Results ON Day - Como deixar sua empresa mais verde
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Results ON Day - Como deixar sua empresa mais verde

on

  • 2,270 views

O professor da Unesp Alcides Lopes Leão fala sobre os impactos da produção no meio ambiente.

O professor da Unesp Alcides Lopes Leão fala sobre os impactos da produção no meio ambiente.

Statistics

Views

Total Views
2,270
Views on SlideShare
2,245
Embed Views
25

Actions

Likes
1
Downloads
40
Comments
0

3 Embeds 25

http://www.resultson.com.br 20
http://resultson.com.br 4
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Results ON Day - Como deixar sua empresa mais verde Results ON Day - Como deixar sua empresa mais verde Presentation Transcript

  • 1 Faculdade de Ciências Agronômicas Campus de Botucatu Brasil Coordinator: Prof. Alcides Lopes Leao E-mail: [email_address] 55(14)3811-7257 - BRAZIL
  • Resíduos Industriais Oportunidade ou Problema
  • COMO O SER HUMANO INTERAGE COM O AMBIENTE ( OIKOS ) ? View slide
  • ECOMENES (oikos-menes) e ECOMEN IA Result ante em processos de baixo impacto ambiental U so dos recursos naturais baseados numa intuição ecológica de processos biológicos não lineares - SUSTENTATIBLIDADE Extrativism o – baixa pressão sobre os recursos naturais Economi a – alta pressão ; realizar lucros a qualquer custo View slide
  • Exploração
    • Paretto:
    • Ninguém se beneficia se alguém não se prejudica.
    • Exemplo: mineração, agricultura
  • DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ONU, 1987)
    • Integração dos critérios ambientais nas práticas econômicas de forma que as estratégias da organização:
        • “ Desenvolvimento que satisfaz as necessidades da presente geração sem comprometer a habilidade das futuras gerações de satisfazerem suas próprias necessidades”
        • S atisfaçam às necessidades de
        • crescimento contínuo e
        • C onservem o “capital” natural
  • O verdadeiro Desenvolvimento Sustentável pode não ser obtido, mas ao caminharmos em direção à Sustentabilidade, contribui-se para resolver os problemas e inigualdade econômica, degradação ambiental e injustiça social
  • Desenvolvimento Sustentável (Redundante: Desenvolvimento é Sustentável, Não Sustentável é Bolha de Crescimento E ficiência E conômica Justiça Social Sustentabilidade Ambiental Desenvolvimento Sustentável
  • Tomada de C onsciência S obre M eio A mbiente 1700 AC- Código de H a m u rabi rei da antiga Babilônia desrespeito a agricultura, criação de gado, danos a propriedade, roubos, assassinatos etc.
    • Tomada de C onsciência sobre O A mbiente
    • 1700 AC- Código de H a m u rabi rei da antiga Babilônia (Iraque)
    • 451 a 450 AC - Lei das XII Tábuas, redigidos pelos romanos
    • - Carta Magma, Carta da Floresta, Inglaterra Feudal
    • 1393 - Código Affonsino: Império Português: normas ambientais
    • 1514 - Ordenações Manoelinas vedavam a caça com instr umentos
    • 1760 – Alvará Real de Proteção aos manguezais, no Brasil
    • 1786 – Carta Régia criada pela coroa portuguesa,
    • a figura do Juiz Conservador Das Matas
    • 1879 - no final do século XIX, na Inglaterra surgiu:
    • primeira Lei Anti Poluição das Águas – Revolução industrial
    • 1937 – Brasil baixa a Lei de tutela Ambiente Cultural
  • REFLEXÃO AMBIENTAL Luiz Carlos Dalben
  • PARA QUEM NÃO ACREDITA
  • Surpresa
    • Ser vencido é aceitável
    • Ser surpreendido é imperdoável
    • Napoleão Bonaparte
  •  
  • REDUÇÃO DO PESO DAS EMBALAGENS   PET 2l: 60g (1983) – 42g (1996)   VIDRO (1l): 538g (1939) - 245g (1990)   LATA (300 ml): 45g (1960) – 17g (1990)   POTE IOGURTE: 12g (1965) – 5 g (1995)   LATA CONSERVA: 90g (1950) – 57g (1995)   SACOLAS PLÁSTICAS: 47 µm (1970) – 25 µm
  • Tecnologia –Questões Sociais
    • Questão: Abaixo é descrito uma lista de questões sociais genéricas. Indique a quantidade de tecnologia que voce acha que será necessário nos próximos 5 anos para resolver a questão
  • Fontes de Energia Futuras
    • Questão: Quão promissora é cada uma das tecnologias com relação a produção de energia nos próximos 10 anos?
    Promissora em termos de produção de Energia?
  • Como Acessar a Informação
    • Questão: Em sua opinião, qual será a forma de acesso mais comum das pessoas acessarem informação nos próximos 10 anos
  • Onde Obteve Informações?
  • Recuperação na Indústria Tecnológica
    • Questão: pensando sobre as dificuldades atuais enfrentadas pelas seguintes indústrias, qual voce pensa se recuperará primeiro?
  • O P apel da T ecnologia no D esenvolvimento S ustentável
    • Possibilitar mudanças no processo produtivo e de consumo que resultem em menor agressão e que favoreçam e amparem a busca do desenvolvimento sustentável
      • “ abate” - controla a emissão de efluentes com filtros retendo resíduos gerados
      • “ produção mais limpa” - desenvolvimento tecnológico no processo ou no desenho do produto que diminuam ou eliminem a geração de resíduos
  • P roblemas Ecológicos Cortam PIB C hinês (U S$ 1,3 tr i) em 10%
    • Crescimento de 40% desde 2001 de chineses nascidos com defeitos devido a problemas ambientais
    • C ontaminação atmosférica e o efeito estufa reduzem em 10% o produto interno bruto (PIB) chinês. A geração de CO 2 , poluição do ar, desertificação e envenenamento dos rios - fatores impactantes sobre o Ambiente, aumentando custos de produção
    • 460.000 mortes prematuras anualmente devido a exposição ao ar poluído e água contaminada e poluída
    • Única forma de combater produtos chineses é através de normas ambientais
    • (Times 12/11/2007)
  • Disponibilidade de Recursos
    • 40 Bilhões de USD por ano a partir de Fundos de Desenvolvimento Sustentável
    • Empresas sócio e ambientalmente comprometidas
    • Tecnologias limpas, investimento de 25 Bi de €/ano
    • Ex.: GE – incremento em 20% em produtos “ verdes”, mas representa apenas 7% o faturamento total do grupo (USD163 Bi)
  • Q ualidade de Vida
    • Ambiental – preservação e conservação de recursos naturais (Agenda 21)
    • Social – saneamento básico e escolas (redução de mortalidade infantil e analfabetismo) - empregos não qualificados
    • Econômico – empregos diretos, gerando alternativas econômicas às regiões economicamente deprimidas. Há 13 bolsões de pobreza crônicos no Brasil: Vale do Ribeira, Jequitinhonha, etc...
  • CAUSAS DE CANCER NÃO GENÉTICOS 5-10 ADITIVOS ALIMENTARES 5-10 MEDICINAL 5-25 OCUPACIONAL 20 FUMAR 30-50 PRODUTOS NATURAIS PROPORÇÃO % AGENTES CAUSAIS
  • EFICIÊNCIA NOS TRANSPORTES Emissões de Aviões crescendo 5 vezes para cerca de 582 milhões de t CO 2 até 2012 (International Herald Tribune, 13 e 14/10/2007
  • Sanitário na China
  • Carreta Sanitária
  • Carreta Sanitária
  • Dinâmica do Desenvolvimento Sustentável
    • Considerações Sóciopoliticas para obter desenvolvimento sustentável:
      • Econômico
        • Crescimento dos negócios e eficiência
      • Social
        • Justiça Social
        • Oportunidades Econômicas
      • Ambiental
        • Conservação dos Recursos Naturais
        • Saúde Pública
    Levine, 2003
  • O que é Desenvolvimento Sustentável
    • Planejadores consideram uma definição contextual e que pode resultar em uma grade maleável de ações:
      • Reprodução
        • Cultivar renovação da comunidade
      • Balanço
        • Encontrar compromissos mútuos
      • Realizar Links local para as preocupações globais
        • Comunidades não funcionam em um vácuo
      • Processos Dinâmicos
        • Comunidades necessitam constantemente avaliar e reavaliar seus objetivos
  • O que fazer para obter Desenvolvimento Sustentável
    • Planejadores, implementadores de políticas públicas, formadores de opinião e ONG deveriam:
      • Manejar e mitigar conflitos entre as posições econômicas, sociais e ambientais;
      • Promover soluções criativas para as comunidades próximas ao centro do triângulo de Campbell
  • Triangulo de Campbell
  •  
  • Hipóteses
    • “ Humanos atuais são mais adaptados geneticamente ao ambiente do que aqueles que existiram 200 a 20.000 anos atrás. Esta adaptação envolve não apenas aspectos físicos, mas também nossos modos de percepção e comportamento em relação ao ambiente social e também ao ambiente físico.”
    • Plano de Ação:
    • Trocar nossa dependência no automóvel para alternativas mais sociais
      • Design de comunidades onde amenidades estão a uma distância a pé;
      • Ciclovias
  • Hipóteses
    • “ A relação entre pessoas e ambiente vai em dois sentidos: humanidade ambos, ´molda e é moldada pelo ambiente.”
    • Plano de Ação:
    • Parar o design de comunidades onde mobilidade é aspecto chave
    • Encorajar interações dentro e entre comunidades
      • Focar o centro em atividades cívicas e de cidadania
  • Hipóteses
    • “ Humanos podem se adaptar a uma larga variação de condições ambientais, mas o resultado da adptação a condições inóspitas provoca stress temporário ou crônico.”
    • Plano de Ação:
    • Eliminar excesso de ruído
      • Design rotas de transporte de forma que elas não perturbem parques ou residências
    • Materiais e métodos de construção deveriam ser compatíveis cim clima, cultura e características locais
  • Recomendações Básicas
    • Identificar o real significado de desenvolvimento sustentável ambos politica e contextualmente
    • Discutir as várias interações (conflito e complementação) entre entidades econômicas, sociais e ambientais, na comunidade através do triangulo de Campbell’s
    • Utilizar as dinâmicas dessas interações para buscar soluções simples que os planejadores possam implementar para desenolvolver comunidades mais sustentáveis
  • Definições
    • Poluição: Alterações provocadas por agentes exógenos ao sistema. Um novo componente adicionado ao sistema
    • Contaminação: Alterações de níveis de substâncias presentes no sistema, que provocam danos potenciais ou reais
  • Qualidade do Ar
    • Poluente do Ar: qualquer material presente no ar e que pela sua concentração possa tornar este ar impróprio, nocivo ou ofensivo a saúde, a fauna e a flora.
    • Poluentes Primários
    • Poluentes Secundários
    • Substâncias Poluentes do Ar
  • Efeitos
    • Redução da Camada de Ozônio
    • A camada de ozônio protege a terra dos raios ultravioleta do sol, que são extremamente prejudiciais à vida .
    • Os CFC’s (clorofluorcarbonos) são compostos altamente nocivos a este escudo natural da terra.
  • -0.2 0 0.2 0.4 0.6 0.8 1880 1900 1920 1940 1960 1980 Ano Deviation from 1890 °C 280 310 340 370 CO 2 Concentration ppm
  • 0 50 100 150 200 250 300 350 400 Production Normalized to 100 at 280 ppm 280 ppm CO2 600 ppm CO2 Dry Wheat Wet Wheat Oranges Orange Trees Young Pine Trees 18% 41% 135% 265% 114%
  • O que é Produção mais Limpa?
    • Aplicação de uma metodologia que utiliza critérios:
    • técnicos
    • econômicos
    • ambientais
    • Busca a redução:
    • geração de resíduos
    • consumo de água
    • consumo de energia
    • Traz benefícios:
    • ambientais
    • econômicos
    • saúde e segurança
  • Áreas de aplicação
    • Processos Produtivos – estratégias para a conservação de matérias primas, água e energia; eliminação de materiais tóxicos ou perigosos; redução na quantidade e toxicidade de todas as emissões e resíduos na fonte.
    • Produtos – redução dos impactos ambientais, na saúde e na segurança dos produtos durante seu ciclo da vida, desde a extração de matérias-primas, uso, até a disposição final do mesmo.
    • Serviços – incoporação de aspectos ambientais nos estabelecimentos, no design e na entrega dos serviços .
  • Prioridades de implementação REUTILIZAR PREVENIR / EVITAR M I N I M I Z A R RECICLAR RECUPERAR ENERGIA TRATAR DISPOR
  • Produção mais limpa
    • Produção e Consumo
    • Sustentáveis
    estratégia comprovada
  • IDENTIFICAÇÃO DAS CAUSAS DE GERAÇÃO DE RESÍDUOS TECNOLOGIAS MATÉRIAS-PRIMAS FORNECEDORES/ PARCEIROS PRODUTO PESSOAL Processo Produtivo
  • Explosão de Idéias Avaliação técnica, econômica e AMBIENTAL Opção de PmaisL 1 Opção de PmaisL 2 Opção de PmaisL 3 OPÇÃO 5 OPÇÃO 4 OPÇÃO 8 OPÇÃO 7 OPÇÃO 5 Resíduo de…
  • Definições - Resíduo e Rejeito
    • Rejeito – algo inservível, cuja única aplicação é a disposição fina l
    • Resíduo – tudo que serve para um processo produtivo próprio ou de terceiros
    • Sub-Produto – algo que forneça uma remuneração ao negócio, porém, menor que a atividade principal
    • Co-Produto – algo de valor compatível com o produto da atividade fim do negócio
    • Produto – atividade fim de um negócio
  • Definição de Resíduos Matéria Prima Processo
    • RESÍDUOS
    • Sub-produtos
    • Materiais não-convertidos
    • Auxiliares
    Produto Componentes Reutilizáveis Componentes Não-reutilizáveis (Rejeitos) Reciclagem, uso dentro da rede de produção integrada Disposição/Tratamento
  • Lixo x RSU
    • Resíduos: algo que pode ser usado em processos industriais próprios ou de terceiros
    • Rejeitos: material inservível cuja única alternativa é a deposição final (aterros)
    • Lixo: mistura de resíduos e rejeitos
    • Subprodutos, co-produtos, produtos: podem advir da reciclagem ou reutilização de resíduos ou rejeitos promovidos a resíduos
  •  
  • Tipos de Resíduos
    • Óleos
    • Ácidos e Bases
    • Pesticidas
    • Químicos
    • Metais Tóxicos
    • Resíduos de Serviços de Saúde (infecciosos)
  •  
  • Resíduos Industriais Por que se preocupar? Os “R”
  • Situação dos Resíduos
  • Situação dos Resíduos
  • SUSTENTABILIDADE: O Amanhã, Fazemos HOJE “ Desenvolvimento Sustentável é aquele capaz de satisfazer as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das futuras gerações satisfazerem suas próprias necessidades” Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento Cúpula da Terra 1992 - Rio de Janeiro - Brasil
  • ACIONISTAS BANCOS E INSTITUÇÕES DE INVESTIMENTIO RESPONSABILIDADE CIVIL SEGUROS PERDAS FINANCEIRAS AUMENTO CUSTOS DE DISPOSIÇÃO RESÍDUOS FIRMAS DE DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS ESCASSEZ LOCAIS DE DISPOSIÇÃO GOVERNO PÚBLICO: NIMBY PRIORIDADES POLÍTICAS GOVERNO LEGISLAÇÃO CONSUMIDORES " VERDES " PRIORIDADES POLÍTICAS CONSIDERAÇÕES FINANCEIRAS CONSUMIIDORES " VERDES " RESPONSABILIDADE CIVIL BOICOTES PERDA DE MERCADO POLUIDOR - PAGADOR PRESSÃO AMBIENTAL SOBRE AS INDÚSTRIAS
  • EMISSÕES ZERO USO CRITERIOSO DE MATÉRIAS PRIMAS E ENERGIA POSTURA PROATIVA ANÁLISE DO CICLO DE VIDA VANTAGENS COMPETITIVAS FORMADORA DE CON S CIÊNCIA AMBIENTAL DIMINUIÇÃO DOS CUSTOS CONFORMIDADE COM A LEGISLAÇÃO RECICLAGEM POSSIBILIDADES DE FINANCIAMENTOS MELHOR QUALIDADE DE VIDA E TRABALHO
  • Investimento em P&D
    • Numa economia globalizada, a única fonte segura de competitividade duradoura é o conhecimento.
    • Ex: Brasil vs. Argentina ou Cuba
    • Nonaka & Takeuchi (The Knowledge Creating Companies)
  • - NBIC - TECNOLOGIASCONVERGENTES
    • “ tecnologias convergentes” das quais quatro principais “NBIC” (nano-bio-info-cogno) províncias da ciência e tecnologia, cada uma delas progredindo a taxas rapidíssimas :
    • N anociência e Nanotecnologia;
    • B iotecnologia e Biomedicina, incluindo Engenharia Genética;
    • Tecnologia da I nformação, incluindo computação e comunicação avançada; e
    • Ciência Co gnativa, incluindo neurociência cognativa.
  • Lições de Inovação
    • Competição – Quanto mais intensa maiores os estímulos para inovar;
    • Acaso – Como o forno de microondas e o teflon , inovações de sucesso podem surgir ao acaso;
    • Escala – O sucesso de uma novidade depende da capacidade de coloca-lo à prova (antibióticos);
    • Aperfeiçoamentos – Não adianta inovar sem esforço permanente de melhoria (avião a jato).
  • Investimento em P&D
    • Numa economia globalizada, a única fonte segura de competitividade duradoura é o conhecimento.
    • Ex: Brasil vs. Argentina ou Cuba
    • Nonaka & Takeuchi (The Knowledge Creating Companies)
  • Os Mandamentos de uma Empresa Inovadora (Toyota)
    • Qualidade
    • Obsessão por corte de custos
    • Investimento em formação
    • Emprego vitalício
    • Simplicidade
    • Procura pela visão de longo prazo
    • Decisão por consenso
    • Proximidade com o consumidor
  • A vida é muito simples: Você desenvolve algo. A maioria falha. Alguns funcionam. Você então faz mais daqueles que funcionam. Se realmente funcionam bem outros rapidamente vão copiar. Então você faz alguma coisa a mais. O truque é sempre estar fazendo algo novo!!! Leonardo da Vinci, 1500