AGRISSÊNIOR
NOTICIAS
Pasquim informativo e virtual.
Opiniões, humor e mensagens
EDITORES: Luiz Ferreira da Silva
(luizferr...
força, virilidade e masculinidade. Representa
o princípio da unidade, o indivisível, o ilimitado
em si mesmo e em sua potê...
1. ZÉ CARLOS JÚNIOR, ILHÉUS/BA.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS – 10 anos
Entra semana, sai semana e o hábito de ler o
nosso AN, torn...
AGRISSÊNIORNOTICIAS é um jornal
excelente. Deverá ser lido por todos que
gostam da literatura boa, sadia, agradável e
sign...
Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

486 an 30_julho_2014.ok (1)

1,632 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,632
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,467
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

486 an 30_julho_2014.ok (1)

  1. 1. AGRISSÊNIOR NOTICIAS Pasquim informativo e virtual. Opiniões, humor e mensagens EDITORES: Luiz Ferreira da Silva (luizferreira1937@gmail.com) e Jefferson Dias (jeffcdiass@gmail.com) Edição 486 – ANO X Nº 49 – 30 de julho de 2014 EDIÇÃO ESPECIAL – 10 ANOS O ano de 2004 foi de luta para os funcionários da CEPLAC e, sobretudo, para o corpo de Pesquisadores e Extensionistas. A justiça nos deu ganho de causa e a Instituição apostilou os aposentados, obtendo-se êxitos. Mas não foi tão fácil e se não fosse a união do pessoal. E para tanto, contou-se com uma arma importante: a comunicação. Aproveitando a era cibernética, a Internet. Com o apoio da Divisão de Informação do Órgão, através do empenho da colega Cecília, criou-se um sistema de comunicação grupal, facilitando a interação do pessoal, cujas contribuições se tornaram vitais durante todo o processo reivindicatório. Terminada a tarefa, a tendência seria uma debandada, cada qual seguindo novos rumos, perdendo-se a comunicação ou arrefecendo- a. Foi quando resolvi lançar a ideia de um Jornalzinho, o Agrissênior Notícias, cujo nome já dizia para quê e para quem. Os velhos da agricultura na parada. E saiu o número zero, com algumas matérias e o chamamento que insiro no corpo de 3 páginas da proposta. Isso foi no dia 29 de julho de 2004. O tempo foi passando e, semanalmente, o jornal era disponibilizado rigorosamente, graças a contribuição de alguns colegas que aderiram à ideia. E nesse crescimento, ultrapassou os umbrais da CEPLAC. Hoje, atinge leitores de diversas categorias profissionais espalhados por todo território nacional. Mais tarde, em 2008, com o acúmulo de trabalho, passei a contar com a colaboração do colega Jefferson Dias. Inicialmente, como “designer” e, depois, promovido a Editor, possibilitando manter a frequência semanal. E assim estamos juntos por 486 semanas sem falhar uma só vez, excetuando-se o período anual de férias. (Luiz Ferreira da Silva) SIMBOLISMO DO NÚMERO 10. Carlos Roberto A numerologia pitagórica faz referência apenas a nove símbolos e não Dez; isto porque à época de sua criação ainda não havia uma notação para uma posição vazia, a invenção do zero ainda não havia chegado ao Ocidente, portanto também não existia um número que significasse ao mesmo tempo ausência e completude (Dez). Somente através dos fundamentos da Cabala é que conseguimos compreender o significado do número Dez. O Dez é um número composto por dois outros números mágicos o um e o zero. O um é o número que simboliza: liderança, vitória,
  2. 2. força, virilidade e masculinidade. Representa o princípio da unidade, o indivisível, o ilimitado em si mesmo e em sua potência, em uma palavra: DEUS. O zero, não é propriamente um número, mas um conceito matemático que designa a não existência de algo. Por sua forma circular que lembra o oroboro, uma serpente mordendo a própria cauda, representa ao mesmo tempo vazio e eternidade. Da união do um com o zero, surgiu o número Dez. Dez é a base do sistema decimal. As crianças aprendem a contar nos Dez dedos das mãos. Deus criou o mundo com Dez pronunciamentos. Existem Dez mandamentos e na Cabala Dez sefirot, ou ramos, da Árvore da Vida. São necessárias dez pessoas para recitar um minyan (prece Judaica)”. O dia mais importante do calendário judaico é o Yom Kippur, o décimo dia do novo ano. Dez é o valor da letra hebraica Yod, a primeira letra do nome inefável de Deus. O Dez representa a perfeição da ordem divina. O Alfa e o ômega, início e fim, tudo e nada. Em numerologia Cabalística, Dez é um número positivo que estimula a independência e a abertura de novas oportunidades na vida. Uma pessoa com o número Dez no nome ou sob sua influência se tornará conhecida pelo bem ou pelo mal, dependendo da ação escolhida. O Dez é capaz de despertar reações extremas de amor ou ódio, de respeito ou medo. Para o Dez não existe meio termo. O Dez contêm o dom da criatividade, porém é preciso saber empregá-lo com sabedoria uma vez que o poder da criação também possui em si o poder para a destruição. Quando o sucesso obtido sob a influência do número Dez é equilibrado com autodisciplina e humildade, a pessoa que alcançou uma posição de destaque saberá reconhecer a importância da matéria sem ser materialista e utilizará a fama e o dinheiro com bom senso. Quando isto acontece, costumamos dizer: Fulano é Dez! Fonte: http://www.magiadourada.com.br/numerod ez.html AGRISENIOR NOTÍCIAS Pasquim informativo. Opiniões, humor e picuinhas. 2. 004 ANO I Edição ZERO (“PILOTO”) 29 de Julho de 2.004 CHAMAMENTO Esse é o piloto de um jornalzinho que me veio na mente. Não sei se o pessoal toparia. É só um ensaio. Não teria periodicidade, mas à medida das notícias e da vontade do pessoal em escrever. Para tanto, seria fundamental a participação do pessoal com as contribuições. Desde piadas, assuntos diversos, reivindicações, debates e até lampejos literários. E há muitos e muitos assuntos que podem ser do nosso interesse. Está lançada, assim a ideia. (Luiz Ferreira). DEPOIMENTOS Selecionamos alguns colegas que assim se pronunciaram a respeito do AN-X: Não é possível exibir esta imagem no momento.
  3. 3. 1. ZÉ CARLOS JÚNIOR, ILHÉUS/BA. AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS – 10 anos Entra semana, sai semana e o hábito de ler o nosso AN, tornou-se uma agradável obrigação. E lá se vão 10 anos. Essa dupla de ceplaqueanos com seu jeito maneiro de ser envolveu todos nós nessa barca de informações, artigos, dicas, poesias, piadas, enfim, uma viagem pelo infinito mundo das letras. Parabéns caros colegas Luiz Ferreira e Jefferson Dias, vocês têm feito um grande trabalho, principalmente tendo como leitores assíduos a velha guarda da CEPLAC. E que venha mais 10 anos. 2. ZEULER NAVARRO, Belo Horizonte/MG. Oi Luiz, "10 anos! Isso significa determinação, perseverança, superação, competência, mas por outro lado traduz o que vivenciamos como ceplaqueanos: amizade, companheirismo e alegria de vivermos um tempo de nossas vidas trabalhando e servindo a comunidade. Parabéns aos editores e a todos amigos. 3. ODOALDO PASSOS, Belém /PA. Abnegados editores do Jornal Agrossênior Notícias, A ideia de manter a chama da nossa CEPLAC na memória dos ceplaqueanos aposentados, foi uma grande tirada de vocês, nossos queridos amigos. Através do Agrissênior Notícias, mensalmente, somos informados do que ocorre no meio, cujas notícias, não nos deixa esquecer dos nossos colegas de trabalho, cuja convivência se deu por longos anos de luta em favor da cacauicultura brasileira. Gostaria de aproveitar a oportunidade para, novamente parabenizá-los e lhes dizer que, apesar do tempo e da distância que nos separa, o Agrissênior Notícias, faz com que eu me sinta próximo de cada um dos colegas inesquecíveis, aqueles que como eu, trabalhávamos com amor à causa ceplaqueana. Ao tempo em que parabenizo a iniciativa, desejo que o Agrissênior Notícias siga infinitamente o seu objetivo de aproximar sempre os colegas que ficam e os que deixaram a ativa. 4. GERALDO CARLETTO, Salvador/BA. Mais do que um semanário, o agrissênior representa um forte elo da corrente de comunicação idealizada e formatada por amigos e ex-companheiros de trabalho . Parabéns e que possamos comemorar mais 10 anos. 5. BERNARDO van RAIJ, Campinas/SP. Caros amigos, Nesses 10 anos o Luiz Ferreira exercitou seu talento, literário e jornalístico, brindando-nos com textos úteis, agradáveis e, muitas vezes, importantes. Gostaria de cumprimentá-lo por esses 10 anos de existência, do Agrissênior Notícias. Não sei de onde ele tirava tanta informação de qualidade. Só sei que não deve ter sido fácil. Um grande abraçá-lo a vocês, editores, redatores e leitores desse importante periódico. 6. JOSÉ REZENDE, Ihéus/BA Este veículo de comunicação que começou a circular entre os aposentados e pensionistas, aos poucos com o seu papel informativo e com uma assiduidade ímpar, foi se espalhando por outros meios afins, chegando o momento maior de circulação, quando atingiu o site www.r2cpress.com.br, tornando- se o mais lido, que eu tenha conhecimento entre os ceplaqueanos. Por isso, quero aqui expressar meus parabéns a esta dupla de editores, e de forma particular, abraçar meu amigo/colega, Dr. Luiz Ferreira, de muitos anos de luta, por aquela CEPLAC, que ainda nos traz saudades.Segredo de tudo isso: determinação, assiduidade e responsabilidade. 7. NENITA CAMPOS, Maceió/Al. O meu depoimento sincero:
  4. 4. AGRISSÊNIORNOTICIAS é um jornal excelente. Deverá ser lido por todos que gostam da literatura boa, sadia, agradável e significativa, que acalenta e deleita os nossos sentimentos e os nossos corações. Parabéns efusivos aos seus intelectuais e inteligentes redatores. POESIAS SOBRE O AMOR - ANO X O AMOR Fernando pessoa O AMOR, quando se revela, Não se sabe revelar. Sabe bem olhar p'ra ela, Mas não lhe sabe falar. Quem quer dizer o que sente Não sabe o que há de dizer. Fala: parece que mente... Cala: parece esquecer... Ah, mas se ela adivinhasse, Se pudesse ouvir o olhar, E se um olhar lhe bastasse P'ra saber que a estão a amar! Mas quem sente muito, cala; Quem quer dizer quanto sente Fica sem alma nem fala, Fica só, inteiramente! Mas se isto puder contar-lhe O que não lhe ouso contar, Já não terei que falar-lhe Porque lhe estou a falar... SONETO DO AMOR TOTAL Vinicius de Morais Amo-te tanto, meu amor ... não cante O humano coração com mais verdade ... Amo-te como amigo e como amante Numa sempre diversa realidade. Amo-te afim, de um calmo amor prestante E te amo além, presente na saudade. Amo-te, enfim, com grande liberdade Dentro da eternidade e a cada instante. Amo-te como um bicho, simplesmente De um amor sem mistério e sem virtude Com um desejo maciço e permanente. E de te amar assim, muito e amiúde É que um dia em teu corpo de repente Hei de morrer de amar mais do que pude. POEMA Hámilson Carf Quero brincar na chuva, rolar na grama molhada... Correr pela estrada alagada, esquecer as angustias e preocupações... Quero dançar solto, com aquele velho sorriso maroto, como de quando eu era um garoto... Quero pular os muros, me fazer de surdo para os murmuradores, brindar a chegada da primavera e das flores, revelar em melodias os amores, afogar com sorrisos as dores... Quero voltar a digitar no computador, frente ao facebook, te procurar em palavras, de página em página até que o amor te busque... Quero falar de amor, de romance, apenas diga me alcance! E eu irei ao teu encontro... Pois, tudo o que quero... Do muito que espero... Ter seu amor, não é querer demais. AS SEM-RAZÕES DO AMOR Carlos Drummond de Andrade Eu te amo porque te amo, Não precisas ser amante, e nem sempre sabes sê-lo. Eu te amo porque te amo. Amor é estado de graça e com amor não se paga. Amor é dado de graça, é semeado no vento, na cachoeira, no eclipse. Amor foge a dicionários e a regulamentos vários.
  5. 5. Eu te amo porque não amo bastante ou demais a mim. Porque amor não se troca, não se conjuga nem se ama. Porque amor é amor a nada, feliz e forte em si mesmo. Amor é primo da morte, e da morte vencedor, por mais que o matem (e matam) a cada instante de amor. EU TE AMO Chico Buarque Ah, se já perdemos a noção da hora Se juntos já jogamos tudo fora Me conta agora como hei de partir Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios Rompi com o mundo, queimei meus navios Me diz pra onde é que inda posso ir Se nós, nas travessuras das noites eternas Já confundimos tanto as nossas pernas Diz com que pernas eu devo seguir Se entornaste a nossa sorte pelo chão Se na bagunça do teu coração Meu sangue errou de veia e se perdeu Como, se na desordem do armário embutido Meu paletó enlaça o teu vestido E o meu sapato inda pisa no teu Como, se nos amamos feito dois pagãos Teus seios inda estão nas minhas mãos Me explica com que cara eu vou sair Não, acho que estás só fazendo de conta Te dei meus olhos pra tomares conta Agora conta como hei de partir AGRADECIMENTOS No decorrer desses 10 anos, tivemos a contribuição de vários leitores, dentre os quais: José Rezende Mendonça Zeuler Navarro Geraldo Carletto Zé Carlos Júnior Bernardo van Raij Odoaldo Passos Lício Fontes Derval Magalhães Hilton Leal Nenita Campos Aix Pereira João Edivaldo Édson Menezes Breno Grisi Marcos Carnaúba Marcelo Câmara F. Antônio Botelho A PIADA DECENAL No balcão do bar, o bêbado se vira para a mulher ao lado e diz: - Quer ouvir uma piada de loira? A mulher responde: - Olha, antes de começar, te aviso que sou loira, tenho 1,80 mts peso 70Kg, sou triatleta e faço musculação. A loira ao meu lado mede 1,85 mts pesa 75 Kg e é campeã olímpica de luta greco-romana. A outra loira ao lado dela mede 1,90 mts pesa 80 Kg e luta Jiu Jitsu. Agora, se ainda assim você quiser contar a piada, vá em frente... O bêbado pensa um pouco e diz: - Não, se tiver que explicar três vezes, prefiro nem contar. oOo Acessar: www.r2cpress.com.br

×