Grupo vii interdisciplinaridade

1,021 views
845 views

Published on

LajEduca 2013

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,021
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Grupo vii interdisciplinaridade

  1. 1. LajEducaI Encontro Municipal de Educação em Lajedão (BA) De 05 a 08 de fevereiro de 2013Oficina: Práticas Interdisciplinares na EscolaInstrutora: Valquíria Pinheiro
  2. 2. AgendaOBJETIVO:• Compreender a prática interdisciplinar na ação pedagógica como um desafio, um processo tecido pelo engajamento e pela interação de educadores num trabalho coletivo e bem articulado .PROGRAMAÇÃO:• Identificando a realidade;• Revisitando conceitos;• Repensando a prática;• Algumas possibilidades;• Questões a considerar
  3. 3. IDENTIFICANDO A REALIDADE• Trabalhando com o texto: A fábula de Ferramentas (Mariana Barcelos)
  4. 4. IDENTIFICANDO A REALIDADE1. Que relação você estabelece entre esse texto e o processo de educação escolar?2. Como uma prática interdisciplinar pode contribuir para melhorar a aprendizagem do aluno?3. Quais são as dificuldades encontradas para a realização um trabalho interdisciplinar na escola?
  5. 5. REVISITANDO CONCEITOS Visão de mundo fragmentadaRetorno à concepção holística Visão holística grega (interdisciplinaridade) Perda da concepção de Inexistência de disciplina totalidade
  6. 6. REVISITANDO CONCEITOSDécada de 60 Mundo industrial = lucro, produtividade, fracionamento do tempo, coisas e pessoas. Escola = empresa ( inspiração tecnicista) Conteúdo fragmentado em disciplinas, com informações objetivas e compartimentadas As disciplinas não se integram, dificultando a perspectiva global que favorece a aprendizagem; Conhecimento = pronto, acabado, encerrado em si mesmo e sem conexão com o mundo.
  7. 7. REVISITANDO CONCEITOSApós década de 70 Surgiram críticas a pedagogia e a política educacional vigente; O Conhecimento não se limita a uma ou outra área = global, interligada e contextualizada; “O importante não é a transmissão de conteúdo específico, mas despertar uma nova forma da relação com a experiência de vida.” (Libaneo, 1986:13) Surge o conceito de interdisciplinaridade Compreensão da realidade em sua totalidade, sujeitos, objetos, disciplinas, conteúdos e conhecimentos interligados uns com os outros.
  8. 8. Segundo Luck (1981, p.64) Interdisciplinaridade é o processo que envolve a integração e engajamento de educadores, num trabalho conjunto, de integração das disciplinas do currículo escolar entre si e com a realidade, de modo a superar a fragmentação do ensino, objetivando a formação integral dos alunos, a fim de que possam exercer criticamente a cidadania, mediante uma visão global de mundo e serem capazes de enfrentar os problemas complexos, amplos e globais da realidade atual.
  9. 9. REPENSANDO A PRÁTICATENTATIVAS DE COMPREENSÃO E APLICAÇÃO DA INTERDISCIPLINARIDADE• Dicotomia teoria/prática• Trabalhos isolados de caráter indisciplinar1. MULTIDISCIPLINARIDADE= justaposição de diversas disciplinas sem integração entre elas. Funcionam atendendo seus objetivos específicos sem a prática de um trabalho cooperativo. Matemática Ciências Português História
  10. 10. REPENSANDO A PRÁTICA2. PLURIDISCIPLINARIDADE = Cooperação entre as diferentes disciplinas, porém com objetivos distintos. Não existe uma coordenação sistêmica, as cooperações ocorrem de forma intuitiva. Matemática Ciências Português História
  11. 11. REPENSANDO A PRÁTICA3. INTERDISCIPLINARIDADE = trabalho de integração das diferentes áreas do conhecimento, um trabalho de cooperação, troca, aberto ao diálogo e ao planejamento.
  12. 12. REPENSANDO A PRÁTICA• Em se tratando da distinção dos três casos, podemos exemplificá-la: “... a interdisciplinaridade se caracteriza pela intensidade das trocas entre os especialistas e pelo grau de integração real das disciplinas, no interior de um projeto específico de pesquisa. A distinção entre as duas primeiras formas de colaboração e a terceira está em que o caráter do multi e do pluridisciplinar apenas justaponham os resultados de seus trabalhos, não havendo integração conceitual, metodológica e ideológica. Por outro lado, as exigências do conhecimento interdisciplinar vai além do simples monólogo de especialistas em suas disciplinas para uma visão holística de mundo.” (JAPIASSU, 1976, p.74)
  13. 13. ALGUMAS POSSIBILIDADES PROJETO: LIXOOBJETIVO: Integrar os diferentes conhecimentos de tal sorte a levar o aluno a adotar posturascríticas, reflexivas sobre os problemas do lixo no meio ambiente e principalmente que eledesenvolva atitudes em relação à problemática em questão.CIENCIAS: reciclagem de papel MATEMÁTICA: operações matemáticas Conceitos de reciclagem  Buscou na ciência os conceitos de reciclagem, trabalhando Problemas causados pelo lixo, com as seguintes premissas:bem como as possibilidades de  Para consumo do papel utilizado por uma pessoa em umminimizá-los ano são necessárias duas árvores. Experiência de reciclagem 1. Quantos anos você tem?manual de papel 2. Quantas árvores foram utilizadas até hoje, para produzir o papel que você utilizou em toda sua vida? 3. Quantas árvores foram utilizadas até hoje, para consumo de papel de todos na sua sala? 4. Você já percebeu quantas árvores são derrubadas para abastecer o consumo de papel de cada pessoa? 5. O que você pode fazer para diminuir esse número? 6. Pense a respeito e tome uma atitude
  14. 14. ALGUMAS POSSIBILIDADES PROJETO: COPA DO MUNDOOBJETIVO: Desenvolver um trabalho interdisciplinar através de pesquisas sobre adiferença entre os países envolvidos na Copa, em relação ao modo de se vestir,alimentação e música, sem a descriminação das diferenças como: raça, religião, classesocial etc.MATEMÁTICA O professor reserva “um tempo para as atividades do projeto”, para medir algumas bandeiras dos países participantes da Copa, solicitando de seus alunos a relação entre as medidas.GEOGRAFIA Solicita uma pesquisa sobre algumas capitais dos países participantes da Copa, não necessariamente com os países já mencionados na medição de bandeiras da Matemática.PORTUGUÊS Solicita uma redação sobre CopaCIÊNCIAS Como estava trabalhando com poluição, solicita aos alunos que realizem uma pesquisa sobre qual país é mais poluído;
  15. 15. ANÁLISE• Como não existe uma coordenação dos trabalhos, as bandeiras em matemática não correspondem aos países tratados em geografia, a redação falará dos os cachês dos jogadores e a ciências não será sobre nenhum dos países mencionados nas disciplinas anteriores;• Mesmo trabalhando com o tema único, ele não foi unificador.• As áreas do conhecimento continuaram a ser tratada de forma compartimentada. Nenhuma das disciplinas “emprestou” para outra seus “diferentes saberes”. O Conhecimento não foi integrado.• CULMINÂNCIA= mascarou as falhas da proposta trabalhada.
  16. 16. ALGUMAS POSSIBILIDADES PROJETO: EFEITO ESTUFAOBJETIVO: Desafiar os alunos, para que investiguem as causas e efeitos sobre o meio ambiente acarretadospelo efeito estufa, esperando que, ao final do Projeto, eles apresentem possíveis soluções aos problemasencontrados e que se posicionem com atitudes positivas, desenvolvendo desta forma seus papéis deverdadeiros cidadãos.Professores: Montar um painel na sala dos professores, no qual serão colocados artigos científicos, fotos e reportagens sobre o efeito estufa, juntamente com frases curtas, simples e reflexivas de alerta sobre os possíveis efeitos ao meio ambiente. Aguçada a curiosidade e o interesse, introduzir posteriormente o convite para trabalharem com a temática.Alunos: Espalhar frases interrogativas pela escola, questionando sobre: O que é efeito estufa? Você já ouviu falar que a camada de ozônio está sendo destruída? Você sabia que a temperatura média da Terra está subindo cada vez mais?Obs. . Estas frases servirão apenas para aguçar a curiosidade dos alunos para posteriormente introduzir no Projeto.Comunidade Será envolvida durante a realização do Projeto, dependendo das atividades pelosexterna: alunos, como, por exemplo, na elaboração de folhetos explicativos à comunidade, solicitando a participação em uma campanha, etc.
  17. 17. ALGUMAS POSSIBILIDADES PROJETO: EFEITO ESTUFAPossíveis atividades a serem desenvolvidas( criadas, pesquisadas, etc)LÍNGUAPORTUGUESA Após realizadas algumas investigações a respeito de causas e efeitos, os alunos poderão desenvolver: • Folhetos explicativos; • Cartilha de prevenção ao meio ambiente; • Frases de alerta; • Redações sobre o tema e/ou artigos para um jornal; • Carta alerta à comunidade, entre outros.MATEMÁTICA • Desenho geométrico (com os ângulos reais) das fórmulas dos compostos químicos envolvidos no tema, tais como: oxigênio, ozônio, dióxido de carbono, fluorclorocarbono, etc. • Levantamento estatístico da evolução do buraco na camada de ozônio • Cálculo da porcentagem dos gases na atmosfera; • Cálculos da porcentagem de CFC nos aerossóis • Construção de gráficos, • Cálculo de áreas, etc.
  18. 18. ALGUMAS POSSIBILIDADES PROJETO: EFEITO ESTUFACIÊNCIAS •Estudo das moléculas já mencionadas nas atividades de matemática,(FÍSICA, embasando os alunos sobre suas fórmulas, estruturas, ângulos,QUÍMICA E propriedades, etc.BIOLOGIA) •Estudos dos Efeitos e causas para embasamento dos alunos nas atividades já mencionadas de português; •Investigação dos efeitos das radiações no corpo humano, nos animais e vegetais.EDUCAÇÃO •Criação das moléculas já mencionadas na forma de figuras sólidasARTÍSTICA e/ou maquetes; •Elaboração de cartazes com desenhos demonstrativos dos problemas causados pelo efeito estufa ao meio ambiente.GEOGRAFIA •Estudo do efeito estufa nos solos (secas); •Alteração das paisagens tropicais; •Relações entre o desmatamento; •Descongelamento dos icebergs e seus efeitos no mar.
  19. 19. ALGUMAS POSSIBILIDADES PROJETO: EFEITO ESTUFA SISTEMA(S) DE • PainéisAPRESENTAÇÃO • SemináriosE EXPOSIÇÃO DO • Jornais PROJETO: • Jogral • Concursos • Coletânea de cartazes • Encenação • Feira de ciências • Edição de filme, etc.SISTEMA DE • Avaliação contínua nas reuniões de acompanhamento,AVALIAÇÃO • Resultado das avaliações dos alunosFINAL DO • Enquete entre os alunosPROJETO: • Envolvimento dos alunos • Envolvimento dos professores • Resultado dos materiais criados • Análise das atitudes desenvolvidas pelos alunos
  20. 20. ATIVIDADE PRÁTICA• Exibição do documentário: A ilha das flores; (10 min)• Produção de uma atividade interdisciplinar a partir do documentário “Ilha das flores”; (15 min)• Socialização das atividades.
  21. 21. QUESTÕES A CONSIDERAR• “Decreto” coordenação/direção X possibilidades reais de um trabalho intedisciplinar;• Equipe = sistema educacional municipal, professores, coordenadores, diretores, alunos, comunidade interna, comunidade externa;• Planejar os objetivos gerais da instituição, os específicos das diferentes disciplinas, as ações de cada sujeito envolvido no processo;• Estabelecer os pontos de partida e de chegada;• Promover espaço para troca de informações, comunicações de descobertas, aquisições e avaliações do processo;• Diretor/coordenador com tempo integral na escola;• A/C separado por áreas afins;• Permitir que cada área “encabece” um projeto em cada Unidade Letiva
  22. 22. VIVENCIANDO INTERDISCIPLINARIDADE SOMOS UMA SINFONIA (Dinâmica: A orquestra)
  23. 23. REFERÊNCIAS• Fazenda, Ivani C. A. Práticas Interdisciplinares na escola. 8 ed. – São Paulo: Cortez, 2001• ________________. Didática e Interdisciplinaridade. Campinas, SP: Papirus,1998. – ( Coleção Práxis)• Nogueira, Nildo Ribeiro. Pedagogia dos projetos: uma jornada interdisciplinar rumo ao desenvolvimento das múltiplas inteligências. 7 ed. – São Paulo: Ética, 2007• Oliveira, Antônio Carlos de. Projetos pedagógicos: práticas interdisciplinares: uma abordagem para os temas transversais. São Paulo: Editora Avercamp, 2005
  24. 24. ContatoValquíria Pinheiro SilvaCel.: (73) 9994-1425E-mail: aswalkirias2005@yahoo.com.br www.opportunityconsultoria.com contato@opportunityconsultoria.com
  25. 25. Obrigada!

×