Trabalho história da segurança do trabalho 02
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Trabalho história da segurança do trabalho 02

on

  • 18,096 views

 

Statistics

Views

Total Views
18,096
Views on SlideShare
18,095
Embed Views
1

Actions

Likes
6
Downloads
333
Comments
1

1 Embed 1

http://br-mg6.mail.yahoo.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Conheça os produtos da Zanel - Equipamentos de proteção individual.

    Acesse:
    http://www.zanel.com.br
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Trabalho história da segurança do trabalho 02 Trabalho história da segurança do trabalho 02 Presentation Transcript

  • Linha Temporal Nos Mostra a observação pela trajetória da história. George Bauer publicou um 1833, a primeira 1943: Publicação do livro, sobre os acidente do legislação eficiente para a Decreto Lei nº proteção do trabalhador, 5452, que aprovou a trabalho e as doenças mais o “Factory Act”. Consolidação das comuns entre os mineiros - Leis do Trabalho silicose 1919 :No Brasil, a primeira lei Século XVIII – Revuloção Industrial – contra acidentes surgiu quando 1978, é criada a Inglaterra -O número de acidentes de Rui Barbosa, em sua campanha eleitoral, preconiza Portaria no 3.214, trabalho crescia assustadoramente, leis em função do bem estar que aprova as onde a morte de crianças era social e segurança do Normas freqüente, causados por máquinas trabalhador. 1656 1700 1800 1900 2000 Em 1802, foi aprovada a “lei de saúde e moral dos aprendizes”, - 12 horas de trabalho diários 1967 e 1968, o norte americano Frank BirdOnze anos depois, surge 1831, instalou-se uma analisou 297 companhiasa primeira monografia comissão para nos Estados Unidos dasobre as relações entre analisar a situação América - A partir dessestrabalho e doença, de dos trabalhadores dados foi criada aauditoria de Aureolus pirâmide de Frank BirDTheophrastus Itália: Bernardino Ramazzini, escreve um livro - cinqüenta profissões distintas e as doenças a elas Relacionadas “Qual é a sua ocupação?”.
  • A História da Segurança do Trabalho- A Origem de TudoO trabalho existe desde o aparecimento do primeiro homem, porém, o conceito desegurança surgiu muito tempo depois. Em 1956, George Bauer publicou um livro, ondemostrou que o trabalho pode ser um causador de doenças, e cita a extração deminerais argentíferos e auríferos, e a fundição da prata e do ouro.Ainda nesta obra, Bauer fala sobre os acidentes do trabalho e as doenças maiscomuns entre os mineiros, que, pela descrição dos sintomas e da rápida evolução dadoença, tratava-se de casos de silicose. Chamada, na época, por “asma dosmineiros”. Onze anos depois, surge a primeira monografia sobre as relações entretrabalho e doença, de auditoria de Aureolus Theophrastus, que faz váriasobservações. Tinha o intuito de mostrar o relacionamento entre as substânciasmanuseadas no trabalho, com doenças, destacando os principais sintomas da doençaprofissional, na intoxicação pelo mercúrio. Esses trabalhos, não surtiram efeito algumcom relação à preocupação quanto à saúde do trabalhador.
  • A História da Segurança do Trabalho- A Origem de TudoEm 1700, foi publicado, na Itália, um livro, cujo autor eraum médico chamado Bernardino Ramazzini, que teverepercussão em todo o mundo, devido à sua importância.Nesta obra, Ramazzini descreve cinquenta profissõesdistintas e as doenças a elas relacionadas. É introduzidoum novo conceito por Ramazzini: “Qual é a suaocupação?”. Hoje, poderíamos interpretar esta perguntada seguinte forma: “Digas qual o seu trabalho, que direios riscos que estás sujeito”. Por essa importante obra,Bernardino Ramazzini ficou conhecido como o “Pai damedicina do Trabalho”. Na época da publicação destelivro, as atividades profissionais ainda eram artesanais,sendo realizadas por pequenos números de rabalhadorese, consequentemente, os casos de doenças profissionaiseram poucos, ou seja, pouco interesse surgiu comrelação aos problemas citados na obra de Ramazzini.
  • A História da Segurança do Trabalho-A Origem de TudoNo século XVIII, surge então, quase um século mais tarde, na Inglaterra, a RevoluçãoIndustrial, um mo0vimento que iria mudar toda a concepção em relação aos trabalhosrealizados, e aos acidentes e doenças profissionais que deles advinham. As primeirasfábricas foram instaladas próximas aos cursos d’água, pois as máquinas eramacionadas através da energia hidráulica; devido a esta localização, tinha-se umaescassez de trabalhadores. Com o aparecimento da máquina a vapor, as fábricaspuderam ser instaladas nas grandes cidades onde a mão-de-obra era conseguida commaior facilidade.As operações de industrialização tornam-se simplificadas com a maquinariaintroduzida na produção. As tarefas a serem executadas pelo trabalhador eramrepetitivas, o que levaram a um crescente número de acidentes. Aliado ao fato acimacitado, não havia critério para o recrutamento de mão-de-obra, onde homens,mulheres e até mesmo crianças eram selecionadas sem qualquer exame inicial quantoà saúde e ao desenvolvimento físico ou qualquer outro fator humano. A procura pormão-de-obra era tão inescrupulosa que essas crianças eram compradas de paismiseráveis, chegando a ser aceito até uma criança débil mental para cada grupo dedoze crianças sadias. O número de acidentes de trabalho crescia assustadoramente,onde a morte de crianças era frequente, causados por máquinas projetadasinadequadamente, que não ofereciam qualquer segurança.
  • A História da Segurança do Trabalho-A Origem de TudoEm 1802, foi aprovada a “lei de saúde e moral dos aprendizes”, que foi a primeira leide proteção aos trabalhadores, Que estabeleceu o limite de 12 horas de trabalhodiários, proibia o trabalho noturno, obrigava os empregados a lavar as paredes dasfábricas duas vezes por ano, e tornava obrigatória a ventilação das fábricas. Essasmedidas foram ineficazes no que diz respeito à redução no número de acidentes detrabalho. A cidade de Manchester, na Inglaterra, parecia Ter saído de uma guerra,devido ao grande número de aleijados, que estavam desempregados edesesperados perambulando pelas ruas.
  • A História da Segurança do Trabalho-A Origem de TudoEm 1831, instalou-se uma comissão para analisar a situação dos trabalhadores, ondeconcluiu-se um relatório descrevendo que homens e mulheres, meninos e meninas,encontravam-se doentes, deformados, abandonados, uma mostra da crueldade dohomem para com o homem. O impacto desse relatório sobre a opinião pública foi tãogrande que surgiu, em 1833, a primeira legislação eficiente para a proteção dotrabalhador, o “Factory Act”. O Factory Act era aplicada em todas as fábricas têxteis,onde se usasse força hidráulica ou a vapor, para o funcionamento das máquinas.Proibia o trabalho noturno aos menores de dezoito anos, restringiu o horário detrabalho para 12 horas diárias e 96 horas por semana; obrigatoriedade de escolas nasfábricas para os menores de 13 anos, a idade mínima de trabalho passou há seremnove anos e tornou-se obrigatória a presença de um médico nas fábricas. Surgeentão, o médico de fábrica com objetivo de submeter os menores trabalhadores aexame médico pré-admissional e periódico, e preveni-los tanto às doençasocupacionais quanto às não ocupacionais.
  • A História da Segurança do Trabalho-A Origem de TudoNo Brasil, embora existam alguns fatores anteriores, como a publicação do Código Sanitário doEstado de São Paulo, de 1918, na prática, considera-se a primeira legislação a âmbito nacional sobreacidentes do trabalho, de 1919, com o inicio de alguma preocupação dos poderes públicos, comrelação aos problemas de segurança e saúde do trabalhador.No começo deste século, naqueles estados onde se iniciativa a industrialização – São Paulo eRio de Janeiro – a situação dos ambientes de trabalho era péssima, ocorrendo acidentes e doençasprofissionais de toda ordem, W. Dean, em seu livro “A industrialização de São Paulo 1880 – 1945”afirmava que “as condições de trabalho eram duríssimas; muitas estruturas que abrigavam asmáquinas não haviam sido originalmente destinadas a essa finalidade – além da mal iluminadas emal ventiladas, não dispunham de instalações sanitárias. As maquinas se amontoavam, ao lado umasdas outras, e suas correias e engrenagens giravam sem proteção alguma. Os acidentes eramfreqüentes, porque os trabalhadores, cansados, que trabalhavam aos domingos, eram multados porindolência ou pelos erros cometidos, se fossem adultos; ou separados, se fossem crianças”.
  • .
  • • Em 22 de Dezembro de 1977 é aprovada a Lei 6.514 que modifica o Capítulo V da CLT.• Em 08 de Junho de 1978 a Lei 6.514 é regulamentada pela Portaria 3.214.• Em 27 de Novembro de 1985 a Lei 7.140 – dispõe sobre a Especialização de Engenheiros e Arquitetos em Engenheiro de Segurança..• Em 17 de Março de 1985 a Portaria 05 constitui a Comissão Nacional de Representantes de Trabalhadores para Assuntos de Segurança do Trabalho.• Em 1973 a Lei 5.889 e Portaria 3.067 de 12 de Abril de 1988 aprovam as Normas Regulamentadoras Rurais relativas à Segurança do Trabalho.• Em 05 de Outubro de 1988 a Constituição do Brasil nas Disposições Transitórias Art. 10 item II, garante aos membros da CIPA a garantia do emprego.
  • A História da Segurança do TrabalhoNos anos de 1967 e 1968, o norte americano Frank Bird analisou 297 companhiasnos Estados Unidos da América, sendo envolvidas nessa análise 170.000 pessoas de21 grupos diferentes de trabalho. Neste período, houveram 1.753.498 acidentescomunicados. A partir desses dados foi criada a pirâmide de Frank Bird, onde chegou-sea conclusão que, para que aconteça um acidente que incapacite o trabalhador,anteriormente acontecerão 600 incidentes sem danos pessoais e/ou materiais.
  • A História da Segurança do Trabalho• Em 08 de junho de 1978, é criada a Portaria no 3.214, que aprova as Normas Regulamentadoras - NR, relativas a Segurança e Medicina do Trabalho, que obriga as empresas o seu cumprimento. Essas normas abordam vários problemas relacionados ao ambiente de trabalho e a saúde do trabalhador. As normas vêm sofrendo atualizações ao longo dos anos e, já descrevem procedimentos a serem tomados quanto a doenças dos tempos modernos que foram observadas nos últimos anos, como a LER - Lesões por Esforços Repetitivos, que é uma sigla que foi criada para identificar um conjunto de doenças que atingem os músculos, tendões e membros superiores (dedos, mãos, punhos, antebraços, braços e pescoço) e que tem relação direta com a exigência das tarefas, ambientes físicos e com a organização do trabalho.
  • Abaixo as 28 Normas Regulamentadoras (Portaria 3214 de 8/jun/1978) NR 01- DISPOSIÇÕES GERAIS NR 02 -INSPEÇÃO PRÉVIA NR 03 -EMBARGO OU INTERDIÇÃO NR 04 -SESMT NR 05 -CIPA NR 06 -EPI NR 07 -EXAME MÉDICO NR 08 -EDIFICAÇÕES NR 09 -RISCOS AMBIENTAIS NR 10 -INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE NR 11-TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS. NR 12 -MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS. NR 13 -CALDEIRAS E RECIPIENTES SOB PRESSÃO. NR 14 -FORNOS NR 15 -ATIVIDADES E OPERAÇÕES INSALUBRES NR 16 -ATIVIDADES E OPERAÇÕES PERIGOSAS NR 17 -ERGONOMIA NR 18 -OBRAS DE CONSTRUÇÃO, DEMOLIÇÃO E REPAROS. NR 19 -EXPLOSIVOS NR 20 -LÍQUIDOS COMBUSTÍVEIS E INFLAMÁVEIS. NR 21 -TRABALHOS A CÉU ABERTO NR 22 -TRABALHOS SUBTERRÂNEOS. NR 23 -PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO NR 24 -CONDIÇÕES SANITÁRIAS. NR 25 -RESÍDUOS INDUSTRIAIS NR 26 -SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA NR 27 -REGISTRO DE TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO NR 28 -FISCALIZAÇÃO E PENALIDADES
  • Grupo ANomes:Rafael,Alexandre,Rodrigo,Fernanda,Guilherme,Matheus e Robson Obrigado!