Nelson de Souza
    17 Julho 09
QREN: prioridade para a acção nas
e mpre s as
                                                              1.350
Pro je c...
O coope rativo e cole ctivo no QREN
                                                       Mil €
                         ...
Es traté gias de e ficiê ncia cole ctiva
 Co njunto s c o e re nte s de inic iativas de ino vaç ão de um
  ag re g ado de ...
O proce s s o de mobilização e s e le cção
          1.o sinal político e a acção das instituições
                  2. o ...
Os re s ultados (1)
                11                                   8
         PÓLOS DE                        OUTROS...
Os re s ultados (2)
                                                 Mil €
                                     Nº     INV...
Os protagonis tas
Tipo de entidades participantes em      Nº
             projectos               entidades
             T...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Pólos de Competitividade: Somar para multiplicar (17JUL09)

1,506
-1

Published on

Apresentação Powerpoint sobre a sessão de assinatura de contratos dos Pólos de Competitividade
Apresentado por: Nelson de Souza

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,506
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pólos de Competitividade: Somar para multiplicar (17JUL09)

  1. 1. Nelson de Souza 17 Julho 09
  2. 2. QREN: prioridade para a acção nas e mpre s as 1.350 Pro je c to s apro vado s no s SI do QREN: Nº Proj. 913 Incentivo 667 2.543 pro je c to s 526 3.922 M€ de inve s time nto 137 206 1.255 M€ de inc e ntivo s do QREN SI SI PME SI I&DT SI Inovação – novos produtos e processos Inovação SI PME – intervenção em factores imaterais SI I&DT - actividades de I&DT
  3. 3. O coope rativo e cole ctivo no QREN Mil € Nº Investi- Incentivo projec- mento QREN tos Projectos conjuntos 55 84.268 38.462 Projectos I&D em co- 211 178.949 108.954 promoção Pólos e Clusters 18 16.888 12.666 Tota l Colectivo 360 360.165 216.665
  4. 4. Es traté gias de e ficiê ncia cole ctiva Co njunto s c o e re nte s de inic iativas de ino vaç ão de um ag re g ado de e mpre s as que fo me nte m e c o no mias de ag lo me raç ão atravé s da c o o pe raç ão e do func io name nto e m re de TIPOS DE EEC ABORDAGEM/ORIENTAÇÃO Pólos de Competitividade e Base nacional e orientação Tecnologia internacional Outros Cluster Foco regional PROVERE Valorização regional/local ARDU Dimensão urbana
  5. 5. O proce s s o de mobilização e s e le cção 1.o sinal político e a acção das instituições 2. o concurso de selecção 3.a montagem das parcerias 4.a avaliação das propostas e a intervenção de peritos externos 5.as audiências públicas 6.a Comissão de Avaliação 7.as 1ªs decisões 8.o detalhe dos Programas de Acção 9.o reconhecimento formal 10.a clusterização, a execução e a avaliação de resultados
  6. 6. Os re s ultados (1) 11 8 PÓLOS DE OUTROS CLUSTERS COMPETITIVIDADE E TECNOLOGIA habitat * ind. criativas * agro centro* pedra natural * sáude * moda * agroindustrial * mobiliário * agro ribatejo * energia * florestal * tooling * vinhos douro * mar petroquímica * mobilidade * tecnologias produção * tice * turismo
  7. 7. Os re s ultados (2) Mil € Nº INVESTI- TIPO DE INVESTIMENTOS PROJEC- MENTO TOS Projectos de dinamização (SIAC) 18 16.888 Projectos “âncora” 104 570.000 Projectos complementares 300 1.500.000 (estimativa POFC)
  8. 8. Os protagonis tas Tipo de entidades participantes em Nº projectos entidades TOTAL 593 Empresas 368 Associações empresariais 49 Instituições do SCTN e formação 118 Outras entidades 58
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×