0
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO – CED CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DISCIPLINA: CIN5016  ...
BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL  PROF. BARREIROS FILHO A Biblioteca Municipal de Florianópolis foi fundada em 10 de setembro ...
SEU OBJETIVO É “ Promover o acesso ao material bibliográfico, incentivando o uso de sua coleção através de exposições, eve...
ACERVO Possui um acervo atual de 60.000 volumes de livros, coloca ainda a serviço da comunidade o empréstimo domiciliar, i...
OS SERVIÇOS PRESTADOS PELA BIBLIOTECA A COMUNIDADE SÃO:  Consulta ao acervo, com aproximadamente 60 mil volumes;  Emprésti...
OBJETIVOS ESPECÍFICOS  <ul><li>Definir planejamento estratégico; </li></ul><ul><li>Apresentar a biblioteca publica Barreir...
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO  Uma unidade de informação (Biblioteca) é uma organização prestadora de serviços. Pois agrupa pes...
O PLANEJAMENTO NA BIBLIOTECA  BARREIROS FILHO O planejamento na biblioteca Barreiros Filho é em geral bastante simples, de...
OS SERVIÇOS Oficinas culturais, por exemplo, são geralmente planejados semestralmente, ou, em alguns casos, semanalmente. ...
PLANEJAMENTO DE COLEÇÃO Não há um planejamento de coleção, pois a biblioteca não  recebe verbas periodicamente para compra...
ANÁLISE SITUACIONAL DA BIBLIOTECA   Para fazer a análise situacional da Biblioteca optou-se pelo SOWT. Que é uma ferrament...
PONTOS FORTES:  Espaço Físico amplo;  Teatro com 110 lugares, que funciona como cinema; Parceria com Academia Desterrense ...
PONTOS FRACOS  Espaçamento entre as estantes inadequado. Não comporta circulação de cadeirantes;  Acervo pequeno e desatua...
OPORTUNIDADES   Programas federais, estaduais e municipais de incentivo a leitura e bibliotecas públicas. Mudança de gesto...
PROPOSTA DE PLANEJAMENTO  A elaboração do planejamento estratégico organizacional é feito pela alta administração da organ...
NÍVEL ESTRATÉGICO  Ações: Fixar a missão e a visão da biblioteca Barreiros Filho.  Incluir a biblioteca no organograma da ...
NÍVEL TÁTICO   Ações: Definir contrapartidas das parcerias.  Mapear atividades e processos realizados na biblioteca. Redis...
 
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Biblioteca Barreiros Filho

3,351

Published on

Apresentação sobre a biblioteca publica Municipal de Florianopolis Barreiros Filho

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,351
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
37
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Biblioteca Barreiros Filho"

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO – CED CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DISCIPLINA: CIN5016 GESTÃO ESTRATÉGICA EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO PROFESSORA: MARÍLIA DAMIANI COSTA Jacy Rafael Renata Ticiana
  2. 2. BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL PROF. BARREIROS FILHO A Biblioteca Municipal de Florianópolis foi fundada em 10 de setembro de 1956, pela Lei Municipal nº 238, está localizada no bairro do Estreito. Em 1959, através da Lei Municipal nº 390, de 8 de junho de 1959, sancionada pelo Prefeito Dib Cherem, a Biblioteca Municipal passou a denominar-se “Biblioteca Pública Municipal Prof. Barreiros Filho”. Sua equipe é composta por 14 funcionários (1 bibliotecário responsável, 3 estagiários, 1 funcionário resp. limpeza e 10 funcionários públicos). O horário de funcionamento da biblioteca é: de 2ª a 6ª feira, das 07h30min às 19h00min.
  3. 3. SEU OBJETIVO É “ Promover o acesso ao material bibliográfico, incentivando o uso de sua coleção através de exposições, eventos culturais e oficinas, contribuindo assim para a formação cultural e educacional dos habitantes da região, oferecendo um serviço de qualidade”.
  4. 4. ACERVO Possui um acervo atual de 60.000 volumes de livros, coloca ainda a serviço da comunidade o empréstimo domiciliar, incluindo o empréstimo dos livros para o Vestibular da UFSC e UDESC, cinemateca, gibiteca, reprografia, acesso a internet, oficinas, e um auditório com 110 lugares.
  5. 5. OS SERVIÇOS PRESTADOS PELA BIBLIOTECA A COMUNIDADE SÃO: Consulta ao acervo, com aproximadamente 60 mil volumes; Empréstimo de livros; Listagem e empréstimo dos livros do vestibular 2009 – UFSC e UDESC; Cinemateca; Gibiteca; Reprografia; Acesso à internet; Oficinas; Auditório com 110 lugares, camarim e palco.
  6. 6. OBJETIVOS ESPECÍFICOS <ul><li>Definir planejamento estratégico; </li></ul><ul><li>Apresentar a biblioteca publica Barreiros Filho; </li></ul><ul><li>Fazer analise situacional da biblioteca; </li></ul><ul><li>Identificar o processo de gestão aplicado na unidade; </li></ul><ul><li>Apresentar o modelo de gestão utilizado ou apresentar soluções possíveis. </li></ul>
  7. 7. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Uma unidade de informação (Biblioteca) é uma organização prestadora de serviços. Pois agrupa pessoas em torno de objetivos específicos, a fim de satisfazer interesses , comuns ou não. As bibliotecas, como qualquer outra organização, estão inseridas num ambiente macro, ou externo, e, portanto, sujeita às incertezas deste ambiente. Por isso o planejamento de suas ações é de extrema importância para as bibliotecas.
  8. 8. O PLANEJAMENTO NA BIBLIOTECA BARREIROS FILHO O planejamento na biblioteca Barreiros Filho é em geral bastante simples, de acordo com as necessidades e com as possibilidades da instituição.    O planejamento é aplicado mais aos serviços oferecidos pela biblioteca, os quais são planejados individualmente, na medida em que há a necessidade de serem executados.
  9. 9. OS SERVIÇOS Oficinas culturais, por exemplo, são geralmente planejados semestralmente, ou, em alguns casos, semanalmente. Há oficinas de teatro, dança, bijuteria, violão, piano, inclusão digital, ginástica, crivo, entre outros. O serviço de Cinemateca é planejado mensalmente (são exibidos em média quatro filmes por mês).
  10. 10. PLANEJAMENTO DE COLEÇÃO Não há um planejamento de coleção, pois a biblioteca não recebe verbas periodicamente para compra de livros ou mesmo para criação de marketing (a divulgação da biblioteca ocorre por meio de boletim informativo e do Jornal da Secretaria do Continente).
  11. 11. ANÁLISE SITUACIONAL DA BIBLIOTECA Para fazer a análise situacional da Biblioteca optou-se pelo SOWT. Que é uma ferramenta de análise situacional que permite visualizar os pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades da organização. Ela é dividida em duas partes: o ambiente externo à organização (oportunidades e ameaças) e o ambiente interno (pontos fortes e pontos fracos).
  12. 12. PONTOS FORTES: Espaço Físico amplo; Teatro com 110 lugares, que funciona como cinema; Parceria com Academia Desterrense de Letras e Grupo de Poetas Livres; Equipe de colaboradores comprometida; Laboratório de inclusão digital; Associação dos Amigos da Biblioteca; Boletim da biblioteca. Estabelecimento de parcerias
  13. 13. PONTOS FRACOS Espaçamento entre as estantes inadequado. Não comporta circulação de cadeirantes; Acervo pequeno e desatualizo; Inexistência de catálogo on line; Ausência de climatização; Falta de vedação anti-ruídos; Alta incidência de luminosidade natural e artificial diretamente no acervo; Vulnerabilidade a sujidades; Baixa freqüência de publico nas oficinas; Fraca capacidade de divulgação das atividades; Ausência de planejamento estratégico formal; Equipe de Colaboradores pequena; Acumulo de funções para alguns colaboradores; Site desatualizado; Ausência de uma politica de desenvolvimento de coleções; Inexistência de verba fixa para a Biblioteca; Não constar no organograma da secretaria do continente.; Fraca definição da missão; Não definição da visão; Indefinição quanto as responsabilidades dos parceiros.
  14. 14. OPORTUNIDADES Programas federais, estaduais e municipais de incentivo a leitura e bibliotecas públicas. Mudança de gestores públicos. Crise financeira. Tendo em vista a análise situacional acima apresentada, a seguir será proposto um modelo de planejamento para a biblioteca Barreiro Filho. AMEAÇAS
  15. 15. PROPOSTA DE PLANEJAMENTO A elaboração do planejamento estratégico organizacional é feito pela alta administração da organização. Essa elaboração deve ser feita por pessoas com o conhecimento profundo da situação interna e externa da organização.
  16. 16. NÍVEL ESTRATÉGICO Ações: Fixar a missão e a visão da biblioteca Barreiros Filho. Incluir a biblioteca no organograma da Secretaria do continente. Definir a Visão da Biblioteca Barreiros Filho
  17. 17. NÍVEL TÁTICO Ações: Definir contrapartidas das parcerias. Mapear atividades e processos realizados na biblioteca. Redistribuir funções entre os colaboradores. Monitorar editais dos programas de incentivo a bibliotecas publicas e a leitura. Elaborar projetos para melhoria contínua das atividades da biblioteca. Definir plano de marketing para a biblioteca. Fazer estudo de usuários. Elaborar política de desenvolvimento de coleções.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×