O fim do império brasileiro e ideias século xix

12,756 views
12,424 views

Published on

Revisão disponibilizada pela Professora Priscila Coutinho

Published in: Education, Travel
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
12,756
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
44
Actions
Shares
0
Downloads
79
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O fim do império brasileiro e ideias século xix

  1. 1. O fim do Império Brasileiro Era chegada a hora da família dos Bragança partir...
  2. 2. A primeira Constituição <ul><li>Criada por D. Pedro I, em 1824; </li></ul><ul><li>Dizia que o trono só poderia ser ocupado por pessoa maior de 18 anos; </li></ul><ul><li>D. Pedro II assume o governo aos 15 anos, mudando o texto da lei; </li></ul><ul><li>Foi esse o Golpe da Maioridade. </li></ul>
  3. 3. A segunda Constituição <ul><li>Somente no início da República; </li></ul><ul><li>Marechal Deodoro não podia mais aceitar a antiga constituição que era Monárquica; </li></ul>
  4. 4. Tripé de apoio do Império <ul><li>Latifundiários </li></ul>Igreja Exército
  5. 5. Latifundiários esperavam indenização <ul><li>Inglaterra queria aumentar seu mercado consumidor; </li></ul><ul><li>Mas o imperador precisava ganhar tempo, pois não tinha intenção de pagar indenização aos fazendeiros; </li></ul><ul><li>São criadas “leis para inglês ver” (para acalmar ânimos ingleses, enquanto a abolição não acontecia). </li></ul>
  6. 6. Leis “para inglês ver”: <ul><li>Lei Eusébio de Queirós (1850): “fim” do tráfico; </li></ul><ul><li>Lei do Ventre Livre (1871): crianças “livres” aos oito anos; </li></ul><ul><li>Lei dos Sexagenários (1885): escravos “livres” aos 60 anos. </li></ul>
  7. 7. O café <ul><li>Concentrou-se no Sudeste; </li></ul><ul><li>Vale do Paraíba (técnicas primitivas, conservadores, mão de obra escrava); </li></ul><ul><li>Oeste Paulista (técnicas inovadoras, fazendeiros atentos às transformações, mão de obra assalariada). </li></ul>
  8. 8. Barões do Café <ul><li>Recursos aplicados em ferrovias, iluminação, calçamentos e outras melhorias para as cidades; </li></ul><ul><li>Indústria cresce timidamente; </li></ul><ul><li>Hábitos e costumes europeus são incorporados pela elite (chá, teatro, ópera, pão de trigo, etc.) </li></ul>
  9. 9. Enquanto transformações acontecem nos grandes centros... <ul><li>O Mato Grosso é invadido por Solano López e Brasil sela um acordo com Argentina e Uruguai em 1865; </li></ul><ul><li>Era a Guerra do Paraguai... </li></ul><ul><li>Duque de Caxias lidera nossas tropas, em grande parte, formada por escravos; </li></ul><ul><li>Promessa de liberdade que mais tarde será negada; </li></ul><ul><li>Inglaterra apóia Tríplice Aliança, pois o Paraguai já tomava seu mercado consumidor e era exemplo de organização e desenvolvimento na América; </li></ul>
  10. 10. Consequências... <ul><li>Paraguai totalmente destruído, sem mão de obra masculina, contrai dívida externa, deixa de ser um exemplo a ser seguido na América. </li></ul><ul><li>Países da Tríplice Aliança aumentam dívida externa (com Inglaterra); </li></ul>
  11. 11. Enquanto isso, na Europa... <ul><li>Congresso de Viena (1815) devolve conquistas territoriais de Napoleão; </li></ul><ul><li>Reis se comprometem com ajuda mútua para evitar perderem poder novamente (Santa Aliança); </li></ul><ul><li>Ideias liberais se espalham (burgueses não toleravam absolutismo novamente); </li></ul><ul><li>Era preciso ter liberdade comercial e de pensamento. </li></ul><ul><li>Adam Smith defende a “lei da oferta e da procura”. </li></ul>
  12. 12. E a Industrialização cresce... Siderúrgica Automóvel Mais pesquisa... Eletricidade Telégrafo
  13. 13. Mudanças... <ul><li>Não são para todos! </li></ul><ul><li>Antes, as ferrovias, depois os automóveis e caminhões terão funções práticas e econômicas! </li></ul><ul><li>Pobre continua sofrendo e sem ter acesso a nada disso. </li></ul>Cortiços
  14. 14. Patrões cada vez mais ricos... Proletários cada vez mais explorados!!!
  15. 15. O movimento operário: <ul><li>Ludismo: operário Ned Ludd lidera destruição das máquinas na indústria. </li></ul><ul><li>Cartismo: trabalhadores se organizam para escrever suas reivindicações ao Parlamento (Carta do Povo). </li></ul>
  16. 16. Novas ideias vão surgindo: <ul><li>Socialismo utópico: Não apresentavam uma solução concreta para o fim das desigualdades, apesar de criticá-las. </li></ul>Socialismo científico: o caminho apontado para o fim das desigualdades seria a tomada do poder pelos trabalhadores, até alcançar o comunismo. Anarquismo: combatiam o Estado e qualquer forma de governo. Pregavam uma sociedade livre de qualquer controle político. Cooperativismo: direcionar a produção industrial para o benefício de todos (igualmente).
  17. 17. E se nada desse certo... Haveria sempre uma vaga no céu! Boa Sorte a todos!

×