Roteiro de Aula        CLASSIFICAÇÃO E INDICAÇÃO DOS MATERIAIS DE                        MOLDAGEM1º Semestre:Propriedades ...
   Facilmente desinfetado sem perda de acuracidade.      Compatibilidade com os materiais de confecção de modelos e troq...
e adição.ANELÁSTICOS:   Termoplásticos: godivas e ceras   Gesso (fora de uso)   Pasta de óxido de zinco e eugenol (zoe)...
 Agitar a lata - Descompactar o pó    Colocar primeiramente a água    Encher a colher medida, remover excesso com a esp...
 Densa (moldeira);    Média ou regular (moldeira e seringa);    Leve (moldeira e seringa).                        Visco...
Poliéter                   Borracha   +                        deSulfonato                  PoliéteralquílicoManipulação: ...
–   Espatulação vigorosa e rápida          –   Verter gesso imediatamente          –   Tempo de trabalho: 2,5 a 3,0minSili...
Vantagens:  • Alta resistência a deformação  • Excelente reprodução de detalhes  • Moderada resistência a rasgamento  • Te...
Pasta de óxido de zinco e eugenol    Anelástico    Estabilidade dimensional (24hs)    Eugenol produz sensação de queima...
Reprodução                   excelente       excelenteOdor e gosto                desagradável      aceitávelLimpeza      ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Aula dia 14 de agosto Materiais Dentarios

34,083

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
34,083
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
499
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Aula dia 14 de agosto Materiais Dentarios"

  1. 1. Roteiro de Aula CLASSIFICAÇÃO E INDICAÇÃO DOS MATERIAIS DE MOLDAGEM1º Semestre:Propriedades dos materiais dentários e materiais restauradoresdiretos:  Introdução ao estudo dos materiais odontológicos;  Propriedades dos materiais odontológicos;  Cimentos odontológicos;  Agentes de proteção do complexo dentino-pulpar;  Amálgama odontológico;  Sistema adesivo;  Resina composta.2º Semestre:Materiais auxiliares e materiais restauradores indiretos:  Hidrocolóide irreversível;  Godiva e pasta zinco-eugenólica;  Elastômero não-aquoso;  Gesso odontológico;  Resina Acrílica;  Ceras para fundições;  Revestimento para fundição;  Ligas;  Fundição. CLASSIFICAÇÃO E INDICAÇÃO DOS MATERIAIS DE MOLDAGEMMateriais de moldagem • Material de moldagem ideal:  “É o material que “captura” com precisão os detalhes das estruturas bucais, “solta-se” da boca sem distorção, permanecendo dimensionalmente estável sobre a bancada ou quando o gesso é vazado sobre ele”. • Requisitos de um material de moldagem  Ser fluído o bastante para se adaptar aos tecidos orais e viscoso o bastante para manter-se na moldeira.  A impressão não deve distorcer ou lacerar quando removida da boca.  Deve manter-se estável até a obtenção do modelo.
  2. 2.  Facilmente desinfetado sem perda de acuracidade.  Compatibilidade com os materiais de confecção de modelos e troqueis.  Não conter constituintes tóxicos ou irritantes.  Apresentar tempo de armazenagem adequado.  Consistência e textura satisfatórias.  Fácil manuseio.  Fidelidade de cópia.MOLDAGEM – É o ato de obtermos a cópia em negativo do(s) dente(s) emquestão, ou seja, é o ato para obtermos o molde.MOLDE – Corresponde ao resultado da operação de MOLDAGEM e érepresentado pela cópia, em “negativo”, dos arcos dentais e tecidoscircunjacentes. (TODESCAN)MODELO – É a reprodução do elemento (ou elementos) desejado, em positivo,isto é, a reprodução (cópia) “idêntica” dos elementos desejados.Histórico:  Materiais anelásticos (moldagens de tecidos macios e duros).  Hidrocolóides (moldagens de tecidos duros).  Após 2ª guerra apareceram os materiais à base de borracha sintética – Elastômeros (moldagens de tecidos macios e duros).Mecanismo de presa:  Irreversível – implica a ocorrência de reações químicas que impedem que o material se reverta ao seu estado antes da presa.  Reversível – “amolecem” sob calor e solidificam quando resfriados, sem reação química (reação térmica).Materiais aquosos (colóides) • Hidrocolóides à base de ágar ou Reversíveis • Hidrocolóides à base de alginato ou IrreversíveisElastômeros de impressão não aquosos • Polissulfetos • Poliéteres • Siliconas - polimerizáveis por adição polimerizáveis por condensação Classificação dos materiais de moldagemELÁSTICOS:  Hidrocolóides reversível e irreversível.  Elastômeros: 1) polissulfetos. 2) poliéter 3) siliconas: condensação
  3. 3. e adição.ANELÁSTICOS:  Termoplásticos: godivas e ceras  Gesso (fora de uso)  Pasta de óxido de zinco e eugenol (zoe) MATERIAIS DE MOLDAGEM HIDROCOLÓIDE: REVERSÍVEL E IRREVERSÍVEL Hidrocolóide Reversível (Agar)Reação de geleificação: • Hidrocolóide Reversível (Agar) • Material de moldagem – quando aquecido amolece, tornando-se um líquido viscoso (sol) e quando esfria, endurece, formando um sólido elástico. • O processo de geleificação (solidificação) é induzida por alterações de temperatura : temperatura de geleificação: 37C temperatura de solidificação: > que 37C Hidrocolóide irreversívelHISTÓRICO:  Final do século XIX na Escócia descobre-se um exudato mucoso produzido por certas algas marinhas marrons denominado de algina.  Durante 2a Guerra Mundial escassez de ágar (produtor Japão).  Necessidade de um substituto.  Surgimento dos Alginatos para moldagem. • Hidrocolóide irreversível (alginato)  É um pó que misturado com água passa do estado sol para gel devido à reação química.Indicações: – Moldagens totais • Modelos de estudo • Modelos para ortodontia – Moldagem preliminar ou anatômica para PT – Moldagem para PPR – Moldagem de Hemiarcada – Duplicação de modelos – Moldagens de arcada antagônica (prótese)Manipulação:
  4. 4.  Agitar a lata - Descompactar o pó  Colocar primeiramente a água  Encher a colher medida, remover excesso com a espátula (1 colher de pó para 1 medida de água)  Espatular vigorosamente, alternando os movimentos para libertar possíveis bolhas de ar  Tempo de manipulação: 45 seg a 1 min  Geleificação: 3 a 4min após espatulação  Verter gesso imediatamente  Tempo de separação molde/modelo: 60minPossíveis alterações dimensionais dos hidrocóloides • Evaporação: perda de água (vapor) • Sinérese: perda de água (líquida) e exudatos salinos • Embebição: absorção de água do meio para o interiorVantagens:  Fácil manipulação  Baixo custo  Ser hidrofílico  Fácil limpeza  Não mancha  Fácil controle do tempo de trabalhoDesvantagens:  Estabilidade dimensional  Verter gesso imediatamente Materiais de Moldagem ElastoméricosElastômeros:São borrachas sintéticas semelhantes às borrachas naturais, formados a partirde uma rede tridimensional de grandes moléculas (polímeros), interligados porligações cruzadas. • Elastômeros não aquosos (espec. no 19 ADA) – Polissulfetos – Poliéter – Silicone de polimerização por condensação – Silicone de polimerização por adição • Indicação: – Moldagens de unitárias (prótese e dentística) – Moldagens de quadrantes – Moldagens totais • Próteses parciais fixas • Próteses parciais removíveis • Próteses totais (moldagem funcional) • Classificação física: (propriedades elásticas):  Pesada (moldeira);
  5. 5.  Densa (moldeira);  Média ou regular (moldeira e seringa);  Leve (moldeira e seringa). Viscosidade do material POLISSULFETO (mercaptana) Polímero de Polissulfeto + Dióxido de chumbo Borracha de polissulfeto + Óxido de chumbo + Água • Manipulação: – Moldeira individual com adesivo – Placa de vidro ou bloco fornecido pelo fabricante – Comprimento de pastas iguais – Espátula larga e rígida – Espatulação (45 a 60seg.) – homogeneização – Reação de polimerização exotérmica (não sensível) – Verter gesso imediatamentePOLISSULFETO (mercaptana)Vantagens: • Boa reprodução de detalhes (precisão) • Resistência a rasgamento • Custo • Tempo de τ longo • Vida útil longaDesvantagens: • Moldeira individual • Sabor e odor • Verter Imediatam/e • Estabilidade dimensional • Deformação • Mancha a roupaMARCAS COMERCIAIS • PERMELASTIC • COE-FLEX • UNILASTIC • Etc. POLIÉTER • “Primeiro material desenvolvido com a função específica de material de moldagem odontológico”.  Reação de VulcanizaçãoPolímero de
  6. 6. Poliéter Borracha + deSulfonato PoliéteralquílicoManipulação: Moldeira individual (casquete) com adesivo – – Placa de vidro ou bloco fornecido pelo fabricante – Comprimento de pastas iguais – Espátula larga e rígida – Espatulação vigorosa e rápidaTempo de trabalho: 2,0min (Curto)Tempo de presa: 2,5minVantagens: • Boa reprodução de detalhes • Estabilidade dimensional • Vazamento em até 7 diasDesvantagens: • Alto custo • Baixo tempo de τ. • Remoção difícil (rigidez) • Moldeira individual • Sabor desagradável • Resistência ao rasgamento moderadaMarcas comerciais • IMPREGUM • PERMADYNE • POLYJEL Silicone de Condensação • Tipos – Pesado (consist. pesada): massa/pasta ou líquido – Regular (consist. regular): pasta/pasta ou líquido • Indicações – Moldagens unitárias – Moldagens de quadrantes – Moldagens totais • Dentados • Desdentados • Parcialmente desdentados  Manipulação: – Moldeira tipo Vernes (Pesado e Leve) – Placa de vidro ou bloco fornecido pelo fabricante – Comprimento de pastas iguais – Espátula larga e rígida
  7. 7. – Espatulação vigorosa e rápida – Verter gesso imediatamente – Tempo de trabalho: 2,5 a 3,0minSilicone de CondensaçãoVantagens: • Alta resistência a deformação • Boa reprodução de detalhes • Adequada resistência a rasgamento • Tempos de trabalho e de presa adequadosDesvantagens: • Estabilidade dimensional • Vazamento imediato • Custo relativamente altoMARCAS COMERCIAIS • OPTOSIL / XANTOPREN • COLTEX • CITRICON • 3M • SILON • SPEEDEX Silicone de Adição • Tipos: – Pesado (consist. pesada): massa/pasta ou pasta – Regular (consist. regular): pasta/pasta – Leve (consist. leve): pasta/pasta • Indicações: – Moldagens unitárias – Moldagens de quadrantes – Moldagens totais • Dentados • Desdentados • Parcialmente desdentados • Manipulação – Moldeira tipo Vernes (Pesado e Leve) – Placa de vidro ou bloco fornecido pelo fabricante – Comprimento de pastas iguais ou sistema “auto-mix” – Espátula larga e rígida – Espatulação vigorosa e rápida (30 a 40 seg.) – Verter gesso até 7 dias – Para o material pesado: Luvas de vinil
  8. 8. Vantagens: • Alta resistência a deformação • Excelente reprodução de detalhes • Moderada resistência a rasgamento • Tempos de trabalho e de presa adequados • Pode ser vertido gesso tardiamente • Estável na maioria das soluções desinfetantesDesvantagens: • Maior dificuldade de remoção do molde da boca (menor flexibilidade) • Alto custo • Enxofre da luva inibe a polimerização • Sulfato de alumínio e enxofre férrico podem inibir a polimerização (soluções hemostáticas) • Verter gesso, no mínimo, depois de 1 hora de obtido o moldeMARCAS COMERCIAIS • Express (3M) • Imprint II (3M) • Aquasil (dentisply) Pasta de óxido de zinco e eugenolINDICAÇÕES: • Cirurgias. • Obturador temporário de cavidades. • Obturador de canais. • Moldagem corretiva em desdentados. • Registro de mordida. • Material reembasador.MANIPULAÇÃO:a) Material:Bloco de papel impermeávelPlaca de vidroEspátula nº 36b) Proporção:Comprimentos iguais das duas pastasTempo de presa:  Varia com as proporções da mistura;  Tempo de espatulação;  Temperatura;  Umidade do ambiente;  Aceleradores e retardadores empregados na composição da pasta.
  9. 9. Pasta de óxido de zinco e eugenol  Anelástico  Estabilidade dimensional (24hs)  Eugenol produz sensação de queimação  Indicado para moldagem de rebordos alveolares, reembasamentos, auxiliar de registro de mordida oclusal GODIVA • Tipo I – godiva para moldagem baixa fusão (bastão/lâminas) • Tipo II – godiva para moldeira alta fusão (moldeira/placa base)GODIVA Principais indicações:  Bocas desdentadas  Moldagem com anel de cobre  Selamento periférico Características importantes:  Amolecimento pelo calor (água quente ou chama)  Condutividade térmica baixa: demora para esfriar  Verter gesso até 1 hora após a moldagem MATERIAIS DE MOLDAGEM: Propriedades físico-químicas dos elastômerosDeformação Permanente: Silicona por adição Silicona por condensação Poliéter PolissulfetoRigidez: Silicona por Adição Silicona por Condensação Polissulfeto PoliéterContração: Silicona por Adição Poliéter Polissulfeto Silicona por CondensaçãoCaracterísticas técnicas: Polissulfetos PoliéteresManipulação razoável fácilEscoamento variável bomRecuperação razoável muito boa
  10. 10. Reprodução excelente excelenteOdor e gosto desagradável aceitávelLimpeza difícil fácilValidade prolongada prolongadaCaracterísticas técnicas: Sil. por cond Sil. por adiçãoManipulação razoável fácilEscoamento bom bomRecuperação muito boa excelenteReprodução excelente excelenteOdor e gosto aceitável aceitávelLimpeza fácil fácilValidade moderada moderada

×