 2009, predominantemente, com incidência nos sectores orientados para a exportação, incluindo a produção e turismo, e as receitas do Canal de Suez. 
    O Crescimento nos sectores doméstico, incluindo a energia, transportes, telecomunicações, varejo e construção impediram a diminuição do crescimento econômico de cair ainda mais em 2009.
    O governo anunciou três pacotes de estímulos distintos, entre o final de 2008 eo final de 2009, totalizando US $ 6,3 bilhões, mas não está claro o quanto foi gasto.
    Apesar dos elevados níveis de crescimento econômico ao longo dos últimos anos, as condições de vida para a média egípcios continuam a ser pobres
    20
    Cenário Econômico - África
  • 39. Egito - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • o PIB do vem apresentando crescimento. Mesmo com a crise de mundial.
    • 40. Divisão por setores
    • 41. Indústria 37,7%, Serviços 49,2%, Agricultura 13,1%.
    • 42. O PIB per capto vem aumentando também em 2009 - 6000 US$
    • 43. Inflação em torno de 9% anual desde 2007: estável, com crescimento em 2009 devido a Crise mundial.
    • 44. A taxa de juros para empréstimo bancário é de 9 % ao ano com crescimento em 2010 para 11,5%
    Fonte: http://www.indexmundi.com/egypt/
    21
    Cenário Econômico - África
  • 45. Egito - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • O Egito vem apresentando uma balança comercial negativa ao longo dos anos há uma redução nas exportações de petróleo desde 1993, setores de ouro e gás tem boas perspectivas
    Fonte: http://www.indexmundi.com/egypt/ e http://en.wikipedia.org/wiki/Economy_of_Egypt
    • A produção de petróleo vem caindo ao longo dos anos . Vários acordos de pesquisa e exploração de gás e petróleo vem sendo assinados e novas reservas foram descobertas e estão em inicio de exploração.
    Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Economy_of_Egypt#Public_finances
    22
    Cenário Econômico - África
  • 46. Egito - Conclusões
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • O país manteve o crescimento graças ao fortalecimento de seu setor interno, é um dos mercados mais desenvolvidos da região e tem tido um fortalecimento do mercado de capitalização desde 2004. O Cairo e Alexandria Stock Exchange é considerado um dos 10 melhores mercados para investimento.
    • 47. O Egito tem problemas com a corrupção vários escândalos abalam a confiança internacional.
    • 48.  Manter boas relações com os políticos às vezes é a chave para o sucesso dos negócios no Egito. Baseado o Índice de Percepção da Corrupção 2006 desenvolvido pela Transparência Internacional (onde quanto maior for o ranking maior o nível de corrupção), Egito classificou 70 dos 163. Em uma escala de 0-10 (sendo 0 altamente corrupto), o Egito teve uma 3.3.
    23
    Cenário Econômico - África
  • 49. Líbia – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • A Líbia é a sétima maior economia do continente africano (em termos de PIB , ano 2010). Em termos globais, ocupa a posição 74.
    • 50. Língua oficial: Árabe. Inglês e italiano como línguas secundárias.
    • 51. Moeda: Dinar Líbio (1,356 de real, 01/09, fonte: www.uol.com.br).
    • 52. País com IDH médio (0.847) ocupa a 55º posição global, mortalidade infantil mediana (21/mil) e elevada expectativa de vida (~77anos).
    • 53. Antiga colônia italiana, conseguiu a independência em 1951. Desde 1970 a Líbia vive um regime de ditadura militar liderada por Muammar al Kadhafi.
    • 54. Atualmente a economia se encontra em expansão, alavancada pela alta do petróleo, commodity em abundância no país, representando ¼ do PIB, 95% das exportações e 60% dos salários do setor público daquele país.
    • 55. Economia de orientação socialista vem iniciando um processo de transformação para uma economia baseada no mercado. Tornar-se membro da OMC e iniciar ainda que timidamente o processo de privatização são alguns indícios do início dessa mudança.
    fonte: CIA World Factbook
    24
    Cenário Econômico - África
  • 56. Líbia - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Crescimento moderado quando comparado com outras economias mas ainda acima da média mundial.
    • 57. PIB por setor da economia: Indústria 71%, Serviços 26%, Agricultura 3%.
    • 58. A crise mundial gerou uma retração no crescimento da economia do país em 2010.
    • 59. Inflação em torno de 2,5% ao ano anual: em declínio.
    • 60. A taxa de juros para empréstimo bancário é de 8,4% ao ano (2008), sendo uma das menores entre todos os países.
    Fonte: http://www.indexmundi.com/libya/
    25
    Cenário Econômico - África
  • 61. Líbia - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Petróleo cru e refinado, gás natural e produtos químicos.
    • 62. Itália 37,65%, Alemanha 10,11%, França 8,44%, Espanha 7,94%, Suíca, 5,93% e US 5,27%.
    • 63. Máquinas, produtos semi-acabados, alimentos, equip. de transporte, produtos de consumo
    Fonte: http://www.indexmundi.com/libya/
    26
    Cenário Econômico - África
  • 64. Líbia - Conclusões
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Apesar de ter obtido um crescimento elevado do PIB em anos passados, esse não se mostrou ser sustentável em função da forte dependência do petróleo.
    • 65. Receitas substanciais do setor de energia atrelado a uma pequena população dá a Líbia uma elevada renda per capta embora não dividida de maneira equilibrada.
    • 66. Após suspensão das sanções comerciais pela ONU em 2003, uma série de reformas econômicas foram iniciadas pelo governo visando a entrada na comunidade internacional. Isso atraiu investimentos no país principalmente no setor energético.
    • 67. O setor industrial nãoligadoaopetróleo e a construção, que representam mais de 20% do PIB aumentou, diversificando a produçãoparaoutrasáreascomopetroquímicos, ferro, aço e alumínio.
    • 68. As condiçõesclimáticas e o solo pobrefazem com que o paísimporte 75% dos alimentosconsumidosinternamente.
    • 69. A taxa de inflação apesar de um pequeno descolamento em 2009 está controlada em 2,5%, e a taxa de juros para empréstimos de 8,4% é muito mais atrativa que a brasileira, facilitando o crédito e oportunizando o crescimento.
    27
    Cenário Econômico - África
  • 70. Marrocos – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Marrocos é a quinta maior economia do continente africano (em termos de PIB, ano 2009). Em termos globais, ocupa a posição 58º.
    • 71. O regime de governo adotado é a monarquia.
    • 72. O Rei Mohhammed IV vem lançando nos últimos anos uma série de medidas com o intuito de modernizar a economia, incluindo a criação de pólos industrias.
    • 73. Além disso uma série de setores tem sido alvo de privatizações.
    • 74. O país possui tratados de livre comércio com os Estados Unidos e a União Européia.
    • 75. Língua oficial: Árabe
    • 76. Moeda: Dirham (0,2002 de real, 10/Set, fonte: http://www.bcb.gov.br/htms/bcjovem/moedasmundo.htm).
    • 77. Força de trabalho por ocupação - Agriculture: 44,6%, Industry: 19,8%, Services: 35,5% (2006)
    • 78. Desemprego: 9,1% (2009 est.)
    • 79. Apesar do esforço para aumentar o IDH, Marrocos ainda tem uma alta taxa de analfabetismo, baixo grau de escolaridade e um alto índice de desemprego entre os jovens.
    • 80. Principais indústrias: mineração e processamento de fosfato, processamento de alimentos, artigos de couro, têxteis, construção civil, turismo
    fonte: Wikipedia
    28
    Cenário Econômico - África
  • 81. Marrocos - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • PIB por setor da economia:
    agricultura: 18.8%, indústria: 32.6%, serviços: 48.6% (2009 est.)
    • Evolução do PIB nos últimos anos: 5.1% (2009 est.) , 6.2% (2008 est.), 3.2% (2007 est.)
    • 82. Inflação estável, em torno de 2% ao ano em 2010 e com alta em 2009 causada pela crise mundial.
    Fonte: http://www.indexmundi.com/morocco
    29
    Cenário Econômico - África
  • 83. Marrocos - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • roupas e têxteis, componentes elétricos, produtos químicos inorgânicos, transístores, minerais brutos, fertilizantes (incluindo fosfatos), produtos de petróleo, frutas cítricas, legumes, peixe
    • 84. Espanha 21.2%, França 19%, Italia 4.9%, Inglaterra 4.6%, India 4.2% (2007)
    • 85. As exportações no país vem caindo desde 2008, quando a crise mundial provocou a queda dos preços do fosfato, que representa a maior fatia das exportações do país.
    • 86. Petróleo cru, tecidos, equipamentos de telecomunicação, trigo, gás natural e eletricidade, plásticos
    Fonte: http://www.indexmundi.com/morocco
    30
    Cenário Econômico - África
  • 87. Marrocos - Conclusões
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • A economia do Marrocos vem se tornando mais robusta nos últimos anos graças à política de privatizações, acordos bilaterais e reformas do governo. O crescimento do país tem sido cada vez maior e as relações econômicas com a Europa e os Estados Unidos,inclusive com planos de aceleração da economia custeados por instituições financeiras como Banco Mundial e FMI.
    • 88. O setor de serviços representa pouco mais da metade do PIB e a indústria, que é formada pela mineração, contrução e manufatura representa outros 25%. Os setores que lideram o crescimento é o turismo, telecomunicações e têxtil. Entretanto, apesar de representar somente 14% do PIB a agricultura é um importante setor da economia pois concentra cerca de 45% dos empregos do país.
    • 89. As maiores dificuldades econômicas enfrentadas por Marrocos são o alto custo da importação do Petróleo, os problemas climáticos, que afetam a agricultura com grandes inundações ou períodos de seca, o alto índice de desemprego e por fim a alta dívida externa.
    • 90. Os principais desafios da economia Marroquina a curto prazo são acelarar e sustentar o crescimento para reduzir os altos índices de desemprego e subemprego. A longo prazo é necessário melhorar o nível de ensino e as propostas de empregos para a população jovem, melhorar a distribuição de renda, lutar contra a corrupção e expandir e diversificar suas exportações para produtos com maior valor agregado.
    fonte: CIA World Factbook
    31
    Cenário Econômico - África
  • 91. Nigéria – Visão Geral
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Nigéria é a terceira maior economia do continente africano (em termos de PIB , ano 2009). Em termos globais, ocupa a posição 44º.
    • 92. Língua oficial: Inglês.
    • 93. Línguas regionais (principais: hauçá, fulani, ioruba, ibo).
    • 94. Moeda: Naira (0,01168 de real, 30/Ago, fonte: http://www.bcb.gov.br/htms/bcjovem/moedasmundo.htm).
    • 95. País pobre (IDH médio, posição global 158º), alta mortalidade infantil (93,93/mil) e baixa expectativa de vida (~47anos).
    • 96. Antiga colônia britânica, conseguiu a independência em 1960. Depois da independência, teve em sua formação inúmeras etnias . Durante a sua existência como país independente e soberano passou por inúmeros conflitos internos devido a essa diversidade étnica e religiosa.
    • 97. A economia é rica em petróleo mas muito marcada por instabilidade política, corrupção e má gestão macroeconômica. Atualmente atravessa por uma reforma substancial posta em prática pela nova liderança civil do país.
    • 98. O setor agrícola, em grande parte de subsistência, não acompanhou o rápido crescimento da população e faz do país grande importador de alimentos.
    fonte: CIA World Factbook
    32
    Cenário Econômico - África
  • 99. Nigéria - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Após um prolongado período de baixo crescimento, a taxa de crescimento econômico da
    Nigéria tem estado bem acima da média mundial: 1,5% em 2002, 10,3% em 2003, 10,6% em 2004, 5,4% em 2005, 6,2% em 2006, 5,9% em 2007 e 6,2% em 2008.
    • Inflação em torno de 11% ao ano (2009).
    • 100. A taxa de juros para empréstimo bancário é de 15.5% ao ano (2008), ainda alta se comparada à de países desenvolvidos, mas muito mais baixa do que a brasileira (47.25%).
    Fonte: http://www.indexmundi.com/nigeria/
    33
    Cenário Econômico - África
  • 101. Nigéria - Indicadores
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Petróleo cru e derivados (95%), cacau e borracha. EUA 42%, Brasil 9.5%, India 9%, Espanha 7.3%, França 5.1%.
    • 102. Maquinário, produtos químicos, veículos, bens de consumo, alimentos e animais vivos. China 16.1%, Holanda 11.3%, EUA 9.8%, Reino Unido 6.2%, Coréia do Sul 6.1%, França 5.1%, Alemanha 4.4%.
    Fonte: http://www.indexmundi.com/angola/
    34
    Cenário Econômico - África
  • 103. Nigéria - Conclusões
    ______________________________________________________________________________________________________________
    • Num país de superlativos de grandeza e miséria, sorte talvez nunca seja o bastante para o presidente em exercício da Nigéria, Goodluck Jonathan, lidar com desafios que jorram do solo como o petróleo abundante.
    • 104. Os maiores desafios são a instabilidade política, corrupção, infra-estrutura inadequada e má gestão macroeconômica. Por isso a grande dependência da Nigéria, do seu bem mais precioso, o petróleo.
    • 105. Nigéria tem 40% de sua população abaixo do nível da pobreza e com mais da metade sem acesso a água potável.
    • 106. Desde 2008, o governo começou a mostrar vontade política para implementar as reformas pedidas pelo FMI, como a modernização do sistema bancário, para conter a inflação através do bloqueio de reivindicações salariais excessivos, e resolver disputas regionais sobre a distribuição dos ganhos da indústria do petróleo.
    35
    Cenário Econômico - África